SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
terceira aplicação do ENEM-2014
Questões de Identidades brasileiras
Manoel Neves
A	
  literatura	
  de	
  cordel	
  é	
  ainda	
  considerada,	
  por	
  muitos,	
  uma	
  literatura	
  menor.	
  A	
  
alma	
   do	
   homem	
   não	
   é	
   mensurável	
   e	
   —	
   desde	
   que	
   o	
   cordel	
   possa	
   exprimir	
   a	
  
história,	
   a	
   ideologia	
   e	
   os	
   sen=mentos	
   de	
   qualquer	
   homem	
   —	
   vai	
   ser	
   sempre	
   o	
  
gênero	
  literário	
  preferido	
  de	
  quem	
  procura	
  apreender	
  o	
  espírito	
  nordes=no.	
  Os	
  
costumes,	
  a	
  língua,	
  os	
  sonhos,	
  os	
  medos	
  e	
  as	
  alegrias	
  do	
  povo	
  estão	
  no	
  cordel.	
  Na	
  
nossa	
   época,	
   apesar	
   dos	
   jornais	
   e	
   da	
   TV	
   —	
   que	
   poderiam	
   ter	
   feito	
   diminuir	
   o	
  
interesse	
   neste	
   =po	
   de	
   literatura	
   —	
   e	
   da	
   falta	
   de	
   apoio	
   econômico,	
   o	
   cordel	
  
con=nua	
  vivo	
  no	
  interior	
  e	
  em	
  cenáculos	
  acadêmicos.	
  
A	
   literatura	
   de	
   cordel,	
   as	
   xilogravuras	
   e	
   o	
   repente	
   não	
   foram	
   apenas	
   um	
  
diver=mento	
   do	
   povo.	
   Cordéis	
   e	
   cantorias	
   foram	
   o	
   professor	
   que	
   ensinava	
   as	
  
primeiras	
  letras	
  e	
  o	
  médico	
  que	
  falava	
  para	
  inculcar	
  comportamentos	
  sanitários.	
  O	
  
cordel	
  e	
  o	
  repente	
  fazem,	
  muitas	
  vezes,	
  de	
  um	
  candidato	
  o	
  ganhador	
  da	
  banca	
  de	
  
deputado.	
  E	
  assim,	
  lendo	
  e	
  ouvindo,	
  foi-­‐se	
  formando	
  a	
  memória	
  cole=va	
  desse	
  
povo	
  alegre	
  e	
  trabalhador,	
  que,	
  embora	
  calmo,	
  enfrenta	
  o	
  mar	
  e	
  o	
  sertão	
  com	
  a	
  
mesma	
  valen=a.	
  
BRICKMANN,	
  L.	
  B.	
  E	
  de	
  repente	
  foi	
  o	
  cordel.	
  Disponível	
  em:	
  hTp://pt.scribd.com.	
  Acesso	
  em:	
  29	
  fev.	
  2012.	
  Fragmento.	
  
QUESTÃO 01
terceira aplicação do ENEM-2014
O	
  gênero	
  textual	
  cordel,	
  também	
  conhecido	
  como	
  folheto,	
  tem	
  origem	
  em	
  relatos	
  
orais	
  e	
  cons=tui	
  uma	
  forma	
  literária	
  popular	
  no	
  Brasil.	
  A	
  leitura	
  do	
  texto	
  sobre	
  a	
  
literatura	
  de	
  cordel	
  permite	
  
a)	
  descrever	
  esse	
  gênero	
  textual	
  exclusivamente	
  como	
  instrumento	
  polí=co.	
  
b)	
  valorizar	
  o	
  povo	
  nordes=no,	
  que	
  tem	
  no	
  cordel	
  sua	
  única	
  forma	
  de	
  expressão.	
  
c)	
  ressaltar	
  sua	
  importância	
  e	
  preservar	
  a	
  memória	
  cultural	
  de	
  nosso	
  povo.	
  
d)	
  avaliar	
  o	
  baixo	
  custo	
  econômico	
  dos	
  folhetos	
  expostos	
  em	
  barbantes.	
  
e)	
  informar	
  aos	
  leitores	
  o	
  baixo	
  valor	
  literário	
  desse	
  =po	
  de	
  produção.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
O	
   texto	
   em	
   análise	
   ar=cula-­‐se	
   por	
   intermédio	
   de	
   sequências	
   exposi=vas	
   [Os	
  
costumes,	
  a	
  língua,	
  os	
  sonhos,	
  os	
  medos	
  e	
  as	
  alegrias	
  do	
  povo	
  estão	
  no	
  cordel]	
  e	
  
argumenta=vas	
   [O	
   cordel	
   e	
   o	
   repente	
   fazem,	
   muitas	
   vezes,	
   de	
   um	
   candidato	
   o	
  
ganhador	
  da	
  banca	
  de	
  deputado]	
  e	
  defende	
  a	
  tese	
  segundo	
  a	
  qual	
  o	
  cordel	
  é	
  um	
  
gênero	
  que	
  permite	
  a	
  preservação	
  da	
  memória	
  cultural	
  do	
  povo	
  nerdes=no.	
  Por	
  
isso,	
  deve-­‐se	
  assinalar	
  a	
  alterna=va	
  “c”.	
  
conteúdos abordados na questão
patrimônio	
  cultural	
  
Essa	
  forma	
  de	
  dança	
  social	
  (folclórica)	
  desenvolveu-­‐se	
  como	
  parte	
  dos	
  costumes	
  e	
  
tradições	
   de	
   um	
   povo	
   que	
   expressa	
   sua	
   manifestação	
   cultural.	
   Transmi=da	
   de	
  
geração	
   a	
   geração,	
   é	
   uma	
   das	
   formas	
   de	
   dança	
   mais	
   an=gas,	
   datando	
   desde	
   a	
  
época	
   das	
   culturas	
   tribais	
   evoluídas	
   que	
   estabeleceram	
   ligação	
   com	
   as	
   grandes	
  
civilizações	
  da	
  história	
  da	
  humanidade.	
  A	
  principal	
  caracterís=ca	
  dessa	
  dança	
  é	
  a	
  
integração,	
  socialização,	
  prazer,	
  diver=mento,	
  respeito	
  aos	
  costumes	
  e	
  tradições.	
  	
  
HASS,	
  A.	
  N.;	
  GARCIA,	
  A.	
  Ritmo	
  e	
  dança.	
  Canoas:	
  Ulbra,	
  2003.	
  Fragmento.	
  
QUESTÃO 02
terceira aplicação do ENEM-2014
As	
   danças	
   folclóricas,	
   sendo	
   uma	
   expressão	
   das	
   diferentes	
   manifestações	
   da	
  
dança	
  
a)	
   dis=nguem-­‐se	
   das	
   demais	
   pelo	
   refinamento	
   técnico	
   dos	
   seus	
   gestos	
   e	
  
movimentos	
  e	
  pela	
  complexidade	
  dos	
  seus	
  elementos	
  coreográficos.	
  
b)	
  compreendem	
  expressões	
  culturais	
  brasileiras	
  diversificadas	
  como	
  o	
  maracatu,	
  
o	
  funk,	
  a	
  ca=ra,	
  o	
  boi-­‐bumbá,	
  o	
  hip	
  hop	
  e	
  o	
  baião.	
  
c)	
  são	
  contextuais,	
  pois	
  seus	
  gestos	
  e	
  coreografias	
  fazem	
  referência	
  a	
  situações	
  da	
  
vida	
  co=diana	
  e/ou	
  expressam	
  visões	
  de	
  mundo	
  de	
  uma	
  comunidade.	
  
d)	
   possuem	
   qualidades	
   rítmicas	
   e	
   expressivas	
   secundárias	
   em	
   relação	
   aos	
  
significados	
  sociais,	
  culturais	
  e	
  representacionais.	
  
e)	
  reforçam	
  tendências	
  de	
  massificação	
  social	
  e	
  de	
  dispersão	
  de	
  sen=dos	
  da	
  vida	
  
comunitária,	
  favorecendo	
  a	
  universalização	
  de	
  valores	
  culturais.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
A	
  questão	
  em	
  análise	
  requer	
  do	
  aluno	
  a	
  capacidade	
  de	
  iden=ficar	
  a	
  alterna=va	
  que	
  
apresenta	
  a	
  melhor	
  paráfrase	
  do	
  texto.	
  	
  
Na	
  letra	
  “c”,	
  está	
  a	
  melhor	
  retextualização	
  do	
  fragmento	
  transcrito	
  no	
  pór=co	
  da	
  
questão.	
  Tal	
  afirmação	
  pode	
  ser	
  constatada	
  na	
  comparação	
  entre	
  este	
  fragmento	
  
do	
  texto	
  base:	
  A	
  principal	
  caracterís;ca	
  dessa	
  dança	
  é	
  a	
  integração,	
  socialização,	
  
prazer,	
  diver;mento,	
  respeito	
  aos	
  costumes	
  e	
  tradições	
  e	
  o	
  fato	
  de	
  a	
  alterna=va	
  
indicada	
   anteriormente	
   afirmar	
   que	
   as	
   danças	
   folclóricas	
   expressam	
   visões	
   de	
  
mundo	
  da	
  comunidade.	
  
conteúdos abordados na questão
patrimônio	
  cultural	
  
As	
   origens	
   da	
   capoeira	
   remontam	
   ao	
   Brasil	
   escravocrata	
   e	
   ao	
   tráfico	
   negreiro	
  
africano.	
  O	
  confronto	
  dessas	
  ações	
  e	
  contextos	
  tornou	
  possível	
  o	
  florescimento	
  
dessa	
   prá=ca	
   corporal.	
   O	
   negro	
   na	
   condição	
   de	
   escravo	
   nunca	
   se	
   submeteu	
  
totalmente	
   à	
   violência	
   do	
   branco,	
   quer	
   seja	
   psica	
   ou	
   simbólica,	
   criando	
   suas	
  
próprias	
   estratégias	
   de	
   resistência.	
   Evidentemente,	
   a	
   capoeira	
   enfrentou	
   uma	
  
série	
   de	
   preconceitos	
   e	
   rejeições	
   até	
   o	
   seu	
   recente	
   reconhecimento	
   como	
  
patrimônio	
   histórico	
   nacional	
   pelo	
   Ins=tuto	
   do	
   Patrimônio	
   Histórico	
   e	
   Arqs=co	
  
Nacional.	
  
PELEGRINI.	
  T.	
  A	
  contribuição	
  da	
  capoeira	
  para	
  a	
  formação	
  do	
  professor	
  de	
  Educação	
  Física:	
  fundamentos	
  teóricos	
  e	
  
possibilidades	
  de	
  intervenção.	
  Disponível	
  em:	
  hTp://www.efdeportes.com.	
  Acesso	
  em:	
  2	
  mar.	
  2012.	
  Fragmento.	
  
QUESTÃO 03
terceira aplicação do ENEM-2014
Até	
  o	
  seu	
  recente	
  reconhecimento	
  como	
  patrimônio	
  cultural	
  nacional,	
  a	
  trajetória	
  
social	
  da	
  Capoeira,	
  como	
  expressão	
  de	
  resistência	
  da	
  população	
  negra	
  no	
  Brasil,	
  
foi	
  marcada	
  
a)	
  pelo	
  massivo	
  apoio	
  e	
  incen=vo	
  do	
  Estado	
  e	
  de	
  suas	
  ins=tuições	
  oficiais,	
  através	
  
de	
  diversas	
  	
  públicas	
  direcionadas	
  para	
  a	
  diminuição	
  das	
  desigualdades	
  sociais.	
  
b)	
  pela	
  predominância	
  do	
  espontaneísmo	
  e	
  do	
  improviso	
  sobre	
  os	
  elementos	
  de	
  
ataque	
  e	
  defesa,	
  reduzindo	
  o	
  seu	
  impacto	
  como	
  luta	
  de	
  resistência	
  da	
  população	
  
negra.	
  
c)	
  pela	
  presença	
  de	
  ins=tuições	
  e	
  organizações	
  oficiais	
  encarregadas	
  de	
  ensinar	
  
sua	
  prá=ca	
  e	
  que	
  foram	
  importantes	
  para	
  o	
  reconhecimento	
  social	
  da	
  população	
  
negra	
  no	
  Brasil.	
  
d)	
   pela	
   compreensão	
   de	
   sua	
   prá=ca	
   associada	
   à	
   vadiagem	
   e	
   à	
   desordem,	
   que	
  
contribuíram	
   para	
   sua	
   marginalização,	
   especialmente,	
   até	
   a	
   terceira	
   década	
   do	
  
século	
  XX.	
  	
  
e)	
  pela	
  existência	
  de	
  uma	
  estrutura	
  norma=va	
  que	
  possibilitou	
  o	
  estabelecimento	
  
de	
   regras	
   e	
   códigos	
   próprios,	
   ampliando	
   seus	
   significados	
   libertários	
   e	
  	
  
contestatórios.	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
O	
  texto	
  em	
  análise	
  afirma	
  que	
  a	
  capoeira	
  enfrentou	
  uma	
  série	
  de	
  preconceitos	
  e	
  
rejeições	
   até	
   o	
   seu	
   recente	
   reconhecimento	
   como	
   patrimônio	
   histórico	
   nacional	
  
pelo	
  Ins;tuto	
  do	
  Patrimônio	
  Histórico	
  e	
  ArFs;co	
  Nacional.	
  
O	
  enunciado	
  presente	
  da	
  alterna=va	
  “d”	
  apresenta	
  uma	
  reformulação	
  parafrásica	
  
do	
   fragmento	
   transcrito	
   acima,	
   na	
   medida	
   em	
   que	
   afirma	
   que	
   a	
   prá=ca	
   da	
  
manifestação	
   cultura	
   afrodescente	
   referida	
   no	
   texto	
   base	
   sempre	
   esteve	
  
associada	
  à	
  vadiagem	
  e	
  à	
  desordem,	
  que	
  contribuíram	
  para	
  sua	
  marginalização,	
  
especialmente,	
  até	
  a	
  terceira	
  década	
  do	
  século	
  XX.	
  
conteúdos abordados na questão
desdobramento	
  das	
  culturas	
  europeias	
  e	
  africanas	
  no	
  Brasil	
  
Floresta	
  tropical,	
  Rio	
  de	
  Janeiro,	
  Brasil.	
  Em	
  meio	
  às	
  árvores,	
  os	
  pássaros	
  gorjeiam,	
  
oh!,	
  alegremente.	
  De	
  repente,	
  uma	
  batucada	
  daquelas	
  bem	
  brasileira.	
  Aí,	
  tucanos,	
  
garças,	
  canários	
  e	
  araras	
  e	
  outras	
  aves	
  enlouqueceram	
  numa	
  ︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎coreografia	
  =po	
  “a	
  coreografia	
  =po	
  “a	
  
cada	
   do	
   Brasil”.	
   A	
   imagem	
   é	
   cortesia	
   de	
   Rio,	
   animação	
   de	
   Carlos	
   Saldanha.	
   Ao	
  
fundo,	
  Real	
  in	
  Rio	
  —	
  na	
  versão	
  brazuca,	
  Favo	
  de	
  Mel	
  —,	
  música	
  de	
  Sérgio	
  Mendes	
  
e	
  Carlinhos	
  Brown,	
  letra	
  da	
  americana	
  Siedah	
  GarreT,	
  e	
  esperança	
  brasileira	
  na	
  
cerimônia	
   de	
   entrega	
   do	
   Oscar	
   2012.	
   Com	
   trechos	
   como	
   “nós	
   somos	
   os	
  
melhores	
  no	
  ritmo/	
  é	
  por	
  isso	
  que	
  amamos	
  o	
  Carnaval/	
  a	
  mágica	
  pode	
  acontecer	
  
de	
  verdade	
  no	
  Rio/	
  tudo	
  é	
  selvagem	
  e	
  livre/	
  não	
  se	
  sinta	
  sozinho	
  porque	
  aqui	
  é	
  a	
  
nossa	
   casa”,	
   Brown,	
   Mendes	
   e	
   GarreT	
   vendem	
   o	
   eterno	
   clichê	
   de	
   samba-­‐suor-­‐
futebol	
  desta	
  terra	
  tropical.	
  
CHARLSON,	
  F.;	
  LOBÃO,	
  G.	
  Um	
  sonho	
  bem	
  brasileiro.	
  Jornal	
  de	
  Brasília,	
  ︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎26	
  fev.	
  2012.	
  Adaptado.	
  
QUESTÃO 04
terceira aplicação do ENEM-2014
A	
  música	
  Real	
  in	
  Rio,	
  de	
  Brown,	
  Mendes	
  e	
  GarreT,	
  que	
  integra	
  a	
  animação	
  Rio,	
  foi	
  
composta	
  para	
  
a)	
  sinte=zar	
  os	
  gêneros	
  e	
  es=los	
  da	
  música	
  carioca	
  em	
  uma	
  única	
  obra.	
  
b)	
  demonstrar	
  a	
  possibilidade	
  de	
  compor	
  um	
  samba	
  redigido	
  em	
  língua	
  inglesa.	
  
c)	
  compor	
  o	
  tema	
  central	
  da	
  trilha	
  sonora	
  da	
  produção	
  de	
  Carlos	
  Saldanha.	
  
d)	
  promover	
  o	
  gênero	
  samba-­‐enredo,	
  que	
  é	
  caracterís=co	
  do	
  carnaval	
  carioca.	
  
e)	
  cons=tuir	
  acompanhamento	
  musical	
  para	
  a	
  coreografia︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎	
  das	
  aves	
  na	
  animação.	
  	
  
SOLUÇÃO COMENTADA
terceira aplicação do ENEM-2014
O	
  texto	
  em	
  análise	
  problema=za	
  o	
  modo	
  como	
  a	
  brasilidade	
  aparece	
  em	
  Real	
  in	
  
Rio.	
   Para	
   o	
   enunciador	
   do	
   texto,	
   a	
   lertra	
   de	
   música	
   composta	
   para	
   o	
   filme	
   Rio	
  
repete	
  clichês	
  e	
  pouco	
  contribui	
  mudar	
  a	
  visão	
  estereo=pada	
  que	
  os	
  estrangeiros	
  
têm	
  acerca	
  do	
  povo	
  brasileiro.	
  Assinale-­‐se,	
  pois,	
  a	
  letra	
  “c”.	
  
conteúdos abordados na questão
diversidade	
  social,	
  cultural	
  e	
  linguís@ca	
  
VISÃO GERAL DAS QUESTÕES
terceira aplicação do ENEM-2014
As	
   questões	
   de	
   Iden@dades	
   brasileiras	
   requerem	
   do	
   candidato	
   [apenas]	
   a	
  
capacidade	
   de	
   iden=ficar,	
   entre	
   os	
   distratores	
   fornecidos	
   para	
   a	
   resolução	
   da	
  
questão,	
   aquele	
   que	
   apresenta	
   uma	
   paráfrase	
   mais	
   adequada	
   de	
   determinado	
  
fragmento	
  do	
  texto	
  base.	
  
As	
   questões	
   trouxeram	
   temas	
   bastante	
   diversificados:	
   abordaram	
   as	
   danças	
  
folclóricas,	
   o	
   cordel,	
   a	
   capoeira	
   e	
   os	
   estereó=pos	
   [ufanistas?]	
   rela=vos	
   à	
  
nacionalidade	
   brasileira	
   explorados	
   em	
   filmes	
   e	
   em	
   letras	
   de	
   música.	
   Deve-­‐se	
  
atentar	
  para	
  o	
  fato	
  de	
  que	
  os	
  textos	
  base	
  sempre	
  vão	
  propor	
  uma	
  leitura	
  crí=ca	
  
acerca	
  dos	
  variados	
  elementos	
  que	
  compõem	
  as	
  iden=dades	
  brasileiras.	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Enem 2013, identidades brasieliras
Enem 2013, identidades brasielirasEnem 2013, identidades brasieliras
Enem 2013, identidades brasielirasma.no.el.ne.ves
 
Enem 2014, aspectos gramaticais
Enem 2014, aspectos gramaticaisEnem 2014, aspectos gramaticais
Enem 2014, aspectos gramaticaisma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do enem 2016; Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2016; Compreensão textualSegunda aplicação do enem 2016; Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2016; Compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticaisSegunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticaisma.no.el.ne.ves
 
Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010ma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textualENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
A prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enemA prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enemma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textualSegunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
Caderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologias
Caderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologiasCaderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologias
Caderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Segunda prova do enem 2010: aspectos gramaticais
Segunda prova do enem 2010: aspectos gramaticaisSegunda prova do enem 2010: aspectos gramaticais
Segunda prova do enem 2010: aspectos gramaticaisma.no.el.ne.ves
 
Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda  Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda Pré-Enem Seduc
 
Prova professor matematica
Prova professor matematicaProva professor matematica
Prova professor matematicaElane Silva
 
Questões abertas sobre literatura de dois gumes
Questões abertas sobre literatura de dois gumesQuestões abertas sobre literatura de dois gumes
Questões abertas sobre literatura de dois gumesma.no.el.ne.ves
 

Mais procurados (20)

Enem 2013, identidades brasieliras
Enem 2013, identidades brasielirasEnem 2013, identidades brasieliras
Enem 2013, identidades brasieliras
 
Enem 2014, aspectos gramaticais
Enem 2014, aspectos gramaticaisEnem 2014, aspectos gramaticais
Enem 2014, aspectos gramaticais
 
Português Enem
Português EnemPortuguês Enem
Português Enem
 
Segunda aplicação do enem 2016; Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2016; Compreensão textualSegunda aplicação do enem 2016; Compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2016; Compreensão textual
 
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticaisSegunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
 
Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010Aspectos gramaticais no enem 2010
Aspectos gramaticais no enem 2010
 
ENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textualENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textual
ENEM-2016 resolvido e comentado: Compreensão textual
 
A prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enemA prova de linguagens do enem
A prova de linguagens do enem
 
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textualSegunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
Segunda aplicação do enem 2012, compreensão textual
 
Caderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologias
Caderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologiasCaderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologias
Caderno de exercícios de linguagens – códigos e suas tecnologias
 
5
55
5
 
Segunda prova do enem 2010: aspectos gramaticais
Segunda prova do enem 2010: aspectos gramaticaisSegunda prova do enem 2010: aspectos gramaticais
Segunda prova do enem 2010: aspectos gramaticais
 
Aula 2 Pre/SEED INN
Aula 2 Pre/SEED INNAula 2 Pre/SEED INN
Aula 2 Pre/SEED INN
 
Mornas e oralidade
Mornas e oralidadeMornas e oralidade
Mornas e oralidade
 
Aulão português
Aulão   portuguêsAulão   português
Aulão português
 
Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda  Linguagens PROFª Nereyda
Linguagens PROFª Nereyda
 
Trabalho 1
Trabalho 1Trabalho 1
Trabalho 1
 
Prova professor matematica
Prova professor matematicaProva professor matematica
Prova professor matematica
 
Enem 2004
Enem 2004Enem 2004
Enem 2004
 
Questões abertas sobre literatura de dois gumes
Questões abertas sobre literatura de dois gumesQuestões abertas sobre literatura de dois gumes
Questões abertas sobre literatura de dois gumes
 

Semelhante a Literatura de cordel e identidade nordestina

Cordel: Uma proposta para o ensino de História
Cordel: Uma proposta para o ensino de HistóriaCordel: Uma proposta para o ensino de História
Cordel: Uma proposta para o ensino de HistóriaEmerson Mathias
 
Ritmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro BrasileirosRitmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro Brasileirosculturaafro
 
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULARCULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULARRita Almeida
 
Pronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelho
Pronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelhoPronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelho
Pronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelhoatodeler
 
Inclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículos
Inclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículosInclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículos
Inclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículosWilson
 
11 cultura afro brasileira e cultura indígena
11 cultura afro brasileira e cultura indígena11 cultura afro brasileira e cultura indígena
11 cultura afro brasileira e cultura indígenaprimeiraopcao
 
Literatura Popular Regional - Alessandra Favero
Literatura Popular Regional  - Alessandra FaveroLiteratura Popular Regional  - Alessandra Favero
Literatura Popular Regional - Alessandra FaveroLisvaldo Azevedo
 
Allysson fernandesgarcia
Allysson fernandesgarciaAllysson fernandesgarcia
Allysson fernandesgarciaGeraa Ufms
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaValeria Santos
 
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...REVISTANJINGAESEPE
 
A presença africana na amazonia
A presença africana na amazoniaA presença africana na amazonia
A presença africana na amazoniaNanci Luana Souza
 
PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...
PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...
PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...1sested
 
Onde está a trilha sonora da educação
Onde está a trilha sonora da educaçãoOnde está a trilha sonora da educação
Onde está a trilha sonora da educaçãoCésar Ramos
 

Semelhante a Literatura de cordel e identidade nordestina (20)

Cordel: Uma proposta para o ensino de História
Cordel: Uma proposta para o ensino de HistóriaCordel: Uma proposta para o ensino de História
Cordel: Uma proposta para o ensino de História
 
Ritmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro BrasileirosRitmos Afro Brasileiros
Ritmos Afro Brasileiros
 
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULARCULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
CULTURA DE CORDEL_A MULTIPLICIDADE E O SINGULAR
 
Pronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelho
Pronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelhoPronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelho
Pronto de leandro gomes de barros a rodolfo coelho
 
Oliveira danniel madson_vieira_i
Oliveira danniel madson_vieira_iOliveira danniel madson_vieira_i
Oliveira danniel madson_vieira_i
 
Inclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículos
Inclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículosInclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículos
Inclusao da historia cultura afro-brasileira e indigena nos currículos
 
11 cultura afro brasileira e cultura indígena
11 cultura afro brasileira e cultura indígena11 cultura afro brasileira e cultura indígena
11 cultura afro brasileira e cultura indígena
 
Literatura Popular Regional - Alessandra Favero
Literatura Popular Regional  - Alessandra FaveroLiteratura Popular Regional  - Alessandra Favero
Literatura Popular Regional - Alessandra Favero
 
Allysson fernandesgarcia
Allysson fernandesgarciaAllysson fernandesgarcia
Allysson fernandesgarcia
 
Quanta
QuantaQuanta
Quanta
 
História e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígenaHistória e cultura afro brasileira e indígena
História e cultura afro brasileira e indígena
 
Camargo emerson zíngaro - música caipira (origens e atualidade)
Camargo emerson zíngaro -  música caipira (origens e atualidade)Camargo emerson zíngaro -  música caipira (origens e atualidade)
Camargo emerson zíngaro - música caipira (origens e atualidade)
 
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
A Realidade Cantada: a canção enquanto complemento interdiscursivo para liter...
 
Lambada: a cara do Brasil
Lambada: a cara do BrasilLambada: a cara do Brasil
Lambada: a cara do Brasil
 
Projeto Afro 2023.doc
Projeto Afro 2023.docProjeto Afro 2023.doc
Projeto Afro 2023.doc
 
Atualidades e artes
Atualidades e artesAtualidades e artes
Atualidades e artes
 
Monografia Cintia Pedagogia 2011
Monografia Cintia Pedagogia 2011Monografia Cintia Pedagogia 2011
Monografia Cintia Pedagogia 2011
 
A presença africana na amazonia
A presença africana na amazoniaA presença africana na amazonia
A presença africana na amazonia
 
PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...
PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...
PATRIMONIO CINEMATOGRÁFICO EM CAMPO GRANDE: PERSPECTIVAS DE SUSTENTABILIDADE ...
 
Onde está a trilha sonora da educação
Onde está a trilha sonora da educaçãoOnde está a trilha sonora da educação
Onde está a trilha sonora da educação
 

Mais de ma.no.el.ne.ves

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literaturama.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Físicama.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artesma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologiasma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticaisma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Físicama.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textualma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internetma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literaturama.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Físicama.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textualma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artesma.no.el.ne.ves
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010ma.no.el.ne.ves
 

Mais de ma.no.el.ne.ves (20)

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
 
ENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: LiteraturaENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: Literatura
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Física
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textual
 
ENEM-2019: Artes
ENEM-2019: ArtesENEM-2019: Artes
ENEM-2019: Artes
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
 

Último

HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 

Último (20)

(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 

Literatura de cordel e identidade nordestina

  • 1. terceira aplicação do ENEM-2014 Questões de Identidades brasileiras Manoel Neves
  • 2. A  literatura  de  cordel  é  ainda  considerada,  por  muitos,  uma  literatura  menor.  A   alma   do   homem   não   é   mensurável   e   —   desde   que   o   cordel   possa   exprimir   a   história,   a   ideologia   e   os   sen=mentos   de   qualquer   homem   —   vai   ser   sempre   o   gênero  literário  preferido  de  quem  procura  apreender  o  espírito  nordes=no.  Os   costumes,  a  língua,  os  sonhos,  os  medos  e  as  alegrias  do  povo  estão  no  cordel.  Na   nossa   época,   apesar   dos   jornais   e   da   TV   —   que   poderiam   ter   feito   diminuir   o   interesse   neste   =po   de   literatura   —   e   da   falta   de   apoio   econômico,   o   cordel   con=nua  vivo  no  interior  e  em  cenáculos  acadêmicos.   A   literatura   de   cordel,   as   xilogravuras   e   o   repente   não   foram   apenas   um   diver=mento   do   povo.   Cordéis   e   cantorias   foram   o   professor   que   ensinava   as   primeiras  letras  e  o  médico  que  falava  para  inculcar  comportamentos  sanitários.  O   cordel  e  o  repente  fazem,  muitas  vezes,  de  um  candidato  o  ganhador  da  banca  de   deputado.  E  assim,  lendo  e  ouvindo,  foi-­‐se  formando  a  memória  cole=va  desse   povo  alegre  e  trabalhador,  que,  embora  calmo,  enfrenta  o  mar  e  o  sertão  com  a   mesma  valen=a.   BRICKMANN,  L.  B.  E  de  repente  foi  o  cordel.  Disponível  em:  hTp://pt.scribd.com.  Acesso  em:  29  fev.  2012.  Fragmento.  
  • 3. QUESTÃO 01 terceira aplicação do ENEM-2014 O  gênero  textual  cordel,  também  conhecido  como  folheto,  tem  origem  em  relatos   orais  e  cons=tui  uma  forma  literária  popular  no  Brasil.  A  leitura  do  texto  sobre  a   literatura  de  cordel  permite   a)  descrever  esse  gênero  textual  exclusivamente  como  instrumento  polí=co.   b)  valorizar  o  povo  nordes=no,  que  tem  no  cordel  sua  única  forma  de  expressão.   c)  ressaltar  sua  importância  e  preservar  a  memória  cultural  de  nosso  povo.   d)  avaliar  o  baixo  custo  econômico  dos  folhetos  expostos  em  barbantes.   e)  informar  aos  leitores  o  baixo  valor  literário  desse  =po  de  produção.  
  • 4. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 O   texto   em   análise   ar=cula-­‐se   por   intermédio   de   sequências   exposi=vas   [Os   costumes,  a  língua,  os  sonhos,  os  medos  e  as  alegrias  do  povo  estão  no  cordel]  e   argumenta=vas   [O   cordel   e   o   repente   fazem,   muitas   vezes,   de   um   candidato   o   ganhador  da  banca  de  deputado]  e  defende  a  tese  segundo  a  qual  o  cordel  é  um   gênero  que  permite  a  preservação  da  memória  cultural  do  povo  nerdes=no.  Por   isso,  deve-­‐se  assinalar  a  alterna=va  “c”.   conteúdos abordados na questão patrimônio  cultural  
  • 5. Essa  forma  de  dança  social  (folclórica)  desenvolveu-­‐se  como  parte  dos  costumes  e   tradições   de   um   povo   que   expressa   sua   manifestação   cultural.   Transmi=da   de   geração   a   geração,   é   uma   das   formas   de   dança   mais   an=gas,   datando   desde   a   época   das   culturas   tribais   evoluídas   que   estabeleceram   ligação   com   as   grandes   civilizações  da  história  da  humanidade.  A  principal  caracterís=ca  dessa  dança  é  a   integração,  socialização,  prazer,  diver=mento,  respeito  aos  costumes  e  tradições.     HASS,  A.  N.;  GARCIA,  A.  Ritmo  e  dança.  Canoas:  Ulbra,  2003.  Fragmento.  
  • 6. QUESTÃO 02 terceira aplicação do ENEM-2014 As   danças   folclóricas,   sendo   uma   expressão   das   diferentes   manifestações   da   dança   a)   dis=nguem-­‐se   das   demais   pelo   refinamento   técnico   dos   seus   gestos   e   movimentos  e  pela  complexidade  dos  seus  elementos  coreográficos.   b)  compreendem  expressões  culturais  brasileiras  diversificadas  como  o  maracatu,   o  funk,  a  ca=ra,  o  boi-­‐bumbá,  o  hip  hop  e  o  baião.   c)  são  contextuais,  pois  seus  gestos  e  coreografias  fazem  referência  a  situações  da   vida  co=diana  e/ou  expressam  visões  de  mundo  de  uma  comunidade.   d)   possuem   qualidades   rítmicas   e   expressivas   secundárias   em   relação   aos   significados  sociais,  culturais  e  representacionais.   e)  reforçam  tendências  de  massificação  social  e  de  dispersão  de  sen=dos  da  vida   comunitária,  favorecendo  a  universalização  de  valores  culturais.  
  • 7. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 A  questão  em  análise  requer  do  aluno  a  capacidade  de  iden=ficar  a  alterna=va  que   apresenta  a  melhor  paráfrase  do  texto.     Na  letra  “c”,  está  a  melhor  retextualização  do  fragmento  transcrito  no  pór=co  da   questão.  Tal  afirmação  pode  ser  constatada  na  comparação  entre  este  fragmento   do  texto  base:  A  principal  caracterís;ca  dessa  dança  é  a  integração,  socialização,   prazer,  diver;mento,  respeito  aos  costumes  e  tradições  e  o  fato  de  a  alterna=va   indicada   anteriormente   afirmar   que   as   danças   folclóricas   expressam   visões   de   mundo  da  comunidade.   conteúdos abordados na questão patrimônio  cultural  
  • 8. As   origens   da   capoeira   remontam   ao   Brasil   escravocrata   e   ao   tráfico   negreiro   africano.  O  confronto  dessas  ações  e  contextos  tornou  possível  o  florescimento   dessa   prá=ca   corporal.   O   negro   na   condição   de   escravo   nunca   se   submeteu   totalmente   à   violência   do   branco,   quer   seja   psica   ou   simbólica,   criando   suas   próprias   estratégias   de   resistência.   Evidentemente,   a   capoeira   enfrentou   uma   série   de   preconceitos   e   rejeições   até   o   seu   recente   reconhecimento   como   patrimônio   histórico   nacional   pelo   Ins=tuto   do   Patrimônio   Histórico   e   Arqs=co   Nacional.   PELEGRINI.  T.  A  contribuição  da  capoeira  para  a  formação  do  professor  de  Educação  Física:  fundamentos  teóricos  e   possibilidades  de  intervenção.  Disponível  em:  hTp://www.efdeportes.com.  Acesso  em:  2  mar.  2012.  Fragmento.  
  • 9. QUESTÃO 03 terceira aplicação do ENEM-2014 Até  o  seu  recente  reconhecimento  como  patrimônio  cultural  nacional,  a  trajetória   social  da  Capoeira,  como  expressão  de  resistência  da  população  negra  no  Brasil,   foi  marcada   a)  pelo  massivo  apoio  e  incen=vo  do  Estado  e  de  suas  ins=tuições  oficiais,  através   de  diversas    públicas  direcionadas  para  a  diminuição  das  desigualdades  sociais.   b)  pela  predominância  do  espontaneísmo  e  do  improviso  sobre  os  elementos  de   ataque  e  defesa,  reduzindo  o  seu  impacto  como  luta  de  resistência  da  população   negra.   c)  pela  presença  de  ins=tuições  e  organizações  oficiais  encarregadas  de  ensinar   sua  prá=ca  e  que  foram  importantes  para  o  reconhecimento  social  da  população   negra  no  Brasil.   d)   pela   compreensão   de   sua   prá=ca   associada   à   vadiagem   e   à   desordem,   que   contribuíram   para   sua   marginalização,   especialmente,   até   a   terceira   década   do   século  XX.     e)  pela  existência  de  uma  estrutura  norma=va  que  possibilitou  o  estabelecimento   de   regras   e   códigos   próprios,   ampliando   seus   significados   libertários   e     contestatórios.  
  • 10. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 O  texto  em  análise  afirma  que  a  capoeira  enfrentou  uma  série  de  preconceitos  e   rejeições   até   o   seu   recente   reconhecimento   como   patrimônio   histórico   nacional   pelo  Ins;tuto  do  Patrimônio  Histórico  e  ArFs;co  Nacional.   O  enunciado  presente  da  alterna=va  “d”  apresenta  uma  reformulação  parafrásica   do   fragmento   transcrito   acima,   na   medida   em   que   afirma   que   a   prá=ca   da   manifestação   cultura   afrodescente   referida   no   texto   base   sempre   esteve   associada  à  vadiagem  e  à  desordem,  que  contribuíram  para  sua  marginalização,   especialmente,  até  a  terceira  década  do  século  XX.   conteúdos abordados na questão desdobramento  das  culturas  europeias  e  africanas  no  Brasil  
  • 11. Floresta  tropical,  Rio  de  Janeiro,  Brasil.  Em  meio  às  árvores,  os  pássaros  gorjeiam,   oh!,  alegremente.  De  repente,  uma  batucada  daquelas  bem  brasileira.  Aí,  tucanos,   garças,  canários  e  araras  e  outras  aves  enlouqueceram  numa  ︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎coreografia  =po  “a  coreografia  =po  “a   cada   do   Brasil”.   A   imagem   é   cortesia   de   Rio,   animação   de   Carlos   Saldanha.   Ao   fundo,  Real  in  Rio  —  na  versão  brazuca,  Favo  de  Mel  —,  música  de  Sérgio  Mendes   e  Carlinhos  Brown,  letra  da  americana  Siedah  GarreT,  e  esperança  brasileira  na   cerimônia   de   entrega   do   Oscar   2012.   Com   trechos   como   “nós   somos   os   melhores  no  ritmo/  é  por  isso  que  amamos  o  Carnaval/  a  mágica  pode  acontecer   de  verdade  no  Rio/  tudo  é  selvagem  e  livre/  não  se  sinta  sozinho  porque  aqui  é  a   nossa   casa”,   Brown,   Mendes   e   GarreT   vendem   o   eterno   clichê   de   samba-­‐suor-­‐ futebol  desta  terra  tropical.   CHARLSON,  F.;  LOBÃO,  G.  Um  sonho  bem  brasileiro.  Jornal  de  Brasília,  ︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎26  fev.  2012.  Adaptado.  
  • 12. QUESTÃO 04 terceira aplicação do ENEM-2014 A  música  Real  in  Rio,  de  Brown,  Mendes  e  GarreT,  que  integra  a  animação  Rio,  foi   composta  para   a)  sinte=zar  os  gêneros  e  es=los  da  música  carioca  em  uma  única  obra.   b)  demonstrar  a  possibilidade  de  compor  um  samba  redigido  em  língua  inglesa.   c)  compor  o  tema  central  da  trilha  sonora  da  produção  de  Carlos  Saldanha.   d)  promover  o  gênero  samba-­‐enredo,  que  é  caracterís=co  do  carnaval  carioca.   e)  cons=tuir  acompanhamento  musical  para  a  coreografia︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎︎  das  aves  na  animação.    
  • 13. SOLUÇÃO COMENTADA terceira aplicação do ENEM-2014 O  texto  em  análise  problema=za  o  modo  como  a  brasilidade  aparece  em  Real  in   Rio.   Para   o   enunciador   do   texto,   a   lertra   de   música   composta   para   o   filme   Rio   repete  clichês  e  pouco  contribui  mudar  a  visão  estereo=pada  que  os  estrangeiros   têm  acerca  do  povo  brasileiro.  Assinale-­‐se,  pois,  a  letra  “c”.   conteúdos abordados na questão diversidade  social,  cultural  e  linguís@ca  
  • 14. VISÃO GERAL DAS QUESTÕES terceira aplicação do ENEM-2014 As   questões   de   Iden@dades   brasileiras   requerem   do   candidato   [apenas]   a   capacidade   de   iden=ficar,   entre   os   distratores   fornecidos   para   a   resolução   da   questão,   aquele   que   apresenta   uma   paráfrase   mais   adequada   de   determinado   fragmento  do  texto  base.   As   questões   trouxeram   temas   bastante   diversificados:   abordaram   as   danças   folclóricas,   o   cordel,   a   capoeira   e   os   estereó=pos   [ufanistas?]   rela=vos   à   nacionalidade   brasileira   explorados   em   filmes   e   em   letras   de   música.   Deve-­‐se   atentar  para  o  fato  de  que  os  textos  base  sempre  vão  propor  uma  leitura  crí=ca   acerca  dos  variados  elementos  que  compõem  as  iden=dades  brasileiras.