SlideShare uma empresa Scribd logo
TRABALHAR   COM PROJETOS EM SALA DE AULA: A educação volta às suas raízes PROFESSOR: OLÍVIO MANGOLIM
NÓS SOMOS PROTAGONISTAS DA HISTÓRIA ,[object Object]
“ O homem é a única criatura que precisa ser educada (...) Por ser dotado de instinto, um animal, ao nascer, já é tudo o que pode ser; uma razão alheia já cuidou de tudo para ele.  O homem, porém deve servir-se de sua própria razão. Não tem instinto e deve determinar ele próprio o plano de sua conduta.  Ora, por não ter de imediato capacidade para fazê-lo, mas, ao contrário, entrar no mundo, por assim dizer, em estado bruto, é preciso que outros o façam para ele” (Kant, fim do século XVIII).
[object Object],[object Object]
 
 
 
A Aprendizagem não mora no podium. Ela mora no trajeto. A aprendizagem não se dá na conquista. Ela se dá na luta.
 
 
 
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
BENEFÍCIOS PARA OS ALUNOS: -  Ganhos acadêmicos iguais a ou superiores àqueles produzidos por outros modelos, com os alunos envolvidos em projetos assumindo mais responsabilidade sobre seu próprio aprendizado em comparação com atividades tradicionais em sala de aula;
BENEFÍCIOS PARA OS ALUNOS: - Oportunidades para desenvolver habilidades complexas, como  capacitação cognitiva da mais alta ordem, resolução de problemas, colaboração e comunicação;
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
 
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
DA TEORIA PARA A PRÁTICA: Elaborando meu projeto
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239
[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239 23/11/09 4º BIMESTRE 01/10 – 15/12/09 18/09/09 3º BIMESTRE 27/07 – 30/09/09 29/06/09 2º BIMESTRE 01/05 – 10/07/09 17/04/09 LIVRO DIDÁTICO SALA DE  TECNOLOGIA BIBLIOTECA ESCOLAR Profª. NATÁLIA Prof°. OLÍVIO Profº. EDER Profº. EURIDES Profª. ANITA Profº. FABIANO Profª. NANCY Profº. MÁRCIO Prof°. OLÍVIO BIOLOGIA FILOSOFIA FÍSICA GEOGRAFIA HISTÓRIA MATEMÁTICA PORTUGUES QUÍMICA SOCIOLOGIA 1º BIMESTRE 09/02 – 30/04/09 DATA DA ENTREGA RECURSOS RESPONSÁVEIS DISCIPLINAS QUANDO
[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239 ,[object Object],[object Object],Metodologia - O Cronograma deverá ser respeitado à risca conforme planejado. - As resenhas e atividades deverão ser entregues nas datas estipuladas.  Cumprimento de prazos ,[object Object],[object Object],[object Object],Resolução das atividades ou exercícios propostos - Síntese dos conteúdos apreendidos; - Compreensão e aplicação dos conhecimentos em novas situações.  Resenha por unidades Livro Didático CRITÉRIOS INSTRUMENTOS
[object Object],[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ESCOLA ESTADUAL LINO VILLACHÁ RUA HAROLDO PEREIRA, 887 – BAIRRO NOVA LIMA CAMPO GRANDE – MS – FONE: (0xx67) 3354-2239
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO IDENTIFICAÇÃO:  (TÍTULO) Nome do Escola, Nome do Projeto, e ano / turmas em que será desenvolvido.
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO JUSTIFICATIVA:   A Justificativa deve caracterizar a  situação real, obedecendo os seguinte  critérios: - Identificar os resultados de projetos    anteriores que caracterizam a sua    comunidade. - Descrever a situação existente a ser    modificada pela execução do projeto,      utilizando dados que retratem o desafio    de uma maneira precisa.
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO OBJETIVO GERAL:  É o que se pretende alcançar com o desenvolvimento do Projeto e deve ser redigido de modo claro, preciso e sem ambigüidade.
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Detalhamento do Objetivo Geral, deve ser formulado, atendendo aos seguintes critérios: - Ser formulado com verbo no infinitivo    que define a ação a ser cumprida. - Identificar as mudanças necessárias à  modificação da situação existente,    descrita pela justificativa.
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO METAS:   Na formulação e especificação de metas, deve-se considerar os seguintes critérios: - As metas são os objetivos quantitativos,    previstos no tempo e no espaço. Cada    objetivo dará origem a uma ou mais    metas. - A meta deverá ser especificada,    indicando-se quem executará a ação.
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO METODOLOGIA E ESTRATÉGIAS DE AÇÃO (a maneira como vai se desenvolver as atividades e as atividades em si): APRENDER A SER:  Transformar a realidade social, compreender e discutir os diferentes contextos e se colocar como personagem principal de uma nova história; APRENDER A APRENDER:  Pensar, argumentar, buscar e selecionar Informações; APRENDER A FAZER:  Desenvolver as competências e habilidades no Projeto Proposto; APRENDER A CONVIVER:  Incorporar a solidariedade, responsabilidade e reciprocidade nas relações pessoais e sociais, através de ações do cotidiano.
ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO CRONOGRAMA:  Compõe o tempo que irá iniciar o Projeto e o término do mesmo. MATERIAIS:  o que vou precisar? AVALIAÇÃO:  Processo contínuo. PUBLICAÇÃO:  Apresentar o produto final do projeto é alimentar a auto-estima e a auto-percepção real. Propicia o contato com as potencialidades e as limitações .
OBRIGADO PELA ATENÇÃO SEMPRE É POSSÍVEL DE SE FAZER MELHOR DO QUE OS OUTROS JÁ FIZERAM CONOSCO!
LINKS SOBRE PROJETOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
LINKS SOBRE PROJETOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
LINKS SOBRE PROJETOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
LINKS SOBRE PROJETOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
LINKS SOBRE PROJETOS ,[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula nota 10
Aula nota 10Aula nota 10
Aula nota 10
Janaina Lopes
 
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
SandraRombi
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
Cleyton Carvalho
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
appfoz
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professores
ditadoida
 
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolaresA atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
Elizangela Quintela Miranda Costa
 
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e InovadorasEducação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Universidade Federal de Pernambuco
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem
Alba Mate Mate
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
Ulisses Vakirtzis
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolaAtividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
pactoensinomedioufu
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
carmemlima
 
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo FreirePedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Bruno Carrasco
 
Tendências atuais para o ensino de ciências
Tendências atuais para o ensino de ciênciasTendências atuais para o ensino de ciências
Tendências atuais para o ensino de ciências
Binatto
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
Magda Marques
 
Docência no ensino superior
Docência no ensino superiorDocência no ensino superior
Docência no ensino superior
Instituto Consciência GO
 
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxCópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
ProfLeandrodosSantos
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Conhecendo a didática
Conhecendo a didáticaConhecendo a didática

Mais procurados (20)

Aula nota 10
Aula nota 10Aula nota 10
Aula nota 10
 
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
Formação para os Professores, Premissas: Excelência em Gestão, Corresponsabil...
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Currículo escolar
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professores
 
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolaresA atuação do pedagogo em espaços não escolares
A atuação do pedagogo em espaços não escolares
 
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e InovadorasEducação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
Educação 5.0 e Metodologias Ativas e Inovadoras
 
1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem1.processo de ensino e aprendizagem
1.processo de ensino e aprendizagem
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Curriculo
 
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escolaAtividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
Atividade proposta em grupo refletindo sobre a gestão da escola
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
 
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo FreirePedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
 
Tendências atuais para o ensino de ciências
Tendências atuais para o ensino de ciênciasTendências atuais para o ensino de ciências
Tendências atuais para o ensino de ciências
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
 
Docência no ensino superior
Docência no ensino superiorDocência no ensino superior
Docência no ensino superior
 
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxCópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina escolar
 
Conhecendo a didática
Conhecendo a didáticaConhecendo a didática
Conhecendo a didática
 

Semelhante a Trabalhar com projetos em sala de aula

INCLUSAO ESCOLAR.pdf
INCLUSAO ESCOLAR.pdfINCLUSAO ESCOLAR.pdf
INCLUSAO ESCOLAR.pdf
crisfismat
 
O Blablaba
O BlablabaO Blablaba
O Blablaba
Luciana
 
O Blablaba da educação
O Blablaba da educaçãoO Blablaba da educação
O Blablaba da educação
Luciana
 
Relatório de alisângela considerações finais
Relatório de alisângela considerações finaisRelatório de alisângela considerações finais
Relatório de alisângela considerações finais
Regina Helena Souza Ferreira
 
Apresenta Final Ufrgs
Apresenta Final UfrgsApresenta Final Ufrgs
Apresenta Final Ufrgs
Gisele Lima
 
Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?
Juliana Soares
 
Célestin freinet
Célestin freinet Célestin freinet
Célestin freinet
Renatacunha76
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
angelafrc
 
Teofanis eja
Teofanis ejaTeofanis eja
Teofanis eja
Sara Cristina
 
Relatório de estágio
Relatório de estágioRelatório de estágio
Relatório de estágio
Leilany Campos
 
Andragogia.pptx
Andragogia.pptxAndragogia.pptx
Andragogia.pptx
Benedito32
 
Universidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são pauloUniversidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são paulo
Belmeri Cagnoni Silva
 
Metodos pres.pptx
Metodos pres.pptxMetodos pres.pptx
Metodos pres.pptx
Leniomar Morais
 
Didática
Didática Didática
Didática
Daniel Vieira
 
Como potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultos
Como potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultosComo potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultos
Como potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultos
jeconiaseandreia
 
Weisz
WeiszWeisz
Reflexao
ReflexaoReflexao
Reflexao
ntemsv
 
Professor x Educador
Professor x EducadorProfessor x Educador
Professor x Educador
Agâta Dourado
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
Sussy De La Lumier
 
Superando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoSuperando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissão
Lídia Marinho
 

Semelhante a Trabalhar com projetos em sala de aula (20)

INCLUSAO ESCOLAR.pdf
INCLUSAO ESCOLAR.pdfINCLUSAO ESCOLAR.pdf
INCLUSAO ESCOLAR.pdf
 
O Blablaba
O BlablabaO Blablaba
O Blablaba
 
O Blablaba da educação
O Blablaba da educaçãoO Blablaba da educação
O Blablaba da educação
 
Relatório de alisângela considerações finais
Relatório de alisângela considerações finaisRelatório de alisângela considerações finais
Relatório de alisângela considerações finais
 
Apresenta Final Ufrgs
Apresenta Final UfrgsApresenta Final Ufrgs
Apresenta Final Ufrgs
 
Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?
 
Célestin freinet
Célestin freinet Célestin freinet
Célestin freinet
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
Teofanis eja
Teofanis ejaTeofanis eja
Teofanis eja
 
Relatório de estágio
Relatório de estágioRelatório de estágio
Relatório de estágio
 
Andragogia.pptx
Andragogia.pptxAndragogia.pptx
Andragogia.pptx
 
Universidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são pauloUniversidade virtual do estado de são paulo
Universidade virtual do estado de são paulo
 
Metodos pres.pptx
Metodos pres.pptxMetodos pres.pptx
Metodos pres.pptx
 
Didática
Didática Didática
Didática
 
Como potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultos
Como potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultosComo potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultos
Como potencializar e_dinamizar_o_ensino_para_adultos
 
Weisz
WeiszWeisz
Weisz
 
Reflexao
ReflexaoReflexao
Reflexao
 
Professor x Educador
Professor x EducadorProfessor x Educador
Professor x Educador
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
 
Superando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissãoSuperando a pedagogia da transmissão
Superando a pedagogia da transmissão
 

Mais de Greisomar

Livro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofiaLivro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofia
Greisomar
 
Livro segundo ano
Livro  segundo anoLivro  segundo ano
Livro segundo ano
Greisomar
 
Livro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofiaLivro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofia
Greisomar
 
Livro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofiaLivro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofia
Greisomar
 
Elabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vidaElabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vida
Greisomar
 
Elabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vidaElabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vida
Greisomar
 
Blog2010
Blog2010Blog2010
Blog2010
Greisomar
 
ATIVIDADE DE INGLÊS
ATIVIDADE DE INGLÊSATIVIDADE DE INGLÊS
ATIVIDADE DE INGLÊS
Greisomar
 

Mais de Greisomar (8)

Livro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofiaLivro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofia
 
Livro segundo ano
Livro  segundo anoLivro  segundo ano
Livro segundo ano
 
Livro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofiaLivro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofia
 
Livro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofiaLivro primeiro ano de filosofia
Livro primeiro ano de filosofia
 
Elabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vidaElabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vida
 
Elabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vidaElabore seu projeto de vida
Elabore seu projeto de vida
 
Blog2010
Blog2010Blog2010
Blog2010
 
ATIVIDADE DE INGLÊS
ATIVIDADE DE INGLÊSATIVIDADE DE INGLÊS
ATIVIDADE DE INGLÊS
 

Trabalhar com projetos em sala de aula

  • 1. TRABALHAR COM PROJETOS EM SALA DE AULA: A educação volta às suas raízes PROFESSOR: OLÍVIO MANGOLIM
  • 2.
  • 3. “ O homem é a única criatura que precisa ser educada (...) Por ser dotado de instinto, um animal, ao nascer, já é tudo o que pode ser; uma razão alheia já cuidou de tudo para ele. O homem, porém deve servir-se de sua própria razão. Não tem instinto e deve determinar ele próprio o plano de sua conduta. Ora, por não ter de imediato capacidade para fazê-lo, mas, ao contrário, entrar no mundo, por assim dizer, em estado bruto, é preciso que outros o façam para ele” (Kant, fim do século XVIII).
  • 4.
  • 5.  
  • 6.  
  • 7.  
  • 8. A Aprendizagem não mora no podium. Ela mora no trajeto. A aprendizagem não se dá na conquista. Ela se dá na luta.
  • 9.  
  • 10.  
  • 11.  
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23. BENEFÍCIOS PARA OS ALUNOS: - Ganhos acadêmicos iguais a ou superiores àqueles produzidos por outros modelos, com os alunos envolvidos em projetos assumindo mais responsabilidade sobre seu próprio aprendizado em comparação com atividades tradicionais em sala de aula;
  • 24. BENEFÍCIOS PARA OS ALUNOS: - Oportunidades para desenvolver habilidades complexas, como capacitação cognitiva da mais alta ordem, resolução de problemas, colaboração e comunicação;
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.  
  • 31.
  • 32.
  • 33. DA TEORIA PARA A PRÁTICA: Elaborando meu projeto
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43. ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO IDENTIFICAÇÃO: (TÍTULO) Nome do Escola, Nome do Projeto, e ano / turmas em que será desenvolvido.
  • 44. ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO JUSTIFICATIVA: A Justificativa deve caracterizar a situação real, obedecendo os seguinte critérios: - Identificar os resultados de projetos anteriores que caracterizam a sua comunidade. - Descrever a situação existente a ser modificada pela execução do projeto, utilizando dados que retratem o desafio de uma maneira precisa.
  • 45. ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO OBJETIVO GERAL: É o que se pretende alcançar com o desenvolvimento do Projeto e deve ser redigido de modo claro, preciso e sem ambigüidade.
  • 46. ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Detalhamento do Objetivo Geral, deve ser formulado, atendendo aos seguintes critérios: - Ser formulado com verbo no infinitivo que define a ação a ser cumprida. - Identificar as mudanças necessárias à modificação da situação existente, descrita pela justificativa.
  • 47. ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO METAS: Na formulação e especificação de metas, deve-se considerar os seguintes critérios: - As metas são os objetivos quantitativos, previstos no tempo e no espaço. Cada objetivo dará origem a uma ou mais metas. - A meta deverá ser especificada, indicando-se quem executará a ação.
  • 48. ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO METODOLOGIA E ESTRATÉGIAS DE AÇÃO (a maneira como vai se desenvolver as atividades e as atividades em si): APRENDER A SER: Transformar a realidade social, compreender e discutir os diferentes contextos e se colocar como personagem principal de uma nova história; APRENDER A APRENDER: Pensar, argumentar, buscar e selecionar Informações; APRENDER A FAZER: Desenvolver as competências e habilidades no Projeto Proposto; APRENDER A CONVIVER: Incorporar a solidariedade, responsabilidade e reciprocidade nas relações pessoais e sociais, através de ações do cotidiano.
  • 49. ESTRUTURA DIDÁTICA DE PROJETO CRONOGRAMA: Compõe o tempo que irá iniciar o Projeto e o término do mesmo. MATERIAIS: o que vou precisar? AVALIAÇÃO: Processo contínuo. PUBLICAÇÃO: Apresentar o produto final do projeto é alimentar a auto-estima e a auto-percepção real. Propicia o contato com as potencialidades e as limitações .
  • 50. OBRIGADO PELA ATENÇÃO SEMPRE É POSSÍVEL DE SE FAZER MELHOR DO QUE OS OUTROS JÁ FIZERAM CONOSCO!
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55.

Notas do Editor

  1. de aprendizagem