SlideShare uma empresa Scribd logo
Português 
Ficha de Trabalho 
Funções Sintáticas - Modificadores 
1. Modificador do Grupo verbal 
 Não é seleccionado (exigido) pelo verbo. Pode, pois, ser eliminado sem que isso afecte 
a gramaticalidade da frase. 
Exemplos: A Rita telefonou à mãe ontem. 
Ele veio rapidamente. 
 Faz parte do predicado. 
A Rita telefonou à mãe ontem. 
2. Modificador de Frase 
 Modifica toda a frase e não faz parte do predicado. É móvel dentro da frase. 
Exemplos: Decididamente, vou contigo. 
Evidentemente, era ele que decidia. 
Honestamente, surpreendeu-me a tua atitude. 
* Como distinguir o modificador do GV do modificador de frase? 
O modificador do GV pode ser negado e interrogado: 
Exemplo: O João almoçou no jardim. 
O João almoçou não [no jardim], mas em casa. 
Foi [no jardim] que o João almoçou? 
O modificador de Frase não pode ser negado nem interrogado: 
Exemplo: Infelizmente o João adoeceu. 
*Não [infelizmente] o João adoeceu. 
*É [infelizmente] que o João adoeceu? 
3. Modificador do Nome 
 Não sendo seleccionado pelo nome, modifica-o através de informações suplementares.
Os Modificadores do Nome podem ser: 
▪ Modificador restritivo 
 Restringe (limita) o significado do nome a que se associa. Não pode ser separado por 
vírgulas do nome a que se refere. 
Exemplos: A aluna que chegou é nova. 
Ele comeu a maçã assada. 
Ele abriu a janela da sala. 
▪ Modificador apositivo 
 Não restringe o significado do nome a que se associa. É separado obrigatoriamente por 
vírgulas do nome a que se refere. 
Exemplos: Eça de Queirós, um autor consagrado, é lido nas escolas. 
O calor, que é normal nesta época, tarda a chegar. 
O livro, caro mas valioso, vale a pena. 
4. Modificador do Adjetivo 
 É um grupo adverbial que integra o grupo adjetival, correspondendo a um advérbio, 
colocado à esquerda do adjetivo. 
Exemplos: Ela anda muito cansada. 
Ele salta mais alto. 
Eles gostam de estar bem informados. 
Exercícios: 
Identifique a função sintática dos constituintes sublinhados. 
1. O António, que conheci ontem, é simpático. – Modificador de Nome Apositivo 
2. O aluno com sapatilhas roxas não é daqui.- Modificador de Nome Restritivo 
3. Ele agiu honestamente.- Modificador de GV 
4. Ele entrou subitamente e abriu a as portas do fundo. M. GV / M. Nome Restritivo 
5. Eu aprecio, claro, pintura impressionista.- Modificador de Frase 
6. Sinceramente, detestei a tua atitude. - Modificador de Frase 
7. A Susana, a melhor aluna da turma, venceu o concurso. Modificador de Nome Apositivo 
8. Os meus amigos chegam de Paris na próxima semana. Modificador de GV 
9. Elas entraram na casa amarela. Modificador de Nome Restritivo 
10. Choveu cá na semana passada. Modificador de GV 
11. Eu entrei em casa apressadamente. Modificador de GV 
12. Eu falei contigo por causa do teste. Modificador de GV

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
Ana Arminda Moreira
 
Funções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresFunções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadores
Margarida Tomaz
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
Paula Angelo
 
O artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação críticaO artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação crítica
Fernanda Monteiro
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
António Fernandes
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frases
nando_reis
 
Tempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosTempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostos
Lurdes Augusto
 
Gramática 11º ano
Gramática 11º anoGramática 11º ano
Gramática 11º ano
Luis Antonio
 
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
FranciscoSilva772
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
5julho55
 
Processos fonológicos
Processos fonológicosProcessos fonológicos
Processos fonológicos
Sílvia Faim
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbal
gracacruz
 
Cantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizerCantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizer
Helena Coutinho
 
Coesão textual
Coesão textualCoesão textual
Coesão textual
gracacruz
 
Modalidade do verbo
Modalidade do verboModalidade do verbo
Modalidade do verbo
Ana Martins
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nome
António Fernandes
 
Subclasses de verbos
Subclasses de verbosSubclasses de verbos
Subclasses de verbos
Margarida Tomaz
 
Texto dramático - características
Texto dramático - característicasTexto dramático - características
Texto dramático - características
Lurdes Augusto
 
Valor aspetual
Valor aspetualValor aspetual
Valor aspetual
Cristina Martins
 
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoResumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
Alexandre R
 

Mais procurados (20)

Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Funções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadoresFunções sintáticas e modificadores
Funções sintáticas e modificadores
 
Deíticos
DeíticosDeíticos
Deíticos
 
O artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação críticaO artigo de apreciação crítica
O artigo de apreciação crítica
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
 
Valor modal das frases
Valor modal das frasesValor modal das frases
Valor modal das frases
 
Tempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostosTempos verbais simples e compostos
Tempos verbais simples e compostos
 
Gramática 11º ano
Gramática 11º anoGramática 11º ano
Gramática 11º ano
 
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
Orações subordinadas (substantiva relativa e adjetiva relativa)
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Processos fonológicos
Processos fonológicosProcessos fonológicos
Processos fonológicos
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbal
 
Cantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizerCantigas de escárnio e maldizer
Cantigas de escárnio e maldizer
 
Coesão textual
Coesão textualCoesão textual
Coesão textual
 
Modalidade do verbo
Modalidade do verboModalidade do verbo
Modalidade do verbo
 
Modificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nomeModificador restritivo e apositivo do nome
Modificador restritivo e apositivo do nome
 
Subclasses de verbos
Subclasses de verbosSubclasses de verbos
Subclasses de verbos
 
Texto dramático - características
Texto dramático - característicasTexto dramático - características
Texto dramático - características
 
Valor aspetual
Valor aspetualValor aspetual
Valor aspetual
 
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoResumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
 

Mais de gracacruz

Leitura de imagem
Leitura de imagemLeitura de imagem
Leitura de imagem
gracacruz
 
O cartoon proposta didática
O cartoon   proposta didáticaO cartoon   proposta didática
O cartoon proposta didática
gracacruz
 
A aia
A aiaA aia
A aia
gracacruz
 
Lista PNL Ensino Secundário
Lista PNL  Ensino SecundárioLista PNL  Ensino Secundário
Lista PNL Ensino Secundário
gracacruz
 
Verbo principal
Verbo principalVerbo principal
Verbo principal
gracacruz
 
Ligação verbo complemento
Ligação verbo  complementoLigação verbo  complemento
Ligação verbo complemento
gracacruz
 
Construir um cartoon instruções
Construir um cartoon   instruçõesConstruir um cartoon   instruções
Construir um cartoon instruções
gracacruz
 
Ficha formativa poesia
Ficha formativa    poesiaFicha formativa    poesia
Ficha formativa poesia
gracacruz
 
Guião visionamento de filme
Guião visionamento de filmeGuião visionamento de filme
Guião visionamento de filme
gracacruz
 
Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"
Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"
Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"
gracacruz
 
Quadro-síntese sobre "Frei Luís de Sousa"
Quadro-síntese  sobre "Frei Luís de Sousa"Quadro-síntese  sobre "Frei Luís de Sousa"
Quadro-síntese sobre "Frei Luís de Sousa"
gracacruz
 
Estrutura do Frei_Luis_de_Sousa
Estrutura do Frei_Luis_de_SousaEstrutura do Frei_Luis_de_Sousa
Estrutura do Frei_Luis_de_Sousa
gracacruz
 
Plural palavras compostas
Plural palavras compostasPlural palavras compostas
Plural palavras compostas
gracacruz
 
Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"
gracacruz
 
Ligação verbo complemento
Ligação verbo  complementoLigação verbo  complemento
Ligação verbo complemento
gracacruz
 
Portugal em banda desenhada
Portugal em banda desenhadaPortugal em banda desenhada
Portugal em banda desenhada
gracacruz
 
Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)gracacruz
 
Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)gracacruz
 

Mais de gracacruz (18)

Leitura de imagem
Leitura de imagemLeitura de imagem
Leitura de imagem
 
O cartoon proposta didática
O cartoon   proposta didáticaO cartoon   proposta didática
O cartoon proposta didática
 
A aia
A aiaA aia
A aia
 
Lista PNL Ensino Secundário
Lista PNL  Ensino SecundárioLista PNL  Ensino Secundário
Lista PNL Ensino Secundário
 
Verbo principal
Verbo principalVerbo principal
Verbo principal
 
Ligação verbo complemento
Ligação verbo  complementoLigação verbo  complemento
Ligação verbo complemento
 
Construir um cartoon instruções
Construir um cartoon   instruçõesConstruir um cartoon   instruções
Construir um cartoon instruções
 
Ficha formativa poesia
Ficha formativa    poesiaFicha formativa    poesia
Ficha formativa poesia
 
Guião visionamento de filme
Guião visionamento de filmeGuião visionamento de filme
Guião visionamento de filme
 
Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"
Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"
Quadro síntese "Frei Luís de Sousa"
 
Quadro-síntese sobre "Frei Luís de Sousa"
Quadro-síntese  sobre "Frei Luís de Sousa"Quadro-síntese  sobre "Frei Luís de Sousa"
Quadro-síntese sobre "Frei Luís de Sousa"
 
Estrutura do Frei_Luis_de_Sousa
Estrutura do Frei_Luis_de_SousaEstrutura do Frei_Luis_de_Sousa
Estrutura do Frei_Luis_de_Sousa
 
Plural palavras compostas
Plural palavras compostasPlural palavras compostas
Plural palavras compostas
 
Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"Power point "Frei Luís de Sousa"
Power point "Frei Luís de Sousa"
 
Ligação verbo complemento
Ligação verbo  complementoLigação verbo  complemento
Ligação verbo complemento
 
Portugal em banda desenhada
Portugal em banda desenhadaPortugal em banda desenhada
Portugal em banda desenhada
 
Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)
 
Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)Calendário escolar 2014 2015 (1)
Calendário escolar 2014 2015 (1)
 

Último

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

Modificadores

  • 1. Português Ficha de Trabalho Funções Sintáticas - Modificadores 1. Modificador do Grupo verbal  Não é seleccionado (exigido) pelo verbo. Pode, pois, ser eliminado sem que isso afecte a gramaticalidade da frase. Exemplos: A Rita telefonou à mãe ontem. Ele veio rapidamente.  Faz parte do predicado. A Rita telefonou à mãe ontem. 2. Modificador de Frase  Modifica toda a frase e não faz parte do predicado. É móvel dentro da frase. Exemplos: Decididamente, vou contigo. Evidentemente, era ele que decidia. Honestamente, surpreendeu-me a tua atitude. * Como distinguir o modificador do GV do modificador de frase? O modificador do GV pode ser negado e interrogado: Exemplo: O João almoçou no jardim. O João almoçou não [no jardim], mas em casa. Foi [no jardim] que o João almoçou? O modificador de Frase não pode ser negado nem interrogado: Exemplo: Infelizmente o João adoeceu. *Não [infelizmente] o João adoeceu. *É [infelizmente] que o João adoeceu? 3. Modificador do Nome  Não sendo seleccionado pelo nome, modifica-o através de informações suplementares.
  • 2. Os Modificadores do Nome podem ser: ▪ Modificador restritivo  Restringe (limita) o significado do nome a que se associa. Não pode ser separado por vírgulas do nome a que se refere. Exemplos: A aluna que chegou é nova. Ele comeu a maçã assada. Ele abriu a janela da sala. ▪ Modificador apositivo  Não restringe o significado do nome a que se associa. É separado obrigatoriamente por vírgulas do nome a que se refere. Exemplos: Eça de Queirós, um autor consagrado, é lido nas escolas. O calor, que é normal nesta época, tarda a chegar. O livro, caro mas valioso, vale a pena. 4. Modificador do Adjetivo  É um grupo adverbial que integra o grupo adjetival, correspondendo a um advérbio, colocado à esquerda do adjetivo. Exemplos: Ela anda muito cansada. Ele salta mais alto. Eles gostam de estar bem informados. Exercícios: Identifique a função sintática dos constituintes sublinhados. 1. O António, que conheci ontem, é simpático. – Modificador de Nome Apositivo 2. O aluno com sapatilhas roxas não é daqui.- Modificador de Nome Restritivo 3. Ele agiu honestamente.- Modificador de GV 4. Ele entrou subitamente e abriu a as portas do fundo. M. GV / M. Nome Restritivo 5. Eu aprecio, claro, pintura impressionista.- Modificador de Frase 6. Sinceramente, detestei a tua atitude. - Modificador de Frase 7. A Susana, a melhor aluna da turma, venceu o concurso. Modificador de Nome Apositivo 8. Os meus amigos chegam de Paris na próxima semana. Modificador de GV 9. Elas entraram na casa amarela. Modificador de Nome Restritivo 10. Choveu cá na semana passada. Modificador de GV 11. Eu entrei em casa apressadamente. Modificador de GV 12. Eu falei contigo por causa do teste. Modificador de GV