Tabela 2014 csa

1.478 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.478
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.170
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela 2014 csa

  1. 1. HH HHee LLii NNee BBee HHee outros outros
  2. 2. HH HHee LLii NNee BBee FF oouuttrrooss oouuttrrooss oouuttrrooss oouuttrrooss oouuttrrooss
  3. 3. Tabela periódica CONHECIMENTO SISTEMATIZAÇÃO
  4. 4. INFORMAÇÕES TABELA PERIÓDICA ELEMENTOS QUÍMICOS SUBSTÂNCIAS
  5. 5. INFORMAÇÕES ELEMENTOS SUBSTÂNCIAS QUÍMICOS • Estado físico • Densidade • Z • Massa atômica
  6. 6. A. Lavoisier (1743-1794) Contribuição dos vários cientistas para a construção da tabela periódica: J.L.Meyer ( 1830-1895) J.W.Döbereiner (1780-1849) Dimitri Mendeleyev (1834-1907) Glenn Seaborg (1912 – 1999) A.B.Chancourtois ( 1820-1886) J.A.R.Newlands (1837-1898) J. Dalton (1766-1844) Henry Moseley (1887-1915)
  7. 7. http://www.sistemauno.com.br/data/files/3BBD918A2BA27F1A012BB0DBFEB84DEC/M03_tabela_
  8. 8. PERÍODOS FAMÍLIAS OU GRUPOS 1 2 34 5 67 6 7
  9. 9. Grupo 3 (3B) 3 http://www.webel ements.com/
  10. 10. 1 18 2 13 14 15 16 17 Metais Alcalinos Metais Alcalinos - TERROSOS GRUPO DO BORO GRUPO DO CARBONO GRUPO DO NITROGÊNIO CALCOGÊNIOS HALOGÊNIOS GASES NOBRES 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ELEMENTOS DE TRANSIÇÃO ELEMENTOS REPRESENTATIVOS
  11. 11. •MMeettaaiiss •AAmmeettaaiiss •GGaasseess nnoobbrreess •HHiiddrrooggêênniioo
  12. 12. Pág. 5
  13. 13. Número do período = número de níveis preenchidos por elétrons Para elementos representativos, número antigo do grupo = número de elétrons no último nível preenchido (camada de valência)
  14. 14. nível número máximo de elétrons 1º (K) 2 2º (L) 8 3º (M) 18 4º (N) 32 5º (O) 32 6º (P) 18 7º (Q) 8
  15. 15. Grupo 1 (1A) H 1o período 1 1,0 1 próton 1 elétron 0 nêutron elétrons n=1 (K)  1 I. DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA DE ÁTOMOS NEUTROS, POR NÍVEL (CAMADA), COM ELÉTRONS NO ESTADO FUNDAMENTAL A) H Total= 1 elétron
  16. 16. Grupo 18 (8A) He 1o período 2 4,0 2 prótons 2 elétrons 2 nêutrons elétrons n=1 (K)  2 B) He Total= 2 elétrons
  17. 17. Grupo 1 (1A) Li 2o período 3 7,0 3 prótons 3 elétrons 4 nêutrons elétrons n=1 (K)  2 C) Li n=2 (L)  1 Total= 3 elétrons
  18. 18. Grupo 16 (6A) O 2o período 8 16,0 elétrons n=1 (K)  2 D) O n=2 (L)  6 Total= 8 elétrons
  19. 19. Grupo 2 (2A) Mg 3o período 12 24,3 elétrons n=1 (K)  2 E) Mg n=2 (L)  8 n=3 (M)  2 Total= 12 elétrons
  20. 20. Grupo 1 (1A) K 4o período 19 39,1 elétrons n=1 (K)  2 8 8 n=2 (L)  n=3 (M)  n=4 (N)  1 Total= 19 elétrons F) K
  21. 21. Grupo 17 (7A) I 5o período 53 126,9 elétrons n=1 (K)  n=2 (L)  n=3 (M)  n=4 (N)  2 8 18 7 Total= 53 elétrons G) I n=5 (O)  18
  22. 22. II. DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA DE ÍONS, POR NÍVEL (CAMADA), COM ELÉTRONS NO ESTADO FUNDAMENTAL RETIRAR ELÉTRONS (NO CASO DE CÁTIONS) OU ACRESCENTAR ELÉTRONS (NO CASO DE ÂNIONS) NO ÚLTIMO NÍVEL (CAMADA DE VALÊNCIA). OS METAIS TENDEM A PERDER OS ELÉTRONS DE VALÊNCIA. OS NÃO-METAIS TENDEM A GANHAR ELÉTRONS, FICANDO COM 8 ELÉTRONS NA ÚLTIMA CAMADA (REGRA DO OCTETO).
  23. 23. Grupo 1 (1A) 3 Li 7,0 2o período elétrons n=1 (K)  2 A) Li+ n=2 (L)  1 Total= 3 elétrons Li+ n=1 (K)  elétrons 2 Total= 2 elétrons
  24. 24. Grupo 17 (7A) 17 35,5 C 3o período elétrons n=1 (K)  n=2 (L)  n=3 (M)  2 8 7 Total= 17 elétrons B) C¯ C¯ elétrons n=1 (K)  n=2 (L)  n=3 (M)  2 8 8 Total= 18 elétrons
  25. 25. Grupo 2 (2A) 56 137,3 Ba 6o período elétrons n=1 (K)  n=2 (L)  n=3 (M)  n=4 (N)  2 8 18 8 Total= 56 elétrons C) Ba2+ n=5 (O)  18 n=6 (P)  2 Ba2+ elétrons n=1 (K)  n=2 (L)  n=3 (M)  n=4 (N)  2 8 18 8 n=5 (O)  18 Total= 54 elétrons
  26. 26. EXERCÍCIOS FAZER A DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA, POR NÍVEL (CAMADA), COM ELÉTRONS NO ESTADO FUNDAMENTAL DE: A) A B) P C) S2¯ D) Sr2+ E) Fr F) Rn www.ptable.com
  27. 27. PAG. 253 5s1 5s2 4d1 4d2 4d3 4d5 4d6 4d7 4d10 4d10 5p1 5p2 5p3 5p4 5p5 5p6 7s1 7s2 6d2 6d3 6d5 6d6 6d7 6d10 6d10 7p1 7p2 7p3 7p4 7p5 7p6 5f6 5f7 5f10 5f11 5f12 5f13 5f14 6d1
  28. 28. PAG. 251
  29. 29. PAG. 252 TRANSIÇÃO EXTERNA TRANSIÇÃO INTERNA REPRESENTATIVO REPRESENTATIVO
  30. 30. PAG. 253 36Kr 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 11Na 1s2 2s2 2p6 3s1 30Zn 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10
  31. 31. PAG. 254 Br = bromo e Hg = mercúrio H = hidrogênio O = oxigênio N= nitrogênio F= flúor C= cloro He = hélio Ne = neônio Ar= argônio Kr = criptônio Xe= xenônio Rn = radônio Br = bromo Hg = mercúrio O= oxigênio Au=ouro Ag= prata Tc= tecnésio Pm = promécio e qualquer outro transurânico, ou seja, após o número atômico 92
  32. 32. • Exemplo de propriedade periódica • Exemplo de propriedade aperiódica (não-periódica) PAG. 259
  33. 33. http://acswebcontent.acs.org/swf/PeriodicTable.swf PAG. 260
  34. 34. PAG. 183
  35. 35. PAG. 262
  36. 36. PAG. 185
  37. 37. PAG. 264
  38. 38. PAG. 264 JUSTIFIQUE A 1ª energia de ionização do sódio é MAIOR que a do potássio, já que o Na está no 3ª período e o K no 4º período. Ao longo de um mesmo período, a energia de ionização aumenta com diminuição do Z.
  39. 39. PAG. 265 JUSTIFIQUE A 1ª energia de ionização do sódio é MENOR que a do cloro, já que o Na e C estão no mesmo período e Na tem Z menor. Ao longo de um mesmo período, a energia de ionização aumenta com o aumento do Z.
  40. 40. Energia de Ionização x Raio Atômico
  41. 41. PAG. 265 Quanto MAIOR o raio atômico, MENOR a 1ª energia de ionização
  42. 42. PAG. 262
  43. 43. PAG. 263 17 19 2 8 7 C+ 2 8 6 17 19 C(g) + C +(g) + e-
  44. 44. PAG. 263 C+ 17 19 2 8 6 C2+ 2 8 5 elétron 17 19 C+(g) + C 2+(g) + e-
  45. 45. http://www.webelements.com/sodium/atoms.html
  46. 46. RAIO ATÔMICO E RAIO IÔNICO DO SÓDIO E DO CLORO Metais como o sódio tem a tendência de perder elétrons e formarem cátions. Ao perder um elétron, o sódio diminui de tamanho, pois ele fica com uma camada eletrônica a menos do que o átomo neutro. Já o cloro, um não-metal, ganha um elétron e forma o íon cloreto. Com isso, ele aumenta de tamanho. Com um életron a mais, aumenta a repulsão eletrônica o que faz com que o íon fique maior. Autor: Alfredo Luis Mateus
  47. 47. RAIO ATÔMICO E RAIO IÔNICO DOS HALOGÊNIOS Esta imagem faz uma comparação entre os raios atômicos dos halogênios e seus ânions. Perceba que à medida em que descemos a coluna dos halogênios ocorre um aumento do raio, perceba também que em todos os casos o raio do íon é maior que o do seu respectivo elemento. Imagem: Gabriela Fonseca
  48. 48. PAG. 266
  49. 49. PAG. 266
  50. 50. Fazer os exercícios do livro: Pag. 192: 1 a 7 Pag. 193: 1 a 7 Pag. 194: 8 Pag. 115 e 116: 1 a 12 Pag. 117 e 118: 1 a 8 DEVER
  51. 51. 1. Fazer o esboço do gráfico das 5 primeiras energias sucessivas de ionização dos elementos indicados: QUESTÕES COMPLEMENTARES a. Potássio b. Bromo 2. Fazer o esboço do gráfico da 5ª a 10ª energias sucessivas de ionização do sódio 3. Fazer o esboço do gráfico de todas as energias sucessivas de ionização do alumínio
  52. 52. 4. Analisar o quadro com os valores de E.I. QUESTÕES COMPLEMENTARES a. Quais grupos da tabela periódica pertencem os elementos I, II e III? b. No trecho da tabela abaixo estão indicados os valores da 1ª E.I. de outros dois elementos. Localize os elementos I e III na tabela:

×