SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJEÇÕES   CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS As projeções cartográficas são formas ou técnicas de representar a superfície terrestre em mapas.  Diz respeito às técnicas de representação da superfície “arredondada” da Terra no Plano Cartográfico (3D  p/ 2D) Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre, uma vez, que a forma esférica da Terra é desenhada sobre uma superfície plana, assim: TODO MAPA POSSUI DISTORÇÕES DE DIREÇÃO, ÁREA  OU FORMA!
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada   Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em:  CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS  Projeção Cilíndrica  - o mapa é construído imaginando-o desenhado num cilindro tangente ou secante à superfície da Terra, que é depois desenrolado.
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada   Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em:  CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS  Projeção Plana ou Azimutal  - o mapa é construído imaginando-o situado num plano tangente ou secante a um ponto na superfície da Terra. Ex. Projeção Esterográfica Polar.
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada   Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em:  CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS  Projeção Cônica  - o mapa é construído imaginando-o desenhado num cone que envolve a esfera terrestre, que é em seguida desenrolado.
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada   Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em:  CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Grau de Deformação da Superfície Quanto ao grau de deformação das superfícies representadas, são classificadas em: [1] CONFORMES ou isogonais, [2] EQUIVALENTES ou isométricas e [3] EQÜIDISTANTES. 1- Projeções Conformes  –  - Preserva os ângulos.  - Paralelos e os meridianos se cruzam em ângulos retos  - Distorce-se a  forma  dos objetos no mapa
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS ,[object Object],[object Object],[object Object],Peters, cilíndrico equivalente
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Comparação: Conforme  /  Equivalente Proporção no mapa Mercator Proporção no mapa Mollweide
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ONU
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Combinando: Eqüidistante e Equivalente
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Projeções Afiláticas  –  - não possui nenhuma das propriedades anteriores. -  equivalência, conformidade e eqüidistância variam
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Projeções Afiláticas  –  - não possui nenhuma das propriedades anteriores. -  equivalência, conformidade e eqüidistância variam
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 2) No traçado de certos mapas geográficos, faz-se necessário representa a Terra - que é aproximadamente esférica - como uma região plana, o que é feito por intermédio de projeções. Com relação a essas projeções, julgue os itens abaixo [V/F]. (  ) O objetivo na projeção que originou o mapa da figura I é destacar a distribuição global dos continentes, omitindo-se parte de alguns oceanos e procurando diminuir as distorções das formas e das distâncias. (  ) Há projeções que eliminam distorções que ocorreriam se a transposição de paralelos e meridianos fosse feita diretamente para uma superfície plana. (  ) Alterações na área ou na forma dos países podem ser objeto de manipulações cartográficas com fins diferentes, inclusive o ideológico.
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 3) Considerando a idéia de que os mapas são concebidos como instrumentos utilizados para representar o planeta Terra, é correto afirmar que a) os mapas do século XII, feitos pelos europeus, já representavam a Cordilheira dos Andes. b) o primeiro mapa a considerar a Terra redonda foi feito por Ptolomeu. c) o mapa-múndi feito por Mercator privilegia a representação do continente europeu por exagerar sua extensão territorial. d) a última porção do território mundial a ser representada pelos cartógrafos europeus foi a da África.
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 4)  "Olhar os mapas pode ser esclarecedor. Olhar para eles de ângulos novos pode ser ainda mais esclarecedor."( The Economist, 14.01.95. APUD Magnoli, 1993). Considerando a afirmação anterior, analise o emblema oficial da ONU, que utiliza um mapa com projeção azimutal eqüidistante, e indique a alternativa que explica a representação do mundo expressa no emblema a) A centralização do Pólo Sul reunindo os continentes em torno dele. b) A Europa no centro, com os outros continentes em torno dela. c) O Pólo Norte ao centro e as terras do Hemisfério Sul ao longe, distorcidas. d) Os continentes reunidos, simbolizando a unidade. e) Um aglomerado aleatório dos continentes, a partir da centralização da América.
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 5) Com relação ao mapa a seguir a) o erro está no fato dele ser apresentado de modo invertido, pois a Antártida está colocada ao norte, e a Europa e Ásia, ao sul da Terra, fato que invalida a Projeção de Peters. b) nenhum dado está correto, pois, com a Projeção de Peters, a Europa aparece proporcionalmente menor do que realmente é em relação aos demais continentes. c) a forma do traçado dos continentes está mantida, mas o erro está no fato do mapa ser apresentado de modo invertido, resultado da Projeção de Peters. d) a proporção entre as áreas dos continentes corresponde à da realidade, apesar de comprometer as suas formas, resultado da Projeção de Peters
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 6) Observe os planisférios, construídos a partir de projeções diferentes. A partir da análise e da interpretação dos planisférios, todas as alternativas estão corretas, EXCETO a) A representação correspondente ao Planisfério 1 expressa as reais proporções entre os diferentes continentes que compõem a superfície terrestre. b) A representação correspondente ao Planisfério 2 mostra deformações de áreas que são tanto maiores quanto mais elevadas as latitudes. c) A representação correspondente ao Planisfério 1 possibilita a percepção correta do contorno das massas continentais, principalmente nas regiões e entre os trópicos. d) A representação correspondente ao Planisfério 2 é utilizada intensamente, na navegação aérea e marítima, pela viabilidade de se traçarem nela, com precisão, os rumos de uma rota. e) A cartografia das áreas situadas nas latitudes superiores a 80°N e S é inviável, nas duas representações, devido ao excesso de deformação decorrente do processo de projeção.
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 7) Existem diferentes formas de representação plana da superfície da Terra (planisfério). Os planisférios de Mercator e de Peters são atualmente os mais utilizados. Apesar de usarem projeções, respectivamente, conforme e equivalente, ambas utilizam como base da projeção o modelo:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
Izabela Martelozzo Pegorer
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
João José Ferreira Tojal
 
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
terceiromotivo2012
 
Geografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficasGeografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficas
Professor Renato Mascarenhas
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
Isabel Costa
 
Projeções Cartográficas
Projeções CartográficasProjeções Cartográficas
Projeções Cartográficas
cleiton denez
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
José Nascimento
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
Marcia Silva
 
Projeções Cartográficas
Projeções CartográficasProjeções Cartográficas
Projeções Cartográficas
Eduardo Mendes
 
Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1
Osmar Ansbach
 
Revisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º anoRevisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º ano
eunamahcado
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
Abner de Paula
 
Cartografia 1° Ano
Cartografia 1° AnoCartografia 1° Ano
Cartografia 1° Ano
Débora Sales
 
Topografia representação do relevo notas de aula
Topografia representação do relevo notas de aulaTopografia representação do relevo notas de aula
Topografia representação do relevo notas de aula
Henrique Prado
 
Cartografia.
Cartografia.Cartografia.
Cartografia.
Camila Brito
 
Power point - Caso II
Power point - Caso IIPower point - Caso II
Power point - Caso II
blogfundamentalsv
 
Escala e Projecao - cartografia
Escala e Projecao - cartografiaEscala e Projecao - cartografia
Escala e Projecao - cartografia
Jones Fagundes
 
Cartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficas
Cartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficasCartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficas
Cartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficas
Silmara Vedoveli
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
Renata Rodrigues
 

Mais procurados (19)

Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
Projeções cartográficas ( terceiro ano e pré)
 
Geografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficasGeografia projecoes cartograficas
Geografia projecoes cartograficas
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
 
Projeções Cartográficas
Projeções CartográficasProjeções Cartográficas
Projeções Cartográficas
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
 
Projeções Cartográficas
Projeções CartográficasProjeções Cartográficas
Projeções Cartográficas
 
Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1
 
Revisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º anoRevisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º ano
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Cartografia 1° Ano
Cartografia 1° AnoCartografia 1° Ano
Cartografia 1° Ano
 
Topografia representação do relevo notas de aula
Topografia representação do relevo notas de aulaTopografia representação do relevo notas de aula
Topografia representação do relevo notas de aula
 
Cartografia.
Cartografia.Cartografia.
Cartografia.
 
Power point - Caso II
Power point - Caso IIPower point - Caso II
Power point - Caso II
 
Escala e Projecao - cartografia
Escala e Projecao - cartografiaEscala e Projecao - cartografia
Escala e Projecao - cartografia
 
Cartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficas
Cartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficasCartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficas
Cartografia: Elementos básicos de cartografia e projeções cartográficas
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
 

Destaque

Formas de representação da Terra
Formas de representação da TerraFormas de representação da Terra
Formas de representação da Terra
Diabzie
 
trabalho de Geografia
trabalho de Geografiatrabalho de Geografia
trabalho de Geografia
AnaTajes
 
O mundo atual formas cartográficas de representação
O mundo atual   formas cartográficas de representaçãoO mundo atual   formas cartográficas de representação
O mundo atual formas cartográficas de representação
Professor
 
História dos mapas
História dos mapasHistória dos mapas
História dos mapas
André Luiz Marques
 
Formas de representação da terra
Formas de representação da terraFormas de representação da terra
Formas de representação da terra
7F
 
Escalas
EscalasEscalas
Formas de representação da superfície terrestre
Formas de representação da superfície terrestreFormas de representação da superfície terrestre
Formas de representação da superfície terrestre
Paula Tomaz
 

Destaque (7)

Formas de representação da Terra
Formas de representação da TerraFormas de representação da Terra
Formas de representação da Terra
 
trabalho de Geografia
trabalho de Geografiatrabalho de Geografia
trabalho de Geografia
 
O mundo atual formas cartográficas de representação
O mundo atual   formas cartográficas de representaçãoO mundo atual   formas cartográficas de representação
O mundo atual formas cartográficas de representação
 
História dos mapas
História dos mapasHistória dos mapas
História dos mapas
 
Formas de representação da terra
Formas de representação da terraFormas de representação da terra
Formas de representação da terra
 
Escalas
EscalasEscalas
Escalas
 
Formas de representação da superfície terrestre
Formas de representação da superfície terrestreFormas de representação da superfície terrestre
Formas de representação da superfície terrestre
 

Semelhante a Projecoes cartograficas

Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02
Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02
Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02
Moisés Santos
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
joao paulo
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
joao paulo
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
Colégio Nova Geração COC
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
alfredo1ssa
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
alfredo1ssa
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
Thiago Oliveira
 
Projeções2012
Projeções2012Projeções2012
Projeções2012
alfredo1ssa
 
Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO
Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO
Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO
ProfMario De Mori
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
Prof.Marcio LHP
 
Cartografia Básica
Cartografia Básica Cartografia Básica
Cartografia Básica
Camila Brito
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
Prof.Marcio LHP
 
Simualdo aula cartografia
Simualdo aula cartografiaSimualdo aula cartografia
Simualdo aula cartografia
Everton Pessoa
 
Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)
Luciane tonete
 
Projeções Cartográficas.pptx
Projeções Cartográficas.pptxProjeções Cartográficas.pptx
Projeções Cartográficas.pptx
Zero386533
 
ProjeçõEs CartográFicas Jheniffer Amanda Maria Paula
ProjeçõEs CartográFicas   Jheniffer Amanda  Maria PaulaProjeçõEs CartográFicas   Jheniffer Amanda  Maria Paula
ProjeçõEs CartográFicas Jheniffer Amanda Maria Paula
valdeniDinamizador
 
02 cartografia geral
02 cartografia geral02 cartografia geral
02 cartografia geral
Margarete Maio
 
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICASPROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
Conceição Fontolan
 
Cartografia
CartografiaCartografia
6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)
Alexandre Alves
 

Semelhante a Projecoes cartograficas (20)

Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02
Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02
Projecoes cartograficas-100418111207-phpapp02
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
 
ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010ProjeçõEs2010
ProjeçõEs2010
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Projeções2012
Projeções2012Projeções2012
Projeções2012
 
Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO
Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO
Cartografia e Ideologias INTESIVÃO PENTÁGONO
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Cartografia Básica
Cartografia Básica Cartografia Básica
Cartografia Básica
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Simualdo aula cartografia
Simualdo aula cartografiaSimualdo aula cartografia
Simualdo aula cartografia
 
Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)Proj cartograficas (2)
Proj cartograficas (2)
 
Projeções Cartográficas.pptx
Projeções Cartográficas.pptxProjeções Cartográficas.pptx
Projeções Cartográficas.pptx
 
ProjeçõEs CartográFicas Jheniffer Amanda Maria Paula
ProjeçõEs CartográFicas   Jheniffer Amanda  Maria PaulaProjeçõEs CartográFicas   Jheniffer Amanda  Maria Paula
ProjeçõEs CartográFicas Jheniffer Amanda Maria Paula
 
02 cartografia geral
02 cartografia geral02 cartografia geral
02 cartografia geral
 
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICASPROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)6º ano (caps. 4 e 5)
6º ano (caps. 4 e 5)
 

Mais de André Luiz Marques

A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença MantidaA Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
André Luiz Marques
 
Impacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutosImpacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutos
André Luiz Marques
 
A geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-DilúvioA geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-Dilúvio
André Luiz Marques
 
Pela graca sois salvos
Pela graca sois salvosPela graca sois salvos
Pela graca sois salvos
André Luiz Marques
 
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiroQuem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
André Luiz Marques
 
Minerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - EspecialidadeMinerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - Especialidade
André Luiz Marques
 
A Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-DiluvioA Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-Diluvio
André Luiz Marques
 
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhasA precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
André Luiz Marques
 
Jesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35minJesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35min
André Luiz Marques
 
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntasCriacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
André Luiz Marques
 
Minerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidadeMinerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidade
André Luiz Marques
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço
André Luiz Marques
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
André Luiz Marques
 
Universo Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20minUniverso Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20min
André Luiz Marques
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
André Luiz Marques
 
Concurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacionalConcurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacional
André Luiz Marques
 
Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?
André Luiz Marques
 
Impacto Profundo
Impacto ProfundoImpacto Profundo
Impacto Profundo
André Luiz Marques
 
Selo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da bestaSelo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da besta
André Luiz Marques
 
A Arca de Noé e o Dilúvio
A Arca de Noé e o DilúvioA Arca de Noé e o Dilúvio
A Arca de Noé e o Dilúvio
André Luiz Marques
 

Mais de André Luiz Marques (20)

A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença MantidaA Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
A Profecia das 2300 Tardes e Manhãs e a Crença Mantida
 
Impacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutosImpacto profundo 30_minutos
Impacto profundo 30_minutos
 
A geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-DilúvioA geografia pré e pós-Dilúvio
A geografia pré e pós-Dilúvio
 
Pela graca sois salvos
Pela graca sois salvosPela graca sois salvos
Pela graca sois salvos
 
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiroQuem sou eu - a formação do povo brasileiro
Quem sou eu - a formação do povo brasileiro
 
Minerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - EspecialidadeMinerais e Rochas - Especialidade
Minerais e Rochas - Especialidade
 
A Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-DiluvioA Geografia pré e pós-Diluvio
A Geografia pré e pós-Diluvio
 
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhasA precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
A precisao da profecia das 2300 tardes e manhas
 
Jesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35minJesus, da Criação à Restauração_35min
Jesus, da Criação à Restauração_35min
 
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntasCriacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
Criacionismo - Fé e Razão caminhando juntas
 
Minerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidadeMinerais e Rochas - especialidade
Minerais e Rochas - especialidade
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço Panspermia: jogando o problema ao espaço
Panspermia: jogando o problema ao espaço
 
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
Panspermia: jogando o problema ao espaço (versão_20min)
 
Universo Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20minUniverso Criado - versao curta 20min
Universo Criado - versao curta 20min
 
Os movimentos da terra
Os movimentos da terraOs movimentos da terra
Os movimentos da terra
 
Concurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacionalConcurso de literatura denominacional
Concurso de literatura denominacional
 
Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?Qual o Tamanho de Deus?
Qual o Tamanho de Deus?
 
Impacto Profundo
Impacto ProfundoImpacto Profundo
Impacto Profundo
 
Selo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da bestaSelo de Deus e a marca da besta
Selo de Deus e a marca da besta
 
A Arca de Noé e o Dilúvio
A Arca de Noé e o DilúvioA Arca de Noé e o Dilúvio
A Arca de Noé e o Dilúvio
 

Último

Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
ILDISONRAFAELBARBOSA
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 

Último (20)

Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 

Projecoes cartograficas

  • 1. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
  • 2. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS As projeções cartográficas são formas ou técnicas de representar a superfície terrestre em mapas. Diz respeito às técnicas de representação da superfície “arredondada” da Terra no Plano Cartográfico (3D p/ 2D) Todos os mapas são representações aproximadas da superfície terrestre, uma vez, que a forma esférica da Terra é desenhada sobre uma superfície plana, assim: TODO MAPA POSSUI DISTORÇÕES DE DIREÇÃO, ÁREA OU FORMA!
  • 3. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em: CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS Projeção Cilíndrica - o mapa é construído imaginando-o desenhado num cilindro tangente ou secante à superfície da Terra, que é depois desenrolado.
  • 4. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em: CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS Projeção Plana ou Azimutal - o mapa é construído imaginando-o situado num plano tangente ou secante a um ponto na superfície da Terra. Ex. Projeção Esterográfica Polar.
  • 5. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em: CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS Projeção Cônica - o mapa é construído imaginando-o desenhado num cone que envolve a esfera terrestre, que é em seguida desenrolado.
  • 6. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Tipo de Superfície Adotada Quanto ao tipo de superfície adotada, são classificadas em: CILÍNDRICAS, PLANAS OU AZIMUTAIS E CÔNICAS
  • 7. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Grau de Deformação da Superfície Quanto ao grau de deformação das superfícies representadas, são classificadas em: [1] CONFORMES ou isogonais, [2] EQUIVALENTES ou isométricas e [3] EQÜIDISTANTES. 1- Projeções Conformes – - Preserva os ângulos. - Paralelos e os meridianos se cruzam em ângulos retos - Distorce-se a forma dos objetos no mapa
  • 8.
  • 9. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Comparação: Conforme / Equivalente Proporção no mapa Mercator Proporção no mapa Mollweide
  • 10.
  • 11. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Combinando: Eqüidistante e Equivalente
  • 12. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Projeções Afiláticas – - não possui nenhuma das propriedades anteriores. - equivalência, conformidade e eqüidistância variam
  • 13. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS Projeções Afiláticas – - não possui nenhuma das propriedades anteriores. - equivalência, conformidade e eqüidistância variam
  • 14.
  • 15. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 2) No traçado de certos mapas geográficos, faz-se necessário representa a Terra - que é aproximadamente esférica - como uma região plana, o que é feito por intermédio de projeções. Com relação a essas projeções, julgue os itens abaixo [V/F]. ( ) O objetivo na projeção que originou o mapa da figura I é destacar a distribuição global dos continentes, omitindo-se parte de alguns oceanos e procurando diminuir as distorções das formas e das distâncias. ( ) Há projeções que eliminam distorções que ocorreriam se a transposição de paralelos e meridianos fosse feita diretamente para uma superfície plana. ( ) Alterações na área ou na forma dos países podem ser objeto de manipulações cartográficas com fins diferentes, inclusive o ideológico.
  • 16. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 3) Considerando a idéia de que os mapas são concebidos como instrumentos utilizados para representar o planeta Terra, é correto afirmar que a) os mapas do século XII, feitos pelos europeus, já representavam a Cordilheira dos Andes. b) o primeiro mapa a considerar a Terra redonda foi feito por Ptolomeu. c) o mapa-múndi feito por Mercator privilegia a representação do continente europeu por exagerar sua extensão territorial. d) a última porção do território mundial a ser representada pelos cartógrafos europeus foi a da África.
  • 17. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 4) "Olhar os mapas pode ser esclarecedor. Olhar para eles de ângulos novos pode ser ainda mais esclarecedor."( The Economist, 14.01.95. APUD Magnoli, 1993). Considerando a afirmação anterior, analise o emblema oficial da ONU, que utiliza um mapa com projeção azimutal eqüidistante, e indique a alternativa que explica a representação do mundo expressa no emblema a) A centralização do Pólo Sul reunindo os continentes em torno dele. b) A Europa no centro, com os outros continentes em torno dela. c) O Pólo Norte ao centro e as terras do Hemisfério Sul ao longe, distorcidas. d) Os continentes reunidos, simbolizando a unidade. e) Um aglomerado aleatório dos continentes, a partir da centralização da América.
  • 18. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 5) Com relação ao mapa a seguir a) o erro está no fato dele ser apresentado de modo invertido, pois a Antártida está colocada ao norte, e a Europa e Ásia, ao sul da Terra, fato que invalida a Projeção de Peters. b) nenhum dado está correto, pois, com a Projeção de Peters, a Europa aparece proporcionalmente menor do que realmente é em relação aos demais continentes. c) a forma do traçado dos continentes está mantida, mas o erro está no fato do mapa ser apresentado de modo invertido, resultado da Projeção de Peters. d) a proporção entre as áreas dos continentes corresponde à da realidade, apesar de comprometer as suas formas, resultado da Projeção de Peters
  • 19. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 6) Observe os planisférios, construídos a partir de projeções diferentes. A partir da análise e da interpretação dos planisférios, todas as alternativas estão corretas, EXCETO a) A representação correspondente ao Planisfério 1 expressa as reais proporções entre os diferentes continentes que compõem a superfície terrestre. b) A representação correspondente ao Planisfério 2 mostra deformações de áreas que são tanto maiores quanto mais elevadas as latitudes. c) A representação correspondente ao Planisfério 1 possibilita a percepção correta do contorno das massas continentais, principalmente nas regiões e entre os trópicos. d) A representação correspondente ao Planisfério 2 é utilizada intensamente, na navegação aérea e marítima, pela viabilidade de se traçarem nela, com precisão, os rumos de uma rota. e) A cartografia das áreas situadas nas latitudes superiores a 80°N e S é inviável, nas duas representações, devido ao excesso de deformação decorrente do processo de projeção.
  • 20. PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS 7) Existem diferentes formas de representação plana da superfície da Terra (planisfério). Os planisférios de Mercator e de Peters são atualmente os mais utilizados. Apesar de usarem projeções, respectivamente, conforme e equivalente, ambas utilizam como base da projeção o modelo: