SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
OBJETIVOS DAS LIÇÕES
• Compreender o propósito de Deus para a família.
• Identificar o casamento do ponto de vista bíblico.
“Família”:
(latim familia, -ae, os escravos e servidores que vivem
sob o mesmo teto, as pessoas de uma casa)
1. Conjunto de todos os parentes de uma pessoa, e,
principalmente, dos que moram com ela.
2. Conjunto formado pelos pais e pelos filhos.
3. Conjunto formado por duas pessoas ligadas pelo
casamento e pelos seus eventuais descendentes.
4. Conjunto de pessoas que têm um ancestral
comum.
5. Conjunto de pessoas que vivem na mesma casa.
Gênesis 8
18 Então saiu Noé, e com ele seus filhos, sua mulher e
as mulheres de seus filhos;
19 todo animal, todo réptil e toda ave, tudo o que se
move sobre a terra, segundo as suas famílias, saiu da
arca.
RELEMBRANDO...
Gênesis 2
21 Então o Senhor Deus fez
cair um sono pesado sobre o
homem, e este adormeceu;
tomou-lhe, então, uma das
costelas, e fechou a carne em
seu lugar;
22 e da costela que o senhor
Deus lhe tomara, formou a
mulher e a trouxe ao homem.
Gênesis 2
8 Então plantou o Senhor Deus um
jardim, da banda do oriente, no
Éden; e pôs ali o homem que tinha
formado.
9 E o Senhor Deus fez brotar da
terra toda qualidade de árvores
agradáveis à vista e boas para
comida, bem como a árvore da vida
no meio do jardim, e a árvore do
conhecimento do bem e do mal.
Gênesis 1
27 Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à
imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.
28 Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e
multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai
sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre
todos os animais que se arrastam sobre a terra.
Gênesis 3
1 Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do
campo, que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É
assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?
2 Respondeu a mulher à serpente: Do fruto das árvores do
jardim podemos comer, 3 mas do fruto da árvore que está no
meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele
tocareis, para que não morrais.
z
Gênesis 3
8 E, ouvindo a voz do Senhor Deus,
que passeava no jardim à tardinha,
esconderam-se o homem e sua
mulher da presença do Senhor
Deus, entre as árvores do jardim.
9 Mas chamou o Senhor Deus ao
homem, e perguntou-lhe: Onde
estás?
10 Respondeu-lhe o homem: Ouvi a
tua voz no jardim e tive medo,
porque estava nu; e escondi-me.
Gênesis 3
19 Do suor do teu rosto comerás o
teu pão, até que tornes à terra,
porque dela foste tomado;
porquanto és pó, e ao pó tornarás.
20 Chamou Adão à sua mulher
Eva, porque era a mãe de todos os
viventes.
Gênesis 28
8 vendo também Esaú que as
filhas de Canaã eram más aos
olhos de Isaque seu pai,
9 foi-se Esaú a Ismael e, além
das mulheres que já tinha,
tomou por mulher a
Maalate, filha de Ismael,
filho de Abraão, irmã de
Nebaiote.
Gênesis 30
1 Vendo Raquel que não dava filhos
a Jacó, teve inveja de sua irmã, e
disse a Jacó: Dá-me filhos, senão eu
morro.
2 Então se acendeu a ira de Jacó
contra Raquel; e disse: Porventura
estou eu no lugar de Deus que te
impediu o fruto do ventre?
Malaquias 2
14 Todavia perguntais: Por que?
Porque o Senhor tem sido
testemunha entre ti e a mulher
da tua mocidade, para com a
qual procedeste deslealmente
sendo ela a tua companheira e
a mulher da tua aliança.
Efésios 6
10 Finalmente, fortalecei-vos no
Senhor e na força do seu poder.
11 Revesti-vos de toda a armadura
de Deus, para poderdes
permanecer firmes contra as
ciladas do Diabo;
4 Honrado seja entre todos
o matrimônio e o leito sem
mácula; pois aos devassos
e adúlteros, Deus os
julgará.
Gênesis 24
58 Chamaram, pois, a Rebeca, e lhe
perguntaram: Irás tu com este homem;
Respondeu ela: Irei.
59 Então despediram a Rebeca, sua irmã, e à
sua ama e ao servo de Abraão e a seus
homens;
60 e abençoaram a Rebeca, e disseram-lhe:
Irmã nossa, sê tu a mãe de milhares de
miríades, e possua a tua descendência a
porta de seus aborrecedores!
Mateus 1
18 Ora, o nascimento de Jesus
Cristo foi assim: Estando
Maria, sua mãe, desposada
com José, antes de se
ajuntarem, ela se achou ter
concebido do Espírito Santo.
19 E como José, seu esposo,
era justo, e não a queria
infamar, intentou deixá-la
secretamente.
Gênesis 4
19 Lameque tomou para si
duas mulheres: o nome
duma era Ada, e o nome da
outra Zila.
20 E Ada deu à luz a Jabal;
este foi o pai dos que habitam
em tendas e possuem gado.
21 O nome do seu irmão era
Jubal; este foi o pai de todos
os que tocam harpa e flauta.
Mateus 19
3 Aproximaram-se de Jesus alguns
fariseus que o experimentavam,
dizendo: É lícito ao homem
repudiar sua mulher por qualquer
motivo?
4 Respondeu-lhe Jesus: Não tendes
lido que o Criador os fez desde o
princípio homem e mulher, separe
o homem.
5 e que ordenou: Por isso
deixará o homem pai e mãe,
e unir-se-á a sua mulher; e
serão os dois uma só carne?
6 Assim já não são mais dois,
mas um só carne. Portanto o
que Deus ajuntou, não o
separe o homem.
Vós, maridos, amai a
vossas mulheres, como
também Cristo amou a
igreja, e a si mesmo se
entregou por ela!
Ef 5:25
Vós, mulheres,
submetei-vos a
vossos maridos,
como ao Senhor!
Ef 5:22
IBE 512 SUL
BRASÍLIA-DF
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.Seduc MT
 
Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.Josias Alixandre
 
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelPrincípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelEid Marques
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosVilmar Nascimento
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidomarckmel
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalPr Ismael Carvalho
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deusMax Pereira
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoMoisés Sampaio
 
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01Autonoma
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalÉder Tomé
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptMinisterio de Casais Amovc
 
Palestra família
Palestra famíliaPalestra família
Palestra famíliapmgv5
 
Casais Inteligentes envelhecem Juntos
Casais Inteligentes envelhecem Juntos Casais Inteligentes envelhecem Juntos
Casais Inteligentes envelhecem Juntos Ev,Israel Leandro
 

Mais procurados (20)

Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.Pais  x filhos. educação sábia para os dias atuais.
Pais x filhos. educação sábia para os dias atuais.
 
Relacionamento Conjugal
Relacionamento ConjugalRelacionamento Conjugal
Relacionamento Conjugal
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
 
Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015Palestra seminario de casais 2015
Palestra seminario de casais 2015
 
Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.Familia, criação de deus.
Familia, criação de deus.
 
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família SaudávelPrincípios Para Edificar Uma Família Saudável
Princípios Para Edificar Uma Família Saudável
 
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhosFortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
Fortalecendo o relacionamento entre pais e filhos
 
Conflitos na família
Conflitos na famíliaConflitos na família
Conflitos na família
 
As 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma famíliaAs 12 colunas que sustentam uma família
As 12 colunas que sustentam uma família
 
Sete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedidoSete chaves para um casamento bem sucedido
Sete chaves para um casamento bem sucedido
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Melhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugalMelhorando o relacionamento conjugal
Melhorando o relacionamento conjugal
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deus
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp0155647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
55647979 casadosparasempre-100603144245-phpapp01
 
Pais educadores, filhos vencedores!
Pais educadores, filhos vencedores!Pais educadores, filhos vencedores!
Pais educadores, filhos vencedores!
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
 
Decisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento pptDecisões importantes para o seu casamento ppt
Decisões importantes para o seu casamento ppt
 
Palestra família
Palestra famíliaPalestra família
Palestra família
 
Casais Inteligentes envelhecem Juntos
Casais Inteligentes envelhecem Juntos Casais Inteligentes envelhecem Juntos
Casais Inteligentes envelhecem Juntos
 

Semelhante a Família, um projeto de Deus (JIN).ppt

001 lendo biblia sagrada em 1 ano - 01-01-2015
001  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 01-01-2015001  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 01-01-2015
001 lendo biblia sagrada em 1 ano - 01-01-2015Rachel V.
 
002 lendo biblia sagrada em 1 ano - 02-01-2015
002  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 02-01-2015002  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 02-01-2015
002 lendo biblia sagrada em 1 ano - 02-01-2015Rachel V.
 
Visão do Principio da História da Providência da Salvação
Visão do Principio da História da Providência da SalvaçãoVisão do Principio da História da Providência da Salvação
Visão do Principio da História da Providência da SalvaçãoChristian Lepelletier
 
Biblia sagrada joao ferreira de almeida
Biblia sagrada   joao ferreira de almeidaBiblia sagrada   joao ferreira de almeida
Biblia sagrada joao ferreira de almeidazeusmorfeu
 
Biblia
BibliaBiblia
BibliaJNR
 
BIBLIA SAGRADA
BIBLIA SAGRADABIBLIA SAGRADA
BIBLIA SAGRADAbaladajc
 
Velho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza Oliveira
Velho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza OliveiraVelho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza Oliveira
Velho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza OliveiraGesiel Oliveira
 
Biblia sagrada
Biblia sagradaBiblia sagrada
Biblia sagradawmarles
 
Bíblia sagrada (port br)
Bíblia sagrada (port br)Bíblia sagrada (port br)
Bíblia sagrada (port br)Ryvald Rafael
 
Bíblia sagrada - versão almeida revista e corrigida
Bíblia sagrada -  versão almeida revista e corrigidaBíblia sagrada -  versão almeida revista e corrigida
Bíblia sagrada - versão almeida revista e corrigidaCláudio Ferreira
 
Biblia sagrada velho testamento
Biblia sagrada velho testamentoBiblia sagrada velho testamento
Biblia sagrada velho testamentoGAVOLUNTARIA
 
Livro bíblia sagrada
Livro   bíblia sagradaLivro   bíblia sagrada
Livro bíblia sagradaSesaruKosuto
 

Semelhante a Família, um projeto de Deus (JIN).ppt (20)

001 lendo biblia sagrada em 1 ano - 01-01-2015
001  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 01-01-2015001  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 01-01-2015
001 lendo biblia sagrada em 1 ano - 01-01-2015
 
002 lendo biblia sagrada em 1 ano - 02-01-2015
002  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 02-01-2015002  lendo biblia sagrada em 1 ano  - 02-01-2015
002 lendo biblia sagrada em 1 ano - 02-01-2015
 
Visão do Principio da História da Providência da Salvação
Visão do Principio da História da Providência da SalvaçãoVisão do Principio da História da Providência da Salvação
Visão do Principio da História da Providência da Salvação
 
Bíblia Católica CNBB
Bíblia Católica CNBBBíblia Católica CNBB
Bíblia Católica CNBB
 
BIBLIA CNBB
BIBLIA CNBBBIBLIA CNBB
BIBLIA CNBB
 
Biblia CNBB -OFICIAL -
Biblia CNBB -OFICIAL -Biblia CNBB -OFICIAL -
Biblia CNBB -OFICIAL -
 
Biblia sagrada joao ferreira de almeida
Biblia sagrada   joao ferreira de almeidaBiblia sagrada   joao ferreira de almeida
Biblia sagrada joao ferreira de almeida
 
Biblia
BibliaBiblia
Biblia
 
BIBLIA SAGRADA
BIBLIA SAGRADABIBLIA SAGRADA
BIBLIA SAGRADA
 
Biblia
BibliaBiblia
Biblia
 
Biblia
BibliaBiblia
Biblia
 
Velho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza Oliveira
Velho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza OliveiraVelho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza Oliveira
Velho Testamento completo em .txt - por Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
Biblia sagrada
Biblia sagradaBiblia sagrada
Biblia sagrada
 
Bíblia sagrada (port br)
Bíblia sagrada (port br)Bíblia sagrada (port br)
Bíblia sagrada (port br)
 
Bíblia sagrada - versão almeida revista e corrigida
Bíblia sagrada -  versão almeida revista e corrigidaBíblia sagrada -  versão almeida revista e corrigida
Bíblia sagrada - versão almeida revista e corrigida
 
Biblia sagrada velho testamento
Biblia sagrada velho testamentoBiblia sagrada velho testamento
Biblia sagrada velho testamento
 
A Bíblia em PDF
A Bíblia em PDFA Bíblia em PDF
A Bíblia em PDF
 
Livro bíblia sagrada
Livro   bíblia sagradaLivro   bíblia sagrada
Livro bíblia sagrada
 
A torah
A torahA torah
A torah
 
A torah
A torahA torah
A torah
 

Mais de Jeronimo Nunes

licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptxlicao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptxJeronimo Nunes
 
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptxLicao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptxJeronimo Nunes
 
O nascimento de jesus ibe 512 irmão jin
O nascimento de jesus ibe 512 irmão jinO nascimento de jesus ibe 512 irmão jin
O nascimento de jesus ibe 512 irmão jinJeronimo Nunes
 
Escatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan finalEscatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan finalJeronimo Nunes
 
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10   o líder diante da chegada da morte jinLição 10   o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jinJeronimo Nunes
 
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jinAula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jinJeronimo Nunes
 
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jinApostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jinJeronimo Nunes
 
A ressurreição de jesus irmão jin ibe
A ressurreição de jesus   irmão jin ibeA ressurreição de jesus   irmão jin ibe
A ressurreição de jesus irmão jin ibeJeronimo Nunes
 
A morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JINA morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JINJeronimo Nunes
 
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin finalJeronimo Nunes
 
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principlesManual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principlesJeronimo Nunes
 
Dicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicosDicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicosJeronimo Nunes
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jinO exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jinJeronimo Nunes
 
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin finalIbe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin finalJeronimo Nunes
 
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)Jeronimo Nunes
 
O sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a DeusO sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a DeusJeronimo Nunes
 
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JINCAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JINJeronimo Nunes
 
Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)Jeronimo Nunes
 
Os milagres de Eliseu (JIN)
Os milagres de  Eliseu (JIN)Os milagres de  Eliseu (JIN)
Os milagres de Eliseu (JIN)Jeronimo Nunes
 

Mais de Jeronimo Nunes (20)

licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptxlicao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
 
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptxLicao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
 
Do you speak global
Do you speak globalDo you speak global
Do you speak global
 
O nascimento de jesus ibe 512 irmão jin
O nascimento de jesus ibe 512 irmão jinO nascimento de jesus ibe 512 irmão jin
O nascimento de jesus ibe 512 irmão jin
 
Escatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan finalEscatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan final
 
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10   o líder diante da chegada da morte jinLição 10   o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jin
 
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jinAula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
 
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jinApostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jin
 
A ressurreição de jesus irmão jin ibe
A ressurreição de jesus   irmão jin ibeA ressurreição de jesus   irmão jin ibe
A ressurreição de jesus irmão jin ibe
 
A morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JINA morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JIN
 
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
 
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principlesManual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
 
Dicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicosDicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicos
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jinO exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
 
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin finalIbe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
 
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
 
O sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a DeusO sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a Deus
 
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JINCAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
 
Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)
 
Os milagres de Eliseu (JIN)
Os milagres de  Eliseu (JIN)Os milagres de  Eliseu (JIN)
Os milagres de Eliseu (JIN)
 

Último

04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 

Último (20)

04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 

Família, um projeto de Deus (JIN).ppt

  • 1.
  • 2.
  • 3. OBJETIVOS DAS LIÇÕES • Compreender o propósito de Deus para a família. • Identificar o casamento do ponto de vista bíblico.
  • 4.
  • 5. “Família”: (latim familia, -ae, os escravos e servidores que vivem sob o mesmo teto, as pessoas de uma casa) 1. Conjunto de todos os parentes de uma pessoa, e, principalmente, dos que moram com ela. 2. Conjunto formado pelos pais e pelos filhos. 3. Conjunto formado por duas pessoas ligadas pelo casamento e pelos seus eventuais descendentes. 4. Conjunto de pessoas que têm um ancestral comum. 5. Conjunto de pessoas que vivem na mesma casa.
  • 6. Gênesis 8 18 Então saiu Noé, e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos; 19 todo animal, todo réptil e toda ave, tudo o que se move sobre a terra, segundo as suas famílias, saiu da arca. RELEMBRANDO...
  • 7.
  • 8.
  • 9. Gênesis 2 21 Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; 22 e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem.
  • 10. Gênesis 2 8 Então plantou o Senhor Deus um jardim, da banda do oriente, no Éden; e pôs ali o homem que tinha formado. 9 E o Senhor Deus fez brotar da terra toda qualidade de árvores agradáveis à vista e boas para comida, bem como a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal.
  • 11. Gênesis 1 27 Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. 28 Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra.
  • 12. Gênesis 3 1 Ora, a serpente era o mais astuto de todos os animais do campo, que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? 2 Respondeu a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, 3 mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais. z
  • 13. Gênesis 3 8 E, ouvindo a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim à tardinha, esconderam-se o homem e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. 9 Mas chamou o Senhor Deus ao homem, e perguntou-lhe: Onde estás? 10 Respondeu-lhe o homem: Ouvi a tua voz no jardim e tive medo, porque estava nu; e escondi-me.
  • 14. Gênesis 3 19 Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás. 20 Chamou Adão à sua mulher Eva, porque era a mãe de todos os viventes.
  • 15. Gênesis 28 8 vendo também Esaú que as filhas de Canaã eram más aos olhos de Isaque seu pai, 9 foi-se Esaú a Ismael e, além das mulheres que já tinha, tomou por mulher a Maalate, filha de Ismael, filho de Abraão, irmã de Nebaiote. Gênesis 30 1 Vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e disse a Jacó: Dá-me filhos, senão eu morro. 2 Então se acendeu a ira de Jacó contra Raquel; e disse: Porventura estou eu no lugar de Deus que te impediu o fruto do ventre?
  • 16.
  • 17.
  • 18. Malaquias 2 14 Todavia perguntais: Por que? Porque o Senhor tem sido testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, para com a qual procedeste deslealmente sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança.
  • 19.
  • 20.
  • 21. Efésios 6 10 Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. 11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo;
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30. 4 Honrado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará.
  • 31. Gênesis 24 58 Chamaram, pois, a Rebeca, e lhe perguntaram: Irás tu com este homem; Respondeu ela: Irei. 59 Então despediram a Rebeca, sua irmã, e à sua ama e ao servo de Abraão e a seus homens; 60 e abençoaram a Rebeca, e disseram-lhe: Irmã nossa, sê tu a mãe de milhares de miríades, e possua a tua descendência a porta de seus aborrecedores!
  • 32. Mateus 1 18 Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, ela se achou ter concebido do Espírito Santo. 19 E como José, seu esposo, era justo, e não a queria infamar, intentou deixá-la secretamente.
  • 33. Gênesis 4 19 Lameque tomou para si duas mulheres: o nome duma era Ada, e o nome da outra Zila. 20 E Ada deu à luz a Jabal; este foi o pai dos que habitam em tendas e possuem gado. 21 O nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e flauta.
  • 34.
  • 35. Mateus 19 3 Aproximaram-se de Jesus alguns fariseus que o experimentavam, dizendo: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo? 4 Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher, separe o homem. 5 e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne? 6 Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40. Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela! Ef 5:25
  • 41. Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor! Ef 5:22
  • 42.
  • 43.