SlideShare uma empresa Scribd logo
Na vida quotidiana os indivíduos relacionam-se uns com os outros, com os
seus familiares, amigos, colegas de emprego, etc. Mas também se
estabelece outro tipo de relacionamentos mais esporádicos (ex: no cinema).
Deste modo, os indivíduos estão constantemente a agir e reagir com aqueles
que nos rodeiam. Este processo de relacionamento dos indivíduos uns com
os outros, designa-se por interação social.
Os espaços onde essas interações ocorrem também podem ser
diferentes, podendo corresponder a situações de interação de:
1. Caráter formal (espaço público), dado que os comportamentos dos
indivíduos são influenciados pelos mecanismos de controlo social,
que os fazem atuar em conformidade com as normas sociais.
2. Caráter informal (espaço privado), pois os comportamentos dos
indivíduos apresentam um menor ou quase ausente controlo social.
No dia-a-dia, os indivíduos estão em constante interação uns com os outros,
expressando-se verbal ou não verbalmente (expressão facial, gestos,
movimentos corporais, etc.).
Essas rotinas do quotidiano, ao corresponderem a situações de interação
muito semelhantes, tipificam formas de relacionamento, ou seja padrões de
interação → formas de relacionamento tipificadas (base de estruturação da
sociedade).
PADRÕES DE INTERAÇÃO
Por um lado, estes padrões de interação constituem a base de
estruturação da sociedade, pois a vida organiza-se
geralmente em torno da repetição de interações.
Por outro, contribuem também para a construção social da
realidade, na medida em que os indivíduos, agindo e
tomando decisões de forma criativa, podem contribuir para
transformar a realidade social.
Grupo social é um conjunto de indivíduos que, dado partilharem objetivos e
interesses semelhantes, estabelecem entre si relações diretas, contínuas e
duradouras. Estas mesmas relações levam a que o grupo construa uma
estrutura e uma identidade próprias e a que os seus membros desenvolvam
um sentimento de pertença ao grupo.
Escola Coletividade desportiva
1. Objetivos e interesses comuns;
2. Identificação;
3. Valores e normas;
4. Relações mútuas;
5. Estrutura;
6. Diferenciação de papéis;
7. Duração.
A identidade de um grupo social é muitas vezes expressa por uma
certa unidade na forma de pensar, de agir e de reagir que decorre
da própria interação.
Nalguns casos, a estrutura do grupo pode levar à criação de regras
próprias e de sanções (por exemplo, pressões psicológicas) para os
membros que violem as regras estabelecidas.
Os grupos primários são caracterizados
por:
1. Serem restritos, de um modo geral;
2. Estabelecerem relacionamentos
espontâneos, naturais e informais
entre os membros do grupo;
3. Identificarem valores culturais
básicos;
4. Terem como principal objetivo o
afeto.
Grupo Primário-família
Os grupos secundários são
caraterizados por:
1. Terem um número de
membros geralmente
mais vasto;
2. Estabelecerem
relacionamentos mais
formais, frios e
impessoais;
3. Terem como principal
objetivo o alcance do
sucesso e/ou da
eficácia.
Grupo secundário- empresa
Para além dos grupos a que efetivamente pertencem – grupos de pertença –
os indivíduos, muitas vezes, aspiram pertencer a outros grupos, sendo
influenciados pelas caraterísticas desses mesmos grupos, nomeadamente
porque consideram que estes defendem valores que gostariam de partilhar
ou porque associam os seus membros a uma posição social superior à sua –
grupo de referência → grupo a que o indivíduo se tenta identificar, de um
modo consciente ou inconsciente.
Critérios Categorias
Classificação dos grupos
sociais
Posição do indivíduo face ao
grupo
Grupo de pertença
Grupo de referência
Tipo de relacionamento
Grupo primário
Grupo secundário
Função social desempenhada
Família – função de socialização
Escola – função de socialização e
de qualificação
Empresa – função de produção
Partido político – função
ideológica
Igreja – função espiritual
FIM
Lídia Santos
12D

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
sashaa2194
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
mike wasofsky
 
Dinâmica das emoções
Dinâmica das emoçõesDinâmica das emoções
Dinâmica das emoções
Thais Fraga
 
O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?
guest6a86aa
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
Moacyr Anício
 
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Prof. Noe Assunção
 
Plano de curso sociologia 1 ano
Plano de curso  sociologia 1 anoPlano de curso  sociologia 1 ano
Plano de curso sociologia 1 ano
João Marcelo
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
Bruna Alexandra
 
Atividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismo
Atividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismoAtividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismo
Atividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismo
Doug Caesar
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
turma12d
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
Tiago Filipe
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
Juliana Corvino de Araújo
 
Sistema de status e papeis sociais
Sistema de status e papeis sociaisSistema de status e papeis sociais
Sistema de status e papeis sociais
Rick Harley Mesquita
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
homago
 
Influência social
Influência socialInfluência social
Influência social
Vitor Manuel de Carvalho
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANOAVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Relações interpessoais: Conformismo e Obediência
Relações interpessoais: Conformismo e ObediênciaRelações interpessoais: Conformismo e Obediência
Relações interpessoais: Conformismo e Obediência
Universidade Católica Portuguesa
 

Mais procurados (20)

Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia01 - O que é Sociologia
01 - O que é Sociologia
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Dinâmica das emoções
Dinâmica das emoçõesDinâmica das emoções
Dinâmica das emoções
 
O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?O QUE É SOCIOLOGIA?
O QUE É SOCIOLOGIA?
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...Aula 1  A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
Aula 1 A nossa identidade brasileira- Sociologia - 1º ano EM - Prof. Noe Ass...
 
Plano de curso sociologia 1 ano
Plano de curso  sociologia 1 anoPlano de curso  sociologia 1 ano
Plano de curso sociologia 1 ano
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Atividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismo
Atividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismoAtividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismo
Atividades filosofia estoicismo, cinismo e ceticismo
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Socialização
SocializaçãoSocialização
Socialização
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
Sistema de status e papeis sociais
Sistema de status e papeis sociaisSistema de status e papeis sociais
Sistema de status e papeis sociais
 
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe AssunçãoATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
ATIVIDADE - INDÚSTRIA CULTURAL - Prof. Noe Assunção
 
Processo de socialização
Processo de socializaçãoProcesso de socialização
Processo de socialização
 
Influência social
Influência socialInfluência social
Influência social
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANOAVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
 
Relações interpessoais: Conformismo e Obediência
Relações interpessoais: Conformismo e ObediênciaRelações interpessoais: Conformismo e Obediência
Relações interpessoais: Conformismo e Obediência
 

Destaque

Grupos sociais
Grupos sociaisGrupos sociais
Grupos sociais
Cátia Nogueira
 
Grupos Sociais
Grupos SociaisGrupos Sociais
Grupos Sociais
Weslley Bastos
 
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair AguilarSociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Wilton Moretto
 
Interação social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisInteração social e papéis sociais
Interação social e papéis sociais
turma12c
 
Interação e grupos sociais
Interação e grupos sociaisInteração e grupos sociais
Interação e grupos sociais
Estifania Viegas
 
Papel social psicologia
Papel social psicologiaPapel social psicologia
Papel social psicologia
RuiSantos18
 
3. psicologia social
3. psicologia social3. psicologia social
3. psicologia social
Ludmylla Toledo
 
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Helena Almeida
 
Atividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º anoAtividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º ano
Eliete Soares E Soares
 
Grupos sociais p1
Grupos sociais p1Grupos sociais p1
Grupos sociais p1
Stella Santana
 
Agrupamentos Sociais
Agrupamentos SociaisAgrupamentos Sociais
Agrupamentos Sociais
Ayala Carvalho
 
Liderança - OGD
Liderança - OGDLiderança - OGD
Liderança - OGD
João Brito
 
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoPapéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Cristiano Bodart
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Interação social e linguagem
Interação social e linguagemInteração social e linguagem
Interação social e linguagem
Soráia Oliveira
 
Instituições Sociais
Instituições SociaisInstituições Sociais
Instituições Sociais
Alfredo Garcia
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações Sociais
Paulo Alexandre
 
Psicologia Social
Psicologia SocialPsicologia Social
Psicologia Social
Gapp Naternet
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
carlosbidu
 

Destaque (20)

Grupos sociais
Grupos sociaisGrupos sociais
Grupos sociais
 
Grupos Sociais
Grupos SociaisGrupos Sociais
Grupos Sociais
 
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair AguilarSociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
Sociologia - interacões e grupos sociais- Prof.Altair Aguilar
 
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)
 
Interação social e papéis sociais
Interação social e papéis sociaisInteração social e papéis sociais
Interação social e papéis sociais
 
Interação e grupos sociais
Interação e grupos sociaisInteração e grupos sociais
Interação e grupos sociais
 
Papel social psicologia
Papel social psicologiaPapel social psicologia
Papel social psicologia
 
3. psicologia social
3. psicologia social3. psicologia social
3. psicologia social
 
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...Mediação em serviço social   modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
Mediação em serviço social modelo analitico e trajetos de pesquisa- iscte-i...
 
Atividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º anoAtividades avaliativas para o 2º ano
Atividades avaliativas para o 2º ano
 
Grupos sociais p1
Grupos sociais p1Grupos sociais p1
Grupos sociais p1
 
Agrupamentos Sociais
Agrupamentos SociaisAgrupamentos Sociais
Agrupamentos Sociais
 
Liderança - OGD
Liderança - OGDLiderança - OGD
Liderança - OGD
 
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoPapéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 
Interação social e linguagem
Interação social e linguagemInteração social e linguagem
Interação social e linguagem
 
Instituições Sociais
Instituições SociaisInstituições Sociais
Instituições Sociais
 
Sociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações SociaisSociologia - Relações Sociais
Sociologia - Relações Sociais
 
Psicologia Social
Psicologia SocialPsicologia Social
Psicologia Social
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
 

Semelhante a Interações Sociais -Grupos Sociais

Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptxAula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
ssuser132405
 
Socialização (CPII)
Socialização (CPII)Socialização (CPII)
Socialização (CPII)
roberto mosca junior
 
2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia
Felipe Hiago
 
Instituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdfInstituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdf
tanques7
 
Aula sociologia
Aula sociologiaAula sociologia
Aula sociologia
Colégio Tiradentes III
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
turma12d
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
Ana Antunes
 
Resumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoaisResumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoais
Jorge Barbosa
 
unid_2.pdf
unid_2.pdfunid_2.pdf
unid_2.pdf
SammuelFabricio1
 
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupoTeoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Silvio Custódio Souza Júnior
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
dcm116
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
Catarina Alexandra
 
Cognição social
Cognição socialCognição social
Cognição social
Marcelo Anjos
 
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafaInteraçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Rafaela Frazão
 
Assistente Administrativo
Assistente AdministrativoAssistente Administrativo
Assistente Administrativo
Liberty Ensino
 
Resumo Relações Interpessoais
Resumo Relações InterpessoaisResumo Relações Interpessoais
Resumo Relações Interpessoais
Jorge Barbosa
 
Introdução a Redes Sociais
Introdução a Redes SociaisIntrodução a Redes Sociais
Introdução a Redes Sociais
andre rossiter
 
003 grupos e equipes de trabalho nas organizações
003   grupos e equipes de trabalho nas organizações003   grupos e equipes de trabalho nas organizações
003 grupos e equipes de trabalho nas organizações
Psicologia_2015
 

Semelhante a Interações Sociais -Grupos Sociais (20)

Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptxAula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx
 
Socialização (CPII)
Socialização (CPII)Socialização (CPII)
Socialização (CPII)
 
2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia
 
Instituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdfInstituições sociais e controlo social.pdf
Instituições sociais e controlo social.pdf
 
Aula sociologia
Aula sociologiaAula sociologia
Aula sociologia
 
Interacção social
Interacção socialInteracção social
Interacção social
 
Interação Social
Interação SocialInteração Social
Interação Social
 
Resumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoaisResumo relações interpessoais
Resumo relações interpessoais
 
unid_2.pdf
unid_2.pdfunid_2.pdf
unid_2.pdf
 
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupoTeoria e técnica de dinâmica de grupo
Teoria e técnica de dinâmica de grupo
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Interação social
Interação socialInteração social
Interação social
 
Cognição social
Cognição socialCognição social
Cognição social
 
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafaInteraçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
Interaçoes sociais-e-grupos-sociais joao, rafa
 
Assistente Administrativo
Assistente AdministrativoAssistente Administrativo
Assistente Administrativo
 
Resumo Relações Interpessoais
Resumo Relações InterpessoaisResumo Relações Interpessoais
Resumo Relações Interpessoais
 
Introdução a Redes Sociais
Introdução a Redes SociaisIntrodução a Redes Sociais
Introdução a Redes Sociais
 
003 grupos e equipes de trabalho nas organizações
003   grupos e equipes de trabalho nas organizações003   grupos e equipes de trabalho nas organizações
003 grupos e equipes de trabalho nas organizações
 

Último

Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 

Interações Sociais -Grupos Sociais

  • 1.
  • 2. Na vida quotidiana os indivíduos relacionam-se uns com os outros, com os seus familiares, amigos, colegas de emprego, etc. Mas também se estabelece outro tipo de relacionamentos mais esporádicos (ex: no cinema). Deste modo, os indivíduos estão constantemente a agir e reagir com aqueles que nos rodeiam. Este processo de relacionamento dos indivíduos uns com os outros, designa-se por interação social.
  • 3. Os espaços onde essas interações ocorrem também podem ser diferentes, podendo corresponder a situações de interação de: 1. Caráter formal (espaço público), dado que os comportamentos dos indivíduos são influenciados pelos mecanismos de controlo social, que os fazem atuar em conformidade com as normas sociais. 2. Caráter informal (espaço privado), pois os comportamentos dos indivíduos apresentam um menor ou quase ausente controlo social.
  • 4. No dia-a-dia, os indivíduos estão em constante interação uns com os outros, expressando-se verbal ou não verbalmente (expressão facial, gestos, movimentos corporais, etc.). Essas rotinas do quotidiano, ao corresponderem a situações de interação muito semelhantes, tipificam formas de relacionamento, ou seja padrões de interação → formas de relacionamento tipificadas (base de estruturação da sociedade). PADRÕES DE INTERAÇÃO
  • 5. Por um lado, estes padrões de interação constituem a base de estruturação da sociedade, pois a vida organiza-se geralmente em torno da repetição de interações. Por outro, contribuem também para a construção social da realidade, na medida em que os indivíduos, agindo e tomando decisões de forma criativa, podem contribuir para transformar a realidade social.
  • 6. Grupo social é um conjunto de indivíduos que, dado partilharem objetivos e interesses semelhantes, estabelecem entre si relações diretas, contínuas e duradouras. Estas mesmas relações levam a que o grupo construa uma estrutura e uma identidade próprias e a que os seus membros desenvolvam um sentimento de pertença ao grupo. Escola Coletividade desportiva
  • 7. 1. Objetivos e interesses comuns; 2. Identificação; 3. Valores e normas; 4. Relações mútuas; 5. Estrutura; 6. Diferenciação de papéis; 7. Duração. A identidade de um grupo social é muitas vezes expressa por uma certa unidade na forma de pensar, de agir e de reagir que decorre da própria interação. Nalguns casos, a estrutura do grupo pode levar à criação de regras próprias e de sanções (por exemplo, pressões psicológicas) para os membros que violem as regras estabelecidas.
  • 8. Os grupos primários são caracterizados por: 1. Serem restritos, de um modo geral; 2. Estabelecerem relacionamentos espontâneos, naturais e informais entre os membros do grupo; 3. Identificarem valores culturais básicos; 4. Terem como principal objetivo o afeto. Grupo Primário-família
  • 9. Os grupos secundários são caraterizados por: 1. Terem um número de membros geralmente mais vasto; 2. Estabelecerem relacionamentos mais formais, frios e impessoais; 3. Terem como principal objetivo o alcance do sucesso e/ou da eficácia. Grupo secundário- empresa
  • 10. Para além dos grupos a que efetivamente pertencem – grupos de pertença – os indivíduos, muitas vezes, aspiram pertencer a outros grupos, sendo influenciados pelas caraterísticas desses mesmos grupos, nomeadamente porque consideram que estes defendem valores que gostariam de partilhar ou porque associam os seus membros a uma posição social superior à sua – grupo de referência → grupo a que o indivíduo se tenta identificar, de um modo consciente ou inconsciente.
  • 11. Critérios Categorias Classificação dos grupos sociais Posição do indivíduo face ao grupo Grupo de pertença Grupo de referência Tipo de relacionamento Grupo primário Grupo secundário Função social desempenhada Família – função de socialização Escola – função de socialização e de qualificação Empresa – função de produção Partido político – função ideológica Igreja – função espiritual