Violência VS. Espírito Desportivo

10.688 visualizações

Publicada em

Violência VS. Espírito Desportivo

Publicada em: Saúde
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.688
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
313
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Violência VS. Espírito Desportivo

  1. 1. VIOLÊNCIA VS. ESPÍRITO DESPORTIVO Educação Física 9º Ano
  2. 2. Introdução • Atualmente é comum ouvir-se falar, através dos meios de comunicação social de casos de violência no desporto. Por inúmeras razões o desporto, que deveria ser uma forma de divertimento e competição justa, perde esse estatuto e atinge outro patamar: a violência, a agressividade, a indignação, a raiva, etc. • Mas porque será que o desporto tem de ser violento? Será que é pela falta de desportivismo dos jogadores? Será pela pressão que os fãs, os adeptos e os treinadores exercem sobre estes? Será pela falta de controlo que o Homem tem sobre si, transformando a ira e a fúria em violência?
  3. 3. Introdução
  4. 4. Introdução • A verdade é que cada vez mais o desporto é violento e estima-se que há violência no desporto desde a Antiguidade (nomeadamente nos Jogos Olímpicos originais na Grécia Antiga). Uma das coisas que, infelizmente, é comum a praticamente todas as modalidades é a violência. Desporto e violência são conceitos totalmente opostos que, contudo, estão interligados até de mais. • No extremo oposto da violência desportiva temos o espírito desportivo, do inglês fair-play. Será que, apesar do que foi referido, ainda há desportivismo entre os jogadores? Ainda podemos presenciar jogos justos? Ainda há espírito desportivo ou será que este foi transformado em violência?
  5. 5. A violência e o desporto • A violência é um instinto natural do ser humano que causa intencionalmente danos morais ou físicos noutro indivíduo. A violência pode ser física (agressão física), verbal ou moral (insultos), gestual (gestos obscenos) ou psicológica (intimidação e humilhação). • Existe uma lista infindável das causas da violência no desporto. Esta pode ser causada pela indignação, pela frustração, pelas rivalidades entre as equipas, pelos problemas pessoais dos jogadores (que “descarregam” toda a sua raiva em campo), pela pressão dos treinadores, etc.
  6. 6. A violência e o desporto
  7. 7. A violência e o desporto • Muitas vezes, são os fãs e os adeptos que começam a violência. São estes que, por uma paixão cega à sua equipa ou clube ou por ódio puro à equipa adversária, cometem atos de violência, perturbando o equilíbrio dos jogos. Nos piores casos, estes atos de violência podem causar mortes. • De salientar os hooligans, grupos com ideias neo-nazis nascidos nos anos 70 e 80 na Grã-Bretanha e que dedicam-se a sujar a reputação do desporto, nomeadamente do futebol e dos desportos universitários, de forma a afastar o público dos recintos desportivos.
  8. 8. A violência e o desporto • Embora muitas pessoas associem violência desportiva a futebol, a realidade é que há violência em todos os desportos. O futebol foi frequentemente definido como um desporto violento, especialmente por ser um desporto muito praticado. Contudo há desportos piores nesse aspeto, como o hóquei e o râguebi, desportos com número de casos de violência muito maior.
  9. 9. Fair-play / espírito desportivo • Numa tradução linear para o português, podemos definir fair-play como o termo inglês para designar jogo limpo. Em português também temos outros termos com o mesmo significado, como por exemplo espírito desportivo e desportivismo. • Espírito desportivo é o oposto à violência desportiva. Este termo abrange inúmeros significados e não se limita apenas ao cumprimento das regras ou à aceitação dos resultados.
  10. 10. Fair-play / espírito desportivo Ter espírito desportivo é: • cumprir todas as regras do desporto em causa; • respeitar o árbitro ou júri e não contestar as suas decisões; • demonstrar a vontade de ganhar, mas reconhecendo a derrota com dignidade; • reconhecer a vitória modestamente, sem inferiorizar o adversário; • reconhecer o bom desempenho ou as boas estratégias do adversário;
  11. 11. Fair-play / espírito desportivo Ter espírito desportivo é: • competir com igualdade e conseguir a vitória apenas com esforço e habilidade; • recusar o uso da batota e da violência ou outras práticas desonestas para conseguir a vitória; • dar a mostrar o lado positivo de um erro, encorajando os jogadores após uma derrota; esforçar-se ao máximo em cada partida; • demonstrar desportivismo para com os outros, independentemente de serem da mesma equipa ou adversários; • gratificar-se com o esforço e com a tentativa, não apenas com ganhar ou perder.
  12. 12. Fair-play / espírito desportivo • Se todos os desportistas cumprissem estas simples, mas muito importantes práticas, melhorava-se imenso o estatuto do desporto e erradicava-se a violência e a corrupção desportiva, promovendo um ambiente de paz e divertimento, transformando o desporto no que este deve ser de verdade.
  13. 13. Bibliografia • http://napsi.no.sapo.pt/espirito.html • http://kinballportugal.webs.com/espritodesportivo.htm • http://sports.specialolympics.org/specialo.org/Special_/English/C oach/Coaching/Portuguese/Rhythmic/Rhythmic_Gymnastics_Rule s_Protocol_and_Etiquette/Sportsmanship.htm • http://www.cm-vfxira.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=65396 • http://pt.wikipedia.org/wiki/Hooliganismo • http://violencianodesporto.comuf.com/
  14. 14. Bibliografia (continuação) • http://violencianodesporto.comuf.com/index.php?option=com_co ntent&view=article&id=47&Itemid=57 • http://viverodesporto.blogspot.pt/2010/03/o-que-e-o-espirito- desportivo.html • http://pt.wikipedia.org/wiki/Viol%C3%AAncia • http://pt.wikipedia.org/wiki/Viol%C3%AAncia_no_futebol • http://estadosdalma.blogs.sapo.pt/5662.html • http://desporto-esfrl.blogspot.pt/p/violencia-no-desporto.html • https://www.google.pt/imghp?hl=pt- PT&tab=wi&ei=orT9VNT4HMK0Ue-MhPgG&ved=0CBUQqi4oAg
  15. 15. FIM!

×