SlideShare uma empresa Scribd logo
O CORPO A BRINCAR<br />Ano Lectivo 2009/2010<br />A Educação Sexual, enquanto contributo para a formação pessoal e social dos indivíduos e para a promoção da saúde sexual e reprodutiva, tem ganho protagonismo crescente na actividade dos Sectores da Educação e da Saúde.<br />Entendida como uma vertente do processo global da Educação, bem como uma das componentes da Promoção da Saúde, representa uma das áreas em que a colaboração entre Sectores da Educação e da Saúde se torna indispensável. Nessa medida, a Educação Sexual constitui parte integrante do processo de Promoção da Saúde em Meio Escolar, nas suas diferentes dimensões: curricular, psicossocial, ecológica, comunitária e organizacional.<br />Como dimensão humana eminentemente relacional e íntima, a sexualidade tem uma vertente emocional e é um elemento essencial na formação da identidade global, do auto-conceito, da auto-estima e, de forma geral, do bem-estar físico e emocional dos indivíduos.<br />É neste contexto que, nos últimos anos, o tema da Educação Sexual, em particular o da Educação Sexual em Meio Escolar, volta a merecer a publicação de matéria legislativa, constituindo parte substantiva de um plano interministerial, e representa uma área de trabalho em torno da qual tem sido possível estabelecer parcerias de trabalho efectivo, nomeadamente a nível local.<br />Partindo destes pressupostos, e face a algumas dificuldades sentidas na abordagem e planificação de actividades sobre a temática da Educação Sexual, este Jardim de Infância elaborou o presente projecto a desenvolver este ano lectivo como projecto-piloto e possivelmente continuará nos anos seguintes.<br />OBJECTIVOS GERAIS<br />O reconhecimento de que a sexualidade, como fonte de prazer e de comunicação, é uma componente positiva e de realização no desenvolvimento pessoal e nas relações interpessoais;
O estimular o desenvolvimento de referencias éticas, de atitudes, de afectos e de valores na família, na escola e na sociedade;
A valorização das diferentes expressões da sexualidade nas várias fases de desenvolvimento ao longo da vida;
O respeito pela pessoa do outro, quaisquer que sejam as suas características físicas e a sua orientação sexual;
A promoção da igualdade de direitos e oportunidades entre os sexos;
O respeito pelo direito à diferença;
O reconhecimento do direito a uma maternidade/paternidade livres e responsáveis;
O reconhecimento de que a autonomia, a liberdade de escolha e uma informação adequada são aspectos essenciais para a estruturação de atitudes responsáveis no relacionamento sexual;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Luisa Sena
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
Jakeline Lemos
 
Infecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveisInfecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveis
Escola Básica e Secundária de Vizela - Infias
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
Camila Oliveira
 
Os direitos das crianças
Os direitos das criançasOs direitos das crianças
Os direitos das crianças
Lino Barbosa
 
Direitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do alunoDireitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do aluno
Dulcilene Figueiredo
 
A adolescência e a puberdade
A adolescência e a puberdadeA adolescência e a puberdade
A adolescência e a puberdade
Espaço Emrc
 
Educação Sexual para Crianças
Educação Sexual para CriançasEducação Sexual para Crianças
Educação Sexual para Crianças
Michele Pó
 
Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...
Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...
Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...
Sme Otacílio Costa
 
A sexualidade dos 2 aos 10 ano snovo
A sexualidade dos 2 aos 10 ano snovoA sexualidade dos 2 aos 10 ano snovo
A sexualidade dos 2 aos 10 ano snovo
Vera Gama
 
CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.
CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.
CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.
Lauane Bijoteria
 
Educação Sexual
Educação SexualEducação Sexual
Educação Sexual
Jorge Barbosa
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
Alinebrauna Brauna
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Alinebrauna Brauna
 
Slides infanto completo
Slides infanto completoSlides infanto completo
Slides infanto completo
Alinebrauna Brauna
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
Paula Santos
 
Chegou a adolescência
Chegou a adolescênciaChegou a adolescência
Chegou a adolescência
Camila Oliveira
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
Emanuel Oliveira
 
Texto português a minha infância
Texto português a minha infânciaTexto português a minha infância
Texto português a minha infância
Sandra Ferraz
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
Felipe Spessatto
 

Mais procurados (20)

Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
 
Infecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveisInfecções sexualmente transmissíveis
Infecções sexualmente transmissíveis
 
Sexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescênciaSexualidade na adolescência
Sexualidade na adolescência
 
Os direitos das crianças
Os direitos das criançasOs direitos das crianças
Os direitos das crianças
 
Direitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do alunoDireitos e deveres do aluno
Direitos e deveres do aluno
 
A adolescência e a puberdade
A adolescência e a puberdadeA adolescência e a puberdade
A adolescência e a puberdade
 
Educação Sexual para Crianças
Educação Sexual para CriançasEducação Sexual para Crianças
Educação Sexual para Crianças
 
Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...
Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...
Critérios para um Atendimento em Creches que Respeite os Direitos Fundamentai...
 
A sexualidade dos 2 aos 10 ano snovo
A sexualidade dos 2 aos 10 ano snovoA sexualidade dos 2 aos 10 ano snovo
A sexualidade dos 2 aos 10 ano snovo
 
CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.
CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.
CARTILHA IMORAL DISTRIBUÍDA EM ESCOLAS.
 
Educação Sexual
Educação SexualEducação Sexual
Educação Sexual
 
O que é violência sexual
O que é violência sexualO que é violência sexual
O que é violência sexual
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Slides infanto completo
Slides infanto completoSlides infanto completo
Slides infanto completo
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
 
Chegou a adolescência
Chegou a adolescênciaChegou a adolescência
Chegou a adolescência
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
 
Texto português a minha infância
Texto português a minha infânciaTexto português a minha infância
Texto português a minha infância
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
 

Destaque

Como Nascem Os BebéS
Como Nascem Os BebéSComo Nascem Os BebéS
Como Nascem Os BebéS
Manuela Guedes
 
O Meu Pai
O Meu Pai O Meu Pai
As três partes do corpo
As três partes do corpoAs três partes do corpo
As três partes do corpo
Campus Universitário de Altamira
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
Corpo Humano
Corpo HumanoCorpo Humano
Corpo Humano
Alda Palmeiro
 
Corpo humano, projeto
Corpo  humano, projetoCorpo  humano, projeto
Corpo humano, projeto
talucha
 
Corpo humano gui b.
Corpo humano  gui b.Corpo humano  gui b.
Corpo humano gui b.
EscolaFonteJoana
 
Educação para os afetos educação sexual
Educação para os afetos    educação sexualEducação para os afetos    educação sexual
Educação para os afetos educação sexual
Teresa Ramos
 
Um pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpoUm pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpo
Ipsun
 
Dia do pijama
Dia do pijamaDia do pijama
Dia do pijama
Olga Francisco
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humano
mariocha2
 
Power point corpo humano
Power point corpo humanoPower point corpo humano
Power point corpo humano
Carmo Dentinho
 
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo  1º E 2º AnoscompO Meu Corpo  1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
educarasaude
 
Corpo humano e_casa
Corpo humano e_casaCorpo humano e_casa
Corpo humano e_casa
Acilu
 
Corpo humana powerpoint
Corpo humana powerpointCorpo humana powerpoint
Corpo humana powerpoint
rvanessarebelo
 
O que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpoO que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpo
VaMartins
 
Meninos e meninas do mundo
Meninos e meninas do mundoMeninos e meninas do mundo
Meninos e meninas do mundo
Blog da Criançada
 
O rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscasO rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscas
Odete Almeida
 
Corpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemasCorpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemas
Domingos Oliveira
 
Matemática no Pré-escolar
Matemática no Pré-escolarMatemática no Pré-escolar
Matemática no Pré-escolar
beatriz123-madeira
 

Destaque (20)

Como Nascem Os BebéS
Como Nascem Os BebéSComo Nascem Os BebéS
Como Nascem Os BebéS
 
O Meu Pai
O Meu Pai O Meu Pai
O Meu Pai
 
As três partes do corpo
As três partes do corpoAs três partes do corpo
As três partes do corpo
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humano
 
Corpo Humano
Corpo HumanoCorpo Humano
Corpo Humano
 
Corpo humano, projeto
Corpo  humano, projetoCorpo  humano, projeto
Corpo humano, projeto
 
Corpo humano gui b.
Corpo humano  gui b.Corpo humano  gui b.
Corpo humano gui b.
 
Educação para os afetos educação sexual
Educação para os afetos    educação sexualEducação para os afetos    educação sexual
Educação para os afetos educação sexual
 
Um pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpoUm pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpo
 
Dia do pijama
Dia do pijamaDia do pijama
Dia do pijama
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humano
 
Power point corpo humano
Power point corpo humanoPower point corpo humano
Power point corpo humano
 
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo  1º E 2º AnoscompO Meu Corpo  1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
 
Corpo humano e_casa
Corpo humano e_casaCorpo humano e_casa
Corpo humano e_casa
 
Corpo humana powerpoint
Corpo humana powerpointCorpo humana powerpoint
Corpo humana powerpoint
 
O que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpoO que acontece com o seu corpo
O que acontece com o seu corpo
 
Meninos e meninas do mundo
Meninos e meninas do mundoMeninos e meninas do mundo
Meninos e meninas do mundo
 
O rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscasO rapaz do pijama às riscas
O rapaz do pijama às riscas
 
Corpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemasCorpo Humano - vários sistemas
Corpo Humano - vários sistemas
 
Matemática no Pré-escolar
Matemática no Pré-escolarMatemática no Pré-escolar
Matemática no Pré-escolar
 

Semelhante a A educação sexual no pré escolar

Bicastiradentes orientaçãosexual
Bicastiradentes orientaçãosexualBicastiradentes orientaçãosexual
Bicastiradentes orientaçãosexual
temastransversais
 
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescenciaBicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
temastransversais
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
Dhilma Freitas
 
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Sandra Freitas
 
Orientacao sexual
Orientacao sexualOrientacao sexual
Orientacao sexual
Placido Esporte Clube
 
EducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas EscolasEducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas Escolas
Albina Dinis
 
Workshop sexualidade e deficiência
Workshop  sexualidade e deficiênciaWorkshop  sexualidade e deficiência
Workshop sexualidade e deficiência
SER_2011
 
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
jornadaeducacaoinfantil
 
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantilBrincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Renata Cunha
 
Renas Ser Ierp
Renas Ser IerpRenas Ser Ierp
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
Márcia Cafeland
 
Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02
Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02
Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02
Pelo Siro
 
Pcn 10.5 Tt OrientaçãO Sexual
Pcn   10.5   Tt OrientaçãO SexualPcn   10.5   Tt OrientaçãO Sexual
Pcn 10.5 Tt OrientaçãO Sexual
literatoliberato
 
Sexualidade na Escola
Sexualidade na EscolaSexualidade na Escola
Sexualidade na Escola
LeandroFuzaro
 
Sala do educador lúdico e temas transversais
Sala do educador lúdico e temas transversaisSala do educador lúdico e temas transversais
Sala do educador lúdico e temas transversais
FLÁVIA DUARTE
 
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Rosane Domingues
 
Dimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de géneroDimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de género
José António Farias
 
Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
Leonor
 
Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
Leonor
 
Pes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_ceb
Pes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_cebPes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_ceb
Pes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_ceb
Pelo Siro
 

Semelhante a A educação sexual no pré escolar (20)

Bicastiradentes orientaçãosexual
Bicastiradentes orientaçãosexualBicastiradentes orientaçãosexual
Bicastiradentes orientaçãosexual
 
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescenciaBicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
 
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
Educação Sexual - Apresentação aos Enc. Educação
 
Orientacao sexual
Orientacao sexualOrientacao sexual
Orientacao sexual
 
EducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas EscolasEducaçãO Sexual Nas Escolas
EducaçãO Sexual Nas Escolas
 
Workshop sexualidade e deficiência
Workshop  sexualidade e deficiênciaWorkshop  sexualidade e deficiência
Workshop sexualidade e deficiência
 
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
 
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantilBrincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
 
Renas Ser Ierp
Renas Ser IerpRenas Ser Ierp
Renas Ser Ierp
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
 
Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02
Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02
Ed sexual-setembro2010-110114045330-phpapp02
 
Pcn 10.5 Tt OrientaçãO Sexual
Pcn   10.5   Tt OrientaçãO SexualPcn   10.5   Tt OrientaçãO Sexual
Pcn 10.5 Tt OrientaçãO Sexual
 
Sexualidade na Escola
Sexualidade na EscolaSexualidade na Escola
Sexualidade na Escola
 
Sala do educador lúdico e temas transversais
Sala do educador lúdico e temas transversaisSala do educador lúdico e temas transversais
Sala do educador lúdico e temas transversais
 
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
 
Dimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de géneroDimensões da sexulidade estereotipos de género
Dimensões da sexulidade estereotipos de género
 
Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
 
Projeto leonor original
Projeto leonor originalProjeto leonor original
Projeto leonor original
 
Pes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_ceb
Pes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_cebPes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_ceb
Pes apresentacao educacao_para_a_sexualidade_no_1.o_ceb
 

Último

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 

A educação sexual no pré escolar

  • 1. O CORPO A BRINCAR<br />Ano Lectivo 2009/2010<br />A Educação Sexual, enquanto contributo para a formação pessoal e social dos indivíduos e para a promoção da saúde sexual e reprodutiva, tem ganho protagonismo crescente na actividade dos Sectores da Educação e da Saúde.<br />Entendida como uma vertente do processo global da Educação, bem como uma das componentes da Promoção da Saúde, representa uma das áreas em que a colaboração entre Sectores da Educação e da Saúde se torna indispensável. Nessa medida, a Educação Sexual constitui parte integrante do processo de Promoção da Saúde em Meio Escolar, nas suas diferentes dimensões: curricular, psicossocial, ecológica, comunitária e organizacional.<br />Como dimensão humana eminentemente relacional e íntima, a sexualidade tem uma vertente emocional e é um elemento essencial na formação da identidade global, do auto-conceito, da auto-estima e, de forma geral, do bem-estar físico e emocional dos indivíduos.<br />É neste contexto que, nos últimos anos, o tema da Educação Sexual, em particular o da Educação Sexual em Meio Escolar, volta a merecer a publicação de matéria legislativa, constituindo parte substantiva de um plano interministerial, e representa uma área de trabalho em torno da qual tem sido possível estabelecer parcerias de trabalho efectivo, nomeadamente a nível local.<br />Partindo destes pressupostos, e face a algumas dificuldades sentidas na abordagem e planificação de actividades sobre a temática da Educação Sexual, este Jardim de Infância elaborou o presente projecto a desenvolver este ano lectivo como projecto-piloto e possivelmente continuará nos anos seguintes.<br />OBJECTIVOS GERAIS<br />O reconhecimento de que a sexualidade, como fonte de prazer e de comunicação, é uma componente positiva e de realização no desenvolvimento pessoal e nas relações interpessoais;
  • 2. O estimular o desenvolvimento de referencias éticas, de atitudes, de afectos e de valores na família, na escola e na sociedade;
  • 3. A valorização das diferentes expressões da sexualidade nas várias fases de desenvolvimento ao longo da vida;
  • 4. O respeito pela pessoa do outro, quaisquer que sejam as suas características físicas e a sua orientação sexual;
  • 5. A promoção da igualdade de direitos e oportunidades entre os sexos;
  • 6. O respeito pelo direito à diferença;
  • 7. O reconhecimento do direito a uma maternidade/paternidade livres e responsáveis;
  • 8. O reconhecimento de que a autonomia, a liberdade de escolha e uma informação adequada são aspectos essenciais para a estruturação de atitudes responsáveis no relacionamento sexual;
  • 9. A recusa de formas de expressão da sexualidade que envolvam manifestações de violência e promovam relações pessoais de dominação e exploração, (VAZ, Júlio Machado, Educação Sexual na Escola).TRABALHO A DESENVOLVER NA SALA<br />Partindo das competências gerais estabelecidas para a Educação Sexual na escolas, e tendo em atenção o nível etário e características do grupo a que se destina, estabelecemos os seguintes objectivos para as várias actividades que pretendemos desenvolver:<br />Objectivos específicosActividades / EstratégiasIdentificar as diferentes partes do corpo e usar vocabulário adequado para as nomear;Reconhecer as principais diferenças existentes entre o corpo dos rapazes e o das raparigas;Aceitar bem todas as partes do corpo, quer seja rapaz ou rapariga;Identificar o tipo de roupa usado por cada um dos sexos;Reconhecer as diferentes mudanças que ocorrem no corpo de cada um, consoante a idade;Ter uma atitude de à vontade quando se fala do corpo, da sua transformação, do relacionamento entre as pessoas;Reconhecer os diferentes sentimentos que se nutrem pelas pessoas nos diferentes momentos da vida, (amizade, carinho e paixão);Saber quais os cuidados de higiene a ter com o seu corpo;Reconhecer que as pessoas têm entre si diferentes características físicas;Reconhecer e identificar as diferenças entre povos e raças;Reconhecer que as diferentes profissões/actividades não são unicamente para homens ou mulheres;Reconhecer-se como membro integrante de uma família;Conhecer e respeitar os diferentes tipos de família existentes (humanas e animais);Distinguir entre amigos, familiares, conhecidos e desconhecidos;Saber identificar e evitar situações de risco;Saber como se concebem os bebés, como se desenvolvem e como nascem;Saber os cuidados que se deve ter com um bebé;Conhecer e comparar as diferentes formas de reprodução (humana, animal e vegetal);Execução de jogos e canções enunciando as diferentes partes do corpo;Apresentação de livros onde estejam representados o corpo feminino e o masculino, salientando as diferenças físicas entre eles;História ou dramatizações relacionadas com as diferenças entre rapazes e raparigas;Elaboração de dois bonecos (menino e menina), e vesti-los de acordo com o sexo;Elaboração de fichas com figuras humanas, para que as crianças façam associações com o respectivo vestuário e diferentes adereços;Em grande grupo, conversar sobre eventuais e/ou ocasionais assuntos relacionados com a educação sexual;Criar um clima de desmistificação de tabus, com naturalidade e incentivo às questões;Comemorar o dia dos amigos/as na sala, conversando sobre a amizade, lembrando quem são os nossos amigos e o que sentimos por eles,Promover jogos associados a vários tipos de música, onde as crianças representem vários estados de espírito e sentimentos; Dialogo com as crianças ;Jogos com cuidados de higiene corporal;Colaboração com o Centro de Saúde e/ou profissionais da saúde, (enfermeiros);Apresentação de livros ou revistas com vários povos e raças, transmitindo-lhes a ideia de que todos devem ser respeitados apesar de serem fisicamente diferentes;Elaboração de um placard com recortes de pessoas fisicamente iguais e diferentes;Em grande grupo, despertar nas crianças o facto de que cada um deve ter a profissão que gosta, independentemente do sexo,Visita a vários locais de trabalho;Incentivar as crianças a observarem as semelhanças que têm com os seus progenitores, irmãos e avós;Elaborar um placard com os diferentes tipos de famílias;Histórias de famílias: os três porquinhos, os sete cabritinhos…Através de conversas, transmitir às crianças o que é ser amigo, desconhecido e quais as atitudes correctas a tomar;Dramatizar histórias com situações onde surjam personagens conhecidas e desconhecidas;Convidar a polícia para vir à Escola para falar de possíveis situações de risco nas ruas e como evitá-las;Conversa com as crianças sobre o que são abusos sexuais, o que elas não devem permitir que lhes façam e caso alguém abuse contra si, deve ser denunciado;Elaboração de um placard com os comportamentos correctos a ter e quais evitar;Visionando filmes;Apresentação de livros;Colaboração com alguém do Centro de saúde para prestar esclarecimentos; Visita de uma mãe que tenha um bebé e reconhecimento dos cuidados que deve ter com este;Elaborar um livro com ilustrações das crianças para colocar na biblioteca do Jardim de Infância;LOCAL DE REALIZAÇÃO DO PROJECTO<br />Salas do Jardim de Infância e salão polivalente.<br />RECURSOS NECESSÁRIOS<br />HUMANOS - Educadoras de Infância, crianças, Auxiliares de Acção Educativa, Encarregados de educação e especialistas na área da saúde. <br />MATERIAIS – Material de desgaste, computador, softwares educativos, vestuários e adereços para os dois sexos, …<br />BIBLIOGRAFIA<br />Vaz, Júlio machado et al. (1996), Educação Sexual na Escola. Lisboa, Universidade.<br />Candia, Caterina Marissi et al. (1995), Porque somos meninos e meninas? Espanha, Impala.<br />Candia, Caterina Marissi et al. (1995), E de onde saiu este bebé? Espanha, Impala.<br />Ministério da Educação, Educação Sexual em Meio escolar, linhas orientadoras<br />Buarcos, 1 de Outubro de 2009<br />A Coordenadora do jardim de Infância<br />__________________________________<br />(Ana Paula Silva Lopes)<br />