SlideShare uma empresa Scribd logo
Introdução Avaliação Conclusão Tarefa Processo Recursos Créditos Genética e Biotecnologia Webquest
INTRODUÇÃO   A biotecnologia, conceitualmente, é a união de biologia com tecnologia; é um conjunto de técnicas que utilizam os seres vivos no desenvolvimento de processos e produtos que tenham uma função econômica e/ou social. A biotecnologia envolve várias áreas do conhecimento e, em conseqüência, vários profissionais, sendo uma ciência de natureza multidisciplinar.  Apesar do termo biotecnologia ser novo, o princípio é muito antigo. Com a evolução da ciência em seus diversos setores, inúmeras metodologias biotecnológicas têm sido sistematizadas, aumentando seus benefícios econômicos, sociais e ambientais. Vários cientistas, com suas descobertas, tiveram grande importância para a evolução e sistematização da biotecnologia.  A partir da descoberta da estrutura do DNA, houve uma revolução incrível na área da genética e biologia molecular, surgindo, então, a chamada biotecnologia moderna, a qual consiste na manipulação controlada e intencional do DNA por meio das técnicas de engenharia genética. Por meio de tais técnicas foi possível a produção de insulina humana em bactérias e o desenvolvimento de inúmeras plantas transgênicas a partir da década de 80.  As várias técnicas relacionadas à biotecnologia têm trazido, via de regra, benefícios para a sociedade. As fermentações industriais na produção de vinhos, cervejas, pães, queijos e vinagres; a produção de fármacos, vacinas, antibióticos e vitaminas; a utilização de biofungicidas no controle biológico de pragas e doenças; o uso de microrganismos visando à biodegradação de lixo e esgoto; o uso de bactérias fixadoras de nitrogênio e fungos micorrízicos para a melhoria de produtividade das plantas; o desenvolvimento de plantas e animais melhorados utilizando técnicas convencionais de melhoramento genético e também a transformação genética.
TAREFA Com o intuito de avaliar o impacto da utilização das biotecnologias nas sociedades atuais vão constituir-se 5 grupos na turma, indo, cada um desenvolver um trabalho de investigação em 5 áreas específicas: medicina, agropecuária, agroindustria, ambiente, ética. Assim: Continua...
TAREFA Grupo I:  abordagem no âmbito da medicina. · Quais as potencialidades da biotecnologia na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças humanas? · Quais os efeitos, a prazo, decorrentes do consumo de produtos geneticamente modificados? Grupo II:  abordagem na perspectiva da indústria agro-pecuária  ·   Quais os impactos da engenharia genética na produção animal? ·   Quais os impactos sobre as espécies animais?  · Quais as vantagens da utilização de animais transgênicos para a humanidade Grupo III:  abordagem na perspectiva da agro-industrial. ·   Quais os impactos sobre a agricultura e sobre as espécies vegetais?  ·  Que vantagens decorrentes da utilização de plantas transgênicas para a humanidade? Grupo IV:  abordagem numa perspectiva ambientalista. ·   Quais as consequências da libertação no meio de organismos geneticamente modificados? ·        Como evitar desequilíbrios ambientais? Grupo V:  abordagem no campo da bioética. ·       Qual a licitude de alterar o patrimônio genético de animais e plantas ·      Que implicações morais e/ou éticas da manipulação de genes humanos e sua inserção em animais, plantas, bactérias etc.
PROCESSO   Cada grupo organizar-se-á distribuindo tarefas pelos seus elementos e depois compilará uma apresentação à turma sobre o aspecto abordado. De seguida far-se-á um debate alargado com a intervenção da turma. O professor fará de moderador.
RECURSOS Para realização da tarefa, faz-se necessária uma boa pesquisa bibliográfica. Para isso, sugerimos alguns sites:  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
AVALIAÇÃO Para a avaliação o professor se baseará nos seguintes critérios:   1.  Criatividade; 2.  Compatibilidade da informação e da linguagem com o público alvo; 3.  Interação do grupo com o restante da sala de aula; 4.  Material adicional trazido: fotografias, imagens, mapas, folhetos informativos ou tabelas informativas; 5.  Qualidade da informação coletada e maneira de apresentá-la; 6.  Cumprimento de todas as etapas da tarefa;  7.  Participação direta ou indireta de todos os integrantes do grupo.     Para a tarefa desenvolvida serão distribuídos um total de 7(sete) pontos. Cada um dos critérios de avaliação tem valor de 1 (um) ponto. No final das apresentações as discussões valerão 3 (três) pontos atribuídos ou não a cada um dos participantes. Cabe ao professor avaliar se eles foram  ou  não  cumpridos.
CONCLUSÃO   Esta atividade pode contribuir para o desenvolvimento da literatura científica baseada na compreensão de questões sociais, econômicas e tecnológicas da sociedade atual e na promoção de capacidades de pensamento e de atitudes e valores suscetíveis de assegurar aos participantes, um papel ativo, construtivo e responsável na evolução da sociedade.   
CREDITOS Espedito Menezes de Araújo  – Biólogo Especialista em Análise Ambiental Biólogo do Instituto Bioeducação Professor de Ciências e Biologia do Estado da Paraíba

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

TIPOS DE REPRODUÇÃO
TIPOS DE REPRODUÇÃOTIPOS DE REPRODUÇÃO
TIPOS DE REPRODUÇÃO
Flávio Luiz João João
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
Matheus Ramos
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
nielimaia
 
TRANSGÊNICOS
TRANSGÊNICOSTRANSGÊNICOS
TRANSGÊNICOS
Maria Izabel Chaves
 
Reprodução 7º ano
Reprodução 7º anoReprodução 7º ano
Reprodução 7º ano
Juliana Evelyn Dos Santos
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Bio
 
Biotecnologia.
Biotecnologia.Biotecnologia.
Biotecnologia.
Ajudar Pessoas
 
Genótipo e fenótipo
Genótipo  e fenótipoGenótipo  e fenótipo
Genótipo e fenótipo
Ana Curado
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
Roberto Bagatini
 
A Engenharia GenéTica
A Engenharia GenéTicaA Engenharia GenéTica
A Engenharia GenéTica
elvira.sequeira
 
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Cassio Leal
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
Tatiana Nahas
 
Avanços da biotecnologia 2 A
Avanços da biotecnologia 2 AAvanços da biotecnologia 2 A
Avanços da biotecnologia 2 A
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Alimentos transgênicos.
Alimentos transgênicos.Alimentos transgênicos.
Alimentos transgênicos.
Nicole Gouveia
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Biotecnologia
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre BiotecnologiaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Biotecnologia
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Biotecnologia
Turma Olímpica
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
emanuel
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
Fatima Comiotto
 
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptxAULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
carla Lêdo
 
Transgênicos
TransgênicosTransgênicos
Transgênicos
Maria Adelaide
 
III. 1 Histórico Biotecnologia
III. 1 Histórico BiotecnologiaIII. 1 Histórico Biotecnologia
III. 1 Histórico Biotecnologia
Rebeca Vale
 

Mais procurados (20)

TIPOS DE REPRODUÇÃO
TIPOS DE REPRODUÇÃOTIPOS DE REPRODUÇÃO
TIPOS DE REPRODUÇÃO
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Introdução à genética
Introdução à genética Introdução à genética
Introdução à genética
 
TRANSGÊNICOS
TRANSGÊNICOSTRANSGÊNICOS
TRANSGÊNICOS
 
Reprodução 7º ano
Reprodução 7º anoReprodução 7º ano
Reprodução 7º ano
 
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
Biotecnologia e Engenharia Genética (Power Point)
 
Biotecnologia.
Biotecnologia.Biotecnologia.
Biotecnologia.
 
Genótipo e fenótipo
Genótipo  e fenótipoGenótipo  e fenótipo
Genótipo e fenótipo
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
 
A Engenharia GenéTica
A Engenharia GenéTicaA Engenharia GenéTica
A Engenharia GenéTica
 
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
Apresentação sobre Transgênicos (UFBA)
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Avanços da biotecnologia 2 A
Avanços da biotecnologia 2 AAvanços da biotecnologia 2 A
Avanços da biotecnologia 2 A
 
Alimentos transgênicos.
Alimentos transgênicos.Alimentos transgênicos.
Alimentos transgênicos.
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Biotecnologia
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre BiotecnologiaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Biotecnologia
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Biotecnologia
 
Noções de evolução
Noções de evoluçãoNoções de evolução
Noções de evolução
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptxAULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
AULA 1 - Introdução a Biotecnologia (1).pptx
 
Transgênicos
TransgênicosTransgênicos
Transgênicos
 
III. 1 Histórico Biotecnologia
III. 1 Histórico BiotecnologiaIII. 1 Histórico Biotecnologia
III. 1 Histórico Biotecnologia
 

Destaque

Técnicas de desinfecção do material
Técnicas de desinfecção do materialTécnicas de desinfecção do material
Técnicas de desinfecção do material
Luís Filipe Marinho
 
Introdução a Óptica
Introdução a ÓpticaIntrodução a Óptica
Introdução a Óptica
perezgabriel_
 
Origem e evolução da vida
Origem e evolução da vidaOrigem e evolução da vida
Origem e evolução da vida
Eduarda Medeiros
 
Física eletrodinâmica
Física   eletrodinâmicaFísica   eletrodinâmica
Física eletrodinâmica
RicardoDiLucia
 
Projeto Genoma Humano
Projeto Genoma HumanoProjeto Genoma Humano
Projeto Genoma Humano
JadiVentin
 
Aulão pré prova enem física ciências da natureza
Aulão pré prova enem física ciências da naturezaAulão pré prova enem física ciências da natureza
Aulão pré prova enem física ciências da natureza
Fabricio Scheffer
 
Ondas Sonoras
Ondas SonorasOndas Sonoras
Ondas Sonoras
Rita Cunha
 
8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber
8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber 8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber
8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber
Agendor
 
Clonagem & OGM
Clonagem & OGMClonagem & OGM
Clonagem & OGM
Cláudia Moura
 
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando AbreuEletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Fernando Abreu
 
Origem da vida e evolução - ENEM compacto
Origem da vida e evolução - ENEM compactoOrigem da vida e evolução - ENEM compacto
Origem da vida e evolução - ENEM compacto
emanuel
 
Aula hidrostatica
Aula hidrostaticaAula hidrostatica
Aula hidrostatica
guest90f440
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia eja
FranciscaAto
 
Hidrostática - Física
Hidrostática - FísicaHidrostática - Física
Hidrostática - Física
Slides de Tudo
 
Ondas sonoras
Ondas sonorasOndas sonoras
Ondas sonoras
Gibran1995
 
Termologia
TermologiaTermologia
Termologia
Adrianne Mendonça
 
Quimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEsQuimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEs
Thiago
 
Conceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia AulaConceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia Aula
CPM
 
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia HumanaIntrodução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Eiderson Silva Cabral
 
Sistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aulaSistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aula
Fabiano Reis
 

Destaque (20)

Técnicas de desinfecção do material
Técnicas de desinfecção do materialTécnicas de desinfecção do material
Técnicas de desinfecção do material
 
Introdução a Óptica
Introdução a ÓpticaIntrodução a Óptica
Introdução a Óptica
 
Origem e evolução da vida
Origem e evolução da vidaOrigem e evolução da vida
Origem e evolução da vida
 
Física eletrodinâmica
Física   eletrodinâmicaFísica   eletrodinâmica
Física eletrodinâmica
 
Projeto Genoma Humano
Projeto Genoma HumanoProjeto Genoma Humano
Projeto Genoma Humano
 
Aulão pré prova enem física ciências da natureza
Aulão pré prova enem física ciências da naturezaAulão pré prova enem física ciências da natureza
Aulão pré prova enem física ciências da natureza
 
Ondas Sonoras
Ondas SonorasOndas Sonoras
Ondas Sonoras
 
8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber
8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber 8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber
8 coisas que sugam a sua motivação e você precisa saber
 
Clonagem & OGM
Clonagem & OGMClonagem & OGM
Clonagem & OGM
 
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando AbreuEletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
Eletroquímica: pilha e eletrólise - Prof. Fernando Abreu
 
Origem da vida e evolução - ENEM compacto
Origem da vida e evolução - ENEM compactoOrigem da vida e evolução - ENEM compacto
Origem da vida e evolução - ENEM compacto
 
Aula hidrostatica
Aula hidrostaticaAula hidrostatica
Aula hidrostatica
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia eja
 
Hidrostática - Física
Hidrostática - FísicaHidrostática - Física
Hidrostática - Física
 
Ondas sonoras
Ondas sonorasOndas sonoras
Ondas sonoras
 
Termologia
TermologiaTermologia
Termologia
 
Quimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEsQuimica SoluçõEs
Quimica SoluçõEs
 
Conceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia AulaConceitos De Ecologia Aula
Conceitos De Ecologia Aula
 
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia HumanaIntrodução à Anatomia e Fisiologia Humana
Introdução à Anatomia e Fisiologia Humana
 
Sistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aulaSistema circulatorio slides da aula
Sistema circulatorio slides da aula
 

Semelhante a Webquest genética e biotecnologia

Webquest biotecnologia
Webquest biotecnologiaWebquest biotecnologia
Webquest biotecnologia
Helder Neves de Albuquerque
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADO
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADOPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADO
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADO
HELENO FAVACHO
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina BachareladoPROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
HELENO FAVACHO
 
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdfProjeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
HELENO FAVACHO
 
Microbiologia dos Alimentos - Técnico em Alimentos
Microbiologia dos Alimentos - Técnico em AlimentosMicrobiologia dos Alimentos - Técnico em Alimentos
Microbiologia dos Alimentos - Técnico em Alimentos
UyaraCorreiadeLimaCo
 
Meio ambiente e a manipulação de agrotóxicos
Meio ambiente e a manipulação de agrotóxicosMeio ambiente e a manipulação de agrotóxicos
Meio ambiente e a manipulação de agrotóxicos
ritasbett
 
Avanço da-biotecnologia-2B
Avanço da-biotecnologia-2BAvanço da-biotecnologia-2B
Avanço da-biotecnologia-2B
Maria Teresa Iannaco Grego
 
TÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIO
TÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIOTÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIO
TÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIO
Juliana Aguiar
 
Sequência didática - Biotecnologia.pdf
Sequência didática - Biotecnologia.pdfSequência didática - Biotecnologia.pdf
Sequência didática - Biotecnologia.pdf
ElizangelaAlinidaSil1
 
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
dibugiu
 
Nereide siqueira
Nereide siqueiraNereide siqueira
Nereide siqueira
Carlos Elson Cunha
 
Slides projeto
Slides projetoSlides projeto
Slides projeto
pibidbio
 
Projeto Paulo Rodrigo Alves Landim 18 05-2019
Projeto Paulo Rodrigo Alves  Landim 18 05-2019Projeto Paulo Rodrigo Alves  Landim 18 05-2019
Projeto Paulo Rodrigo Alves Landim 18 05-2019
Rodrigo Landim Landim
 
Trabalho agro biotecnologia e biodiversidade
Trabalho   agro biotecnologia e biodiversidadeTrabalho   agro biotecnologia e biodiversidade
Trabalho agro biotecnologia e biodiversidade
CromossomioGenias
 
Xxi n6 pt ciência para a vida
Xxi n6 pt ciência para a vidaXxi n6 pt ciência para a vida
Xxi n6 pt ciência para a vida
João Siqueira da Mata
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
Melhoramento genético
Melhoramento genéticoMelhoramento genético
Melhoramento genético
ssuser6ffa52
 
Microbioll_aula1.ppt componentes curriculum
Microbioll_aula1.ppt componentes curriculumMicrobioll_aula1.ppt componentes curriculum
Microbioll_aula1.ppt componentes curriculum
eumarcia461
 
Projeto Final Ciências Biológica.pdf
Projeto Final Ciências Biológica.pdfProjeto Final Ciências Biológica.pdf
Projeto Final Ciências Biológica.pdf
Jussara Santin
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
CEFAPRO-Sinop
 

Semelhante a Webquest genética e biotecnologia (20)

Webquest biotecnologia
Webquest biotecnologiaWebquest biotecnologia
Webquest biotecnologia
 
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADO
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADOPROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADO
PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_Biomedicina BACHARELADO
 
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina BachareladoPROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
PROJETO DE EXTENSÃO I - Biomedicina Bacharelado
 
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdfProjeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
Projeto_de_Extensao_-_PROJETO_DE_EXTENSAO_I_-_BIOMEDICINA.pdf
 
Microbiologia dos Alimentos - Técnico em Alimentos
Microbiologia dos Alimentos - Técnico em AlimentosMicrobiologia dos Alimentos - Técnico em Alimentos
Microbiologia dos Alimentos - Técnico em Alimentos
 
Meio ambiente e a manipulação de agrotóxicos
Meio ambiente e a manipulação de agrotóxicosMeio ambiente e a manipulação de agrotóxicos
Meio ambiente e a manipulação de agrotóxicos
 
Avanço da-biotecnologia-2B
Avanço da-biotecnologia-2BAvanço da-biotecnologia-2B
Avanço da-biotecnologia-2B
 
TÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIO
TÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIOTÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIO
TÓPICOS EM BIOTECNOLOGIA - TEXTO INTRODUTÓRIO
 
Sequência didática - Biotecnologia.pdf
Sequência didática - Biotecnologia.pdfSequência didática - Biotecnologia.pdf
Sequência didática - Biotecnologia.pdf
 
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022Plano de aula 1º bimestre   biologia - 2º ano matutino - 2022
Plano de aula 1º bimestre biologia - 2º ano matutino - 2022
 
Nereide siqueira
Nereide siqueiraNereide siqueira
Nereide siqueira
 
Slides projeto
Slides projetoSlides projeto
Slides projeto
 
Projeto Paulo Rodrigo Alves Landim 18 05-2019
Projeto Paulo Rodrigo Alves  Landim 18 05-2019Projeto Paulo Rodrigo Alves  Landim 18 05-2019
Projeto Paulo Rodrigo Alves Landim 18 05-2019
 
Trabalho agro biotecnologia e biodiversidade
Trabalho   agro biotecnologia e biodiversidadeTrabalho   agro biotecnologia e biodiversidade
Trabalho agro biotecnologia e biodiversidade
 
Xxi n6 pt ciência para a vida
Xxi n6 pt ciência para a vidaXxi n6 pt ciência para a vida
Xxi n6 pt ciência para a vida
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Melhoramento genético
Melhoramento genéticoMelhoramento genético
Melhoramento genético
 
Microbioll_aula1.ppt componentes curriculum
Microbioll_aula1.ppt componentes curriculumMicrobioll_aula1.ppt componentes curriculum
Microbioll_aula1.ppt componentes curriculum
 
Projeto Final Ciências Biológica.pdf
Projeto Final Ciências Biológica.pdfProjeto Final Ciências Biológica.pdf
Projeto Final Ciências Biológica.pdf
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 

Mais de Helder Neves de Albuquerque

ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...
ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...
ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...
Helder Neves de Albuquerque
 
Aula 2 Revisão Sistemática apresentação.ppt
Aula 2 Revisão Sistemática apresentação.pptAula 2 Revisão Sistemática apresentação.ppt
Aula 2 Revisão Sistemática apresentação.ppt
Helder Neves de Albuquerque
 
Dor Torácica.pptx
Dor Torácica.pptxDor Torácica.pptx
Dor Torácica.pptx
Helder Neves de Albuquerque
 
Saude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdf
Saude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdfSaude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdf
Saude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdf
Helder Neves de Albuquerque
 
Webquest plantas medicinais
Webquest plantas medicinaisWebquest plantas medicinais
Webquest plantas medicinais
Helder Neves de Albuquerque
 
Webquest doenças tropicais
Webquest doenças tropicaisWebquest doenças tropicais
Webquest doenças tropicais
Helder Neves de Albuquerque
 

Mais de Helder Neves de Albuquerque (6)

ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...
ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...
ANÁLISE AMBIENTAL DO CEMITÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL “PAZ DO SENHOR”EM CABEDELO-P...
 
Aula 2 Revisão Sistemática apresentação.ppt
Aula 2 Revisão Sistemática apresentação.pptAula 2 Revisão Sistemática apresentação.ppt
Aula 2 Revisão Sistemática apresentação.ppt
 
Dor Torácica.pptx
Dor Torácica.pptxDor Torácica.pptx
Dor Torácica.pptx
 
Saude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdf
Saude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdfSaude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdf
Saude-e-sexualidade-Ciclo-menstrual.pdf
 
Webquest plantas medicinais
Webquest plantas medicinaisWebquest plantas medicinais
Webquest plantas medicinais
 
Webquest doenças tropicais
Webquest doenças tropicaisWebquest doenças tropicais
Webquest doenças tropicais
 

Último

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 

Último (20)

759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 

Webquest genética e biotecnologia

  • 1. Introdução Avaliação Conclusão Tarefa Processo Recursos Créditos Genética e Biotecnologia Webquest
  • 2. INTRODUÇÃO   A biotecnologia, conceitualmente, é a união de biologia com tecnologia; é um conjunto de técnicas que utilizam os seres vivos no desenvolvimento de processos e produtos que tenham uma função econômica e/ou social. A biotecnologia envolve várias áreas do conhecimento e, em conseqüência, vários profissionais, sendo uma ciência de natureza multidisciplinar. Apesar do termo biotecnologia ser novo, o princípio é muito antigo. Com a evolução da ciência em seus diversos setores, inúmeras metodologias biotecnológicas têm sido sistematizadas, aumentando seus benefícios econômicos, sociais e ambientais. Vários cientistas, com suas descobertas, tiveram grande importância para a evolução e sistematização da biotecnologia. A partir da descoberta da estrutura do DNA, houve uma revolução incrível na área da genética e biologia molecular, surgindo, então, a chamada biotecnologia moderna, a qual consiste na manipulação controlada e intencional do DNA por meio das técnicas de engenharia genética. Por meio de tais técnicas foi possível a produção de insulina humana em bactérias e o desenvolvimento de inúmeras plantas transgênicas a partir da década de 80. As várias técnicas relacionadas à biotecnologia têm trazido, via de regra, benefícios para a sociedade. As fermentações industriais na produção de vinhos, cervejas, pães, queijos e vinagres; a produção de fármacos, vacinas, antibióticos e vitaminas; a utilização de biofungicidas no controle biológico de pragas e doenças; o uso de microrganismos visando à biodegradação de lixo e esgoto; o uso de bactérias fixadoras de nitrogênio e fungos micorrízicos para a melhoria de produtividade das plantas; o desenvolvimento de plantas e animais melhorados utilizando técnicas convencionais de melhoramento genético e também a transformação genética.
  • 3. TAREFA Com o intuito de avaliar o impacto da utilização das biotecnologias nas sociedades atuais vão constituir-se 5 grupos na turma, indo, cada um desenvolver um trabalho de investigação em 5 áreas específicas: medicina, agropecuária, agroindustria, ambiente, ética. Assim: Continua...
  • 4. TAREFA Grupo I: abordagem no âmbito da medicina. · Quais as potencialidades da biotecnologia na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças humanas? · Quais os efeitos, a prazo, decorrentes do consumo de produtos geneticamente modificados? Grupo II: abordagem na perspectiva da indústria agro-pecuária ·   Quais os impactos da engenharia genética na produção animal? ·   Quais os impactos sobre as espécies animais? · Quais as vantagens da utilização de animais transgênicos para a humanidade Grupo III: abordagem na perspectiva da agro-industrial. ·   Quais os impactos sobre a agricultura e sobre as espécies vegetais? ·  Que vantagens decorrentes da utilização de plantas transgênicas para a humanidade? Grupo IV: abordagem numa perspectiva ambientalista. · Quais as consequências da libertação no meio de organismos geneticamente modificados? ·        Como evitar desequilíbrios ambientais? Grupo V: abordagem no campo da bioética. ·       Qual a licitude de alterar o patrimônio genético de animais e plantas ·      Que implicações morais e/ou éticas da manipulação de genes humanos e sua inserção em animais, plantas, bactérias etc.
  • 5. PROCESSO   Cada grupo organizar-se-á distribuindo tarefas pelos seus elementos e depois compilará uma apresentação à turma sobre o aspecto abordado. De seguida far-se-á um debate alargado com a intervenção da turma. O professor fará de moderador.
  • 6.
  • 7. AVALIAÇÃO Para a avaliação o professor se baseará nos seguintes critérios:   1. Criatividade; 2. Compatibilidade da informação e da linguagem com o público alvo; 3. Interação do grupo com o restante da sala de aula; 4. Material adicional trazido: fotografias, imagens, mapas, folhetos informativos ou tabelas informativas; 5. Qualidade da informação coletada e maneira de apresentá-la; 6. Cumprimento de todas as etapas da tarefa; 7. Participação direta ou indireta de todos os integrantes do grupo.   Para a tarefa desenvolvida serão distribuídos um total de 7(sete) pontos. Cada um dos critérios de avaliação tem valor de 1 (um) ponto. No final das apresentações as discussões valerão 3 (três) pontos atribuídos ou não a cada um dos participantes. Cabe ao professor avaliar se eles foram ou não cumpridos.
  • 8. CONCLUSÃO Esta atividade pode contribuir para o desenvolvimento da literatura científica baseada na compreensão de questões sociais, econômicas e tecnológicas da sociedade atual e na promoção de capacidades de pensamento e de atitudes e valores suscetíveis de assegurar aos participantes, um papel ativo, construtivo e responsável na evolução da sociedade.  
  • 9. CREDITOS Espedito Menezes de Araújo – Biólogo Especialista em Análise Ambiental Biólogo do Instituto Bioeducação Professor de Ciências e Biologia do Estado da Paraíba