SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO: CONHECER, SENTIR,
            VIVER KARDEC




Música: Outra vez – Richard Clayderman   Formatação: um.amigo.em.Deus@gmail.com
Virtudes e vicios
O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO »
               CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8
                 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.)



A virtude, no mais alto grau, é o
conjunto de todas as qualidades
essenciais que constituem o homem
de bem. Ser bom, caritativo,
laborioso, sóbrio, modesto, são
qualidades do homem virtuoso.
O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO »
                CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8
                  François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.)



Não é virtuoso aquele que faz
ostentação da sua virtude, pois que
lhe falta a qualidade principal: a
modéstia, e tem o vício que mais se
lhe opõe: o orgulho.
O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO »
               CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8
                 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.)



Que direi daquele cujo único
valor consiste em parecer o que
não é? Mais vale pouca
virtude com modéstia, do
que muita com orgulho.
O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO» O ORGULHO E
                          A HUMILDADE » ITEM 8
                         Lacordaire Constantina, 1863




Sem a humildade, enfeitai-vos de
virtudes que não possuis, como se
vestísseis um hábito para ocultar
as deformidades do corpo.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
           TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 893




893. Qual a mais meritória de todas as virtudes?
– Todas as virtudes têm seu mérito, porque indicam
progresso no caminho do bem. A mais meritória virtude é
a do sacrifício do interesse pessoal pelo bem do
próximo sem interesses ocultos.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
          TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 894




894.As pessoas que fazem o bem espontaneamente têm
mérito porque já lutaram outrora e triunfaram sobre
hábitos inferiores.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
           TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 895




895. O sinal mais característico da imperfeição é o
interesse pessoal. O verdadeiro desinteresse é coisa
muito rara na Terra.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 896




    896. A riqueza não é dada para guardar
    em cofres nem dispersada ao vento,
    representa depósito de que todos prestam
    contas.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 897




          897. É repreensível aquele que faz o
          bem, sem visar recompensa na Terra,
          mas na esperança de ser recompensado
          na outra vida, para que lá sua posição
          seja melhor? Esse pensamento
          prejudica seu progresso?
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 897




         R – É preciso fazer o bem pela
         caridade, com desinteresse
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
            TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 898




  898. Adquirir conhecimentos
científicos ajuda ao progresso do
 espírito, que tem de desenvolver
  habilidades nos dois sentidos.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
            TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 899




  899. O rico que nasceu na
  pobreza e não faz nada ao
semelhante é mais culpado do
  o que nasceu na opulência.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
           TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 900




900. Acumular bens com o único objetivo de
legar maior soma aos herdeiros está em
desacordo com as leis divinas.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
             TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 901




901. Entre o avarento que não faz e o que
utiliza somente para si a riqueza, o
último estará em piores condições no além.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
             TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 902




902.Cobiçar a riqueza a pretexto de fazer
o bem é louvável, mas será que não haverá
nenhum interesse oculto?
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
            TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 902




903. Criticar os defeitos alheios é falta de caridade, mas
estudá-los para tirar proveito deles, sem divulgá-los,
não.
ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O
            ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.)




21. Haverá casos em que convenha se desvende o mal de
outrem?
  É muito delicada esta questão e, para resolvê-la,
necessário se torna apelar para a caridade bem
compreendida.
.
ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O
            ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.)




Se as imperfeições de uma pessoa só a ela prejudicam,
nenhuma utilidade haverá nunca em divulgá-la. Se,
porém, podem acarretar prejuízo a terceiros, deve-se
atender de preferência ao interesse do maior número.
.
ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O
             ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.)




21. Segundo as circunstâncias, desmascarar a hipocrisia e
a mentira pode constituir um dever, pois mais vale caia um
homem, do que virem muitos a ser suas vítimas.
.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
             TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 904




904. Sondar as chagas da sociedade e as expor em público,
pode não ser uma falta, dependendo do sentimento que o
move.
(BÍBLIA » PROVÉRBIO 28:23).




O Escritor de Provérbios, sabiamente
nos alerta: O que repreende ao homem
achará, depois, mais favor do que
aquele que lisonjeia com a língua.
(Provérbio 28:23).
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
            TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 905




905. Escrever obras de grande moral,
que ajudam a humanidade, e não tirar
proveito para si é falta grave.
ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE
             TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 906




906. Não há mal em sentir-se satisfeito
por triunfar dos maus pendores, mas
envaidecer-se sim.
Virtudes e vicios

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
Ceile Bernardo
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
Anderson Dias
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesus
home
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eduardo Manoel Araujo
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
Silvânio Barcelos
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
Dalila Melo
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
Lorena Dias
 
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Rodrigo Spinosa
 
Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
Marcos Antônio Alves
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Grupo Espírita Cristão
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
Divulgador do Espiritismo
 
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMOAMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
Angela Ewerling
 
Palestra Espírita - Sede perfeitos
Palestra Espírita - Sede perfeitosPalestra Espírita - Sede perfeitos
Palestra Espírita - Sede perfeitos
Divulgador do Espiritismo
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espirita
Lisete B.
 
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 
Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap.9
Evangelho Segundo o Espiritismo -  Cap.9Evangelho Segundo o Espiritismo -  Cap.9
Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap.9
Patricia Farias
 

Mais procurados (20)

A Vontade
A VontadeA Vontade
A Vontade
 
Fora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvaçãoFora da caridade não há salvação
Fora da caridade não há salvação
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Sede perfeitos
 
Mediunidade com Jesus
Mediunidade com JesusMediunidade com Jesus
Mediunidade com Jesus
 
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismoCapítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
Capítulo 6 do evangelho segundo o espiritismo
 
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
Eh possivel ser feliz na terra    slideshareEh possivel ser feliz na terra    slideshare
Eh possivel ser feliz na terra slideshare
 
A lei de amor ppt
A lei de amor pptA lei de amor ppt
A lei de amor ppt
 
A piedade
A piedadeA piedade
A piedade
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
 
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
Palestra Fora da Caridade não Há Salvação
 
Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
 
Reencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familiaReencarnação e os laços de familia
Reencarnação e os laços de familia
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMOAMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
 
Palestra Espírita - Sede perfeitos
Palestra Espírita - Sede perfeitosPalestra Espírita - Sede perfeitos
Palestra Espírita - Sede perfeitos
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espirita
 
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
ESDE - Roteiro complementar. Módulo I, roteiro 5: sorte das crianças depois d...
 
Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap.9
Evangelho Segundo o Espiritismo -  Cap.9Evangelho Segundo o Espiritismo -  Cap.9
Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap.9
 

Semelhante a Virtudes e vicios

Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
Graça Maciel
 
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Alex Peccini CRC
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
Graça Maciel
 
Obreiros da última hora
Obreiros da última horaObreiros da última hora
Obreiros da última hora
Graça Maciel
 
Deus e a mamom
Deus e a mamomDeus e a mamom
Deus e a mamom
Carlos Firmino
 
Missão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terraMissão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terra
Graça Maciel
 
LE Q.688 e ESE cap 7
LE Q.688 e ESE cap 7 LE Q.688 e ESE cap 7
LE Q.688 e ESE cap 7
Patricia Farias
 
LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11
Patricia Farias
 
O KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO
O KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMOO KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO
O KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02
Graça Maciel
 
Conteudo profundo das parábolas
Conteudo profundo das parábolasConteudo profundo das parábolas
Conteudo profundo das parábolas
Graça Maciel
 
Humildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtudeHumildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtude
Ricardo Azevedo
 
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueireEvangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
Antonino Silva
 
esciritismo3.pdf
esciritismo3.pdfesciritismo3.pdf
esciritismo3.pdf
Luciana533986
 
Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
Graça Maciel
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
Graça Maciel
 

Semelhante a Virtudes e vicios (16)

Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
 
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
 
Obreiros da última hora
Obreiros da última horaObreiros da última hora
Obreiros da última hora
 
Deus e a mamom
Deus e a mamomDeus e a mamom
Deus e a mamom
 
Missão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terraMissão do homem inteligente na terra
Missão do homem inteligente na terra
 
LE Q.688 e ESE cap 7
LE Q.688 e ESE cap 7 LE Q.688 e ESE cap 7
LE Q.688 e ESE cap 7
 
LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11
 
O KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO
O KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMOO KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO
O KARDEC E O TRABALHO DE CODIFICAÇÃO DO ESPIRITISMO
 
Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02Serie conhencendo kardec 02
Serie conhencendo kardec 02
 
Conteudo profundo das parábolas
Conteudo profundo das parábolasConteudo profundo das parábolas
Conteudo profundo das parábolas
 
Humildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtudeHumildade - A primeira virtude
Humildade - A primeira virtude
 
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueireEvangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
Evangeliza - Não coloqueis a candeia debaixo do alqueire
 
esciritismo3.pdf
esciritismo3.pdfesciritismo3.pdf
esciritismo3.pdf
 
Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
 

Mais de Graça Maciel

Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
Graça Maciel
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
Graça Maciel
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
Graça Maciel
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
Graça Maciel
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
Graça Maciel
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
Graça Maciel
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
Graça Maciel
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Graça Maciel
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
Graça Maciel
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
Graça Maciel
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
Graça Maciel
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Graça Maciel
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
Graça Maciel
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Graça Maciel
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
Graça Maciel
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
Graça Maciel
 

Mais de Graça Maciel (20)

Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
 
Pressentimentos
PressentimentosPressentimentos
Pressentimentos
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
 

Último

13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
PIB Penha
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
Sammis Reachers
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 

Último (14)

13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 

Virtudes e vicios

  • 1. PROJETO: CONHECER, SENTIR, VIVER KARDEC Música: Outra vez – Richard Clayderman Formatação: um.amigo.em.Deus@gmail.com
  • 3. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.) A virtude, no mais alto grau, é o conjunto de todas as qualidades essenciais que constituem o homem de bem. Ser bom, caritativo, laborioso, sóbrio, modesto, são qualidades do homem virtuoso.
  • 4. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.) Não é virtuoso aquele que faz ostentação da sua virtude, pois que lhe falta a qualidade principal: a modéstia, e tem o vício que mais se lhe opõe: o orgulho.
  • 5. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » CAPÍTULO XVII » A VIRTUDE » ITEM 8 François-Nicolas-Madeleine. (Paris, 1863.) Que direi daquele cujo único valor consiste em parecer o que não é? Mais vale pouca virtude com modéstia, do que muita com orgulho.
  • 6. O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO» O ORGULHO E A HUMILDADE » ITEM 8 Lacordaire Constantina, 1863 Sem a humildade, enfeitai-vos de virtudes que não possuis, como se vestísseis um hábito para ocultar as deformidades do corpo.
  • 7. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 893 893. Qual a mais meritória de todas as virtudes? – Todas as virtudes têm seu mérito, porque indicam progresso no caminho do bem. A mais meritória virtude é a do sacrifício do interesse pessoal pelo bem do próximo sem interesses ocultos.
  • 8. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 894 894.As pessoas que fazem o bem espontaneamente têm mérito porque já lutaram outrora e triunfaram sobre hábitos inferiores.
  • 9. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 895 895. O sinal mais característico da imperfeição é o interesse pessoal. O verdadeiro desinteresse é coisa muito rara na Terra.
  • 10. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 896 896. A riqueza não é dada para guardar em cofres nem dispersada ao vento, representa depósito de que todos prestam contas.
  • 11. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 897 897. É repreensível aquele que faz o bem, sem visar recompensa na Terra, mas na esperança de ser recompensado na outra vida, para que lá sua posição seja melhor? Esse pensamento prejudica seu progresso?
  • 12. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 897 R – É preciso fazer o bem pela caridade, com desinteresse
  • 13. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 898 898. Adquirir conhecimentos científicos ajuda ao progresso do espírito, que tem de desenvolver habilidades nos dois sentidos.
  • 14. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 899 899. O rico que nasceu na pobreza e não faz nada ao semelhante é mais culpado do o que nasceu na opulência.
  • 15. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 900 900. Acumular bens com o único objetivo de legar maior soma aos herdeiros está em desacordo com as leis divinas.
  • 16. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 901 901. Entre o avarento que não faz e o que utiliza somente para si a riqueza, o último estará em piores condições no além.
  • 17. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 902 902.Cobiçar a riqueza a pretexto de fazer o bem é louvável, mas será que não haverá nenhum interesse oculto?
  • 18. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 902 903. Criticar os defeitos alheios é falta de caridade, mas estudá-los para tirar proveito deles, sem divulgá-los, não.
  • 19. ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.) 21. Haverá casos em que convenha se desvende o mal de outrem? É muito delicada esta questão e, para resolvê-la, necessário se torna apelar para a caridade bem compreendida. .
  • 20. ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.) Se as imperfeições de uma pessoa só a ela prejudicam, nenhuma utilidade haverá nunca em divulgá-la. Se, porém, podem acarretar prejuízo a terceiros, deve-se atender de preferência ao interesse do maior número. .
  • 21. ALLAN KARDEC » O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO » ESE CAP. 10, IT.21 - São Luís. (Paris, 1860.) 21. Segundo as circunstâncias, desmascarar a hipocrisia e a mentira pode constituir um dever, pois mais vale caia um homem, do que virem muitos a ser suas vítimas. .
  • 22. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 904 904. Sondar as chagas da sociedade e as expor em público, pode não ser uma falta, dependendo do sentimento que o move.
  • 23. (BÍBLIA » PROVÉRBIO 28:23). O Escritor de Provérbios, sabiamente nos alerta: O que repreende ao homem achará, depois, mais favor do que aquele que lisonjeia com a língua. (Provérbio 28:23).
  • 24. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 905 905. Escrever obras de grande moral, que ajudam a humanidade, e não tirar proveito para si é falta grave.
  • 25. ALLAN KARDEC » O LIVRO DOS ESPÍRITOS » PARTE TERCEIRA » CAPÍTULO 12 » PERFEIÇÃO MORAL » 906 906. Não há mal em sentir-se satisfeito por triunfar dos maus pendores, mas envaidecer-se sim.