05 agile

452 visualizações

Publicada em

Guia para discussão em sala acerca de métodos ágeis.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

05 agile

  1. 1. AGILE Introdução a Metodologias Ágeis
  2. 2. Por que, afinal, ser Ágil? • Em torno de 30% dos projetos de TI são bem sucedidos • Em torno de 80% dos projetos Ágeis são bem sucedidos Fontes: CHAOS Report 2009 e Agile Survey 2009
  3. 3. Origem do Agile  Contexto  Modelos de processo iterativo incremental  Deming  Melhoria Contínua - PDCA (Plan Do Check Act)  Lean Manufacturing - Eliminação de desperdícios  Manifesto Ágil  The new methodology
  4. 4. Princípios por trás do Manifesto Ágil  Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega contínua e adiantada de software com valor agregado  Mudanças nos requisitos são bem-vindas, mesmo tardiamente no desenvolvimento. Processos ágeis tiram vantagem das mudanças visando vantagem competitiva para o cliente  Entregar frequentemente software funcionando, de poucas semanas a poucos meses, com preferência à menor escala de tempo.  Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar diariamente em conjunto por todo o projeto
  5. 5. Princípios por trás do Manifesto Ágil  Construa projetos em torno de indivíduos motivados. Dê a eles o ambiente e o suorte necessário e confie neles para fazer o trabalho.  O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para e entre uma equipe de desenvolvimento é através de conversa face a face.  Software funcionando é a medida primária de progresso.  Os processos ágeis promovem desenvolvimento sustentável.  Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários devem ser capazes de manter um ritmo constante indefinidamente
  6. 6. Princípios por trás do Manifesto Ágil  Contínua atenção à excelência técnica e bom design aumenta a agilidade  Simplicidade – a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado – é essencial  As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de equipes auto-organizáveis.  Em intervalos regulares, a equipe reflete sobre como se tornar mais eficaz e então refina e ajusta seu comportamento de acordo
  7. 7. SCRUM
  8. 8. Extreme Programming
  9. 9. Unified Process
  10. 10. Aplicabilidade das metodologias ágeis
  11. 11. Aplicabilidade dos métodos ágeis
  12. 12. Nokia Test  O Time entrega software executável ao final de cada Sprint (< 4 semanas) que teve todas as funcionalidades testadas?  O Time especifica o mínimo necessário antes de começar uma Sprint? O Product Backlog está pronto antes de se começar uma Sprint?  O Time tem um Product Owner? Um Product Backlog? Ele foi estimado pela equipe?  O Time tem um gráfico de Burndown? Eles sabem qual é a sua velocidade?  O Time está livre de interrupções durante o Sprint?
  13. 13. SCRUM
  14. 14. Scrum: fluxo de trabalho
  15. 15. Scrum: papéis e responsabilidades Cliente Product Owner Usuário Final
  16. 16. Dinâmica  Em equipe, entregue o máximo de produtos possível.  Produto: bolas de tênis entregues no galão.  Restrições  Cada bola tem de passer na mão de todos os membros da equipe  A bola não pode passer na mão do membro da equipe que estiver imediatamente ao seu lado (em fila)  Timebox:  2 minutos para o planejamento  1 minuto para execução  2 minutos para retrospectiva
  17. 17. Pesquisas sobre uso de metodologias ágeis www.ambysoft.com/surveys
  18. 18. Boas referências  http://agilemanifesto.org/  http://agilemethodology.org/  www.agilealliance.org  www.scrumalliance.org  http://disciplinedagiledelivery.com/  http://www-01.ibm.com/software/rational/agile/
  19. 19. Kent Beck Mike Beedle Arie van Bennekum Alistair Cockburn Ward Cunningham Martin Fowler James Grenning Jim Highsmith Andrew Hunt Ron Jeffries Jon Kern Brian Marick Robert C. Martin Steve Mellor Ken Schwaber Jeff Sutherland Dave Thomas Manifesto para Desenvolvimento Ágil de Software Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazerem o mesmo. Através deste trabalho, passamos a valorizar: Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas Software em funcionamento mais que documentação abrangente Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos Responder a mudanças mais que seguir um plano Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda.

×