Sílabas Métricas

556 visualizações

Publicada em

Sílabas Métricas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
556
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sílabas Métricas

  1. 1. Funcionamento da língua – Língua Portuguesa 3º Ciclo
  2. 2. Contagem das sílabas métricas • No texto poético, a forma mais comum de fazer a divisão silábica dos versos é através das sílabas métricas, também chamadas de sílabas poéticas. As sílabas métricas são diferentes das sílabas gramaticais e a sua contagem requere o cumprimento de certas regras. • Logo, a contagem das sílabas gramaticais e das sílabas métricas não é igual. As sílabas gramaticais, próprias da prosa, não são as mesmas que as sílabas métricas, mais frequentemente usadas no texto poético, e, por vezes, não coincidem.
  3. 3. Sílabas métricas e sílabas gramaticais - comparação • Como podemos observar ,na imagem que se segue o número de sílabas métricas e o número de sílabas gramaticais não coincide. Chamamos a contagem das sílabas métricas escansão dos versos. Escandir os versos é indicar as suas sílabas métricas, respeitando a acentuação das sílabas gramaticais.
  4. 4. Regras para a contagem das sílabas métricas 1. Só se conta até à última sílaba tónica do verso. Retomando o exemplo anterior, tem-se: Não se conta a sílaba “da” porque a última palavra do verso, “lida”, é uma palavra grave. Na contagem das sílabas métricas a última sílaba da última palavra não se conta se a palavra for grava ou esdrúxula (a última sílaba é átona), só se conta se for uma palavra aguda (a última sílaba é tónica).
  5. 5. 2. Quando uma palavra do verso termina numa vogal átona e a palavra seguinte começa por uma vogal ou por um H (a letra H no início de uma palavra não se lê, logo não é um fonema, é apenas uma letra), a última sílaba gramatical da primeira palavra e a primeira sílaba gramatical da segunda palavra fundem-se numa só sílaba métrica. Retomando o exemplo anterior tem-se: 3. Se a última sílaba gramatical de uma palavra do verso e a primeira sílaba gramatical da palavra seguinte correspondem ao mesmo som vocálico, estas fundem-se numa só sílaba gramatical. Exemplo: Tí / mi / da es / pe / ra a / bai / la / ri / na.
  6. 6. Classificação dos versos quanto ao número de sílabas métricas Nº de sílabas métricas Designação do verso 1 Monossílabo 2 Dissílabo 3 Trissílabo 4 Tetrassílabo 5 Pentassílabo ou Redondilha Menor 6 Hexassílabo ou Heroico Quebrado 7 Heptassílabo ou Redondilha Maior 8 Octossílabo 9 Eneassílabo 10 Decassílabo 11 Hendecassílabo 12 Dodecassílabo ou Alexandrino 13 ou mais Bárbaro

×