SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Poesia Professora: Sônia Regina
Fatos Históricos (1808 – 1880)
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
As gerações da poesia romântica ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Primeira Geração – Nacionalista ou indianista
Gonçalves Dias
Segunda Geração Romântica ,[object Object],[object Object],[object Object]
Segunda Geração Romântica ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
Álvares de Azevedo ,[object Object]
 
[object Object]
[object Object],[object Object]
) ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Casimiro de Abreu ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Junqueira Freire ,[object Object],[object Object]
Fagundes Varela ,[object Object],[object Object],[object Object]
Cântico do Calvário A memória de meu filho, morto a 11/12/63 ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A Terceira Geração: condoreira  ,[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Castro Alves : ,[object Object],[object Object]
Sousândrade: precursor da modernidade ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Alvaro de Campos
Alvaro de CamposAlvaro de Campos
Alvaro de Camposaramalho340
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Claudio Soares
 
Literaturas africanas de expressão portuguesa
Literaturas africanas de expressão portuguesaLiteraturas africanas de expressão portuguesa
Literaturas africanas de expressão portuguesaAna Eunice
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em PortugalNathalyNara
 
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoRomantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoQuezia Neves
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no BrasilCrisBiagio
 
O romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoO romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoAntonio Minharro
 
Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações. Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações. Jéssica Moresi
 
Romantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosRomantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosNAPNE
 
Cap06 quinhentismo
Cap06 quinhentismoCap06 quinhentismo
Cap06 quinhentismowhybells
 
Romantismo No Brasil
Romantismo No BrasilRomantismo No Brasil
Romantismo No Brasilmartinsramon
 
Slides Romantismo
Slides RomantismoSlides Romantismo
Slides Romantismomix1981
 

Mais procurados (20)

Alvaro de Campos
Alvaro de CamposAlvaro de Campos
Alvaro de Campos
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernista Terceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Modernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geraçãoModernismo brasileiro 1ª geração
Modernismo brasileiro 1ª geração
 
Literaturas africanas de expressão portuguesa
Literaturas africanas de expressão portuguesaLiteraturas africanas de expressão portuguesa
Literaturas africanas de expressão portuguesa
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
 
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoRomantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geração
 
Parnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiroParnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiro
 
Realismo no brasil
Realismo no brasilRealismo no brasil
Realismo no brasil
 
Romantismo prosa
Romantismo prosaRomantismo prosa
Romantismo prosa
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no Brasil
 
O romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geraçãoO romantismo da segunda geração
O romantismo da segunda geração
 
Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações. Romantismo e suas gerações.
Romantismo e suas gerações.
 
Romantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosRomantismo - Exercícios
Romantismo - Exercícios
 
Romantismo na literatura
Romantismo na literaturaRomantismo na literatura
Romantismo na literatura
 
O barroco
O barrocoO barroco
O barroco
 
Cap06 quinhentismo
Cap06 quinhentismoCap06 quinhentismo
Cap06 quinhentismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo No Brasil
Romantismo No BrasilRomantismo No Brasil
Romantismo No Brasil
 
Slides Romantismo
Slides RomantismoSlides Romantismo
Slides Romantismo
 

Semelhante a Romantismo no brasil (poesia)

2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração romântica2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração românticaAndriane Cursino
 
O romantismo no brasil poesia
O romantismo no brasil   poesiaO romantismo no brasil   poesia
O romantismo no brasil poesiaISJ
 
O romantismo no brasil poesia
O romantismo no brasil   poesiaO romantismo no brasil   poesia
O romantismo no brasil poesiaguest5e4f04
 
Slides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesiaSlides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesiaAntonio Marcos
 
Resumos das obras derek e isabella 2º b
Resumos das obras   derek e isabella 2º bResumos das obras   derek e isabella 2º b
Resumos das obras derek e isabella 2º bteresakashino
 
Navio Negreiro Castro Alves slidesss.pdf
Navio Negreiro Castro Alves slidesss.pdfNavio Negreiro Castro Alves slidesss.pdf
Navio Negreiro Castro Alves slidesss.pdfmariaclaraqualhato2
 
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosCastro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosEvaí Oliveira
 
Aula 11 gerações românticas no brasil
Aula 11   gerações românticas no brasilAula 11   gerações românticas no brasil
Aula 11 gerações românticas no brasilJonatas Carlos
 
Alvares de azevedo
Alvares de azevedoAlvares de azevedo
Alvares de azevedo030577
 
10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileira10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileiraVlogdoabe
 
Aula 10 romantismo no brasil e em portugal
Aula 10   romantismo no brasil e em portugalAula 10   romantismo no brasil e em portugal
Aula 10 romantismo no brasil e em portugalJonatas Carlos
 
Noite na Taverna
Noite na TavernaNoite na Taverna
Noite na TavernaKauan_ts
 
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”.
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”. “O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”.
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”. MajuGomes
 
3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreiraletosgirl
 
Herança portuguesa - resumo dos movimentos portugueses
Herança portuguesa - resumo dos movimentos portuguesesHerança portuguesa - resumo dos movimentos portugueses
Herança portuguesa - resumo dos movimentos portuguesesCiceroMarcosSantos1
 
início-romantismo
início-romantismoinício-romantismo
início-romantismoLucass72
 

Semelhante a Romantismo no brasil (poesia) (20)

2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração romântica2ª e 3ª geração romântica
2ª e 3ª geração romântica
 
O romantismo no brasil poesia
O romantismo no brasil   poesiaO romantismo no brasil   poesia
O romantismo no brasil poesia
 
O romantismo no brasil poesia
O romantismo no brasil   poesiaO romantismo no brasil   poesia
O romantismo no brasil poesia
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
PROJETO: SARAU LITERÁRIO
PROJETO: SARAU LITERÁRIOPROJETO: SARAU LITERÁRIO
PROJETO: SARAU LITERÁRIO
 
Castro alves
Castro alvesCastro alves
Castro alves
 
Slides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesiaSlides sobre o romantismo poesia
Slides sobre o romantismo poesia
 
Resumos das obras derek e isabella 2º b
Resumos das obras   derek e isabella 2º bResumos das obras   derek e isabella 2º b
Resumos das obras derek e isabella 2º b
 
Navio Negreiro Castro Alves slidesss.pdf
Navio Negreiro Castro Alves slidesss.pdfNavio Negreiro Castro Alves slidesss.pdf
Navio Negreiro Castro Alves slidesss.pdf
 
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos EscravosCastro Alves - O Poeta dos Escravos
Castro Alves - O Poeta dos Escravos
 
Aula 11 gerações românticas no brasil
Aula 11   gerações românticas no brasilAula 11   gerações românticas no brasil
Aula 11 gerações românticas no brasil
 
Alvares de azevedo
Alvares de azevedoAlvares de azevedo
Alvares de azevedo
 
10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileira10 livros da literatura brasileira
10 livros da literatura brasileira
 
Os Maias de A a Z
Os Maias de A a ZOs Maias de A a Z
Os Maias de A a Z
 
Aula 10 romantismo no brasil e em portugal
Aula 10   romantismo no brasil e em portugalAula 10   romantismo no brasil e em portugal
Aula 10 romantismo no brasil e em portugal
 
Noite na Taverna
Noite na TavernaNoite na Taverna
Noite na Taverna
 
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”.
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”. “O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”.
“O Romantismo olha o mundo de forma apaixonada e ideal”.
 
3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira
 
Herança portuguesa - resumo dos movimentos portugueses
Herança portuguesa - resumo dos movimentos portuguesesHerança portuguesa - resumo dos movimentos portugueses
Herança portuguesa - resumo dos movimentos portugueses
 
início-romantismo
início-romantismoinício-romantismo
início-romantismo
 

Mais de ISJ

Jogos lavras
Jogos lavrasJogos lavras
Jogos lavrasISJ
 
Convite
ConviteConvite
ConviteISJ
 
Convite
ConviteConvite
ConviteISJ
 
Convite
ConviteConvite
ConviteISJ
 
7º ano cap 23 mamíferos
7º ano cap 23  mamíferos7º ano cap 23  mamíferos
7º ano cap 23 mamíferosISJ
 
7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as aves7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as avesISJ
 
Will e going to 1º ano -4º bimestre
Will e going to   1º ano -4º bimestreWill e going to   1º ano -4º bimestre
Will e going to 1º ano -4º bimestreISJ
 
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns   8ª série - 4º bimestreRelative pronouns   8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestreISJ
 
8ª série make -let - be allowed
8ª série   make -let - be allowed8ª série   make -let - be allowed
8ª série make -let - be allowedISJ
 
4º bimestre 3º ano had better
4º bimestre   3º ano had better4º bimestre   3º ano had better
4º bimestre 3º ano had betterISJ
 
7º ano cap 17 artrópodes
7º ano cap 17  artrópodes7º ano cap 17  artrópodes
7º ano cap 17 artrópodesISJ
 
7º ano cap 16 moluscos
7º ano cap 16   moluscos7º ano cap 16   moluscos
7º ano cap 16 moluscosISJ
 
7º ano cap 16 anelideos
7º ano cap 16   anelideos7º ano cap 16   anelideos
7º ano cap 16 anelideosISJ
 
7º ano cap 18 equinodermos
7º ano  cap 18 equinodermos7º ano  cap 18 equinodermos
7º ano cap 18 equinodermosISJ
 
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns   3º ano - 3º bimestreRelative pronouns   3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestreISJ
 
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintosISJ
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenteradosISJ
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012ISJ
 
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da águaISJ
 
6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especial6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especialISJ
 

Mais de ISJ (20)

Jogos lavras
Jogos lavrasJogos lavras
Jogos lavras
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 
Convite
ConviteConvite
Convite
 
7º ano cap 23 mamíferos
7º ano cap 23  mamíferos7º ano cap 23  mamíferos
7º ano cap 23 mamíferos
 
7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as aves7º ano cap 22 as aves
7º ano cap 22 as aves
 
Will e going to 1º ano -4º bimestre
Will e going to   1º ano -4º bimestreWill e going to   1º ano -4º bimestre
Will e going to 1º ano -4º bimestre
 
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns   8ª série - 4º bimestreRelative pronouns   8ª série - 4º bimestre
Relative pronouns 8ª série - 4º bimestre
 
8ª série make -let - be allowed
8ª série   make -let - be allowed8ª série   make -let - be allowed
8ª série make -let - be allowed
 
4º bimestre 3º ano had better
4º bimestre   3º ano had better4º bimestre   3º ano had better
4º bimestre 3º ano had better
 
7º ano cap 17 artrópodes
7º ano cap 17  artrópodes7º ano cap 17  artrópodes
7º ano cap 17 artrópodes
 
7º ano cap 16 moluscos
7º ano cap 16   moluscos7º ano cap 16   moluscos
7º ano cap 16 moluscos
 
7º ano cap 16 anelideos
7º ano cap 16   anelideos7º ano cap 16   anelideos
7º ano cap 16 anelideos
 
7º ano cap 18 equinodermos
7º ano  cap 18 equinodermos7º ano  cap 18 equinodermos
7º ano cap 18 equinodermos
 
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns   3º ano - 3º bimestreRelative pronouns   3º ano - 3º bimestre
Relative pronouns 3º ano - 3º bimestre
 
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
7º ano cap 15 platelmintos e nematelmintos
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012
 
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
6º ano cap 15 a água e o tratamento da água
 
6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especial6º ano cap 14 a água uma subst especial
6º ano cap 14 a água uma subst especial
 

Romantismo no brasil (poesia)