SlideShare uma empresa Scribd logo
Regimento das Bibliotecas Escolares - AEJM
_________________________________________________________________________________
BIBlIOTECAS ESCOLARES
REGIMENTO
Sumário
Capítulo I – Introdução e Definição
Artigo 1.º – Definição da BE
Capítulo II – Coordenação
Artigo 2.º - Designação do Coordenador/duração do mandato
Artigo 3.º - Constituição da equipa
Artigo 4.º - Professores colaboradores
Capítulo III – Competências
Artigo 5.º - Competências dos professores da equipa
Artigo 6.º - Competências das professoras bibliotecárias
Artigo 7.º - Competências da professora coordenadora
Artigo 8.º - Competências das assistentes operacionais
Artigo 9.º - Competências dos professores colaboradores
Capítulo IV- Funcionamento
Artigo 10.º - Local de funcionamento
Artigo 11.º - Periodicidade/Duração das reuniões
Artigo 12.º - Reuniões extraordinárias
Artigo 13.º - Convocatórias
Artigo 14.º - Faltas
Capítulo V- Atas
Artigo 15.º - Designação do Secretário
Artigo 16.º- Elaboração, redação e impressão das atas
Capítulo VI - Deliberações e votações
Artigo 17.º - Deliberações
Artigo 18.º - Votações
Capítulo VII- Outros
Artigo 19.º- Entrada em vigor e revisão do regimento
Artigo 20.º- Casos omissos
Artigo 21.º- Disposições finais
CAPÍTULO I
Introdução e definição
Artigo 1.º
Introdução
1. As bibliotecas escolares (BE) do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins são serviços que
têm por finalidade facilitar o acesso à cultura, à informação, à educação e ao lazer
contribuindo, assim, para elevar o nível cultural e a qualidade de vida da comunidade escolar.
2. As BE disponibilizam serviços de aprendizagem, livros e recursos que permitem a todos os
membros da comunidade escolar tornarem-se pensadores críticos e utilizadores efetivos da
informação em todos os suportes e meios de comunicação.
3. As BE devem disponibilizar os seus serviços de igual modo a todos os membros da
comunidade escolar, independentemente da idade, raça, sexo, religião, nacionalidade, língua
e estatuto profissional ou social. Aos utilizadores que, por qualquer razão, não possam utilizar
os serviços e materiais comuns da biblioteca, devem ser disponibilizados serviços e materiais
específicos.
4. As BE ocupam um lugar privilegiado na dinamização da vida da escola, através da
promoção de iniciativas de caráter diversificado que constarão do plano anual de atividades.
5. As BE são espaços constituídos pelas seguintes áreas funcionais: atendimento; leitura
informal; leitura/produção multimédia; leitura/vídeo; leitura silenciosa; pequenos grupos.
CAPÍTULO II
Coordenação
Artigo 2.º
Designação da coordenadora/duração do mandato
1. A coordenadora da equipa das BE é designada pelo diretor, de entre as professoras
bibliotecárias (PB) do agrupamento.
2. O mandato da PB, com duração mínima de quatro anos, poderá cessar a todo o tempo,
por decisão fundamentada do diretor, ouvido o conselho pedagógico, ou a pedido da
interessada. Para todos os efeitos, e em qualquer dos casos, a demissão só se concretiza
no final do ano letivo. Excetuam-se os casos de doença prolongada ou quando se torna
manifesta a desadequação ao cargo, com evidentes prejuízos para os alunos.
Artigo 3.º
Constituição da equipa
1. A equipa das BE é composta pelas professoras bibliotecárias, pelos professores designados
pelo diretor e pelas assistentes operacionais em serviço nas bibliotecas do agrupamento.
2. A direção do agrupamento distribui aos elementos da equipa horário de serviço nas
bibliotecas, depois de ouvidas as professoras bibliotecárias.
Artigo 4.º
Professores colaboradores
1. Designam-se por professores colaboradores todos os professores que exerçam, de uma
forma regular, uma atividade específica a atribuir pela equipa das bibliotecas, pela direção
ou por sua própria iniciativa.
CAPÍTULO III
Competências
Artigo 5.º
Competências dos professores da equipa
1. Fazer a articulação dos vários recursos existentes na escola, de modo a aumentar a sua
rentabilidade;
2. Dinamizar atividades de enriquecimento curricular que se prendam com este espaço;
3. Apoiar os alunos nas pesquisas que estes pretendam realizar;
4. Contribuir com sugestões para o plano anual de atividades;
5. Definir e aplicar procedimentos técnicos de tratamento documental;
6. Promover ações de difusão com vista a tornar acessíveis as fontes de informação;
7. Executar as tarefas relacionadas com a aquisição, a catalogação e o registo dos
documentos;
8. Inventariar e gerir recursos da BE.
Artigo 6.º
Competências das professoras bibliotecárias
1. Promover a articulação das atividades das bibliotecas com os objetivos do projeto
educativo, do projeto curricular de agrupamento e dos projetos curriculares de turma;
2. Elaborar o plano de ação, o plano anual de atividades e demais documentos estruturantes
das BE;
3. Assegurar a gestão das bibliotecas e dos recursos humanos e materiais a elas afetos;
4. Definir e operacionalizar, em articulação com a direção, as estratégias e atividades de
política documental da escola;
5. Favorecer o desenvolvimento das literacias designadamente da leitura, da informação e
digitais e apoiar o desenvolvimento curricular, trabalhando colaborativamente com todas as
estruturas do agrupamento;
6. Promover o uso das bibliotecas e dos seus recursos na prática de docentes e alunos;
7. Apoiar atividades livres, extracurriculares e de enriquecimento curricular incluídas no plano
de atividades ou projeto educativo do agrupamento;
8. Estabelecer redes de trabalho cooperativo, desenvolvendo projetos de parceria com
entidades locais, e participando ativamente no Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares de
Chaves (GTBEC);
9. Aplicar todos os procedimentos relativos à implementação do modelo de avaliação das
bibliotecas escolares (MABE) e demais procedimentos requeridos pela rede de bibliotecas
escolares (RBE);
10. Elaborar relatório, no final do ano letivo, a apresentar à direção do agrupamento.
Artigo 7.º
Competências da coordenadora da equipa
1. Coordenar e presidir as reuniões da equipa das BE;
2. Representar a biblioteca escolar no conselho pedagógico.
Artigo 8.º
Competências das assistentes operacionais
1. Fazer cumprir o regulamento e dirigir o funcionamento do serviço;
2. Executar as tarefas relacionadas com o tratamento de revistas e jornais;
3. Realizar as funções inerentes ao serviço de atendimento, de empréstimo e de pesquisa
bibliográfica;
4. Dar apoio ao material audiovisual;
5. Executar outras tarefas que lhes forem confiadas no âmbito das atividades das bibliotecas,
para o seu eficiente funcionamento.
Artigo 9.º
Competências dos professores colaboradores
1. Apoiar a equipa da biblioteca nas tarefas que lhe forem atribuídas.
CAPÍTULO IV
Funcionamento
Artigo 10.º
Local de funcionamento
1. As reuniões da equipa das BE decorrem em local a designar em cada convocatória.
Artigo 11.º
Periodicidade/Duração das reuniões
1. A equipa das BE reúne em plenário, ordinariamente, uma vez por trimestre escolar e,
extraordinariamente, sempre que tal se justifique, sendo lavrada ata de cada reunião.
2. Cada reunião terá a duração máxima de duas horas.
3. A falta de quórum poderá determinar a interrupção das reuniões.
Artigo 12.º
Reuniões extraordinárias
A equipa das BE reúne extraordinariamente sempre que seja convocada pela coordenadora:
1. Por sua iniciativa.
2. Por solicitação do diretor.
Artigo 13.º
Convocatórias
1. As reuniões são convocadas pela coordenadora através de convocatória afixada em espaço
próprio, com a antecedência mínima de 48 horas.
Artigo 14.º
Faltas
1. 1.Em caso de falta inesperada da coordenadora, a reunião será presidida pela outra
professora bibliotecária.
2. Em caso de falta de uma professora bibliotecária para secretariar a reunião, assumirá essas
funções um elemento docente da equipa, pela ordem estipulada.
3. As faltas às reuniões são registadas em ata, sendo o original arquivado no dossier e a cópia
entregue na direção.
CAPÍTULO V
Atas
Artigo 15.º
Designação do Secretário
1. O Secretário é designado de entre as professoras bibliotecárias ou, em caso de falta destas,
de entre os elementos docentes em regime de rotatividade por ordem alfabética.
Artigo 16.º
Elaboração, redação e impressão das atas
1. De cada reunião é lavrada ata que registe o que de essencial se tiver passado, sem prejuízo
do rigor, da exatidão e da correção de forma.
2. Da ata, devem constar os elementos que estiveram ausentes e, sempre que o assunto o
justifique, deverá constar a identificação dos diferentes intervenientes.
3. O conteúdo das atas é da responsabilidade de todos, a partir do momento em que sejam
aprovadas, salvo o disposto no Artigo 17.º do Capítulo VI.
4. A ata é impressa e entregue à coordenadora, no prazo máximo de oito dias úteis, sendo, na
reunião seguinte, lida, aprovada e assinada pela coordenadora e pela secretária.
CAPÍTULO VI
Deliberações e votações
Artigo 17.º
Deliberações
1. Os membros da equipa da BE são corresponsáveis pelas deliberações tomadas, exceto se
fizerem consignar em ata a sua discordância ou não tiverem estado presentes.
Artigo 18.º
Votações
1. No silêncio da lei, é proibida a abstenção a todos os membros que estejam presentes,
devendo a coordenadora votar em último lugar.
2. Cada membro da equipa tem direito, a título individual, no final de cada votação, a uma
declaração de voto, esclarecendo/justificando o sentido da sua votação. Essa declaração de
voto deverá ser escrita, lida em voz alta e entregue ao secretário, até ao final da reunião,
ficando a constar da ata.
3. As deliberações serão tomadas por maioria relativa, salvo nos casos em que, por disposição
legal, se exija maioria qualificada ou absoluta.
4. Em caso de empate a coordenadora tem voto de qualidade.
CAPÍTULO VII
Outros
Artigo 19.º
Entrada em vigor e revisão do regimento
1. O regimento entrará em vigor no dia seguinte à sua aprovação e será arquivado nos
dossiers das BE.
2. Este regimento estará em vigor no presente ano letivo, findo o qual será revisto.
Artigo 20.º
Casos omissos
1. Os casos omissos não previstos neste regulamento serão resolvidos pela direção, com o
parecer da equipa da biblioteca.
Artigo 21.º
Disposições finais
O presente regimento será revisto no início do próximo ano letivo. As alterações, aprovadas
em reunião de conselho pedagógico, entrarão imediatamente em vigor.
Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins, 11 de setembro de 2017
A coordenadora da equipa da BE
_________________________________
(Maria do Sameiro de Lima Pereira Costa)
O Diretor
__________________________________
(Joaquim Tomaz)

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Regimento bibliotecas escolares 2017.18

2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre
Fernanda Oliveira
 
2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre
Fernanda Oliveira
 
2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre
Fernanda Oliveira
 
Regimento interno becre pv 2014 15
Regimento interno becre pv 2014 15Regimento interno becre pv 2014 15
Regimento interno becre pv 2014 15
eduardaornellas
 
Regimento da BE 2013-17
Regimento da BE  2013-17Regimento da BE  2013-17
Regimento da BE 2013-17
BibliotecaLavra
 
Regimento das be 2017
Regimento das be 2017Regimento das be 2017
Regulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do AgrupamentoRegulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do Agrupamento
Biblioleca
 
Regimento da biblioteca
Regimento da bibliotecaRegimento da biblioteca
Regimento da biblioteca
Adelino Madeira
 
Regulamento da BE
Regulamento da BERegulamento da BE
Regulamento da BE
Biblioteca Escolar Vimioso
 
Regulamento BE 2017 2018
Regulamento BE 2017 2018  Regulamento BE 2017 2018
Regulamento BE 2017 2018
mmppr3
 
Regimento interno da becre
Regimento interno da becreRegimento interno da becre
Regimento interno da becre
bibliotecaperafita
 
Regimento interno da becre
Regimento interno da becreRegimento interno da becre
Regimento interno da becre
bibliotecaperafita
 
Regimento interno da becre
Regimento interno da becreRegimento interno da becre
Regimento interno da becre
bibliotecaperafita
 
regimento BE_2021-24.pdf
regimento BE_2021-24.pdfregimento BE_2021-24.pdf
regimento BE_2021-24.pdf
BibliotecaLavra
 
Regimento departamento 1ºciclo
Regimento departamento 1ºcicloRegimento departamento 1ºciclo
Regimento departamento 1ºciclo
Marcela Figueiredo Gonçalves
 
Regimento be
Regimento beRegimento be
Regimento be
abiliopires
 
Regimento da Biblioteca Escolar de Mourão
Regimento da Biblioteca Escolar de MourãoRegimento da Biblioteca Escolar de Mourão
Regimento da Biblioteca Escolar de Mourão
BE Mourão
 
Regulamento das bibliotecas
Regulamento das bibliotecasRegulamento das bibliotecas
Regulamento das bibliotecas
Biblioteca Vila d'Este
 
Apresentação pbe 2012 implantação da rede
Apresentação pbe 2012 implantação da redeApresentação pbe 2012 implantação da rede
Apresentação pbe 2012 implantação da rede
labteotonio
 
Regimento Interno da BECRE José Fanha
Regimento Interno da BECRE José FanhaRegimento Interno da BECRE José Fanha
Regimento Interno da BECRE José Fanha
BibliotecaEscolarJoseFanha
 

Semelhante a Regimento bibliotecas escolares 2017.18 (20)

2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre
 
2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre
 
2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre2012 regimento da-be_cre
2012 regimento da-be_cre
 
Regimento interno becre pv 2014 15
Regimento interno becre pv 2014 15Regimento interno becre pv 2014 15
Regimento interno becre pv 2014 15
 
Regimento da BE 2013-17
Regimento da BE  2013-17Regimento da BE  2013-17
Regimento da BE 2013-17
 
Regimento das be 2017
Regimento das be 2017Regimento das be 2017
Regimento das be 2017
 
Regulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do AgrupamentoRegulamento das BE do Agrupamento
Regulamento das BE do Agrupamento
 
Regimento da biblioteca
Regimento da bibliotecaRegimento da biblioteca
Regimento da biblioteca
 
Regulamento da BE
Regulamento da BERegulamento da BE
Regulamento da BE
 
Regulamento BE 2017 2018
Regulamento BE 2017 2018  Regulamento BE 2017 2018
Regulamento BE 2017 2018
 
Regimento interno da becre
Regimento interno da becreRegimento interno da becre
Regimento interno da becre
 
Regimento interno da becre
Regimento interno da becreRegimento interno da becre
Regimento interno da becre
 
Regimento interno da becre
Regimento interno da becreRegimento interno da becre
Regimento interno da becre
 
regimento BE_2021-24.pdf
regimento BE_2021-24.pdfregimento BE_2021-24.pdf
regimento BE_2021-24.pdf
 
Regimento departamento 1ºciclo
Regimento departamento 1ºcicloRegimento departamento 1ºciclo
Regimento departamento 1ºciclo
 
Regimento be
Regimento beRegimento be
Regimento be
 
Regimento da Biblioteca Escolar de Mourão
Regimento da Biblioteca Escolar de MourãoRegimento da Biblioteca Escolar de Mourão
Regimento da Biblioteca Escolar de Mourão
 
Regulamento das bibliotecas
Regulamento das bibliotecasRegulamento das bibliotecas
Regulamento das bibliotecas
 
Apresentação pbe 2012 implantação da rede
Apresentação pbe 2012 implantação da redeApresentação pbe 2012 implantação da rede
Apresentação pbe 2012 implantação da rede
 
Regimento Interno da BECRE José Fanha
Regimento Interno da BECRE José FanhaRegimento Interno da BECRE José Fanha
Regimento Interno da BECRE José Fanha
 

Mais de bibliotecasjuliomartins

1.ª Paragem Todos aLeR+2027
1.ª Paragem Todos aLeR+20271.ª Paragem Todos aLeR+2027
1.ª Paragem Todos aLeR+2027
bibliotecasjuliomartins
 
Vencedores Quadras de São Martinho 2020
Vencedores Quadras de São Martinho 2020Vencedores Quadras de São Martinho 2020
Vencedores Quadras de São Martinho 2020
bibliotecasjuliomartins
 
Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021
Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021
Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021
bibliotecasjuliomartins
 
Regulamento do Concurso Quadras de São Martinho
Regulamento do Concurso Quadras de São MartinhoRegulamento do Concurso Quadras de São Martinho
Regulamento do Concurso Quadras de São Martinho
bibliotecasjuliomartins
 
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020
bibliotecasjuliomartins
 
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19
bibliotecasjuliomartins
 
Regulamento BE 2017.18(1)
Regulamento BE 2017.18(1)Regulamento BE 2017.18(1)
Regulamento BE 2017.18(1)
bibliotecasjuliomartins
 
Guia utilizador BE
Guia utilizador BEGuia utilizador BE
Guia utilizador BE
bibliotecasjuliomartins
 
PAA Bibliotecas Escolares 2017.18
PAA Bibliotecas Escolares 2017.18PAA Bibliotecas Escolares 2017.18
PAA Bibliotecas Escolares 2017.18
bibliotecasjuliomartins
 
Violência de género
Violência de géneroViolência de género
Violência de género
bibliotecasjuliomartins
 
Concurso de fotografia Tradições e património cultural
Concurso de fotografia Tradições e património culturalConcurso de fotografia Tradições e património cultural
Concurso de fotografia Tradições e património cultural
bibliotecasjuliomartins
 
Achas que sabes ler?
Achas que sabes ler?Achas que sabes ler?
Achas que sabes ler?
bibliotecasjuliomartins
 
Atividades que constam do PAA do Agrupamento
Atividades que constam do PAA do AgrupamentoAtividades que constam do PAA do Agrupamento
Atividades que constam do PAA do Agrupamento
bibliotecasjuliomartins
 
Chumbo, o fiel inimigo
Chumbo, o fiel inimigoChumbo, o fiel inimigo
Chumbo, o fiel inimigo
bibliotecasjuliomartins
 
A verdadeira história do átomo
A verdadeira história do átomoA verdadeira história do átomo
A verdadeira história do átomo
bibliotecasjuliomartins
 
O universo de einstein
O universo de einsteinO universo de einstein
O universo de einstein
bibliotecasjuliomartins
 
O passado secreto da química!
O passado secreto da química!O passado secreto da química!
O passado secreto da química!
bibliotecasjuliomartins
 
Uma régua não mede tudo
Uma régua não mede tudoUma régua não mede tudo
Uma régua não mede tudo
bibliotecasjuliomartins
 
Descobertas de caçadores de estrelas
Descobertas de caçadores de estrelasDescobertas de caçadores de estrelas
Descobertas de caçadores de estrelas
bibliotecasjuliomartins
 
O universo já foi tão pequeno...
O universo já foi tão pequeno...O universo já foi tão pequeno...
O universo já foi tão pequeno...
bibliotecasjuliomartins
 

Mais de bibliotecasjuliomartins (20)

1.ª Paragem Todos aLeR+2027
1.ª Paragem Todos aLeR+20271.ª Paragem Todos aLeR+2027
1.ª Paragem Todos aLeR+2027
 
Vencedores Quadras de São Martinho 2020
Vencedores Quadras de São Martinho 2020Vencedores Quadras de São Martinho 2020
Vencedores Quadras de São Martinho 2020
 
Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021
Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021
Regulamento Concurso Ortografia 2020/2021
 
Regulamento do Concurso Quadras de São Martinho
Regulamento do Concurso Quadras de São MartinhoRegulamento do Concurso Quadras de São Martinho
Regulamento do Concurso Quadras de São Martinho
 
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2019_2020
 
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19
Regulamento concurso ortografia_1ciclo_2018.19
 
Regulamento BE 2017.18(1)
Regulamento BE 2017.18(1)Regulamento BE 2017.18(1)
Regulamento BE 2017.18(1)
 
Guia utilizador BE
Guia utilizador BEGuia utilizador BE
Guia utilizador BE
 
PAA Bibliotecas Escolares 2017.18
PAA Bibliotecas Escolares 2017.18PAA Bibliotecas Escolares 2017.18
PAA Bibliotecas Escolares 2017.18
 
Violência de género
Violência de géneroViolência de género
Violência de género
 
Concurso de fotografia Tradições e património cultural
Concurso de fotografia Tradições e património culturalConcurso de fotografia Tradições e património cultural
Concurso de fotografia Tradições e património cultural
 
Achas que sabes ler?
Achas que sabes ler?Achas que sabes ler?
Achas que sabes ler?
 
Atividades que constam do PAA do Agrupamento
Atividades que constam do PAA do AgrupamentoAtividades que constam do PAA do Agrupamento
Atividades que constam do PAA do Agrupamento
 
Chumbo, o fiel inimigo
Chumbo, o fiel inimigoChumbo, o fiel inimigo
Chumbo, o fiel inimigo
 
A verdadeira história do átomo
A verdadeira história do átomoA verdadeira história do átomo
A verdadeira história do átomo
 
O universo de einstein
O universo de einsteinO universo de einstein
O universo de einstein
 
O passado secreto da química!
O passado secreto da química!O passado secreto da química!
O passado secreto da química!
 
Uma régua não mede tudo
Uma régua não mede tudoUma régua não mede tudo
Uma régua não mede tudo
 
Descobertas de caçadores de estrelas
Descobertas de caçadores de estrelasDescobertas de caçadores de estrelas
Descobertas de caçadores de estrelas
 
O universo já foi tão pequeno...
O universo já foi tão pequeno...O universo já foi tão pequeno...
O universo já foi tão pequeno...
 

Último

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 

Último (20)

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 

Regimento bibliotecas escolares 2017.18

  • 1. Regimento das Bibliotecas Escolares - AEJM _________________________________________________________________________________ BIBlIOTECAS ESCOLARES REGIMENTO
  • 2. Sumário Capítulo I – Introdução e Definição Artigo 1.º – Definição da BE Capítulo II – Coordenação Artigo 2.º - Designação do Coordenador/duração do mandato Artigo 3.º - Constituição da equipa Artigo 4.º - Professores colaboradores Capítulo III – Competências Artigo 5.º - Competências dos professores da equipa Artigo 6.º - Competências das professoras bibliotecárias Artigo 7.º - Competências da professora coordenadora Artigo 8.º - Competências das assistentes operacionais Artigo 9.º - Competências dos professores colaboradores Capítulo IV- Funcionamento Artigo 10.º - Local de funcionamento Artigo 11.º - Periodicidade/Duração das reuniões Artigo 12.º - Reuniões extraordinárias Artigo 13.º - Convocatórias Artigo 14.º - Faltas Capítulo V- Atas Artigo 15.º - Designação do Secretário Artigo 16.º- Elaboração, redação e impressão das atas Capítulo VI - Deliberações e votações Artigo 17.º - Deliberações Artigo 18.º - Votações Capítulo VII- Outros Artigo 19.º- Entrada em vigor e revisão do regimento Artigo 20.º- Casos omissos Artigo 21.º- Disposições finais
  • 3. CAPÍTULO I Introdução e definição Artigo 1.º Introdução 1. As bibliotecas escolares (BE) do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins são serviços que têm por finalidade facilitar o acesso à cultura, à informação, à educação e ao lazer contribuindo, assim, para elevar o nível cultural e a qualidade de vida da comunidade escolar. 2. As BE disponibilizam serviços de aprendizagem, livros e recursos que permitem a todos os membros da comunidade escolar tornarem-se pensadores críticos e utilizadores efetivos da informação em todos os suportes e meios de comunicação. 3. As BE devem disponibilizar os seus serviços de igual modo a todos os membros da comunidade escolar, independentemente da idade, raça, sexo, religião, nacionalidade, língua e estatuto profissional ou social. Aos utilizadores que, por qualquer razão, não possam utilizar os serviços e materiais comuns da biblioteca, devem ser disponibilizados serviços e materiais específicos. 4. As BE ocupam um lugar privilegiado na dinamização da vida da escola, através da promoção de iniciativas de caráter diversificado que constarão do plano anual de atividades. 5. As BE são espaços constituídos pelas seguintes áreas funcionais: atendimento; leitura informal; leitura/produção multimédia; leitura/vídeo; leitura silenciosa; pequenos grupos. CAPÍTULO II Coordenação Artigo 2.º Designação da coordenadora/duração do mandato 1. A coordenadora da equipa das BE é designada pelo diretor, de entre as professoras bibliotecárias (PB) do agrupamento. 2. O mandato da PB, com duração mínima de quatro anos, poderá cessar a todo o tempo, por decisão fundamentada do diretor, ouvido o conselho pedagógico, ou a pedido da interessada. Para todos os efeitos, e em qualquer dos casos, a demissão só se concretiza no final do ano letivo. Excetuam-se os casos de doença prolongada ou quando se torna manifesta a desadequação ao cargo, com evidentes prejuízos para os alunos. Artigo 3.º Constituição da equipa 1. A equipa das BE é composta pelas professoras bibliotecárias, pelos professores designados pelo diretor e pelas assistentes operacionais em serviço nas bibliotecas do agrupamento.
  • 4. 2. A direção do agrupamento distribui aos elementos da equipa horário de serviço nas bibliotecas, depois de ouvidas as professoras bibliotecárias. Artigo 4.º Professores colaboradores 1. Designam-se por professores colaboradores todos os professores que exerçam, de uma forma regular, uma atividade específica a atribuir pela equipa das bibliotecas, pela direção ou por sua própria iniciativa. CAPÍTULO III Competências Artigo 5.º Competências dos professores da equipa 1. Fazer a articulação dos vários recursos existentes na escola, de modo a aumentar a sua rentabilidade; 2. Dinamizar atividades de enriquecimento curricular que se prendam com este espaço; 3. Apoiar os alunos nas pesquisas que estes pretendam realizar; 4. Contribuir com sugestões para o plano anual de atividades; 5. Definir e aplicar procedimentos técnicos de tratamento documental; 6. Promover ações de difusão com vista a tornar acessíveis as fontes de informação; 7. Executar as tarefas relacionadas com a aquisição, a catalogação e o registo dos documentos; 8. Inventariar e gerir recursos da BE. Artigo 6.º Competências das professoras bibliotecárias 1. Promover a articulação das atividades das bibliotecas com os objetivos do projeto educativo, do projeto curricular de agrupamento e dos projetos curriculares de turma; 2. Elaborar o plano de ação, o plano anual de atividades e demais documentos estruturantes das BE; 3. Assegurar a gestão das bibliotecas e dos recursos humanos e materiais a elas afetos;
  • 5. 4. Definir e operacionalizar, em articulação com a direção, as estratégias e atividades de política documental da escola; 5. Favorecer o desenvolvimento das literacias designadamente da leitura, da informação e digitais e apoiar o desenvolvimento curricular, trabalhando colaborativamente com todas as estruturas do agrupamento; 6. Promover o uso das bibliotecas e dos seus recursos na prática de docentes e alunos; 7. Apoiar atividades livres, extracurriculares e de enriquecimento curricular incluídas no plano de atividades ou projeto educativo do agrupamento; 8. Estabelecer redes de trabalho cooperativo, desenvolvendo projetos de parceria com entidades locais, e participando ativamente no Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares de Chaves (GTBEC); 9. Aplicar todos os procedimentos relativos à implementação do modelo de avaliação das bibliotecas escolares (MABE) e demais procedimentos requeridos pela rede de bibliotecas escolares (RBE); 10. Elaborar relatório, no final do ano letivo, a apresentar à direção do agrupamento. Artigo 7.º Competências da coordenadora da equipa 1. Coordenar e presidir as reuniões da equipa das BE; 2. Representar a biblioteca escolar no conselho pedagógico. Artigo 8.º Competências das assistentes operacionais 1. Fazer cumprir o regulamento e dirigir o funcionamento do serviço; 2. Executar as tarefas relacionadas com o tratamento de revistas e jornais; 3. Realizar as funções inerentes ao serviço de atendimento, de empréstimo e de pesquisa bibliográfica; 4. Dar apoio ao material audiovisual; 5. Executar outras tarefas que lhes forem confiadas no âmbito das atividades das bibliotecas, para o seu eficiente funcionamento. Artigo 9.º Competências dos professores colaboradores 1. Apoiar a equipa da biblioteca nas tarefas que lhe forem atribuídas.
  • 6. CAPÍTULO IV Funcionamento Artigo 10.º Local de funcionamento 1. As reuniões da equipa das BE decorrem em local a designar em cada convocatória. Artigo 11.º Periodicidade/Duração das reuniões 1. A equipa das BE reúne em plenário, ordinariamente, uma vez por trimestre escolar e, extraordinariamente, sempre que tal se justifique, sendo lavrada ata de cada reunião. 2. Cada reunião terá a duração máxima de duas horas. 3. A falta de quórum poderá determinar a interrupção das reuniões. Artigo 12.º Reuniões extraordinárias A equipa das BE reúne extraordinariamente sempre que seja convocada pela coordenadora: 1. Por sua iniciativa. 2. Por solicitação do diretor. Artigo 13.º Convocatórias 1. As reuniões são convocadas pela coordenadora através de convocatória afixada em espaço próprio, com a antecedência mínima de 48 horas. Artigo 14.º Faltas 1. 1.Em caso de falta inesperada da coordenadora, a reunião será presidida pela outra professora bibliotecária. 2. Em caso de falta de uma professora bibliotecária para secretariar a reunião, assumirá essas funções um elemento docente da equipa, pela ordem estipulada. 3. As faltas às reuniões são registadas em ata, sendo o original arquivado no dossier e a cópia entregue na direção.
  • 7. CAPÍTULO V Atas Artigo 15.º Designação do Secretário 1. O Secretário é designado de entre as professoras bibliotecárias ou, em caso de falta destas, de entre os elementos docentes em regime de rotatividade por ordem alfabética. Artigo 16.º Elaboração, redação e impressão das atas 1. De cada reunião é lavrada ata que registe o que de essencial se tiver passado, sem prejuízo do rigor, da exatidão e da correção de forma. 2. Da ata, devem constar os elementos que estiveram ausentes e, sempre que o assunto o justifique, deverá constar a identificação dos diferentes intervenientes. 3. O conteúdo das atas é da responsabilidade de todos, a partir do momento em que sejam aprovadas, salvo o disposto no Artigo 17.º do Capítulo VI. 4. A ata é impressa e entregue à coordenadora, no prazo máximo de oito dias úteis, sendo, na reunião seguinte, lida, aprovada e assinada pela coordenadora e pela secretária. CAPÍTULO VI Deliberações e votações Artigo 17.º Deliberações 1. Os membros da equipa da BE são corresponsáveis pelas deliberações tomadas, exceto se fizerem consignar em ata a sua discordância ou não tiverem estado presentes. Artigo 18.º Votações 1. No silêncio da lei, é proibida a abstenção a todos os membros que estejam presentes, devendo a coordenadora votar em último lugar. 2. Cada membro da equipa tem direito, a título individual, no final de cada votação, a uma declaração de voto, esclarecendo/justificando o sentido da sua votação. Essa declaração de voto deverá ser escrita, lida em voz alta e entregue ao secretário, até ao final da reunião, ficando a constar da ata.
  • 8. 3. As deliberações serão tomadas por maioria relativa, salvo nos casos em que, por disposição legal, se exija maioria qualificada ou absoluta. 4. Em caso de empate a coordenadora tem voto de qualidade. CAPÍTULO VII Outros Artigo 19.º Entrada em vigor e revisão do regimento 1. O regimento entrará em vigor no dia seguinte à sua aprovação e será arquivado nos dossiers das BE. 2. Este regimento estará em vigor no presente ano letivo, findo o qual será revisto. Artigo 20.º Casos omissos 1. Os casos omissos não previstos neste regulamento serão resolvidos pela direção, com o parecer da equipa da biblioteca. Artigo 21.º Disposições finais O presente regimento será revisto no início do próximo ano letivo. As alterações, aprovadas em reunião de conselho pedagógico, entrarão imediatamente em vigor. Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins, 11 de setembro de 2017 A coordenadora da equipa da BE _________________________________ (Maria do Sameiro de Lima Pereira Costa) O Diretor __________________________________ (Joaquim Tomaz)