SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Nota sobre a Educação da Sexualidade
A  Sexualidade  é um dos núcleos estruturantes e essenciais da personalidade humana, que não se reduz a alguns momentos e comportamentos, mas é um complexo que se integra no  pleno   e  global  desenvolvimento da pessoa.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A  Sexualidade  tem uma  dimensão   social , uma vez que os encontros e desencontros de uma relação contribuem para amadurecer, em cada homem ou mulher,  dinamismos de doação, de entrega, de abertura  aos outros e ao mundo.
O homem é criado à imagem e semelhança  de Deus, e o próprio Deus é  amor . A  vocação ao amor   é aquilo que faz do homem  a autêntica imagem de Deus.
O homem torna-se  semelhante  a Deus   na medida  em que se torna alguém que ama
Entender-se como  pessoa humana criada por amor e com a missão de amar é a premissa essencial para alguém atingir a plenitude da  realização humana .
A  Sexualidade humana  tem uma ligação profunda com o  amor  e só nele encontra  o seu verdadeiro sentido.
O  ser humano  é homem e mulher... Sexualmente diferenciados e complementam-se numa  relação de amor .
Na  referência a Deus , o homem e a mulher encontram o modelo da   comunhão  perene, ideal sempre a atingir a partir da vivência quotidiana da sua relação.
A  educação da Sexualidade   não se resume a informação  sobre os  mecanismos corporais   e  reprodutores .
A  Sexualidade  não se reduz  à  dimensão física   com vista à prevenção contra: ,[object Object],[object Object]
Separar a dimensão do amor, do compromisso e dos valores é deturpar o  sentido da Sexualidade . Abre-se caminho à vivência da liberdade  sem  responsabilidade, pela  ausência  de critérios éticos, e à aceitação, por igual, de  múltiplas   manifestações da Sexualidade.
A  Sexualidade  deve ser orientada, elevada e integrada pelo  amor , o único que a torna verdadeiramente humana. A educação da Sexualidade deve inserir-se no processo global e contínuo da formação da pessoa.  
A  família  é a primeira comunidade responsável pela educação dos filhos. Os pais têm  o  direito  e o  dever   de educar os filhos.
Os  pais  são o primeiro modelo dos filhos, educando-os através do seu comportamento  e  atitudes e do  clima familiar  que existe em suas casas.
Os  pais  devem saber: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A  escola  é subsidiária da família e compete à família decidir as orientações educativas básicas que deseja para os seus  filhos , decorrentes dos  seus  valores, crenças e quadro cultural.  Do dever de escolher a educação adequada para os seus filhos, decorre, para a família, o direito de cooperar no planeamento da educação da Sexualidade na escola...
Tarefa do Estado : ,[object Object],[object Object]
Aos  educadores  requer-se: Competências científicas Competências pedagógicas Maturidade afectiva Maturidade humana Fidelidade aos Valores Só assim, poderão merecer a indispensável confiança por parte das famílias .
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Contribuir para a educação da Sexualidade das crianças, dos adolescentes  e dos jovens é uma Responsabilidade  de todos os cidadãos. Apelamos à participação de todos os cristãos: famílias, educadores e jovens.
« Continuai , pois, sem vos deixardes desencorajar pelas dificuldades que encontrais (…) Hoje, um obstáculo particularmente insidioso na obra educativa é constituído pela presença massiva na nossa sociedade e cultura, daquele  relativismo  que, ao não reconhecer  nada  como  definitivo , tem como última medida apenas o próprio  eu  com os seus  apetites , e, sob a aparência de  liberdade , torna-se para cada um uma verdadeira  prisão .» Papa Bento XVI
«Não é possível, assim, uma verdadeira educação: sem a luz da verdade, mais cedo ou mais tarde, cada pessoa é condenada a duvidar da  bondade  da sua própria  vida  e das  relações  que a constituem, da  validade  do seu  empenho  em construir com os outros qualquer coisa em  comum »   Papa Bento XVI

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sexualidade e o Corpo
Sexualidade e o CorpoSexualidade e o Corpo
Sexualidade e o Corpo
Michele Pó
 
Oficina sexualidade ot
Oficina sexualidade otOficina sexualidade ot
Oficina sexualidade ot
georgerlanio
 
Orientação Sexual E A Escola – Segundo Os P C N
Orientação  Sexual E A  Escola –  Segundo Os  P C NOrientação  Sexual E A  Escola –  Segundo Os  P C N
Orientação Sexual E A Escola – Segundo Os P C N
souzagabrielli
 
Psicologia slide sexualidade 2
Psicologia slide sexualidade 2Psicologia slide sexualidade 2
Psicologia slide sexualidade 2
Patrick Santos
 
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Sandra Freitas
 
A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescência
Lilia Braga
 
ConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com A
ConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com AConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com A
ConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com A
Thiago de Almeida
 
Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014
SMEdeItabaianinha
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Alinebrauna Brauna
 
Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...
Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...
Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

Sexualidade e o Corpo
Sexualidade e o CorpoSexualidade e o Corpo
Sexualidade e o Corpo
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
 
Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1
 
Educação sexual
Educação sexualEducação sexual
Educação sexual
 
INTRODUÇÃO - SEXUALIDADE, ORIENTAÇÃO SEXUAL, IDENTIDADE DE GÊNERO E EDUCAÇÃO.
INTRODUÇÃO - SEXUALIDADE, ORIENTAÇÃO SEXUAL, IDENTIDADE DE GÊNERO E EDUCAÇÃO.INTRODUÇÃO - SEXUALIDADE, ORIENTAÇÃO SEXUAL, IDENTIDADE DE GÊNERO E EDUCAÇÃO.
INTRODUÇÃO - SEXUALIDADE, ORIENTAÇÃO SEXUAL, IDENTIDADE DE GÊNERO E EDUCAÇÃO.
 
Orientacao sexual
Orientacao sexualOrientacao sexual
Orientacao sexual
 
Oficina sexualidade ot
Oficina sexualidade otOficina sexualidade ot
Oficina sexualidade ot
 
Sexualidade feminina
Sexualidade femininaSexualidade feminina
Sexualidade feminina
 
Orientação Sexual E A Escola – Segundo Os P C N
Orientação  Sexual E A  Escola –  Segundo Os  P C NOrientação  Sexual E A  Escola –  Segundo Os  P C N
Orientação Sexual E A Escola – Segundo Os P C N
 
Psicologia slide sexualidade 2
Psicologia slide sexualidade 2Psicologia slide sexualidade 2
Psicologia slide sexualidade 2
 
A educação sexual no pré escolar
A educação sexual no pré escolarA educação sexual no pré escolar
A educação sexual no pré escolar
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
 
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
 
A sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescênciaA sexualidade na adolescência
A sexualidade na adolescência
 
ConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com A
ConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com AConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com A
ConsideraçõEs Sobre A Sexualidade Do Autista Com A
 
Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
 
Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...
Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...
Evidenciar ou não, a necessidade de trabalhar a sexualidade na educação infan...
 
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOSAbuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
Abuso sexual - PROFESSORA ALISANDRA SANTOS
 

Semelhante a Sexualidade

Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
Leonor
 
Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
Leonor
 
EducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas EscolasEducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas Escolas
Albina Dinis
 
Workshop sexualidade e deficiência
Workshop  sexualidade e deficiênciaWorkshop  sexualidade e deficiência
Workshop sexualidade e deficiência
SER_2011
 
São vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênio
São vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênioSão vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênio
São vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênio
Tania Braga
 

Semelhante a Sexualidade (20)

Folder ptc
Folder ptcFolder ptc
Folder ptc
 
Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
 
Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
Fundamentos da educação da criança
Fundamentos da educação da criançaFundamentos da educação da criança
Fundamentos da educação da criança
 
Fundamentos da educação da criança
Fundamentos da educação da criançaFundamentos da educação da criança
Fundamentos da educação da criança
 
Pedagogia afetiva
Pedagogia afetivaPedagogia afetiva
Pedagogia afetiva
 
Edsexual
EdsexualEdsexual
Edsexual
 
Edsexual
EdsexualEdsexual
Edsexual
 
Palestra Pastoral da Educação
Palestra Pastoral da EducaçãoPalestra Pastoral da Educação
Palestra Pastoral da Educação
 
EducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas EscolasEducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas Escolas
 
Se Você é Jovem, Gosta De Aventura
Se Você é Jovem, Gosta De AventuraSe Você é Jovem, Gosta De Aventura
Se Você é Jovem, Gosta De Aventura
 
sexualidade
sexualidadesexualidade
sexualidade
 
Importância da parceria família/escola no desenvolvimento e aprendizagem das ...
Importância da parceria família/escola no desenvolvimento e aprendizagem das ...Importância da parceria família/escola no desenvolvimento e aprendizagem das ...
Importância da parceria família/escola no desenvolvimento e aprendizagem das ...
 
Workshop sexualidade e deficiência
Workshop  sexualidade e deficiênciaWorkshop  sexualidade e deficiência
Workshop sexualidade e deficiência
 
Orientação sexual
Orientação sexualOrientação sexual
Orientação sexual
 
Família, Escola e Comunidade
Família, Escola e ComunidadeFamília, Escola e Comunidade
Família, Escola e Comunidade
 
educação sexual.pptx
educação sexual.pptxeducação sexual.pptx
educação sexual.pptx
 
Educação infantil
Educação infantilEducação infantil
Educação infantil
 
São vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênio
São vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênioSão vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênio
São vários os problemas que se perpetuam e se intensificam nesse novo milênio
 

Sexualidade

  • 1. Nota sobre a Educação da Sexualidade
  • 2. A Sexualidade é um dos núcleos estruturantes e essenciais da personalidade humana, que não se reduz a alguns momentos e comportamentos, mas é um complexo que se integra no pleno e global desenvolvimento da pessoa.
  • 3.
  • 4. A Sexualidade tem uma dimensão social , uma vez que os encontros e desencontros de uma relação contribuem para amadurecer, em cada homem ou mulher, dinamismos de doação, de entrega, de abertura aos outros e ao mundo.
  • 5. O homem é criado à imagem e semelhança de Deus, e o próprio Deus é amor . A vocação ao amor é aquilo que faz do homem a autêntica imagem de Deus.
  • 6. O homem torna-se semelhante a Deus na medida em que se torna alguém que ama
  • 7. Entender-se como pessoa humana criada por amor e com a missão de amar é a premissa essencial para alguém atingir a plenitude da realização humana .
  • 8. A Sexualidade humana tem uma ligação profunda com o amor e só nele encontra o seu verdadeiro sentido.
  • 9. O ser humano é homem e mulher... Sexualmente diferenciados e complementam-se numa relação de amor .
  • 10. Na referência a Deus , o homem e a mulher encontram o modelo da comunhão perene, ideal sempre a atingir a partir da vivência quotidiana da sua relação.
  • 11. A educação da Sexualidade não se resume a informação sobre os mecanismos corporais e reprodutores .
  • 12.
  • 13. Separar a dimensão do amor, do compromisso e dos valores é deturpar o sentido da Sexualidade . Abre-se caminho à vivência da liberdade sem responsabilidade, pela ausência de critérios éticos, e à aceitação, por igual, de múltiplas manifestações da Sexualidade.
  • 14. A Sexualidade deve ser orientada, elevada e integrada pelo amor , o único que a torna verdadeiramente humana. A educação da Sexualidade deve inserir-se no processo global e contínuo da formação da pessoa.  
  • 15. A família é a primeira comunidade responsável pela educação dos filhos. Os pais têm o direito e o dever de educar os filhos.
  • 16. Os pais são o primeiro modelo dos filhos, educando-os através do seu comportamento e atitudes e do clima familiar que existe em suas casas.
  • 17.
  • 18. A escola é subsidiária da família e compete à família decidir as orientações educativas básicas que deseja para os seus filhos , decorrentes dos seus valores, crenças e quadro cultural. Do dever de escolher a educação adequada para os seus filhos, decorre, para a família, o direito de cooperar no planeamento da educação da Sexualidade na escola...
  • 19.
  • 20. Aos educadores requer-se: Competências científicas Competências pedagógicas Maturidade afectiva Maturidade humana Fidelidade aos Valores Só assim, poderão merecer a indispensável confiança por parte das famílias .
  • 21.
  • 22. Contribuir para a educação da Sexualidade das crianças, dos adolescentes e dos jovens é uma Responsabilidade de todos os cidadãos. Apelamos à participação de todos os cristãos: famílias, educadores e jovens.
  • 23. « Continuai , pois, sem vos deixardes desencorajar pelas dificuldades que encontrais (…) Hoje, um obstáculo particularmente insidioso na obra educativa é constituído pela presença massiva na nossa sociedade e cultura, daquele relativismo que, ao não reconhecer nada como definitivo , tem como última medida apenas o próprio eu com os seus apetites , e, sob a aparência de liberdade , torna-se para cada um uma verdadeira prisão .» Papa Bento XVI
  • 24. «Não é possível, assim, uma verdadeira educação: sem a luz da verdade, mais cedo ou mais tarde, cada pessoa é condenada a duvidar da bondade da sua própria vida e das relações que a constituem, da validade do seu empenho em construir com os outros qualquer coisa em comum » Papa Bento XVI