SlideShare uma empresa Scribd logo
O que fazer em caso de incêndio em sua casa? Elaborado por Turma 6ºC: Jéssica Antunes nº4 João Pedro Silva nº 6  Pedro Ribeiro nº12
Índice Introdução O que fazer em caso de incêndio em sua casa? Se estiver num compartimento com a porta fechada Causas mais comuns nos incêndios na habitação Como evitar incêndios numa habitação Que consequências pode ter um incêndio numa habitação Curiosidades O que fazer em caso de incêndio florestal Como evitar incêndios florestais Consequências que um incêndio florestal pode ter Conclusão Bibliografia
Introdução Este trabalho foi feito no âmbito do tema “Incêndios”. Este assunto está inserido na semana da protecção civil e é o tema escolhido para o 6º ano. Este trabalho foi feito através de entrevistas a bombeiros e pesquisas na internet. Os nossos objectivos principais foram demonstrar como, por exemplo, um cigarro mal apagado pode causar uma grande catástrofe.
O que fazer em caso de incêndio em sua casa? ●  Se vir chamas ou lhe cheirar a fumo, avise todas as pessoas da casa e chame os bombeiros.  Faça sair toda a gente de casa e ajude os que precisam, particularmente as crianças e os idosos. Não ponha a sua vida em risco (ou a de outras pessoas) só para salvar objectos de valor. O maior valor é a sua vida e a dos seus. Não entre em pânico. Não se aproxime do local do fogo. Abandone a zona ajudando, caso seja possível, outros mais novos ou assustados. Se o fumo for muito, gatinhe até à saída mais próxima. Se possível improvise uma mascara, utilizando um lenço molhado.  Feche as portas ao sair. Se o fogo pegar a sua roupa, atire-se para chão e role sobre si mesmo. Nunca volte atrás mesmo que tenha esquecido alguma coisa.
Se está num compartimento com a porta fechada: ●   Nunca abra a porta se estiver quente. Se o fumo entrar por baixo da porta, mantenha-a fechada isole-a com tolhas molhadas. Abra a janela para sair, pedir socorro ou respirar. Se não vir fumo por baixo da porta e a parte superior não estiver quente, abra a porta lentamente. Cuidado, pode ter de a fechar de novo rapidamente se houver demasiado fumo ou fogo na divisão seguinte Se houver fumo, proteja a boca com um pano húmido e respire através dele. Mantenha-se e desloque-se o mais perto possível do chão, pois aí o ar é mais respirável. Feche as portas atrás de si quando sair. Isso retardará o avanço do fogo.
Causas mais comuns dos incêndios na habitação: ●   Descuido ao cozinhar. Cigarros mal apagados. Deixar o aquecimento ligado. Velas, candeeiros a gás e a petróleo. Problemas na instalação eléctrica e nos aparelhos electrónicos. Lareiras
Como evitar incêndios:   ●   Cigarros: Jamais brinque com o fogo. Um cigarro mal apagado, deitado numa lixeira com papéis pode causar uma catástrofe. Coloque o cigarro apagado somente em um cinzeiro ou em uma caixa de areia. Cuidado com os fósforos. Apague-os na água, antes de deita-los fora. Não fume na cama ou quando estiver com sono. Mantenha fósforos e isqueiros longe do alcance das crianças.  Evite usar lamparinas, pois a sua utilização é insegura Nunca apoie velas sobre caixas de fósforos, nem sobre materiais combustíveis. Não deixe cortinas compridas ou tapetes sobre fios eléctricos. Muitos incêndios foram iniciados, pois o ferro de passar roupa, após o uso, foi esquecido ligado. Não limpe o piso de sua casa com gasolina ou solventes. Lembre-se que os vapores com o ar formam misturas explosivas.
Como evitar incêndios:   ●   Se possível coloque a sua botija de gás fora de casa. É importante fechar o registo do gás, quando não estiver a utilizar o fogão é de se frisar, que normalmente os vazamentos ocorrem depois do regulador de pressão e desta forma, a botija nem e a culpada. Geralmente a explosão não e da botija e sim da mistura de gás com o ar, que queima numa fracção de segundos, causando a explosão. Se você chegar a casa e lhe cheirar a gás, não acenda a luz, pois esse acto pode ocasionar uma imediata explosão  Jamais deixe o que esta a cozinhar sem supervisão. Nunca coloque papel de alumínio ou algum metal dentro do forno de microondas.  Lembre-se que a distancia ideal do aquecedor para qualquer objecto incendiário e de 1 metro. A sobrecarga na instalação eléctrica é uma das principais causas de incêndio. Se a corrente eléctrica estiver acima do que a fiação suporta, ocorrerá super aquecimento dos fios, podendo dar início a um incêndio. Desta forma, não ligue mais de que um aparelho por tomada. Não faça ligações eléctricas provisórias, conhecidas vulgarmente por “gambiarras”. Fios descascados quando encostam um no outro provocam curto-circuito e faíscas.
Como evitar incêndios: Chame um electricista qualificado para executar ou reparar as instalações eléctricas ou quando encontrar um dos seguintes problemas: Constante abertura dos dispositivos de protecção (disjuntores). Queima de fusíveis. Aquecimento de fiação ou disjuntores.  Fiações expostas. Lâmpadas incandescentes instaladas directamente em torno de material combustível, pois elas liberam grande quantidade de calor. Inexistência de enterramento adequado para as instalações e os equipamentos, tais como torneiras e chuveiros eléctricos, ar condicionada etc. Evite aterrá-los em canos de água
Que consequências pode ter um incêndio numa habitação:   As consequências que um incêndio podem ser desastrosas: casas destruídas, causando vários sem abrigos ou mesmo mortos, doenças respiratórias, devido ao fumo do fogo.
Curiosidades A que horas deflagram os incêndios: 00 Horas – 4 Horas = 9%  4 Horas – 8 Horas = 8%  8 Horas – 12 Horas = 12%  12 Horas – 16 Horas = 24% 16 Horas – 20 Horas =23%  20 Horas – 00 Horas = 22%
O que fazer em caso de incêndio florestal? Contacte de imediato qualquer uma das seguintes entidades: bombeiros, serviços florestais, forças de segurança (PSP ou GNR). Se vir que não corre perigo, tente abafar as chamas, batendo nelas com ramos, ate que cheguem os bombeiros. Repare na presença de estranhos na zona: anote descrições e marcas, cores e matrículas de veículos, tudo o que achar suspeito. Não vá assistir aos incêndios, deixe livre o acesso para aqueles que combatem as chamas.
Como evitar incêndios florestais: Não acenda fogueiras ao ar livre. Se fizer uma fogueira num local devidamente autorizado limpe a área circundante num perímetro de 5 metros, rodeie o local com pedras e tenha atenção à intensidade do vento. Mantenha sempre por perto uma fonte de água caso ocorra algum imprevisto. Antes de abandonar o local certifique-se que apagou bem a fogueira com terra e pedras e que não restam brasas acesas. Não deite pontas de cigarros nem fósforos para o chão, caso circule de carro utilize o cinzeiro do mesmo, caso tenha mesmo de o fazer certifica-se sempre se deixou o cigarro completamente apagado. Nunca deite fora vidros plásticos e papeis, traga-os consigo num saco até encontrar um contentor de lixo seguro, para alem de poluírem o local, são materiais extremamente inflamáveis, no caso dos plásticos e papéis e no caso dos vidros devido ao sobreaquecimento podem causar um incêndio. Caso encontre alguma das situações acima mencionadas faça os possíveis para os corrigir, para que possa evitar o pior .
Consequências que um incêndio florestal pode ter: Os incêndios florestais podem ter como consequências: milhares de hectares destruídos, varias espécies de animais extintas, vários habitat destruídos.
Conclusão Nós gostámos muito de realizar este trabalho, pois ficámos a perceber muito mais sobre os incêndios. Aprendemos a fazer apresentações em PowerPoint. E se algum dia houver algum incêndio já sabemos como agir, também como os evitar, que consequências eles podem ter e algumas curiosidades.  Ficámos muito contentes por fazer este trabalho em PowerPoint. Foi uma experiencia totalmente nova.
Bibliografia www.google.pt www.wikipedia.org entrevista a um bombeiro chamado Francisco Ribeiro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gás
GásGás
Inc hotel aut
Inc hotel autInc hotel aut
Inc hotel aut
becastanheiradepera
 
O plano de evacuação (2)
O plano de evacuação (2)O plano de evacuação (2)
O plano de evacuação (2)
Fernando Marques Henriques
 
Procedimentos de seguranca
Procedimentos de segurancaProcedimentos de seguranca
Procedimentos de seguranca
Orla Rio
 
1191714618 1829.incendios
1191714618 1829.incendios1191714618 1829.incendios
1191714618 1829.incendios
Pelo Siro
 
266
266266
Incendios 2
Incendios 2Incendios 2
Incendios 2
nenhuma
 
Como Escapar de Um Incêndio
Como Escapar de Um IncêndioComo Escapar de Um Incêndio
Como Escapar de Um Incêndio
IZAIAS DE SOUZA AGUIAR
 
Abandono em edificio
Abandono em edificioAbandono em edificio
Abandono em edificio
Nilton Goulart
 
Nr23 brigadistas
Nr23   brigadistasNr23   brigadistas
Nr23 brigadistas
Carlos Helt
 
Jcf cppc
Jcf cppcJcf cppc
Jcf cppc
Joana Jesus
 
Protecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieiraProtecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieira
protecaocivil
 
Incêndios
IncêndiosIncêndios
Incêndios
sibfv
 
Prevencão Incêndios
Prevencão IncêndiosPrevencão Incêndios
Prevencão Incêndios
semprealex
 
Power Point Incêndios Acabado
Power Point  Incêndios AcabadoPower Point  Incêndios Acabado
Power Point Incêndios Acabado
sibfv
 
Apresentação incendio escola
Apresentação incendio escolaApresentação incendio escola
Apresentação incendio escola
sandramarlene
 
Seguranca escritorio-marcelo bortolotto
Seguranca escritorio-marcelo bortolottoSeguranca escritorio-marcelo bortolotto
Seguranca escritorio-marcelo bortolotto
Andre Duque
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
Moisés Benitez
 
Noção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios okNoção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios ok
João Natael Hoch Tavares
 
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c segProteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Marcio Andre
 

Mais procurados (20)

Gás
GásGás
Gás
 
Inc hotel aut
Inc hotel autInc hotel aut
Inc hotel aut
 
O plano de evacuação (2)
O plano de evacuação (2)O plano de evacuação (2)
O plano de evacuação (2)
 
Procedimentos de seguranca
Procedimentos de segurancaProcedimentos de seguranca
Procedimentos de seguranca
 
1191714618 1829.incendios
1191714618 1829.incendios1191714618 1829.incendios
1191714618 1829.incendios
 
266
266266
266
 
Incendios 2
Incendios 2Incendios 2
Incendios 2
 
Como Escapar de Um Incêndio
Como Escapar de Um IncêndioComo Escapar de Um Incêndio
Como Escapar de Um Incêndio
 
Abandono em edificio
Abandono em edificioAbandono em edificio
Abandono em edificio
 
Nr23 brigadistas
Nr23   brigadistasNr23   brigadistas
Nr23 brigadistas
 
Jcf cppc
Jcf cppcJcf cppc
Jcf cppc
 
Protecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieiraProtecçao civil ana vieira
Protecçao civil ana vieira
 
Incêndios
IncêndiosIncêndios
Incêndios
 
Prevencão Incêndios
Prevencão IncêndiosPrevencão Incêndios
Prevencão Incêndios
 
Power Point Incêndios Acabado
Power Point  Incêndios AcabadoPower Point  Incêndios Acabado
Power Point Incêndios Acabado
 
Apresentação incendio escola
Apresentação incendio escolaApresentação incendio escola
Apresentação incendio escola
 
Seguranca escritorio-marcelo bortolotto
Seguranca escritorio-marcelo bortolottoSeguranca escritorio-marcelo bortolotto
Seguranca escritorio-marcelo bortolotto
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
 
Noção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios okNoção básico de prevenção de incêndios ok
Noção básico de prevenção de incêndios ok
 
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c segProteção contra incendio modulo i 1 c seg
Proteção contra incendio modulo i 1 c seg
 

Semelhante a O Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em

Estudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-IncêndiosEstudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-Incêndios
Ministério da Educação
 
Incêndio na Floresta
Incêndio na FlorestaIncêndio na Floresta
Incêndio na Floresta
Gonçalo Silva
 
ApresentaçãO1
ApresentaçãO1ApresentaçãO1
ApresentaçãO1
sibfv
 
Incendios Urbanos I I Grupo Da Beatriz Frazão E Companhia
Incendios  Urbanos  I I   Grupo Da  Beatriz  Frazão E CompanhiaIncendios  Urbanos  I I   Grupo Da  Beatriz  Frazão E Companhia
Incendios Urbanos I I Grupo Da Beatriz Frazão E Companhia
sibfv
 
SOS Fire! IO1: Manual de Segurança PT
SOS Fire! IO1: Manual de Segurança PTSOS Fire! IO1: Manual de Segurança PT
SOS Fire! IO1: Manual de Segurança PT
Karel Van Isacker
 
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.pptComo evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Stenioanjos
 
Conhecendoofogo
ConhecendoofogoConhecendoofogo
Conhecendoofogo
Michelly Abdalla Farah
 
A&j info - incêndios domésticos
A&j   info - incêndios domésticosA&j   info - incêndios domésticos
A&j info - incêndios domésticos
AJ_SHST
 
Como evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.pptComo evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.ppt
RobertoMaciel20
 
Prevencao Incendios Cartilha
Prevencao Incendios CartilhaPrevencao Incendios Cartilha
Prevencao Incendios Cartilha
guest168d86
 
Prevenção e combate a incêdios.ppt
Prevenção e combate a incêdios.pptPrevenção e combate a incêdios.ppt
Prevenção e combate a incêdios.ppt
recantofeliz
 
Prevenção contra incêndio
Prevenção contra incêndioPrevenção contra incêndio
Prevenção contra incêndio
sindiconet
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
Rui Andrade
 
Combate a incêndio
Combate a incêndioCombate a incêndio
Combate a incêndio
Orlando Teixeira
 
Prevencao incendios cartilha
Prevencao incendios cartilhaPrevencao incendios cartilha
Prevencao incendios cartilha
Karol Oliveira
 
Treinamento de combate a incendio e sinistros
Treinamento de combate a incendio e sinistrosTreinamento de combate a incendio e sinistros
Treinamento de combate a incendio e sinistros
CiceroRamon3
 
Fogos em Portugal ( Aluno José Vitor
Fogos em Portugal ( Aluno José VitorFogos em Portugal ( Aluno José Vitor
Fogos em Portugal ( Aluno José Vitor
clubeinformatica
 
Conhecendo o Fogo.ppt
Conhecendo o Fogo.pptConhecendo o Fogo.ppt
Conhecendo o Fogo.ppt
cfrseg
 
conhecendoofogo.ppt
conhecendoofogo.pptconhecendoofogo.ppt
conhecendoofogo.ppt
cledsondossantossouz
 
Conhecendo o fogo, teoria e definições.ppt
Conhecendo o fogo, teoria e definições.pptConhecendo o fogo, teoria e definições.ppt
Conhecendo o fogo, teoria e definições.ppt
leonardocasoconsulto
 

Semelhante a O Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em (20)

Estudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-IncêndiosEstudo do Meio-Incêndios
Estudo do Meio-Incêndios
 
Incêndio na Floresta
Incêndio na FlorestaIncêndio na Floresta
Incêndio na Floresta
 
ApresentaçãO1
ApresentaçãO1ApresentaçãO1
ApresentaçãO1
 
Incendios Urbanos I I Grupo Da Beatriz Frazão E Companhia
Incendios  Urbanos  I I   Grupo Da  Beatriz  Frazão E CompanhiaIncendios  Urbanos  I I   Grupo Da  Beatriz  Frazão E Companhia
Incendios Urbanos I I Grupo Da Beatriz Frazão E Companhia
 
SOS Fire! IO1: Manual de Segurança PT
SOS Fire! IO1: Manual de Segurança PTSOS Fire! IO1: Manual de Segurança PT
SOS Fire! IO1: Manual de Segurança PT
 
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.pptComo evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
Como evitar incêndios e prevenção de incendios.ppt
 
Conhecendoofogo
ConhecendoofogoConhecendoofogo
Conhecendoofogo
 
A&j info - incêndios domésticos
A&j   info - incêndios domésticosA&j   info - incêndios domésticos
A&j info - incêndios domésticos
 
Como evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.pptComo evitar incêndios.ppt
Como evitar incêndios.ppt
 
Prevencao Incendios Cartilha
Prevencao Incendios CartilhaPrevencao Incendios Cartilha
Prevencao Incendios Cartilha
 
Prevenção e combate a incêdios.ppt
Prevenção e combate a incêdios.pptPrevenção e combate a incêdios.ppt
Prevenção e combate a incêdios.ppt
 
Prevenção contra incêndio
Prevenção contra incêndioPrevenção contra incêndio
Prevenção contra incêndio
 
Incêndios florestais
Incêndios florestaisIncêndios florestais
Incêndios florestais
 
Combate a incêndio
Combate a incêndioCombate a incêndio
Combate a incêndio
 
Prevencao incendios cartilha
Prevencao incendios cartilhaPrevencao incendios cartilha
Prevencao incendios cartilha
 
Treinamento de combate a incendio e sinistros
Treinamento de combate a incendio e sinistrosTreinamento de combate a incendio e sinistros
Treinamento de combate a incendio e sinistros
 
Fogos em Portugal ( Aluno José Vitor
Fogos em Portugal ( Aluno José VitorFogos em Portugal ( Aluno José Vitor
Fogos em Portugal ( Aluno José Vitor
 
Conhecendo o Fogo.ppt
Conhecendo o Fogo.pptConhecendo o Fogo.ppt
Conhecendo o Fogo.ppt
 
conhecendoofogo.ppt
conhecendoofogo.pptconhecendoofogo.ppt
conhecendoofogo.ppt
 
Conhecendo o fogo, teoria e definições.ppt
Conhecendo o fogo, teoria e definições.pptConhecendo o fogo, teoria e definições.ppt
Conhecendo o fogo, teoria e definições.ppt
 

Mais de sibfv

Os Incendio(2)
Os Incendio(2)Os Incendio(2)
Os Incendio(2)
sibfv
 
Incendios
IncendiosIncendios
Incendios
sibfv
 
FuracõEs 2
FuracõEs 2FuracõEs 2
FuracõEs 2
sibfv
 
Sismos2
Sismos2Sismos2
Sismos2
sibfv
 
FuracõEs
FuracõEsFuracõEs
FuracõEs
sibfv
 
Cheias
CheiasCheias
Cheias
sibfv
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
sibfv
 
Poluicaosonora
PoluicaosonoraPoluicaosonora
Poluicaosonora
sibfv
 
Power Point A P Maria
Power Point  A P  MariaPower Point  A P  Maria
Power Point A P Maria
sibfv
 
I N C E N D I O S F L O R E S T A I S E D0 M E S T I C O S
I N C E N D I O S  F L O R E S T A I S  E  D0 M E S T I C O SI N C E N D I O S  F L O R E S T A I S  E  D0 M E S T I C O S
I N C E N D I O S F L O R E S T A I S E D0 M E S T I C O S
sibfv
 

Mais de sibfv (10)

Os Incendio(2)
Os Incendio(2)Os Incendio(2)
Os Incendio(2)
 
Incendios
IncendiosIncendios
Incendios
 
FuracõEs 2
FuracõEs 2FuracõEs 2
FuracõEs 2
 
Sismos2
Sismos2Sismos2
Sismos2
 
FuracõEs
FuracõEsFuracõEs
FuracõEs
 
Cheias
CheiasCheias
Cheias
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Poluicaosonora
PoluicaosonoraPoluicaosonora
Poluicaosonora
 
Power Point A P Maria
Power Point  A P  MariaPower Point  A P  Maria
Power Point A P Maria
 
I N C E N D I O S F L O R E S T A I S E D0 M E S T I C O S
I N C E N D I O S  F L O R E S T A I S  E  D0 M E S T I C O SI N C E N D I O S  F L O R E S T A I S  E  D0 M E S T I C O S
I N C E N D I O S F L O R E S T A I S E D0 M E S T I C O S
 

Último

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 

O Que Fazer Em Caso De IncêNdio Em

  • 1. O que fazer em caso de incêndio em sua casa? Elaborado por Turma 6ºC: Jéssica Antunes nº4 João Pedro Silva nº 6 Pedro Ribeiro nº12
  • 2. Índice Introdução O que fazer em caso de incêndio em sua casa? Se estiver num compartimento com a porta fechada Causas mais comuns nos incêndios na habitação Como evitar incêndios numa habitação Que consequências pode ter um incêndio numa habitação Curiosidades O que fazer em caso de incêndio florestal Como evitar incêndios florestais Consequências que um incêndio florestal pode ter Conclusão Bibliografia
  • 3. Introdução Este trabalho foi feito no âmbito do tema “Incêndios”. Este assunto está inserido na semana da protecção civil e é o tema escolhido para o 6º ano. Este trabalho foi feito através de entrevistas a bombeiros e pesquisas na internet. Os nossos objectivos principais foram demonstrar como, por exemplo, um cigarro mal apagado pode causar uma grande catástrofe.
  • 4. O que fazer em caso de incêndio em sua casa? ● Se vir chamas ou lhe cheirar a fumo, avise todas as pessoas da casa e chame os bombeiros. Faça sair toda a gente de casa e ajude os que precisam, particularmente as crianças e os idosos. Não ponha a sua vida em risco (ou a de outras pessoas) só para salvar objectos de valor. O maior valor é a sua vida e a dos seus. Não entre em pânico. Não se aproxime do local do fogo. Abandone a zona ajudando, caso seja possível, outros mais novos ou assustados. Se o fumo for muito, gatinhe até à saída mais próxima. Se possível improvise uma mascara, utilizando um lenço molhado. Feche as portas ao sair. Se o fogo pegar a sua roupa, atire-se para chão e role sobre si mesmo. Nunca volte atrás mesmo que tenha esquecido alguma coisa.
  • 5. Se está num compartimento com a porta fechada: ● Nunca abra a porta se estiver quente. Se o fumo entrar por baixo da porta, mantenha-a fechada isole-a com tolhas molhadas. Abra a janela para sair, pedir socorro ou respirar. Se não vir fumo por baixo da porta e a parte superior não estiver quente, abra a porta lentamente. Cuidado, pode ter de a fechar de novo rapidamente se houver demasiado fumo ou fogo na divisão seguinte Se houver fumo, proteja a boca com um pano húmido e respire através dele. Mantenha-se e desloque-se o mais perto possível do chão, pois aí o ar é mais respirável. Feche as portas atrás de si quando sair. Isso retardará o avanço do fogo.
  • 6. Causas mais comuns dos incêndios na habitação: ● Descuido ao cozinhar. Cigarros mal apagados. Deixar o aquecimento ligado. Velas, candeeiros a gás e a petróleo. Problemas na instalação eléctrica e nos aparelhos electrónicos. Lareiras
  • 7. Como evitar incêndios: ● Cigarros: Jamais brinque com o fogo. Um cigarro mal apagado, deitado numa lixeira com papéis pode causar uma catástrofe. Coloque o cigarro apagado somente em um cinzeiro ou em uma caixa de areia. Cuidado com os fósforos. Apague-os na água, antes de deita-los fora. Não fume na cama ou quando estiver com sono. Mantenha fósforos e isqueiros longe do alcance das crianças. Evite usar lamparinas, pois a sua utilização é insegura Nunca apoie velas sobre caixas de fósforos, nem sobre materiais combustíveis. Não deixe cortinas compridas ou tapetes sobre fios eléctricos. Muitos incêndios foram iniciados, pois o ferro de passar roupa, após o uso, foi esquecido ligado. Não limpe o piso de sua casa com gasolina ou solventes. Lembre-se que os vapores com o ar formam misturas explosivas.
  • 8. Como evitar incêndios: ● Se possível coloque a sua botija de gás fora de casa. É importante fechar o registo do gás, quando não estiver a utilizar o fogão é de se frisar, que normalmente os vazamentos ocorrem depois do regulador de pressão e desta forma, a botija nem e a culpada. Geralmente a explosão não e da botija e sim da mistura de gás com o ar, que queima numa fracção de segundos, causando a explosão. Se você chegar a casa e lhe cheirar a gás, não acenda a luz, pois esse acto pode ocasionar uma imediata explosão Jamais deixe o que esta a cozinhar sem supervisão. Nunca coloque papel de alumínio ou algum metal dentro do forno de microondas. Lembre-se que a distancia ideal do aquecedor para qualquer objecto incendiário e de 1 metro. A sobrecarga na instalação eléctrica é uma das principais causas de incêndio. Se a corrente eléctrica estiver acima do que a fiação suporta, ocorrerá super aquecimento dos fios, podendo dar início a um incêndio. Desta forma, não ligue mais de que um aparelho por tomada. Não faça ligações eléctricas provisórias, conhecidas vulgarmente por “gambiarras”. Fios descascados quando encostam um no outro provocam curto-circuito e faíscas.
  • 9. Como evitar incêndios: Chame um electricista qualificado para executar ou reparar as instalações eléctricas ou quando encontrar um dos seguintes problemas: Constante abertura dos dispositivos de protecção (disjuntores). Queima de fusíveis. Aquecimento de fiação ou disjuntores. Fiações expostas. Lâmpadas incandescentes instaladas directamente em torno de material combustível, pois elas liberam grande quantidade de calor. Inexistência de enterramento adequado para as instalações e os equipamentos, tais como torneiras e chuveiros eléctricos, ar condicionada etc. Evite aterrá-los em canos de água
  • 10. Que consequências pode ter um incêndio numa habitação: As consequências que um incêndio podem ser desastrosas: casas destruídas, causando vários sem abrigos ou mesmo mortos, doenças respiratórias, devido ao fumo do fogo.
  • 11. Curiosidades A que horas deflagram os incêndios: 00 Horas – 4 Horas = 9% 4 Horas – 8 Horas = 8% 8 Horas – 12 Horas = 12% 12 Horas – 16 Horas = 24% 16 Horas – 20 Horas =23% 20 Horas – 00 Horas = 22%
  • 12. O que fazer em caso de incêndio florestal? Contacte de imediato qualquer uma das seguintes entidades: bombeiros, serviços florestais, forças de segurança (PSP ou GNR). Se vir que não corre perigo, tente abafar as chamas, batendo nelas com ramos, ate que cheguem os bombeiros. Repare na presença de estranhos na zona: anote descrições e marcas, cores e matrículas de veículos, tudo o que achar suspeito. Não vá assistir aos incêndios, deixe livre o acesso para aqueles que combatem as chamas.
  • 13. Como evitar incêndios florestais: Não acenda fogueiras ao ar livre. Se fizer uma fogueira num local devidamente autorizado limpe a área circundante num perímetro de 5 metros, rodeie o local com pedras e tenha atenção à intensidade do vento. Mantenha sempre por perto uma fonte de água caso ocorra algum imprevisto. Antes de abandonar o local certifique-se que apagou bem a fogueira com terra e pedras e que não restam brasas acesas. Não deite pontas de cigarros nem fósforos para o chão, caso circule de carro utilize o cinzeiro do mesmo, caso tenha mesmo de o fazer certifica-se sempre se deixou o cigarro completamente apagado. Nunca deite fora vidros plásticos e papeis, traga-os consigo num saco até encontrar um contentor de lixo seguro, para alem de poluírem o local, são materiais extremamente inflamáveis, no caso dos plásticos e papéis e no caso dos vidros devido ao sobreaquecimento podem causar um incêndio. Caso encontre alguma das situações acima mencionadas faça os possíveis para os corrigir, para que possa evitar o pior .
  • 14. Consequências que um incêndio florestal pode ter: Os incêndios florestais podem ter como consequências: milhares de hectares destruídos, varias espécies de animais extintas, vários habitat destruídos.
  • 15. Conclusão Nós gostámos muito de realizar este trabalho, pois ficámos a perceber muito mais sobre os incêndios. Aprendemos a fazer apresentações em PowerPoint. E se algum dia houver algum incêndio já sabemos como agir, também como os evitar, que consequências eles podem ter e algumas curiosidades. Ficámos muito contentes por fazer este trabalho em PowerPoint. Foi uma experiencia totalmente nova.
  • 16. Bibliografia www.google.pt www.wikipedia.org entrevista a um bombeiro chamado Francisco Ribeiro