SlideShare uma empresa Scribd logo
ONA - ORGANIZAÇÃO NACIONAL DE ACREDITAÇÃO

O QUE É?
É um sistema voluntário, periódico e reservado de avaliação e certificação da qualidade de um
serviço de saúde, com base em padrões e normas pré-estabelecidas. Visa à melhoria na qualidade
do atendimento prestado. Tem caráter eminentemente educativo, voltado para a melhoria
contínua, sem finalidade de fiscalização ou controle oficial.


      MISSÃO - Promover o desenvolvimento de um processo de Acreditação visando aprimorar
       a qualidade da assistência à saúde em nosso país.
      VISÃO - Tornar o Sistema Brasileiro de Acreditação e a Organização Nacional de
       Acreditação, até 2010, uma referência nacional e internacional, com uma metodologia
       reconhecidamente sólida e confiável, comprometida com a viabilização de um processo de
       melhoria contínua, qualidade e produtividade no setor saúde.
      VALORES - Credibilidade, Legitimidade, Qualidade, Ética e Resultado. Com a Constituição
       de 1988 definindo a saúde como direito social universal, fazendo com que desta forma os
       hospitais deixassem de ser os centros do modelo assistencial, transferindo aos municípios
       a gestão dos serviços de saúde, passou-se a observar a importância do desenvolvimento
       de instrumentos gerenciais relacionados com a avaliação dos serviços oferecidos à
       população.

Quem pode ser acreditado?
Toda organização prestadora de Serviços de saúde que tem como atividade fim o atendimento e o
cuidado a pessoas que buscam serviços assistenciais ou auxiliares para a identificação de
problemas. Podem se inscrever na ONA:
               HOSPITAIS
               LABORATÓRIOS
               BANCO DE SANGUE E
               CLÍNICAS

Quais as vantagens?
      Amplia a segurança dos pacientes e profissionais;
       Busca maior eficiência e efetividade do atendimento;
       Desenvolve e aprimora continuamente os RH;
       Otimiza a utilização dos recursos financeiros e tecnológicos;


É o caminho da melhoria contínua. - O status de ACREDITADO, pressupõe confiança por parte
dos clientes internos e externos.
Quem certifica?
DEFINIÇÕES BÁSICAS:
      Organização Nacional de Acreditação - ONA
      Organização de direito privado, sem fins lucrativos e de interesse coletivo, com área de
       atuação nacional, objetivando a implantação do Processo de Acreditação visando
       aprimorar a Qualidade da Assistência à Saúde em nosso país.
       Instituição Acreditadora:
      Organização de direito privado, com ou sem fins lucrativos, credenciada pela ONA, com a
       responsabilidade de proceder a avaliação e Certificação da Qualidade dos serviços das
       Organizações Prestadoras de Serviços de Saúde.


Como aderir?
Interessados devem manifestar seu interesse a uma das Instituições credenciadas pela
Organização Nacional de Acreditação – ONA. A adesão representa a responsabilidade e o
compromisso da instituição com segurança profissional, ética, procedimentos e garantia da
qualidade de atendimento.


Quais os níveis?
       NÍVEL 1 – SEGURANÇA.
       NÍVEL 2 – PROCESSO DE      ORGANIZAÇÃO.
       NÍVEL 3 – PRÁTICA DE GESTÃO DE      QUALIDADE.


Validade?
        NÍVEIS 1 E 2 - 2 anos
       NÍVEL 3 – 3 anos
DURANTE ESTE PRAZO EXISTE UM PROCESSO DE ACOMPANHAMENTO FEITO PELA INSTITUIÇÃO
ACREDITADORA CREDENCIADA PELA ONA.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Auditoria em Enfermagem
Auditoria em EnfermagemAuditoria em Enfermagem
Auditoria em Enfermagem
ivanaferraz
 
AULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdf
AULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdfAULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdf
AULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdf
FabianaAlessandro2
 
Aula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do pacienteAula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do paciente
Proqualis
 
Estudo de caso de um idoso morador da
Estudo de caso de um idoso morador daEstudo de caso de um idoso morador da
Estudo de caso de um idoso morador da
Daay Ramos
 
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Proqualis
 
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de SaúdeGestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Alex Eduardo Ribeiro
 
Aula qualidade
Aula qualidadeAula qualidade
Aula qualidade
Ramos, Luiz Ramos
 
Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...
Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...
Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...
Proqualis
 
Conflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPia
Conflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPiaConflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPia
Conflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPia
galegoo
 
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Proqualis
 
Método de classificação de risco pelo protocolo de manchester
Método de classificação de risco pelo protocolo de manchesterMétodo de classificação de risco pelo protocolo de manchester
Método de classificação de risco pelo protocolo de manchester
Aroldo Gavioli
 
Gerência em Enfermagem
Gerência em EnfermagemGerência em Enfermagem
Gerência em Enfermagem
Samira Rahaamid Paz
 
Acreditações Hospitalares
Acreditações HospitalaresAcreditações Hospitalares
Acreditações Hospitalares
Rubia Soraya Rabello
 
Auditoria de Enfermagem
Auditoria de EnfermagemAuditoria de Enfermagem
Auditoria de Enfermagem
Walquer Sobrinho
 
Aula Acreditação
Aula AcreditaçãoAula Acreditação
Aula Acreditação
Rubia Soraya Rabello
 
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
 Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
ivanaferraz
 
Enfermagem o papel e a importância
Enfermagem   o papel e a importânciaEnfermagem   o papel e a importância
Enfermagem o papel e a importância
Célia Costa
 
Apresentação Cadeia Cliente X Fornecedor
Apresentação Cadeia Cliente X FornecedorApresentação Cadeia Cliente X Fornecedor
Apresentação Cadeia Cliente X Fornecedor
Rubia Soraya Rabello
 
ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...
ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...
ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...
Maria Stella
 
Segurança do paciente
Segurança do pacienteSegurança do paciente
Segurança do paciente
HIAGO SANTOS
 

Mais procurados (20)

Auditoria em Enfermagem
Auditoria em EnfermagemAuditoria em Enfermagem
Auditoria em Enfermagem
 
AULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdf
AULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdfAULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdf
AULA PRONTO Medidas de higiene e conforto.pdf
 
Aula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do pacienteAula introducao à segurança do paciente
Aula introducao à segurança do paciente
 
Estudo de caso de um idoso morador da
Estudo de caso de um idoso morador daEstudo de caso de um idoso morador da
Estudo de caso de um idoso morador da
 
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
 
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de SaúdeGestão de Qualidade em Serviços de Saúde
Gestão de Qualidade em Serviços de Saúde
 
Aula qualidade
Aula qualidadeAula qualidade
Aula qualidade
 
Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...
Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...
Indicadores para Monitoramento da Qualidade em Saúde - Foco na Segurança do P...
 
Conflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPia
Conflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPiaConflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPia
Conflitos éTicos Em Uti Colorido Com Marcadores Para CóPia
 
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
 
Método de classificação de risco pelo protocolo de manchester
Método de classificação de risco pelo protocolo de manchesterMétodo de classificação de risco pelo protocolo de manchester
Método de classificação de risco pelo protocolo de manchester
 
Gerência em Enfermagem
Gerência em EnfermagemGerência em Enfermagem
Gerência em Enfermagem
 
Acreditações Hospitalares
Acreditações HospitalaresAcreditações Hospitalares
Acreditações Hospitalares
 
Auditoria de Enfermagem
Auditoria de EnfermagemAuditoria de Enfermagem
Auditoria de Enfermagem
 
Aula Acreditação
Aula AcreditaçãoAula Acreditação
Aula Acreditação
 
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
 Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) Comissão de  Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH)
 
Enfermagem o papel e a importância
Enfermagem   o papel e a importânciaEnfermagem   o papel e a importância
Enfermagem o papel e a importância
 
Apresentação Cadeia Cliente X Fornecedor
Apresentação Cadeia Cliente X FornecedorApresentação Cadeia Cliente X Fornecedor
Apresentação Cadeia Cliente X Fornecedor
 
ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...
ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...
ACREDITAÇÃO EM SERVIÇOS DE SAÚDE - GARANTIA DE QUALIDADE TOTAL Maria Stella P...
 
Segurança do paciente
Segurança do pacienteSegurança do paciente
Segurança do paciente
 

Semelhante a ONA

Acreditacao
AcreditacaoAcreditacao
Acreditacao
Priscila Atuati
 
Acreditação hospitalar
Acreditação hospitalarAcreditação hospitalar
Acreditação hospitalar
Rodrigo Sousa
 
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
JlioAlmeida21
 
AULA_Qualidade.ppt
AULA_Qualidade.pptAULA_Qualidade.ppt
AULA_Qualidade.ppt
EvertonMonteiro19
 
Trabalho da marlene
Trabalho da marleneTrabalho da marlene
Trabalho da marlene
Cibele Torres
 
Qualidade e Avaliação dos Serviços de Saúde
Qualidade e  Avaliação dos Serviços de SaúdeQualidade e  Avaliação dos Serviços de Saúde
Qualidade e Avaliação dos Serviços de Saúde
Osmarino Gomes Pereira
 
Acreditação hospitalar.pptx
Acreditação hospitalar.pptxAcreditação hospitalar.pptx
Acreditação hospitalar.pptx
IsadoraPereira32
 
Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...
Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...
Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Infomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine Moura
Infomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine MouraInfomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine Moura
Infomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine Moura
Gesaworld do Brasil
 
Informação para a Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde
Informação para a Melhoria da Gestão de Serviços de SaúdeInformação para a Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde
Informação para a Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde
Gesaworld do Brasil
 
Anais VIII Enenge
Anais VIII EnengeAnais VIII Enenge
Anais VIII Enenge
Sobragen-VIIIEnenge
 
Anais - VIII Enenge
Anais - VIII EnengeAnais - VIII Enenge
Anais - VIII Enenge
Sobragen
 
Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...
Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...
Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...
Eveline do Rosário Santos
 
O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-
O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-
O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-
CBA Consórcio Brasileiro de Acreditação
 
Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...
Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...
Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...
4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...
4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...
Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...
Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...
Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...
Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...
Zorzal Consultores e Auditores Associados
 
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Senior Consultoria em Gestão e Marketing
 
Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010
Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010
Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010
Dianova
 

Semelhante a ONA (20)

Acreditacao
AcreditacaoAcreditacao
Acreditacao
 
Acreditação hospitalar
Acreditação hospitalarAcreditação hospitalar
Acreditação hospitalar
 
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
Processo de preparação para acreditação ona em clínica de gastroenterologia e...
 
AULA_Qualidade.ppt
AULA_Qualidade.pptAULA_Qualidade.ppt
AULA_Qualidade.ppt
 
Trabalho da marlene
Trabalho da marleneTrabalho da marlene
Trabalho da marlene
 
Qualidade e Avaliação dos Serviços de Saúde
Qualidade e  Avaliação dos Serviços de SaúdeQualidade e  Avaliação dos Serviços de Saúde
Qualidade e Avaliação dos Serviços de Saúde
 
Acreditação hospitalar.pptx
Acreditação hospitalar.pptxAcreditação hospitalar.pptx
Acreditação hospitalar.pptx
 
Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...
Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...
Caminho para a Excelência - Garantindo o Sucesso do Cliente em Clínicas Médic...
 
Infomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine Moura
Infomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine MouraInfomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine Moura
Infomação Para Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde - Dra. Catherine Moura
 
Informação para a Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde
Informação para a Melhoria da Gestão de Serviços de SaúdeInformação para a Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde
Informação para a Melhoria da Gestão de Serviços de Saúde
 
Anais VIII Enenge
Anais VIII EnengeAnais VIII Enenge
Anais VIII Enenge
 
Anais - VIII Enenge
Anais - VIII EnengeAnais - VIII Enenge
Anais - VIII Enenge
 
Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...
Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...
Resenha:Gestão para o sucesso sustentado de uma organização- Uma abordagem da...
 
O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-
O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-
O que a Acreditação nos trouxe? - Bradesco Saude-
 
Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...
Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...
Como Processos e Protocolos Padronizados Impulsionam o Crescimento de Clínica...
 
4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...
4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...
4 fatores que aumentam o valor de venda de uma clínica médica ou odontológica...
 
Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...
Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...
Como criar um programa de fidelização de pacientes na sua clínica odontológic...
 
Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...
Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...
Zorzal Consultores - Case: CSV - Central Sorológica de Vitória - Acreditação ...
 
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
Customer Success na Saúde - Potencialize seu Atendimento e Fidelização de Pac...
 
Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010
Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010
Dianova Semana RS APEE Viana Castelo 2010
 

Mais de Tuany Caldas

APR - Extintor
APR - ExtintorAPR - Extintor
APR - Extintor
Tuany Caldas
 
Analise Ergonomica do Trabalho
Analise Ergonomica do TrabalhoAnalise Ergonomica do Trabalho
Analise Ergonomica do Trabalho
Tuany Caldas
 
NR18
NR18NR18
Plano de ação - GLP
Plano de ação - GLPPlano de ação - GLP
Plano de ação - GLP
Tuany Caldas
 
PPRA
PPRAPPRA
Checklist de trabalho em altura.
Checklist de trabalho em altura.Checklist de trabalho em altura.
Checklist de trabalho em altura.
Tuany Caldas
 
Checklist de trabalho a quente.
Checklist de trabalho a quente.Checklist de trabalho a quente.
Checklist de trabalho a quente.
Tuany Caldas
 
PPR
PPRPPR
Leis complementares NR32
Leis complementares NR32Leis complementares NR32
Leis complementares NR32
Tuany Caldas
 
Montanhismo
MontanhismoMontanhismo
Montanhismo
Tuany Caldas
 
Checklist NR12
Checklist NR12Checklist NR12
Checklist NR12
Tuany Caldas
 
Poeiras minerais
Poeiras minerais Poeiras minerais
Poeiras minerais
Tuany Caldas
 
Clinicas de analise
Clinicas de analiseClinicas de analise
Clinicas de analise
Tuany Caldas
 
NR10
NR10NR10
DDS - Dialogo Diario de Segurança
DDS - Dialogo Diario de SegurançaDDS - Dialogo Diario de Segurança
DDS - Dialogo Diario de Segurança
Tuany Caldas
 

Mais de Tuany Caldas (15)

APR - Extintor
APR - ExtintorAPR - Extintor
APR - Extintor
 
Analise Ergonomica do Trabalho
Analise Ergonomica do TrabalhoAnalise Ergonomica do Trabalho
Analise Ergonomica do Trabalho
 
NR18
NR18NR18
NR18
 
Plano de ação - GLP
Plano de ação - GLPPlano de ação - GLP
Plano de ação - GLP
 
PPRA
PPRAPPRA
PPRA
 
Checklist de trabalho em altura.
Checklist de trabalho em altura.Checklist de trabalho em altura.
Checklist de trabalho em altura.
 
Checklist de trabalho a quente.
Checklist de trabalho a quente.Checklist de trabalho a quente.
Checklist de trabalho a quente.
 
PPR
PPRPPR
PPR
 
Leis complementares NR32
Leis complementares NR32Leis complementares NR32
Leis complementares NR32
 
Montanhismo
MontanhismoMontanhismo
Montanhismo
 
Checklist NR12
Checklist NR12Checklist NR12
Checklist NR12
 
Poeiras minerais
Poeiras minerais Poeiras minerais
Poeiras minerais
 
Clinicas de analise
Clinicas de analiseClinicas de analise
Clinicas de analise
 
NR10
NR10NR10
NR10
 
DDS - Dialogo Diario de Segurança
DDS - Dialogo Diario de SegurançaDDS - Dialogo Diario de Segurança
DDS - Dialogo Diario de Segurança
 

Último

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 

Último (8)

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 

ONA

  • 1. ONA - ORGANIZAÇÃO NACIONAL DE ACREDITAÇÃO O QUE É? É um sistema voluntário, periódico e reservado de avaliação e certificação da qualidade de um serviço de saúde, com base em padrões e normas pré-estabelecidas. Visa à melhoria na qualidade do atendimento prestado. Tem caráter eminentemente educativo, voltado para a melhoria contínua, sem finalidade de fiscalização ou controle oficial.  MISSÃO - Promover o desenvolvimento de um processo de Acreditação visando aprimorar a qualidade da assistência à saúde em nosso país.  VISÃO - Tornar o Sistema Brasileiro de Acreditação e a Organização Nacional de Acreditação, até 2010, uma referência nacional e internacional, com uma metodologia reconhecidamente sólida e confiável, comprometida com a viabilização de um processo de melhoria contínua, qualidade e produtividade no setor saúde.  VALORES - Credibilidade, Legitimidade, Qualidade, Ética e Resultado. Com a Constituição de 1988 definindo a saúde como direito social universal, fazendo com que desta forma os hospitais deixassem de ser os centros do modelo assistencial, transferindo aos municípios a gestão dos serviços de saúde, passou-se a observar a importância do desenvolvimento de instrumentos gerenciais relacionados com a avaliação dos serviços oferecidos à população. Quem pode ser acreditado? Toda organização prestadora de Serviços de saúde que tem como atividade fim o atendimento e o cuidado a pessoas que buscam serviços assistenciais ou auxiliares para a identificação de problemas. Podem se inscrever na ONA:  HOSPITAIS  LABORATÓRIOS  BANCO DE SANGUE E  CLÍNICAS Quais as vantagens?  Amplia a segurança dos pacientes e profissionais;  Busca maior eficiência e efetividade do atendimento;  Desenvolve e aprimora continuamente os RH;  Otimiza a utilização dos recursos financeiros e tecnológicos; É o caminho da melhoria contínua. - O status de ACREDITADO, pressupõe confiança por parte dos clientes internos e externos.
  • 2. Quem certifica? DEFINIÇÕES BÁSICAS:  Organização Nacional de Acreditação - ONA  Organização de direito privado, sem fins lucrativos e de interesse coletivo, com área de atuação nacional, objetivando a implantação do Processo de Acreditação visando aprimorar a Qualidade da Assistência à Saúde em nosso país. Instituição Acreditadora:  Organização de direito privado, com ou sem fins lucrativos, credenciada pela ONA, com a responsabilidade de proceder a avaliação e Certificação da Qualidade dos serviços das Organizações Prestadoras de Serviços de Saúde. Como aderir? Interessados devem manifestar seu interesse a uma das Instituições credenciadas pela Organização Nacional de Acreditação – ONA. A adesão representa a responsabilidade e o compromisso da instituição com segurança profissional, ética, procedimentos e garantia da qualidade de atendimento. Quais os níveis?  NÍVEL 1 – SEGURANÇA.  NÍVEL 2 – PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO.  NÍVEL 3 – PRÁTICA DE GESTÃO DE QUALIDADE. Validade?  NÍVEIS 1 E 2 - 2 anos  NÍVEL 3 – 3 anos DURANTE ESTE PRAZO EXISTE UM PROCESSO DE ACOMPANHAMENTO FEITO PELA INSTITUIÇÃO ACREDITADORA CREDENCIADA PELA ONA.