SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Teoria Crítica Universidade Regional de Blumenau Teoria da Comunicação Alunas:  Beatriz Schnaider Tontini Thais Alessandra Hadamann
Marco Inicial ,[object Object],Busca unir a prática com a teoria. Inaugurada pela Escola de Frankfurt.
Características ,[object Object],[object Object],Pesquisadores como Max Horkheimer e Theodor Adorno, que tinham suas pesquisas patrocionadas por dinheiro judeu tiverem que fugir para os EUA. País onde acompanharam o surgimento da  “ Cultura de Massa”.
Cultura de Massa ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],É toda manifestação cultural produzida para o conjunto das camadas mais numerosas da população; o povo, o grande público.
Operários – Tarsila do Amaral
Oswald de Andrade, questionador do papel do intelectual e do artista no processo de transformação política e social. “ A massa ainda comerá do biscoito fino que fabrico.”   Oswald de Andrade
Indústria Cultural ,[object Object],[object Object],[object Object],O conceito de Indústria Cultural trata da produção da cultura como mercadoria. A cultura erudita é vista como boa e verdadeira arte enquanto a cultura popular é entendida como ruim e alienante.
Indústria Cultural Revistas, programas radiofônicos, filmes, música são tratados pela  “Indústria Cultural”  da mesma forma que a fabricação de automóveis. Serialização e padronização da cultura.
Cultura de  Massa   X  Indústria  Cultural ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Desdobramentos da Teoria ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A Teoria Representada Hoje O Show de Truman Direção: Peter Weir Estados Unidos 1998 – 103min.
Síntese da Teoria Os estudos mostram que a teoria aborda o controle da sociedade através da cultura, onde ela é transformada em produto, industrializada e alterada para fácil entendimento e divulgação imediata E onde o indíviduo é controlado por suas ações em relação a esse fato e como ele absorve essa informações sem discernimento ou visão crítica. Assim  adapta-se os bens culturais ao consumo, explorando-os sistematicamente e de forma programada com um fim comercial, ditando assim o consumo das massas (Arte do Consumo).
Obrigada! ,[object Object],RÜDIGER, Francisco.  Comunicação e Teoria Crítica da Sociedade: Adorno e a Escola de Frankfurt. 1 ed.  Porto Alegre: EDIPUCRS, 1999. Cultura do Brasil: por Alessandra Cerqueira Bezerra. O Show de Truman e as Câmeras da Emdurb: por Celso Campos. Eu, Truman e a Teoria Crítica: por Nathália Alcantara. Tarsila do Amaral & DI Cavalcanti: por Newton Freitas. Adorno, a indústria cultural e a internet. Revista Filosofia,  nº 20. Trabalho apresentado para avaliação na disciplina de Teoria da Comunicação do Curso de Comunicação Social do Centro de Ciências Humanas e da Comunicação da Universidade Regional de Blumenau. Professora Rosemeri Laurindo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria crítica e educação
Teoria crítica e educaçãoTeoria crítica e educação
Teoria crítica e educação
richard_romancini
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
Elisama Lopes
 
Conceito de cultura
Conceito de culturaConceito de cultura
Conceito de cultura
licasoler
 
Alienação e-trabalho
Alienação e-trabalhoAlienação e-trabalho
Alienação e-trabalho
Edirlene Fraga
 
Filosofia da educação
Filosofia da educaçãoFilosofia da educação
Filosofia da educação
Carlos Tesch
 

Mais procurados (20)

Teoria Critica e Escola de Frankfurt
Teoria Critica e Escola de FrankfurtTeoria Critica e Escola de Frankfurt
Teoria Critica e Escola de Frankfurt
 
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel FoucaultAula - O que é PODER - Michel Foucault
Aula - O que é PODER - Michel Foucault
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Natureza e Cultura
Natureza e CulturaNatureza e Cultura
Natureza e Cultura
 
O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?
 
Émile durkheim
Émile durkheimÉmile durkheim
Émile durkheim
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
 
Teoria crítica e educação
Teoria crítica e educaçãoTeoria crítica e educação
Teoria crítica e educação
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
 
Estudos culturais - teorias da comunicação
Estudos culturais - teorias da comunicaçãoEstudos culturais - teorias da comunicação
Estudos culturais - teorias da comunicação
 
Pierre bourdieu
Pierre bourdieuPierre bourdieu
Pierre bourdieu
 
Industria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de MassaIndustria Cultural e Cultura de Massa
Industria Cultural e Cultura de Massa
 
Sociologia da educação
Sociologia da educação Sociologia da educação
Sociologia da educação
 
Emile durkheim
Emile durkheimEmile durkheim
Emile durkheim
 
Conceito de cultura
Conceito de culturaConceito de cultura
Conceito de cultura
 
Escola frankfurt
Escola frankfurtEscola frankfurt
Escola frankfurt
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Alienação e-trabalho
Alienação e-trabalhoAlienação e-trabalho
Alienação e-trabalho
 
Teoria crítica - teorias da comunicação
Teoria crítica - teorias da comunicaçãoTeoria crítica - teorias da comunicação
Teoria crítica - teorias da comunicação
 
Filosofia da educação
Filosofia da educaçãoFilosofia da educação
Filosofia da educação
 

Semelhante a Teoria Crítica

Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Ana Dall'Agnol
 
Theodor W. Adorno
Theodor W. AdornoTheodor W. Adorno
Theodor W. Adorno
Frei Ofm
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
aulasgege
 
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massaAlta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
Aline Corso
 

Semelhante a Teoria Crítica (20)

teoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurtteoria Crítica e Escola de Frankfurt
teoria Crítica e Escola de Frankfurt
 
Indústria-Cultural.pptx
Indústria-Cultural.pptxIndústria-Cultural.pptx
Indústria-Cultural.pptx
 
O que é Indústria Cultural
O que é Indústria CulturalO que é Indústria Cultural
O que é Indústria Cultural
 
Teoria critica e escola de Frankfurt
Teoria critica e escola de FrankfurtTeoria critica e escola de Frankfurt
Teoria critica e escola de Frankfurt
 
Teoria Crítica
Teoria CríticaTeoria Crítica
Teoria Crítica
 
Ebook rsc
Ebook rscEbook rsc
Ebook rsc
 
Teoria Crítica - Escola Frankfurt
Teoria Crítica - Escola FrankfurtTeoria Crítica - Escola Frankfurt
Teoria Crítica - Escola Frankfurt
 
Ecola de frankfurt
Ecola de frankfurtEcola de frankfurt
Ecola de frankfurt
 
Mangá O FenôMeno Comunicacional No Brasil Giovana S. Carlos
Mangá O FenôMeno Comunicacional No Brasil Giovana S. CarlosMangá O FenôMeno Comunicacional No Brasil Giovana S. Carlos
Mangá O FenôMeno Comunicacional No Brasil Giovana S. Carlos
 
Escola De Frankfurt
Escola De FrankfurtEscola De Frankfurt
Escola De Frankfurt
 
Teorias da comunição resumo teórico
Teorias da comunição resumo teóricoTeorias da comunição resumo teórico
Teorias da comunição resumo teórico
 
Anny 1
Anny 1Anny 1
Anny 1
 
Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)Teoria da comunicação (quadro-resumo)
Teoria da comunicação (quadro-resumo)
 
Theodor W. Adorno
Theodor W. AdornoTheodor W. Adorno
Theodor W. Adorno
 
Adorno, theodor. textos escohidos. (os pensadores)
Adorno, theodor. textos escohidos. (os pensadores)Adorno, theodor. textos escohidos. (os pensadores)
Adorno, theodor. textos escohidos. (os pensadores)
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
26142-68279-1-PB.pdf
26142-68279-1-PB.pdf26142-68279-1-PB.pdf
26142-68279-1-PB.pdf
 
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massaAlta cultura, cultura popular, cultura de massa
Alta cultura, cultura popular, cultura de massa
 
A teoria culturológica - abordagem de Edgar Morin
A teoria culturológica - abordagem de Edgar MorinA teoria culturológica - abordagem de Edgar Morin
A teoria culturológica - abordagem de Edgar Morin
 
Teoria da comunicação Unidade IV
Teoria da comunicação Unidade IVTeoria da comunicação Unidade IV
Teoria da comunicação Unidade IV
 

Último

AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 

Último (20)

Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 

Teoria Crítica

  • 1. Teoria Crítica Universidade Regional de Blumenau Teoria da Comunicação Alunas: Beatriz Schnaider Tontini Thais Alessandra Hadamann
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 6. Oswald de Andrade, questionador do papel do intelectual e do artista no processo de transformação política e social. “ A massa ainda comerá do biscoito fino que fabrico.” Oswald de Andrade
  • 7.
  • 8. Indústria Cultural Revistas, programas radiofônicos, filmes, música são tratados pela “Indústria Cultural” da mesma forma que a fabricação de automóveis. Serialização e padronização da cultura.
  • 9.
  • 10.
  • 11. A Teoria Representada Hoje O Show de Truman Direção: Peter Weir Estados Unidos 1998 – 103min.
  • 12. Síntese da Teoria Os estudos mostram que a teoria aborda o controle da sociedade através da cultura, onde ela é transformada em produto, industrializada e alterada para fácil entendimento e divulgação imediata E onde o indíviduo é controlado por suas ações em relação a esse fato e como ele absorve essa informações sem discernimento ou visão crítica. Assim adapta-se os bens culturais ao consumo, explorando-os sistematicamente e de forma programada com um fim comercial, ditando assim o consumo das massas (Arte do Consumo).
  • 13.