Falar em Público: Oratória sem Segredos

601 visualizações

Publicada em

Material parte integrante do curso desenvolvido por Carlos Cunha.
Vedada reprodução sem os devidos créditos.

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • CONHEÇA TAMBÉM: - 10 Dicas Para Falar Em Público, visualizado + 70 mil vezes! Apresentação: https://goo.gl/mQewCW Conheça o livro: https://goo.gl/eh4jmv - 13 Dicas Para Falar em Público Apresentação: https://goo.gl/wgyRc6 - Falar em Público - Sua Audiência Se Importa Apresentação: https://goo.gl/QiapNF
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
601
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Falar em Público: Oratória sem Segredos

  1. 1. Consultoria da Fala Aviso: Este material é parte integrante do curso “Falar em Público: Oratória sem Segredos”, sendo vedada a reprodução total ou parcial de seu conteúdo sem a devida autorização do autor.” Desenvolvido e ministrado por Carlos Cunha.
  2. 2. METODOLOGIA Consultoria da Fala
  3. 3. EMENTA Os Processos da Comunicação; A percepção através da palavra; a adequação ao ambiente; o correto uso da voz e das expressões corporais; a Consultoria da Fala da voz e das expressões corporais; a mudança de comportamento como facilitador da Comunicação Eficaz; Marketing Pessoal.
  4. 4. A CRIAÇÃO PELA PALAVRA... No princípio era a PALAVRA... E com a palavra os mundos foram criados e a terra se separou dos oceanos... No princípio era a palavra E com a palavra fez-se a LUZ. No princípio era a palavra. Consultoria da Fala No princípio era a palavra. E a palavra se fez carne e habitou entre nós No princípio era a palavra E a Palavra era DEUS.
  5. 5. Apresentação Falando em Público... Percepções e autoestima Os Elementos da Consultoria da Fala Os Elementos da Comunicação Feedback
  6. 6. REFLEXÃO “Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguémhumanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo” Lièv Tolstói Consultoria da Fala
  7. 7. FALAR EM PÚBLICO: MOTIVAÇÃO TEM A VER COM MOTIVACIONAL??? Consultoria da Fala Quanto vale se sentir seguro ao se comunicar???
  8. 8. FALAR EM PÚBLICO: MITOS Grandes Plateias Consultoria da Fala Salas de aula Congressos
  9. 9. FALAR EM PÚBLICO: QUEM PRECISA Políticos Palestrantes Professores Executivos Vendedores Consultoria da Fala Professores Profissionais Liberais Universitários Executivos Profissionais de RH
  10. 10. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO Emissor Mensagem Consultoria da Fala Canal de Comunicação Destinatário
  11. 11. MEDO DE FALAR OU MEDO DE ERRAR? Real Consultoria da Fala Estado Emocional Hipotético
  12. 12. CARACTERÍSTICAS DE COMUNICADOR Sabe ouvir Não tem preconceito Oratória Sem Segredos 12 Não tem preconceito Respeita a opinião do outro Observa e Pondera
  13. 13. PRECONCEITO Sobre o preconceito “Julgar uma pessoa, seja pela aparência, seja pela sua Consultoria da Fala “Julgar uma pessoa, seja pela aparência, seja pela sua crença ou ideologia, nos torna impermeáveis a entender o outro, tornando inviável qualquer processo de comunicação.”
  14. 14. DINÂMICA 1 Exposição em pé Trabalho em dupla: •Escolha um colega •Passe informações sobre você: Oratória Sem Segredos 14 VERIFIQUE SUA POSTURA •Passe informações sobre você: hobbies, trabalho, onde mora, etc; •Apresente o seu colega; •Seja sucinto. •Tenha em mente que está sendo observado
  15. 15. Preparação e Objetividade Adequação ao ambiente Consultoria da Fala Adequação ao ambiente Ruídos da Comunicação A Importância da Leitura
  16. 16. PONTOS DE OBSERVAÇÃO LeituraLeitura Consultoria da Fala RuídosRuídos AmbienteAmbiente
  17. 17. FALAR EM PÚBLICO: IMPROVISO Contextualize Avalie as interpretações Atenção às dispersões!!! Consultoria da Fala Contextualize Atenção às dispersões!!! Respeite a pausa...
  18. 18. FALAR (BEM) EM PÚBLICO Eloquência Dom de falar com fluência, com facilidade Consultoria da Fala Arte de falar bem com o objetivo de convencer, persuadir... Retórica
  19. 19. REFLEXÃO “Observe se o que mais incomoda nos outros não é o que estános outros não é o que está sobrando em você”. Carl Yung Psiquiatra e psicoterapeuta Oratória Sem Segredos 19
  20. 20. PREPARAÇÃO E OBJETIVIDADE Consultoria da Fala “Você não será um BOM ORADOR se não for um BOM“Você não será um BOM ORADOR se não for um BOM LEITOR.”
  21. 21. DINÂMICA 2 Dinâmica 02: Percepção do Ambiente •Comece falando de você: o que faz, o que gosta; Oratória Sem Segredos 21 VERIFIQUE SUA POSTURA o que faz, o que gosta; •Procure falar para todo o auditório; •Observe os pontos de dispersão; •Ouça a análise da classe. •Observe seus pontos fracos e fortes.
  22. 22. A Preparação do Discurso Elaboração do Roteiro Seleção de Temas por Consultoria da Fala Seleção de Temas por importância Técnicas de Improviso A pausa como persuasão
  23. 23. PREPARANDO O TEMA Preparar argumentos Elaborar roteiro Consultoria da Fala Elaborar roteiro Cronograma/Objetivo
  24. 24. O IMPROVISO DE SUCESSO •Não chame atenção para um problema seu •Concentre-se no assunto proposto Consultoria da Fala Concentre-se no assunto proposto •Em caso de ruído, retome o assunto com elegância •Seja gentil
  25. 25. FALANDO DE IMPROVISO Improviso Observe o contexto Consultoria da Fala Improviso Insira argumentos Observe o tempo
  26. 26. FALANDO DE IMPROVISO Quando??? Numa reunião Nos círculos sociais Consultoria da Fala Quando??? Nos círculos sociais Após uma pergunta
  27. 27. O PREPARO DO IMPROVISO Consultoria da Fala “Geralmente levo mais de TRÊS SEMANAS a preparar um discurso de improviso” Samuel Langhorne Clemens Usava o pseudônimo de MARK TWAIN
  28. 28. DINÂMICA 03 •Dinâmica 2Dinâmica 03: Técnica de Leitura •Leitura através de artigos que podem ser de jornais e/ou revistas. VERIFIQUE SUA POSTURA Oratória Sem Segredos 28 e/ou revistas. •Dê preferência a notícias leves; •Faça a primeira leitura a seu modo; •Fique atento às observações; •Faça a segunda leitura de acordo com as observações; •Observe a diferença.
  29. 29. TÉCNICA PARA UMA BOA LEITURA •Pronuncie as palavras inteiras •Respeite as pausas •Diminua o ritmo da leitura •Ouça o que está lendo Oratória Sem Segredos 29 •Ouça o que está lendo •Observe se a compreensão está clara •Faça várias interpretações do mesmo texto •Faça modulações diferentes •Procure a emoção do texto •Respire...
  30. 30. Marketing Pessoal A postura O Vestuário Consultoria da Fala O Vestuário A voz Recursos Audiovisuais
  31. 31. COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL 40 50 60 Linguagem Corporal Palavras Consultoria da Fala 0 10 20 30 Palavras Conteúdo
  32. 32. MARKETING PESSOAL Consultoria da Fala
  33. 33. MARKETING PESSOAL: GESTOS Consultoria da Fala
  34. 34. A VOZ COMO PERSUASÃO Consultoria da Fala
  35. 35. DEFINIÇÃO Sinal sonoro emitido pelo homem e pelos animais por meio de órgãos vibratórios Consultoria da Fala animais por meio de órgãos vibratórios associados à cavidades que atuam como caixas de ressonância.
  36. 36. VOZ: VOLUME Ajuste de Tom Voz: veículo da Oratória Sem Segredos 36 Tom Adequação ao ambiente veículo da emoção
  37. 37. IDENTIDADE PESSOAL: MÉTODO RTP Timbre Ritmo Consultoria da Fala Personalidade Timbre
  38. 38. A VOZ: MITOS POPULARES •Pigarrear; •Tossir; •Ingerir bebida alcoólica, •Balas de hortelã. Sua voz não vai melhorar se você... Consultoria da Fala •Balas de hortelã. •E o própolis???
  39. 39. SOTAQUES E REGIONALISMOS Oratória Sem Segredos 39
  40. 40. A VOZ: IMPORTÂNCIA “A voz é nosso segundo rosto.” Consultoria da Fala Gerárd Bauer Escritor francês
  41. 41. VÍCIOS DE LINGUAGEM •Né? •Veja bem... Consultoria da Fala •Né? •Tá? •Então... •Pois é... •Veja bem... •Na verdade... •Tipo assim
  42. 42. PALAVRAS QUE NÃO EXISTEM... •Esteje •Seje Consultoria da Fala •Seje •Menas MAS QUE AS PESSOAS DIZEM
  43. 43. DINÂMICA 04... Dinâmica 04: Técnicas de improviso (Eu estava lá) Trabalho realizado em grupo •Um dos participantes inicia uma história, que pode ser real ou imaginária. VERIFIQUE SUA POSTURA Oratória Sem Segredos 43 real ou imaginária. •A narração é de 60 segundos. •Ao final destes, o narrador indica uma pessoa para dar continuidade; •O tempo é o mesmo para todos os participantes até o último deles fazer o desfecho
  44. 44. REFLEXÃO “Nós não somos o que gostaríamos de ser. Nós não somos o que aindaser. Nós não somos o que ainda iremos ser. Mas, graças a Deus, não somos mais quem nós éramos.” Martin Luther King Consultoria da Fala
  45. 45. FONTES DE PESQUISA WEIL, Pierre & TOMPAKOW, Roland – O Corpo Fala 16a ed. Petrópolis, Vozes, 1986. PEASE, Allan – Desvendando os segredos da linguagem corporal – Rio de Janeiro: Sextante: 2005 MC COURT, Frank – Ei, Professor – Rio de Janeiro: Editora Intrínseca. (Tradução de Rubens Figueiredo CASTILHO, Alzira – Como Atirar Vacas no Precipício: parábolas para ler, pensar, refletir, motivar e emocionar – São Paulo: Editora Panda, 2000 MARTINS, Leandro. Como Influenciar e Motivar Pessoas – São Paulo: Universo dos Livros, 2007.128p. FUGERE, Brian. Por que as pessoas de negócios falam como idiotas/Brian Fugere, Cheslsea Hardway; tradução Alice Xavier – Rio de Janeiro: Best Seller 2007. SILVA, Júlia Lúcia de Oliveira Albano da. Rádio: oralidade mediatizada: o spot e os elementos da linguagem Consultoria da Fala SILVA, Júlia Lúcia de Oliveira Albano da. Rádio: oralidade mediatizada: o spot e os elementos da linguagem radiofônica – Júlia Lúcia de Oliveira Albano da Silva – São Paulo: Annablume, 1999 VARGAS, Aline Tafarelo. Voz e Canto: fisiologia e arquitetura/Aline Tafarelo e Sirley Espíndola – Jundiaí, SP: Editora In House, 2007 Sites: http://www.mundodomarketing.com.br/18406,artigos,sem-tom-e-expressao-a-descomunicacao-cresce.htm http://www.academiadopalestrante.com.br
  46. 46. Consultoria da Fala

×