SlideShare uma empresa Scribd logo
MOMENTO LINEAR E IMPULSO

MOMENTO LINEAR
       É uma grandeza vetorial definida pela massa da partícula         e pelo vetor
velocidade da mesma , expresso pela equação:




        Podemos observar que m sempre* é uma grandeza escalar positiva, assim o
momento linear possui mesma direção e sentido que o vetor velocidade da partícula.
No SI sua unidade é o Kg ∙ m/s.
        A segunda lei de Newton foi expressa originalmente em termos do momento
linear:



     Podendo ser interpretada como, a aplicação de uma força resultante faz variar
o momento linear da partícula, da mesma forma, se a força resultante é nula, então o
momento não pode variar.

Importante:




EXEMPLO: Calcule o momento linear de uma partícula no instante igual 2,00s, com
movimento retilíneo, massa igual a 5,00 kg e velocidade dada por        . Calcule
o módulo da força resultante.
Solução: Como             no instante igual a 2,00s,



       E como         , então

MOMENTO LINEAR DE UM SISTEMA DE PARTÍCULAS

       Generalizando a definição anterior para varias partículas, definimos o momento
linear de todo o sistema   como a soma vetorial dos momentos lineares de todas as
partículas:
Entretanto podemos definir de outra forma, como o produto da massa total do
sistema pelo vetor velocidade do centro de massa      :




       As observações feitas para o caso de uma partícula podem ser generalizadas
para o sistema como um todo.

IMPULSO
      Suponha uma bola de sinuca sofre a ação de uma força           que varia com o
tempo, essa força altera o momento linear da bola , na definição de impulso:




      Com unidade no SI, N ∙ s.
      Na mesma situação, pela segunda lei de Newton:



      Como               , então:




        Em muitos casos não sabemos como a força varia com o tempo, então pode ser
útil definirmos o módulo do impulso como:



       EXEMPLO: Considere uma bola com massa igual 2,0 kg, em movimento retilíneo
com velocidade constante igual 3,0 m/s , quando é atingida por uma força média de
10,0 N paralela ao movimento durante 2,0s, calcule a velocidade final da bola.
       Solução: Como                                             ,e




      Escrito F. L. Tibola
      Graduando em Engenharia Química

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
Fábio Ribeiro
 
Introdução à ondulatória
Introdução à ondulatóriaIntrodução à ondulatória
Introdução à ondulatória
Marcelo Alano
 
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUVMovimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
O mundo da FÍSICA
 
Velocidade Escalar Média
Velocidade Escalar MédiaVelocidade Escalar Média
Velocidade Escalar Média
Miky Mine
 
Fenômenos Ondulatórios
Fenômenos OndulatóriosFenômenos Ondulatórios
Fenômenos Ondulatórios
Samara Brito
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Física - Lançamento Vertical
Física - Lançamento VerticalFísica - Lançamento Vertical
Física - Lançamento Vertical
Yahn Amaral
 
MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.
Adalgisa Barreto
 
Cinemática Vetorial
Cinemática VetorialCinemática Vetorial
Cinemática Vetorial
Marco Antonio Sanches
 
Função de 1º Grau
Função de 1º GrauFunção de 1º Grau
Função de 1º Grau
André Marchesini
 
Função horária das posições
Função horária das posiçõesFunção horária das posições
Função horária das posições
Daniela F Almenara
 
Ondulatoria
OndulatoriaOndulatoria
Ondulatoria
Rildo Borges
 
Lançamento oblíquo
Lançamento oblíquoLançamento oblíquo
Lançamento oblíquo
jorgehenriqueangelim
 
Experimento 2 velocidade média
Experimento 2  velocidade médiaExperimento 2  velocidade média
Experimento 2 velocidade média
luciano batello
 
Lancamento horizontal e obliquo resumo
Lancamento horizontal e obliquo   resumoLancamento horizontal e obliquo   resumo
Lancamento horizontal e obliquo resumo
NS Aulas Particulares
 
Conservação da quantidade de movimento
Conservação da quantidade de movimentoConservação da quantidade de movimento
Conservação da quantidade de movimento
Cristiane Tavolaro
 
Aula 21 vetores
Aula 21   vetoresAula 21   vetores
266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i
266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i
266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i
xavierrrrrr
 
Impulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de MovimentoImpulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de Movimento
Marco Antonio Sanches
 
Sequencias
SequenciasSequencias
Sequencias
rosania39
 

Mais procurados (20)

Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
 
Introdução à ondulatória
Introdução à ondulatóriaIntrodução à ondulatória
Introdução à ondulatória
 
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUVMovimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
Movimento retilíeno uniformemente variado - MRUV
 
Velocidade Escalar Média
Velocidade Escalar MédiaVelocidade Escalar Média
Velocidade Escalar Média
 
Fenômenos Ondulatórios
Fenômenos OndulatóriosFenômenos Ondulatórios
Fenômenos Ondulatórios
 
Campo elétrico
Campo elétricoCampo elétrico
Campo elétrico
 
Física - Lançamento Vertical
Física - Lançamento VerticalFísica - Lançamento Vertical
Física - Lançamento Vertical
 
MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.
 
Cinemática Vetorial
Cinemática VetorialCinemática Vetorial
Cinemática Vetorial
 
Função de 1º Grau
Função de 1º GrauFunção de 1º Grau
Função de 1º Grau
 
Função horária das posições
Função horária das posiçõesFunção horária das posições
Função horária das posições
 
Ondulatoria
OndulatoriaOndulatoria
Ondulatoria
 
Lançamento oblíquo
Lançamento oblíquoLançamento oblíquo
Lançamento oblíquo
 
Experimento 2 velocidade média
Experimento 2  velocidade médiaExperimento 2  velocidade média
Experimento 2 velocidade média
 
Lancamento horizontal e obliquo resumo
Lancamento horizontal e obliquo   resumoLancamento horizontal e obliquo   resumo
Lancamento horizontal e obliquo resumo
 
Conservação da quantidade de movimento
Conservação da quantidade de movimentoConservação da quantidade de movimento
Conservação da quantidade de movimento
 
Aula 21 vetores
Aula 21   vetoresAula 21   vetores
Aula 21 vetores
 
266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i
266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i
266877 exercicios-resolvidos-de-calculo-i
 
Impulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de MovimentoImpulso e Quantidade de Movimento
Impulso e Quantidade de Movimento
 
Sequencias
SequenciasSequencias
Sequencias
 

Semelhante a Momento linear e impulso

Cap13 movimentocorposrigidos
Cap13 movimentocorposrigidosCap13 movimentocorposrigidos
Cap13 movimentocorposrigidos
jperceu
 
Revisao de Conceitos Classicos.pdf
Revisao de Conceitos Classicos.pdfRevisao de Conceitos Classicos.pdf
Revisao de Conceitos Classicos.pdf
MatheusMacdo11
 
Centro demassa
Centro demassaCentro demassa
Centro demassa
Gian Remundini
 
Aula 10 sistemas de particulas e colisoes
Aula 10   sistemas de particulas e colisoesAula 10   sistemas de particulas e colisoes
Aula 10 sistemas de particulas e colisoes
HenriqueCesar777
 
Fisica 2014 tipo_b
Fisica 2014  tipo_bFisica 2014  tipo_b
Fisica 2014 tipo_b
Carol Monteiro
 
FÍSICA - CADERNO DE PROVAS
FÍSICA - CADERNO DE PROVASFÍSICA - CADERNO DE PROVAS
FÍSICA - CADERNO DE PROVAS
Portal NE10
 
Fisica ufpe 2013
Fisica ufpe 2013Fisica ufpe 2013
Fisica ufpe 2013
Esquadrão Do Conhecimento
 
Apresentação parte 2
Apresentação parte 2Apresentação parte 2
Apresentação parte 2
Luiz Fernando Mackedanz
 
Ondas_MHS_Física_Engenharia Civil
Ondas_MHS_Física_Engenharia CivilOndas_MHS_Física_Engenharia Civil
Ondas_MHS_Física_Engenharia Civil
Jean Paulo Mendes Alves
 
56809579 aula-54-teorema-do-impulso
56809579 aula-54-teorema-do-impulso56809579 aula-54-teorema-do-impulso
56809579 aula-54-teorema-do-impulso
afpinto
 
Relatório 3
Relatório 3Relatório 3
Relatório 3
Egidio Tamele
 
Colisoes.ppt
Colisoes.pptColisoes.ppt
Colisoes.ppt
martinselton180
 
Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento
Valmiro Menezes
 
Aula 10 mecânica - impulso e quantidade de movimento
Aula 10   mecânica - impulso e quantidade de movimentoAula 10   mecânica - impulso e quantidade de movimento
Aula 10 mecânica - impulso e quantidade de movimento
Jonatas Carlos
 
Resolução da lista 5
Resolução da lista 5Resolução da lista 5
Resolução da lista 5
Ronaldo Chaves
 
FISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdf
FISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdfFISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdf
FISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdf
carlos204935
 
Apostila leis de newton
Apostila leis de newtonApostila leis de newton
Apostila leis de newton
littlevic4
 
Apostila de estudos para mecanica aplicada
Apostila de estudos para mecanica aplicadaApostila de estudos para mecanica aplicada
Apostila de estudos para mecanica aplicada
AnaCarolinaCAlves1
 
Aula 2 cinemática
Aula 2   cinemáticaAula 2   cinemática
Aula 2 cinemática
Gessyeli Ferreto
 

Semelhante a Momento linear e impulso (20)

Cap13 movimentocorposrigidos
Cap13 movimentocorposrigidosCap13 movimentocorposrigidos
Cap13 movimentocorposrigidos
 
Revisao de Conceitos Classicos.pdf
Revisao de Conceitos Classicos.pdfRevisao de Conceitos Classicos.pdf
Revisao de Conceitos Classicos.pdf
 
Centro demassa
Centro demassaCentro demassa
Centro demassa
 
Aula 10 sistemas de particulas e colisoes
Aula 10   sistemas de particulas e colisoesAula 10   sistemas de particulas e colisoes
Aula 10 sistemas de particulas e colisoes
 
Fisica 2014 tipo_b
Fisica 2014  tipo_bFisica 2014  tipo_b
Fisica 2014 tipo_b
 
FÍSICA - CADERNO DE PROVAS
FÍSICA - CADERNO DE PROVASFÍSICA - CADERNO DE PROVAS
FÍSICA - CADERNO DE PROVAS
 
Fisica ufpe 2013
Fisica ufpe 2013Fisica ufpe 2013
Fisica ufpe 2013
 
Apresentação parte 2
Apresentação parte 2Apresentação parte 2
Apresentação parte 2
 
Ondas_MHS_Física_Engenharia Civil
Ondas_MHS_Física_Engenharia CivilOndas_MHS_Física_Engenharia Civil
Ondas_MHS_Física_Engenharia Civil
 
56809579 aula-54-teorema-do-impulso
56809579 aula-54-teorema-do-impulso56809579 aula-54-teorema-do-impulso
56809579 aula-54-teorema-do-impulso
 
Relatório 3
Relatório 3Relatório 3
Relatório 3
 
Colisoes.ppt
Colisoes.pptColisoes.ppt
Colisoes.ppt
 
Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento Impulsoequantidadedemovimento
Impulsoequantidadedemovimento
 
Aula 10 mecânica - impulso e quantidade de movimento
Aula 10   mecânica - impulso e quantidade de movimentoAula 10   mecânica - impulso e quantidade de movimento
Aula 10 mecânica - impulso e quantidade de movimento
 
Resolução da lista 5
Resolução da lista 5Resolução da lista 5
Resolução da lista 5
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
 
FISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdf
FISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdfFISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdf
FISICA 12 ano CENTRO DE MASSA E MOMENTO LINEAR.pdf
 
Apostila leis de newton
Apostila leis de newtonApostila leis de newton
Apostila leis de newton
 
Apostila de estudos para mecanica aplicada
Apostila de estudos para mecanica aplicadaApostila de estudos para mecanica aplicada
Apostila de estudos para mecanica aplicada
 
Aula 2 cinemática
Aula 2   cinemáticaAula 2   cinemática
Aula 2 cinemática
 

Mais de Fernando Lucas

Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Fernando Lucas
 
Forca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batista
Forca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batistaForca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batista
Forca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batista
Fernando Lucas
 
Aula4 introbusto
Aula4 introbustoAula4 introbusto
Aula4 introbusto
Fernando Lucas
 
Teoria ácido base
Teoria ácido baseTeoria ácido base
Teoria ácido base
Fernando Lucas
 
A equação de bernoulli
A equação de bernoulliA equação de bernoulli
A equação de bernoulli
Fernando Lucas
 
As regras da cadeia
As regras da cadeiaAs regras da cadeia
As regras da cadeia
Fernando Lucas
 
Hipérbole
HipérboleHipérbole
Hipérbole
Fernando Lucas
 
Elipse
ElipseElipse
Parábola
ParábolaParábola
Parábola
Fernando Lucas
 
Movimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavares
Movimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavaresMovimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavares
Movimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavares
Fernando Lucas
 
Eletro relat - brett
Eletro relat - brettEletro relat - brett
Eletro relat - brett
Fernando Lucas
 
A equação de bernoulli
A equação de bernoulliA equação de bernoulli
A equação de bernoulli
Fernando Lucas
 
Polimeros
PolimerosPolimeros
Polimeros
Fernando Lucas
 
Petroleo3
Petroleo3Petroleo3
Petroleo3
Fernando Lucas
 
Petroleo2
Petroleo2Petroleo2
Petroleo2
Fernando Lucas
 
Petroleo
PetroleoPetroleo
Petroleo
Fernando Lucas
 
Organica completa
Organica completaOrganica completa
Organica completa
Fernando Lucas
 
Nitrilas acidos sulfonicos
Nitrilas acidos sulfonicosNitrilas acidos sulfonicos
Nitrilas acidos sulfonicos
Fernando Lucas
 
Lipidios
LipidiosLipidios
Lipidios
Fernando Lucas
 
Isomeria2
Isomeria2Isomeria2
Isomeria2
Fernando Lucas
 

Mais de Fernando Lucas (20)

Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
Forca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batista
Forca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batistaForca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batista
Forca e movimento_-_prof._wagner_roberto_batista
 
Aula4 introbusto
Aula4 introbustoAula4 introbusto
Aula4 introbusto
 
Teoria ácido base
Teoria ácido baseTeoria ácido base
Teoria ácido base
 
A equação de bernoulli
A equação de bernoulliA equação de bernoulli
A equação de bernoulli
 
As regras da cadeia
As regras da cadeiaAs regras da cadeia
As regras da cadeia
 
Hipérbole
HipérboleHipérbole
Hipérbole
 
Elipse
ElipseElipse
Elipse
 
Parábola
ParábolaParábola
Parábola
 
Movimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavares
Movimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavaresMovimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavares
Movimento em 1_dimensao_-_prof_romero_tavares
 
Eletro relat - brett
Eletro relat - brettEletro relat - brett
Eletro relat - brett
 
A equação de bernoulli
A equação de bernoulliA equação de bernoulli
A equação de bernoulli
 
Polimeros
PolimerosPolimeros
Polimeros
 
Petroleo3
Petroleo3Petroleo3
Petroleo3
 
Petroleo2
Petroleo2Petroleo2
Petroleo2
 
Petroleo
PetroleoPetroleo
Petroleo
 
Organica completa
Organica completaOrganica completa
Organica completa
 
Nitrilas acidos sulfonicos
Nitrilas acidos sulfonicosNitrilas acidos sulfonicos
Nitrilas acidos sulfonicos
 
Lipidios
LipidiosLipidios
Lipidios
 
Isomeria2
Isomeria2Isomeria2
Isomeria2
 

Último

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

Momento linear e impulso

  • 1. MOMENTO LINEAR E IMPULSO MOMENTO LINEAR É uma grandeza vetorial definida pela massa da partícula e pelo vetor velocidade da mesma , expresso pela equação: Podemos observar que m sempre* é uma grandeza escalar positiva, assim o momento linear possui mesma direção e sentido que o vetor velocidade da partícula. No SI sua unidade é o Kg ∙ m/s. A segunda lei de Newton foi expressa originalmente em termos do momento linear: Podendo ser interpretada como, a aplicação de uma força resultante faz variar o momento linear da partícula, da mesma forma, se a força resultante é nula, então o momento não pode variar. Importante: EXEMPLO: Calcule o momento linear de uma partícula no instante igual 2,00s, com movimento retilíneo, massa igual a 5,00 kg e velocidade dada por . Calcule o módulo da força resultante. Solução: Como no instante igual a 2,00s, E como , então MOMENTO LINEAR DE UM SISTEMA DE PARTÍCULAS Generalizando a definição anterior para varias partículas, definimos o momento linear de todo o sistema como a soma vetorial dos momentos lineares de todas as partículas:
  • 2. Entretanto podemos definir de outra forma, como o produto da massa total do sistema pelo vetor velocidade do centro de massa : As observações feitas para o caso de uma partícula podem ser generalizadas para o sistema como um todo. IMPULSO Suponha uma bola de sinuca sofre a ação de uma força que varia com o tempo, essa força altera o momento linear da bola , na definição de impulso: Com unidade no SI, N ∙ s. Na mesma situação, pela segunda lei de Newton: Como , então: Em muitos casos não sabemos como a força varia com o tempo, então pode ser útil definirmos o módulo do impulso como: EXEMPLO: Considere uma bola com massa igual 2,0 kg, em movimento retilíneo com velocidade constante igual 3,0 m/s , quando é atingida por uma força média de 10,0 N paralela ao movimento durante 2,0s, calcule a velocidade final da bola. Solução: Como ,e Escrito F. L. Tibola Graduando em Engenharia Química