Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha

892 visualizações

Publicada em

O presente trabalho, apresentado em forma de cursos e palestras, tem o objetivo de deixar o participante com autonomia para interagir nos mais variados segmentos, seja nos círculos sociais, empresas ou instituições de ensino.
Também ministrado através de workshops.
Consulte!
www.carloscunhacomunica.blogspot.com

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
892
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Falar em Público - Oratória Sem Segredos por Carlos Cunha

  1. 1. FALANDO EM PÚBLICOVencendo Barreiras Através da ComunicaçãoPalestrante: Carlos CunhaGestão de Marketing e Assessoria em Comunicação
  2. 2. FALANDO EM PÚBLICOVencendo Barreiras Através da Comunicação O Processo O Relacionamento O Feedback
  3. 3. Por quê nos Comunicamos?  Ser aceitos  Ser entendidos  Aumentar o conhecimento  Proporcionar interação  Compartilhar ideias
  4. 4. Comunicação X Informação Informação: ato ou efeito de informar; notícia recebida ou comunicada ao público; dados sobre alguém ou alguma coisa Comunicação: meio de ligação, via de acesso passagem
  5. 5. A Importância da Comunicação Ao se comunicar bem, o homem passa a exercer plenamente o seu papel social e se torna respeitável, confiável, desenvolve suas habilidades, além de aumentar a autoconfiança.
  6. 6. Características de um comunicador Bom observador; Sabe ouvir; Sabe respeitar a opinião do outro; Não tem qualquer tipo de preconceito;
  7. 7. O Processo da Comunicação Codificação Decodificação Emissor Mensagem Receptor RU RUD RUÍDO Í ÍDO RUÍDO O Feedback Resposta
  8. 8. O Processo da Comunicação Troca de Papéis: em algum momento seremos Emissores e Receptores Emissor Emissor Receptor Receptor
  9. 9. Os Ruídos na ComunicaçãoCaracterísticasFísicas  Psicológicas Trânsito  Sono Batida de porta  Distração Arrastar de mesa,  Inibição cadeira,  Nervosismo Tosse ou espirro,  Insegurança Ronco,  Medo Pigarro  Baixa autoestima
  10. 10. Os Ruídos na ComunicaçãoAo se transmitir uma mensagem, deve se levar em consideração o tipo depúblico ao qual ela se destina, para que possamos adaptar o conteúdo.É comum, durante uma comunicação, o outro interpretar totalmente diferentedo que emitimos, ou até mesmo, pensamos ter emitido.Daí, a necessidade de dosar as palavras, pois elas podem ter efeito contrárioao que desejamos.
  11. 11. Dinâmica Procure observar o ambiente à sua volta; Comece a treinar a partir de casa; Observe as pessoas que você considera serem comunicadoras; Comunicativo # Comunicador
  12. 12. FALANDO EM PÚBLICOVencendo Barreiras Através da Comunicação  Persuasão e Objetividade  Voz  Corpo
  13. 13. Comunicação Convincentese fazendo entender...“Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo.” Leon Tolstói (escritor)
  14. 14. Comunicação Convincente  Por quê VOCÊ está aqui?  Qual SEU objetivo pessoal?  Qual SEU objetivo para com o OUTRO?  VOCÊ acredita no que diz?
  15. 15. Comunicação Convincente Precisamos estar convictos dos nossos pontos de vista para convencermos aos outros. Quando acreditamos em nós, estamos aptos a fazer com que outros também acreditem
  16. 16. Comunicação ConvincentePontos de vista (desenvolvimento) Todos nós, em algum momento, passamos a pensar de modo diferente. Fatores contribuintes: vivência pessoal, influência de terceiros (círculo de amizades) Filtrar as ideias recebidas no cotidiano, independente da fonte (pessoas, internet, ambiente trabalho)
  17. 17. Comunicação ConvincenteDicas Pesquise (literatura especializada, internet*); Faça análise comparada: entre vários assuntos e autores; Participe de rodas de discussão (fóruns) sobre o assunto; Ouça opiniões diferentes. Não receie em perguntar o que não sabe
  18. 18. Corpo  Mantenha uma postura altiva;  Elimine a arrogância;  Esteja sempre alerta (atento);  Ouça antes de argumentar
  19. 19. PosturaCorpo Uma pessoa cabisbaixa  Mantenha o equilíbrio passa a impressão de ser submissa e insegura Uma pessoa com o ‘nariz empinado’ passa a impressão de arrogância. Em ambas, a geração de antipatia é automática
  20. 20. Voz A voz é o veículo da emoção Qualquer instabilidade emocional é retratada através dela. Ajuste o tom para as mais diversas situações
  21. 21. VozMitos A eficácia da fala se resume em: Personalidade Timbre Ritmo
  22. 22. Voz Personalidade, Timbre e Ritmo Personalidade Caráter ou qualidades próprias da pessoa; Individualidade consciente. Timbre Qualidade sonora de instrumento ou voz.Som diferente de diversos instrumentos, embora da mesma altura e intensidade. Ritmo Cadência; metro; compasso Fazer-se ouvir com intervalos regulares. 
  23. 23. Voz é Música O sucesso de nosso discurso depende da sonoridade que empregamos à VOZ.
  24. 24. VozDinâmica Sugerida  Leia textos variados, independente de se entender do assunto;  Faça-o com sorriso, esboçando tristeza e de maneira séria (carrancuda)
  25. 25. FALANDO EM PÚBLICOVencendo Barreiras Através da Comunicação Discurso Planejamento Postura Recurso AV
  26. 26. O Discurso É recomendável que um discurso tenha entre 3 a 5 minutos. Quando passa disso, pode caminhar para um curso e/ou palestra.
  27. 27. Preparando o DiscursoA concentração Pesquisa  Assunto  acadêmico, negócio, cotidiano  Público  gosto, idade, cultura, personalidade  Local  aberto: arena/estádio  fechado: auditórios, salas
  28. 28. Preparando o Discurso (2) Repita as palavras de efeito (se o discurso for oralizado); Escreva apenas os tópicos importantes. Evite leitura e ficar preso ao papel;
  29. 29. Preparando o Discurso(3) Evite divagações que podem ocorrer durante a sua fala (insights); Fique atento à reação da plateia; Interaja sem perder o foco no tema(assunto);
  30. 30. Preparando o Discurso(4) Reserve alguns minutos da sua fala para esclarecer dúvidas da plateia (se necessário); Seja simpático com a plateia, mas mantenha sua postura de líder.
  31. 31. Preparando o DiscursoRecursos Audiovisuais Vídeos: com duração de até 7 minutos. Se necessário, faça pausas para contextualizar; PPT: utilize mais imagens que texto. Plateias costumam ser visuais;
  32. 32. Preparando o DiscursoRecursos Audiovisuais  Flipcharts: procure utilizar letras legíveis. Evite rabiscos, rasuras, etc..
  33. 33. Preparando o DiscursoO uso do microfone Nunca bata na cápsula do microfone; Mantenha uma distância de 20cm (1palmo) ao falar; Teste o som antes de começar a falar; Não rode o pedestal nem brinque com o fio.
  34. 34. Curiosidades Técnicas- Um discurso de 30 minutos envolve mais de 5 horas de elaboração (descontando-se os insights) e contém entre 4500 a 4800 palavras. Se optar por este formato, interligue os temas por tópicos e dedique de 3 a 4 minutos para cada tópico. Considere o uso de equipamentos multimídia.- Em leitura corrente, uma linha digitada em letra tipo Arial com corpo 12 leva 2,3 segundos para ser lida. Considere isso na hora de montar seu discurso
  35. 35. FALANDO EM PÚBLICOVencendo Barreiras Através da Comunicação O Sucesso na Comunicação A Comunicação Não Verbal Marketing Pessoal Dicas
  36. 36. Obtendo Sucesso na Comunicação  O sucesso na Comunicação depende da observação do palestrante/comunicador.  Sempre que a observação estiver aguçada, a possibilidade de êxito estará garantida.  No entanto, é importante ressaltar alguns aspectos que podem prejudicar este sucesso:
  37. 37. O Medo de ERRAR em PúblicoObstáculos Insegurança Desconhecimento do Assunto ou Confiança Exacerbada
  38. 38. Dicas Importantes(O menos pode ser mais) O que fazer Gerir o Tempo Observar a audiência Conhecer o assunto Interagir
  39. 39. Dicas Importantes(O menos pode ser mais) O que NÃO fazer Piadas Subestimar a audiência Excesso de simpatia Detalhes pessoais
  40. 40. DicasPontos de Observação O primeiro e o último são sempre os mais críticos:  Sendo o primeiro: não se sabe a reação da audiência  Sendo o último: ansiedade e necessidade de superar (ser o melhor)
  41. 41. A Comunicação Não Verbal Postura  Gestual  Vestuário  Olhar
  42. 42. A Comunicação Não Verbal 60 50 40 Linguagem Corporal Palavras 30 Conteúdo 20 10 0Pesquisa: Albert Mehrabian, Professor Emérito da UCLA
  43. 43. Marketing Pessoal
  44. 44. Marketing Pessoal O Marketing Pessoal é toda ação/atitude, palavra, demonstração, que concorrem, direta ou indiretamente, para o nosso sucesso na vida familiar, social ou profissional. (a recíproca também é verdadeira)
  45. 45. Marketing Pessoalno dia a dia  Vocabulário Observar aspectos apropriado: a voltados à aparência: linguagem coloquial Cabelos (para homens geralmente cabe em e mulheres); todas as ocasiões. Unhas; Evite o uso contínuo Vestuário: condizente de gírias e palavras de com as situações baixo calão, por mais que possam ser ‘calorosas’.
  46. 46. Marketing Pessoalna web Observe o conteúdo de suas postagens nas redes sociais. Evite inundar a caixa postal de seus contatos apenas para ‘marcar presença’. Antes, prefira temas que se adequem às suas ideias e que formem opinião positiva a seu respeito.
  47. 47. Media TrainingFaça Você Mesmo (do it yourself) Blogs: Desenvolvimento da Twitter argumentação Aumenta a capacidade de síntese Verificação da Postura
  48. 48. FALANDO EM PÚBLICODicas Úteis A Comunicação é um  A realização de um processo lento e evento (encontro) requer treino e requer um check list e observação conhecimento do Manter o equilíbrio é público fundamental;  Só improvise quando Conhecimento do se sentir seguro assunto é  A organização do indispensável; espaço propicia maior Perguntar para se segurança informar;  Respire fundo e... Ordenar as ideias antes de se expor!  VOCÊ CONSEGUE!!!
  49. 49. INTERATIVIDADE O quê? O quê? Tem mais? Tem mais? Como? Como? Custa Quanto? Custa Quanto? Repete? Repete? Quem vai? Quem vai? Já foi? Já foi? É difícil? É difícil? Como Assim? Como Assim? Explica de Explica de Como faço? Como faço? novo? novo? Posso? Posso? Quem? Quem? Quando? Quando? Eu? Eu? Onde? Onde? Quem foi? Quem foi? É fácil fazer? É fácil fazer?
  50. 50. Fontes de PesquisaWEIL, Pierre & TOMPAKOW, Roland – O Corpo Fala 16a ed. Petrópolis, Vozes, 1986.PEASE, Allan – Desvendando os segredos da linguagem corporal – Rio de Janeiro: Sextante: 2005MC COURT, Frank – Ei, Professor – Rio de Janeiro: Editora Intrínseca. (Tradução de Rubens FigueiredoCASTILHO, Alzira – Como Atirar Vacas no Precipício: parábolas para ler, pensar, refletir, motivar eemocionar – São Paulo: Editora Panda, 2000MARTINS, Leandro. Como Influenciar e Motivar Pessoas – São Paulo: Universo dos Livros, 2007.128p.FUGERE, Brian. Por que as pessoas de negócios falam como idiotas/Brian Fugere, Cheslsea Hardway;tradução Alice Xavier – Rio de Janeiro: Best Seller 2007.SILVA, Júlia Lúcia de Oliveira Albano da. Rádio: oralidade mediatizada: o spot e os elementos dalinguagem radiofônica – Júlia Lúcia de Oliveira Albano da Silva – São Paulo: Annablume, 1999VARGAS, Aline Tafarelo. Voz e Canto: fisiologia e arquitetura/Aline Tafarelo e Sirley Espíndola – Jundiaí, SP:Editora In House, 2007Sites:http://www.mundodomarketing.com.br/18406,artigos,sem-tom-e-expressao-a-descomunicacao-cresce.htmhttp://www.academiadopalestrante.com.br
  51. 51. Carlos Cunha é publicitário e radialista Rádio Cidade Jundiai AM 730 Khz De segunda à sexta às 12h30 Do jeito que você precisa ouvir www.cidadeam.com www.carloscunhacomunica.blogspot.com papos, pitacos e alguma coisa para ouvir
  52. 52. Solicite palestra ou curso
  53. 53. Como Falar em PúblicoCurso de Oratória e PalestrasCorporativas Carlos Cunha Consultoria de Marketing e Assessoria em Comunicação (11) 9 7147 2187 cunhacarlosk@gmail.com É isso.

×