SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Tempo de Despertar   FONSÊCA,Maice. & PEREIRA,Mônica Fabiane  Centro Médico Social  Augusto Lopes Pontes – CMSALP
Introdução Em 2006, com o fechamento dos Hospitais Psiquiátricos, as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) acolheram pacientes que passaram a compor o quadro de internados com longa permanência no Centro Médico Social Augusto Lopes Pontes (CMSALP) O Grupo Tempo de Despertar foi criado em 2010 pela equipe multidisciplinar, tendo como objetivo principal humanizar, socializar e estimular a s funções cognitivas dos pacientes Tempo de Despertar
Metodologia Os profissionais envolvidos no projeto, perceberam a necessidade de incluir novos pacientes que chegavam à Unidade com transtorno mental. O referencial teórico é pautado no modelo de Reforma Psiquiátrica, construindo assim a metodologia. São desenvolvidas atividades lúdicas expressivas e musicais com registros em livro Ata. Tempo de Despertar
Com a realiza ç ão das atividades desenvolvidas pela equipe multidisciplinar, observou-se que os pacientes expressavam os momentos vividos no seu cotidiano fora da unidade hospitalar. Foi percebido uma melhoria no respeito ao pr ó ximo, na expressão de sentimentos e demonstra ç ão de afetividade, favorecendo assim maior contato com a realidade. Resultados Parciais Tempo de Despertar
Pacientes Psiquiátricos 2010 Resultados Parciais Tempo de Despertar
Conclusões Preliminares Essa experiência vem demonstrando que o paciente com transtorno mental possui potencial para promover mudanças comportamentais como melhoria na agressividade, na relação interpessoal, aumento da auto estima e contato com a realidade.  Reafirmando a missão da OSID  “ Amar e Servir ”, o CMSALP, presta total assistência a esses pacientes, buscando identificação do enfermo, referências familiares e possibilidades de reinserção em seu meio social e/ou familiar, favorecendo assim, a dignidade humana. Tempo de Despertar
Referências ,[object Object],[object Object],Tempo de Despertar

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E Familiares
Aspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E FamiliaresAspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E Familiares
Aspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E FamiliaresRenato Bach
 
Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...
Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...
Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...Pedro Paulo Martins SCremin
 
Cuidados paliativos...nanci
Cuidados paliativos...nanciCuidados paliativos...nanci
Cuidados paliativos...nanciNanci Rocha
 
Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2
Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2
Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2Mateus Neves
 
Manual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalarManual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalarSonya Frade
 
Psicologia hospitalar
Psicologia hospitalarPsicologia hospitalar
Psicologia hospitalarLuiz Vicente
 
FamíLia E Equipe De SaúDe
FamíLia E Equipe De SaúDeFamíLia E Equipe De SaúDe
FamíLia E Equipe De SaúDeLuiza Farias
 
Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)
Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)
Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)Tezin Maciel
 
O diagnóstico de enfermagem em saúde mental
O diagnóstico de enfermagem em saúde mentalO diagnóstico de enfermagem em saúde mental
O diagnóstico de enfermagem em saúde mentalAroldo Gavioli
 

Mais procurados (18)

Sala de espera
Sala de esperaSala de espera
Sala de espera
 
Aspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E Familiares
Aspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E FamiliaresAspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E Familiares
Aspectos PsicolóGicos Da Terapia Intensiva Em CriançAs E Familiares
 
Programa Tocando em Frente
Programa Tocando em FrentePrograma Tocando em Frente
Programa Tocando em Frente
 
Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...
Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...
Ser enfermeiro em um hospice de cuidados paliativos oncológicos na itália rel...
 
Grupo Sala de Espera de um Ambulatório de Infectologia
Grupo Sala de Espera de um Ambulatório de InfectologiaGrupo Sala de Espera de um Ambulatório de Infectologia
Grupo Sala de Espera de um Ambulatório de Infectologia
 
Cuidados paliativos...nanci
Cuidados paliativos...nanciCuidados paliativos...nanci
Cuidados paliativos...nanci
 
Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2
Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2
Psicologia Hospitalar - Pacientes Terminais 2
 
Programa Mãe dá Cólo
Programa Mãe dá CóloPrograma Mãe dá Cólo
Programa Mãe dá Cólo
 
Manual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalarManual de psicologia hospitalar
Manual de psicologia hospitalar
 
Psicologia hospitalar
Psicologia hospitalarPsicologia hospitalar
Psicologia hospitalar
 
Marco Histórico Nacional da MTC
Marco Histórico Nacional da MTCMarco Histórico Nacional da MTC
Marco Histórico Nacional da MTC
 
Programa CoraÇÃo Feliz Udesc
Programa CoraÇÃo Feliz UdescPrograma CoraÇÃo Feliz Udesc
Programa CoraÇÃo Feliz Udesc
 
Apresentação do ICS
Apresentação do ICSApresentação do ICS
Apresentação do ICS
 
FamíLia E Equipe De SaúDe
FamíLia E Equipe De SaúDeFamíLia E Equipe De SaúDe
FamíLia E Equipe De SaúDe
 
14 equipe referencia
14 equipe referencia14 equipe referencia
14 equipe referencia
 
Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)
Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)
Humanização na Unidade de terapia intensiva (UTI)
 
ppt farmaeduca (joparpet)
ppt farmaeduca (joparpet)ppt farmaeduca (joparpet)
ppt farmaeduca (joparpet)
 
O diagnóstico de enfermagem em saúde mental
O diagnóstico de enfermagem em saúde mentalO diagnóstico de enfermagem em saúde mental
O diagnóstico de enfermagem em saúde mental
 

Destaque

Slides 27 03 2002
Slides 27 03 2002Slides 27 03 2002
Slides 27 03 2002taniamaciel
 
A única coisa necessária thomas watson
A única coisa necessária   thomas watsonA única coisa necessária   thomas watson
A única coisa necessária thomas watsonDeusdete Soares
 
Curso Endurance Toda Lideranca tem um inicio SR Cosultoria & Educacao Corp...
Curso Endurance  Toda Lideranca tem um inicio   SR Cosultoria & Educacao Corp...Curso Endurance  Toda Lideranca tem um inicio   SR Cosultoria & Educacao Corp...
Curso Endurance Toda Lideranca tem um inicio SR Cosultoria & Educacao Corp...guestaf7d6d2e
 
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03Fred Graef
 
Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas
Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas
Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas Moacir Moura
 
Resiliencia Organizacional
Resiliencia OrganizacionalResiliencia Organizacional
Resiliencia OrganizacionalGisele Fernandes
 
Crise - Estratégias para Crescer na Adversidade
Crise - Estratégias para Crescer na AdversidadeCrise - Estratégias para Crescer na Adversidade
Crise - Estratégias para Crescer na AdversidadeMoacir Moura
 
Pesquisa de mercado
Pesquisa de mercadoPesquisa de mercado
Pesquisa de mercadoAlaxiel
 
Construção do Master Mind
Construção do Master MindConstrução do Master Mind
Construção do Master MindFabrício Ottoni
 
Negociação de Serviços - Outsourcing
Negociação de Serviços - Outsourcing Negociação de Serviços - Outsourcing
Negociação de Serviços - Outsourcing Moacir Moura
 
Novo Paradigma da Liderança
Novo Paradigma da LiderançaNovo Paradigma da Liderança
Novo Paradigma da LiderançaSagrada_Ordem
 
Técnicas de Vendas - Princípios de Marketing de Serviços
Técnicas de Vendas - Princípios de Marketing de ServiçosTécnicas de Vendas - Princípios de Marketing de Serviços
Técnicas de Vendas - Princípios de Marketing de ServiçosPreOnline
 
Liderança situacional foco na equipe - 05 09-2016
Liderança situacional   foco na equipe - 05 09-2016Liderança situacional   foco na equipe - 05 09-2016
Liderança situacional foco na equipe - 05 09-2016Professor SOUZA
 
Células show de bola como preparar um encontro que edifica
Células show de bola   como preparar um encontro que edificaCélulas show de bola   como preparar um encontro que edifica
Células show de bola como preparar um encontro que edificaDavison Almeida
 
SHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercados
SHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercadosSHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercados
SHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercadosMoacir Moura
 
Sons e Vínculos - É preciso melhorar sempre
Sons e Vínculos - É preciso melhorar sempreSons e Vínculos - É preciso melhorar sempre
Sons e Vínculos - É preciso melhorar sempreZRG SONS&VÍNCULOS
 
MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS
MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS
MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS Moacir Moura
 
Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?
Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?
Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?Moacir Medrado
 

Destaque (20)

Slides 27 03 2002
Slides 27 03 2002Slides 27 03 2002
Slides 27 03 2002
 
A única coisa necessária thomas watson
A única coisa necessária   thomas watsonA única coisa necessária   thomas watson
A única coisa necessária thomas watson
 
Curso Endurance Toda Lideranca tem um inicio SR Cosultoria & Educacao Corp...
Curso Endurance  Toda Lideranca tem um inicio   SR Cosultoria & Educacao Corp...Curso Endurance  Toda Lideranca tem um inicio   SR Cosultoria & Educacao Corp...
Curso Endurance Toda Lideranca tem um inicio SR Cosultoria & Educacao Corp...
 
Lidera 5
Lidera 5 Lidera 5
Lidera 5
 
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
Como se Tornar um Líder - FSG Palestra - 2015_03
 
Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas
Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas
Estratégias de Marketing'2017 - Conceitos e Práticas
 
Resiliencia Organizacional
Resiliencia OrganizacionalResiliencia Organizacional
Resiliencia Organizacional
 
Crise - Estratégias para Crescer na Adversidade
Crise - Estratégias para Crescer na AdversidadeCrise - Estratégias para Crescer na Adversidade
Crise - Estratégias para Crescer na Adversidade
 
Pesquisa de mercado
Pesquisa de mercadoPesquisa de mercado
Pesquisa de mercado
 
Construção do Master Mind
Construção do Master MindConstrução do Master Mind
Construção do Master Mind
 
Negociação de Serviços - Outsourcing
Negociação de Serviços - Outsourcing Negociação de Serviços - Outsourcing
Negociação de Serviços - Outsourcing
 
Novo Paradigma da Liderança
Novo Paradigma da LiderançaNovo Paradigma da Liderança
Novo Paradigma da Liderança
 
Técnicas de Vendas - Princípios de Marketing de Serviços
Técnicas de Vendas - Princípios de Marketing de ServiçosTécnicas de Vendas - Princípios de Marketing de Serviços
Técnicas de Vendas - Princípios de Marketing de Serviços
 
Liderança situacional foco na equipe - 05 09-2016
Liderança situacional   foco na equipe - 05 09-2016Liderança situacional   foco na equipe - 05 09-2016
Liderança situacional foco na equipe - 05 09-2016
 
Células show de bola como preparar um encontro que edifica
Células show de bola   como preparar um encontro que edificaCélulas show de bola   como preparar um encontro que edifica
Células show de bola como preparar um encontro que edifica
 
SHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercados
SHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercadosSHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercados
SHOW DE PRODUTIVIDADE: Vendas adicionais em supermercados
 
Sons e Vínculos - É preciso melhorar sempre
Sons e Vínculos - É preciso melhorar sempreSons e Vínculos - É preciso melhorar sempre
Sons e Vínculos - É preciso melhorar sempre
 
Estilos lideranca
Estilos liderancaEstilos lideranca
Estilos lideranca
 
MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS
MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS
MEGA TENDÊNCIAS'2017 - LIDERANÇA & VENDAS
 
Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?
Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?
Série Aprendendo com Outros: Qual o papel do líder de hoje?
 

Semelhante a Tempo de despertar

Anais Fórum Saúde Mental Infantojuveni
Anais  Fórum Saúde Mental InfantojuveniAnais  Fórum Saúde Mental Infantojuveni
Anais Fórum Saúde Mental InfantojuveniCENAT Cursos
 
I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...
I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...
I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...Carlos Ferreira
 
Seminário grupo c (1)
Seminário grupo c (1)Seminário grupo c (1)
Seminário grupo c (1)Tathiane Souza
 
Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...
Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...
Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...Jessica Mendes
 
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdfAULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdfMirnaKathary1
 
Boletim Setembro 2011
Boletim Setembro 2011Boletim Setembro 2011
Boletim Setembro 2011ACSHospitais
 
Informativo abrato sc
Informativo abrato scInformativo abrato sc
Informativo abrato scAbrato-SC
 
Trabalho de Conclusão de Curso
Trabalho de Conclusão de Curso Trabalho de Conclusão de Curso
Trabalho de Conclusão de Curso Camila Caleffi
 
Projeto Fênix de Integração Humana nas Indústrias
Projeto Fênix de Integração Humana nas IndústriasProjeto Fênix de Integração Humana nas Indústrias
Projeto Fênix de Integração Humana nas IndústriasDouglas Leite
 
Historia da psicologia hospitalar ensaios universitários - robertalouzeiro
Historia da psicologia hospitalar   ensaios universitários - robertalouzeiroHistoria da psicologia hospitalar   ensaios universitários - robertalouzeiro
Historia da psicologia hospitalar ensaios universitários - robertalouzeiroJac Muller
 
Projeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mentalProjeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mentalCristiane Dactes
 
SLIDE TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...
SLIDE  TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...SLIDE  TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...
SLIDE TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...MariaClara773585
 
Como Montar Grupos Aula 1.pdf
Como Montar Grupos Aula 1.pdfComo Montar Grupos Aula 1.pdf
Como Montar Grupos Aula 1.pdfClebersonAndrade4
 
9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdf
9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdf9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdf
9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdfRosimerifaustino1
 

Semelhante a Tempo de despertar (20)

Anais Fórum Saúde Mental Infantojuveni
Anais  Fórum Saúde Mental InfantojuveniAnais  Fórum Saúde Mental Infantojuveni
Anais Fórum Saúde Mental Infantojuveni
 
I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...
I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...
I Simpósio sobre a Adolescência - Problemáticas e Perspetivas da Geração Mill...
 
Seminário grupo c (1)
Seminário grupo c (1)Seminário grupo c (1)
Seminário grupo c (1)
 
Revista holiste
Revista holisteRevista holiste
Revista holiste
 
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
 
Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...
Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...
Educação em Saúde Baseado nas necessidades da clientela atendida pelo Program...
 
Psicologia e uti ii
Psicologia e uti iiPsicologia e uti ii
Psicologia e uti ii
 
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdfAULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
AULA 01 INTRODUÇÃO A PSI APLICADA.pdf
 
Boletim Setembro 2011
Boletim Setembro 2011Boletim Setembro 2011
Boletim Setembro 2011
 
Grupo de autocuidado
Grupo de autocuidadoGrupo de autocuidado
Grupo de autocuidado
 
Jornal (3)
Jornal (3)Jornal (3)
Jornal (3)
 
Informativo abrato sc
Informativo abrato scInformativo abrato sc
Informativo abrato sc
 
Trabalho de Conclusão de Curso
Trabalho de Conclusão de Curso Trabalho de Conclusão de Curso
Trabalho de Conclusão de Curso
 
Projeto Fênix de Integração Humana nas Indústrias
Projeto Fênix de Integração Humana nas IndústriasProjeto Fênix de Integração Humana nas Indústrias
Projeto Fênix de Integração Humana nas Indústrias
 
Historia da psicologia hospitalar ensaios universitários - robertalouzeiro
Historia da psicologia hospitalar   ensaios universitários - robertalouzeiroHistoria da psicologia hospitalar   ensaios universitários - robertalouzeiro
Historia da psicologia hospitalar ensaios universitários - robertalouzeiro
 
Tcc leticia gomes leal silva
Tcc leticia gomes leal silvaTcc leticia gomes leal silva
Tcc leticia gomes leal silva
 
Projeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mentalProjeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mental
 
SLIDE TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...
SLIDE  TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...SLIDE  TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...
SLIDE TRANSTORNO MENTAL E AS PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO [Salvo automaticamente]...
 
Como Montar Grupos Aula 1.pdf
Como Montar Grupos Aula 1.pdfComo Montar Grupos Aula 1.pdf
Como Montar Grupos Aula 1.pdf
 
9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdf
9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdf9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdf
9034-Texto do Artigo-50065-1-10-20180523.pdf
 

Mais de Associação Viva e Deixe Viver

Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de HistóriasExposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de HistóriasAssociação Viva e Deixe Viver
 
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015Associação Viva e Deixe Viver
 
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...Associação Viva e Deixe Viver
 
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...Associação Viva e Deixe Viver
 
Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal
Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminalPrincípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal
Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminalAssociação Viva e Deixe Viver
 
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanenteOs serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanenteAssociação Viva e Deixe Viver
 
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoOs saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoAssociação Viva e Deixe Viver
 

Mais de Associação Viva e Deixe Viver (20)

Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de HistóriasExposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
Exposição Virtual Viva e Deixe Viver - 22 anos de Histórias
 
Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015Sacola literária cch 2015
Sacola literária cch 2015
 
Pesquisa hospital menino jesus
Pesquisa hospital menino jesusPesquisa hospital menino jesus
Pesquisa hospital menino jesus
 
Administando melhor o tempo
Administando melhor o tempoAdministando melhor o tempo
Administando melhor o tempo
 
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
Apresentação valdir principios e diretrizes curso 2015
 
Aniversário 7 anos do rio de histórias 12.10.12
Aniversário 7 anos do rio de histórias   12.10.12Aniversário 7 anos do rio de histórias   12.10.12
Aniversário 7 anos do rio de histórias 12.10.12
 
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 2
 
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1
Formatura voluntários Rio de Histórias - parte 1
 
Cuidado de enfermagem doença cronica
Cuidado de enfermagem doença cronicaCuidado de enfermagem doença cronica
Cuidado de enfermagem doença cronica
 
Você faz a diferença!
Você faz a diferença!Você faz a diferença!
Você faz a diferença!
 
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: A...
 
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
Diabetes mellitus intervenção de saúde na comunidade da unidade básica de saú...
 
Teleconsulta isis bertoncini
Teleconsulta   isis bertonciniTeleconsulta   isis bertoncini
Teleconsulta isis bertoncini
 
Situação de saúde em idosos acometidos pelo avc
Situação de saúde em idosos acometidos pelo avcSituação de saúde em idosos acometidos pelo avc
Situação de saúde em idosos acometidos pelo avc
 
Significado de humanização
Significado de humanizaçãoSignificado de humanização
Significado de humanização
 
Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal
Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminalPrincípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal
Princípios éticos no cuidado com paciente pediátrico terminal
 
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanenteOs serviços de saúde qualificados pela educação permanente
Os serviços de saúde qualificados pela educação permanente
 
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento maternoOs saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
Os saberes de jovens do ensino fundamental sobre o aleitamento materno
 
O enfermeiro como mediador do processo da mulher.
O enfermeiro como mediador do processo da mulher.O enfermeiro como mediador do processo da mulher.
O enfermeiro como mediador do processo da mulher.
 
MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.
MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.
MATERNARTES - Maternidade, arte e Saúde.
 

Tempo de despertar

  • 1. Tempo de Despertar FONSÊCA,Maice. & PEREIRA,Mônica Fabiane Centro Médico Social Augusto Lopes Pontes – CMSALP
  • 2. Introdução Em 2006, com o fechamento dos Hospitais Psiquiátricos, as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) acolheram pacientes que passaram a compor o quadro de internados com longa permanência no Centro Médico Social Augusto Lopes Pontes (CMSALP) O Grupo Tempo de Despertar foi criado em 2010 pela equipe multidisciplinar, tendo como objetivo principal humanizar, socializar e estimular a s funções cognitivas dos pacientes Tempo de Despertar
  • 3. Metodologia Os profissionais envolvidos no projeto, perceberam a necessidade de incluir novos pacientes que chegavam à Unidade com transtorno mental. O referencial teórico é pautado no modelo de Reforma Psiquiátrica, construindo assim a metodologia. São desenvolvidas atividades lúdicas expressivas e musicais com registros em livro Ata. Tempo de Despertar
  • 4. Com a realiza ç ão das atividades desenvolvidas pela equipe multidisciplinar, observou-se que os pacientes expressavam os momentos vividos no seu cotidiano fora da unidade hospitalar. Foi percebido uma melhoria no respeito ao pr ó ximo, na expressão de sentimentos e demonstra ç ão de afetividade, favorecendo assim maior contato com a realidade. Resultados Parciais Tempo de Despertar
  • 5. Pacientes Psiquiátricos 2010 Resultados Parciais Tempo de Despertar
  • 6. Conclusões Preliminares Essa experiência vem demonstrando que o paciente com transtorno mental possui potencial para promover mudanças comportamentais como melhoria na agressividade, na relação interpessoal, aumento da auto estima e contato com a realidade. Reafirmando a missão da OSID “ Amar e Servir ”, o CMSALP, presta total assistência a esses pacientes, buscando identificação do enfermo, referências familiares e possibilidades de reinserção em seu meio social e/ou familiar, favorecendo assim, a dignidade humana. Tempo de Despertar
  • 7.

Notas do Editor

  1. Coy, Jacyara S. Evangelista, Gomes ,Kátia C. Souza