SlideShare uma empresa Scribd logo
O Judeu Trabalho realizado por: .Daniel nº5  .Seliger nº13 .Sofia nº14 Disciplina: Língua Portuguesa 2009 - 2010
Percurso Cénico Cais Barca do Inferno Vai a reboque da Barca do Inferno, com o bode pela trela (porque ninguém o quer) Observação: o Diabo não quer receber esta personagem, mandando-o para a barca da Glória. O judeu nem sequer vai à Barca da Glória, pois apenas quer atravessar o rio levando o seu bode. O Paraíso não lhe interessa pois é judeu. Símbolos cénicos e seu significado Bode - representa a sua religião. Ele não quer deixar o bode pois isso significaria que abandonava a sua religião.
Caracterização do Judeu Era muito apegado ao dinheiro, fanático e não respeitava  a religião cristã. Argumentos de Acusação Era judeu.  Não respeitava  a religião católica, pois  comia carne no dia de jejum e profanava as sepulturas cristãs.  (Estas acusações são feitas pelo Parvo) Argumentos de Defesa O Judeu defende-se, perguntando porque é que ele não ia onde Brísida Vaz ia, procura pedir ajuda ao Fidalgo. Tenta, ainda, pagar para passar o seu bode, ou seja, procura usar o suborno.
Tipos de Cómico Cómico de linguagem : ” Furtaste a chiba cabrão,caganeira que te venha ...e mija na caravela .” Intenção de Gil Vicente com  a cena e papel dos judeus naquela época  Gil Vicente  quer mostrar que os judeus eram más pessoas, não merecendo o respeito de ninguém, pois não cumpriam os preceitos católicos.  Esta visão vicentina representa a sociedade da época, em que os judeus eram perseguidos e queimados em autos de fé, apenas por serem de outra religião.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
Gabriel Lima
 
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_pptAuto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
sin3stesia
 
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenasAuto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Claudia Lazarini
 
Auto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiro
Auto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiroAuto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiro
Auto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiro
Rita Galrito
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesaAuto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
FJDOliveira
 
A alcoviteira
A alcoviteiraA alcoviteira
A alcoviteira
ElisabeteMarques
 
O corregedor
O corregedorO corregedor
O corregedor
ElisabeteMarques
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
Vanda Marques
 
Auto da Barca do Inferno: Alcoviteira
Auto da Barca do Inferno: AlcoviteiraAuto da Barca do Inferno: Alcoviteira
Auto da Barca do Inferno: Alcoviteira
UAlg
 
Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.
Lurdes Augusto
 
Auto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O fradeAuto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O frade
Zé Carlos Barbosa
 
Auto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-infernoAuto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-inferno
Marianafriaspereira
 
O Auto da Barca do Inferno - Personagens
O Auto da Barca do Inferno - PersonagensO Auto da Barca do Inferno - Personagens
O Auto da Barca do Inferno - Personagens
Stefany Brito
 
Auto da barca do Inferno
Auto da barca do InfernoAuto da barca do Inferno
Auto da barca do Inferno
Margarida Ramos
 
Auto da barca do inferno análise global
Auto da barca do inferno  análise globalAuto da barca do inferno  análise global
Auto da barca do inferno análise global
Carla Scala
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Toninho Mata
 
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesaAuto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
António Fernandes
 
Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros
Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_CavaleirosAuto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros
Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros
sin3stesia
 
Cena do onzeneiro
Cena do onzeneiroCena do onzeneiro
Cena do onzeneiro
José Ferreira
 

Mais procurados (20)

O corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º anoO corregedor e o procurador - Português 9º ano
O corregedor e o procurador - Português 9º ano
 
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_pptAuto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
Auto da barca_do_inferno_O_Sapateiro_ppt
 
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenasAuto da-barca-do-inferno-analise-cenas
Auto da-barca-do-inferno-analise-cenas
 
Auto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiro
Auto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiroAuto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiro
Auto da Barca do Inferno - Cena do onzeneiro
 
Onzeneiro
OnzeneiroOnzeneiro
Onzeneiro
 
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesaAuto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
Auto da-barca-do-inferno-argumentos-de-acusao-e-de-defesa
 
A alcoviteira
A alcoviteiraA alcoviteira
A alcoviteira
 
O corregedor
O corregedorO corregedor
O corregedor
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Auto da Barca do Inferno: Alcoviteira
Auto da Barca do Inferno: AlcoviteiraAuto da Barca do Inferno: Alcoviteira
Auto da Barca do Inferno: Alcoviteira
 
Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.Cena do Corregedor e Procurador.
Cena do Corregedor e Procurador.
 
Auto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O fradeAuto da barca do inferno- O frade
Auto da barca do inferno- O frade
 
Auto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-infernoAuto da-barca-do-inferno
Auto da-barca-do-inferno
 
O Auto da Barca do Inferno - Personagens
O Auto da Barca do Inferno - PersonagensO Auto da Barca do Inferno - Personagens
O Auto da Barca do Inferno - Personagens
 
Auto da barca do Inferno
Auto da barca do InfernoAuto da barca do Inferno
Auto da barca do Inferno
 
Auto da barca do inferno análise global
Auto da barca do inferno  análise globalAuto da barca do inferno  análise global
Auto da barca do inferno análise global
 
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do InfernoCena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
Cena do Enforcado - Auto da Barca do Inferno
 
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesaAuto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
Auto da Barca do Inferno - argumentos de acusação e de defesa
 
Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros
Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_CavaleirosAuto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros
Auto_Barca_Cavaleiros_Os_Quatro_Cavaleiros
 
Cena do onzeneiro
Cena do onzeneiroCena do onzeneiro
Cena do onzeneiro
 

Semelhante a Judeu

Abi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeuAbi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeu
AlbinaDinis
 
O judeu gil vicente
O judeu gil vicenteO judeu gil vicente
O judeu gil vicente
Luís Costa
 
O judeu
O judeuO judeu
O judeu
Luís Costa
 
O judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do infernoO judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do inferno
Luís Costa
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
tania Barbosa
 
Cena do judeu
Cena do judeuCena do judeu
Cena do judeu
jlsr1970
 

Semelhante a Judeu (6)

Abi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeuAbi resumo 08_judeu
Abi resumo 08_judeu
 
O judeu gil vicente
O judeu gil vicenteO judeu gil vicente
O judeu gil vicente
 
O judeu
O judeuO judeu
O judeu
 
O judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do infernoO judeu auto da barca do inferno
O judeu auto da barca do inferno
 
Auto da barca do inferno
Auto da barca do infernoAuto da barca do inferno
Auto da barca do inferno
 
Cena do judeu
Cena do judeuCena do judeu
Cena do judeu
 

Mais de ElisabeteMarques

Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º ano
ElisabeteMarques
 
Os pronomes pessoais complemento
Os pronomes pessoais complementoOs pronomes pessoais complemento
Os pronomes pessoais complemento
ElisabeteMarques
 
A palavra mágica correção pp 214 215
A palavra mágica correção pp 214   215A palavra mágica correção pp 214   215
A palavra mágica correção pp 214 215
ElisabeteMarques
 
Correção do guião das páginas 204 e 205
Correção do guião das páginas 204 e 205Correção do guião das páginas 204 e 205
Correção do guião das páginas 204 e 205
ElisabeteMarques
 
A aia resumo1
A aia   resumo1A aia   resumo1
A aia resumo1
ElisabeteMarques
 
O enforcado
O enforcadoO enforcado
O enforcado
ElisabeteMarques
 
Enforcado
EnforcadoEnforcado
Enforcado
ElisabeteMarques
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
ElisabeteMarques
 
Fenomenos foneticos
Fenomenos foneticosFenomenos foneticos
Fenomenos foneticos
ElisabeteMarques
 
Resumo da história da língua
Resumo da história da línguaResumo da história da língua
Resumo da história da língua
ElisabeteMarques
 

Mais de ElisabeteMarques (11)

Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º ano
 
Os pronomes pessoais complemento
Os pronomes pessoais complementoOs pronomes pessoais complemento
Os pronomes pessoais complemento
 
A palavra mágica correção pp 214 215
A palavra mágica correção pp 214   215A palavra mágica correção pp 214   215
A palavra mágica correção pp 214 215
 
Correção do guião das páginas 204 e 205
Correção do guião das páginas 204 e 205Correção do guião das páginas 204 e 205
Correção do guião das páginas 204 e 205
 
A aia resumo1
A aia   resumo1A aia   resumo1
A aia resumo1
 
O enforcado
O enforcadoO enforcado
O enforcado
 
Enforcado
EnforcadoEnforcado
Enforcado
 
Alcoviteira
AlcoviteiraAlcoviteira
Alcoviteira
 
Activa passiva
Activa   passivaActiva   passiva
Activa passiva
 
Fenomenos foneticos
Fenomenos foneticosFenomenos foneticos
Fenomenos foneticos
 
Resumo da história da língua
Resumo da história da línguaResumo da história da língua
Resumo da história da língua
 

Judeu

  • 1. O Judeu Trabalho realizado por: .Daniel nº5 .Seliger nº13 .Sofia nº14 Disciplina: Língua Portuguesa 2009 - 2010
  • 2. Percurso Cénico Cais Barca do Inferno Vai a reboque da Barca do Inferno, com o bode pela trela (porque ninguém o quer) Observação: o Diabo não quer receber esta personagem, mandando-o para a barca da Glória. O judeu nem sequer vai à Barca da Glória, pois apenas quer atravessar o rio levando o seu bode. O Paraíso não lhe interessa pois é judeu. Símbolos cénicos e seu significado Bode - representa a sua religião. Ele não quer deixar o bode pois isso significaria que abandonava a sua religião.
  • 3. Caracterização do Judeu Era muito apegado ao dinheiro, fanático e não respeitava a religião cristã. Argumentos de Acusação Era judeu. Não respeitava a religião católica, pois comia carne no dia de jejum e profanava as sepulturas cristãs. (Estas acusações são feitas pelo Parvo) Argumentos de Defesa O Judeu defende-se, perguntando porque é que ele não ia onde Brísida Vaz ia, procura pedir ajuda ao Fidalgo. Tenta, ainda, pagar para passar o seu bode, ou seja, procura usar o suborno.
  • 4. Tipos de Cómico Cómico de linguagem : ” Furtaste a chiba cabrão,caganeira que te venha ...e mija na caravela .” Intenção de Gil Vicente com a cena e papel dos judeus naquela época Gil Vicente quer mostrar que os judeus eram más pessoas, não merecendo o respeito de ninguém, pois não cumpriam os preceitos católicos. Esta visão vicentina representa a sociedade da época, em que os judeus eram perseguidos e queimados em autos de fé, apenas por serem de outra religião.