SlideShare uma empresa Scribd logo
Questionário sobre o documentário “História do
Cristianismo”, ep.2: A Igreja Católica
História/ 3º Bimestre – Professor José Knust
Estudante: _________________________________________ Turma:______
Esse documentário tem como objetivo responder uma pergunta que é mencionada logo em seu começo:
como um pequeno grupo de judeus pregando ideias tão diferentes do que se acreditava até então, pode dar
origem a uma instituição tão rica e poderosa como foi a Igreja Medieval? Apresente a principal explicação
para isso proposta pelo documentário.
O documentário considera curioso que Pedro tenha recebido maior veneração na Igreja Católica a partir do
século IV porque até o século III Pedro e Paulo eram igualmente venerados pelos cristãos. Identifique qual
é a explicação que o documentário propõe para o fato de a Igreja ter dado prioridade à veneração à Pedro.
A queda do Império Romano do Ocidente foi um momento crucial para a Igreja Católica e as escolhas
tomadas por seus líderes nesse momento definiram os rumos de sua história. Explique por que esse foi um
momento tão importante, qual foi a decisão tomada pelos líderes da Igreja no Ocidente e quais foram as
implicações disso.
O documentário apresenta duas formas que a Igreja Medieval desenvolveu para lidar com pensamentos que
não seguiam à risca a linha de seus dogmas. Identifique e explique quais eram essas duas formas.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Introdução a história objetivas
Introdução a história   objetivasIntrodução a história   objetivas
Introdução a história objetivas
Zé Knust
 
Lista de exercícios 2 pré-história
Lista de exercícios 2   pré-históriaLista de exercícios 2   pré-história
Lista de exercícios 2 pré-história
Zé Knust
 
Gabarito da lista de exercícios 2 - Pré-História
Gabarito da lista de exercícios 2 - Pré-HistóriaGabarito da lista de exercícios 2 - Pré-História
Gabarito da lista de exercícios 2 - Pré-História
Zé Knust
 
Questões de vestibular - África e tráfico de escravos
Questões de vestibular - África e tráfico de escravosQuestões de vestibular - África e tráfico de escravos
Questões de vestibular - África e tráfico de escravos
Zé Knust
 
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigoQuestões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Zé Knust
 
Questões de vestibulares e enem: Pré-história
Questões de vestibulares e enem: Pré-históriaQuestões de vestibulares e enem: Pré-história
Questões de vestibulares e enem: Pré-história
Zé Knust
 
Apresentação Ilha das Flores
Apresentação Ilha das FloresApresentação Ilha das Flores
Apresentação Ilha das Flores
Daniel Atila Nicolau Nunes
 
Atividade sobre o documentário Ilha das flores
Atividade sobre o documentário Ilha das floresAtividade sobre o documentário Ilha das flores
Atividade sobre o documentário Ilha das flores
Aline Borges Rodovalho
 
Avaliaçao de ciencias ilha das flores
Avaliaçao de ciencias ilha das floresAvaliaçao de ciencias ilha das flores
Avaliaçao de ciencias ilha das flores
Atividades Diversas Cláudia
 
Apostila Nazi-Fascismo
Apostila Nazi-FascismoApostila Nazi-Fascismo
Apostila Nazi-Fascismo
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
O significado do sucesso da pregação de maomé bernard lewis
O significado do sucesso da pregação de maomé   bernard lewisO significado do sucesso da pregação de maomé   bernard lewis
O significado do sucesso da pregação de maomé bernard lewis
Zé Knust
 
O suceso da expansão árabe, Albert Hourani
O suceso da expansão árabe, Albert HouraniO suceso da expansão árabe, Albert Hourani
O suceso da expansão árabe, Albert Hourani
Zé Knust
 
Não tem dinheiro, Helil?
Não tem dinheiro, Helil? Não tem dinheiro, Helil?
Não tem dinheiro, Helil?
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3
Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3
Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
A fase mais recente do orientalismo, Edward Said
A fase mais recente do orientalismo, Edward SaidA fase mais recente do orientalismo, Edward Said
A fase mais recente do orientalismo, Edward Said
Zé Knust
 
(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)
(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)
(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
A mineraçaõ no Brasil Colônia.
A mineraçaõ no Brasil Colônia. A mineraçaõ no Brasil Colônia.
A mineraçaõ no Brasil Colônia.
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
Apostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasilApostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasil
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 
Apostila complementar módulo 4
Apostila complementar módulo 4Apostila complementar módulo 4
Apostila complementar módulo 4
Marco Vinícius Moreira Lamarão'
 

Destaque (20)

Introdução a história objetivas
Introdução a história   objetivasIntrodução a história   objetivas
Introdução a história objetivas
 
Lista de exercícios 2 pré-história
Lista de exercícios 2   pré-históriaLista de exercícios 2   pré-história
Lista de exercícios 2 pré-história
 
Gabarito da lista de exercícios 2 - Pré-História
Gabarito da lista de exercícios 2 - Pré-HistóriaGabarito da lista de exercícios 2 - Pré-História
Gabarito da lista de exercícios 2 - Pré-História
 
Questões de vestibular - África e tráfico de escravos
Questões de vestibular - África e tráfico de escravosQuestões de vestibular - África e tráfico de escravos
Questões de vestibular - África e tráfico de escravos
 
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigoQuestões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
Questões de vestibulares e ENEM sobre o Mediterrâneo antigo
 
Questões de vestibulares e enem: Pré-história
Questões de vestibulares e enem: Pré-históriaQuestões de vestibulares e enem: Pré-história
Questões de vestibulares e enem: Pré-história
 
Apresentação Ilha das Flores
Apresentação Ilha das FloresApresentação Ilha das Flores
Apresentação Ilha das Flores
 
Atividade sobre o documentário Ilha das flores
Atividade sobre o documentário Ilha das floresAtividade sobre o documentário Ilha das flores
Atividade sobre o documentário Ilha das flores
 
Avaliaçao de ciencias ilha das flores
Avaliaçao de ciencias ilha das floresAvaliaçao de ciencias ilha das flores
Avaliaçao de ciencias ilha das flores
 
Apostila Nazi-Fascismo
Apostila Nazi-FascismoApostila Nazi-Fascismo
Apostila Nazi-Fascismo
 
O significado do sucesso da pregação de maomé bernard lewis
O significado do sucesso da pregação de maomé   bernard lewisO significado do sucesso da pregação de maomé   bernard lewis
O significado do sucesso da pregação de maomé bernard lewis
 
O suceso da expansão árabe, Albert Hourani
O suceso da expansão árabe, Albert HouraniO suceso da expansão árabe, Albert Hourani
O suceso da expansão árabe, Albert Hourani
 
Não tem dinheiro, Helil?
Não tem dinheiro, Helil? Não tem dinheiro, Helil?
Não tem dinheiro, Helil?
 
Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3
Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3
Sabinada... Trabalho. AçãO 1 Taquara (101 R ) 3
 
A fase mais recente do orientalismo, Edward Said
A fase mais recente do orientalismo, Edward SaidA fase mais recente do orientalismo, Edward Said
A fase mais recente do orientalismo, Edward Said
 
(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)
(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)
(2014 02) evolução salarial - itaboraí (mai.1998-fev.2014 - sem incorporações)
 
A mineraçaõ no Brasil Colônia.
A mineraçaõ no Brasil Colônia. A mineraçaõ no Brasil Colônia.
A mineraçaõ no Brasil Colônia.
 
Apostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasilApostila.modulo x. independencia do brasil
Apostila.modulo x. independencia do brasil
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Apostila complementar módulo 4
Apostila complementar módulo 4Apostila complementar módulo 4
Apostila complementar módulo 4
 

Semelhante a Questionário sobre o documentário

Alderi souza de matos panorama da história da igreja
Alderi souza de matos   panorama da história da igrejaAlderi souza de matos   panorama da história da igreja
Alderi souza de matos panorama da história da igreja
Robério Pereira Lima
 
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo TestamentoPorquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Apologética em Português
 
Docência religiões cristianismo
Docência religiões cristianismo Docência religiões cristianismo
Docência religiões cristianismo
Sidney Mori
 
História das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aulaHistória das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aula
Paulo Dias Nogueira
 
Reforma Protestante slide.pptx
Reforma Protestante slide.pptxReforma Protestante slide.pptx
Reforma Protestante slide.pptx
TaiaraSoutoAlves
 
Reforma Protestante.pptx
Reforma Protestante.pptxReforma Protestante.pptx
Reforma Protestante.pptx
GelvanSevidanes1
 
Por uma liturgia totalizante
Por uma liturgia totalizantePor uma liturgia totalizante
Por uma liturgia totalizante
11091961
 
Evidência que exige um veredito josh mc dowell
Evidência que exige um veredito   josh mc dowellEvidência que exige um veredito   josh mc dowell
Evidência que exige um veredito josh mc dowell
Abdias Barreto
 
O Fundamentalismo Cristão Norte - Americano
O Fundamentalismo Cristão Norte - AmericanoO Fundamentalismo Cristão Norte - Americano
O Fundamentalismo Cristão Norte - Americano
Yury Fontão
 
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma ProtestanteLição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Éder Tomé
 
Revista ebd corrida (1)
Revista ebd corrida (1)Revista ebd corrida (1)
Revista ebd corrida (1)
Gilma Avila
 
História da Igreja I - Aula 1 - Introdução
História da Igreja I - Aula 1 - IntroduçãoHistória da Igreja I - Aula 1 - Introdução
História da Igreja I - Aula 1 - Introdução
Andre Nascimento
 
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL IAula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Israel serique
 
Espiral 28
Espiral 28Espiral 28
Quebrando o código Da Vinci
Quebrando o código Da VinciQuebrando o código Da Vinci
Quebrando o código Da Vinci
Fabinho Lima
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
Moisés Sampaio
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
Adriana Gomes Messias
 
Nossahistoria
NossahistoriaNossahistoria
Reforma prot.
Reforma prot.Reforma prot.
Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02
Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02
Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02
Thais Madureira
 

Semelhante a Questionário sobre o documentário (20)

Alderi souza de matos panorama da história da igreja
Alderi souza de matos   panorama da história da igrejaAlderi souza de matos   panorama da história da igreja
Alderi souza de matos panorama da história da igreja
 
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo TestamentoPorquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
Porquê as Escrituras? Uma Defesa do Novo Testamento
 
Docência religiões cristianismo
Docência religiões cristianismo Docência religiões cristianismo
Docência religiões cristianismo
 
História das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aulaHistória das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aula
 
Reforma Protestante slide.pptx
Reforma Protestante slide.pptxReforma Protestante slide.pptx
Reforma Protestante slide.pptx
 
Reforma Protestante.pptx
Reforma Protestante.pptxReforma Protestante.pptx
Reforma Protestante.pptx
 
Por uma liturgia totalizante
Por uma liturgia totalizantePor uma liturgia totalizante
Por uma liturgia totalizante
 
Evidência que exige um veredito josh mc dowell
Evidência que exige um veredito   josh mc dowellEvidência que exige um veredito   josh mc dowell
Evidência que exige um veredito josh mc dowell
 
O Fundamentalismo Cristão Norte - Americano
O Fundamentalismo Cristão Norte - AmericanoO Fundamentalismo Cristão Norte - Americano
O Fundamentalismo Cristão Norte - Americano
 
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma ProtestanteLição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
 
Revista ebd corrida (1)
Revista ebd corrida (1)Revista ebd corrida (1)
Revista ebd corrida (1)
 
História da Igreja I - Aula 1 - Introdução
História da Igreja I - Aula 1 - IntroduçãoHistória da Igreja I - Aula 1 - Introdução
História da Igreja I - Aula 1 - Introdução
 
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL IAula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
Aula 2: BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL I
 
Espiral 28
Espiral 28Espiral 28
Espiral 28
 
Quebrando o código Da Vinci
Quebrando o código Da VinciQuebrando o código Da Vinci
Quebrando o código Da Vinci
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
Nossahistoria
NossahistoriaNossahistoria
Nossahistoria
 
Reforma prot.
Reforma prot.Reforma prot.
Reforma prot.
 
Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02
Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02
Filosofiamedieval 130322112129-phpapp02
 

Mais de Zé Knust

Instruções para o seminário sobre islamofobia
Instruções para o seminário sobre islamofobiaInstruções para o seminário sobre islamofobia
Instruções para o seminário sobre islamofobia
Zé Knust
 
O mediterrâneo antigo
O mediterrâneo antigoO mediterrâneo antigo
O mediterrâneo antigo
Zé Knust
 
O surgimento da agricultura e do Estado
O surgimento da agricultura e do EstadoO surgimento da agricultura e do Estado
O surgimento da agricultura e do Estado
Zé Knust
 
Povoamento da américa
Povoamento da américaPovoamento da américa
Povoamento da américa
Zé Knust
 
Origem da humanidade
Origem da humanidadeOrigem da humanidade
Origem da humanidade
Zé Knust
 
Introdução à história
Introdução à históriaIntrodução à história
Introdução à história
Zé Knust
 
Os europeus na áfrica e o tráfico de escravos
Os europeus na áfrica e o tráfico de escravosOs europeus na áfrica e o tráfico de escravos
Os europeus na áfrica e o tráfico de escravos
Zé Knust
 
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Zé Knust
 
Atividades sobre povos e reinos africanos
Atividades sobre povos e reinos africanosAtividades sobre povos e reinos africanos
Atividades sobre povos e reinos africanos
Zé Knust
 
Questões de vestibular povos nativos
Questões de vestibular   povos nativosQuestões de vestibular   povos nativos
Questões de vestibular povos nativos
Zé Knust
 
Atividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américaAtividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américa
Zé Knust
 
Os povos nativos da américa
Os povos nativos da américaOs povos nativos da américa
Os povos nativos da américa
Zé Knust
 
Exercícios de vestibular sobre reformas religiosas
Exercícios de vestibular sobre reformas religiosasExercícios de vestibular sobre reformas religiosas
Exercícios de vestibular sobre reformas religiosas
Zé Knust
 
Atividades sobre reforma protestante
Atividades sobre reforma protestanteAtividades sobre reforma protestante
Atividades sobre reforma protestante
Zé Knust
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
Zé Knust
 
Questões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre RenascimentoQuestões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre Renascimento
Zé Knust
 

Mais de Zé Knust (16)

Instruções para o seminário sobre islamofobia
Instruções para o seminário sobre islamofobiaInstruções para o seminário sobre islamofobia
Instruções para o seminário sobre islamofobia
 
O mediterrâneo antigo
O mediterrâneo antigoO mediterrâneo antigo
O mediterrâneo antigo
 
O surgimento da agricultura e do Estado
O surgimento da agricultura e do EstadoO surgimento da agricultura e do Estado
O surgimento da agricultura e do Estado
 
Povoamento da américa
Povoamento da américaPovoamento da américa
Povoamento da américa
 
Origem da humanidade
Origem da humanidadeOrigem da humanidade
Origem da humanidade
 
Introdução à história
Introdução à históriaIntrodução à história
Introdução à história
 
Os europeus na áfrica e o tráfico de escravos
Os europeus na áfrica e o tráfico de escravosOs europeus na áfrica e o tráfico de escravos
Os europeus na áfrica e o tráfico de escravos
 
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
 
Atividades sobre povos e reinos africanos
Atividades sobre povos e reinos africanosAtividades sobre povos e reinos africanos
Atividades sobre povos e reinos africanos
 
Questões de vestibular povos nativos
Questões de vestibular   povos nativosQuestões de vestibular   povos nativos
Questões de vestibular povos nativos
 
Atividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américaAtividades sobre os povos nativos da américa
Atividades sobre os povos nativos da américa
 
Os povos nativos da américa
Os povos nativos da américaOs povos nativos da américa
Os povos nativos da américa
 
Exercícios de vestibular sobre reformas religiosas
Exercícios de vestibular sobre reformas religiosasExercícios de vestibular sobre reformas religiosas
Exercícios de vestibular sobre reformas religiosas
 
Atividades sobre reforma protestante
Atividades sobre reforma protestanteAtividades sobre reforma protestante
Atividades sobre reforma protestante
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
 
Questões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre RenascimentoQuestões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre Renascimento
 

Último

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 

Último (20)

Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 

Questionário sobre o documentário

  • 1. Questionário sobre o documentário “História do Cristianismo”, ep.2: A Igreja Católica História/ 3º Bimestre – Professor José Knust Estudante: _________________________________________ Turma:______ Esse documentário tem como objetivo responder uma pergunta que é mencionada logo em seu começo: como um pequeno grupo de judeus pregando ideias tão diferentes do que se acreditava até então, pode dar origem a uma instituição tão rica e poderosa como foi a Igreja Medieval? Apresente a principal explicação para isso proposta pelo documentário. O documentário considera curioso que Pedro tenha recebido maior veneração na Igreja Católica a partir do século IV porque até o século III Pedro e Paulo eram igualmente venerados pelos cristãos. Identifique qual é a explicação que o documentário propõe para o fato de a Igreja ter dado prioridade à veneração à Pedro.
  • 2. A queda do Império Romano do Ocidente foi um momento crucial para a Igreja Católica e as escolhas tomadas por seus líderes nesse momento definiram os rumos de sua história. Explique por que esse foi um momento tão importante, qual foi a decisão tomada pelos líderes da Igreja no Ocidente e quais foram as implicações disso. O documentário apresenta duas formas que a Igreja Medieval desenvolveu para lidar com pensamentos que não seguiam à risca a linha de seus dogmas. Identifique e explique quais eram essas duas formas.