Reação química 2014

2.378 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.378
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.402
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Excelente fonte: http://www.videos.uevora.pt/quimica_para_todos/qpt-agua%20oxigenada.pdf
  • Reação química 2014

    1. 1. SumárioSumário
    2. 2. TRANSFORMAÇÕES DOS MATERIAISTRANSFORMAÇÕES DOS MATERIAIS TRANSFORMAÇÕESTRANSFORMAÇÕES QUE NÃO SÃOQUE NÃO SÃO REAÇÕES QUÍMICASREAÇÕES QUÍMICAS REAÇÕESREAÇÕES QUÍMICASQUÍMICAS NÃO FORMAM NOVASNÃO FORMAM NOVAS SUBSTÂNCIASSUBSTÂNCIAS FORMAMFORMAM NOVA(S)NOVA(S) SUBSTÂNCIA(S)SUBSTÂNCIA(S)
    3. 3.  Efervescência = liberação de gás de uma solução líquida.  Na reação de efervescência, é produzido um gás pouco solúvel e menos denso do que a solução líquida.
    4. 4. PAG. 132 Ocorreu uma reação química quando foi adicionado o bicarbonato de sódio no vinagre porque foi produzido uma substância que não existia antes (gás carbônico). TODO CARBONATO E BICARBONATO EFERVESCEM EM SOLUÇÕES AQUOSAS ÁCIDAS.
    5. 5. PAG. 133 Ao colocar o vinagre na solução de bicarbonato de sódio, foi produzido o gás carbônico. As bolhas de gás carbônico juntaram na superfície da goma (ponto de nucleação). Com isso, aumentou o volume do sistema goma+bolhas, sem alterar significativamente a massa. O aumento do volume causa a diminuição da densidade e subida da goma de mascar. Ao chegar na superfície do líquido, as bolhas estouram e a goma volta a ser mais densa que a solução. Por isso, a goma desce.
    6. 6. PAG. 133 A goma que não foi mascada é mais densa que a goma mascada, por isso, não foi observada a movimentação da goma não mascada. Ao mascar a goma, o açúcar (componente mais denso entre aqueles que constituem a goma) é solubilizado. Quanto menor a concentração de açúcar na goma, menor a densidade.
    7. 7. PAG. 134 Não ocorreu reação química quando foi adicionado o açúcar na água mineral, porque as bolhas observadas são de um gás que já existia na água mineral. Portanto, nenhuma substância nova foi produzida. As bolhas ocorreram porque o açúcar funciona como ponto de nucleação para o gás. O gás carbônico é pouco solúvel na água. A superfície do açúcar (como de qualquer outro sólido) faz com que o gás (antes dissolvido) fique acumulado, promovendo a sua saída na forma de bolhas.
    8. 8. http://www.quimica.net/emiliano/reacao-desprendimento-gas.html
    9. 9.  Precipitação = formação de um sólido durante a reação química. PRECIPITADOPRECIPITADO CORPO DE FUNDOCORPO DE FUNDO OCORRE EM UMAOCORRE EM UMA REAÇÃO QUÍMICAREAÇÃO QUÍMICA OCORRE NA DISSOLUÇÃOOCORRE NA DISSOLUÇÃO DE EXCESSO DE SOLUTODE EXCESSO DE SOLUTO (MAIOR QUE O COEFICIENTE(MAIOR QUE O COEFICIENTE DE SOLUBILIDADE)DE SOLUBILIDADE)
    10. 10. PAG. 142 Não houve reação química, pois não foi formada nenhuma nova substância. O papel simplesmente ficou molhado. Houve reação química, pois foi formada uma nova substância, evidenciada pela mudança de coloração e surgimento de um sólido (precipitado).
    11. 11. Foi preparada uma solução com ferrocianeto de potássio. Esta solução foi usada como carga de uma caneta para quadro branco. A caneta foi usada para escrever num papel branco. Após a secagem, não é percebido facilmente que há algo escrito no papel. Para aparecer o texto, foi borrifada uma solução de cloreto férrico. O cloreto férrico reage com o ferrocianeto de potássio, produzindo um precipitado azul.
    12. 12. Ocorreu uma reação de precipitação, com a formação de um sólido branco constituído por cloreto de prata. NaC (aq) + AgNO3(aq)  AgC (s) + NaNO3(aq) precipitado branco
    13. 13. http:// www.mhhe.com/physsci/chemistry/animations/chang_7e_esp/crm3s2_3.swf
    14. 14.  Reação química que tem uma única substância como reagente REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO (ANÁLISE)REAÇÃO DE DECOMPOSIÇÃO (ANÁLISE) ELETRÓLISEELETRÓLISE FOTÓLISEFOTÓLISEPIRÓLISEPIRÓLISE POR MEIO DOPOR MEIO DO CALORCALOR POR MEIO DAPOR MEIO DA ELETRICIDADEELETRICIDADE POR MEIO DAPOR MEIO DA LUZLUZ
    15. 15.  Ver postagem no blog www.proclaudialuciane.blogspot.com.br
    16. 16. PAG. 150 Houve reação química de precipitação, uma vez que formou uma substância sólida na solução, que não existia antes. A água de cal ficou turva. CO2(g) + Ca(OH)2 (aq) → CaCO3 (s) + H2O () A substância que causou a transformação na água de cal foi o gás carbônico. O CO2 foi obtido a partir da decomposição do bicarbonato de sódio ou do ar expirado (teste feito ao soprar com o canudinho na água de cal).
    17. 17. Na transformação ocorrida com o bicarbonato de sódio houve a produção de água, uma vez que mudou a cor do papel com cloreto de cobalto de azul para rosa. No galinho meteorológico uma camada de cloreto de cobalto, componente químico com a propriedade de mudar de cor em função da umidade relativa do ar, reveste a superfície do galo. A cor azul indica pouca umidade, enquanto os tons de rosa indicam um ambiente com maior umidade relativa do ar. Obviamente, a precisão desse sistema é limitada, uma vez que a umidade de um ambiente não depende exclusivamente do tempo. drástica
    18. 18. A efervescência ocorrida quando foi adicionado vinagre indica que após o aquecimento do bicarbonato de sódio há carbonato e/ou bicarbonato que ainda ficou sem se decompor. Reação de efervescência com o bicarbonato de sódio: NaHCO3(s) + H+ (aq) → Na+ (aq) + CO2(g) + H2O() Reação de efervescência com o carbonato de sódio: Na2CO3(s) + 2 H+ (aq) (aq) → 2 Na+ (aq) + CO2(g) + H2O() Atenção: todo ácido possui em meio aquoso o cátion H+ . O vinagre é uma solução ácida. Perceba que as reações representadas pelas equações acima não são reações de decomposição, uma vez que possuem mais de um reagente.
    19. 19. Reações que podem ter ocorrido na pirólise do bicarbonato de sódio: 2 NaHCO3 (s) → Na2CO3(s) + CO2 (g) + H2O (v) carbonato de sódio 2 NaHCO3 (s) → Na2O(s) + 2 CO2 (g) + H2O (v) óxido de sódio NaHCO3 (s) → NaOH(s) + CO2 (g) hidróxido de sódio Δ Δ Δ Perceba que as reações representadas pelas equações acima são reações de decomposição, uma vez que possuem um único reagente. Note a diferença nas fórmulas do carbonato, bicarbonato, óxido e hidróxido de sódio. Perceba que apenas no óxido, o sódio está ligado ao oxigênio. Todo óxido é um composto binário, ou seja, apresenta apenas um elemento ligado ao oxigênio. Perceba que quando é formado o óxido de sódio, ao invés do carbonato de sódio na pirólise, a quantidade de gás carbônico é maior.
    20. 20. Na transformação ocorrida com o bicarbonato de sódio, houve diminuição de massa devido a perda do gás carbônico produ- zido na pirólise e do vapor de água (o sistema era aberto). Na transformação ocorrida com o óxido de alumínio não houve variação de massa significativa, ou seja, não há pirólise com o óxido de alumínio. Se houvesse a pirólise do óxido de alumínio, teria ocorrido a seguinte reação: A2O3 (s) → A (s) + O2 (g) Se essa reação ocorresse, teríamos visto um sólido prateado no tubo de ensaio (o alumínio é um metal prateado) e haveria perda de massa (devido a saída do gás oxigênio). Como não foi visto nada disso, podemos concluir que não houve pirólise do óxido de alumínio. A movimentação do pó (inicialmente compactado), vista no aquecimento, ocorre em função da expansão do ar.
    21. 21. Se houvesse a pirólise total do bicarbonato de sódio: 2 NaHCO3 (s) → Na2CO3(s) + CO2 (g) + H2O (v) perda de 26% perda de 11% Analisando novamente os dados obtidos durante o experimento feito nas várias subturmas, podemos concluir que a pirólise do bicarbonato de sódio foi incompleta, ou seja, restou ainda muito bicarbonato sem se decompor. Teoricamente, a perda de massa é 37%. Na prática, a perda foi em média 2%.
    22. 22. http://www.quimica.net/emiliano/reacao-analise1.html
    23. 23. Ver animação em: http://www.quimica.net/emiliano/eletrolise-da-agua.html
    24. 24. Ver a eletrólise para a água e para a solução de cloreto de sódio em: http://myweb.tiscali.co.uk/chemteach/swf/electrolysis2.swf
    25. 25. Ver modelo para a eletrólise, em termo microscópicos, em: http://www.infoplease.com/images/dyn/chem/electrolpt1.swf
    26. 26. PAG. 154 Houve diferença nos volumes de gases obtidos nos tubos, porque na eletrólise da água é obtido mais H2 do que o oxigênio, tal como visto na equação balanceada: 2 H2O() → O2 (g) + 2 H2 (g) O gás recolhido no tubo 1 não é o mesmo do tubo 2. No tubo 1 é recolhido o gás oxigênio e no tubo 2 o gás hidrogênio. Isto pode ser comprovado com o teste do palito em chama. Somente no tubo 2 há um gás inflamável, ou seja, que pega fogo ao aproximar a chama de um palito. No tubo 1, a brasa de um palito reaviva.
    27. 27. O líquido contido no tubo 1 ficou amarelo. Portanto o meio está ácido (pH < 7). O líquido contido no tubo 2 ficou azul. Portanto o meio está básico (pH > 7).
    28. 28. Oxigênio Hidrogênio 2H2O () → 2H2(g) + O2(g)
    29. 29. Uma reação química envolve recombinação dos átomos para formar novas substâncias. As ligações químicas nos reagentes são rompidas e formadas novas ligações químicas nos produtos.
    30. 30. http://logisticatotal.com.br/noticia/ ufrj-desenvolve-onibus-movido-a- hidrogenio/53c04118df112c13a8 c34b38343b9c10 Ver reportagem:
    31. 31. Mais informações em: http://www.hardware.com.br/noticias/2008-06/48566E48.html http://super.abril.com.br/superarquivo/2006/conteudo_472608.shtml
    32. 32.  Fotólise é a decomposição pela luz • O que é a água oxigenada? • Por que o frasco da água oxigenada é opaco?
    33. 33. PAG. 158 Este tipo de decomposição é chamado fotólise. O dióxido de manganês funcionou como catalisador, pois no tubo em que foi adicionado, notou-se maior quantidade de bolhas.
    34. 34. As bolhas são constituídas por oxigênio, já que o gás reavivou o palito em brasa
    35. 35. H2O2(aq) → O2 (g) + H2O () • A água oxigenada é uma solução aquosa de peróxido de hidrogênio. luz • O frasco da água oxigenada é opaco para evitar a decomposição (fotólise) do peróxido de hidrogênio
    36. 36. • Quando se coloca a água oxigenada sobre um machu- cado, nota-se imediatamente a formação de uma espuma. • O nosso sangue possui uma enzima, denomi- nada catalase, que funciona como um cata- lisador na reação de decomposição da água oxigenada. • Essa rápida decomposição, gerando gás oxigê- nio, mata as bactérias anaeróbias, promoven- do a assepsia do ferimento. • Isso acontece porque a água oxigenada está se decompondo, porém, de uma forma bem mais rápida.
    37. 37. • A água oxigenada 10 volumes significa que para cada litro de água oxigenada, é obtido 10 litros de gás oxigênio sob 1 atm e 0o C. • A água oxigenada (principalmente as soluções mais concentradas) torna a pele temporariamente branca. Isto deve-se a uma embolia (obstrução) dos pequenos vasos sanguíneos por debaixo da pele.

    ×