SlideShare uma empresa Scribd logo
Quem foi
DORCAS ?
Prof: Jessé Lopes
Atos 9:36-42.
INTRODUÇÃO
Dorcas foi uma mulher cristã da cidade
de Jope. Ela ficou conhecida principalmente
por ter sido ressuscitada pelo Senhor após
a oração do apóstolo Pedro. A história de
Dorcas na Bíblia está registrada em Atos
9:36-42.
O nome grego “Dorcas” traduz a
palavra aramaica Tabita. Ambos os nomes
significam “gazela”, e eram nomes
femininos afetuosos usados entre gregos e
judeus. A ressurreição de Dorcas foi o
primeiro milagre de ressurreição realizado
através do ministério de um apóstolo no
Novo Testamento.
Jope (agora Jafa), um porto que fica no Mar
Mediterrâneo, que na época era o principal porto
da Palestina, e tinha uma grande quantidade de
viúvas. Durante a estação do mau tempo, muitos
dos pescadores naufragavam e afogavam-se.
Essas mulheres haviam perdido não só os
maridos, mas a sua fonte de receita. Não havia
qualquer Segurança Social naqueles tempos,
mas isso, na verdade, não se tornava necessário,
pois, repetidamente, Deus tinha dito ao Seu povo
que cuidasse das viúvas e dos órfãos (Êx. 22:22-
24)
Havia uma igreja cristã em Jope, que
naqueles dias era o costume – (Atos 12:12 e
Romanos 16:5)
Havia uma coisa em que Dorcas
ultrapassava todas as outras mulheres da Bíblia.
É ela a única que foi chamada discípula! Dorcas
era uma discípula, uma seguidora de Jesus, e
isso fazia toda a diferença.
Significado de DISCÍPULO:
1. Quem recebe disciplina ou instrução de outra
pessoa; aluno;
2. Quem segue as ideias ou imita os exemplos
de outro;
3. Pessoa que adota uma doutrina, filosofia,
ideal;
4. Aquele que dá continuidade ao trabalho de
outra pessoa.
O que DORCAS
Fazia ?
O texto bíblico diz que Dorcas era notável
pelas boas obras e esmolas que fazia. Isso quer
dizer que ela cuidava dos pobres daquele lugar, e
fazia muitas obras de bondade e compaixão. A
sequência do texto bíblico indica um tipo de
serviço que Dorcas realizava. Ela confeccionava
túnicas e outras peças de vestuário para as
viúvas de sua região.
Dorcas realmente procurava obedecer aos
mandamentos divinos de amor ao próximo e do
cuidado aos pobres e necessitados. Dorcas não
realizava boas obras para ser salva, mas
praticava boas obras porque era salva. As boas
obras caracterizam a fé salvadora, e não o
contrário. Todos aqueles que foram redimidos
por Cristo são chamados às boas obras (cf.
Efésios 2:10; 1 Timóteo 2:10; Tito 3:8).
A morte de
DORCAS
A Bíblia diz que aconteceu de Dorcas
adoecer e morrer. Nada é dito sobre a natureza
da enfermidade ou mesmo sobre quantos anos
Dorcas tinha quando isto aconteceu. A maioria
das pessoas imagina a figura de Dorcas como
uma jovem; enquanto muitos estudiosos
sugerem que provavelmente ela já era uma
senhora. Seja como for, tudo não passa de mera
especulação.
A morte de Dorcas causou grande comoção
entre as pessoas de Jope. Mas os crentes
daquele lugar ficaram sabendo que o apóstolo
Pedro estava em Lida, uma cidade que ficava
cerca de dezesseis quilômetros dali. Então dois
homens foram encontrá-lo para pedir que ele
fosse depressa à cidade de Jope.
A ressurreição de
DORCAS
Pedro atendeu ao chamado dos crentes de Jope e
rapidamente foi ao lugar em que o corpo de Dorcas estava.
Quando chegou ao local, Pedro foi recebido pelas viúvas
que tentavam mostrar através das obras de Dorcas, que
tipo de pessoa ela havia sido e como a sua partida era uma
grande perda.
Mas o apóstolo Pedro pediu que todos saíssem do
quarto onde Dorcas havia sido colocada. Ali ele colocou-se
de joelhos e orou a Deus. Ele tinha que ter certeza que
estava agindo em harmonia com a vontade do Senhor.
Então, voltando-se para o corpo da mulher, disse: “Tabita,
levanta-te!”; no aramaico: “Tabita cumi!” (Atos 9:40). Essas
palavras lembram as palavras que foram ditas por Jesus à
filha de Jairo (Marcos 5:34-43).
A notícia da ressurreição de Dorcas percorreu por
toda cidade Jope, e muitos creram no Senhor (Atos 9:42).
Isso significa que, pela ação do Espírito Santo, aquelas
pessoas entenderam que o poder que ressuscitou Dorcas
não tinha origem em Pedro, mas no Senhor Jesus. Por
tanto, Cristo foi quem recebeu a glória em Jope
CONCLUSÃO
A vida, morte e ressurreição de Dorcas
ajudaram a disseminar o Evangelho. Pedro não pôde
deixar Jope durante algum tempo, porque era
solicitado pelas pessoas que desejavam saber mais
acerca de Deus.
Dorcas começou um movimento que se
espalhou para além das fronteiras da sua cidade e do
seu país. Indiretamente tornou-se uma grande
evangelista. Hoje, há Sociedades Dorcas em todo o
mundo. A Sociedade Internacional Dorcas, dos
Estados Unidos, é a maior de todas. Milhões de
pessoas necessitadas são alimentadas e vestidas por
esta Sociedade.
Quem poderá contar as inúmeras mulheres que
foram influenciadas pela vida de Dorcas? O seu belo
exemplo jamais se extinguirá. É isso o máximo que
qualquer discípulo pode desejar.
Quem foi Dorcas ?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tabita Ou Dorcas
Tabita Ou DorcasTabita Ou Dorcas
Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Anderson Favaro
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Gesiel Oliveira
 
Escatologia 3
Escatologia 3Escatologia 3
Escatologia 3
Jovens Do Caminho
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
Dagmar Wendt
 
Lição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida FinanceiraLição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Hamilton Souza
 
Reconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusReconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deus
Damaris Vieira
 
01 - Hermeneutica bíblica
01 - Hermeneutica bíblica01 - Hermeneutica bíblica
01 - Hermeneutica bíblica
José Santos
 
Conhecendo deus
Conhecendo deusConhecendo deus
Conhecendo deus
Luiz Siles
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
Rogério Nunes
 
Eb 110 - o valor da vida
Eb   110 - o valor da  vida Eb   110 - o valor da  vida
Eb 110 - o valor da vida
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 1 - A Igreja e o Plano Divino
Lição 1 - A Igreja e o Plano DivinoLição 1 - A Igreja e o Plano Divino
Lição 1 - A Igreja e o Plano Divino
Éder Tomé
 
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno LageHá Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
Igreja Presbiteriana Renovada de Castelo Branco
 
Cristologia aula02
Cristologia aula02Cristologia aula02
Cristologia aula02
Pastor W. Costa
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
Respirando Deus
 
A cruz de Cristo
A cruz  de CristoA cruz  de Cristo
A cruz de Cristo
Detetive Biblico
 
Carta aos Hebreus
Carta aos HebreusCarta aos Hebreus
Carta aos Hebreus
Cesar Oliveira
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
valmarques
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Natalino das Neves Neves
 
Jejum
JejumJejum

Mais procurados (20)

Tabita Ou Dorcas
Tabita Ou DorcasTabita Ou Dorcas
Tabita Ou Dorcas
 
Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01Estudo sobre a FÉ - Parte 01
Estudo sobre a FÉ - Parte 01
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
Escatologia 3
Escatologia 3Escatologia 3
Escatologia 3
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
 
Lição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida FinanceiraLição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
Lição 10 - Ética Cristã e Vida Financeira
 
Reconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deusReconhecendo a paternidade de deus
Reconhecendo a paternidade de deus
 
01 - Hermeneutica bíblica
01 - Hermeneutica bíblica01 - Hermeneutica bíblica
01 - Hermeneutica bíblica
 
Conhecendo deus
Conhecendo deusConhecendo deus
Conhecendo deus
 
Mordomia Cristã
Mordomia CristãMordomia Cristã
Mordomia Cristã
 
Eb 110 - o valor da vida
Eb   110 - o valor da  vida Eb   110 - o valor da  vida
Eb 110 - o valor da vida
 
Lição 1 - A Igreja e o Plano Divino
Lição 1 - A Igreja e o Plano DivinoLição 1 - A Igreja e o Plano Divino
Lição 1 - A Igreja e o Plano Divino
 
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno LageHá Esperança by Pr. Nuno Lage
Há Esperança by Pr. Nuno Lage
 
Cristologia aula02
Cristologia aula02Cristologia aula02
Cristologia aula02
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
A cruz de Cristo
A cruz  de CristoA cruz  de Cristo
A cruz de Cristo
 
Carta aos Hebreus
Carta aos HebreusCarta aos Hebreus
Carta aos Hebreus
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
 
Jejum
JejumJejum
Jejum
 

Semelhante a Quem foi Dorcas ?

Lição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certo
Lição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certoLição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certo
Lição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certo
Natalino das Neves Neves
 
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadernLição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Ebd Brasil
 
Escola Bíblica O senhor está ali....pptx
Escola Bíblica O senhor está ali....pptxEscola Bíblica O senhor está ali....pptx
Escola Bíblica O senhor está ali....pptx
EmbaixadoresdeCristo
 
18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentações18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentações
PIB Penha
 
Trabalho da mainha
Trabalho da mainhaTrabalho da mainha
Trabalho da mainha
Vitor Santos
 
Mulheres da bíblia
Mulheres da bíbliaMulheres da bíblia
Mulheres da bíblia
Jaime Gomes
 
A prática dos dons espirituais
A prática dos dons espirituaisA prática dos dons espirituais
A prática dos dons espirituais
Luiz Ferreira
 
2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA
2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA
2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA
Natalino das Neves Neves
 
Testes e curiosidades bíblicas celso brasil
Testes e curiosidades bíblicas   celso brasilTestes e curiosidades bíblicas   celso brasil
Testes e curiosidades bíblicas celso brasil
Celso do Rozário Brasil Gonçalves
 
Trabalho De Religiao
Trabalho De ReligiaoTrabalho De Religiao
Trabalho De Religiao
rafaeliXbonatto
 
Algumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi blia
Algumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi bliaAlgumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi blia
Algumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi blia
Mauricio Gonçalves
 
Introdução bíblica
Introdução bíblicaIntrodução bíblica
Introdução bíblica
Alípio Vallim
 
TJ Fortaleza 2010
TJ Fortaleza 2010TJ Fortaleza 2010
TJ Fortaleza 2010
Almighty
 
O tempo da profecia de daniel
O tempo da profecia de danielO tempo da profecia de daniel
O tempo da profecia de daniel
Moisés Sampaio
 
Pregação
PregaçãoPregação
Pregação
Vilmar Nascimento
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Erberson Pinheiro
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
Paulo Ferreira
 
Slides aviva, ó senhor, a tua obra
Slides   aviva, ó senhor, a tua obraSlides   aviva, ó senhor, a tua obra
Slides aviva, ó senhor, a tua obra
Abdias Barreto
 
Nicodemos
NicodemosNicodemos
Nicodemos
Livio Sousa
 
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar CertoLição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 

Semelhante a Quem foi Dorcas ? (20)

Lição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certo
Lição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certoLição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certo
Lição 9 - Hulda, a mulher que estava o lugar certo
 
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadernLição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
 
Escola Bíblica O senhor está ali....pptx
Escola Bíblica O senhor está ali....pptxEscola Bíblica O senhor está ali....pptx
Escola Bíblica O senhor está ali....pptx
 
18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentações18 jeremias e lamentações
18 jeremias e lamentações
 
Trabalho da mainha
Trabalho da mainhaTrabalho da mainha
Trabalho da mainha
 
Mulheres da bíblia
Mulheres da bíbliaMulheres da bíblia
Mulheres da bíblia
 
A prática dos dons espirituais
A prática dos dons espirituaisA prática dos dons espirituais
A prática dos dons espirituais
 
2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA
2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA
2016 3 TRI LIÇÃO 12 - PROFECIAS DE SALVAÇÃO E ESPERANÇA
 
Testes e curiosidades bíblicas celso brasil
Testes e curiosidades bíblicas   celso brasilTestes e curiosidades bíblicas   celso brasil
Testes e curiosidades bíblicas celso brasil
 
Trabalho De Religiao
Trabalho De ReligiaoTrabalho De Religiao
Trabalho De Religiao
 
Algumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi blia
Algumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi bliaAlgumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi blia
Algumas notas sobre as provas baha'i's baseadas na bi blia
 
Introdução bíblica
Introdução bíblicaIntrodução bíblica
Introdução bíblica
 
TJ Fortaleza 2010
TJ Fortaleza 2010TJ Fortaleza 2010
TJ Fortaleza 2010
 
O tempo da profecia de daniel
O tempo da profecia de danielO tempo da profecia de daniel
O tempo da profecia de daniel
 
Pregação
PregaçãoPregação
Pregação
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
 
Hebreus
Hebreus Hebreus
Hebreus
 
Slides aviva, ó senhor, a tua obra
Slides   aviva, ó senhor, a tua obraSlides   aviva, ó senhor, a tua obra
Slides aviva, ó senhor, a tua obra
 
Nicodemos
NicodemosNicodemos
Nicodemos
 
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar CertoLição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
Lição 9 - Hulda, a Mulher que Estava no Lugar Certo
 

Mais de Jessé Lopes

Honrando minha Familia
Honrando minha FamiliaHonrando minha Familia
Honrando minha Familia
Jessé Lopes
 
Vencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiaresVencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiares
Jessé Lopes
 
Restauração em meio ao caos
Restauração em meio ao caosRestauração em meio ao caos
Restauração em meio ao caos
Jessé Lopes
 
John Wesley
John WesleyJohn Wesley
John Wesley
Jessé Lopes
 
D. L. moody
D. L. moodyD. L. moody
D. L. moody
Jessé Lopes
 
Billy Graham
Billy GrahamBilly Graham
Billy Graham
Jessé Lopes
 
A. W. Tozer
A. W. TozerA. W. Tozer
A. W. Tozer
Jessé Lopes
 
O exemplo de Timóteo
O exemplo de TimóteoO exemplo de Timóteo
O exemplo de Timóteo
Jessé Lopes
 
Quem foi jezabel
Quem foi jezabelQuem foi jezabel
Quem foi jezabel
Jessé Lopes
 
Musica góspel x louvor
Musica góspel x louvorMusica góspel x louvor
Musica góspel x louvor
Jessé Lopes
 
Comunhão
ComunhãoComunhão
Comunhão
Jessé Lopes
 
Arrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacaoArrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacao
Jessé Lopes
 
A importância do discipulado
A importância do discipuladoA importância do discipulado
A importância do discipulado
Jessé Lopes
 
Salvação x Galardão
Salvação x GalardãoSalvação x Galardão
Salvação x Galardão
Jessé Lopes
 
Sacerdócio x Levitas
Sacerdócio x LevitasSacerdócio x Levitas
Sacerdócio x Levitas
Jessé Lopes
 
Princípios Doutrinários
Princípios DoutrináriosPrincípios Doutrinários
Princípios Doutrinários
Jessé Lopes
 
Fogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de DeusFogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de Deus
Jessé Lopes
 
FéFé
EBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIAEBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIA
Jessé Lopes
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
Jessé Lopes
 

Mais de Jessé Lopes (20)

Honrando minha Familia
Honrando minha FamiliaHonrando minha Familia
Honrando minha Familia
 
Vencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiaresVencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiares
 
Restauração em meio ao caos
Restauração em meio ao caosRestauração em meio ao caos
Restauração em meio ao caos
 
John Wesley
John WesleyJohn Wesley
John Wesley
 
D. L. moody
D. L. moodyD. L. moody
D. L. moody
 
Billy Graham
Billy GrahamBilly Graham
Billy Graham
 
A. W. Tozer
A. W. TozerA. W. Tozer
A. W. Tozer
 
O exemplo de Timóteo
O exemplo de TimóteoO exemplo de Timóteo
O exemplo de Timóteo
 
Quem foi jezabel
Quem foi jezabelQuem foi jezabel
Quem foi jezabel
 
Musica góspel x louvor
Musica góspel x louvorMusica góspel x louvor
Musica góspel x louvor
 
Comunhão
ComunhãoComunhão
Comunhão
 
Arrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacaoArrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacao
 
A importância do discipulado
A importância do discipuladoA importância do discipulado
A importância do discipulado
 
Salvação x Galardão
Salvação x GalardãoSalvação x Galardão
Salvação x Galardão
 
Sacerdócio x Levitas
Sacerdócio x LevitasSacerdócio x Levitas
Sacerdócio x Levitas
 
Princípios Doutrinários
Princípios DoutrináriosPrincípios Doutrinários
Princípios Doutrinários
 
Fogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de DeusFogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de Deus
 
FéFé
 
EBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIAEBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIA
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
 

Último

16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 

Último (14)

16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 

Quem foi Dorcas ?

  • 1. Quem foi DORCAS ? Prof: Jessé Lopes
  • 4. Dorcas foi uma mulher cristã da cidade de Jope. Ela ficou conhecida principalmente por ter sido ressuscitada pelo Senhor após a oração do apóstolo Pedro. A história de Dorcas na Bíblia está registrada em Atos 9:36-42. O nome grego “Dorcas” traduz a palavra aramaica Tabita. Ambos os nomes significam “gazela”, e eram nomes femininos afetuosos usados entre gregos e judeus. A ressurreição de Dorcas foi o primeiro milagre de ressurreição realizado através do ministério de um apóstolo no Novo Testamento.
  • 5. Jope (agora Jafa), um porto que fica no Mar Mediterrâneo, que na época era o principal porto da Palestina, e tinha uma grande quantidade de viúvas. Durante a estação do mau tempo, muitos dos pescadores naufragavam e afogavam-se. Essas mulheres haviam perdido não só os maridos, mas a sua fonte de receita. Não havia qualquer Segurança Social naqueles tempos, mas isso, na verdade, não se tornava necessário, pois, repetidamente, Deus tinha dito ao Seu povo que cuidasse das viúvas e dos órfãos (Êx. 22:22- 24) Havia uma igreja cristã em Jope, que naqueles dias era o costume – (Atos 12:12 e Romanos 16:5)
  • 6. Havia uma coisa em que Dorcas ultrapassava todas as outras mulheres da Bíblia. É ela a única que foi chamada discípula! Dorcas era uma discípula, uma seguidora de Jesus, e isso fazia toda a diferença. Significado de DISCÍPULO: 1. Quem recebe disciplina ou instrução de outra pessoa; aluno; 2. Quem segue as ideias ou imita os exemplos de outro; 3. Pessoa que adota uma doutrina, filosofia, ideal; 4. Aquele que dá continuidade ao trabalho de outra pessoa.
  • 8. O texto bíblico diz que Dorcas era notável pelas boas obras e esmolas que fazia. Isso quer dizer que ela cuidava dos pobres daquele lugar, e fazia muitas obras de bondade e compaixão. A sequência do texto bíblico indica um tipo de serviço que Dorcas realizava. Ela confeccionava túnicas e outras peças de vestuário para as viúvas de sua região. Dorcas realmente procurava obedecer aos mandamentos divinos de amor ao próximo e do cuidado aos pobres e necessitados. Dorcas não realizava boas obras para ser salva, mas praticava boas obras porque era salva. As boas obras caracterizam a fé salvadora, e não o contrário. Todos aqueles que foram redimidos por Cristo são chamados às boas obras (cf. Efésios 2:10; 1 Timóteo 2:10; Tito 3:8).
  • 10. A Bíblia diz que aconteceu de Dorcas adoecer e morrer. Nada é dito sobre a natureza da enfermidade ou mesmo sobre quantos anos Dorcas tinha quando isto aconteceu. A maioria das pessoas imagina a figura de Dorcas como uma jovem; enquanto muitos estudiosos sugerem que provavelmente ela já era uma senhora. Seja como for, tudo não passa de mera especulação. A morte de Dorcas causou grande comoção entre as pessoas de Jope. Mas os crentes daquele lugar ficaram sabendo que o apóstolo Pedro estava em Lida, uma cidade que ficava cerca de dezesseis quilômetros dali. Então dois homens foram encontrá-lo para pedir que ele fosse depressa à cidade de Jope.
  • 12. Pedro atendeu ao chamado dos crentes de Jope e rapidamente foi ao lugar em que o corpo de Dorcas estava. Quando chegou ao local, Pedro foi recebido pelas viúvas que tentavam mostrar através das obras de Dorcas, que tipo de pessoa ela havia sido e como a sua partida era uma grande perda. Mas o apóstolo Pedro pediu que todos saíssem do quarto onde Dorcas havia sido colocada. Ali ele colocou-se de joelhos e orou a Deus. Ele tinha que ter certeza que estava agindo em harmonia com a vontade do Senhor. Então, voltando-se para o corpo da mulher, disse: “Tabita, levanta-te!”; no aramaico: “Tabita cumi!” (Atos 9:40). Essas palavras lembram as palavras que foram ditas por Jesus à filha de Jairo (Marcos 5:34-43). A notícia da ressurreição de Dorcas percorreu por toda cidade Jope, e muitos creram no Senhor (Atos 9:42). Isso significa que, pela ação do Espírito Santo, aquelas pessoas entenderam que o poder que ressuscitou Dorcas não tinha origem em Pedro, mas no Senhor Jesus. Por tanto, Cristo foi quem recebeu a glória em Jope
  • 14. A vida, morte e ressurreição de Dorcas ajudaram a disseminar o Evangelho. Pedro não pôde deixar Jope durante algum tempo, porque era solicitado pelas pessoas que desejavam saber mais acerca de Deus. Dorcas começou um movimento que se espalhou para além das fronteiras da sua cidade e do seu país. Indiretamente tornou-se uma grande evangelista. Hoje, há Sociedades Dorcas em todo o mundo. A Sociedade Internacional Dorcas, dos Estados Unidos, é a maior de todas. Milhões de pessoas necessitadas são alimentadas e vestidas por esta Sociedade. Quem poderá contar as inúmeras mulheres que foram influenciadas pela vida de Dorcas? O seu belo exemplo jamais se extinguirá. É isso o máximo que qualquer discípulo pode desejar.