SlideShare uma empresa Scribd logo
A PROTECÇÃO CIVIL EM CASA
MEDIDAS DE AUTOPROTECÇÃO
SISMOS – Como proceder ?
Antes, durante e depois.
Eduardo Oliveira
Engenheiro técnico da Proteção Civil
OBJECTIVOS
1. Identificar os locais mais seguros e os mais
perigosos, na sua casa e ou local de trabalho;
2. Saber os comportamentos a adoptar em caso
de sismo.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
207/03/2015
SUMÁRIO
 O que é um sismo?
 Como proceder?
 Antes;
 Durante;
 Depois.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
307/03/2015
O QUE É UM SISMO?
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil 407/03/2015
O que é um sismo?
 Duma forma geral , pode dizer-se que um sismo é um
fenómeno natural resultante de uma vibração mais ou
menos violenta da crusta terrestre, devido ao ajustamento
súbito de rochas sob pressão.
 As vibrações podem durar poucos segundos ou alguns
minutos.
 Após o primeiro abalo acontecem geralmente outros
chamados réplicas.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
507/03/2015
ALGUNS EXEMPLOS
 Sismo de Lisboa
1 Novembro de 1755
 Sismo de Benavente
23 de Abril de 1909
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
607/03/2015
ANTES
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
707/03/2015
ANTES
ter sempre um kit de emergência
 Um radio portátil, lanterna electrica e pilhas de reserva;
 Material de primeiros socorros, incluindo a medicação usada pelos
membros da família (insulina, doenças crónicas);
 Agua engarrafada e comida enlatada suficiente para 2 ou 3 dias;
 Agasalhos para os membros da família;
 Fotocopia dos documentos mais importantes;
 Extintor pó químico ABC;
 Ferramentas (exemplo: canivete multifunções).
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
807/03/2015
ANTES
 Identificar os locais mais seguros da casa ou de
trabalho:
 Vãos de porta, de preferência em paredes mestras;
 Cantos das salas;
 Debaixo das mesas, camas ou outras superfícies
resistentes.
Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da
Proteção Civil
907/03/2015
ANTES
 Identificar os locais mais perigosos de casa ou
do trabalho:
Elevadores;
 Locais junto a janelas, espelhos e
chaminés;
Saídas.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1007/03/2015
ANTES
importante não esquecer
 De substituir os produtos que necessitem de renovação periódica,
como por exemplo:
 Agua (todos os 3 meses);
 Pilhas (todos os 12 meses).
 De substituir os produtos cuja periodicidade de renovação estiver
estabelecida na embalagem:
 Alimentos;
 Medicamentos;
 Extintores.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1107/03/2015
DURANTE
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1207/03/2015
DURANTE
 Manter a calma durante a ocorrência do sismo;
 Procurar protecção no quarto, canto da sala, debaixo
das ombreiras da porta, mesas ou camas;
 Ajoelhar e proteger a cabeça e os olhos com as mãos;
 Manter-se afastado de janelas, espelhos, chaminés e
outros objectos que possam cair.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1307/03/2015
DURANTE
 Num edifício grande nunca utilizar os elevadores, nem se
precipitar para as saídas;
 Na rua, dirigir-se para um local aberto, manter distancia de
edifícios altos, poste de electricidade e outros objectos que
possam cair;
 Durante a condução de um veiculo, parar longe de edifícios,
muros postes e cabos de alta tensão e permanecer no
interior.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1407/03/2015
DEPOIS
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1507/03/2015
DEPOIS
 Manter a calma e contar com a existência de réplicas;
 Não acender fósforos nem isqueiros pois pode haver
fugas de gás;
 Cortar imediatamente o gás, electricidade e água;
 Observar se a casa sofreu danos graves, e sair
imediatamente se não houver segurança no local.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1607/03/2015
DEPOIS
 Cuidado com vidros partidos ou cabos de electricidade;
 Evitar ferimentos protegendo-se com roupa adequada.
Calças, camisa de manga cumprida e sapatos fortes;
 Se houver incêndio tente apaga-lo. Se não conseguir
alerte os bombeiros;
 Limpar urgentemente os produtos inflamáveis que se
tenham derramado (álcool, tintas etc.).
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1707/03/2015
DEPOIS
 Soltar os animais, eles tratam de si próprios;
 Se estiver na rua, não ir para casa;
 Se houver feridos, ajudar se souber, não devendo
remover feridos com fracturas a não ser que haja perigo
de incêndio, inundação ou derrocada;
 Pedir ajuda, ligar o radio a pilhas e ficar atento às
recomendações difundidas pelas autoridades.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1807/03/2015
É igualmente importante
 Estabelecer um plano de actuação, delegando
tarefas por todos os elementos da família, sendo
que todos devem ter conhecimento das medidas
de autoprotecção a aplicar;
 Praticar periodicamente o plano de actuação com
o agregado familiar para que cada membro
recorde exactamente como proceder.
Eduardo Oliveira
Engenheiro Técnico da Proteção Civil
1907/03/2015
PRÓXIMOS TEMAS A SEREM
TRATADOS
• Inundação e seca;
• Ondas de calor e vagas de frio;
• Acidentes com gás;
• Acidentes domésticos mais frequentes;
• Incêndio.
07/03/2015
Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da
Proteção Civil
20
Obrigado
Qualquer duvida escreva para
Eduardojmoliveira@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sismos o que podemos fazer
Sismos o que podemos fazerSismos o que podemos fazer
Sismos o que podemos fazer
clube proteccao civil ess
 
Sismos
SismosSismos
Dsrm gabseg sismos
Dsrm gabseg sismosDsrm gabseg sismos
Sismospps
SismosppsSismospps
Sismospps
Ana T.
 
1. procedimentos seguranca emergencia_2015
1. procedimentos seguranca emergencia_20151. procedimentos seguranca emergencia_2015
1. procedimentos seguranca emergencia_2015
Pedro Brazão
 
Projeto para residências
Projeto para residênciasProjeto para residências
Projeto para residências
Segurança
 
Incêndio na Floresta
Incêndio na FlorestaIncêndio na Floresta
Incêndio na Floresta
Gonçalo Silva
 
Panfleto sismos
Panfleto sismosPanfleto sismos
Panfleto sismos
Luis Madeira
 
Sismos 2
Sismos 2Sismos 2
Sinais De ProibiçãO
Sinais De ProibiçãOSinais De ProibiçãO
Sinais De ProibiçãO
tetsu
 
Folheto a terra treme
Folheto a terra tremeFolheto a terra treme
Folheto a terra treme
Pedro França
 
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c segProteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Marcio Andre
 
As cheias em portugal
As cheias em portugalAs cheias em portugal
As cheias em portugal
vava342
 
Manual de segurança no lar
Manual de segurança no larManual de segurança no lar
Manual de segurança no lar
Universidade Federal Fluminense
 

Mais procurados (14)

Sismos o que podemos fazer
Sismos o que podemos fazerSismos o que podemos fazer
Sismos o que podemos fazer
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Dsrm gabseg sismos
Dsrm gabseg sismosDsrm gabseg sismos
Dsrm gabseg sismos
 
Sismospps
SismosppsSismospps
Sismospps
 
1. procedimentos seguranca emergencia_2015
1. procedimentos seguranca emergencia_20151. procedimentos seguranca emergencia_2015
1. procedimentos seguranca emergencia_2015
 
Projeto para residências
Projeto para residênciasProjeto para residências
Projeto para residências
 
Incêndio na Floresta
Incêndio na FlorestaIncêndio na Floresta
Incêndio na Floresta
 
Panfleto sismos
Panfleto sismosPanfleto sismos
Panfleto sismos
 
Sismos 2
Sismos 2Sismos 2
Sismos 2
 
Sinais De ProibiçãO
Sinais De ProibiçãOSinais De ProibiçãO
Sinais De ProibiçãO
 
Folheto a terra treme
Folheto a terra tremeFolheto a terra treme
Folheto a terra treme
 
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c segProteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
 
As cheias em portugal
As cheias em portugalAs cheias em portugal
As cheias em portugal
 
Manual de segurança no lar
Manual de segurança no larManual de segurança no lar
Manual de segurança no lar
 

Destaque

Proteção Civil na Escola de Favões
Proteção Civil na Escola de FavõesProteção Civil na Escola de Favões
Proteção Civil na Escola de Favões
BorisCasoy
 
Saber para Servir
Saber para ServirSaber para Servir
Saber para Servir
Adminefa
 
Panfleto proteção civil
Panfleto proteção civilPanfleto proteção civil
Panfleto proteção civil
cpcivil
 
Incendios 2
Incendios 2Incendios 2
Incendios 2
nenhuma
 
Trovoadas
TrovoadasTrovoadas
Trovoadas
nenhuma
 
Dia protecção civil
Dia protecção civilDia protecção civil
Dia protecção civil
André Costa
 
Riscos naturais
Riscos naturaisRiscos naturais
Riscos naturais
Mayjö .
 
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAISRISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
abarros
 

Destaque (8)

Proteção Civil na Escola de Favões
Proteção Civil na Escola de FavõesProteção Civil na Escola de Favões
Proteção Civil na Escola de Favões
 
Saber para Servir
Saber para ServirSaber para Servir
Saber para Servir
 
Panfleto proteção civil
Panfleto proteção civilPanfleto proteção civil
Panfleto proteção civil
 
Incendios 2
Incendios 2Incendios 2
Incendios 2
 
Trovoadas
TrovoadasTrovoadas
Trovoadas
 
Dia protecção civil
Dia protecção civilDia protecção civil
Dia protecção civil
 
Riscos naturais
Riscos naturaisRiscos naturais
Riscos naturais
 
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAISRISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
RISCOS E CATÁSTROFES NATURAIS
 

Semelhante a A proteção civil em casa

Plano de Prevenção
Plano de PrevençãoPlano de Prevenção
Plano de Prevenção
marleneves
 
Prevenção
PrevençãoPrevenção
Prevenção
Orla Rio
 
A descoberta de si mesmo a segurana do corpo
A descoberta de si mesmo a segurana do corpoA descoberta de si mesmo a segurana do corpo
A descoberta de si mesmo a segurana do corpo
Ana Ribeiro
 
Nr 23
Nr 23Nr 23
Ast s-it004 - it instrucoes gerais seguranca
Ast s-it004 - it instrucoes gerais segurancaAst s-it004 - it instrucoes gerais seguranca
Ast s-it004 - it instrucoes gerais seguranca
Borsalin
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Pelo Siro
 
Como evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.pptComo evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.ppt
RobertoMaciel20
 
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Sismos 1
nenhuma
 
Curso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igrejaCurso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igreja
Sergio Silva
 
Incendios casa adulto
Incendios casa adultoIncendios casa adulto
Incendios casa adulto
becastanheiradepera
 
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.pptComo evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Stenioanjos
 
A&j info - incêndios domésticos
A&j   info - incêndios domésticosA&j   info - incêndios domésticos
A&j info - incêndios domésticos
AJ_SHST
 
temas de dssTemas novos para dds
temas de dssTemas novos para ddstemas de dssTemas novos para dds
temas de dssTemas novos para dds
Thais Pererira
 
266
266266
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe APrevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Lucas Vinícius
 
Prevenção de Sismos
Prevenção de SismosPrevenção de Sismos
Prevenção de Sismos
pauloricardom
 
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃOMÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
DiegoAugusto86
 
Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica
Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica
Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica
DiegoAugusto86
 
slides_seguranca-powerpoint.ppt
slides_seguranca-powerpoint.pptslides_seguranca-powerpoint.ppt
slides_seguranca-powerpoint.ppt
anebiol
 
Incêndio em Casa
Incêndio em CasaIncêndio em Casa
Incêndio em Casa
Gonçalo Silva
 

Semelhante a A proteção civil em casa (20)

Plano de Prevenção
Plano de PrevençãoPlano de Prevenção
Plano de Prevenção
 
Prevenção
PrevençãoPrevenção
Prevenção
 
A descoberta de si mesmo a segurana do corpo
A descoberta de si mesmo a segurana do corpoA descoberta de si mesmo a segurana do corpo
A descoberta de si mesmo a segurana do corpo
 
Nr 23
Nr 23Nr 23
Nr 23
 
Ast s-it004 - it instrucoes gerais seguranca
Ast s-it004 - it instrucoes gerais segurancaAst s-it004 - it instrucoes gerais seguranca
Ast s-it004 - it instrucoes gerais seguranca
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Como evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.pptComo evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.ppt
 
Sismos 1
Sismos 1Sismos 1
Sismos 1
 
Curso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igrejaCurso de prevenção de acidentes na igreja
Curso de prevenção de acidentes na igreja
 
Incendios casa adulto
Incendios casa adultoIncendios casa adulto
Incendios casa adulto
 
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.pptComo evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
 
A&j info - incêndios domésticos
A&j   info - incêndios domésticosA&j   info - incêndios domésticos
A&j info - incêndios domésticos
 
temas de dssTemas novos para dds
temas de dssTemas novos para ddstemas de dssTemas novos para dds
temas de dssTemas novos para dds
 
266
266266
266
 
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe APrevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
Prevenção, proteção e combate ao incêndio de classe A
 
Prevenção de Sismos
Prevenção de SismosPrevenção de Sismos
Prevenção de Sismos
 
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃOMÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
 
Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica
Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica
Métodos de extinção do fogo aplicado a brigada orgânica
 
slides_seguranca-powerpoint.ppt
slides_seguranca-powerpoint.pptslides_seguranca-powerpoint.ppt
slides_seguranca-powerpoint.ppt
 
Incêndio em Casa
Incêndio em CasaIncêndio em Casa
Incêndio em Casa
 

A proteção civil em casa

  • 1. A PROTECÇÃO CIVIL EM CASA MEDIDAS DE AUTOPROTECÇÃO SISMOS – Como proceder ? Antes, durante e depois. Eduardo Oliveira Engenheiro técnico da Proteção Civil
  • 2. OBJECTIVOS 1. Identificar os locais mais seguros e os mais perigosos, na sua casa e ou local de trabalho; 2. Saber os comportamentos a adoptar em caso de sismo. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 207/03/2015
  • 3. SUMÁRIO  O que é um sismo?  Como proceder?  Antes;  Durante;  Depois. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 307/03/2015
  • 4. O QUE É UM SISMO? Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 407/03/2015
  • 5. O que é um sismo?  Duma forma geral , pode dizer-se que um sismo é um fenómeno natural resultante de uma vibração mais ou menos violenta da crusta terrestre, devido ao ajustamento súbito de rochas sob pressão.  As vibrações podem durar poucos segundos ou alguns minutos.  Após o primeiro abalo acontecem geralmente outros chamados réplicas. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 507/03/2015
  • 6. ALGUNS EXEMPLOS  Sismo de Lisboa 1 Novembro de 1755  Sismo de Benavente 23 de Abril de 1909 Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 607/03/2015
  • 7. ANTES Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 707/03/2015
  • 8. ANTES ter sempre um kit de emergência  Um radio portátil, lanterna electrica e pilhas de reserva;  Material de primeiros socorros, incluindo a medicação usada pelos membros da família (insulina, doenças crónicas);  Agua engarrafada e comida enlatada suficiente para 2 ou 3 dias;  Agasalhos para os membros da família;  Fotocopia dos documentos mais importantes;  Extintor pó químico ABC;  Ferramentas (exemplo: canivete multifunções). Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 807/03/2015
  • 9. ANTES  Identificar os locais mais seguros da casa ou de trabalho:  Vãos de porta, de preferência em paredes mestras;  Cantos das salas;  Debaixo das mesas, camas ou outras superfícies resistentes. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 907/03/2015
  • 10. ANTES  Identificar os locais mais perigosos de casa ou do trabalho: Elevadores;  Locais junto a janelas, espelhos e chaminés; Saídas. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1007/03/2015
  • 11. ANTES importante não esquecer  De substituir os produtos que necessitem de renovação periódica, como por exemplo:  Agua (todos os 3 meses);  Pilhas (todos os 12 meses).  De substituir os produtos cuja periodicidade de renovação estiver estabelecida na embalagem:  Alimentos;  Medicamentos;  Extintores. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1107/03/2015
  • 12. DURANTE Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1207/03/2015
  • 13. DURANTE  Manter a calma durante a ocorrência do sismo;  Procurar protecção no quarto, canto da sala, debaixo das ombreiras da porta, mesas ou camas;  Ajoelhar e proteger a cabeça e os olhos com as mãos;  Manter-se afastado de janelas, espelhos, chaminés e outros objectos que possam cair. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1307/03/2015
  • 14. DURANTE  Num edifício grande nunca utilizar os elevadores, nem se precipitar para as saídas;  Na rua, dirigir-se para um local aberto, manter distancia de edifícios altos, poste de electricidade e outros objectos que possam cair;  Durante a condução de um veiculo, parar longe de edifícios, muros postes e cabos de alta tensão e permanecer no interior. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1407/03/2015
  • 15. DEPOIS Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1507/03/2015
  • 16. DEPOIS  Manter a calma e contar com a existência de réplicas;  Não acender fósforos nem isqueiros pois pode haver fugas de gás;  Cortar imediatamente o gás, electricidade e água;  Observar se a casa sofreu danos graves, e sair imediatamente se não houver segurança no local. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1607/03/2015
  • 17. DEPOIS  Cuidado com vidros partidos ou cabos de electricidade;  Evitar ferimentos protegendo-se com roupa adequada. Calças, camisa de manga cumprida e sapatos fortes;  Se houver incêndio tente apaga-lo. Se não conseguir alerte os bombeiros;  Limpar urgentemente os produtos inflamáveis que se tenham derramado (álcool, tintas etc.). Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1707/03/2015
  • 18. DEPOIS  Soltar os animais, eles tratam de si próprios;  Se estiver na rua, não ir para casa;  Se houver feridos, ajudar se souber, não devendo remover feridos com fracturas a não ser que haja perigo de incêndio, inundação ou derrocada;  Pedir ajuda, ligar o radio a pilhas e ficar atento às recomendações difundidas pelas autoridades. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1807/03/2015
  • 19. É igualmente importante  Estabelecer um plano de actuação, delegando tarefas por todos os elementos da família, sendo que todos devem ter conhecimento das medidas de autoprotecção a aplicar;  Praticar periodicamente o plano de actuação com o agregado familiar para que cada membro recorde exactamente como proceder. Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 1907/03/2015
  • 20. PRÓXIMOS TEMAS A SEREM TRATADOS • Inundação e seca; • Ondas de calor e vagas de frio; • Acidentes com gás; • Acidentes domésticos mais frequentes; • Incêndio. 07/03/2015 Eduardo Oliveira Engenheiro Técnico da Proteção Civil 20
  • 21. Obrigado Qualquer duvida escreva para Eduardojmoliveira@gmail.com

Notas do Editor

  1. Curso – A protecção civil em casa Modulo – medidas de autoprotecção