SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor Luciano Morato
Capítulo 05– IMPACTOS
ORGANIZACIONAIS
Objetivos do Capítulo
• Após o estudo desta unidade você será capaz de:
• Descrever a forma como as organizações vêm
sendo transformadas pelo uso da tecnologia de
informação;
• Compreender o que é a virtualização das
organizações;
• Reconhecer as transformações que a tecnologia
de informação ocasiona no trabalho
Seção 1 Reengenharia, Readministração ou
Organização & Métodos
Há quase duas
décadas foi editado
um livro intitulado
“Reengenharia”,
trazendo novas
perspectivas para as
organizações em
termos de
desempenho.
Seção 1 Reengenharia, Readministração ou
Organização & Métodos
• Reengenharia (Readministração) esquecia que
havia pessoas dentro das organizações, e que
estas não podiam simplesmente ser descartadas
de um momento para outro, e ainda
questionamentos quanto aos resultados, que
eram negativos na maioria das organizações em
que se tentava implantar a nova moda.
• A proposta era a utilização da convencional
abordagem de Organização & Métodos, mas
levando seriamente em consideração a utilização
da tecnologia de informação.
Seção 1 Reengenharia, Readministração
ou Organização & Métodos
• Exemplo Bancos – Gráfico Fetrafi – junho de 2009 a maio de 2011
Em 10 anos
40% menos
colaboradores
Seção 1 Reengenharia, Readministração
ou Organização & Métodos
• As modificações de gestão nas empresas
levaram as pessoas do topo a tomar mais
decisões, ao mesmo tempo que a gerência
intermediária foi reduzida em tamanho, pois
há menos degraus hierárquicos nas
organizações. Simultaneamente,
colaboradores que antes se limitavam a
obedecer, passam a ser solicitados a externar
opiniões e dar sugestões de mudanças.
Seção 1 Reengenharia, Readministração
ou Organização & Métodos
• As modificações de gestão nas empresas
levaram as pessoas do topo a tomar mais
decisões, ao mesmo tempo que a gerência
intermediária foi reduzida em tamanho, pois
há menos degraus hierárquicos nas
organizações. Simultaneamente,
colaboradores que antes se limitavam a
obedecer, passam a ser solicitados a externar
opiniões e dar sugestões de mudanças.
Seção 1 Reengenharia, Readministração
ou Organização & Métodos
• Atualmente um correntista pode solicitar um
empréstimo pessoal diretamente ao sistema de
informações do banco em que tem conta, ou ao
colaboradores do atendimento, que não precisa
recorrer aos seus superiores
• Todas essas transformações remetem a uma nova
forma de organização, altamente alavancada pela
tecnologia da informação. Trata-se da
organização virtual, que muito difere das
estruturas tradicionais, especialmente na sua
forma de operar.
Seção 2 Organizações Virtuais
• Uma organização pode receber uma série de
configurações, com a finalidade de tornar-se bem
sucedida na produção e comercialização de
determinados produtos, ou na prestação de
alguns serviços
Seção 2 Organizações Virtuais
Seção 2 Organizações Virtuais
Seção 2 Organizações Virtuais
• Da mesma forma que jamais se pôde observar
uma organização burocrática pura, na mais perfeita
concepção weberiana, não é possível observar uma
organização totalmente virtual, em sua forma mais
pura.
• Aliás, a corporação virtual é muito mais
compreensível como um aglomerado continuamente
variável de atividade que se desenvolvem em meio a
um conjunto de relacionamentos.
• Algumas empresas como a Nike e a Bennetton
desenvolvem uma marca e vários modelos de
produtos, que por sua vez são fabricados por diversas
empresas terceirizadas, e distribuídos por inúmeras
outras.
Seção 2 Teletrabalho
Teletrabalho pode ser entendido como o
trabalho realizado a distância, em função da
utilização de computadores e
telecomunicações, alterando os
deslocamentos tradicionalmente aceitos
Seção 2 Teletrabalho
Primórdios
trabalho em
domicílio
Revolução
Industrial
Deslocamento do
trabalhador para a
empresa
Hoje em dia
Volta ao trabalho
em domicílio
Seção 2 Teletrabalho
LEI Nº 12.551, 15 DE DEZEMBRO DE 2011 Publicada no
DOU de 16/12/2011 - Atual
• Altera o art. 6º da Consolidação das Leis do Trabalho
(CLT), aprovada peloDecreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de
1943, para equiparar os efeitos jurídicos da subordinação exercida
por meios telemáticos e informatizados à exercida por meios
pessoais e diretos.
• “Art. 6º Não se distingue entre o trabalho realizado no
estabelecimento do empregador, o executado no domicílio do
empregado e o realizado a distância, desde que estejam
caracterizados os pressupostos da relação de emprego.
• Parágrafo único. Os meios telemáticos e informatizados de
comando, controle e supervisão se equiparam, para fins de
subordinação jurídica, aos meios pessoais e diretos de
comando, controle e supervisão do trabalho alheio.” (NR)
Capitulo 05  impactos organizacionais
Capitulo 05  impactos organizacionais
Capitulo 05  impactos organizacionais
Capitulo 05  impactos organizacionais

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Capitulo 05 impactos organizacionais

Por que as empresas querem mudar sem mudar
Por que as empresas querem mudar sem mudarPor que as empresas querem mudar sem mudar
Por que as empresas querem mudar sem mudar
augustodefranco .
 
Webcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de TrabalhoWebcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany GetSocial
 
As 10 grandes mudanças no mercado de trabalho
As 10 grandes mudanças no mercado de trabalhoAs 10 grandes mudanças no mercado de trabalho
As 10 grandes mudanças no mercado de trabalho
B&R Consultoria Empresarial
 
8 Iniciativas
8 Iniciativas8 Iniciativas
8 Iniciativas
augustodefranco .
 
Usabilidade e Estratégia
Usabilidade  e EstratégiaUsabilidade  e Estratégia
Usabilidade e Estratégia
Luiz Agner
 
SOA
SOASOA
Notícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividade
Notícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividadeNotícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividade
Notícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividade
Giorgio Dal Molin
 
Componentes vs Servicos
Componentes vs ServicosComponentes vs Servicos
Componentes vs Servicos
Marcelo Sávio
 
MÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELL
MÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELLMÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELL
MÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELL
bigdigo
 
REDESENHO DE PROCESSOS .pptx
REDESENHO DE PROCESSOS .pptxREDESENHO DE PROCESSOS .pptx
REDESENHO DE PROCESSOS .pptx
AmarildoJosMorett
 
ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...
ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...
ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...
Roberto Soares
 
Apresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodosApresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodos
Aldemy
 
Aula 2 15 maio
Aula 2 15 maioAula 2 15 maio
Aula 2 15 maio
Anabela Mesquita
 
CNO - Chief Networking Officer
CNO - Chief Networking OfficerCNO - Chief Networking Officer
CNO - Chief Networking Officer
Octavio Pitaluga
 
Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
Anabela Mesquita
 
Portais corporativos - Eduardo Mendes
Portais corporativos - Eduardo MendesPortais corporativos - Eduardo Mendes
Portais corporativos - Eduardo Mendes
eduardo-lmendes
 
Organizações virtuais
Organizações virtuaisOrganizações virtuais
Organizações virtuais
Vitinho Gusmão
 
Organizações virtuais
Organizações virtuaisOrganizações virtuais
Organizações virtuais
Vitinho Gusmão
 
Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
Anabela Mesquita
 
Portais corporativos
Portais corporativosPortais corporativos
Portais corporativos
eduardo-lmendes
 

Semelhante a Capitulo 05 impactos organizacionais (20)

Por que as empresas querem mudar sem mudar
Por que as empresas querem mudar sem mudarPor que as empresas querem mudar sem mudar
Por que as empresas querem mudar sem mudar
 
Webcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de TrabalhoWebcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
Webcompany [LABS]: Ambiente de Trabalho
 
As 10 grandes mudanças no mercado de trabalho
As 10 grandes mudanças no mercado de trabalhoAs 10 grandes mudanças no mercado de trabalho
As 10 grandes mudanças no mercado de trabalho
 
8 Iniciativas
8 Iniciativas8 Iniciativas
8 Iniciativas
 
Usabilidade e Estratégia
Usabilidade  e EstratégiaUsabilidade  e Estratégia
Usabilidade e Estratégia
 
SOA
SOASOA
SOA
 
Notícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividade
Notícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividadeNotícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividade
Notícias em intranets: alinhe objetivos e aumente a produtividade
 
Componentes vs Servicos
Componentes vs ServicosComponentes vs Servicos
Componentes vs Servicos
 
MÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELL
MÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELLMÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELL
MÍDIAS SOCIAIS NA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO DA DELL
 
REDESENHO DE PROCESSOS .pptx
REDESENHO DE PROCESSOS .pptxREDESENHO DE PROCESSOS .pptx
REDESENHO DE PROCESSOS .pptx
 
ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...
ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...
ANÁLISE SOBRE OS BENEFÍCIOS E DESVANTAGENS DA ADOÇÃO DO MODELO DE TELETRABALH...
 
Apresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodosApresentação oranização, sistemas e métodos
Apresentação oranização, sistemas e métodos
 
Aula 2 15 maio
Aula 2 15 maioAula 2 15 maio
Aula 2 15 maio
 
CNO - Chief Networking Officer
CNO - Chief Networking OfficerCNO - Chief Networking Officer
CNO - Chief Networking Officer
 
Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
 
Portais corporativos - Eduardo Mendes
Portais corporativos - Eduardo MendesPortais corporativos - Eduardo Mendes
Portais corporativos - Eduardo Mendes
 
Organizações virtuais
Organizações virtuaisOrganizações virtuais
Organizações virtuais
 
Organizações virtuais
Organizações virtuaisOrganizações virtuais
Organizações virtuais
 
Aula 2 14fev
Aula 2 14fevAula 2 14fev
Aula 2 14fev
 
Portais corporativos
Portais corporativosPortais corporativos
Portais corporativos
 

Capitulo 05 impactos organizacionais

  • 1. Professor Luciano Morato Capítulo 05– IMPACTOS ORGANIZACIONAIS
  • 2. Objetivos do Capítulo • Após o estudo desta unidade você será capaz de: • Descrever a forma como as organizações vêm sendo transformadas pelo uso da tecnologia de informação; • Compreender o que é a virtualização das organizações; • Reconhecer as transformações que a tecnologia de informação ocasiona no trabalho
  • 3. Seção 1 Reengenharia, Readministração ou Organização & Métodos Há quase duas décadas foi editado um livro intitulado “Reengenharia”, trazendo novas perspectivas para as organizações em termos de desempenho.
  • 4. Seção 1 Reengenharia, Readministração ou Organização & Métodos • Reengenharia (Readministração) esquecia que havia pessoas dentro das organizações, e que estas não podiam simplesmente ser descartadas de um momento para outro, e ainda questionamentos quanto aos resultados, que eram negativos na maioria das organizações em que se tentava implantar a nova moda. • A proposta era a utilização da convencional abordagem de Organização & Métodos, mas levando seriamente em consideração a utilização da tecnologia de informação.
  • 5. Seção 1 Reengenharia, Readministração ou Organização & Métodos • Exemplo Bancos – Gráfico Fetrafi – junho de 2009 a maio de 2011 Em 10 anos 40% menos colaboradores
  • 6. Seção 1 Reengenharia, Readministração ou Organização & Métodos • As modificações de gestão nas empresas levaram as pessoas do topo a tomar mais decisões, ao mesmo tempo que a gerência intermediária foi reduzida em tamanho, pois há menos degraus hierárquicos nas organizações. Simultaneamente, colaboradores que antes se limitavam a obedecer, passam a ser solicitados a externar opiniões e dar sugestões de mudanças.
  • 7. Seção 1 Reengenharia, Readministração ou Organização & Métodos • As modificações de gestão nas empresas levaram as pessoas do topo a tomar mais decisões, ao mesmo tempo que a gerência intermediária foi reduzida em tamanho, pois há menos degraus hierárquicos nas organizações. Simultaneamente, colaboradores que antes se limitavam a obedecer, passam a ser solicitados a externar opiniões e dar sugestões de mudanças.
  • 8. Seção 1 Reengenharia, Readministração ou Organização & Métodos • Atualmente um correntista pode solicitar um empréstimo pessoal diretamente ao sistema de informações do banco em que tem conta, ou ao colaboradores do atendimento, que não precisa recorrer aos seus superiores • Todas essas transformações remetem a uma nova forma de organização, altamente alavancada pela tecnologia da informação. Trata-se da organização virtual, que muito difere das estruturas tradicionais, especialmente na sua forma de operar.
  • 9. Seção 2 Organizações Virtuais • Uma organização pode receber uma série de configurações, com a finalidade de tornar-se bem sucedida na produção e comercialização de determinados produtos, ou na prestação de alguns serviços
  • 12. Seção 2 Organizações Virtuais • Da mesma forma que jamais se pôde observar uma organização burocrática pura, na mais perfeita concepção weberiana, não é possível observar uma organização totalmente virtual, em sua forma mais pura. • Aliás, a corporação virtual é muito mais compreensível como um aglomerado continuamente variável de atividade que se desenvolvem em meio a um conjunto de relacionamentos. • Algumas empresas como a Nike e a Bennetton desenvolvem uma marca e vários modelos de produtos, que por sua vez são fabricados por diversas empresas terceirizadas, e distribuídos por inúmeras outras.
  • 13. Seção 2 Teletrabalho Teletrabalho pode ser entendido como o trabalho realizado a distância, em função da utilização de computadores e telecomunicações, alterando os deslocamentos tradicionalmente aceitos
  • 14. Seção 2 Teletrabalho Primórdios trabalho em domicílio Revolução Industrial Deslocamento do trabalhador para a empresa Hoje em dia Volta ao trabalho em domicílio
  • 16.
  • 17. LEI Nº 12.551, 15 DE DEZEMBRO DE 2011 Publicada no DOU de 16/12/2011 - Atual • Altera o art. 6º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada peloDecreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, para equiparar os efeitos jurídicos da subordinação exercida por meios telemáticos e informatizados à exercida por meios pessoais e diretos. • “Art. 6º Não se distingue entre o trabalho realizado no estabelecimento do empregador, o executado no domicílio do empregado e o realizado a distância, desde que estejam caracterizados os pressupostos da relação de emprego. • Parágrafo único. Os meios telemáticos e informatizados de comando, controle e supervisão se equiparam, para fins de subordinação jurídica, aos meios pessoais e diretos de comando, controle e supervisão do trabalho alheio.” (NR)