SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
““Vinde a mim, todos que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.Vinde a mim, todos que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.
Tomai sobre vTomai sobre vóós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humildes o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humilde
de corade coraçção; e encontrareis descanso para as vossas almas.ão; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o Meu jugoPorque o Meu jugo éé suave e o Meu fardosuave e o Meu fardo éé leve“leve“
(Mateus , 11:28 A 30)(Mateus , 11:28 A 30)
ANTIGUIDADE (500 a. C. – 100 d. C.)
Hipócrates, o pai da medicina criou a teoria dos quatro
humores, que considerava o temperamento como consequência
dos quatro fluidos corporais: Fleuma, Sangue, bile amarela, e
bile negra..
22
TEORIA DOSTEORIA DOS
QUATROQUATRO
HUMORESHUMORES
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
Moderado, frio, impassível
3
Desanimado, inquieto, complexo
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
Alegre, prestativo, amoroso
Irritadiço, agressivo, corajoso
IDADE MÉDIA (SEC. V a XIV)
Nessa época a melancolia era considerada um pecado umNessa época a melancolia era considerada um pecado um
afastamento de tudo o que era sagrado.afastamento de tudo o que era sagrado.
Na inquisição, no sec. XIII os melancólicos eram multadosNa inquisição, no sec. XIII os melancólicos eram multados
e até presos.e até presos. 4
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
IDADE MODERNA (séculos XV a XIX)
“ A melancolia que
está presente em todos
os seres humanos, é
apenas o desejo de
compreender a
eternidade, o infinito.”
(Marsilio Ficino))
5
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
SEC.XVI
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
SEC. XVII - Levando o Cérebro em Consideração
É desse período a
convicção de que
pela vontade da
mente pode-se
governar e dominar
as emoções.
6
7
SEC. XVIII
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
A posição social dos deprimidos retrocede.
Numa época da Razão, os sem razão estavam em
desvantagem.
SEC. XIX
8
A psiquiatria é agora uma especialidade médica.
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
IDADE CONTEMPORÂNEA - SEC. XX até os dias atuais
Séc. XX - Os antidepressivos foram descobertos,
ocasionando um avanço para o tratamento da depressão.
A Psiquiatria classifica depressão como Unipolar e Bipolar
9
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
10
SEC. XXI
A depressão agora tem uma abordagem científica, médica,
psicanalítica e cognitiva.
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
CONCEITOCONCEITO – A depressão hoje é classificada
como sendo uma perturbação do humor, um estado
de mal-estar, com baixa da atividade geral,
levando ao sofrimento íntimo profundo,
desesperança, falta de fé em Deus, em si próprio e
na vida.
11
12
ESTATÍSTICA DA DEPRESSÃO (OMS)
A depressão afeta 15 a 20% das mulheres e 5 a 10% dos homens;;
Aproximadamente 2/3 das pessoas com depressão não fazem
tratamento;
A maioria dos deprimidos que não são tratados irão tentar
suicídio pelo menos uma vez, 17% deles conseguem se matar;
Com o tratamento correto, 70 a 90% dos pacientes se recuperam
da depressão;
Cerca de 5% da população mundial sofre de depressão a cada
ano;
75% das pessoas com depressão não recebe tratamento adequado;
1313
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
A previsão da OMS é de que a depressão em 2030, será o
maior entre todos os problemas de saúde;
TIPOS DE DEPRESSÃO
Depressão Exógena ou Neurose Depressiva:(exo = fora) Depende
de um fator externo desencadeante .
“PERDAS”- EX: Morte de um ente querido, divórcio, perdas
financeiras, etc
 Depressão das Doenças Orgânicas:: Acidente vascular cerebral
("derrame"), tumor cerebral, câncer; etc.
Depressão traumática: acidentes automobilísticos, acidentes de
trabalho, etcDepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo 14
Depressão Endógena: (endo = dentro), ou seja, que vem de dentro
da pessoa.
Ex: CULPA: Assassinato, aborto, traição
Depressão do idoso, depressão pós parto,etc
OUTRAS CAUSAS
1.Viver sob pressão profissional sem recompensas satisfatórias;
2 .Viver em contato com pessoas agressivas ou dominadoras sem
coragem para enfrentá-las;
33. Não ter uma religião que lhe responda suas questões mais
íntimas;
5. Não resolver seus problemas e necessidades sexuais;
77. Lidar com as ingratidões e incompreensões do ambiente
familiar;
8.Solidão;
9.Aceitar as transformações e alterações físicas decorrentes da
idade;
10. Lidar com os fenômenos mediúnicos;
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
15
SINTOMAS
Emocionais:Emocionais:
Tristeza, ansiedade, angústia
Sentimento de culpa
Baixa autoestima
Desesperança
Estresse
Choro fácil e frequente
Pensamento suicida
Retraimento social, etc
Físicos:Físicos:
 Baixa energia
Alterações no sono,
Dores inexplicáveis pelo corpo, dor de cabeça, dor no estômago
Alterações no apetite e do peso corporal
Distúrbio de atenção e memória;
Alterações gastrointestinais,
Redução da libido, etc
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo 16
O DEPRIMIDO
17
O deprimido apresenta duas características: egoísmo e rebeldia.
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
18
Depressão é a desconexão do indivíduo com seu eu maduro.
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
É um desligamento psicológico com o mundo e com a
afetividade. É o fundo do poço.
19
O “Fundo do poço” é o isolamento total com respectivo
sentimento de inutilidade.
O FUNDO DO POÇO
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
A VISÃO ESPIRITA
Allan Kardec: “Se os médicos são mal sucedidos, tratando da
maior parte das moléstias, é que tratam do corpo, sem tratarem da
alma.” (E. S. E– Introdução item XIX.)
François de Geneve:“Sabeis por que, às vezes, uma vaga tristeza
se apodera dos vossos corações e vos leva a considerar amarga a
vida? É que vosso espírito, aspirando à felicidade e à liberdade, se
esgota, jungido ao corpo que lhe serve de prisão, em vãos esforços
para sair dele. Reconhecendo inúteis esses esforços, cai no
desânimo e, como o corpo lhe sofre a influência, toma-vos a
lassidão, o abatimento, uma espécie de apatia, e vos julga
infelizes.”
(ESE- Bem aventurados os aflitos, cap.V item 25 -A Melancolia
20
O espiritismo, explica a depressão como uma doença espiritual.
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
Joanna de Ângelis -“A depressão é rude prova para o
espírito, que a deve enfrentar com galhardia, recorrendo ao
arsenal terapêutico da medicina e do espiritismo.”
21
Chico Xavier: “Quando a depressão me ameaçava,
Emmanuel me recomendava deixar o que estivesse fazendo e
ir à periferia, efetuando demorada visita aos lares em
situação de penúria. Depois de conversar com aquelas mães
sofridas, eu voltava para casa com vergonha de mim...”
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
A CURA = AUTOTRANSFORMAÇÃO
Tomar a decisãoa decisão da mudança
Descobrir o núcleo de sua depressãoo núcleo de sua depressão
Solicitar ajuda profissional ((expressarexpressar emoções e desabafar conflitose desabafar conflitos))
Trabalhar mágoas, rancores, ressentimentos
22
Fechar ciclosciclos
Buscar o recurso da prece
O QUE FAZER?
Reforma moral
Autoconhecimento
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
23
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
Enfim, querer realmente viver...
Acolher com carinho o depressivo;
Conversa fraterna;
Convidar para:
- palestra
- passe
- estudos da casa
Incentivar:
- Leituras edificantes
- A prática do Evangelho no lar
- A prática da caridade
CONTRIBUIÇÃO DA CASA ESPIRITA
24
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
25
A DEPRESSÃO E O SENTIDO DA VIDA
A depressão é um convite que Vida nos faz para a nossa
renovação interior.
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
26
"Eu sou o Bom Pastor;
tende bom ânimo;
não se turbe o vosso
coração;
vinde a mim todos vós
que andais fatigados,
cansados e oprimidos, e
Eu vos aliviarei".
BIBLIOGRAFIA
Kardec, Allan - O Evangelho Segundo o Espiritismo .
Franco, Divaldo Pereira - O Homem Integral - Tormentos da Obsessão
Xavier, Francisco Cândido - Missionários da Luz - O Consolador - FEB - 13ª edição.
Joanna de Angelis - Conflitos Existenciais - Vitória Sobre a Depressão- Iluminação Interior
Revista Espírita Allan Kardec - Ano X - n. 37.
Novaes, Adenáuer Marcos Ferraz de- Alquimia do Amor – Depressão, Cura e Espiritualidade.
A Cura Espiritual da depressão- Alírio Cerqueira Filho
Depressão e Síndrome do Pânico- por Prof. Dr. Kalil Duailib
DepressãoDepressão
&&
EspiritismoEspiritismo
Formatação: VAL RUAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancolia
 
Doenças da alma
Doenças da almaDoenças da alma
Doenças da alma
 
A doença da Alzheimer visão espírita
A doença da Alzheimer visão espírita A doença da Alzheimer visão espírita
A doença da Alzheimer visão espírita
 
A cura e auto cura 2
A cura e auto cura 2A cura e auto cura 2
A cura e auto cura 2
 
Doenças: Uma Visão Espírita
Doenças: Uma Visão EspíritaDoenças: Uma Visão Espírita
Doenças: Uma Visão Espírita
 
DEPRESSÃO E ESPIRITUALIDADE
DEPRESSÃO E ESPIRITUALIDADEDEPRESSÃO E ESPIRITUALIDADE
DEPRESSÃO E ESPIRITUALIDADE
 
2013-03-13-Aula-Obsessão e Transtornos Psíquicos-Rosana De Rosa
2013-03-13-Aula-Obsessão e Transtornos Psíquicos-Rosana De Rosa2013-03-13-Aula-Obsessão e Transtornos Psíquicos-Rosana De Rosa
2013-03-13-Aula-Obsessão e Transtornos Psíquicos-Rosana De Rosa
 
Jesus, médico de almas!
Jesus, médico de almas!Jesus, médico de almas!
Jesus, médico de almas!
 
O médico Jesus
O médico JesusO médico Jesus
O médico Jesus
 
O médico jesus (josé carlos de lucca)
O médico jesus (josé carlos de lucca)O médico jesus (josé carlos de lucca)
O médico jesus (josé carlos de lucca)
 
Doenças psicossomáticas
Doenças psicossomáticasDoenças psicossomáticas
Doenças psicossomáticas
 
Depressão na visão espírita
Depressão na visão espíritaDepressão na visão espírita
Depressão na visão espírita
 
Ante o Divino médico
Ante o Divino médicoAnte o Divino médico
Ante o Divino médico
 
Espiritismo e saude mental 2014
Espiritismo e saude mental 2014Espiritismo e saude mental 2014
Espiritismo e saude mental 2014
 
Doenças da alma
Doenças da alma Doenças da alma
Doenças da alma
 
A DOR COMO ENSINAMENTO
A DOR COMO ENSINAMENTOA DOR COMO ENSINAMENTO
A DOR COMO ENSINAMENTO
 
Tristeza e depressão
Tristeza e depressãoTristeza e depressão
Tristeza e depressão
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Medicina E Espiritismo
Medicina E EspiritismoMedicina E Espiritismo
Medicina E Espiritismo
 
Espiritualidade e emoções
Espiritualidade e emoçõesEspiritualidade e emoções
Espiritualidade e emoções
 

Destaque

Reforma intima sem martírio (mensagem)
Reforma intima sem martírio (mensagem)Reforma intima sem martírio (mensagem)
Reforma intima sem martírio (mensagem)Val Ruas
 
O caminho do meio
O caminho do meioO caminho do meio
O caminho do meioTs Agency
 
Tratamento Espiritual
Tratamento EspiritualTratamento Espiritual
Tratamento Espiritualield
 
Filosofia Quantica Poder Do Pensamento
Filosofia Quantica Poder Do PensamentoFilosofia Quantica Poder Do Pensamento
Filosofia Quantica Poder Do PensamentoPupi Crystel
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Marcelo Suster
 
Jesus e a lei da atração uma nova visão cristã sobre o universo quântico
Jesus e a lei da atração   uma nova visão cristã sobre o universo quânticoJesus e a lei da atração   uma nova visão cristã sobre o universo quântico
Jesus e a lei da atração uma nova visão cristã sobre o universo quânticoMautama
 
O poder do pensamento positivo
O poder do pensamento positivoO poder do pensamento positivo
O poder do pensamento positivoFelix Lescinskiene
 
O Poder Magnético das Palavras
O Poder Magnético das PalavrasO Poder Magnético das Palavras
O Poder Magnético das Palavrasigmateus
 

Destaque (15)

Normose
NormoseNormose
Normose
 
Reforma intima sem martírio (mensagem)
Reforma intima sem martírio (mensagem)Reforma intima sem martírio (mensagem)
Reforma intima sem martírio (mensagem)
 
O caminho do meio
O caminho do meioO caminho do meio
O caminho do meio
 
Campo de Energia Humana
Campo de Energia HumanaCampo de Energia Humana
Campo de Energia Humana
 
Tratamento Espiritual
Tratamento EspiritualTratamento Espiritual
Tratamento Espiritual
 
Filosofia Quantica Poder Do Pensamento
Filosofia Quantica Poder Do PensamentoFilosofia Quantica Poder Do Pensamento
Filosofia Quantica Poder Do Pensamento
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
 
Jesus e a lei da atração uma nova visão cristã sobre o universo quântico
Jesus e a lei da atração   uma nova visão cristã sobre o universo quânticoJesus e a lei da atração   uma nova visão cristã sobre o universo quântico
Jesus e a lei da atração uma nova visão cristã sobre o universo quântico
 
Magnetismo aula 1
Magnetismo   aula 1Magnetismo   aula 1
Magnetismo aula 1
 
Mente quantica
Mente quanticaMente quantica
Mente quantica
 
Magnetismo: conceito e aplicação
Magnetismo: conceito e aplicaçãoMagnetismo: conceito e aplicação
Magnetismo: conceito e aplicação
 
O poder do pensamento positivo
O poder do pensamento positivoO poder do pensamento positivo
O poder do pensamento positivo
 
Estudo do passe e do magnetismo
Estudo do passe e do magnetismoEstudo do passe e do magnetismo
Estudo do passe e do magnetismo
 
O Poder Magnético das Palavras
O Poder Magnético das PalavrasO Poder Magnético das Palavras
O Poder Magnético das Palavras
 
Fisica quantica e espiritualidade pdf
Fisica quantica e espiritualidade pdfFisica quantica e espiritualidade pdf
Fisica quantica e espiritualidade pdf
 

Semelhante a Depressão&espiritismo

Semelhante a Depressão&espiritismo (20)

3 - Depressão - Tormentos da Alma.
3 - Depressão - Tormentos da Alma.3 - Depressão - Tormentos da Alma.
3 - Depressão - Tormentos da Alma.
 
Ansiedade e depressao
Ansiedade e depressaoAnsiedade e depressao
Ansiedade e depressao
 
Depressão e Cura
Depressão e CuraDepressão e Cura
Depressão e Cura
 
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTADEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
DEPRESSAO X ATUALIDADE VISÃO ESPIRITUALISTA
 
Doenças da alma
Doenças da almaDoenças da alma
Doenças da alma
 
Palestra André
Palestra AndréPalestra André
Palestra André
 
Transtornos da mente e da alma
Transtornos da mente e da almaTranstornos da mente e da alma
Transtornos da mente e da alma
 
Estás doente2
Estás doente2Estás doente2
Estás doente2
 
Depressão e suicidio seminario
Depressão e suicidio   seminarioDepressão e suicidio   seminario
Depressão e suicidio seminario
 
Estás doente?
Estás doente?Estás doente?
Estás doente?
 
Depressão e obsessão.
Depressão e obsessão.Depressão e obsessão.
Depressão e obsessão.
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
DEPRESSÃO
DEPRESSÃODEPRESSÃO
DEPRESSÃO
 
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
 
Cura espiritual da depressão
Cura espiritual da depressãoCura espiritual da depressão
Cura espiritual da depressão
 
Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancolia
 
Palestra depressoemelancolia
Palestra depressoemelancoliaPalestra depressoemelancolia
Palestra depressoemelancolia
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptxELETIVAS – a vida em movimento.pptx
ELETIVAS – a vida em movimento.pptx
 
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão? Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
 

Mais de Val Ruas

Ante as tribulações
Ante as tribulaçõesAnte as tribulações
Ante as tribulaçõesVal Ruas
 
Palestra o carater educativo da dor
Palestra  o carater educativo da dorPalestra  o carater educativo da dor
Palestra o carater educativo da dorVal Ruas
 
Alma de mulher
Alma de mulherAlma de mulher
Alma de mulherVal Ruas
 
O aborto sob a ótica espírita
O aborto sob a ótica espíritaO aborto sob a ótica espírita
O aborto sob a ótica espíritaVal Ruas
 
Um novo começo
Um novo começoUm novo começo
Um novo começoVal Ruas
 
Fim de ano começo de um novo
Fim de ano começo de um novoFim de ano começo de um novo
Fim de ano começo de um novoVal Ruas
 
Autolibertação
AutolibertaçãoAutolibertação
AutolibertaçãoVal Ruas
 
A morte não é nada
A morte não é nadaA morte não é nada
A morte não é nadaVal Ruas
 
Alegra te
Alegra te Alegra te
Alegra te Val Ruas
 
Singelos convites
Singelos convitesSingelos convites
Singelos convitesVal Ruas
 
Casamento na visão espírita
Casamento na visão espíritaCasamento na visão espírita
Casamento na visão espíritaVal Ruas
 
Prece aoanjoguardião
Prece aoanjoguardiãoPrece aoanjoguardião
Prece aoanjoguardiãoVal Ruas
 
Não te canses
Não te cansesNão te canses
Não te cansesVal Ruas
 
Viver em paz
Viver  em pazViver  em paz
Viver em pazVal Ruas
 
Renova te sempre
Renova te sempreRenova te sempre
Renova te sempreVal Ruas
 
Reflexões
ReflexõesReflexões
ReflexõesVal Ruas
 
Teu recomeço
Teu recomeçoTeu recomeço
Teu recomeçoVal Ruas
 
Feliz 2015
Feliz 2015Feliz 2015
Feliz 2015Val Ruas
 
Convite ao perdão
Convite ao perdãoConvite ao perdão
Convite ao perdãoVal Ruas
 

Mais de Val Ruas (20)

Ante as tribulações
Ante as tribulaçõesAnte as tribulações
Ante as tribulações
 
Palestra o carater educativo da dor
Palestra  o carater educativo da dorPalestra  o carater educativo da dor
Palestra o carater educativo da dor
 
Alma de mulher
Alma de mulherAlma de mulher
Alma de mulher
 
O aborto sob a ótica espírita
O aborto sob a ótica espíritaO aborto sob a ótica espírita
O aborto sob a ótica espírita
 
Um novo começo
Um novo começoUm novo começo
Um novo começo
 
Fim de ano começo de um novo
Fim de ano começo de um novoFim de ano começo de um novo
Fim de ano começo de um novo
 
Autolibertação
AutolibertaçãoAutolibertação
Autolibertação
 
A morte não é nada
A morte não é nadaA morte não é nada
A morte não é nada
 
Alegra te
Alegra te Alegra te
Alegra te
 
Singelos convites
Singelos convitesSingelos convites
Singelos convites
 
Casamento na visão espírita
Casamento na visão espíritaCasamento na visão espírita
Casamento na visão espírita
 
Prece aoanjoguardião
Prece aoanjoguardiãoPrece aoanjoguardião
Prece aoanjoguardião
 
Segue me
Segue meSegue me
Segue me
 
Não te canses
Não te cansesNão te canses
Não te canses
 
Viver em paz
Viver  em pazViver  em paz
Viver em paz
 
Renova te sempre
Renova te sempreRenova te sempre
Renova te sempre
 
Reflexões
ReflexõesReflexões
Reflexões
 
Teu recomeço
Teu recomeçoTeu recomeço
Teu recomeço
 
Feliz 2015
Feliz 2015Feliz 2015
Feliz 2015
 
Convite ao perdão
Convite ao perdãoConvite ao perdão
Convite ao perdão
 

Último

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaRicardo Azevedo
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfDaddizinhaRodrigues
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfFrancisco Baptista
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Nilson Almeida
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxManoel Candido Pires Junior
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 

Último (7)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdfESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
ESPECIALIDADES ARQUEOLOGIA BIBLICA DBV.pdf
 
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdfLeandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
Leandro Pires - O Eu Superior Nosso Verdadeiro Mestre.pdf
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 

Depressão&espiritismo

  • 1. ““Vinde a mim, todos que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.Vinde a mim, todos que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vTomai sobre vóós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humildes o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humilde de corade coraçção; e encontrareis descanso para as vossas almas.ão; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o Meu jugoPorque o Meu jugo éé suave e o Meu fardosuave e o Meu fardo éé leve“leve“ (Mateus , 11:28 A 30)(Mateus , 11:28 A 30)
  • 2. ANTIGUIDADE (500 a. C. – 100 d. C.) Hipócrates, o pai da medicina criou a teoria dos quatro humores, que considerava o temperamento como consequência dos quatro fluidos corporais: Fleuma, Sangue, bile amarela, e bile negra.. 22 TEORIA DOSTEORIA DOS QUATROQUATRO HUMORESHUMORES DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 3. Moderado, frio, impassível 3 Desanimado, inquieto, complexo DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo Alegre, prestativo, amoroso Irritadiço, agressivo, corajoso
  • 4. IDADE MÉDIA (SEC. V a XIV) Nessa época a melancolia era considerada um pecado umNessa época a melancolia era considerada um pecado um afastamento de tudo o que era sagrado.afastamento de tudo o que era sagrado. Na inquisição, no sec. XIII os melancólicos eram multadosNa inquisição, no sec. XIII os melancólicos eram multados e até presos.e até presos. 4 DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 5. IDADE MODERNA (séculos XV a XIX) “ A melancolia que está presente em todos os seres humanos, é apenas o desejo de compreender a eternidade, o infinito.” (Marsilio Ficino)) 5 DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo SEC.XVI
  • 6. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo SEC. XVII - Levando o Cérebro em Consideração É desse período a convicção de que pela vontade da mente pode-se governar e dominar as emoções. 6
  • 7. 7 SEC. XVIII DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo A posição social dos deprimidos retrocede. Numa época da Razão, os sem razão estavam em desvantagem.
  • 8. SEC. XIX 8 A psiquiatria é agora uma especialidade médica. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 9. IDADE CONTEMPORÂNEA - SEC. XX até os dias atuais Séc. XX - Os antidepressivos foram descobertos, ocasionando um avanço para o tratamento da depressão. A Psiquiatria classifica depressão como Unipolar e Bipolar 9 DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 10. 10 SEC. XXI A depressão agora tem uma abordagem científica, médica, psicanalítica e cognitiva. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 11. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo CONCEITOCONCEITO – A depressão hoje é classificada como sendo uma perturbação do humor, um estado de mal-estar, com baixa da atividade geral, levando ao sofrimento íntimo profundo, desesperança, falta de fé em Deus, em si próprio e na vida. 11
  • 12. 12
  • 13. ESTATÍSTICA DA DEPRESSÃO (OMS) A depressão afeta 15 a 20% das mulheres e 5 a 10% dos homens;; Aproximadamente 2/3 das pessoas com depressão não fazem tratamento; A maioria dos deprimidos que não são tratados irão tentar suicídio pelo menos uma vez, 17% deles conseguem se matar; Com o tratamento correto, 70 a 90% dos pacientes se recuperam da depressão; Cerca de 5% da população mundial sofre de depressão a cada ano; 75% das pessoas com depressão não recebe tratamento adequado; 1313 DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo A previsão da OMS é de que a depressão em 2030, será o maior entre todos os problemas de saúde;
  • 14. TIPOS DE DEPRESSÃO Depressão Exógena ou Neurose Depressiva:(exo = fora) Depende de um fator externo desencadeante . “PERDAS”- EX: Morte de um ente querido, divórcio, perdas financeiras, etc  Depressão das Doenças Orgânicas:: Acidente vascular cerebral ("derrame"), tumor cerebral, câncer; etc. Depressão traumática: acidentes automobilísticos, acidentes de trabalho, etcDepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo 14 Depressão Endógena: (endo = dentro), ou seja, que vem de dentro da pessoa. Ex: CULPA: Assassinato, aborto, traição Depressão do idoso, depressão pós parto,etc
  • 15. OUTRAS CAUSAS 1.Viver sob pressão profissional sem recompensas satisfatórias; 2 .Viver em contato com pessoas agressivas ou dominadoras sem coragem para enfrentá-las; 33. Não ter uma religião que lhe responda suas questões mais íntimas; 5. Não resolver seus problemas e necessidades sexuais; 77. Lidar com as ingratidões e incompreensões do ambiente familiar; 8.Solidão; 9.Aceitar as transformações e alterações físicas decorrentes da idade; 10. Lidar com os fenômenos mediúnicos; DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo 15
  • 16. SINTOMAS Emocionais:Emocionais: Tristeza, ansiedade, angústia Sentimento de culpa Baixa autoestima Desesperança Estresse Choro fácil e frequente Pensamento suicida Retraimento social, etc Físicos:Físicos:  Baixa energia Alterações no sono, Dores inexplicáveis pelo corpo, dor de cabeça, dor no estômago Alterações no apetite e do peso corporal Distúrbio de atenção e memória; Alterações gastrointestinais, Redução da libido, etc DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo 16
  • 17. O DEPRIMIDO 17 O deprimido apresenta duas características: egoísmo e rebeldia. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 18. 18 Depressão é a desconexão do indivíduo com seu eu maduro. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo É um desligamento psicológico com o mundo e com a afetividade. É o fundo do poço.
  • 19. 19 O “Fundo do poço” é o isolamento total com respectivo sentimento de inutilidade. O FUNDO DO POÇO DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 20. A VISÃO ESPIRITA Allan Kardec: “Se os médicos são mal sucedidos, tratando da maior parte das moléstias, é que tratam do corpo, sem tratarem da alma.” (E. S. E– Introdução item XIX.) François de Geneve:“Sabeis por que, às vezes, uma vaga tristeza se apodera dos vossos corações e vos leva a considerar amarga a vida? É que vosso espírito, aspirando à felicidade e à liberdade, se esgota, jungido ao corpo que lhe serve de prisão, em vãos esforços para sair dele. Reconhecendo inúteis esses esforços, cai no desânimo e, como o corpo lhe sofre a influência, toma-vos a lassidão, o abatimento, uma espécie de apatia, e vos julga infelizes.” (ESE- Bem aventurados os aflitos, cap.V item 25 -A Melancolia 20 O espiritismo, explica a depressão como uma doença espiritual. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 21. Joanna de Ângelis -“A depressão é rude prova para o espírito, que a deve enfrentar com galhardia, recorrendo ao arsenal terapêutico da medicina e do espiritismo.” 21 Chico Xavier: “Quando a depressão me ameaçava, Emmanuel me recomendava deixar o que estivesse fazendo e ir à periferia, efetuando demorada visita aos lares em situação de penúria. Depois de conversar com aquelas mães sofridas, eu voltava para casa com vergonha de mim...” DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 22. A CURA = AUTOTRANSFORMAÇÃO Tomar a decisãoa decisão da mudança Descobrir o núcleo de sua depressãoo núcleo de sua depressão Solicitar ajuda profissional ((expressarexpressar emoções e desabafar conflitose desabafar conflitos)) Trabalhar mágoas, rancores, ressentimentos 22 Fechar ciclosciclos Buscar o recurso da prece O QUE FAZER? Reforma moral Autoconhecimento DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 24. Acolher com carinho o depressivo; Conversa fraterna; Convidar para: - palestra - passe - estudos da casa Incentivar: - Leituras edificantes - A prática do Evangelho no lar - A prática da caridade CONTRIBUIÇÃO DA CASA ESPIRITA 24 DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 25. 25 A DEPRESSÃO E O SENTIDO DA VIDA A depressão é um convite que Vida nos faz para a nossa renovação interior. DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo
  • 26. 26 "Eu sou o Bom Pastor; tende bom ânimo; não se turbe o vosso coração; vinde a mim todos vós que andais fatigados, cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei". BIBLIOGRAFIA Kardec, Allan - O Evangelho Segundo o Espiritismo . Franco, Divaldo Pereira - O Homem Integral - Tormentos da Obsessão Xavier, Francisco Cândido - Missionários da Luz - O Consolador - FEB - 13ª edição. Joanna de Angelis - Conflitos Existenciais - Vitória Sobre a Depressão- Iluminação Interior Revista Espírita Allan Kardec - Ano X - n. 37. Novaes, Adenáuer Marcos Ferraz de- Alquimia do Amor – Depressão, Cura e Espiritualidade. A Cura Espiritual da depressão- Alírio Cerqueira Filho Depressão e Síndrome do Pânico- por Prof. Dr. Kalil Duailib DepressãoDepressão && EspiritismoEspiritismo Formatação: VAL RUAS