SlideShare uma empresa Scribd logo
Sobre
Prof: Jessé Lopes
A. W. Tozer
Profeta
do século
20
“Penso que minha
filosofia seja esta: tudo
está errado até que
Deus endireite.”
Esta afirmação do Dr. A. W. Tozer
resume perfeitamente a sua crença e o que
ele tentou realizar durante seus anos de
ministério. Sua pregação e seus livros
concentraram-se inteiramente em Deus.
Ele não tinha tempo para mercenários
religiosos que inventavam novas formas
para promover suas mercadorias e subir
nas estatísticas. Tozer marchou ao ritmo de
uma batida diferente e, por esta razão,
normalmente não acompanhava os
passos de muitas das pessoas que
participavam de desfiles religiosos.
INTRODUÇÃO
Aiden Wilson Tozer nasceu em Newburg
(naquele tempo conhecida como La Jose),
Pensilvânia, Estados Unidos, em 21 de abril de
1897. Em 1912, sua família deixou a fazenda e foi
para Akron, Ohio; e, em 1915, ele se converteu a
Cristo. No mesmo instante passou a levar uma vida
fervorosa de devoção e testemunho pessoal. Em
1919, começou a pastorear a Alliance Church, em
Nutter Fort, West Virginia. Também pastoreou
igrejas em Morgantown, West Virginia; Toledo;
Ohio; Indianapolis, Indiana; e, em 1928, foi para
a Southside Alliance Church, em Chicago. Ali,
ministrou até novembro de 1959, quando tornou-se
pastor da Avenue Road Church, em Toronto, no
Canadá. Um ataque cardíaco, em 12 de maio de
1963, pôs fim àquele ministério, e Tozer foi
chamado para a Glória.
Tozer alcançou um número maior de pessoas
por intermédio de suas obras do que por suas
pregações. Grande parte do que escreveu era
refletido na pregação de pastores que alimentavam
a alma com as palavras de Tozer. Em maio de 1950,
foi nomeado editor de The Alliance Weekly, agora
conhecida como The Alliance Witness, que
provavelmente foi a única revista religiosa a ser
adquirida graças, sobretudo, aos seus editoriais.
Certa vez, o Dr. Tozer, em uma conferência na
Evangelical Press Association (Associação da
Imprensa Evangélica), censurou alguns editores
que praticavam o que ele chamava de “jornalismo
de supermercado” – duas colunas de propagandas
e uma nota de material para leitura. Era um escritor
exigente e tão duro consigo mesmo quanto com os
outros.
FRASES
“Eu me recordo de um
homem de Deus a quem foi
perguntado: ‘O que é mais
importante: ler a Palavra de
Deus ou orar?’. Ele
respondeu: ‘O que é mais
importante para um
pássaro, a asa da direita ou
a da esquerda?”
“Santos sem santidade são
a tragédia do cristianismo”
“É a incredulidade que
impede nossa mente de
voar para a cidade celestial
e de andar pela fé com Deus
nas ruas de ouro”
“É impossível alguém se
arrepender de fato sem ter
uma profunda decepção
consigo mesmo”
“O diabo é melhor teólogo
do que qualquer um de nós,
mas continua sendo diabo”
“Se o barro não se entregar
totalmente, o oleiro nada
pode fazer”
“Há mais restauradora
alegria em cinco minutos de
adoração do que em cinco
noites de folia”
“Adoração é a jóia perdida
da Igreja Evangélica”
“Nunca ouça um homem
que não ouve a Deus”
“Um ídolo na mente é tão
ofensivo a Deus quanto um
ídolo na mão”
“Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em
todos os sentidos. Ele sente um amor supremo por
alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente
todos os dias com alguém que não pode ver; espera
ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para
que possa estar cheio; admite estar errado para que
posa ser declarado certo; desce para que possa ir
para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é
mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se
sente o pior. Ele morre para que possa viver;
renuncia para que possa ter; doa para que possa
manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o
que excede todo o entendimento”
“A idéia de que Deus
perdoará o rebelde que não
desistiu de sua rebelião é
contrária tanto à Escritura
quanto ao bom senso”
“Não somos diplomatas mas
profetas, e nossa mensagem não é
um acordo mas um ultimato”
Prof: Jessé Lopes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Oração na Vida Cristã
A Oração na Vida CristãA Oração na Vida Cristã
La Oración Personal a Dios
La Oración Personal a DiosLa Oración Personal a Dios
La Oración Personal a Dios
Estudiantes Urantia
 
Texto aula 1
Texto aula 1Texto aula 1
Texto aula 1
TarcisioAugusto1
 
12 dias de_clamor_no_ano_de_2014
12 dias de_clamor_no_ano_de_201412 dias de_clamor_no_ano_de_2014
12 dias de_clamor_no_ano_de_2014
Ivanildo Amorim
 
Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
Márcio Melânia
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
Jaed Gomes
 
A inspiração de pedro 1
A inspiração de pedro 1A inspiração de pedro 1
A inspiração de pedro 1
Sergio Menezes
 
AS BEM AVENTURANÇAS
AS BEM AVENTURANÇAS AS BEM AVENTURANÇAS
AS BEM AVENTURANÇAS
Sergio Menezes
 
Oração
OraçãoOração
Oração
Márcio Pereira
 
A diferença é a oração
A diferença é a oraçãoA diferença é a oração
A diferença é a oração
Julio Simões
 
[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...
[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...
[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...
José Carlos Polozi
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Carlos Allvarenga
 
Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
baixarlivros1
 
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda   o poder secreto do jejum e da oraçãoMahech chavda   o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oração
Midia Jornalismo
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversos
edbtr
 
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Emerson Nascimento
 
Jejum e oração
Jejum e oraçãoJejum e oração
Jejum e oração
marcelino025
 
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVAMARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
Enerliz
 
Avivamento
AvivamentoAvivamento

Mais procurados (20)

A Oração na Vida Cristã
A Oração na Vida CristãA Oração na Vida Cristã
A Oração na Vida Cristã
 
La Oración Personal a Dios
La Oración Personal a DiosLa Oración Personal a Dios
La Oración Personal a Dios
 
Texto aula 1
Texto aula 1Texto aula 1
Texto aula 1
 
12 dias de_clamor_no_ano_de_2014
12 dias de_clamor_no_ano_de_201412 dias de_clamor_no_ano_de_2014
12 dias de_clamor_no_ano_de_2014
 
Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
 
A inspiração de pedro 1
A inspiração de pedro 1A inspiração de pedro 1
A inspiração de pedro 1
 
AS BEM AVENTURANÇAS
AS BEM AVENTURANÇAS AS BEM AVENTURANÇAS
AS BEM AVENTURANÇAS
 
Oração
OraçãoOração
Oração
 
A diferença é a oração
A diferença é a oraçãoA diferença é a oração
A diferença é a oração
 
[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...
[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...
[EBD Maranata] Lição 06 - Neemias lidera um genuíno avivamento | Revista: Nee...
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosa
 
Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Grandesoracoes pg
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
 
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda   o poder secreto do jejum e da oraçãoMahech chavda   o poder secreto do jejum e da oração
Mahech chavda o poder secreto do jejum e da oração
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversos
 
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
 
Jejum e oração
Jejum e oraçãoJejum e oração
Jejum e oração
 
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVAMARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
 
Avivamento
AvivamentoAvivamento
Avivamento
 

Semelhante a A. W. Tozer

Teologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da ProsperidadeTeologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
C. Soares
 
ÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDF
ÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDFÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDF
ÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDF
CleideCristina9
 
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEYA EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
mudancadevidaja
 
A ExperiêNcia De Charles Finney
A ExperiêNcia De Charles FinneyA ExperiêNcia De Charles Finney
A ExperiêNcia De Charles Finney
mudancadevida
 
A procura de deus
A procura de deusA procura de deus
A procura de deus
Katia Jonatam
 
A BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODY
A BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODYA BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODY
A BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODY
Edison Junior
 
História de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medina
História de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medinaHistória de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medina
História de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medina
Leandro de Moraes Medina
 
Escravos da ignorância
Escravos da ignorânciaEscravos da ignorância
Escravos da ignorância
Luciano Vieira
 
122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02
122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02
122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02
Elmi Tavares
 
122 igrejas que oram-c. peter wagner
122   igrejas que oram-c. peter wagner122   igrejas que oram-c. peter wagner
122 igrejas que oram-c. peter wagner
Luiza Dayana
 
Fome de Deus.docx
Fome de Deus.docxFome de Deus.docx
Fome de Deus.docx
FabricioFerreira95
 
Osho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdf
Osho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdfOsho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdf
Osho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdf
HubertoRohden2
 
1 t2017
1 t20171 t2017
1 t2017
OsvaldoVunge2
 
Leonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamento
Leonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamentoLeonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamento
Leonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamento
Aleksandro Costa
 
Uma palavra aos jovens paul washer
Uma palavra aos jovens   paul washerUma palavra aos jovens   paul washer
Uma palavra aos jovens paul washer
cleber rocha
 
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdfIntercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
DenivalSouza1
 
Osho - A Divina Melodia.pdf
Osho - A Divina Melodia.pdfOsho - A Divina Melodia.pdf
Osho - A Divina Melodia.pdf
HubertoRohden2
 
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdfIntercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
DenivalSouza1
 
A razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyerA razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyer
Diana Machado
 
David (paul) yonggi cho o espírito santo, meu companheiro
David (paul) yonggi cho   o espírito santo, meu companheiroDavid (paul) yonggi cho   o espírito santo, meu companheiro
David (paul) yonggi cho o espírito santo, meu companheiro
Iago Rodrigues
 

Semelhante a A. W. Tozer (20)

Teologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da ProsperidadeTeologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
Teologia da Fidelidade X Teologia da Prosperidade
 
ÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDF
ÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDFÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDF
ÍDOLOS DO CORAÇÃO - FITZPATRICK.PDF
 
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEYA EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
A EXPERIÊNCIA DE CHARLES FINNEY
 
A ExperiêNcia De Charles Finney
A ExperiêNcia De Charles FinneyA ExperiêNcia De Charles Finney
A ExperiêNcia De Charles Finney
 
A procura de deus
A procura de deusA procura de deus
A procura de deus
 
A BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODY
A BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODYA BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODY
A BIOGRAFIA DO EVANGELISTA MOODY
 
História de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medina
História de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medinaHistória de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medina
História de vida do pastor cláudio pelo neto leandro de moraes medina
 
Escravos da ignorância
Escravos da ignorânciaEscravos da ignorância
Escravos da ignorância
 
122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02
122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02
122 igrejasqueoram-c-140821153731-phpapp02
 
122 igrejas que oram-c. peter wagner
122   igrejas que oram-c. peter wagner122   igrejas que oram-c. peter wagner
122 igrejas que oram-c. peter wagner
 
Fome de Deus.docx
Fome de Deus.docxFome de Deus.docx
Fome de Deus.docx
 
Osho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdf
Osho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdfOsho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdf
Osho - Religiosidade é Diferente de Religião.pdf
 
1 t2017
1 t20171 t2017
1 t2017
 
Leonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamento
Leonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamentoLeonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamento
Leonard ravenhill-por-que-tarda-o-pleno-avivamento
 
Uma palavra aos jovens paul washer
Uma palavra aos jovens   paul washerUma palavra aos jovens   paul washer
Uma palavra aos jovens paul washer
 
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdfIntercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
 
Osho - A Divina Melodia.pdf
Osho - A Divina Melodia.pdfOsho - A Divina Melodia.pdf
Osho - A Divina Melodia.pdf
 
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdfIntercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
 
A razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyerA razde rejeiojoycemeyer
A razde rejeiojoycemeyer
 
David (paul) yonggi cho o espírito santo, meu companheiro
David (paul) yonggi cho   o espírito santo, meu companheiroDavid (paul) yonggi cho   o espírito santo, meu companheiro
David (paul) yonggi cho o espírito santo, meu companheiro
 

Mais de Jessé Lopes

Honrando minha Familia
Honrando minha FamiliaHonrando minha Familia
Honrando minha Familia
Jessé Lopes
 
Vencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiaresVencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiares
Jessé Lopes
 
John Wesley
John WesleyJohn Wesley
John Wesley
Jessé Lopes
 
D. L. moody
D. L. moodyD. L. moody
D. L. moody
Jessé Lopes
 
Billy Graham
Billy GrahamBilly Graham
Billy Graham
Jessé Lopes
 
O exemplo de Timóteo
O exemplo de TimóteoO exemplo de Timóteo
O exemplo de Timóteo
Jessé Lopes
 
Quem foi jezabel
Quem foi jezabelQuem foi jezabel
Quem foi jezabel
Jessé Lopes
 
Musica góspel x louvor
Musica góspel x louvorMusica góspel x louvor
Musica góspel x louvor
Jessé Lopes
 
Comunhão
ComunhãoComunhão
Comunhão
Jessé Lopes
 
Arrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacaoArrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacao
Jessé Lopes
 
A importância do discipulado
A importância do discipuladoA importância do discipulado
A importância do discipulado
Jessé Lopes
 
Salvação x Galardão
Salvação x GalardãoSalvação x Galardão
Salvação x Galardão
Jessé Lopes
 
Sacerdócio x Levitas
Sacerdócio x LevitasSacerdócio x Levitas
Sacerdócio x Levitas
Jessé Lopes
 
Quem foi Dorcas ?
Quem foi Dorcas ?Quem foi Dorcas ?
Quem foi Dorcas ?
Jessé Lopes
 
Princípios Doutrinários
Princípios DoutrináriosPrincípios Doutrinários
Princípios Doutrinários
Jessé Lopes
 
Fogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de DeusFogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de Deus
Jessé Lopes
 
FéFé
EBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIAEBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIA
Jessé Lopes
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
Jessé Lopes
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
Jessé Lopes
 

Mais de Jessé Lopes (20)

Honrando minha Familia
Honrando minha FamiliaHonrando minha Familia
Honrando minha Familia
 
Vencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiaresVencendo conflitos familiares
Vencendo conflitos familiares
 
John Wesley
John WesleyJohn Wesley
John Wesley
 
D. L. moody
D. L. moodyD. L. moody
D. L. moody
 
Billy Graham
Billy GrahamBilly Graham
Billy Graham
 
O exemplo de Timóteo
O exemplo de TimóteoO exemplo de Timóteo
O exemplo de Timóteo
 
Quem foi jezabel
Quem foi jezabelQuem foi jezabel
Quem foi jezabel
 
Musica góspel x louvor
Musica góspel x louvorMusica góspel x louvor
Musica góspel x louvor
 
Comunhão
ComunhãoComunhão
Comunhão
 
Arrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacaoArrependimento e fe para salvacao
Arrependimento e fe para salvacao
 
A importância do discipulado
A importância do discipuladoA importância do discipulado
A importância do discipulado
 
Salvação x Galardão
Salvação x GalardãoSalvação x Galardão
Salvação x Galardão
 
Sacerdócio x Levitas
Sacerdócio x LevitasSacerdócio x Levitas
Sacerdócio x Levitas
 
Quem foi Dorcas ?
Quem foi Dorcas ?Quem foi Dorcas ?
Quem foi Dorcas ?
 
Princípios Doutrinários
Princípios DoutrináriosPrincípios Doutrinários
Princípios Doutrinários
 
Fogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de DeusFogo estranho diante de Deus
Fogo estranho diante de Deus
 
FéFé
 
EBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIAEBD e sua IMPORTÂNCIA
EBD e sua IMPORTÂNCIA
 
Contemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na IgrejaContemporaneidade na Igreja
Contemporaneidade na Igreja
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 

Último

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 

Último (14)

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 

A. W. Tozer

  • 3. “Penso que minha filosofia seja esta: tudo está errado até que Deus endireite.”
  • 4. Esta afirmação do Dr. A. W. Tozer resume perfeitamente a sua crença e o que ele tentou realizar durante seus anos de ministério. Sua pregação e seus livros concentraram-se inteiramente em Deus. Ele não tinha tempo para mercenários religiosos que inventavam novas formas para promover suas mercadorias e subir nas estatísticas. Tozer marchou ao ritmo de uma batida diferente e, por esta razão, normalmente não acompanhava os passos de muitas das pessoas que participavam de desfiles religiosos.
  • 6. Aiden Wilson Tozer nasceu em Newburg (naquele tempo conhecida como La Jose), Pensilvânia, Estados Unidos, em 21 de abril de 1897. Em 1912, sua família deixou a fazenda e foi para Akron, Ohio; e, em 1915, ele se converteu a Cristo. No mesmo instante passou a levar uma vida fervorosa de devoção e testemunho pessoal. Em 1919, começou a pastorear a Alliance Church, em Nutter Fort, West Virginia. Também pastoreou igrejas em Morgantown, West Virginia; Toledo; Ohio; Indianapolis, Indiana; e, em 1928, foi para a Southside Alliance Church, em Chicago. Ali, ministrou até novembro de 1959, quando tornou-se pastor da Avenue Road Church, em Toronto, no Canadá. Um ataque cardíaco, em 12 de maio de 1963, pôs fim àquele ministério, e Tozer foi chamado para a Glória.
  • 7. Tozer alcançou um número maior de pessoas por intermédio de suas obras do que por suas pregações. Grande parte do que escreveu era refletido na pregação de pastores que alimentavam a alma com as palavras de Tozer. Em maio de 1950, foi nomeado editor de The Alliance Weekly, agora conhecida como The Alliance Witness, que provavelmente foi a única revista religiosa a ser adquirida graças, sobretudo, aos seus editoriais. Certa vez, o Dr. Tozer, em uma conferência na Evangelical Press Association (Associação da Imprensa Evangélica), censurou alguns editores que praticavam o que ele chamava de “jornalismo de supermercado” – duas colunas de propagandas e uma nota de material para leitura. Era um escritor exigente e tão duro consigo mesmo quanto com os outros.
  • 9. “Eu me recordo de um homem de Deus a quem foi perguntado: ‘O que é mais importante: ler a Palavra de Deus ou orar?’. Ele respondeu: ‘O que é mais importante para um pássaro, a asa da direita ou a da esquerda?”
  • 10. “Santos sem santidade são a tragédia do cristianismo” “É a incredulidade que impede nossa mente de voar para a cidade celestial e de andar pela fé com Deus nas ruas de ouro”
  • 11. “É impossível alguém se arrepender de fato sem ter uma profunda decepção consigo mesmo” “O diabo é melhor teólogo do que qualquer um de nós, mas continua sendo diabo”
  • 12. “Se o barro não se entregar totalmente, o oleiro nada pode fazer” “Há mais restauradora alegria em cinco minutos de adoração do que em cinco noites de folia”
  • 13. “Adoração é a jóia perdida da Igreja Evangélica” “Nunca ouça um homem que não ouve a Deus” “Um ídolo na mente é tão ofensivo a Deus quanto um ídolo na mão”
  • 14. “Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos. Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que posa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento”
  • 15. “A idéia de que Deus perdoará o rebelde que não desistiu de sua rebelião é contrária tanto à Escritura quanto ao bom senso” “Não somos diplomatas mas profetas, e nossa mensagem não é um acordo mas um ultimato”