SlideShare uma empresa Scribd logo
1894-1930




            prof.:Pérysson Nogueira
1.    Prudente de Moraes (1894-                    Hermes da
                                                    6.
          1898) Presidência                   Fonseca (1910-1914),
      Campos Sales (1898-
     2.                                7.    Venceslau Brás (1914-
            1902),                                   1918),
 3. Rodrigues Alves (1902-             8.    Epitácio Pessoa (1919-
            1906),                                   1922),
   4. Afonso Pena (1906-              9.     Artur Bernardes (1922-
            1909),                                    1926)
   5. Nilo Peçanha(1909-             10.     Washington Luís(1926-
             1910),                                  1930).
                          prof.:Pérysson Nogueira
CORONELISMO
                            Eram em geral os
                             grandes
                             proprietários    de
                             terras ;
                            Exerciam o poder
                             local    desde    o
                             período colonial.
                            Dominavam         o
                             eleitor por meio
                             do      voto     de
                             cabresto.

   prof.:Pérysson Nogueira
 Herdou o país em crise e
  politicamente instável.
 Disputas territoriais:
  Palmas ou missões
  (contra a Argentina) e
  Ilha da Trindade (x
  Inglaterra)



                      prof.:Pérysson Nogueira
 Contexto concentração de renda, religiosidade e
  exploração do sertanejo.
 Características: sociedade igualitária baseada na
  religião.
 Conflitos com a Igreja (perdia fieis e o
  controle), latifundiários (perdia mão - de -obra) e o
  Governo.
 Pretexto para a destruição de Canudos (1897):
  acusados de Monarquistas (Sebastianismo).
                       prof.:Pérysson Nogueira
CANGAÇO


      Tem sua origem
        em bandos
     armados que erma     Lampião (1898-
       mantidos elos      1940): o Rei do
           grandes           Cangaço
        fazendeiros
         (coronéis).




     A partir da década
     de 1930 o governo      Heróis ou
      fecha o cerco ao      bandidos?
          cangaço.


                                            prof.:Pérysson Nogueira
 Adoção        de        medidas
  deflacionárias, valorizando a
  moeda, aumentando impostos e
  cortando     gastos,    gerando
  recessão.     Fundig      Loan:
  empréstimo de 10 Milhões de
  Libras
 Disputas territoriais: Amapá (x
  França)
     prof.:Pérysson Nogueira
 Políticas    dos
 governadores:
 associação entre o
 poder Federal e as
 oligarquias
 estaduais e elas
 com os coronéis. +
 Comissão
 verificadora    de
 poderes.
                      prof.:Pérysson Nogueira
 A Questão do Acre: Disputa pela região invadida pelos
  seringueiros contra a Bolívia. Solução: Acordo de
  Petrópolis: Indenização de 2 Milhões de Libras e a
  criação de estrada de ferro Madeira-Mamoré.
 Convenio de Taubaté (1906): política de valorização e
  estabilização do preço do café por parte do governo.




                        prof.:Pérysson Nogueira
 Modernização do Rio de Janeiro, Combateu a Varíola e
 a Febre Amarela  Revolta da Vacina.




                       prof.:Pérysson Nogueira
  Governo de Afonso Pena (1906-09)
 Mineiro, manteve a política de valorização do café.
 Morreu no exercício do mandato.




 Nilo Peçanha (1909-10)
 Sem tempo nem clima para governar.
 Criou o Serviço de Proteção ao Índio, comandada por
  Candido Rondon (Marechal Rondon)
 Primeiro racha no “café-com-leite”: Rui Barbosa (+ os
  paulista) X Hermes da Fonseca (+ os mineiros).
                         prof.:Pérysson Nogueira
 Política das Salvações:
  intervenção federal nos Estados
  no sentido de destituir do poder
  as antigas oligarquias estaduais
  (da época da Política dos
  Governadores). Articulador
  dessa política: Pinheiro
  Machado.
 Revolta da Chibata (1910):
  contra os castigos físicos na
  Marinha. Líder: João Candido.
 Auge da exportação da Borracha
  (1912).
 Inicio da Guerra do Contestado
  (1912)
                            prof.:Pérysson Nogueira
 Guerra do Contestado
 (1912-16): entre Santa
 Catarina e Paraná.
 Influenciados pela
 pregação do Beato
 João Maria e liderados
 pelo monge Jose
 Maria. Luta pela terra.



                           prof.:Pérysson Nogueira
‘Operários’, de Tarsila do
   Amaral, 1933.




 Industrialização: política de substituição de importações
  gerada pela 1ª Guerra Mundial. Predomino das industrias
  de bens de consumo.
 Movimento       operário: influencias ideológicas do
  anarquismo e do comunismo difundido pelos imigrante.
  Entre 1917-21 foram feitas 150 greves. Repressão: Lei Adolfo
  Gordo (expulsar estrangeiro engajados nas lutas operárias).

                                prof.:Pérysson Nogueira
 Rodrigues Alves: foi eleito
 mas morreu de gripe
 espanhola entes de assumir.




  Assume o vice Delfim
 Moreira até a posse do
 próximo presidente eleito.
     prof.:Pérysson Nogueira
 Nordestino, representou o Brasil durante os tratados pós-1ª
  Guerra.
 Figura “neutra” no “café-com-leite”. Sua eleição representou
  um acordo entre paulistas e mineiros. Nesse momento já
  decidem as sucessões presidenciais seguintes: mineiros
  (ARTUR BERNARDES) e paulistas.
 Enfrentou criticas dos militares (por nomear civis para os
  ministérios militares), enfrentou o movimento operário
  (incendiado pela revolução bolchevista), quedas da
  exportação do café, secas no Nordeste (que tentou combate
  construindo açudes e poços).
 Foi construída a primeira faculdade federal (no Rio de
  Janeiro) e comemorado o Centenário da Independência.
                           prof.:Pérysson Nogueira
 Movimento de jovens oficiais do exercito que defendiam o
  nacionalismo, eram contra a forte presença do capital
  estrangeiro no país e também contra as praticas corruptas
  do “café-com-leite”.
 ATENÇÃO: era um movimento elitista que não confiava na
  participação popular, portanto era apenas uma dissidência
  do “café-com-leite”. Nem questionavam as estruturas
  socioeconômicas do país.
 Levante dos 18 do Forte de Copacabana (05/07/1922): a
  vitória fraudulenta de Artur Bernardes a presidência, a
  nomeação de civis para postos militares, o fechamento do
  Clube Militar e prisão de Hermes da Fonseca (candidato
  derrotado junto a Nilo Peçanha nas eleições). Foram
  duramente derrotados, mas as causas dos problemas
  continuaram.
                         prof.:Pérysson Nogueira
 Momento de maior expressão ate então do movimento
  modernista no Brasil (e não o seu inicio).
 Antropofagia critica.




                         prof.:Pérysson Nogueira
 Governou sob forte oposição: tenentismo, coluna Prestes
  → através de estado de sítio (diminuição das liberdades e
  garantias individuais).
 Rebelião em Amazonas (os tenentistas tomaram medidas
  socialistas).
 Disputas no Rio Grande do Sul: “pica-paus” (grupo político
  de Julio Castilho e Borges de Medeiros) X os Maragatos
  (remanescentes da Revolução Federalista, liderados por
  Assis Brasil). Contra a quinta reeleição consecutiva dos
  “pica-paus”. Solução: Acordo de Pedras Altas (eleição de
  Borges de Medeiros e fim da reeleição).
                          prof.:Pérysson Nogueira
 Movimento tenentista: Revolução Paulista de 1924
  (liderados pelo General Isidoro Alves) + Coluna
  Gaúcha = Coluna Prestes (1925-27).
 Reforma Constitucional – objetivo: combater o
  tenentismo.       Medidas:      instituição   da
  censura, aumento do poder Executivo (veto sobre o
  legislativo, direito de intervenção federal nos
  estados), restrição ao direito de Hábeas Corpus.
  Conclusão: medidas de caráter autoritário que
  refletem a agonia da Republica Velha.

                      prof.:Pérysson Nogueira
 Metas de governos: reforma monetária (para sanear as
  finanças do país e valoriza o peço do café) e abrir estradas
  (para integrar os estados).
 Crise de superprodução do café: desvalorização do café.
  Medidas: plano de estabilização da economia e Caixa de
  Estabilização (emissão de moedas cujo valor era assegurado
  com a contração de empréstimos), desvalorização cambial.
  Crise definitiva do café: crise mundial de 1929.




                           prof.:Pérysson Nogueira
 Indicação de  Julio Prestes à Presidência (outro
 paulista, no lugar do mineiro Antônio Carlos ) X
 Getulio Vargas e João Pessoa (Aliança Liberal com o
 apoio dos mineiros, com um programa superficial e
 reformista).


 RACHA NO CAFÉ-COM-LEITE




                      prof.:Pérysson Nogueira
 Vitória de Julio Prestes → aceita pela oposição →
  reviravolta: assassinato de João Pessoa + crise de 1929
  → adesão dos militares (Oswaldo Aranha e Flores da
  Cunha no Sul e Juarez Távora no Nordeste = junta
  pacificadora) → entrega do poder a Getulio Vargas
  (03/11/1930).
 Antônio Carlos: “Façamos a Revolução entes que o
  povo a faça”




                         prof.:Pérysson Nogueira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ascensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismoAscensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismo
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Republica do-cafe-com-leite-aula-pronta
Republica do-cafe-com-leite-aula-prontaRepublica do-cafe-com-leite-aula-pronta
Republica do-cafe-com-leite-aula-pronta
Fabio Santos
 
SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.
SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.
SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.
Tissiane Gomes
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
Fabiana Tonsis
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
Marcos Oliveira
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
Marcos Azevedo
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
Fatima Freitas
 
Brasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistasBrasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistas
dmflores21
 
O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)
JPedroSR
 
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da ÁsiaImperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Portal do Vestibulando
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
Aulas de História
 
Primeira República
Primeira RepúblicaPrimeira República
Primeira República
isameucci
 
Revoltas na República Velha
Revoltas na República VelhaRevoltas na República Velha
Revoltas na República Velha
Edenilson Morais
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
harlissoncarvalho
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Edenilson Morais
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Edenilson Morais
 
Republica velha resumão
Republica velha resumãoRepublica velha resumão
Republica velha resumão
Fabio Santos
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Paulo Alexandre
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
Fabiana Tonsis
 

Mais procurados (20)

Ascensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismoAscensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismo
 
Republica do-cafe-com-leite-aula-pronta
Republica do-cafe-com-leite-aula-prontaRepublica do-cafe-com-leite-aula-pronta
Republica do-cafe-com-leite-aula-pronta
 
SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.
SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.
SLIDES – O TENENTISMO BRASILEIRO E A COLUNA PRESTES.
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Brasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistasBrasil colônia4 revoltas nativistas
Brasil colônia4 revoltas nativistas
 
O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)O iluminismo(Resumo)
O iluminismo(Resumo)
 
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da ÁsiaImperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
Imperialismo - Neocolonialismo - Partilha da África e da Ásia
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
 
Primeira República
Primeira RepúblicaPrimeira República
Primeira República
 
Revoltas na República Velha
Revoltas na República VelhaRevoltas na República Velha
Revoltas na República Velha
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Republica velha resumão
Republica velha resumãoRepublica velha resumão
Republica velha resumão
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 

Destaque

República do café com leite
República do café com leiteRepública do café com leite
República do café com leite
Juliana Falcão
 
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair AguilarRepública do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Republica do Cafe com Leite ou das Oligarquias
Republica do Cafe com Leite ou das OligarquiasRepublica do Cafe com Leite ou das Oligarquias
Republica do Cafe com Leite ou das Oligarquias
Pérysson Nogueira
 
Coronelismo politica dos governadores
Coronelismo politica dos governadoresCoronelismo politica dos governadores
Coronelismo politica dos governadores
MargarethFranklim
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
Portal do Vestibulando
 
Politica cafe com leite
Politica cafe com leitePolitica cafe com leite
Politica cafe com leite
Guilherme Quaresma
 
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair AguilarPolitica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
Professora Natália de Oliveira
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
Marcia Klein
 
Pré modernismo
Pré  modernismoPré  modernismo
Pré modernismo
Gerlane Galvao
 
Política do café com leite 2
Política do café com leite 2Política do café com leite 2
Política do café com leite 2
graciela-santos
 
Governo rodrigues alves
Governo rodrigues alvesGoverno rodrigues alves
Governo rodrigues alves
Nelia Salles Nantes
 
Além dos muros da escola alfabetização científica
Além dos muros da escola  alfabetização científicaAlém dos muros da escola  alfabetização científica
Além dos muros da escola alfabetização científica
Luciana Pontes
 
Monet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair AguilarMonet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Aula de historia ditadura militar 64 parte i
Aula de historia   ditadura militar 64  parte iAula de historia   ditadura militar 64  parte i
Aula de historia ditadura militar 64 parte i
Pérysson Nogueira
 
Sugestões de temas para o enem 2011
Sugestões de temas para o enem 2011Sugestões de temas para o enem 2011
Sugestões de temas para o enem 2011
Pérysson Nogueira
 
A república populista
A república populistaA república populista
A república populista
Pérysson Nogueira
 
Aula de historia ditadura militar 64 pérysson
Aula de historia   ditadura militar 64 péryssonAula de historia   ditadura militar 64 pérysson
Aula de historia ditadura militar 64 pérysson
Pérysson Nogueira
 
Criserepolig
CriserepoligCriserepolig
Criserepolig
Daniel Gonçalves
 
Era vargas
Era   vargasEra   vargas
Era vargas
Pérysson Nogueira
 

Destaque (20)

República do café com leite
República do café com leiteRepública do café com leite
República do café com leite
 
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair AguilarRepública do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
República do Café com Leite - Prof. Altair Aguilar
 
Republica do Cafe com Leite ou das Oligarquias
Republica do Cafe com Leite ou das OligarquiasRepublica do Cafe com Leite ou das Oligarquias
Republica do Cafe com Leite ou das Oligarquias
 
Coronelismo politica dos governadores
Coronelismo politica dos governadoresCoronelismo politica dos governadores
Coronelismo politica dos governadores
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
Politica cafe com leite
Politica cafe com leitePolitica cafe com leite
Politica cafe com leite
 
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair AguilarPolitica brasileira - Prof. Altair Aguilar
Politica brasileira - Prof. Altair Aguilar
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Pré modernismo
Pré  modernismoPré  modernismo
Pré modernismo
 
Política do café com leite 2
Política do café com leite 2Política do café com leite 2
Política do café com leite 2
 
Governo rodrigues alves
Governo rodrigues alvesGoverno rodrigues alves
Governo rodrigues alves
 
Além dos muros da escola alfabetização científica
Além dos muros da escola  alfabetização científicaAlém dos muros da escola  alfabetização científica
Além dos muros da escola alfabetização científica
 
Monet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair AguilarMonet - Prof. Altair Aguilar
Monet - Prof. Altair Aguilar
 
Aula de historia ditadura militar 64 parte i
Aula de historia   ditadura militar 64  parte iAula de historia   ditadura militar 64  parte i
Aula de historia ditadura militar 64 parte i
 
Sugestões de temas para o enem 2011
Sugestões de temas para o enem 2011Sugestões de temas para o enem 2011
Sugestões de temas para o enem 2011
 
A república populista
A república populistaA república populista
A república populista
 
Aula de historia ditadura militar 64 pérysson
Aula de historia   ditadura militar 64 péryssonAula de historia   ditadura militar 64 pérysson
Aula de historia ditadura militar 64 pérysson
 
Criserepolig
CriserepoligCriserepolig
Criserepolig
 
Era vargas
Era   vargasEra   vargas
Era vargas
 

Semelhante a Política do café com leite

História rafa- república da espada e república do café com leite
História   rafa- república da espada e república do café com leiteHistória   rafa- república da espada e república do café com leite
História rafa- república da espada e república do café com leite
Rafael Noronha
 
Brasil República Velha
Brasil República VelhaBrasil República Velha
Brasil República Velha
Marcos Judice
 
História – rafa = ] Especial 3º ano
História – rafa = ] Especial 3º ano História – rafa = ] Especial 3º ano
História – rafa = ] Especial 3º ano
Rafael Noronha
 
flashcards-para-o-enem.pdf
flashcards-para-o-enem.pdfflashcards-para-o-enem.pdf
flashcards-para-o-enem.pdf
FabricioSantana31
 
3° ano Brasil República Velha
3° ano   Brasil República Velha3° ano   Brasil República Velha
3° ano Brasil República Velha
Daniel Alves Bronstrup
 
2° ano - Brasil República Velha
2° ano - Brasil República Velha2° ano - Brasil República Velha
2° ano - Brasil República Velha
Daniel Alves Bronstrup
 
Capítulo 54 2º ano
Capítulo 54    2º anoCapítulo 54    2º ano
Capítulo 54 2º ano
Auxiliadora
 
A REPÚBLICA VELHA.pptx
A REPÚBLICA VELHA.pptxA REPÚBLICA VELHA.pptx
A REPÚBLICA VELHA.pptx
GermanoEsteves1
 
Capítulo 55
Capítulo 55Capítulo 55
Capítulo 55
Auxiliadora
 
A república velha 2017
A república velha   2017A república velha   2017
A república velha 2017
Nelia Salles Nantes
 
Rafa república da espada e república do café com leite
Rafa  república da espada e república do café com leiteRafa  república da espada e república do café com leite
Rafa república da espada e república do café com leite
Rafael Noronha
 
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 
Revoltas República Velha
Revoltas República VelhaRevoltas República Velha
Revoltas República Velha
Rose Vital
 
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Secretaria de educação do estado e do municipio.
 
repblicavelha-120820191628-phpapp01.pdf
repblicavelha-120820191628-phpapp01.pdfrepblicavelha-120820191628-phpapp01.pdf
repblicavelha-120820191628-phpapp01.pdf
Lídia Pereira Silva Souza
 
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Secretaria de educação do estado e do municipio.
 
Republica velha
Republica velhaRepublica velha
Republica velha
Aparecido Alcântara
 
brasil republica.pdf
brasil republica.pdfbrasil republica.pdf
brasil republica.pdf
rickelmysilva1
 
Hist_ria2b_TB.pdf
Hist_ria2b_TB.pdfHist_ria2b_TB.pdf
Hist_ria2b_TB.pdf
GustavoPontes24
 
República velha ou
República velha ouRepública velha ou
República velha ou
Victor Melo
 

Semelhante a Política do café com leite (20)

História rafa- república da espada e república do café com leite
História   rafa- república da espada e república do café com leiteHistória   rafa- república da espada e república do café com leite
História rafa- república da espada e república do café com leite
 
Brasil República Velha
Brasil República VelhaBrasil República Velha
Brasil República Velha
 
História – rafa = ] Especial 3º ano
História – rafa = ] Especial 3º ano História – rafa = ] Especial 3º ano
História – rafa = ] Especial 3º ano
 
flashcards-para-o-enem.pdf
flashcards-para-o-enem.pdfflashcards-para-o-enem.pdf
flashcards-para-o-enem.pdf
 
3° ano Brasil República Velha
3° ano   Brasil República Velha3° ano   Brasil República Velha
3° ano Brasil República Velha
 
2° ano - Brasil República Velha
2° ano - Brasil República Velha2° ano - Brasil República Velha
2° ano - Brasil República Velha
 
Capítulo 54 2º ano
Capítulo 54    2º anoCapítulo 54    2º ano
Capítulo 54 2º ano
 
A REPÚBLICA VELHA.pptx
A REPÚBLICA VELHA.pptxA REPÚBLICA VELHA.pptx
A REPÚBLICA VELHA.pptx
 
Capítulo 55
Capítulo 55Capítulo 55
Capítulo 55
 
A república velha 2017
A república velha   2017A república velha   2017
A república velha 2017
 
Rafa república da espada e república do café com leite
Rafa  república da espada e república do café com leiteRafa  república da espada e república do café com leite
Rafa república da espada e república do café com leite
 
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)Brasil: República Oligárquica   (estruturas e questões sociais e políticas)
Brasil: República Oligárquica (estruturas e questões sociais e políticas)
 
Revoltas República Velha
Revoltas República VelhaRevoltas República Velha
Revoltas República Velha
 
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
 
repblicavelha-120820191628-phpapp01.pdf
repblicavelha-120820191628-phpapp01.pdfrepblicavelha-120820191628-phpapp01.pdf
repblicavelha-120820191628-phpapp01.pdf
 
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01Repblicavelha 120820191628-phpapp01
Repblicavelha 120820191628-phpapp01
 
Republica velha
Republica velhaRepublica velha
Republica velha
 
brasil republica.pdf
brasil republica.pdfbrasil republica.pdf
brasil republica.pdf
 
Hist_ria2b_TB.pdf
Hist_ria2b_TB.pdfHist_ria2b_TB.pdf
Hist_ria2b_TB.pdf
 
República velha ou
República velha ouRepública velha ou
República velha ou
 

Mais de Pérysson Nogueira

Ac de história 2 ano
Ac de história 2 anoAc de história 2 ano
Ac de história 2 ano
Pérysson Nogueira
 
Ac 3 ano h ii -turma 1
Ac 3 ano h ii -turma 1Ac 3 ano h ii -turma 1
Ac 3 ano h ii -turma 1
Pérysson Nogueira
 
Segundo reinado completo
Segundo reinado   completoSegundo reinado   completo
Segundo reinado completo
Pérysson Nogueira
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
Pérysson Nogueira
 
Brasil colonia
Brasil coloniaBrasil colonia
Brasil colonia
Pérysson Nogueira
 
Estados totalitários
Estados totalitáriosEstados totalitários
Estados totalitários
Pérysson Nogueira
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
Pérysson Nogueira
 
Ac 3 ano h ii -turma 1 - gabaritada
Ac 3 ano h ii -turma 1 - gabaritadaAc 3 ano h ii -turma 1 - gabaritada
Ac 3 ano h ii -turma 1 - gabaritada
Pérysson Nogueira
 
História fácil
História fácilHistória fácil
História fácil
Pérysson Nogueira
 
História do ceará
História do cearáHistória do ceará
História do ceará
Pérysson Nogueira
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Pérysson Nogueira
 
Questão judaico palestina
Questão judaico palestinaQuestão judaico palestina
Questão judaico palestina
Pérysson Nogueira
 
Aula de historia ditadura militar Parte II 64 pérysson
Aula de historia   ditadura militar Parte II 64 péryssonAula de historia   ditadura militar Parte II 64 pérysson
Aula de historia ditadura militar Parte II 64 pérysson
Pérysson Nogueira
 
Hebreus
HebreusHebreus
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Pérysson Nogueira
 
A República Populista
A República PopulistaA República Populista
A República Populista
Pérysson Nogueira
 
Brasil colonia ou América Portuguesa
Brasil colonia ou América PortuguesaBrasil colonia ou América Portuguesa
Brasil colonia ou América Portuguesa
Pérysson Nogueira
 
Mineração na América Portuguesa
Mineração na América PortuguesaMineração na América Portuguesa
Mineração na América Portuguesa
Pérysson Nogueira
 

Mais de Pérysson Nogueira (18)

Ac de história 2 ano
Ac de história 2 anoAc de história 2 ano
Ac de história 2 ano
 
Ac 3 ano h ii -turma 1
Ac 3 ano h ii -turma 1Ac 3 ano h ii -turma 1
Ac 3 ano h ii -turma 1
 
Segundo reinado completo
Segundo reinado   completoSegundo reinado   completo
Segundo reinado completo
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
 
Brasil colonia
Brasil coloniaBrasil colonia
Brasil colonia
 
Estados totalitários
Estados totalitáriosEstados totalitários
Estados totalitários
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
 
Ac 3 ano h ii -turma 1 - gabaritada
Ac 3 ano h ii -turma 1 - gabaritadaAc 3 ano h ii -turma 1 - gabaritada
Ac 3 ano h ii -turma 1 - gabaritada
 
História fácil
História fácilHistória fácil
História fácil
 
História do ceará
História do cearáHistória do ceará
História do ceará
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Questão judaico palestina
Questão judaico palestinaQuestão judaico palestina
Questão judaico palestina
 
Aula de historia ditadura militar Parte II 64 pérysson
Aula de historia   ditadura militar Parte II 64 péryssonAula de historia   ditadura militar Parte II 64 pérysson
Aula de historia ditadura militar Parte II 64 pérysson
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
A República Populista
A República PopulistaA República Populista
A República Populista
 
Brasil colonia ou América Portuguesa
Brasil colonia ou América PortuguesaBrasil colonia ou América Portuguesa
Brasil colonia ou América Portuguesa
 
Mineração na América Portuguesa
Mineração na América PortuguesaMineração na América Portuguesa
Mineração na América Portuguesa
 

Último

Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
erico paulo rocha guedes
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
JohnnyLima16
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdfTrabalho de Geografia industrialização.pdf
Trabalho de Geografia industrialização.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
12072423052012Critica_Literaria_-_Aula_07.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 

Política do café com leite

  • 1. 1894-1930 prof.:Pérysson Nogueira
  • 2. 1. Prudente de Moraes (1894- Hermes da 6. 1898) Presidência Fonseca (1910-1914), Campos Sales (1898- 2. 7. Venceslau Brás (1914- 1902), 1918), 3. Rodrigues Alves (1902- 8. Epitácio Pessoa (1919- 1906), 1922), 4. Afonso Pena (1906- 9. Artur Bernardes (1922- 1909), 1926) 5. Nilo Peçanha(1909- 10. Washington Luís(1926- 1910), 1930). prof.:Pérysson Nogueira
  • 3. CORONELISMO  Eram em geral os grandes proprietários de terras ;  Exerciam o poder local desde o período colonial.  Dominavam o eleitor por meio do voto de cabresto. prof.:Pérysson Nogueira
  • 4.  Herdou o país em crise e politicamente instável.  Disputas territoriais: Palmas ou missões (contra a Argentina) e Ilha da Trindade (x Inglaterra) prof.:Pérysson Nogueira
  • 5.  Contexto concentração de renda, religiosidade e exploração do sertanejo.  Características: sociedade igualitária baseada na religião.  Conflitos com a Igreja (perdia fieis e o controle), latifundiários (perdia mão - de -obra) e o Governo.  Pretexto para a destruição de Canudos (1897): acusados de Monarquistas (Sebastianismo). prof.:Pérysson Nogueira
  • 6. CANGAÇO Tem sua origem em bandos armados que erma Lampião (1898- mantidos elos 1940): o Rei do grandes Cangaço fazendeiros (coronéis). A partir da década de 1930 o governo Heróis ou fecha o cerco ao bandidos? cangaço. prof.:Pérysson Nogueira
  • 7.  Adoção de medidas deflacionárias, valorizando a moeda, aumentando impostos e cortando gastos, gerando recessão. Fundig Loan: empréstimo de 10 Milhões de Libras  Disputas territoriais: Amapá (x França) prof.:Pérysson Nogueira
  • 8.  Políticas dos governadores: associação entre o poder Federal e as oligarquias estaduais e elas com os coronéis. + Comissão verificadora de poderes. prof.:Pérysson Nogueira
  • 9.  A Questão do Acre: Disputa pela região invadida pelos seringueiros contra a Bolívia. Solução: Acordo de Petrópolis: Indenização de 2 Milhões de Libras e a criação de estrada de ferro Madeira-Mamoré.  Convenio de Taubaté (1906): política de valorização e estabilização do preço do café por parte do governo. prof.:Pérysson Nogueira
  • 10.  Modernização do Rio de Janeiro, Combateu a Varíola e a Febre Amarela  Revolta da Vacina. prof.:Pérysson Nogueira
  • 11.   Governo de Afonso Pena (1906-09)  Mineiro, manteve a política de valorização do café.  Morreu no exercício do mandato.  Nilo Peçanha (1909-10)  Sem tempo nem clima para governar.  Criou o Serviço de Proteção ao Índio, comandada por Candido Rondon (Marechal Rondon)  Primeiro racha no “café-com-leite”: Rui Barbosa (+ os paulista) X Hermes da Fonseca (+ os mineiros). prof.:Pérysson Nogueira
  • 12.  Política das Salvações: intervenção federal nos Estados no sentido de destituir do poder as antigas oligarquias estaduais (da época da Política dos Governadores). Articulador dessa política: Pinheiro Machado.  Revolta da Chibata (1910): contra os castigos físicos na Marinha. Líder: João Candido.  Auge da exportação da Borracha (1912).  Inicio da Guerra do Contestado (1912) prof.:Pérysson Nogueira
  • 13.  Guerra do Contestado (1912-16): entre Santa Catarina e Paraná. Influenciados pela pregação do Beato João Maria e liderados pelo monge Jose Maria. Luta pela terra. prof.:Pérysson Nogueira
  • 14. ‘Operários’, de Tarsila do Amaral, 1933.  Industrialização: política de substituição de importações gerada pela 1ª Guerra Mundial. Predomino das industrias de bens de consumo.  Movimento operário: influencias ideológicas do anarquismo e do comunismo difundido pelos imigrante. Entre 1917-21 foram feitas 150 greves. Repressão: Lei Adolfo Gordo (expulsar estrangeiro engajados nas lutas operárias). prof.:Pérysson Nogueira
  • 15.  Rodrigues Alves: foi eleito mas morreu de gripe espanhola entes de assumir.   Assume o vice Delfim Moreira até a posse do próximo presidente eleito. prof.:Pérysson Nogueira
  • 16.  Nordestino, representou o Brasil durante os tratados pós-1ª Guerra.  Figura “neutra” no “café-com-leite”. Sua eleição representou um acordo entre paulistas e mineiros. Nesse momento já decidem as sucessões presidenciais seguintes: mineiros (ARTUR BERNARDES) e paulistas.  Enfrentou criticas dos militares (por nomear civis para os ministérios militares), enfrentou o movimento operário (incendiado pela revolução bolchevista), quedas da exportação do café, secas no Nordeste (que tentou combate construindo açudes e poços).  Foi construída a primeira faculdade federal (no Rio de Janeiro) e comemorado o Centenário da Independência. prof.:Pérysson Nogueira
  • 17.  Movimento de jovens oficiais do exercito que defendiam o nacionalismo, eram contra a forte presença do capital estrangeiro no país e também contra as praticas corruptas do “café-com-leite”.  ATENÇÃO: era um movimento elitista que não confiava na participação popular, portanto era apenas uma dissidência do “café-com-leite”. Nem questionavam as estruturas socioeconômicas do país.  Levante dos 18 do Forte de Copacabana (05/07/1922): a vitória fraudulenta de Artur Bernardes a presidência, a nomeação de civis para postos militares, o fechamento do Clube Militar e prisão de Hermes da Fonseca (candidato derrotado junto a Nilo Peçanha nas eleições). Foram duramente derrotados, mas as causas dos problemas continuaram. prof.:Pérysson Nogueira
  • 18.  Momento de maior expressão ate então do movimento modernista no Brasil (e não o seu inicio).  Antropofagia critica. prof.:Pérysson Nogueira
  • 19.  Governou sob forte oposição: tenentismo, coluna Prestes → através de estado de sítio (diminuição das liberdades e garantias individuais).  Rebelião em Amazonas (os tenentistas tomaram medidas socialistas).  Disputas no Rio Grande do Sul: “pica-paus” (grupo político de Julio Castilho e Borges de Medeiros) X os Maragatos (remanescentes da Revolução Federalista, liderados por Assis Brasil). Contra a quinta reeleição consecutiva dos “pica-paus”. Solução: Acordo de Pedras Altas (eleição de Borges de Medeiros e fim da reeleição). prof.:Pérysson Nogueira
  • 20.  Movimento tenentista: Revolução Paulista de 1924 (liderados pelo General Isidoro Alves) + Coluna Gaúcha = Coluna Prestes (1925-27).  Reforma Constitucional – objetivo: combater o tenentismo. Medidas: instituição da censura, aumento do poder Executivo (veto sobre o legislativo, direito de intervenção federal nos estados), restrição ao direito de Hábeas Corpus. Conclusão: medidas de caráter autoritário que refletem a agonia da Republica Velha. prof.:Pérysson Nogueira
  • 21.  Metas de governos: reforma monetária (para sanear as finanças do país e valoriza o peço do café) e abrir estradas (para integrar os estados).  Crise de superprodução do café: desvalorização do café. Medidas: plano de estabilização da economia e Caixa de Estabilização (emissão de moedas cujo valor era assegurado com a contração de empréstimos), desvalorização cambial. Crise definitiva do café: crise mundial de 1929. prof.:Pérysson Nogueira
  • 22.  Indicação de Julio Prestes à Presidência (outro paulista, no lugar do mineiro Antônio Carlos ) X Getulio Vargas e João Pessoa (Aliança Liberal com o apoio dos mineiros, com um programa superficial e reformista).  RACHA NO CAFÉ-COM-LEITE prof.:Pérysson Nogueira
  • 23.  Vitória de Julio Prestes → aceita pela oposição → reviravolta: assassinato de João Pessoa + crise de 1929 → adesão dos militares (Oswaldo Aranha e Flores da Cunha no Sul e Juarez Távora no Nordeste = junta pacificadora) → entrega do poder a Getulio Vargas (03/11/1930).  Antônio Carlos: “Façamos a Revolução entes que o povo a faça” prof.:Pérysson Nogueira