SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Escola secundária Jorge
Barbosa
10º Ano/ 1º ciclo do E.Secundário
Turma A
31 Alunos (2 repetentes)
Professor: Aluísio Oliveira
Brainstorming
Puberdade
Género
Identidade
Adolescente
Amor
Afetividade
Adulto
Sexo
Sexualidade
Todos nós, desde que nascemos até que morremos,
precisamos de estar próximos de outras pessoas.
Se precisamos de estar próximos de outras pessoas, significa
que todos gostamos de receber carinhos, mimos, beijinhos e
abraços, de nos sentirmos amados, protegidos e cuidados.
Assim, é na altura que somos bebés que esta necessidade é
maior, e é nesta idade que dependemos totalmente dos
adultos que cuidam de nos.
Com o passar do tempo, a nossa dependência dos outros
diminui, vamos ficando mais independentes, ou seja,
ganhamos pouco a pouco autonomia. Mas ao mesmo tempo
vamos sentindo que gostamos não só de ser protegidos,
cuidados e amados, mas que também gostamos de proteger,
cuidar e amar.
A necessidade de estar perto de outras pessoas continua
durante toda a vida!
O que muda com o tempo são as formas de estar próximo
dos outros, de dar e receber.
Sexualidade
é uma energia que nos motiva para encontrar amor, contacto,
ternura e intimidade. Ela integra-se no modo como nos
sentimos, movemos, tocamos e somos tocados. É ser-se
sensual e ao mesmo tempo sexual. A sexualidade influencia
pensamentos, sentimentos, ações e interações e, por isso,
influencia também a nossa saúde física e mental.”
Quando uma pessoa está a sentir prazer, está a vivenciar a
sua sexualidade. A busca do prazer pode se dar de várias
formas, em variadas circunstâncias.
Segundo Freud
A sexualidade é toda a atividade pulsional que
tende a obter uma satisfação. (ex: comer, beber,
dormir, admirar algo, gostar de alguém,…)
A sexualidade vai aparecendo na adolescência e não é só a
mudança em termos do nosso corpo, a mudança física ou a
necessidade biológica de ter filhos, e sobretudo, mais uma
forma de estar próximo de alguém que escolhemos pelas suas
qualidades, e com quem queremos estar, a quem queremos
proteger, cuidar e amar, e por quem queremos ser protegidos,
cuidados e amados, ou seja, termos uma relação romântica.
A sexualidade permite-nos também um maior conhecimento de
nós próprios, do que pensamos e sentimos, perceber que
coisas gostamos mais e menos, no nosso corpo e na relação
que estabelecemos com os outros . A isto é chamado o auto-
conhecimento. É muito importante que encontremos uma
imagem positiva do nosso corpo e de nós próprios como
pessoa.
Todos temos coisas boas só precisamos de procurá-las!
Quanto mais nos conhecemos e gostamos de nós próprios,
tanto mais podemos conhecer e gostar dos outros!
Fase Oral (0 aos 18 meses)
Nesta fase,, a energia sexual manifesta-se pela
boca, ou seja, é através da boca que o bebé
descobre o mundo e tem os seus primeiros
contactos afetivos. A alimentação, o contacto com o
seio da mãe, o sugar, o chorar – as principais
manifestações dão-se via oral. Ao receber o alimento
do seio, o bebé recebe também o carinho , a emoção
e as trocas afetivas com a mãe.
Experimenta sensações através da região oral:
sugar, mamar, chupar o dedo, levar coisas à
boca; reconhece e brinca com o corpo,
explorando as possibilidades; brinca com os
genitais durante o banho ou durante a troca de
fraldas – descoberta sexual.
Durante a amamentação há grandes momentos
de amor e união.
Fase Anal (1 a 3 anos)
É a fase seguinte, compreendendo de 1 a 3 anos,
aqui o prazer sexual se da atravez da região do
ânus. Esse estágio, de modo geral, representa o
início da autonomia da criança. Ela descobre que
pode controlar o cocó, e experimenta sensações de
independência, controle, escolha e, principalmente,
poder. As primeiras noções de higiene começam a
ser desenvolvidas.
Começa a descobrir o controle dos esfíncteres(controlar o
xixi e o cocó);percebe as diferenças entre crianças e
adultos;
Perguntas frequentes:
Por que é que o pénis do papa é maior que a minha?
Por que é que a mamã tem pelos pubicos?
Por que é que a mamã não tem pilinha?
Fase Fálica
É a etapa que acontece dos 3 aos 6 anos. A
atenção da criança é voltada para os órgãos
genitais. É nesta fase que os pequenos começam a
descobrir as diferenças entre os sexos. O menino
descobre o pénis e as suas funções e quer saber
porque é que a menina não tem. A menina pensa
que o pénis lhe foi cortado. Assim, as curiosidades
sexuais surgem.
Descobre que a região genital proporciona prazer;
identifica-se com o seu papel sexual(comportamento
de homem ou de mulher);começa a questionar sobre
a origem dos bebés: De onde vêm os bebés? Por
onde nascem os bebés? Como é que os bebés são
feitos? Por que é que a pilinha fica dura?
Nesta fase da primeira infância há uma partilha de
carinhos sem preconceitos.
Fase de Latência------Período que ocorre a partir dos
7 anos até aos 11, aproximadamente. A criança
passa a gastar energias em atividades artísticas,
escolares, sociais, desportos e os seus interesses
viram-se para a aquisição de novos conhecimentos
e habilidades. Os vínculos de amizade mostram-se
mais fortes e a formação de grupos de identificação
contribuem para a experimentação da identidade
pessoal, sexual e social.
A convivência em grupo favorece o
desenvolvimento da opinião, dos gostos, das
regras sociais e da construção da personalidade,
além de contribuir para a solidificação de
sentimentos de auto-estima e segurança.
Puberdade
Fase Genital
Tem início juntamente com a puberdade e é marcada pela
retomada dos impulsos sexuais. É caracterizada também pelas
mudanças físicas, psicológicas e novas descobertas. O
adolescente perde a identidade infantil e começa a construir e
a desenvolver, pouco a pouco, a identidade adulta.
Começa a ter atração e amor platónico por colegas do sexo
oposto; as curiosidades voltam-se para as transformações do
próprio corpo.
O que é a puberdade?
A puberdade é um período em que ocorrem
mudanças biológicas e fisiológicas. É neste período
que o corpo se torna maduro e os “adolescentes”
ficam habilitados para gerar filhos. Ela não deve ser
confundida como sinónimo da adolescência, visto
que a puberdade faz parte da adolescência.
Nesta fase, são observadas mudanças tais como:
crescimento de pelos púbicos, crescimento dos
testículos e aparecimento das mamas.
O início da fase da puberdade é variável de
pessoa para pessoa. Frequentemente para o sexo
feminino é entre os nove e treze anos de idade e
para o sexo masculino entre 10 e 14 anos de
idade.
Puberdade nos meninos
A puberdade nos meninos começa por volta dos 11 ou 12 anos e é caracterizada por
um período de intensas mudanças, como o crescimento dos pêlos e pénis e o aumento
de tamanho dos testículos.
As principais caraterísticas das mudanças são:
- surgimento de pêlos na púbis, nas axilas e no peito;
- aumento dos testículos e do pénis;
- crescimento da barba;
- voz grossa;
- ombros mais largos;
- aumento da massa muscular;
- início da produção de espermatozóides;
Puberdade nas meninas
A puberdade nas meninas começa por volta dos 9 ou 10 anos e é caraterizada pela
primeira menstruação e o desenvolvimento dos órgãos genitais e das mamas.
A primeira menstruação ocorre por volta dos 12 anos, ou antes, pois depende de
fatores genéticos, raciais, nutricionais e outros.
As principais características são:
- alargamento dos ossos da bacia;
- início do ciclo menstrual;
- surgimento de pêlos na púbis e nas axilas;
- depósito de gordura nas nádegas, nos quadris e nas coxas;
- desenvolvimento das mamas.
O despertar da sexualidade
…..Esta etapa da vida em que o adolescente abandona a
infância é extremamente enriquecedora. Vai descobrir novos
centros de interesse, enfrentar novas emoções e, sobretudo,
amadurecer. Os jovens adolescentes mantêm-se, geralmente,
entre pessoas do mesmo sexo, até que progressivamente se
vão constituindo grupo mistos. No final, acabam por se criar
casais.
Os adolescentes preocupam-se com a aparência e interrogam-
se sobre a sua capacidade de sedução. Vão, paralelamente,
sentindo atrações físicas e descobrindo as suas primeiras
emoções sexuais.
Importância da sexualidade
A sexualidade é reconhecida como um aspecto
importantíssimo para a saúde do indivíduo.
Uma sexualidade positiva proporciona bem
estar, auto-estima, diminui os níveis de
stress e, mais do que isso, é uma forma de
comunicação entre um casal: todo o enlace e
também todas as falhas são portadoras de
mensagem.
Mitos e verdade sobre a sexualidade
desejo sexual automaticamente diminui com a
idade.
Mito
O desejo acompanha o indivíduo do início da vida
até a morte.
O homem deve sempre tomar a iniciativa da relação sexual.
Mito
A mulher tem menos desejo sexual do que o homem.
Mito
Excesso de masturbação pode levar o homem a ter problemas como a disfunção erétil e a
mulher, à anorgasmia (não ter prazer). -------A masturbação é um comportamento
absolutamente normal e pode estar presente em qualquer idade.
É errado ter fantasias sexuais. ------As fantasias sexuais são desejos reprimidos, que podem e
devem vir à tona na hora do sexo. Devem ser realizadas, mas respeitando a vontade do parceiro.
Sexualidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIASEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIAJose Camara
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência Gisele Da Fonseca
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemMárcia Cafeland
 
Sexo na adolescência
Sexo na adolescênciaSexo na adolescência
Sexo na adolescênciaadmilsonlima
 
Educação sexual
Educação sexualEducação sexual
Educação sexuallazaro12r
 
A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaLilia Braga
 
Sexualidade e o Corpo
Sexualidade e o CorpoSexualidade e o Corpo
Sexualidade e o CorpoMichele Pó
 
Saúde do Adolescente - sexualidade e gravidez
Saúde do Adolescente - sexualidade e gravidezSaúde do Adolescente - sexualidade e gravidez
Saúde do Adolescente - sexualidade e gravidezandressadede
 
A Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a EscolaA Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a EscolaMichele Pó
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaFilipa Sousa
 
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOSAbuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOSAlisandraOliveira2
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Thiago de Almeida
 
Trabalho sobre Sexualidade
Trabalho sobre SexualidadeTrabalho sobre Sexualidade
Trabalho sobre SexualidadeCocax8
 
Desbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade SexualidadeDesbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade SexualidadeRonaldo Santana
 

Mais procurados (19)

Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIASEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
SEXUALIDADE E GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
 
Sexo na adolescência
Sexo na adolescênciaSexo na adolescência
Sexo na adolescência
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
Educação sexual
Educação sexualEducação sexual
Educação sexual
 
Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1
 
A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescência
 
Sexualidade e o Corpo
Sexualidade e o CorpoSexualidade e o Corpo
Sexualidade e o Corpo
 
Saúde do Adolescente - sexualidade e gravidez
Saúde do Adolescente - sexualidade e gravidezSaúde do Adolescente - sexualidade e gravidez
Saúde do Adolescente - sexualidade e gravidez
 
A Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a EscolaA Sexualidade e a Escola
A Sexualidade e a Escola
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescencia
 
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOSAbuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
 
Trabalho sobre Sexualidade
Trabalho sobre SexualidadeTrabalho sobre Sexualidade
Trabalho sobre Sexualidade
 
Drogas e sexualidade
Drogas e sexualidadeDrogas e sexualidade
Drogas e sexualidade
 
1
11
1
 
Desbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade SexualidadeDesbravadores: Especialidade Sexualidade
Desbravadores: Especialidade Sexualidade
 

Semelhante a Sexualidade

Sexualidade powerpoint
Sexualidade powerpointSexualidade powerpoint
Sexualidade powerpointgeorgiamfc
 
10º (a.inf) adolescente (1)
10º (a.inf) adolescente (1)10º (a.inf) adolescente (1)
10º (a.inf) adolescente (1)Beatriz pereira
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciagrupo5AP
 
PowerPoint sobre a Gravidez Na Adolescência
PowerPoint sobre a Gravidez Na AdolescênciaPowerPoint sobre a Gravidez Na Adolescência
PowerPoint sobre a Gravidez Na Adolescênciacdln
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...Guima2011
 
Sexualidade 7 e12micaela
Sexualidade 7 e12micaelaSexualidade 7 e12micaela
Sexualidade 7 e12micaelaEspaço Emrc
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...Guima2011
 
Sexualidade e desenvolvimento humano.pptx
Sexualidade e  desenvolvimento humano.pptxSexualidade e  desenvolvimento humano.pptx
Sexualidade e desenvolvimento humano.pptxJosAntnioBezerra
 
As etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoaAs etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoajt7_9
 
1203276436 freud
1203276436 freud1203276436 freud
1203276436 freudcatia
 
Etapas da vida
Etapas da vidaEtapas da vida
Etapas da vidatsmbra
 
Folder sobre orientação sexual para meninos
Folder sobre orientação sexual para meninosFolder sobre orientação sexual para meninos
Folder sobre orientação sexual para meninosEvelyn Monte
 

Semelhante a Sexualidade (20)

Sexualidade powerpoint
Sexualidade powerpointSexualidade powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
10º (a.inf) adolescente (1)
10º (a.inf) adolescente (1)10º (a.inf) adolescente (1)
10º (a.inf) adolescente (1)
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
PowerPoint sobre a Gravidez Na Adolescência
PowerPoint sobre a Gravidez Na AdolescênciaPowerPoint sobre a Gravidez Na Adolescência
PowerPoint sobre a Gravidez Na Adolescência
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...
 
Adolescer
AdolescerAdolescer
Adolescer
 
Sexualidade 7 e12micaela
Sexualidade 7 e12micaelaSexualidade 7 e12micaela
Sexualidade 7 e12micaela
 
sexualidade
sexualidadesexualidade
sexualidade
 
Adolescência
Adolescência Adolescência
Adolescência
 
Artigo orientação sexual
Artigo orientação sexualArtigo orientação sexual
Artigo orientação sexual
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...
 
Puberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;dPuberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;d
 
Orientacao sexual
Orientacao sexualOrientacao sexual
Orientacao sexual
 
Adolescência
Adolescência  Adolescência
Adolescência
 
Sexualidade e desenvolvimento humano.pptx
Sexualidade e  desenvolvimento humano.pptxSexualidade e  desenvolvimento humano.pptx
Sexualidade e desenvolvimento humano.pptx
 
As etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoaAs etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoa
 
1203276436 freud
1203276436 freud1203276436 freud
1203276436 freud
 
Etapas da vida
Etapas da vidaEtapas da vida
Etapas da vida
 
7º ano reda cem - 7.15
7º ano   reda cem - 7.157º ano   reda cem - 7.15
7º ano reda cem - 7.15
 
Folder sobre orientação sexual para meninos
Folder sobre orientação sexual para meninosFolder sobre orientação sexual para meninos
Folder sobre orientação sexual para meninos
 

Último

Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreLeandroLima265595
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanomarla71199
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 

Sexualidade

  • 1. Escola secundária Jorge Barbosa 10º Ano/ 1º ciclo do E.Secundário Turma A 31 Alunos (2 repetentes) Professor: Aluísio Oliveira
  • 3. Todos nós, desde que nascemos até que morremos, precisamos de estar próximos de outras pessoas. Se precisamos de estar próximos de outras pessoas, significa que todos gostamos de receber carinhos, mimos, beijinhos e abraços, de nos sentirmos amados, protegidos e cuidados. Assim, é na altura que somos bebés que esta necessidade é maior, e é nesta idade que dependemos totalmente dos adultos que cuidam de nos.
  • 4. Com o passar do tempo, a nossa dependência dos outros diminui, vamos ficando mais independentes, ou seja, ganhamos pouco a pouco autonomia. Mas ao mesmo tempo vamos sentindo que gostamos não só de ser protegidos, cuidados e amados, mas que também gostamos de proteger, cuidar e amar. A necessidade de estar perto de outras pessoas continua durante toda a vida! O que muda com o tempo são as formas de estar próximo dos outros, de dar e receber.
  • 6. é uma energia que nos motiva para encontrar amor, contacto, ternura e intimidade. Ela integra-se no modo como nos sentimos, movemos, tocamos e somos tocados. É ser-se sensual e ao mesmo tempo sexual. A sexualidade influencia pensamentos, sentimentos, ações e interações e, por isso, influencia também a nossa saúde física e mental.” Quando uma pessoa está a sentir prazer, está a vivenciar a sua sexualidade. A busca do prazer pode se dar de várias formas, em variadas circunstâncias.
  • 7. Segundo Freud A sexualidade é toda a atividade pulsional que tende a obter uma satisfação. (ex: comer, beber, dormir, admirar algo, gostar de alguém,…)
  • 8. A sexualidade vai aparecendo na adolescência e não é só a mudança em termos do nosso corpo, a mudança física ou a necessidade biológica de ter filhos, e sobretudo, mais uma forma de estar próximo de alguém que escolhemos pelas suas qualidades, e com quem queremos estar, a quem queremos proteger, cuidar e amar, e por quem queremos ser protegidos, cuidados e amados, ou seja, termos uma relação romântica.
  • 9. A sexualidade permite-nos também um maior conhecimento de nós próprios, do que pensamos e sentimos, perceber que coisas gostamos mais e menos, no nosso corpo e na relação que estabelecemos com os outros . A isto é chamado o auto- conhecimento. É muito importante que encontremos uma imagem positiva do nosso corpo e de nós próprios como pessoa. Todos temos coisas boas só precisamos de procurá-las! Quanto mais nos conhecemos e gostamos de nós próprios, tanto mais podemos conhecer e gostar dos outros!
  • 10.
  • 11. Fase Oral (0 aos 18 meses) Nesta fase,, a energia sexual manifesta-se pela boca, ou seja, é através da boca que o bebé descobre o mundo e tem os seus primeiros contactos afetivos. A alimentação, o contacto com o seio da mãe, o sugar, o chorar – as principais manifestações dão-se via oral. Ao receber o alimento do seio, o bebé recebe também o carinho , a emoção e as trocas afetivas com a mãe.
  • 12. Experimenta sensações através da região oral: sugar, mamar, chupar o dedo, levar coisas à boca; reconhece e brinca com o corpo, explorando as possibilidades; brinca com os genitais durante o banho ou durante a troca de fraldas – descoberta sexual. Durante a amamentação há grandes momentos de amor e união.
  • 13. Fase Anal (1 a 3 anos) É a fase seguinte, compreendendo de 1 a 3 anos, aqui o prazer sexual se da atravez da região do ânus. Esse estágio, de modo geral, representa o início da autonomia da criança. Ela descobre que pode controlar o cocó, e experimenta sensações de independência, controle, escolha e, principalmente, poder. As primeiras noções de higiene começam a ser desenvolvidas.
  • 14. Começa a descobrir o controle dos esfíncteres(controlar o xixi e o cocó);percebe as diferenças entre crianças e adultos; Perguntas frequentes: Por que é que o pénis do papa é maior que a minha? Por que é que a mamã tem pelos pubicos? Por que é que a mamã não tem pilinha?
  • 15. Fase Fálica É a etapa que acontece dos 3 aos 6 anos. A atenção da criança é voltada para os órgãos genitais. É nesta fase que os pequenos começam a descobrir as diferenças entre os sexos. O menino descobre o pénis e as suas funções e quer saber porque é que a menina não tem. A menina pensa que o pénis lhe foi cortado. Assim, as curiosidades sexuais surgem.
  • 16. Descobre que a região genital proporciona prazer; identifica-se com o seu papel sexual(comportamento de homem ou de mulher);começa a questionar sobre a origem dos bebés: De onde vêm os bebés? Por onde nascem os bebés? Como é que os bebés são feitos? Por que é que a pilinha fica dura? Nesta fase da primeira infância há uma partilha de carinhos sem preconceitos.
  • 17. Fase de Latência------Período que ocorre a partir dos 7 anos até aos 11, aproximadamente. A criança passa a gastar energias em atividades artísticas, escolares, sociais, desportos e os seus interesses viram-se para a aquisição de novos conhecimentos e habilidades. Os vínculos de amizade mostram-se mais fortes e a formação de grupos de identificação contribuem para a experimentação da identidade pessoal, sexual e social.
  • 18. A convivência em grupo favorece o desenvolvimento da opinião, dos gostos, das regras sociais e da construção da personalidade, além de contribuir para a solidificação de sentimentos de auto-estima e segurança.
  • 19. Puberdade Fase Genital Tem início juntamente com a puberdade e é marcada pela retomada dos impulsos sexuais. É caracterizada também pelas mudanças físicas, psicológicas e novas descobertas. O adolescente perde a identidade infantil e começa a construir e a desenvolver, pouco a pouco, a identidade adulta. Começa a ter atração e amor platónico por colegas do sexo oposto; as curiosidades voltam-se para as transformações do próprio corpo.
  • 20. O que é a puberdade? A puberdade é um período em que ocorrem mudanças biológicas e fisiológicas. É neste período que o corpo se torna maduro e os “adolescentes” ficam habilitados para gerar filhos. Ela não deve ser confundida como sinónimo da adolescência, visto que a puberdade faz parte da adolescência.
  • 21. Nesta fase, são observadas mudanças tais como: crescimento de pelos púbicos, crescimento dos testículos e aparecimento das mamas. O início da fase da puberdade é variável de pessoa para pessoa. Frequentemente para o sexo feminino é entre os nove e treze anos de idade e para o sexo masculino entre 10 e 14 anos de idade.
  • 23. A puberdade nos meninos começa por volta dos 11 ou 12 anos e é caracterizada por um período de intensas mudanças, como o crescimento dos pêlos e pénis e o aumento de tamanho dos testículos. As principais caraterísticas das mudanças são: - surgimento de pêlos na púbis, nas axilas e no peito; - aumento dos testículos e do pénis; - crescimento da barba; - voz grossa; - ombros mais largos; - aumento da massa muscular; - início da produção de espermatozóides;
  • 25. A puberdade nas meninas começa por volta dos 9 ou 10 anos e é caraterizada pela primeira menstruação e o desenvolvimento dos órgãos genitais e das mamas. A primeira menstruação ocorre por volta dos 12 anos, ou antes, pois depende de fatores genéticos, raciais, nutricionais e outros. As principais características são: - alargamento dos ossos da bacia; - início do ciclo menstrual; - surgimento de pêlos na púbis e nas axilas; - depósito de gordura nas nádegas, nos quadris e nas coxas; - desenvolvimento das mamas.
  • 26. O despertar da sexualidade
  • 27. …..Esta etapa da vida em que o adolescente abandona a infância é extremamente enriquecedora. Vai descobrir novos centros de interesse, enfrentar novas emoções e, sobretudo, amadurecer. Os jovens adolescentes mantêm-se, geralmente, entre pessoas do mesmo sexo, até que progressivamente se vão constituindo grupo mistos. No final, acabam por se criar casais. Os adolescentes preocupam-se com a aparência e interrogam- se sobre a sua capacidade de sedução. Vão, paralelamente, sentindo atrações físicas e descobrindo as suas primeiras emoções sexuais.
  • 28. Importância da sexualidade A sexualidade é reconhecida como um aspecto importantíssimo para a saúde do indivíduo. Uma sexualidade positiva proporciona bem estar, auto-estima, diminui os níveis de stress e, mais do que isso, é uma forma de comunicação entre um casal: todo o enlace e também todas as falhas são portadoras de mensagem.
  • 29. Mitos e verdade sobre a sexualidade desejo sexual automaticamente diminui com a idade. Mito O desejo acompanha o indivíduo do início da vida até a morte.
  • 30. O homem deve sempre tomar a iniciativa da relação sexual. Mito A mulher tem menos desejo sexual do que o homem. Mito Excesso de masturbação pode levar o homem a ter problemas como a disfunção erétil e a mulher, à anorgasmia (não ter prazer). -------A masturbação é um comportamento absolutamente normal e pode estar presente em qualquer idade. É errado ter fantasias sexuais. ------As fantasias sexuais são desejos reprimidos, que podem e devem vir à tona na hora do sexo. Devem ser realizadas, mas respeitando a vontade do parceiro.