SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 40
Baixar para ler offline
Gerenciamento Ágil de Projetos
Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS
Engenharia de Computação
EXA809 - Engenharia de Software
Professor David Moisés
Componentes
➔ Afonso Machado
➔ Carla Santana
➔ Lucas Santana
➔ Lucas Vinícius
➔ Nágila Rocha
➔ Oto Antônio
➔ Pedro Mota
Roteiro
➔ O que são modelágens ágeis
➔ O que é SCRUM?
➔ Como funciona?
➔ Sprint: a Base do Scrum.
➔ Papeis relacionados ao Scrum
◆ Scrum Master
◆ Product Owner
◆ Scrum Team
◆ Cliente
➔ Passo a passo da modelagem Scrum
◆ Product Backlog
◆ Sprint Planning Meeting
◆ Sprint Backlog
◆ Daily Scrum.
◆ Sprint Review Meeting
◆ Sprint Retrospective
➔ Vantagens vs. Desvantagens da modelagem
➔ Conclusão
Modelagem Ágil
Manifesto para o desenvolvimento ágil de software
Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software fazendo-o
nós mesmos e ajudando outros a fazê-lo. Através deste trabalho, passamos a
valorizar:
1. Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas
2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente
3. Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
4. Responder a mudanças mais que seguir um plano
Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à
esquerda.
Modelagem Ágil
1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, através da entrega
adiantada e contínua de software de valor.
2. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no fim do desenvolvimento.
Processos ágeis se adequam a mudanças, para que o cliente possa tirar
vantagens competitivas.
3. Entregar software funcionando com frequência, na escala de semanas
até meses, com preferência aos períodos mais curtos.
4. Pessoas relacionadas à negócios e desenvolvedores devem trabalhar
em conjunto e diariamente, durante todo o curso do projeto.
5. Construir projetos ao redor de indivíduos motivados. Dando a eles o
ambiente e suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho.
6. O Método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para, e
por dentro de um time de desenvolvimento, é através de uma
conversa cara a cara.
Modelagem Ágil
7. Software funcional é a medida primária de progresso.
8. Processos ágeis promovem um ambiente sustentável. Os
patrocinadores, desenvolvedores e usuários, devem ser capazes de manter
indefinidamente, passos constantes.
9. Contínua atenção à excelência técnica e bom design, aumenta a
agilidade.
10. Simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não
precisou ser feito.
11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de times
auto-organizáveis.
12. Em intervalos regulares, o time reflete em como ficar mais efetivo,
então, se ajustam e otimizam seu comportamento de acordo.
O que é Scrum?
“O Scrum engloba um conjunto de padrões de
processos enfatizando prioridades de projeto,
unidades de trabalho compartimentalizadas,
comunicação e feedback frequente por parte
dos clientes” (PRESSMAN, 2011)
O Que é SCRUM?
O que é Scrum?
➔ De maneira generalizada, o Scrum é uma
metodologia ágil para gestão e
planejamento de projetos de software.
➔ No Scrum, os projetos são dividos em ciclos
(tipicamente mensais) chamados de
Sprints.
Como funciona?
➔ No Scrum existem três fases:
1. Planejamento Geral
○ Objetivos, arquitetura;
2. Ciclos de Sprint
○ Incrementos do sistema;
3. Encerramento
○ Documentação, help, manuais do usuário,
lições.
Sprint: a Base do Scrum
➔ No Scrum, os projetos são dividos em ciclos
(tipicamente mensais) chamados de
Sprints. O Sprint representa um Time Box
dentro do qual um conjunto de atividades
deve ser executado. Metodologias ágeis de
desenvolvimento de software são iterativas,
ou seja, o trabalho é dividido em iterações,
que são chamadas de Sprints no caso do
Scrum.
Pessoas relacionadas ao Scrum
➔ Em toda a modelagem Scrum existem
essencialmente 4 grupos de pessoas que
servem de extrema importância para a
correta aplicação do scrum.
◆ Scrum Master;
◆ Product Owner;
◆ Scrum Team;
◆ Cliente.
Scrum Master
➔ O Scrum Master procura assegurar que a
equipe respeite e siga os valores e as
práticas do Scrum.
➔ Ele também protege a equipe assegurando
que ela não se comprometa excessivamente
com relação àquilo que é capaz de realizar
durante um Sprint.
Product Owner
➔ O Product Owner é a pessoa que define os itens que
compõem o Product Backlog e os prioriza nas Sprint
Planning Meetings, Tais itens serão explicados mais
detalhadamente a frente
➔ A equipe se compromete a executar um conjunto de
atividades no Sprint e o Product Owner se compromete
a não trazer novos requisitos para a equipe durante o
Sprint para manter o foco no objetivo traçado para o
Sprint.
Scrum Team
➔ O Scrum Team é a equipe de desenvolvimento. Nela,
não existe necessariamente uma divisão funcional
através de papéis tradicionais, tais como programador,
designer, analista de testes ou arquiteto. Todos no
projeto trabalham juntos para completar o conjunto
de trabalho com o qual se comprometeram
conjuntamente para um Sprint.
Cliente
➔ O Cliente é a parte principal, é quem
fornece as propostas e os requisitos
requeridos para a total funcionalidade do
projeto pedido, sem o cliente o modelo
Scrum não funciona.
Passo a Passo da Modelagem Scrum
“As funcionalidades a serem implementadas em um
projeto são mantidas em uma lista que é conhecida como
Product Backlog. No início de cada Sprint, faz-se um
Sprint Planning Meeting, ou seja, uma reunião de
planejamento na qual o Product Owner prioriza os itens
do Product Backlog e a equipe seleciona as atividades
que ela será capaz de implementar durante o Sprint que
se inicia. As tarefas alocadas em um Sprint são
transferidas do Product Backlog para o Sprint Backlog.”
Product Backlog
➔ O que é?
◆ Lista ordenada do que é necessário (Comum users stories)
◆ A cada item é dada a responsabilidade de um membro da equipe
◆ Breve descrições sobre cada item
◆ Única fonte de requisitos para alterações futuras
◆ Revisão de bugs
➔ Com o tempo pode conter
◆ Chores: Trabalhos que devem ser feitos, mas que não fornecem
valores ao negócio
◆ “Epics”: Grandes users stories. De inicio colocadas como grandes
demais para a interação
Product Backlog
Essa funcionaliades são definidas pelo Scrum
Owner, sendo que a medida que necessário,
podem ser adiconados mais itens ao Product
Backlog.
Product Backlog
● Refinamento progressivo
○ É normal você ter mais ideias capturadas no backlog do
que recursos que sua empresa tem para cumprir
○ Encontrar prioridades, como?
■ Encontrando itens relacionados
■ Entender o que foi realizado
■ Utilizar técnicas de classificação de prioridade. Ex.
● Vertical Slices
● Story Maps
Sprint Planning Meeting
➔ O Sprint Planning Meeting é uma reunião na qual estão
presentes o Product Owner, o Scrum Master e todo o
Scrum Team, bem como qualquer pessoa interessada
que esteja representando a gerência ou o cliente.
➔ Nele são destacadas quais funcionalidades tem maior
prioridade, assim incluindo-as em determinados sprints
e deixando as funcionalidades de menor prioridade
para outras reuniões.
Sprint Planning Meeting
➔ Há dois artefatos definidos que resultam de uma
reunião de planejamento do sprint:
◆ Um objetivo para o sprint
◆ Um Sprint Backlog
Sprint Backlog
“O Sprint Backlog é uma lista de tarefas que o Scrum
Team se compromete a fazer em um Sprint. Os itens
do Sprint Backlog são extraídos do Product Backlog,
pela equipe, com base nas prioridades definidas pelo
Product Owner e a percepção da equipe sobre o tempo
que será necessário para completar as várias
funcionalidades.”[DesenvolvimentoÁgil, 2013]
Sprint Backlog
➔ São essencialmente marcos curtos de direção para o
projeto.
➔ Ao longo de uma sprint, seu progesso é monitorado e
apresentando em uma tabela (Sprint Burndown Chart).
➔ O que você realizou desde a
última reunião de equipe?
➔ Quais obstáculos está
encontrando?
➔ O que planeja realizar até a
próxima reunião de equipe?
O Scrum Master conduz a
reunião e avalia as respostas.
Daily Scrum
São reuniões curtas (tipicamente de 15 minutos),
realizadas diariamente pela equipe SCRUM. São feitas 3
perguntas-chave e respondidas por todos os membros da
equipe:
Daily Scrum
➔ Ajuda a equipe a revelar
problemas potênciais o mais
cedo possível.
➔ “Socialização do conhecimento”
➔ Gera uma estrutura de equipe
auto-organizada.
Sprint Review Meeting
➔ Ao final de cada sprint é realizada uma reunião.
➔ O que deu certo? Mostre o resultado!
➔ Os participantes do Sprint Review tipicamente incluem
o Product Owner, o Scrum Team, o Scrum Master,
gerência, clientes e engenheiros de outros projetos.
Sprint Retrospective
➔ Avaliação do projeto
◆ O que é bom e funciona
○ O que deve ser
melhorado
○ O que não serve
Vantagens do Scrum
➔ Maior motivação dos
programadores;
➔ Diminuição dos bugs;
➔ Velocidade;
Vantagens do Scrum
➔ Visualização do
Projeto;
Vantagens do Scrum
➔ Sem Surpresas
Vantagens do Scrum
➔ Prioridades podem ser alteradas
Desvantagens do Scrum
➔ Projeto com pouca documentação;
➔ Sensação de Informalidade;
➔ Falta de Planejamento do Escopo;
Desvantagens do Scrum
➔ Papeis Indefinidos
Desvantagens do Scrum
➔ Prazo
Conclusão
➔ Perguntas?
Referências
➔ http://manifestoagil.com.br/
➔ http://desenvolvimentoagil.com.br/scrum/
➔ http://desenvolvimentoagil.com.br/images/scrum/ciclo_scrum.gif
➔ http://cdn.exploringscrum.com/wp-content/uploads/2011/08/scrum-glo
ssary-agile-terms.png
➔ http://macaubas.com/wp-content/uploads/2010/03/scrum-ti-digital.png
➔ http://exploringscrum.com/wp-content/uploads/2011/06/fotolia_27999
767_XS.jpg
➔ http://blog.3back.com/wp-content/uploads/2010/03/BluePeople-Moving
-Boxes-Shopping-Cart.jpg
➔ http://erzuliani.blogspot.com.br/2009/05/scrum-vantagens-e-desvantag
ens.html
➔ http://www.scribd.com/doc/16173350/Scrum-Conceitos-Vantagens-e-De
svantagens
➔ http://www.mountaingoatsoftware.com/scrum/
➔ http://agilebench.com/blog/the-product-backlog-for-agile-teams
Referências
➔ SOMMERVILLE, Ian. Engenharia de
software. 9. ed. São Paulo, SP: Addison
Wesley, 2011. 529 p. ISBN
9788579361081(broch.)
➔ PRESSMAN, Roger S. Engenharia de
software: uma abrdagem profissional. 7.
ed. São Paulo, SP: Mc Graw - Hill, 2011. 780
p. ISBN 9788563308337 (broch.)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional ScrumPapeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Gestão Ágil de tudo: Planejamento backlog
Gestão Ágil de tudo: Planejamento backlogGestão Ágil de tudo: Planejamento backlog
Gestão Ágil de tudo: Planejamento backlog
 
Apostila Scrum: Fundamentos do Scrum
Apostila Scrum: Fundamentos do ScrumApostila Scrum: Fundamentos do Scrum
Apostila Scrum: Fundamentos do Scrum
 
What is Scrum
What is ScrumWhat is Scrum
What is Scrum
 
Apresentação sobre metodologia Scrum
Apresentação sobre metodologia ScrumApresentação sobre metodologia Scrum
Apresentação sobre metodologia Scrum
 
Scrum - Uma introdução a agilidade
Scrum - Uma introdução a agilidadeScrum - Uma introdução a agilidade
Scrum - Uma introdução a agilidade
 
Metodologias Ágeis de Gestão de Projetos
Metodologias Ágeis de Gestão de ProjetosMetodologias Ágeis de Gestão de Projetos
Metodologias Ágeis de Gestão de Projetos
 
Trabalho scrum
Trabalho scrumTrabalho scrum
Trabalho scrum
 
Scrum 101
Scrum 101Scrum 101
Scrum 101
 
Uma introdução ao Scrum
Uma introdução ao ScrumUma introdução ao Scrum
Uma introdução ao Scrum
 
Scrum In Ten Slides (v2.0) 2018
Scrum In Ten Slides (v2.0) 2018Scrum In Ten Slides (v2.0) 2018
Scrum In Ten Slides (v2.0) 2018
 
Gerenciamento Ágil de Projetos com Scrum
Gerenciamento Ágil de Projetos com ScrumGerenciamento Ágil de Projetos com Scrum
Gerenciamento Ágil de Projetos com Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Gestão ágil de projetos com Scrum
Gestão ágil de projetos com ScrumGestão ágil de projetos com Scrum
Gestão ágil de projetos com Scrum
 
What is scrum in Agile methodology?
What is scrum in Agile methodology?What is scrum in Agile methodology?
What is scrum in Agile methodology?
 
Gestao agil de projetos
Gestao agil de projetosGestao agil de projetos
Gestao agil de projetos
 
A Fábrica de Aviões
A Fábrica de AviõesA Fábrica de Aviões
A Fábrica de Aviões
 

Semelhante a Gerenciamento Ágil de Projetos com Scrum

Scrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de ProjetosScrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de ProjetosWilliam Lima
 
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempoScrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempoFernando Fagonde
 
Scrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilScrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilIsrael Santiago
 
Workshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUMWorkshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUMElumini Outdoing IT
 
Metodologia agil scrum
Metodologia agil scrumMetodologia agil scrum
Metodologia agil scrumPablo Juan ஃ
 
Apresentação Scrum 2012
Apresentação Scrum 2012Apresentação Scrum 2012
Apresentação Scrum 2012Libia Boss
 
Gerenciamento e desenvolvimento ágil de software
Gerenciamento e desenvolvimento ágil de softwareGerenciamento e desenvolvimento ágil de software
Gerenciamento e desenvolvimento ágil de softwareImpacta Eventos
 
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumIntrodução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumInove
 
Metodologia agil scrum x pmbok
Metodologia agil   scrum x pmbokMetodologia agil   scrum x pmbok
Metodologia agil scrum x pmbokMarisa Wittmann
 
Netshoes metodologia
Netshoes metodologiaNetshoes metodologia
Netshoes metodologiaAle Uehara
 
Palestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPalestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPaulo Furtado
 
Ferramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com Scrum
Ferramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com ScrumFerramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com Scrum
Ferramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com ScrumThiago Barros, PSM
 

Semelhante a Gerenciamento Ágil de Projetos com Scrum (20)

Scrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de ProjetosScrum - Gerenciamento de Projetos
Scrum - Gerenciamento de Projetos
 
Gerenciamento ágil de projetos com scrum
Gerenciamento ágil de projetos com scrumGerenciamento ágil de projetos com scrum
Gerenciamento ágil de projetos com scrum
 
Agilidade Com Scrum
Agilidade Com ScrumAgilidade Com Scrum
Agilidade Com Scrum
 
Scrum agil
Scrum agilScrum agil
Scrum agil
 
Desenvolvimento ágil com scrum
Desenvolvimento ágil com scrumDesenvolvimento ágil com scrum
Desenvolvimento ágil com scrum
 
Scrum - Visão Geral
Scrum - Visão GeralScrum - Visão Geral
Scrum - Visão Geral
 
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempoScrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
 
Metodologia agil scrum x pmbok
Metodologia agil   scrum x pmbokMetodologia agil   scrum x pmbok
Metodologia agil scrum x pmbok
 
Scrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento ÁgilScrum - Desenvolvimento Ágil
Scrum - Desenvolvimento Ágil
 
Workshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUMWorkshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUM
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Metodologia agil scrum
Metodologia agil scrumMetodologia agil scrum
Metodologia agil scrum
 
Apresentação Scrum 2012
Apresentação Scrum 2012Apresentação Scrum 2012
Apresentação Scrum 2012
 
Gerenciamento e desenvolvimento ágil de software
Gerenciamento e desenvolvimento ágil de softwareGerenciamento e desenvolvimento ágil de software
Gerenciamento e desenvolvimento ágil de software
 
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumIntrodução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
 
Metodologia agil scrum x pmbok
Metodologia agil   scrum x pmbokMetodologia agil   scrum x pmbok
Metodologia agil scrum x pmbok
 
Netshoes metodologia
Netshoes metodologiaNetshoes metodologia
Netshoes metodologia
 
Netshoes metodologia
Netshoes metodologiaNetshoes metodologia
Netshoes metodologia
 
Palestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPalestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em Juazeiro
 
Ferramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com Scrum
Ferramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com ScrumFerramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com Scrum
Ferramentas Livres para a Gestão de Projetos Ágeis com Scrum
 

Mais de Lucas Vinícius

A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...Lucas Vinícius
 
Como utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb script
Como utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb scriptComo utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb script
Como utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb scriptLucas Vinícius
 
Probabilidade e estatística - Variáveis Aleatórias
Probabilidade e estatística - Variáveis AleatóriasProbabilidade e estatística - Variáveis Aleatórias
Probabilidade e estatística - Variáveis AleatóriasLucas Vinícius
 
A robustez de circuitos sequenciais
A robustez de circuitos sequenciaisA robustez de circuitos sequenciais
A robustez de circuitos sequenciaisLucas Vinícius
 
Definição de marketing e suas implicações
Definição de marketing e suas implicaçõesDefinição de marketing e suas implicações
Definição de marketing e suas implicaçõesLucas Vinícius
 
Teorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagem
Teorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagemTeorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagem
Teorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagemLucas Vinícius
 
Ruído em higiene e segurança no trabalho
Ruído em  higiene e segurança no trabalhoRuído em  higiene e segurança no trabalho
Ruído em higiene e segurança no trabalhoLucas Vinícius
 
Rethinking main memory oltp recovery
Rethinking main memory oltp recoveryRethinking main memory oltp recovery
Rethinking main memory oltp recoveryLucas Vinícius
 
Gerenciamento de processos Linux
Gerenciamento de processos LinuxGerenciamento de processos Linux
Gerenciamento de processos LinuxLucas Vinícius
 
Problemas clássicos de comunicação interprocessos
Problemas clássicos de comunicação interprocessosProblemas clássicos de comunicação interprocessos
Problemas clássicos de comunicação interprocessosLucas Vinícius
 
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe APrevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe ALucas Vinícius
 
Fases do desenvolvimento de acordo com a Teoria de Freud
Fases do desenvolvimento  de acordo com a Teoria de FreudFases do desenvolvimento  de acordo com a Teoria de Freud
Fases do desenvolvimento de acordo com a Teoria de FreudLucas Vinícius
 
Telefone sem fio - um problema de má comunicação
Telefone sem fio - um problema de má comunicaçãoTelefone sem fio - um problema de má comunicação
Telefone sem fio - um problema de má comunicaçãoLucas Vinícius
 
Pesquisas envolvendo seres humanos
Pesquisas envolvendo seres humanosPesquisas envolvendo seres humanos
Pesquisas envolvendo seres humanosLucas Vinícius
 
Complexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd Warshall
Complexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd WarshallComplexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd Warshall
Complexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd WarshallLucas Vinícius
 
Introdução a Simulação de redes Sensores sem fio com Castalia
Introdução a Simulação de redes Sensores sem fio com CastaliaIntrodução a Simulação de redes Sensores sem fio com Castalia
Introdução a Simulação de redes Sensores sem fio com CastaliaLucas Vinícius
 

Mais de Lucas Vinícius (17)

A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
A Evolução das Distribuições de SistemaOperacional Linux Patrocinados pela Em...
 
Como utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb script
Como utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb scriptComo utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb script
Como utilizar windows management instrumentation com a linguagem vb script
 
Probabilidade e estatística - Variáveis Aleatórias
Probabilidade e estatística - Variáveis AleatóriasProbabilidade e estatística - Variáveis Aleatórias
Probabilidade e estatística - Variáveis Aleatórias
 
A robustez de circuitos sequenciais
A robustez de circuitos sequenciaisA robustez de circuitos sequenciais
A robustez de circuitos sequenciais
 
Definição de marketing e suas implicações
Definição de marketing e suas implicaçõesDefinição de marketing e suas implicações
Definição de marketing e suas implicações
 
Teorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagem
Teorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagemTeorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagem
Teorias da aprendizagem de Piaget: equilibração e fases de aprendizagem
 
Behaviorismo de Skinner
Behaviorismo de SkinnerBehaviorismo de Skinner
Behaviorismo de Skinner
 
Ruído em higiene e segurança no trabalho
Ruído em  higiene e segurança no trabalhoRuído em  higiene e segurança no trabalho
Ruído em higiene e segurança no trabalho
 
Rethinking main memory oltp recovery
Rethinking main memory oltp recoveryRethinking main memory oltp recovery
Rethinking main memory oltp recovery
 
Gerenciamento de processos Linux
Gerenciamento de processos LinuxGerenciamento de processos Linux
Gerenciamento de processos Linux
 
Problemas clássicos de comunicação interprocessos
Problemas clássicos de comunicação interprocessosProblemas clássicos de comunicação interprocessos
Problemas clássicos de comunicação interprocessos
 
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe APrevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
 
Fases do desenvolvimento de acordo com a Teoria de Freud
Fases do desenvolvimento  de acordo com a Teoria de FreudFases do desenvolvimento  de acordo com a Teoria de Freud
Fases do desenvolvimento de acordo com a Teoria de Freud
 
Telefone sem fio - um problema de má comunicação
Telefone sem fio - um problema de má comunicaçãoTelefone sem fio - um problema de má comunicação
Telefone sem fio - um problema de má comunicação
 
Pesquisas envolvendo seres humanos
Pesquisas envolvendo seres humanosPesquisas envolvendo seres humanos
Pesquisas envolvendo seres humanos
 
Complexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd Warshall
Complexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd WarshallComplexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd Warshall
Complexidade do Algoritmo: Caminho mínimo Floyd Warshall
 
Introdução a Simulação de redes Sensores sem fio com Castalia
Introdução a Simulação de redes Sensores sem fio com CastaliaIntrodução a Simulação de redes Sensores sem fio com Castalia
Introdução a Simulação de redes Sensores sem fio com Castalia
 

Gerenciamento Ágil de Projetos com Scrum

  • 1. Gerenciamento Ágil de Projetos Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS Engenharia de Computação EXA809 - Engenharia de Software Professor David Moisés
  • 2. Componentes ➔ Afonso Machado ➔ Carla Santana ➔ Lucas Santana ➔ Lucas Vinícius ➔ Nágila Rocha ➔ Oto Antônio ➔ Pedro Mota
  • 3. Roteiro ➔ O que são modelágens ágeis ➔ O que é SCRUM? ➔ Como funciona? ➔ Sprint: a Base do Scrum. ➔ Papeis relacionados ao Scrum ◆ Scrum Master ◆ Product Owner ◆ Scrum Team ◆ Cliente ➔ Passo a passo da modelagem Scrum ◆ Product Backlog ◆ Sprint Planning Meeting ◆ Sprint Backlog ◆ Daily Scrum. ◆ Sprint Review Meeting ◆ Sprint Retrospective ➔ Vantagens vs. Desvantagens da modelagem ➔ Conclusão
  • 4. Modelagem Ágil Manifesto para o desenvolvimento ágil de software Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazê-lo. Através deste trabalho, passamos a valorizar: 1. Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas 2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente 3. Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos 4. Responder a mudanças mais que seguir um plano Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda.
  • 5. Modelagem Ágil 1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, através da entrega adiantada e contínua de software de valor. 2. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no fim do desenvolvimento. Processos ágeis se adequam a mudanças, para que o cliente possa tirar vantagens competitivas. 3. Entregar software funcionando com frequência, na escala de semanas até meses, com preferência aos períodos mais curtos. 4. Pessoas relacionadas à negócios e desenvolvedores devem trabalhar em conjunto e diariamente, durante todo o curso do projeto. 5. Construir projetos ao redor de indivíduos motivados. Dando a eles o ambiente e suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho. 6. O Método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para, e por dentro de um time de desenvolvimento, é através de uma conversa cara a cara.
  • 6. Modelagem Ágil 7. Software funcional é a medida primária de progresso. 8. Processos ágeis promovem um ambiente sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários, devem ser capazes de manter indefinidamente, passos constantes. 9. Contínua atenção à excelência técnica e bom design, aumenta a agilidade. 10. Simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito. 11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de times auto-organizáveis. 12. Em intervalos regulares, o time reflete em como ficar mais efetivo, então, se ajustam e otimizam seu comportamento de acordo.
  • 7. O que é Scrum? “O Scrum engloba um conjunto de padrões de processos enfatizando prioridades de projeto, unidades de trabalho compartimentalizadas, comunicação e feedback frequente por parte dos clientes” (PRESSMAN, 2011)
  • 8. O Que é SCRUM?
  • 9. O que é Scrum? ➔ De maneira generalizada, o Scrum é uma metodologia ágil para gestão e planejamento de projetos de software. ➔ No Scrum, os projetos são dividos em ciclos (tipicamente mensais) chamados de Sprints.
  • 10. Como funciona? ➔ No Scrum existem três fases: 1. Planejamento Geral ○ Objetivos, arquitetura; 2. Ciclos de Sprint ○ Incrementos do sistema; 3. Encerramento ○ Documentação, help, manuais do usuário, lições.
  • 11. Sprint: a Base do Scrum ➔ No Scrum, os projetos são dividos em ciclos (tipicamente mensais) chamados de Sprints. O Sprint representa um Time Box dentro do qual um conjunto de atividades deve ser executado. Metodologias ágeis de desenvolvimento de software são iterativas, ou seja, o trabalho é dividido em iterações, que são chamadas de Sprints no caso do Scrum.
  • 12. Pessoas relacionadas ao Scrum ➔ Em toda a modelagem Scrum existem essencialmente 4 grupos de pessoas que servem de extrema importância para a correta aplicação do scrum. ◆ Scrum Master; ◆ Product Owner; ◆ Scrum Team; ◆ Cliente.
  • 13. Scrum Master ➔ O Scrum Master procura assegurar que a equipe respeite e siga os valores e as práticas do Scrum. ➔ Ele também protege a equipe assegurando que ela não se comprometa excessivamente com relação àquilo que é capaz de realizar durante um Sprint.
  • 14. Product Owner ➔ O Product Owner é a pessoa que define os itens que compõem o Product Backlog e os prioriza nas Sprint Planning Meetings, Tais itens serão explicados mais detalhadamente a frente ➔ A equipe se compromete a executar um conjunto de atividades no Sprint e o Product Owner se compromete a não trazer novos requisitos para a equipe durante o Sprint para manter o foco no objetivo traçado para o Sprint.
  • 15. Scrum Team ➔ O Scrum Team é a equipe de desenvolvimento. Nela, não existe necessariamente uma divisão funcional através de papéis tradicionais, tais como programador, designer, analista de testes ou arquiteto. Todos no projeto trabalham juntos para completar o conjunto de trabalho com o qual se comprometeram conjuntamente para um Sprint.
  • 16. Cliente ➔ O Cliente é a parte principal, é quem fornece as propostas e os requisitos requeridos para a total funcionalidade do projeto pedido, sem o cliente o modelo Scrum não funciona.
  • 17. Passo a Passo da Modelagem Scrum “As funcionalidades a serem implementadas em um projeto são mantidas em uma lista que é conhecida como Product Backlog. No início de cada Sprint, faz-se um Sprint Planning Meeting, ou seja, uma reunião de planejamento na qual o Product Owner prioriza os itens do Product Backlog e a equipe seleciona as atividades que ela será capaz de implementar durante o Sprint que se inicia. As tarefas alocadas em um Sprint são transferidas do Product Backlog para o Sprint Backlog.”
  • 18. Product Backlog ➔ O que é? ◆ Lista ordenada do que é necessário (Comum users stories) ◆ A cada item é dada a responsabilidade de um membro da equipe ◆ Breve descrições sobre cada item ◆ Única fonte de requisitos para alterações futuras ◆ Revisão de bugs ➔ Com o tempo pode conter ◆ Chores: Trabalhos que devem ser feitos, mas que não fornecem valores ao negócio ◆ “Epics”: Grandes users stories. De inicio colocadas como grandes demais para a interação
  • 19. Product Backlog Essa funcionaliades são definidas pelo Scrum Owner, sendo que a medida que necessário, podem ser adiconados mais itens ao Product Backlog.
  • 20. Product Backlog ● Refinamento progressivo ○ É normal você ter mais ideias capturadas no backlog do que recursos que sua empresa tem para cumprir ○ Encontrar prioridades, como? ■ Encontrando itens relacionados ■ Entender o que foi realizado ■ Utilizar técnicas de classificação de prioridade. Ex. ● Vertical Slices ● Story Maps
  • 21. Sprint Planning Meeting ➔ O Sprint Planning Meeting é uma reunião na qual estão presentes o Product Owner, o Scrum Master e todo o Scrum Team, bem como qualquer pessoa interessada que esteja representando a gerência ou o cliente. ➔ Nele são destacadas quais funcionalidades tem maior prioridade, assim incluindo-as em determinados sprints e deixando as funcionalidades de menor prioridade para outras reuniões.
  • 22. Sprint Planning Meeting ➔ Há dois artefatos definidos que resultam de uma reunião de planejamento do sprint: ◆ Um objetivo para o sprint ◆ Um Sprint Backlog
  • 23. Sprint Backlog “O Sprint Backlog é uma lista de tarefas que o Scrum Team se compromete a fazer em um Sprint. Os itens do Sprint Backlog são extraídos do Product Backlog, pela equipe, com base nas prioridades definidas pelo Product Owner e a percepção da equipe sobre o tempo que será necessário para completar as várias funcionalidades.”[DesenvolvimentoÁgil, 2013]
  • 24. Sprint Backlog ➔ São essencialmente marcos curtos de direção para o projeto. ➔ Ao longo de uma sprint, seu progesso é monitorado e apresentando em uma tabela (Sprint Burndown Chart).
  • 25. ➔ O que você realizou desde a última reunião de equipe? ➔ Quais obstáculos está encontrando? ➔ O que planeja realizar até a próxima reunião de equipe? O Scrum Master conduz a reunião e avalia as respostas. Daily Scrum São reuniões curtas (tipicamente de 15 minutos), realizadas diariamente pela equipe SCRUM. São feitas 3 perguntas-chave e respondidas por todos os membros da equipe:
  • 26. Daily Scrum ➔ Ajuda a equipe a revelar problemas potênciais o mais cedo possível. ➔ “Socialização do conhecimento” ➔ Gera uma estrutura de equipe auto-organizada.
  • 27. Sprint Review Meeting ➔ Ao final de cada sprint é realizada uma reunião. ➔ O que deu certo? Mostre o resultado! ➔ Os participantes do Sprint Review tipicamente incluem o Product Owner, o Scrum Team, o Scrum Master, gerência, clientes e engenheiros de outros projetos.
  • 28. Sprint Retrospective ➔ Avaliação do projeto ◆ O que é bom e funciona ○ O que deve ser melhorado ○ O que não serve
  • 29.
  • 30.
  • 31. Vantagens do Scrum ➔ Maior motivação dos programadores; ➔ Diminuição dos bugs; ➔ Velocidade;
  • 32. Vantagens do Scrum ➔ Visualização do Projeto;
  • 33. Vantagens do Scrum ➔ Sem Surpresas
  • 34. Vantagens do Scrum ➔ Prioridades podem ser alteradas
  • 35. Desvantagens do Scrum ➔ Projeto com pouca documentação; ➔ Sensação de Informalidade; ➔ Falta de Planejamento do Escopo;
  • 36. Desvantagens do Scrum ➔ Papeis Indefinidos
  • 39. Referências ➔ http://manifestoagil.com.br/ ➔ http://desenvolvimentoagil.com.br/scrum/ ➔ http://desenvolvimentoagil.com.br/images/scrum/ciclo_scrum.gif ➔ http://cdn.exploringscrum.com/wp-content/uploads/2011/08/scrum-glo ssary-agile-terms.png ➔ http://macaubas.com/wp-content/uploads/2010/03/scrum-ti-digital.png ➔ http://exploringscrum.com/wp-content/uploads/2011/06/fotolia_27999 767_XS.jpg ➔ http://blog.3back.com/wp-content/uploads/2010/03/BluePeople-Moving -Boxes-Shopping-Cart.jpg ➔ http://erzuliani.blogspot.com.br/2009/05/scrum-vantagens-e-desvantag ens.html ➔ http://www.scribd.com/doc/16173350/Scrum-Conceitos-Vantagens-e-De svantagens ➔ http://www.mountaingoatsoftware.com/scrum/ ➔ http://agilebench.com/blog/the-product-backlog-for-agile-teams
  • 40. Referências ➔ SOMMERVILLE, Ian. Engenharia de software. 9. ed. São Paulo, SP: Addison Wesley, 2011. 529 p. ISBN 9788579361081(broch.) ➔ PRESSMAN, Roger S. Engenharia de software: uma abrdagem profissional. 7. ed. São Paulo, SP: Mc Graw - Hill, 2011. 780 p. ISBN 9788563308337 (broch.)