SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
“A vida, sob qualquer aspecto considerado, é dádiva
de Deus que ninguém pode perturbar.”
( Bezerra de Menezes);
Interromper a gestação de um filho é decisão de
grande responsabilidade. Entretanto, há quem o faça
sem quaisquer considerações de natureza médica,
legal, moral ou espiritual, porque considera a gestação
um fato meramente biológico e que somente as
pessoas nela diretamente envolvidas têm o direito de
decidir pelo seu desenvolvimento natural ou pela
interrupção, sem culpa legal ou moral.
(ESDE-Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita–Tomo II – Mód. xv – Roteiro 3 – O aborto)
A Doutrina Espírita procura esclarecer que o aborto é
crime, que pode ter atenuantes ou agravantes, como
todo desrespeito à lei. Antes de ser transgressão à lei
humana, o abortamento provocado constitui crime
perante a Lei Divina ou Natural, ficando os infratores
sujeitos à infalível lei de ação e reação.
(ESDE-Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita–Tomo II – Mód. xv – Roteiro 3 – O aborto)
O aborto delituoso, é considerado um equívoco
gravíssimo, pelas seguintes razões, entre outras:
 Todo filho é um empréstimo sagrado que, como tal,
precisa ser valorizado, trabalhado através do amor e da
devoção dos pais, para posteriormente ser devolvido ao
Pai Celestial em condição mais elevada.
 O aborto é violação do direito básico da vida.
É preciso entender que [...] é mais fácil para nós a
convivência com filhos problema que com inimigos
ferrenhos. Os primeiros podem gerar inquietação e
trabalho constantes, mas, os segundos, inimigos
recalcados, poderão trazer sofrimentos e aflições em
grau maior às nossas vidas (obsessão).
ESDE-Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita–Tomo II – Mód. xv – Roteiro 3 – O aborto)
 De acordo com a Doutrina Espírita, o aborto não
encontra justificativa perante Deus, a não ser nos
casos especialíssimos, quando o médico honrado,
sincero e consciente, sentencia que “o nascimento da
criança põe em perigo a vida da mãe dela”.
Sendo assim, é importante considerar que o
aborto não é uma solução, é um adiamento doloroso,
uma porta aberta de entrada no crime e no mal, e um
rompimento de compromissos estabelecidos pelo
Espírito, ora delituoso, com Deus, com o reencarnante,
e em última análise, consigo mesmo.
As consequências físicas e espirituais do abortoAs consequências físicas e espirituais do aborto
 As consequências do aborto delituoso podem, na
maioria, explicar a existência de muitos casais
humanos, absolutamente sem a coroa dos filhos, visto
que anularam as próprias faculdades geradoras.
O centro genésico, que é o santuário das energias
criadoras do sexo e tem sua contraparte na
organização perispiritual da mulher, com a prática do
aborto condenável sofre desequilíbrios profundos,
ainda desconhecidos da ciência terrena.
 Para a mulher que praticou o aborto,
injustificadamente, os sofrimentos continuarão na
próxima encarnação, através dos desequilíbrios
psíquicos diversos, enfermidades do útero e a grande
frustração pela impossibilidade de gerar filhos.
Receberá de futuro almas que viciaram a forma que
lhes é peculiar, e será mãe de criminosos e suicidas, no
campo da reencarnação, regenerando as energias sutis
do perispírito, através do sacrifício nobilitante com que
se devotará aos filhos torturados e infelizes.
É importante considerar também que todos
aqueles que induzem ou auxiliam a mulher na
eliminação do nascituro possuem também a sua
culpabilidade no ato criminoso: maridos ou namorados
que obrigam as esposas, médicos que estimulam e o
realizam, enfermeiras e parteiras inconscientes. Para a
justiça humana, não há crime, nem processo, nem
punição, na maioria dos casos, mas para a JUSTIÇA
DIVINA todos os envolvidos no ato criminoso sofrerão
as consequências sombrias,imediatas ou a longo prazo,
de acordo com o seu grau de culpabilidade.
Aborto legal x aborto ilegal: a realidade pelo
mundo afora
Estatísticas apontam que são realizados cerca de 46
milhões de abortos anualmente em todo o mundo,
aproximadamente 160 mil por dia. Entre esses, a
Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 19
milhões são feitos de maneira clandestina e insegura,
resultando na morte de 70 mil mulheres por ano e
mais 5 milhões que enfrentam sequelas do
procedimento mal realizado.
http://www.esquerdadiario.com.br/
Imagem: Informe da ONU sobre o aborto no mundo (2011)
Imagem: Folhapress
MICROCEFALIA, POR QUE TANTOS CASOS?
VISÃO DA DOUTRINA ESPÍRITA
http://www.redeamigoespirita.com.br
São espíritos que trazem necessidade de provas ou expiações
semelhantes, nisto são atraídos a lugares ou situações, onde
graves desequilíbrios destes espíritos são tratados em
conjunto. Sobretudo nas doenças, chamadas de congênitas,
que a criança já traz ao nascer, não se pode atribuir ao acaso
ou a má sorte elas passarem por esta situação.
Os diversos casos de
microcefalia que está
ocorrendo por todo o Brasil,
e com mais intensidade no
Nordeste, e os números
cada vez mais aumentando.
Nos faz indagar: por que isto
está acontecendo?
Na visão da Doutrina Espírita esta situação enquadra-se
nas chamadas provações coletivas, é um resgate coletivo.
Esses bebês, são espíritos que já viveram muitas
outras vidas, com erros e acertos e precisam
passar pela experiência da microcefalia, é como se
fosse um processo de cura para os dificuldades
espirituais desses espíritos.
Para esses espíritos que nasceram com
microcefalia é uma grande oportunidade de reajuste
de dividas passadas, é uma reencanação impar para
eles, pela experiência de passar por isso, tanto para
eles como para os familiares.
FEDERAÇÃO ESPÍRITA SE POSICIONA SOBRE
O ABORTO DE BEBÊS COM MICROCEFALIA
Diante da incidência de casos de bebês que têm
nascido com microcefalia em Pernambuco, e do
noticiário acerca da recomendação de interrupção
voluntária da gravidez (aborto) em gestações de
bebês com microcefalia, a Federação Espírita
Pernambucana (FEP), no uso de suas atribuições,
como entidade federativa e representativa do
movimento espírita pernambucano, junto ao
Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita
Brasileira, e considerando que:
O Espiritismo entende que a interrupção
consentida da gravidez (aborto) contraria o código
divino de direito à vida, exceto em caso de risco de
vida da gestante (O Livro dos Espíritos – questão nº 359);
 O direito à vida está, naturalmente, acima das
prerrogativas humanas já que a vida antecede ao
Direito (vide a Constituição Federal Brasileira de
1988, no caput do Art.5); c/c – art. 2º o Código Civil
Brasileiro;
A Doutrina Espírita nos ensina que somos
espíritos imortais e os corpos são os maravilhosos
instrumentos dos espíritos no mundo das formas.
Une-se a todos que, com o mesmo desejo de cumprir
os desígnios de Deus e os ensinamentos de Jesus são
contrários à prática do abortamento em gestações de
bebês diagnosticados ou não, com microcefalia e
defende a vida em todas as suas expressões.
Seu posicionamento, além de estar alinhado com as
orientações doutrinárias espíritas, a qual guarda firme
e inabalável convicção, é uma resposta às tentativas
veladas empreendidas em prol da descriminalização
total do aborto.
Recomenda, também, aos centros espíritas do nosso
Estado e aos espíritas, que intensifiquem o trabalho de
esclarecimento à sociedade, em particular aos que
buscam a casa espírita, acerca das consequências
espirituais da prática do aborto.
Edson Caldeira
Presidente da Federação Espírita Pernambucana
Que as mães não abortem esses bebês de forma
alguma, porque se houver um caso na família de
microcefalia é porque a família necessita desta
experiência para desenvolver boas qualidades. A
família tem que se doar, porque tudo tem uma
razão de ser. É a Justiça Divina atuando, para que
alcancemos a luz.
“Estamos certos de que Deus age em todas as
coisas com o fim de beneficiar todos os que o
amam, dos que foram chamados conforme seu
plano.”
(Romanos 8:28)
Formatação: VAL RUASFormatação: VAL RUAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Necessidade da reencarnação - Wilma Badan
Necessidade da reencarnação - Wilma BadanNecessidade da reencarnação - Wilma Badan
Necessidade da reencarnação - Wilma Badan
Wilma Badan C.G.
 

Mais procurados (20)

Se alguém bater na face direita
Se alguém bater na face direitaSe alguém bater na face direita
Se alguém bater na face direita
 
Os espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morteOs espíritas diante da morte
Os espíritas diante da morte
 
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de ConservaçãoEvangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
Evangeliza - Leis Morais da Vida - Lei de Conservação
 
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na práticaPalestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
 
Palestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amorPalestra Espírita - Lei de amor
Palestra Espírita - Lei de amor
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
Da encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritosDa encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritos
 
Deixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luzDeixai brilhar a vossa luz
Deixai brilhar a vossa luz
 
Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21
 
A dor na nossa evolução
A dor na nossa evoluçãoA dor na nossa evolução
A dor na nossa evolução
 
Reforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírioReforma íntima sem martírio
Reforma íntima sem martírio
 
Indulgencia
IndulgenciaIndulgencia
Indulgencia
 
Mundos regeneradores
Mundos regeneradoresMundos regeneradores
Mundos regeneradores
 
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueireEvangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
Evangelho Capítulo XXIV - Não por a candeia debaixo do alqueire
 
Necessidade da reencarnação - Wilma Badan
Necessidade da reencarnação - Wilma BadanNecessidade da reencarnação - Wilma Badan
Necessidade da reencarnação - Wilma Badan
 
Se alguem te ferir a face direita
Se alguem te ferir a face direitaSe alguem te ferir a face direita
Se alguem te ferir a face direita
 
A verdadeira Pureza mãos não lavadas .
A verdadeira Pureza mãos não lavadas . A verdadeira Pureza mãos não lavadas .
A verdadeira Pureza mãos não lavadas .
 
A eficácia da Prece
A eficácia da PreceA eficácia da Prece
A eficácia da Prece
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
 
Fé e crise
Fé e criseFé e crise
Fé e crise
 

Destaque

Palestra sobre aborto
Palestra sobre abortoPalestra sobre aborto
Palestra sobre aborto
Caio Marcus
 
Apresentação aborto
Apresentação abortoApresentação aborto
Apresentação aborto
luciana
 

Destaque (11)

Estudo aborto
Estudo abortoEstudo aborto
Estudo aborto
 
Aborto
Aborto Aborto
Aborto
 
Palestra sobre aborto
Palestra sobre abortoPalestra sobre aborto
Palestra sobre aborto
 
Palestra Sexualidade na Visão Espírita
Palestra Sexualidade na Visão EspíritaPalestra Sexualidade na Visão Espírita
Palestra Sexualidade na Visão Espírita
 
Aborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestraAborto apresentaçao palestra
Aborto apresentaçao palestra
 
Seminário aborto 8 ano
Seminário aborto 8 anoSeminário aborto 8 ano
Seminário aborto 8 ano
 
Aborto na visão Espírita
Aborto na visão EspíritaAborto na visão Espírita
Aborto na visão Espírita
 
Aborto slides
Aborto slidesAborto slides
Aborto slides
 
Apresentação aborto
Apresentação abortoApresentação aborto
Apresentação aborto
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23
 
ABORTO
ABORTOABORTO
ABORTO
 

Semelhante a O aborto sob a ótica espírita

Trocando ideias - Aborto
Trocando ideias - AbortoTrocando ideias - Aborto
Trocando ideias - Aborto
dijfergs
 
10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto
Neil Azevedo
 
10racoes contra 10
10racoes contra 1010racoes contra 10
10racoes contra 10
arturramisio
 
Cnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfm
Cnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfmCnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfm
Cnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfm
José Ripardo
 

Semelhante a O aborto sob a ótica espírita (20)

Respeitemos a vida. aborto não!
Respeitemos a vida. aborto não!Respeitemos a vida. aborto não!
Respeitemos a vida. aborto não!
 
O que dizem os espíritos sobre o aborto (juvanir borges de souza e feb)
O que dizem os espíritos sobre o aborto (juvanir borges de souza e feb)O que dizem os espíritos sobre o aborto (juvanir borges de souza e feb)
O que dizem os espíritos sobre o aborto (juvanir borges de souza e feb)
 
aborto.ppt
aborto.pptaborto.ppt
aborto.ppt
 
Bioética
BioéticaBioética
Bioética
 
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XII, XIII e XIV - Diferen...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XII, XIII e XIV - Diferen...Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XII, XIII e XIV - Diferen...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XII, XIII e XIV - Diferen...
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTOLIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
LIÇÃO 4 - ÉTICA CRISTÂ e ABORTO
 
Aborto nunca!!!
Aborto nunca!!!Aborto nunca!!!
Aborto nunca!!!
 
Aborto - da dor á uma vida de amor
Aborto - da dor á uma vida de amorAborto - da dor á uma vida de amor
Aborto - da dor á uma vida de amor
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Trocando ideias - Aborto
Trocando ideias - AbortoTrocando ideias - Aborto
Trocando ideias - Aborto
 
10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto10 razões contra o aborto
10 razões contra o aborto
 
10racoes contra 10
10racoes contra 1010racoes contra 10
10racoes contra 10
 
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XVI, XVII e XVIII - Deter...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XVI, XVII e XVIII - Deter...Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XVI, XVII e XVIII - Deter...
Evolução em Dois Mundos - Segunda Parte - Capítulos XVI, XVII e XVIII - Deter...
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Estudo aborto.
Estudo aborto.Estudo aborto.
Estudo aborto.
 
Estudo aborto
Estudo abortoEstudo aborto
Estudo aborto
 
Sem título 1
Sem título 1Sem título 1
Sem título 1
 
( Espiritismo) # - alberto almeida - aborto
( Espiritismo)   # - alberto almeida - aborto( Espiritismo)   # - alberto almeida - aborto
( Espiritismo) # - alberto almeida - aborto
 
Cnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfm
Cnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfmCnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfm
Cnbb critica defesa do aborto até a 12a semana de gestação pelo cfm
 

Mais de Val Ruas

Viver em paz
Viver  em pazViver  em paz
Viver em paz
Val Ruas
 
Reflexões
ReflexõesReflexões
Reflexões
Val Ruas
 

Mais de Val Ruas (20)

Ante as tribulações
Ante as tribulaçõesAnte as tribulações
Ante as tribulações
 
Reforma intima sem martírio (mensagem)
Reforma intima sem martírio (mensagem)Reforma intima sem martírio (mensagem)
Reforma intima sem martírio (mensagem)
 
Palestra o carater educativo da dor
Palestra  o carater educativo da dorPalestra  o carater educativo da dor
Palestra o carater educativo da dor
 
Depressão&espiritismo
Depressão&espiritismoDepressão&espiritismo
Depressão&espiritismo
 
Alma de mulher
Alma de mulherAlma de mulher
Alma de mulher
 
Um novo começo
Um novo começoUm novo começo
Um novo começo
 
Fim de ano começo de um novo
Fim de ano começo de um novoFim de ano começo de um novo
Fim de ano começo de um novo
 
Autolibertação
AutolibertaçãoAutolibertação
Autolibertação
 
A morte não é nada
A morte não é nadaA morte não é nada
A morte não é nada
 
Alegra te
Alegra te Alegra te
Alegra te
 
Singelos convites
Singelos convitesSingelos convites
Singelos convites
 
Casamento na visão espírita
Casamento na visão espíritaCasamento na visão espírita
Casamento na visão espírita
 
Prece aoanjoguardião
Prece aoanjoguardiãoPrece aoanjoguardião
Prece aoanjoguardião
 
Segue me
Segue meSegue me
Segue me
 
Não te canses
Não te cansesNão te canses
Não te canses
 
Viver em paz
Viver  em pazViver  em paz
Viver em paz
 
Renova te sempre
Renova te sempreRenova te sempre
Renova te sempre
 
Reflexões
ReflexõesReflexões
Reflexões
 
Teu recomeço
Teu recomeçoTeu recomeço
Teu recomeço
 
Feliz 2015
Feliz 2015Feliz 2015
Feliz 2015
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (14)

Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 

O aborto sob a ótica espírita

  • 1.
  • 2.
  • 3. “A vida, sob qualquer aspecto considerado, é dádiva de Deus que ninguém pode perturbar.” ( Bezerra de Menezes); Interromper a gestação de um filho é decisão de grande responsabilidade. Entretanto, há quem o faça sem quaisquer considerações de natureza médica, legal, moral ou espiritual, porque considera a gestação um fato meramente biológico e que somente as pessoas nela diretamente envolvidas têm o direito de decidir pelo seu desenvolvimento natural ou pela interrupção, sem culpa legal ou moral. (ESDE-Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita–Tomo II – Mód. xv – Roteiro 3 – O aborto)
  • 4. A Doutrina Espírita procura esclarecer que o aborto é crime, que pode ter atenuantes ou agravantes, como todo desrespeito à lei. Antes de ser transgressão à lei humana, o abortamento provocado constitui crime perante a Lei Divina ou Natural, ficando os infratores sujeitos à infalível lei de ação e reação. (ESDE-Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita–Tomo II – Mód. xv – Roteiro 3 – O aborto)
  • 5. O aborto delituoso, é considerado um equívoco gravíssimo, pelas seguintes razões, entre outras:  Todo filho é um empréstimo sagrado que, como tal, precisa ser valorizado, trabalhado através do amor e da devoção dos pais, para posteriormente ser devolvido ao Pai Celestial em condição mais elevada.  O aborto é violação do direito básico da vida. É preciso entender que [...] é mais fácil para nós a convivência com filhos problema que com inimigos ferrenhos. Os primeiros podem gerar inquietação e trabalho constantes, mas, os segundos, inimigos recalcados, poderão trazer sofrimentos e aflições em grau maior às nossas vidas (obsessão). ESDE-Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita–Tomo II – Mód. xv – Roteiro 3 – O aborto)
  • 6.  De acordo com a Doutrina Espírita, o aborto não encontra justificativa perante Deus, a não ser nos casos especialíssimos, quando o médico honrado, sincero e consciente, sentencia que “o nascimento da criança põe em perigo a vida da mãe dela”. Sendo assim, é importante considerar que o aborto não é uma solução, é um adiamento doloroso, uma porta aberta de entrada no crime e no mal, e um rompimento de compromissos estabelecidos pelo Espírito, ora delituoso, com Deus, com o reencarnante, e em última análise, consigo mesmo.
  • 7. As consequências físicas e espirituais do abortoAs consequências físicas e espirituais do aborto  As consequências do aborto delituoso podem, na maioria, explicar a existência de muitos casais humanos, absolutamente sem a coroa dos filhos, visto que anularam as próprias faculdades geradoras. O centro genésico, que é o santuário das energias criadoras do sexo e tem sua contraparte na organização perispiritual da mulher, com a prática do aborto condenável sofre desequilíbrios profundos, ainda desconhecidos da ciência terrena.
  • 8.  Para a mulher que praticou o aborto, injustificadamente, os sofrimentos continuarão na próxima encarnação, através dos desequilíbrios psíquicos diversos, enfermidades do útero e a grande frustração pela impossibilidade de gerar filhos. Receberá de futuro almas que viciaram a forma que lhes é peculiar, e será mãe de criminosos e suicidas, no campo da reencarnação, regenerando as energias sutis do perispírito, através do sacrifício nobilitante com que se devotará aos filhos torturados e infelizes.
  • 9. É importante considerar também que todos aqueles que induzem ou auxiliam a mulher na eliminação do nascituro possuem também a sua culpabilidade no ato criminoso: maridos ou namorados que obrigam as esposas, médicos que estimulam e o realizam, enfermeiras e parteiras inconscientes. Para a justiça humana, não há crime, nem processo, nem punição, na maioria dos casos, mas para a JUSTIÇA DIVINA todos os envolvidos no ato criminoso sofrerão as consequências sombrias,imediatas ou a longo prazo, de acordo com o seu grau de culpabilidade.
  • 10. Aborto legal x aborto ilegal: a realidade pelo mundo afora Estatísticas apontam que são realizados cerca de 46 milhões de abortos anualmente em todo o mundo, aproximadamente 160 mil por dia. Entre esses, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 19 milhões são feitos de maneira clandestina e insegura, resultando na morte de 70 mil mulheres por ano e mais 5 milhões que enfrentam sequelas do procedimento mal realizado. http://www.esquerdadiario.com.br/
  • 11. Imagem: Informe da ONU sobre o aborto no mundo (2011)
  • 13. MICROCEFALIA, POR QUE TANTOS CASOS? VISÃO DA DOUTRINA ESPÍRITA http://www.redeamigoespirita.com.br São espíritos que trazem necessidade de provas ou expiações semelhantes, nisto são atraídos a lugares ou situações, onde graves desequilíbrios destes espíritos são tratados em conjunto. Sobretudo nas doenças, chamadas de congênitas, que a criança já traz ao nascer, não se pode atribuir ao acaso ou a má sorte elas passarem por esta situação. Os diversos casos de microcefalia que está ocorrendo por todo o Brasil, e com mais intensidade no Nordeste, e os números cada vez mais aumentando. Nos faz indagar: por que isto está acontecendo? Na visão da Doutrina Espírita esta situação enquadra-se nas chamadas provações coletivas, é um resgate coletivo.
  • 14. Esses bebês, são espíritos que já viveram muitas outras vidas, com erros e acertos e precisam passar pela experiência da microcefalia, é como se fosse um processo de cura para os dificuldades espirituais desses espíritos. Para esses espíritos que nasceram com microcefalia é uma grande oportunidade de reajuste de dividas passadas, é uma reencanação impar para eles, pela experiência de passar por isso, tanto para eles como para os familiares.
  • 15. FEDERAÇÃO ESPÍRITA SE POSICIONA SOBRE O ABORTO DE BEBÊS COM MICROCEFALIA Diante da incidência de casos de bebês que têm nascido com microcefalia em Pernambuco, e do noticiário acerca da recomendação de interrupção voluntária da gravidez (aborto) em gestações de bebês com microcefalia, a Federação Espírita Pernambucana (FEP), no uso de suas atribuições, como entidade federativa e representativa do movimento espírita pernambucano, junto ao Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira, e considerando que: O Espiritismo entende que a interrupção consentida da gravidez (aborto) contraria o código divino de direito à vida, exceto em caso de risco de vida da gestante (O Livro dos Espíritos – questão nº 359);
  • 16.  O direito à vida está, naturalmente, acima das prerrogativas humanas já que a vida antecede ao Direito (vide a Constituição Federal Brasileira de 1988, no caput do Art.5); c/c – art. 2º o Código Civil Brasileiro; A Doutrina Espírita nos ensina que somos espíritos imortais e os corpos são os maravilhosos instrumentos dos espíritos no mundo das formas.
  • 17. Une-se a todos que, com o mesmo desejo de cumprir os desígnios de Deus e os ensinamentos de Jesus são contrários à prática do abortamento em gestações de bebês diagnosticados ou não, com microcefalia e defende a vida em todas as suas expressões. Seu posicionamento, além de estar alinhado com as orientações doutrinárias espíritas, a qual guarda firme e inabalável convicção, é uma resposta às tentativas veladas empreendidas em prol da descriminalização total do aborto. Recomenda, também, aos centros espíritas do nosso Estado e aos espíritas, que intensifiquem o trabalho de esclarecimento à sociedade, em particular aos que buscam a casa espírita, acerca das consequências espirituais da prática do aborto. Edson Caldeira Presidente da Federação Espírita Pernambucana
  • 18.
  • 19. Que as mães não abortem esses bebês de forma alguma, porque se houver um caso na família de microcefalia é porque a família necessita desta experiência para desenvolver boas qualidades. A família tem que se doar, porque tudo tem uma razão de ser. É a Justiça Divina atuando, para que alcancemos a luz.
  • 20. “Estamos certos de que Deus age em todas as coisas com o fim de beneficiar todos os que o amam, dos que foram chamados conforme seu plano.” (Romanos 8:28) Formatação: VAL RUASFormatação: VAL RUAS