Tradição oral portuguesa

2.611 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.611
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tradição oral portuguesa

  1. 1. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA Curso: Promoção Artística e Património- 3º ano U.C.: Língua e Comunicação Profissional Docente: Ana Boléo
  2. 2. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA Normalmente são de autor anónimo; Contos, lendas e outros usos e costumos que sejam transmitidos de forma oral, de geração em geração; Preservação do património oral e imaterial; Representam a cultura e as tradições de um país de das suas regiões;
  3. 3. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA Anteriormente era caraterística da população iletrada; Tem vindo a ser recolhida para trabalhos eruditos e académicos; Associados a práticas do quotidiano popular: festas, danças, jogos, trabalhos;
  4. 4. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESAComposições líricas: 1.1.1. Composições de carácter prático-utilitário:1.1.1.1. De intenção mágica e 1.1.2. Composições de carácterreligiosa: lúdico:a) Rezas; a) Fórmulas encantatórias;b) Ensalmos, benzeduras, exorcismos; b) Rimas infantis (lengalengas, anfiguris,c) Cantigas de embalar/ ninar/ de berço. trava-línguas); c) Cantigas; d) Adivinhas1.1.1.2. De sabedoria:a) Provérbios, sentenças, máximas...; 1.2. Composições narrativo-b) Ditos/ expressões estereotipadas. dramáticas: a) Mitos; b) Lendas;1.1.1.3. De intenção meramente c) Fábulas;utilitária: d) Romances (tradicionais);Pregões. e) Anedotas;. f) Varia 1.3. Composições dramáticas: a)Tragédias, comédias, autos;(João David Pinto-Correia in Os Romances b)Testamentos, cegadas;Carolíngios da Tradição Oral Portuguesa, INIC, capº
  5. 5. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA ANEDOTAS São breves histórias, com final engraçado, imprevisto e humorístico; Provoca risos; Possuí componente recreativa.Sabes qual é a diferença entre um homem que se suicida, atirando-se do 11ºandar e o outro que se atira do 1º andar? - É que o homem que se atira do 11ºandar faz assim: "Ahhh...! Poft!" - E o que se atira do 1º andar faz: "Poft...!Ahhh!“ -Empresta-me 50 euros. - E quando é que mos pagas? - - Se me emprestares 100, pago-tos já.
  6. 6. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA ADIVINHAS São perguntas em formato de enigmas; Fazem pensar; São lúdicas.O que será, que será que são sete e são irmãos. Cinco vão à feira e sódois é que não? Qual é coisa, qual é ela, que cai de muito alto mas nunca se aleija?
  7. 7. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA TRAVA-LÍNGUAS  Frases com objetivo lúdico;  Apresentam-se como um desafio de pronúncia;  Difíceis de pronunciar pois possuem muitas sílabas parecidas (exigem movimentos repetidos da língua);  Devem ser faladas rapidamente. Pedro tem o peito preto, O peito de Pedro é preto; Quem disser que o peito de Pedro é preto, Tem o peito mais preto que o peito de Pedro.Esta burra torta trota Um ninho de mafagafasEsta burra torta trota Um ninho de mafagafasTrota, trota, a burra torta. Com sete mafagafinhosTrinca a murta, a murta brota Quando o mafagafa gafaBrota a murta ao pé da porta. Gafam os setes
  8. 8. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA LENGALENGA Cantilena na qual se repetem determinadas palavras ou expressões. Podem acompanhar jogos. Sola, sapato, Salta a pulgaO tempo pergunta ao tempo Rei, rainha Na balançaQuanto tempo o tempo tem. Foi ao mar Que vai ter Buscar sardinha Até à França,O tempo responde ao tempo Para a mulher Os cavalosQue o tempo tem tanto tempo do juiz A correr Que está presa As meninasQuanto tempo o tempo tem. Pelo nariz; A aprender, Qual será A mais bonita Que se vai Esconder?
  9. 9. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA PROVÉRBIOS É uma máxima de carácter prático e popular, Um pensamento que transmite uma verdade, fruto da observação e da experiência; Condensa um conselho, pensamento ou orientação prática. Sintéticos ;
  10. 10. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA PROVÉRBIOS Muitas vezes figurativos; Transmitem diversas ideias, que podem ser sábias, mas também preconceituosas ("Em casa do Mouro, não fales algaravio ". Os provérbios portugueses recorrem diversas temáticas, nomeadamente à da “boca”;
  11. 11. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA PROVÉRBIOS A boca é pouco fiável, deixa escapar o que não se quer; Contém a língua, símbolo da fala e do pecado; O lado positivo é o seu lado prático (falar e comer); Entra em provérbios éticos,
  12. 12. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA WEBGRAFIA CARREIRO, José Maria Aguiar- Literatura oral tradicional [em linha] Disponível emhttp://comunidade.sol.pt/blogs/josecarreiro/archive/2007/04/11/LOT.aspx, consultado a 14 deDezembro de 2012 LAUAND, Jean- 500 provérbios portugueses antigos [em linha] Disponível emhttp://www.hottopos.com/vdletras4/jeans2.htm#_ftnref51, consultado a 14 de Dezembro de2012 LEVI, Florence- O simbolismo da boca através de alguns provérbios portugueses [em linha] Disponível em:http://www.paremia.org/paremia/PAREMIA6/P6-58.pdf, Consultado em 14 de Dezembro de2012 NUNES, Rosalina Simão- Textos da tradição oral [em linha] disponível emhttps://sites.google.com/site/eportuguesrsn/Home/recursos---apoio/apoio-recursos/textosdatradicaooral, consultado a 13 de Dezembro de 2012
  13. 13. TRADIÇÃO ORAL PORTUGUESA BIBLIOGRAFIA BASTOS, Glória, Literatura infantil e Juvenil, Universidade Aberta BRASÃO, José Ruivinho, Os provérbios estão vivos no Algarve: pesquisa paremiológica em Paderne, Notícias, 1998; PARAFITA, Alexandre, A mitologia dos Mouros, Edições Gailivro, Porto, 2006; PARAFITA, Alexandre, Os Provérbios e a Cultura Popular, Gailivro, Porto, 2007; RAIMUNDO, Julio, O livro dos mil provérbios, Editora Escala, São Paulo, 2007; TEIXEIRA, Nelson Carlos, O grande livro dos provérbios, Editora Leitura, São Paulo, 2000.

×