SlideShare uma empresa Scribd logo
Teoria organizacional na
perspectiva atual
Integrantes:
Fernanda,
Pierre,
Pedro Henrique
1. Método Cartesiano e a física
tradicional:
• Clássica e neoclássica até 1960;
• Pensamento linear e lógico;
• Divisão do trabalho e especialização;
• Tornar o mundo conhecido e reduzir as
incertezas.
A influência das ciências modernas na TO
2. Abordagem Sistêmica:
• Revolução na TO;
• Equilíbrio na dinâmica
organizacional com o ambiente.
A influência das ciências modernas na TO
3. Física Quântica, Teoria da Relatividade, do
Caos e da Complexidade:
• Energia substância fundamental do Universo;
• Equilíbrio é um caso particular e pouco
frequente,
• Assume que tudo é fluxo de transformação;
• Mudança Quântica;
• Complexidade.
A influência das ciências modernas na TO
TO na perspectiva atual
• Mudanças descontínuas;
• Ondas dominadas por atividades
econômicas diferentes.
• Web;
• Globalização dos Negócios.
A quinta onda
A quinta onda
• Mobilidade de capital, pessoas e ideias;
• Simultaneidade - em todos os lugares ao
mesmo tempo
• Desvio - múltiplas escolhas;
• Pluralismo - o centro não pode dominar.
A influência da globalização
• Organizar-se em torno da lógica do
cliente;
• Estabelecem metas elevadas;
• Pensadores criativos e com visão
abrangente;
• Encorajam o empreendedorismo;
• Sustentam o aprendizado constante;
• Colaboram com os parceiros;
A influência da globalização
• Três Cs;
• Organização como núcleo básico da
sociedade moderna;
• Administrador como agente
catalizador de resultados e agente de
mudanças.
A influência da globalização
• Conhecimento: combustível da nova era, é
gerado por pessoas e transformado em objetos
finais (optimização): casas inteligentes,
automóveis inteligentes, sistemas, etc.
• Digitalização: nova documentação toda digital, e
não mais ‘física’. Exemplo: migração do sistema
judiciário para o sistema digital.
• Virtualização: resultado direto da digitalização,
gera sistemas virtuais: empresas virtuais,
escritórios virtuais, lojas virtuais, etc.
Novos conceitos a partir da era da informação
• Molecularização: nova economia baseada em
moléculas e não mais centralizada.
• Ex: descentralização do poder de ordem dentro de
empresas.
• Integração de redes: A partir do uso da internet, não
existem mais obstáculos para comunicação, seja onde
estiverem os recipientes. Fornecedores e clientes
distantes um do outro podendo efetuar transações em
tempo real.
• Desintermediação: não há mais necessidade de
intermediadores entre produtor e consumidor, em
virtude da facilidade de comunicação dada através da
rede.
• Convergência: setor em alta: TI (computação,
comunicação, digital), e não mais setor
automobilístico.
• Inovação: tornar produtos obsoletos com
maior rapidez possível.
• Produconsumo: distinção mínima entre
consumidor e produtor.
• Imediatismo: economia baseada em
velocidade , com o uso da internet.
• Globalização: extinção de fronteiras entre
negócios.
• Discordância: conflitos e discussões sociais a
respeito da TI.
• Menos unidades de comando e cadeias
de comando mais curtas: eliminação da
hierarquia e contato direto com cliente.
• Mais participação e amplitude de
comando: pessoas recebem mais
autonomia para realizar seu trabalho
com eficiência, e sem a supervisão de
chefes.
Tendências organizacionais a partir dos
conceitos dados
• Equipes de trabalho: divisões se tornam
equipes de trabalho, que podem atuar por
longo ou curto prazo. Objetivo: flexibilidade,
agilidade, mudança e inovação.
• Infraestrutura: informações centralizadas em
uma única plataforma. Trabalha-se de
qualquer lugar.
• Objetividade: foco em resultado e não em
meio.
• Economia do conhecimento: conhecimento
passa a ser a chave para o desenvolvimento
das organizações: inovação.
• A TO está passando por uma reavaliação geral.
• Na Era da Informação, o principal ativo vital
não é mais o dinheiro, mas o conhecimento
• Todos recursos organizacionais dependem do
conhecimento
O novo mundo da TO
Conhecimento
• É a informação estruturada que tem valor
estratégico e que permite uma vantagem
competitiva para a organização;
• O conhecimento está na cabeça das pessoas;
• A organização bem-sucedida é aquela que
sabe e consegue aplicar e rentabilizar seu
conhecimento.
Gestão do conhecimento
• Um processo integrado destinado a gerar,
criar, organizar, disseminar, intensificar e
aplicar o conhecimento para melhorar o
desempenho global da organização.
• Coordena o conhecimento - ativo intangível,
invisível e não ocupa espaço físico.
• “Nossas pessoas”, “nossos clientes” e “nossa
organização”. (capital intelectual)
TO na perspectiva atual
A educação corporativa
O investimento maior é feito no
conhecimento das pessoas
Esquemas sistêmicos de educação corporativa
e universidades corporativas
Processo
permanente de
aprendizagem,
não
necessariamente
um local físico.
Oferecer
oportunidades
de
aprendizagem.
Treinar toda a
cadeia de
parceiros
Obter e
desenvolver
vantagens
competitivas
Equipes de alto desempenho
• Participação
• Responsabilidade
• Clareza
• Interação
• Flexibilidade
• Foco
• Criatividade
• Velocidade
Principais
atributos
• A organização moderna segue princípios éticos
para o desenvolvimento da reputação, imagem
e aceitação pela sociedade.
• Além da preocupação consigo mesmo,
preocupar-se com o ambiente organizacional
interno e externo.
• Sugere um comportamento sério e
transparente.
Ética e responsabilidade social
• Grau de obrigações que a organização assume
com o mundo fora de seus próprios interesses.
• Representa a obrigação da organização em
adotar políticas e assumir decisões e ações
que beneficiem sociedade.
Responsabilidade social das organizações
Envolvimento organizacional quanto à
responsabilidade social
• Toda organização produz alguma influência
(positiva ou negativa) no seu ambiente de tarefa.
• A responsabilidade social envolve
necessariamente uma reponsabilidade ecológica.
• Preocupação provocada por movimentos
ecológicos e de defesa do consumidor ou de
grupos de interesses no estudo de
relacionamento entre organização e sociedade.
Modelos de responsabilidade
Visa o lucro
Otimiza o lucro
dentro das
regras da
sociedade
Shareholder
Visa a
sobrevivência a
longo prazo
Vai além do
que as regras
requisitam
Stakeholder
Responsabilidade social x influência
• A organização é a maior potência no mundo
contemporâneo:
– Deve assumir uma responsabilidade equivalente à sua
influência;
• A responsabilidade social tem seu preço mas as
organizações podem repassar com legitimidade
esse custo aos consumidores na forma de
aumento de preços.
Níveis de sensibilidade social das
organizações
Ambiente
organizacional
Comunidade
Organização
Abordagem de
sensibilidade social
Abordagem de
responsabilidade social
Abordagem de obrigação
social e legal.
• Não se pode dizer que uma perspectiva está
mais certa que outra;
• O futuro da TO não está no cancelamento das
perspectivas anteriores, mas na sua evolução
ou revolução;
• Cada perspectiva representa soluções
oferecidas para determinadas circunstâncias.
Implicações da perspectiva
Principais implicações
1. O centro da sociedade está na organização;
2. As organizações precisam ser administradas:
 A vantagem competitiva está além dos recursos
econômicos tradicionais.
3. As organizações estão assumindo novas
feições e formatos;
• 4. Consolidação da sociedade do
conhecimento e da economia do
conhecimento:
– Somente agrega valor se for originado pelo capital
intelectual.
• 5. Redução do prazo de validade do
conhecimento:
– Necessidade de aprendizado contínuo e
ininterrupto.
• 6. Empregabilidade ou ocupabilidade
para a vida toda ao invés de lugar do
emprego para a vida toda:
–A organização deixa de ser
empregadora para ser cliente, e as
pessoas deixam de ser empregados
para se tornarem fornecedores de
conhecimento para uma ou várias
organizações.
• 7. As pessoas serão administradoras de sua
própria atividade:
• 8. No futuro, o administrador deixará de ser
avaliado pela capacidade de assegurar lucros à
organização:
– Garantir a permanência da organização no
mercado e sua sustentabilidade no longo prazo.
• 9. Profundo realinhamento e atualização de
conceitos:
– O conceito sistêmico de equilíbrio está sendo
substituído por uma circularidade entre ordem e
desordem;
• 10.Simplificar e descomplicar as organizações
para enfrentar a complexidade:
– Proporcionar liberdade para as pessoas para que
elas utilizem recursos mais importantes:
inteligência, talento e conhecimento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6  Modelos Mentais: conceito e análiseAula 6  Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Carlos Alves
 
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimentoAula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Carlos Alves
 
BetaCodex 16 - Mudança-Como-Flipar
BetaCodex 16 - Mudança-Como-FliparBetaCodex 16 - Mudança-Como-Flipar
BetaCodex 16 - Mudança-Como-Flipar
BetaCodex Brasil
 
ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?
ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?
ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Newsletter de Agosto 2010
Newsletter de Agosto 2010Newsletter de Agosto 2010
Newsletter de Agosto 2010
CLT Valuebased Services
 
Aula 2 15 maio
Aula 2 15 maioAula 2 15 maio
Aula 2 15 maio
Anabela Mesquita
 
Luck desenvolvimento
Luck desenvolvimentoLuck desenvolvimento
Luck desenvolvimento
chrisrvb2
 
Organização Contemporânea 1
Organização Contemporânea 1Organização Contemporânea 1
Organização Contemporânea 1
Future Press, E-Press, Presentations,
 
A LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL
A LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIALA LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL
A LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL
Jason Garcia
 
Capitulo 05 impactos organizacionais
Capitulo 05  impactos organizacionaisCapitulo 05  impactos organizacionais
Capitulo 05 impactos organizacionais
Luciano Morato
 
Programa de ideias, cultura de inovacao e competitividade
Programa de ideias, cultura de inovacao e competitividadePrograma de ideias, cultura de inovacao e competitividade
Programa de ideias, cultura de inovacao e competitividade
Jose Claudio Terra
 

Mais procurados (11)

Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6  Modelos Mentais: conceito e análiseAula 6  Modelos Mentais: conceito e análise
Aula 6 Modelos Mentais: conceito e análise
 
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimentoAula 2 cibercultura: informação e conhecimento
Aula 2 cibercultura: informação e conhecimento
 
BetaCodex 16 - Mudança-Como-Flipar
BetaCodex 16 - Mudança-Como-FliparBetaCodex 16 - Mudança-Como-Flipar
BetaCodex 16 - Mudança-Como-Flipar
 
ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?
ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?
ENCOAD 2017 - O Futuro da Administração: evolução ou revolução?
 
Newsletter de Agosto 2010
Newsletter de Agosto 2010Newsletter de Agosto 2010
Newsletter de Agosto 2010
 
Aula 2 15 maio
Aula 2 15 maioAula 2 15 maio
Aula 2 15 maio
 
Luck desenvolvimento
Luck desenvolvimentoLuck desenvolvimento
Luck desenvolvimento
 
Organização Contemporânea 1
Organização Contemporânea 1Organização Contemporânea 1
Organização Contemporânea 1
 
A LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL
A LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIALA LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL
A LIDERANÇA COM ÊNFASE NA SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL
 
Capitulo 05 impactos organizacionais
Capitulo 05  impactos organizacionaisCapitulo 05  impactos organizacionais
Capitulo 05 impactos organizacionais
 
Programa de ideias, cultura de inovacao e competitividade
Programa de ideias, cultura de inovacao e competitividadePrograma de ideias, cultura de inovacao e competitividade
Programa de ideias, cultura de inovacao e competitividade
 

Destaque

Attachment 0002
Attachment 0002Attachment 0002
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão OrganizacionalConceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
Gustavo Pereira
 
O que é desenvolvimento organizacional?
O que é desenvolvimento organizacional?O que é desenvolvimento organizacional?
O que é desenvolvimento organizacional?
Sérgio Guimarães
 
Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional
Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional
Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional
inovaDay .
 
Aula Teoria Organizacional
Aula Teoria OrganizacionalAula Teoria Organizacional
Aula Teoria Organizacional
Antonio Pinto Pereira
 
Teoria das Organizações
Teoria das OrganizaçõesTeoria das Organizações
Teoria das Organizações
Claudio Toldo
 
Desenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento OrganizacionalDesenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento Organizacional
JaimeTomazin
 
Do desenvolvimento organizacional
Do   desenvolvimento organizacionalDo   desenvolvimento organizacional
Do desenvolvimento organizacional
Xerife Pecas
 
Caderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das OrganizaçõesCaderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das Organizações
Cadernos PPT
 
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Desenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento OrganizacionalDesenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento Organizacional
Aldo Pereira Costa
 
Abordagem sistêmica
Abordagem sistêmicaAbordagem sistêmica
Abordagem sistêmica
Carol Nóbrega
 

Destaque (12)

Attachment 0002
Attachment 0002Attachment 0002
Attachment 0002
 
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão OrganizacionalConceitos Centrais de Gestão Organizacional
Conceitos Centrais de Gestão Organizacional
 
O que é desenvolvimento organizacional?
O que é desenvolvimento organizacional?O que é desenvolvimento organizacional?
O que é desenvolvimento organizacional?
 
Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional
Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional
Sabesp - Contribuindo com o desenvolvimento organizacional
 
Aula Teoria Organizacional
Aula Teoria OrganizacionalAula Teoria Organizacional
Aula Teoria Organizacional
 
Teoria das Organizações
Teoria das OrganizaçõesTeoria das Organizações
Teoria das Organizações
 
Desenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento OrganizacionalDesenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento Organizacional
 
Do desenvolvimento organizacional
Do   desenvolvimento organizacionalDo   desenvolvimento organizacional
Do desenvolvimento organizacional
 
Caderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das OrganizaçõesCaderno - Teoria das Organizações
Caderno - Teoria das Organizações
 
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11Aula 13   balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
Aula 13 balanço de massa - prof. nelson (area 1) - 29.04.11
 
Desenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento OrganizacionalDesenvolvimento Organizacional
Desenvolvimento Organizacional
 
Abordagem sistêmica
Abordagem sistêmicaAbordagem sistêmica
Abordagem sistêmica
 

Semelhante a TO na perspectiva atual

Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
Anabela Mesquita
 
Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
Anabela Mesquita
 
Organizações Exponenciais
Organizações ExponenciaisOrganizações Exponenciais
Organizações Exponenciais
Marcelo Oliveira
 
Contexto Organizacional
Contexto OrganizacionalContexto Organizacional
Contexto Organizacional
Anabela Mesquita
 
Organização Contemporânea 5
Organização Contemporânea 5Organização Contemporânea 5
Organização Contemporânea 5
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Gestão de pessoas iii
Gestão de pessoas iiiGestão de pessoas iii
Gestão de pessoas iii
Anderson Dias
 
Aprendizagem Organizacional.pptx
Aprendizagem Organizacional.pptxAprendizagem Organizacional.pptx
Aprendizagem Organizacional.pptx
ssuser17026c1
 
Aula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptx
Aula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptxAula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptx
Aula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptx
ssuseref6d06
 
Armadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestao
Armadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestaoArmadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestao
Armadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestao
Sustentare Escola de Negócios
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
Koffi Djima Amouzou
 
Liderança e Gestão do Capital Intelectual
Liderança e Gestão do Capital IntelectualLiderança e Gestão do Capital Intelectual
Liderança e Gestão do Capital Intelectual
Carlos Eduardo Damian Leite
 
Slide empreendedorismo
Slide empreendedorismoSlide empreendedorismo
Os Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a Universidade
Os Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a UniversidadeOs Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a Universidade
Os Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a Universidade
Alexandre Nabil
 
Novas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdf
Novas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdfNovas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdf
Novas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdf
PedroLuis216164
 
Megatrends insights 2022 - PROF YOGUI
Megatrends insights   2022 - PROF YOGUIMegatrends insights   2022 - PROF YOGUI
Megatrends insights 2022 - PROF YOGUI
PROF YOGUI, R
 
aula verde
aula verdeaula verde
aula verde
Neviows
 
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptxUFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
Nome Sobrenome
 
Clusters e Sistemas Regionais de Inovação
Clusters e Sistemas Regionais de InovaçãoClusters e Sistemas Regionais de Inovação
Clusters e Sistemas Regionais de Inovação
Givanildo Silva
 
6 gestãodoconhecimento
6 gestãodoconhecimento6 gestãodoconhecimento
6 gestãodoconhecimento
Izabela Leite
 
Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança
Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança
Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança
Fundação Abrinq
 

Semelhante a TO na perspectiva atual (20)

Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
 
Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
 
Organizações Exponenciais
Organizações ExponenciaisOrganizações Exponenciais
Organizações Exponenciais
 
Contexto Organizacional
Contexto OrganizacionalContexto Organizacional
Contexto Organizacional
 
Organização Contemporânea 5
Organização Contemporânea 5Organização Contemporânea 5
Organização Contemporânea 5
 
Gestão de pessoas iii
Gestão de pessoas iiiGestão de pessoas iii
Gestão de pessoas iii
 
Aprendizagem Organizacional.pptx
Aprendizagem Organizacional.pptxAprendizagem Organizacional.pptx
Aprendizagem Organizacional.pptx
 
Aula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptx
Aula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptxAula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptx
Aula_01_-_Gestão_da_Informação_e_do_Conhecimento.pptx
 
Armadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestao
Armadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestaoArmadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestao
Armadilhas da alta_performance_abrh_expo_gestao
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
 
Liderança e Gestão do Capital Intelectual
Liderança e Gestão do Capital IntelectualLiderança e Gestão do Capital Intelectual
Liderança e Gestão do Capital Intelectual
 
Slide empreendedorismo
Slide empreendedorismoSlide empreendedorismo
Slide empreendedorismo
 
Os Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a Universidade
Os Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a UniversidadeOs Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a Universidade
Os Ecossistemas de Empreendedorismo e Inovação e a Universidade
 
Novas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdf
Novas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdfNovas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdf
Novas Abordagens na decada de 90 - TQM.pdf
 
Megatrends insights 2022 - PROF YOGUI
Megatrends insights   2022 - PROF YOGUIMegatrends insights   2022 - PROF YOGUI
Megatrends insights 2022 - PROF YOGUI
 
aula verde
aula verdeaula verde
aula verde
 
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptxUFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
UFCD 0649 Estrutura e Comunicação Empresarial2022.pptx
 
Clusters e Sistemas Regionais de Inovação
Clusters e Sistemas Regionais de InovaçãoClusters e Sistemas Regionais de Inovação
Clusters e Sistemas Regionais de Inovação
 
6 gestãodoconhecimento
6 gestãodoconhecimento6 gestãodoconhecimento
6 gestãodoconhecimento
 
Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança
Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança
Lançamento Guias da Coleção Empresa Amiga da Criança
 

TO na perspectiva atual

  • 1. Teoria organizacional na perspectiva atual Integrantes: Fernanda, Pierre, Pedro Henrique
  • 2. 1. Método Cartesiano e a física tradicional: • Clássica e neoclássica até 1960; • Pensamento linear e lógico; • Divisão do trabalho e especialização; • Tornar o mundo conhecido e reduzir as incertezas. A influência das ciências modernas na TO
  • 3. 2. Abordagem Sistêmica: • Revolução na TO; • Equilíbrio na dinâmica organizacional com o ambiente. A influência das ciências modernas na TO
  • 4. 3. Física Quântica, Teoria da Relatividade, do Caos e da Complexidade: • Energia substância fundamental do Universo; • Equilíbrio é um caso particular e pouco frequente, • Assume que tudo é fluxo de transformação; • Mudança Quântica; • Complexidade. A influência das ciências modernas na TO
  • 6. • Mudanças descontínuas; • Ondas dominadas por atividades econômicas diferentes. • Web; • Globalização dos Negócios. A quinta onda
  • 8. • Mobilidade de capital, pessoas e ideias; • Simultaneidade - em todos os lugares ao mesmo tempo • Desvio - múltiplas escolhas; • Pluralismo - o centro não pode dominar. A influência da globalização
  • 9. • Organizar-se em torno da lógica do cliente; • Estabelecem metas elevadas; • Pensadores criativos e com visão abrangente; • Encorajam o empreendedorismo; • Sustentam o aprendizado constante; • Colaboram com os parceiros; A influência da globalização
  • 10. • Três Cs; • Organização como núcleo básico da sociedade moderna; • Administrador como agente catalizador de resultados e agente de mudanças. A influência da globalização
  • 11. • Conhecimento: combustível da nova era, é gerado por pessoas e transformado em objetos finais (optimização): casas inteligentes, automóveis inteligentes, sistemas, etc. • Digitalização: nova documentação toda digital, e não mais ‘física’. Exemplo: migração do sistema judiciário para o sistema digital. • Virtualização: resultado direto da digitalização, gera sistemas virtuais: empresas virtuais, escritórios virtuais, lojas virtuais, etc. Novos conceitos a partir da era da informação
  • 12. • Molecularização: nova economia baseada em moléculas e não mais centralizada. • Ex: descentralização do poder de ordem dentro de empresas. • Integração de redes: A partir do uso da internet, não existem mais obstáculos para comunicação, seja onde estiverem os recipientes. Fornecedores e clientes distantes um do outro podendo efetuar transações em tempo real. • Desintermediação: não há mais necessidade de intermediadores entre produtor e consumidor, em virtude da facilidade de comunicação dada através da rede. • Convergência: setor em alta: TI (computação, comunicação, digital), e não mais setor automobilístico.
  • 13. • Inovação: tornar produtos obsoletos com maior rapidez possível. • Produconsumo: distinção mínima entre consumidor e produtor. • Imediatismo: economia baseada em velocidade , com o uso da internet. • Globalização: extinção de fronteiras entre negócios. • Discordância: conflitos e discussões sociais a respeito da TI.
  • 14. • Menos unidades de comando e cadeias de comando mais curtas: eliminação da hierarquia e contato direto com cliente. • Mais participação e amplitude de comando: pessoas recebem mais autonomia para realizar seu trabalho com eficiência, e sem a supervisão de chefes. Tendências organizacionais a partir dos conceitos dados
  • 15. • Equipes de trabalho: divisões se tornam equipes de trabalho, que podem atuar por longo ou curto prazo. Objetivo: flexibilidade, agilidade, mudança e inovação. • Infraestrutura: informações centralizadas em uma única plataforma. Trabalha-se de qualquer lugar. • Objetividade: foco em resultado e não em meio. • Economia do conhecimento: conhecimento passa a ser a chave para o desenvolvimento das organizações: inovação.
  • 16. • A TO está passando por uma reavaliação geral. • Na Era da Informação, o principal ativo vital não é mais o dinheiro, mas o conhecimento • Todos recursos organizacionais dependem do conhecimento O novo mundo da TO
  • 17. Conhecimento • É a informação estruturada que tem valor estratégico e que permite uma vantagem competitiva para a organização; • O conhecimento está na cabeça das pessoas; • A organização bem-sucedida é aquela que sabe e consegue aplicar e rentabilizar seu conhecimento.
  • 18. Gestão do conhecimento • Um processo integrado destinado a gerar, criar, organizar, disseminar, intensificar e aplicar o conhecimento para melhorar o desempenho global da organização. • Coordena o conhecimento - ativo intangível, invisível e não ocupa espaço físico. • “Nossas pessoas”, “nossos clientes” e “nossa organização”. (capital intelectual)
  • 20. A educação corporativa O investimento maior é feito no conhecimento das pessoas Esquemas sistêmicos de educação corporativa e universidades corporativas Processo permanente de aprendizagem, não necessariamente um local físico. Oferecer oportunidades de aprendizagem. Treinar toda a cadeia de parceiros Obter e desenvolver vantagens competitivas
  • 21. Equipes de alto desempenho • Participação • Responsabilidade • Clareza • Interação • Flexibilidade • Foco • Criatividade • Velocidade Principais atributos
  • 22. • A organização moderna segue princípios éticos para o desenvolvimento da reputação, imagem e aceitação pela sociedade. • Além da preocupação consigo mesmo, preocupar-se com o ambiente organizacional interno e externo. • Sugere um comportamento sério e transparente. Ética e responsabilidade social
  • 23. • Grau de obrigações que a organização assume com o mundo fora de seus próprios interesses. • Representa a obrigação da organização em adotar políticas e assumir decisões e ações que beneficiem sociedade. Responsabilidade social das organizações
  • 24. Envolvimento organizacional quanto à responsabilidade social • Toda organização produz alguma influência (positiva ou negativa) no seu ambiente de tarefa. • A responsabilidade social envolve necessariamente uma reponsabilidade ecológica. • Preocupação provocada por movimentos ecológicos e de defesa do consumidor ou de grupos de interesses no estudo de relacionamento entre organização e sociedade.
  • 25. Modelos de responsabilidade Visa o lucro Otimiza o lucro dentro das regras da sociedade Shareholder Visa a sobrevivência a longo prazo Vai além do que as regras requisitam Stakeholder
  • 26. Responsabilidade social x influência • A organização é a maior potência no mundo contemporâneo: – Deve assumir uma responsabilidade equivalente à sua influência; • A responsabilidade social tem seu preço mas as organizações podem repassar com legitimidade esse custo aos consumidores na forma de aumento de preços.
  • 27. Níveis de sensibilidade social das organizações Ambiente organizacional Comunidade Organização Abordagem de sensibilidade social Abordagem de responsabilidade social Abordagem de obrigação social e legal.
  • 28. • Não se pode dizer que uma perspectiva está mais certa que outra; • O futuro da TO não está no cancelamento das perspectivas anteriores, mas na sua evolução ou revolução; • Cada perspectiva representa soluções oferecidas para determinadas circunstâncias. Implicações da perspectiva
  • 29. Principais implicações 1. O centro da sociedade está na organização; 2. As organizações precisam ser administradas:  A vantagem competitiva está além dos recursos econômicos tradicionais. 3. As organizações estão assumindo novas feições e formatos;
  • 30. • 4. Consolidação da sociedade do conhecimento e da economia do conhecimento: – Somente agrega valor se for originado pelo capital intelectual. • 5. Redução do prazo de validade do conhecimento: – Necessidade de aprendizado contínuo e ininterrupto.
  • 31. • 6. Empregabilidade ou ocupabilidade para a vida toda ao invés de lugar do emprego para a vida toda: –A organização deixa de ser empregadora para ser cliente, e as pessoas deixam de ser empregados para se tornarem fornecedores de conhecimento para uma ou várias organizações.
  • 32. • 7. As pessoas serão administradoras de sua própria atividade: • 8. No futuro, o administrador deixará de ser avaliado pela capacidade de assegurar lucros à organização: – Garantir a permanência da organização no mercado e sua sustentabilidade no longo prazo.
  • 33. • 9. Profundo realinhamento e atualização de conceitos: – O conceito sistêmico de equilíbrio está sendo substituído por uma circularidade entre ordem e desordem; • 10.Simplificar e descomplicar as organizações para enfrentar a complexidade: – Proporcionar liberdade para as pessoas para que elas utilizem recursos mais importantes: inteligência, talento e conhecimento.