SlideShare uma empresa Scribd logo
 AUTO DA BARCA DO INFERNO Pedro Lucas 9B Nº18
Personagem: Judeu
Símbolos caracterizadores: Bode O judeu traz o bode às costas pois o sacrifício de animais era um ritual dos judeus. Este não deixa o bode no cais porque quer ser reconhecido como judeu e não recusa a sua religião.
Argumentos de acusação: O parvo acusa-o  de roubar o bode, ter cometido varias ofensas áreligião cristã e comer carne no dia do Nosso Senhor.
O judeu para tentar entrar na barca com o bode oferece dinheiro ao Diabo mas como este recusa, o judeu reage com pragas ao diabo. Argumentos de defesa:
Movimentação cénica: Cais <-> Barca do inferno <-> Rebocado pela barca do inferno Destino final e motivo da condenação: O judeu vai para o inferno a reboque porque ele não é digno de ir  com os cristãos, ainda que  pecadores. O judeu é condenado por ter pecado, pois comia carne nos dias santos.
Tipos de cómico: Cómico de situação (não entra na barca e vai a reboque) Cómico de linguagem (usa a gíria, o palavrão) Registos de língua: Linguagem popular (calão) como por ex: “filho da cornuda”
Recursos expressivos: Ironia: (na conversa entre o diabo e o judeu) Perífrase: “ao senhor meirinho apraz”  Imperativo: “Vós, judeu irêsà toa, que sois mui ruim pessoa.” Intenção crítica: A intenção crítica desta cena é explicar a discriminação social vivida pela comunidade Judaica naquela época.
Livro “Auto da barca do inferno” Notapositiva.com  (informações retiradas 18-05-2011) Fontes de pesquisa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sapateiro Auto Da Barca Do Inferno
Sapateiro Auto Da Barca Do InfernoSapateiro Auto Da Barca Do Inferno
Sapateiro Auto Da Barca Do Inferno
Saraegli
 
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do fradeAuto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Delfina Vernuccio
 
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
Gabriel Lima
 
Cena do onzeneiro
Cena do onzeneiroCena do onzeneiro
Cena do onzeneiro
José Ferreira
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
claudiagandra
 
Os Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do Inferno
Os Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do InfernoOs Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do Inferno
Os Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do Inferno
Caroline Gouveia
 
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesaAuto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
António Fernandes
 
Auto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O fradeAuto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O frade
Zé Carlos Barbosa
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
ElisabeteMarques
 
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedorAutodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Francisco Teixeira
 
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9ºGrelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Secretaria Regional de Educação da Madeira
 
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_pptAuto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
sin3stesia
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
Lurdes Augusto
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Toninho Mata
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
Vanda Marques
 
Auto da barca do inferno análise global
Auto da barca do inferno  análise globalAuto da barca do inferno  análise global
Auto da barca do inferno análise global
Carla Scala
 
Abi comicos registos_recursos
Abi comicos registos_recursosAbi comicos registos_recursos
Abi comicos registos_recursos
Teresa Cabrita
 
Judeu
JudeuJudeu
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º AnoO Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
joaoalmeiida
 

Mais procurados (20)

Sapateiro Auto Da Barca Do Inferno
Sapateiro Auto Da Barca Do InfernoSapateiro Auto Da Barca Do Inferno
Sapateiro Auto Da Barca Do Inferno
 
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do fradeAuto Da Barca Do Inferno cena do frade
Auto Da Barca Do Inferno cena do frade
 
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
 
Cena do onzeneiro
Cena do onzeneiroCena do onzeneiro
Cena do onzeneiro
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Os Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do Inferno
Os Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do InfernoOs Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do Inferno
Os Quatro Cavaleiros, Auto da Barca do Inferno
 
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesaAuto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
 
Auto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O fradeAuto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O frade
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
 
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedorAutodabarcadoinferno procurador e corregedor
Autodabarcadoinferno procurador e corregedor
 
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9ºGrelha de análise do auto da barca do inferno 9º
Grelha de análise do auto da barca do inferno 9º
 
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_pptAuto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro
Onzeneiro
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Auto da barca do inferno análise global
Auto da barca do inferno  análise globalAuto da barca do inferno  análise global
Auto da barca do inferno análise global
 
Abi comicos registos_recursos
Abi comicos registos_recursosAbi comicos registos_recursos
Abi comicos registos_recursos
 
Judeu
JudeuJudeu
Judeu
 
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º AnoO Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
O Enforcado - Auto da Barca do Inferno - 9º Ano
 

Semelhante a Auto da Barca do Inferno-Judeu

O judeu gil vicente
O judeu gil vicenteO judeu gil vicente
O judeu gil vicente
Luís Costa
 
O judeu
O judeuO judeu
O judeu
Luís Costa
 
O judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do infernoO judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do inferno
Luís Costa
 
Abi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeuAbi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeu
AlbinaDinis
 
O judeu - auto da barca do inferno
O judeu - auto da barca do inferno O judeu - auto da barca do inferno
O judeu - auto da barca do inferno
Dimas Soares
 
Auto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-infernoAuto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-inferno
Marianafriaspereira
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
tania Barbosa
 

Semelhante a Auto da Barca do Inferno-Judeu (7)

O judeu gil vicente
O judeu gil vicenteO judeu gil vicente
O judeu gil vicente
 
O judeu
O judeuO judeu
O judeu
 
O judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do infernoO judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do inferno
 
Abi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeuAbi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeu
 
O judeu - auto da barca do inferno
O judeu - auto da barca do inferno O judeu - auto da barca do inferno
O judeu - auto da barca do inferno
 
Auto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-infernoAuto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-inferno
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 

Último

UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 

Último (20)

UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 

Auto da Barca do Inferno-Judeu

  • 1. AUTO DA BARCA DO INFERNO Pedro Lucas 9B Nº18
  • 3. Símbolos caracterizadores: Bode O judeu traz o bode às costas pois o sacrifício de animais era um ritual dos judeus. Este não deixa o bode no cais porque quer ser reconhecido como judeu e não recusa a sua religião.
  • 4. Argumentos de acusação: O parvo acusa-o de roubar o bode, ter cometido varias ofensas áreligião cristã e comer carne no dia do Nosso Senhor.
  • 5. O judeu para tentar entrar na barca com o bode oferece dinheiro ao Diabo mas como este recusa, o judeu reage com pragas ao diabo. Argumentos de defesa:
  • 6. Movimentação cénica: Cais <-> Barca do inferno <-> Rebocado pela barca do inferno Destino final e motivo da condenação: O judeu vai para o inferno a reboque porque ele não é digno de ir com os cristãos, ainda que pecadores. O judeu é condenado por ter pecado, pois comia carne nos dias santos.
  • 7. Tipos de cómico: Cómico de situação (não entra na barca e vai a reboque) Cómico de linguagem (usa a gíria, o palavrão) Registos de língua: Linguagem popular (calão) como por ex: “filho da cornuda”
  • 8. Recursos expressivos: Ironia: (na conversa entre o diabo e o judeu) Perífrase: “ao senhor meirinho apraz” Imperativo: “Vós, judeu irêsà toa, que sois mui ruim pessoa.” Intenção crítica: A intenção crítica desta cena é explicar a discriminação social vivida pela comunidade Judaica naquela época.
  • 9. Livro “Auto da barca do inferno” Notapositiva.com (informações retiradas 18-05-2011) Fontes de pesquisa