SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO:
  CONHECER, SENTIR, VIVER
         KARDEC

                                        SÉRIE:
                                     CONHENCENDO
                                     KARDEC – N°01

Música: Outra vez – Richard Clayderman   Formatação: um.amigo.em.Deus@gmail.com
TEMAS DIVERSOS
   (CLIQUE NO TEMA DESEJADO)
PROJETO:
CONHECER, SENTIR, VIVER
       KARDEC
LAÇOS DE SANGUE
   ESE - Cap. XIV, item 8



          Os laços do sangue não criam
         forçosamente os liames entre os
         Espíri-tos. O corpo procede do
            corpo, mas o Espírito não
         procede do Espírito, porquanto
          o Espírito já existia antes da
           formação do corpo. (ESE -
                Cap. XIV, item 8)
MISSÃO DOS PAIS
                                       (ESE - CAP. XIV, ITEM 9, SANTO
                                                AGOSTINHO)


Lembrai-vos de que a cada pai e a cada mãe perguntará Deus:
Que fi-zestes do filho confiado à vossa guarda? Se por culpa
vossa ele se con-servou atrasado, tereis como castigo vê-lo entre
os Espíritos sofredores, quando de vós dependia que fosse ditoso.
Então, vós mesmos, assediados de remorsos, pedireis vos seja
concedido reparar a vossa falta; solicita-reis, para vós e para ele,
outra encarnação em que o cerqueis de melhores cuidados e em
que ele, cheio de reconhecimento, vos retribuirá com o seu amor.
ESE – CAPÍTULO XVIII, ITEM 3
A PORTA ESTREITA
  ESE – CAPÍTULO XVIII, ITEM 5
CARIDADE
                                    (ESE CAP. XIII, ITEM 15, UM
                                      ESPÍRITO PROTETOR)




Meus caros amigos, todos os dias ouço entre vós dizerem: "Sou
  pobre, não posso fazer a caridade", e todos os dias vejo que
 faltais com a in-dulgência aos vossos semelhantes. Nada lhes
  perdoais e vos arvorais em juízes muitas vezes severos, sem
   quererdes saber se ficaríeis satisfeitos que do mesmo modo
procedessem convosco. Não é também caridade a indulgên-cia?
CARIDADE
              ALLAN KARDEC - VIAGEM ESPÍRITA EM 1862




A palavra caridade, vós o sabeis, Senhores, tem uma
acepção muito extensa. Há caridade em
pensamentos, em palavras, em atos. Ela não é tão
somente a esmola.
AMAR OS INIMIGOS
   O LIVRO DOS ESPÍRITOS – Q. 887




    887. Jesus também disse: Amai até
      mesmo os vossos inimigos. Ora, o
   amor aos inimigos não será contrário
      às nossas tendências naturais, e a
    inimizade não provirá de uma falta
       de simpatia entre os Espíritos?
AMAR OS INIMIGOS
                  O LIVRO DOS ESPÍRITOS – Q. 887




“É certo que ninguém pode votar aos seus inimigos um
amor terno e apaixonado. Não foi isso o que Jesus
pretendeu dizer. Amar os inimigos é perdoar-lhes
e lhes retribuir o mal com o bem. Aquele que
assim procede se torna superior aos seus inimigos, ao
passo que abaixo deles se coloca quem procura tomar
vingança.”
AMAR OS INIMIGOS
         ESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3.




Amar seus inimigos não é, portanto, ter-lhes uma afeição
que não está na natureza, visto que o contato de um
inimigo nos faz bater o coração de modo muito
diverso do seu bater, ao contato de um amigo.
AMAR OS INIMIGOS
ESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3.




               É    não lhes guardar ódio, nem
               rancor, nem desejos de vingança.
               É perdoar-lhes, sem pensamento oculto
               e sem condições, o mal que nos fazem.
               É não opor nenhum obstáculo à
               reconciliação com eles.
               É desejar-lhes o bem e não o mal.
               É experimentar júbilo, em vez de
               pesar, com o bem que lhes advenha.
AMAR OS INIMIGOS
ESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3.



             É socorrê-los, em caso de
             necessidade.
             É abster-se, quer por palavras, quer
             por atos, de tudo o que os possa
             prejudicar.
             É, finalmente, retribuir-lhes sempre
             o mal com o bem, sem intenção de
             os humilhar.
             É desejar-lhes o bem e não o mal.
ESPIRITISMO – CRENÇA GERAL
      (O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Q. 798)




        O Espiritismo se tornará um dia
            crença geral na Terra?
ESPIRITISMO – CRENÇA GERAL
                  (O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Q. 798)


Certamente que se tornará crença geral e marcará nova era
na história da humanidade, porque está na Natureza e
chegou o tempo em que ocupará lugar entre os
conhecimentos humanos. Terá, no entanto, que
sustentar grandes lutas, mais contra o interesse, do
que contra a convicção, porquanto não há como
dissimular a existência de pessoas interessadas em
combatê-lo, umas por amor- próprio, outras por causas
inteiramente materiais. Porém, como virão a ficar
insulados, seus contraditores se sentirão forçados a pensar
como os demais, sob pena de se tornarem ridículos.”
Serie conhecendo Kardec 1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismoDesfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismo
Graça Maciel
 
Granjear Amigos
Granjear AmigosGranjear Amigos
Granjear Amigos
Graça Maciel
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
Graça Maciel
 
No mundo tereis aflição
No mundo tereis afliçãoNo mundo tereis aflição
No mundo tereis aflição
Graça Maciel
 
Comemoração dos mortos
Comemoração dos mortosComemoração dos mortos
Comemoração dos mortos
Graça Maciel
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
Graça Maciel
 
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritasOs inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Graça Maciel
 
Virtudes e vicios
Virtudes e viciosVirtudes e vicios
Virtudes e vicios
Graça Maciel
 
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentosInfluência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Graça Maciel
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatia
Graça Maciel
 
Refletindo com Kardec - 1
Refletindo com Kardec - 1Refletindo com Kardec - 1
Refletindo com Kardec - 1
Graça Maciel
 
Anjos guardiães
Anjos guardiãesAnjos guardiães
Anjos guardiães
Graça Maciel
 
Ser Espirita 2
Ser Espirita 2Ser Espirita 2
Ser Espirita 2
Izabel Cristina Fonseca
 
Espiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa sementeEspiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa semente
Graça Maciel
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritos
Graça Maciel
 
Escala Espírita
Escala EspíritaEscala Espírita
Escala Espírita
Graça Maciel
 
A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?
Graça Maciel
 
O espirito deve ser cultivado como um campo
O espirito deve ser cultivado como um campoO espirito deve ser cultivado como um campo
O espirito deve ser cultivado como um campo
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
Graça Maciel
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
Fernanda Pietra
 

Mais procurados (20)

Desfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismoDesfrutar a luz do espiritismo
Desfrutar a luz do espiritismo
 
Granjear Amigos
Granjear AmigosGranjear Amigos
Granjear Amigos
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
No mundo tereis aflição
No mundo tereis afliçãoNo mundo tereis aflição
No mundo tereis aflição
 
Comemoração dos mortos
Comemoração dos mortosComemoração dos mortos
Comemoração dos mortos
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
 
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritasOs inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
Os inimigos desencarnados e sua ação contra os grupos espíritas
 
Virtudes e vicios
Virtudes e viciosVirtudes e vicios
Virtudes e vicios
 
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentosInfluência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
Influência dos espíritos sobre os nossos pensamentos
 
Simpatia e antipatia
Simpatia e antipatiaSimpatia e antipatia
Simpatia e antipatia
 
Refletindo com Kardec - 1
Refletindo com Kardec - 1Refletindo com Kardec - 1
Refletindo com Kardec - 1
 
Anjos guardiães
Anjos guardiãesAnjos guardiães
Anjos guardiães
 
Ser Espirita 2
Ser Espirita 2Ser Espirita 2
Ser Espirita 2
 
Espiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa sementeEspiritismo valorosa semente
Espiritismo valorosa semente
 
Infllência dos espiritos
Infllência dos espiritosInfllência dos espiritos
Infllência dos espiritos
 
Escala Espírita
Escala EspíritaEscala Espírita
Escala Espírita
 
A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?A Prece é agradável a Deus?
A Prece é agradável a Deus?
 
O espirito deve ser cultivado como um campo
O espirito deve ser cultivado como um campoO espirito deve ser cultivado como um campo
O espirito deve ser cultivado como um campo
 
Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4Obsessão por fascinação - parte 4
Obsessão por fascinação - parte 4
 
Espiritismo
EspiritismoEspiritismo
Espiritismo
 

Semelhante a Serie conhecendo Kardec 1

Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)
Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)
Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)
fabio antonio motta dutra
 
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOSESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
Patricia Farias
 
Jesus, O Grande Desconhecido
Jesus, O Grande DesconhecidoJesus, O Grande Desconhecido
Jesus, O Grande Desconhecido
CCE Caldas da Rainha
 
11 - Sede perfeitos
11 - Sede perfeitos11 - Sede perfeitos
11 - Sede perfeitos
JPS Junior
 
Vicios problemas 6
Vicios problemas 6Vicios problemas 6
Vicios problemas 6
Patricia Simoes
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Caridade
CaridadeCaridade
Amar - O Maior Mandamento
Amar - O Maior MandamentoAmar - O Maior Mandamento
Amar - O Maior Mandamento
Ricardo Azevedo
 
Jesus E A Caridade
Jesus E A CaridadeJesus E A Caridade
Jesus E A Caridade
meebpeixotinho
 
LE 907 ESE_cap13_item14
LE 907 ESE_cap13_item14LE 907 ESE_cap13_item14
LE 907 ESE_cap13_item14
Patricia Farias
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Destruição 2
Destruição 2Destruição 2
Destruição 2
Izabel Cristina Fonseca
 
Reconciliação com os adversarios
Reconciliação com os adversariosReconciliação com os adversarios
Reconciliação com os adversarios
Rivaldo Guedes Corrêa. Jr
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida - livroSobre escolher um companheiro para a vida - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
Silvio Dutra
 
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida  - livroSobre escolher um companheiro para a vida  - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
Silvio Dutra
 
Amai os vossos inimigos
Amai os vossos inimigosAmai os vossos inimigos
Amai os vossos inimigos
Ana Xavier
 
LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11
Patricia Farias
 
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntasLei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
LE - Questao 176 e EV cap12 item11
LE - Questao 176 e EV cap12 item11LE - Questao 176 e EV cap12 item11
LE - Questao 176 e EV cap12 item11
Patricia Farias
 

Semelhante a Serie conhecendo Kardec 1 (20)

Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)
Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)
Ohomemdebemgrandedesafio 120918080952-phpapp01 (1)
 
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOSESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
ESE CAP. XI - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS
 
Jesus, O Grande Desconhecido
Jesus, O Grande DesconhecidoJesus, O Grande Desconhecido
Jesus, O Grande Desconhecido
 
11 - Sede perfeitos
11 - Sede perfeitos11 - Sede perfeitos
11 - Sede perfeitos
 
Vicios problemas 6
Vicios problemas 6Vicios problemas 6
Vicios problemas 6
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Amai vos 3
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Amar - O Maior Mandamento
Amar - O Maior MandamentoAmar - O Maior Mandamento
Amar - O Maior Mandamento
 
Jesus E A Caridade
Jesus E A CaridadeJesus E A Caridade
Jesus E A Caridade
 
LE 907 ESE_cap13_item14
LE 907 ESE_cap13_item14LE 907 ESE_cap13_item14
LE 907 ESE_cap13_item14
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Amai vos 3
 
Destruição 2
Destruição 2Destruição 2
Destruição 2
 
Reconciliação com os adversarios
Reconciliação com os adversariosReconciliação com os adversarios
Reconciliação com os adversarios
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Amai vos 3
 
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida - livroSobre escolher um companheiro para a vida - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
 
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida  - livroSobre escolher um companheiro para a vida  - livro
Sobre escolher um companheiro para a vida - livro
 
Amai os vossos inimigos
Amai os vossos inimigosAmai os vossos inimigos
Amai os vossos inimigos
 
LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11LE 893 ESE_cap13_item11
LE 893 ESE_cap13_item11
 
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntasLei de destruição livro dos espíritos – perguntas
Lei de destruição livro dos espíritos – perguntas
 
LE - Questao 176 e EV cap12 item11
LE - Questao 176 e EV cap12 item11LE - Questao 176 e EV cap12 item11
LE - Questao 176 e EV cap12 item11
 

Mais de Graça Maciel

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
Graça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
Graça Maciel
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
Graça Maciel
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
Graça Maciel
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
Graça Maciel
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
Graça Maciel
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
Graça Maciel
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
Graça Maciel
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
Graça Maciel
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Graça Maciel
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
Graça Maciel
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
Graça Maciel
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
Graça Maciel
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
Graça Maciel
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
Graça Maciel
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Graça Maciel
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
Graça Maciel
 

Mais de Graça Maciel (20)

Missao dos Espiritas
Missao dos EspiritasMissao dos Espiritas
Missao dos Espiritas
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3Obsessão por fascinação - parte 3
Obsessão por fascinação - parte 3
 
Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2Obsessão por fascinação - parte 2
Obsessão por fascinação - parte 2
 
Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1Obsessão por fascinação - parte 1
Obsessão por fascinação - parte 1
 
Missão dos espíritas
Missão dos espíritasMissão dos espíritas
Missão dos espíritas
 
Não vim destruir a lei
Não vim destruir a leiNão vim destruir a lei
Não vim destruir a lei
 
Pecado por pensamento
Pecado por pensamentoPecado por pensamento
Pecado por pensamento
 
Amai os vossos inimigos
Amai  os  vossos  inimigosAmai  os  vossos  inimigos
Amai os vossos inimigos
 
Ação da prece
Ação da preceAção da prece
Ação da prece
 
Adoração
AdoraçãoAdoração
Adoração
 
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudaráAjuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
Ajuda-te a ti mesmo que o céu te ajudará
 
Pensamento benévolo
Pensamento benévoloPensamento benévolo
Pensamento benévolo
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
 
Obsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritasObsessão nos grupos espíritas
Obsessão nos grupos espíritas
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
O mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconheceO mau pensamento como se reconhece
O mau pensamento como se reconhece
 
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
Não basta não fazer o mal é preciso fazer o bem.
 
O homem depois da morte
O homem depois da morte O homem depois da morte
O homem depois da morte
 

Último

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (16)

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 

Serie conhecendo Kardec 1

  • 1. PROJETO: CONHECER, SENTIR, VIVER KARDEC SÉRIE: CONHENCENDO KARDEC – N°01 Música: Outra vez – Richard Clayderman Formatação: um.amigo.em.Deus@gmail.com
  • 2. TEMAS DIVERSOS (CLIQUE NO TEMA DESEJADO)
  • 4. LAÇOS DE SANGUE ESE - Cap. XIV, item 8 Os laços do sangue não criam forçosamente os liames entre os Espíri-tos. O corpo procede do corpo, mas o Espírito não procede do Espírito, porquanto o Espírito já existia antes da formação do corpo. (ESE - Cap. XIV, item 8)
  • 5. MISSÃO DOS PAIS (ESE - CAP. XIV, ITEM 9, SANTO AGOSTINHO) Lembrai-vos de que a cada pai e a cada mãe perguntará Deus: Que fi-zestes do filho confiado à vossa guarda? Se por culpa vossa ele se con-servou atrasado, tereis como castigo vê-lo entre os Espíritos sofredores, quando de vós dependia que fosse ditoso. Então, vós mesmos, assediados de remorsos, pedireis vos seja concedido reparar a vossa falta; solicita-reis, para vós e para ele, outra encarnação em que o cerqueis de melhores cuidados e em que ele, cheio de reconhecimento, vos retribuirá com o seu amor.
  • 6. ESE – CAPÍTULO XVIII, ITEM 3
  • 7. A PORTA ESTREITA ESE – CAPÍTULO XVIII, ITEM 5
  • 8.
  • 9.
  • 10. CARIDADE (ESE CAP. XIII, ITEM 15, UM ESPÍRITO PROTETOR) Meus caros amigos, todos os dias ouço entre vós dizerem: "Sou pobre, não posso fazer a caridade", e todos os dias vejo que faltais com a in-dulgência aos vossos semelhantes. Nada lhes perdoais e vos arvorais em juízes muitas vezes severos, sem quererdes saber se ficaríeis satisfeitos que do mesmo modo procedessem convosco. Não é também caridade a indulgên-cia?
  • 11. CARIDADE ALLAN KARDEC - VIAGEM ESPÍRITA EM 1862 A palavra caridade, vós o sabeis, Senhores, tem uma acepção muito extensa. Há caridade em pensamentos, em palavras, em atos. Ela não é tão somente a esmola.
  • 12. AMAR OS INIMIGOS O LIVRO DOS ESPÍRITOS – Q. 887 887. Jesus também disse: Amai até mesmo os vossos inimigos. Ora, o amor aos inimigos não será contrário às nossas tendências naturais, e a inimizade não provirá de uma falta de simpatia entre os Espíritos?
  • 13. AMAR OS INIMIGOS O LIVRO DOS ESPÍRITOS – Q. 887 “É certo que ninguém pode votar aos seus inimigos um amor terno e apaixonado. Não foi isso o que Jesus pretendeu dizer. Amar os inimigos é perdoar-lhes e lhes retribuir o mal com o bem. Aquele que assim procede se torna superior aos seus inimigos, ao passo que abaixo deles se coloca quem procura tomar vingança.”
  • 14. AMAR OS INIMIGOS ESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3. Amar seus inimigos não é, portanto, ter-lhes uma afeição que não está na natureza, visto que o contato de um inimigo nos faz bater o coração de modo muito diverso do seu bater, ao contato de um amigo.
  • 15. AMAR OS INIMIGOS ESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3. É não lhes guardar ódio, nem rancor, nem desejos de vingança. É perdoar-lhes, sem pensamento oculto e sem condições, o mal que nos fazem. É não opor nenhum obstáculo à reconciliação com eles. É desejar-lhes o bem e não o mal. É experimentar júbilo, em vez de pesar, com o bem que lhes advenha.
  • 16. AMAR OS INIMIGOS ESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3. É socorrê-los, em caso de necessidade. É abster-se, quer por palavras, quer por atos, de tudo o que os possa prejudicar. É, finalmente, retribuir-lhes sempre o mal com o bem, sem intenção de os humilhar. É desejar-lhes o bem e não o mal.
  • 17. ESPIRITISMO – CRENÇA GERAL (O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Q. 798) O Espiritismo se tornará um dia crença geral na Terra?
  • 18. ESPIRITISMO – CRENÇA GERAL (O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Q. 798) Certamente que se tornará crença geral e marcará nova era na história da humanidade, porque está na Natureza e chegou o tempo em que ocupará lugar entre os conhecimentos humanos. Terá, no entanto, que sustentar grandes lutas, mais contra o interesse, do que contra a convicção, porquanto não há como dissimular a existência de pessoas interessadas em combatê-lo, umas por amor- próprio, outras por causas inteiramente materiais. Porém, como virão a ficar insulados, seus contraditores se sentirão forçados a pensar como os demais, sob pena de se tornarem ridículos.”