SlideShare uma empresa Scribd logo
SOCIOLOGIA
1º ANO
PROFESSOR Dr LUIZ DEMÉTRIO
PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO
E INSTITUIÇÕES SOCIAIS
AULA 4
Vimos na aula introdutória,
que aquilo que pode nos
parecer “natural” nas relações
sociais pode ser
“desnaturalizado”, ou seja,
deixando de ser visto como
natural e até mesmo
imutável, para ser
compreendido como é, algo
social, como nos diz Wright
Mills: “Para compreender
nosso mundo cotidiano,
vamos olhar além dele”.
Um dos grandes questionamentos da
é Sociologia é sobre se o pensamento
e a ação dos indivíduos que
influenciam a sociedade como um
todo ou se é o contrário, ou seja, se é
a sociedade que influencia e
determina o pensamento e o
comportamento de cada
indivíduo....Relação Indivíduo e
Sociedade.
Aquilo que somos é o
resultado de um processo
que aprendemos na
convivência com outros seres
humanos, com base em
valores, ideias, atitudes e
fazeres comuns. Todos nós
somos socializados de
acordo com o nosso
ambiente social.
Seus sentimentos, suas
ideias sobre algo, seu
tratamento de respeito
aos idosos ou seu
modo de vestir,
questões relacionadas
à higiene, são
aprendidos através do
seu contato com
gerações anteriores.
Você se torna
consciente do que faz,
sente e pensa na sua
relação com outros
indivíduos. Todos nós
somos socializados de
acordo com nosso
ambiente social.
O processo de socialização
O processo de socialização consiste na
transmissão dos códigos culturais de um
grupo social aos indivíduos que dele
fazem parte.
Os processos de socialização acontecem
em dois níveis:
-Primário: interações face a face;
envolve proximidade, intimidade e
afetividade. Exemplo: a família.
-Secundário: ocorre de forma mais
dispersa; há maior diversificação dos
agentes. Exemplo: escola e trabalho.
Os agentes de socialização
implementam tal processo; dentre os que
se destacam no nosso cotidiano estão os
pais (família), professores (escola),
amigos (grupos sociais) e, cada vez mais,
personagens ou personalidades que nos
chegam através dos meios de
comunicação de massa ou redes sociais
on-line.
Os agentes de socialização
Tem o objetivo de implementar tal
processo; dentre os que se destacam no
nosso cotidiano estão os pais (família),
professores (escola), amigos (grupos
sociais) e, cada vez mais, personagens
ou personalidades que nos chegam
através dos meios de comunicação de
massa ou redes sociais on-line.
RESPONDA:
1 – Por socialização
entendemos o processo:
a) Por meio do qual o
indivíduo aprende a ser um
membro da sociedade.
b) De divisão dos homens em
sociedade.
c) De NÃO construção de
laços de afetividade.
d) De um processo pouco
importante para a sociedade.
QUIZZ
1. Sobre o processo de
socialização entende-se:
a. Não é importante para a
sociologia
b. Não existe na sociedade
c. É um processo que
aprendemos na convivência
com outros seres humanos
2. A socialização primária consiste:
a. No aprendizado envolvendo a
família.
b. No que aprendemos com os
meios de comunicação.
c. No que aprendemos com os
amigos.
QUIZZ
3 O que é o processo de
socialização secundária:
a. Aquilo que aprendemos na
família
b. O que aprendemos com os
animais
c. Os aprendizados oriundos da
escola, amigos, trabalho, entre
outros.
INSTITUIÇÕES SOCIAIS
Entende-se por instituição
social o conjunto de regras e
procedimentos padronizados,
adotados, admitidos e aceitos
pela sociedade, e que possui
um grande valor social.
Também pode ser concebidas
como modos de pensar e agir
que o indivíduo encontra
estabilidade. Exerce controle
na vida social.
CONTROLE SOCIAL
Os mecanismos através dos quais se
garante conformidade à ordem social
constituem o que chamamos controle
social.
Perspectivas de análise sobre o controle
social:
Mecanismos e agentes de controle
social são todos os elementos sociais
que fixam padrões de conduta a fim de
conduzir as ações individuais para
limites previsíveis; tais mecanismos
podem ser legais ou sociais.
FAMÍLIA
A mais importante instituição
social: Introduz o novo ser na
sociedade; “Hominiza” a criança
(desenvolve a natureza humana,
ensina a agir e conviver com os
outros);
Interfere no comportamento e no
caráter dos indivíduos, através de
pessoas tomadas com referências
(marcos referenciais).
É considerada fundamento
básico e universal por se
encontrar em todos os
agrupamentos humanos.
São variáveis em estrutura e
funcionamento.
As culturas têm formas
específicas de organizar as
famílias
ESCOLA
Depois da família, é a instituição mais
importante.
Oferece conhecimentos teóricos e
práticos.
Lida com os comportamentos emocional,
social, vocacional e ético.
Estimula a autonomia, o respeito ao outro,
as habilidades etc.
Todo grupo, para a sua
sobrevivência, necessita que as
novas gerações tomem ciência do
acervo de conhecimentos,
normas,ideologias, valores, ideias
etc.
EDUCAÇÃO INFORMAL
A cargo de grupos como a família,
os amigos, a comunidade, a
vizinhança, a igreja etc.
EDUCAÇÃO FORMAL
Através de organizações
específicas – as escolas.
RELIGIÃO
É a instituição religião é o meio
pelo qual o indivíduo se ajusta a
seu ambiente sobrenatural.
Há necessidade de humana de se
ajustar ao ambiente sobrenatural,
assim como aos demais
ambientes: social e natural.
RELIGIÃO
Há um aparente declínio da
influência religiosa, sem conexão
explícita com a política e a religião.
O declínio da influência religiosa
não é real, é apenas aparente.
As religiões continuam interferindo
na política e na economia.
Antes essa interferência era mais
explícita.
As ligações (conexões) entre
igreja, política e economia
mostravam-se mais evidentes.
Alguns críticos prognosticam
sua extinção, mas o que se
percebe é:
* As religiões têm passado
por transformações e se
adaptando aos novos
tempos.
* As religiões continuam a
influenciar as questões
morais, a origem da família e
do casamento, as questões
políticas e morais
ESTADO
A principal instituição política é o
Estado.
Estado (governo) é a organização
que administra a vida do povo,
visando conciliar interesses e
trabalhar pelo bem público.
O governo mantém a ordem e
estabelece as normas relativas às
relações entre os cidadãos.
As principais funções
do Estado são:
*Manter a ordem
*Garantir a soberania
*Promover o bem-estar social
*Elevar a expectativa e qualidade
de vida da população
*Reverter o quadro de miséria
*Garantir a segurança pública
*Elevar os padrões da assistência
médico-sanitária.
INSTITUIÇÕES DE
REINSERÇÃO
Vimos que todo o
indivíduo que ocupa um
lugar nos grupos sociais,
tem a finalidade de
cumprir determinado
papel social.
A finalidade da
reinserção social é
ajudar o indivíduo a
integrar-se ao convívio
social.
PRINCIPAIS INSTITUIÇÕES DE
REINSERÇÃO
•Prisões
•Manicômios
•Educandários
•Asilos
INSTITUIÇÕES TOTAIS –
IRVING GOFFMAN
Segundo Goffman (1974, p.11):
"uma instituição total pode ser definida
como um local de residência e trabalho
onde um grande número de indivíduos
com situação semelhante, separados da
sociedade mais ampla por considerável
período de tempo, levam uma vida
fechada e formalmente administrada”.
Essas instituições totais, muitas vezes,
não permitem qualquer contato entre o
indivíduo internado e o mundo exterior.
O objetivo é que o indivíduo passe por um
processo de “reaprendizagem”.
ATIVIDADES
REFLEXIVAS
•PESQUISAR QUAIS AS
PRINCIPAIS INSTITUIÇÕES
DE REINSERÇÃO.
2 – (PAES 2008) Cerca de 5.000 anos depois de alcançar a
Europa o Homo sapiens […] protagonizou uma revolução
criativa e desenvolveu conceitos de família, religião e
convivência social. Mais uma vez a humanidade sofreu com
os rigores do clima e com a escassez de comida, mas a
adaptação às dificuldades resultou num salto à frente. O
europeu primitivo, também chamado de homem de Cro-
Magnon, passou a enterrar seus mortos com rituais e com
objetos que usavam em vida. Pela primeira vez essas
sociedades sentiram a necessidade de estabelecer regras –
era preciso definir quem pertencia à família e com quem se
compartilhavam os alimentos, quais objetos eram de uso
coletivo e quais eram privados.
VIEIRA, Vanessa; LIMA, Roberta de Abreu. Como nossa
espécie quase desapareceu. In: Veja, ed. 2059, São Paulo:
Abril Cultural, ano 41, nº18, 7 de maio, 2008, p.151.
A partir dessa informação, pode-se definir instituições
sociais como sendo um
a) conjunto de pessoas ligadas entre si por vínculos
permanentes, é uma entidade abstrata.
b) agrupamento de pessoas que seguem os mesmos
estímulos; é espontâneo, amorfo e o contato social variado.
c) conjunto de regras e procedimentos reconhecido e
sancionado pela sociedade.
d) conjunto ordenado de partes encadeadas que formam um
todo; é o aspecto estático da organização social.
e) conjunto de comportamentos típicos de um grupo social
que reproduz um estilo de vida próprio de cada sociedade.
DICAS DE MÚSICAS,
FILMES E SITES
Admirável Chip Novo – Pitty
Eu queria mudar – Pacificadores
Filmes:
Naufrágo – (EUA – 2001). Direção: Robert
Zemeckis
Nell – (EUA – 1991).Direção: Michael Apted
Bicho de sete cabeças (BR – 2001). Direção:
Laís Bodanzky
https://www.escolainterativa.diaadia.pr.gov.br/b
usca?facets_option_ids=[11]
https://cafecomsociologia.com/
https://sociolizando.wordpress.com/
LER, REFLETIR E PRODUZIR UM
PEQUENO TEXTO
Mas vocês não repararam, não?!Nos
salões do sonho nunca há espelhos…Por
quê?Será porque somos tão nós
mesmos.Que dispensamos o vão
testemunho dos reflexos?Ou, então- e
aqui começa um arrepio -Seremos acaso
tão outros?Tão outros mesmos que não
suportaríamos a visão daquilo,Daquela
coisa que nos estivesse olhando
fixamente do outro lado,Se espelhos
houvesse!Ninguém pode saber… Só o
diria, Mas nada diz,Por motivos que só
ele conhece,O misterioso Cenarista dos
Sonhos!” [Mario Quintana; Velório sem
defunto, de 1990]
* EU E OS OUTROS....
REFERÊNCIAS:
EM MOVIMENTO, Sociologia.
Vários Autores–1ª Edição–São
Paulo. Moderna, 2013.
GIDDENS, Anthony. sociología.
Comercial Grupo ANAYA, SA,
2014.
OLIVEIRA, Luiz Fernandes de;
ROCHA, RC da C. Sociologia para
jovens do século XXI. Imperial
Novo Milênio 3ª edição, 2013.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx

Sociologia generico
Sociologia genericoSociologia generico
Sociologia generico
Pedro Oliveira
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
carlosbidu
 
Padrões Sociais.pptx
Padrões Sociais.pptxPadrões Sociais.pptx
Padrões Sociais.pptx
Fábio Leite da Silva
 
Sociologia iii
Sociologia iiiSociologia iii
Sociologia iii
andrea almeida
 
socialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptx
socialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptxsocialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptx
socialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptx
CarladeOliveira25
 
Socialização (CPII)
Socialização (CPII)Socialização (CPII)
Socialização (CPII)
roberto mosca junior
 
2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia
Felipe Hiago
 
Módulo 1 1.2.
Módulo 1   1.2.Módulo 1   1.2.
Módulo 1 1.2.
cattonia
 
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Wilton Moretto
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
dcm116
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
dcm116
 
Educação e Regras de Ética
Educação e Regras de ÉticaEducação e Regras de Ética
Educação e Regras de Ética
Silvana
 
Contato social blog
Contato social   blog Contato social   blog
Contato social blog
Elaine Chiullo
 
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Patricia Martins
 
Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01
Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01
Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01
Ohh Tall de Yuri Ribeiro
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
A Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de SocializaçãoA Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de Socialização
turma12c1617
 
Texto psicologia
Texto psicologiaTexto psicologia
Texto psicologia
Lorredana Pereira
 
Socialização e seus agentes
Socialização e seus agentesSocialização e seus agentes
Socialização e seus agentes
turma12c1617
 

Semelhante a Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx (20)

Sociologia generico
Sociologia genericoSociologia generico
Sociologia generico
 
Indivíduo e Sociedade
Indivíduo e SociedadeIndivíduo e Sociedade
Indivíduo e Sociedade
 
Padrões Sociais.pptx
Padrões Sociais.pptxPadrões Sociais.pptx
Padrões Sociais.pptx
 
Sociologia iii
Sociologia iiiSociologia iii
Sociologia iii
 
socialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptx
socialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptxsocialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptx
socialização entre comunidade e sociedade 3 ano.pptx
 
Socialização (CPII)
Socialização (CPII)Socialização (CPII)
Socialização (CPII)
 
2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia2014 conceitos básicos sociologia
2014 conceitos básicos sociologia
 
Módulo 1 1.2.
Módulo 1   1.2.Módulo 1   1.2.
Módulo 1 1.2.
 
Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)Grupos sociais e instituições (tema 9)
Grupos sociais e instituições (tema 9)
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
Sociologia cap-4-os-agrupamentos-sociais-13
 
Educação e Regras de Ética
Educação e Regras de ÉticaEducação e Regras de Ética
Educação e Regras de Ética
 
Contato social blog
Contato social   blog Contato social   blog
Contato social blog
 
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1Portefolio Área De Integração - Módulo 1
Portefolio Área De Integração - Módulo 1
 
Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01
Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01
Aula03individuoesociedade 121007213416-phpapp01
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 
A Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de SocializaçãoA Socialização e os Agentes de Socialização
A Socialização e os Agentes de Socialização
 
Texto psicologia
Texto psicologiaTexto psicologia
Texto psicologia
 
Socialização e seus agentes
Socialização e seus agentesSocialização e seus agentes
Socialização e seus agentes
 

Último

A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 

Último (20)

A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 

Aula-5-processo-de-socializacao-e-instituicoes-sociais.pptx

  • 1.
  • 2. SOCIOLOGIA 1º ANO PROFESSOR Dr LUIZ DEMÉTRIO PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO E INSTITUIÇÕES SOCIAIS AULA 4
  • 3. Vimos na aula introdutória, que aquilo que pode nos parecer “natural” nas relações sociais pode ser “desnaturalizado”, ou seja, deixando de ser visto como natural e até mesmo imutável, para ser compreendido como é, algo social, como nos diz Wright Mills: “Para compreender nosso mundo cotidiano, vamos olhar além dele”.
  • 4. Um dos grandes questionamentos da é Sociologia é sobre se o pensamento e a ação dos indivíduos que influenciam a sociedade como um todo ou se é o contrário, ou seja, se é a sociedade que influencia e determina o pensamento e o comportamento de cada indivíduo....Relação Indivíduo e Sociedade.
  • 5. Aquilo que somos é o resultado de um processo que aprendemos na convivência com outros seres humanos, com base em valores, ideias, atitudes e fazeres comuns. Todos nós somos socializados de acordo com o nosso ambiente social.
  • 6. Seus sentimentos, suas ideias sobre algo, seu tratamento de respeito aos idosos ou seu modo de vestir, questões relacionadas à higiene, são aprendidos através do seu contato com gerações anteriores. Você se torna consciente do que faz, sente e pensa na sua relação com outros indivíduos. Todos nós somos socializados de acordo com nosso ambiente social.
  • 7. O processo de socialização O processo de socialização consiste na transmissão dos códigos culturais de um grupo social aos indivíduos que dele fazem parte. Os processos de socialização acontecem em dois níveis: -Primário: interações face a face; envolve proximidade, intimidade e afetividade. Exemplo: a família. -Secundário: ocorre de forma mais dispersa; há maior diversificação dos agentes. Exemplo: escola e trabalho. Os agentes de socialização implementam tal processo; dentre os que se destacam no nosso cotidiano estão os pais (família), professores (escola), amigos (grupos sociais) e, cada vez mais, personagens ou personalidades que nos chegam através dos meios de comunicação de massa ou redes sociais on-line.
  • 8. Os agentes de socialização Tem o objetivo de implementar tal processo; dentre os que se destacam no nosso cotidiano estão os pais (família), professores (escola), amigos (grupos sociais) e, cada vez mais, personagens ou personalidades que nos chegam através dos meios de comunicação de massa ou redes sociais on-line.
  • 9. RESPONDA: 1 – Por socialização entendemos o processo: a) Por meio do qual o indivíduo aprende a ser um membro da sociedade. b) De divisão dos homens em sociedade. c) De NÃO construção de laços de afetividade. d) De um processo pouco importante para a sociedade.
  • 10. QUIZZ 1. Sobre o processo de socialização entende-se: a. Não é importante para a sociologia b. Não existe na sociedade c. É um processo que aprendemos na convivência com outros seres humanos 2. A socialização primária consiste: a. No aprendizado envolvendo a família. b. No que aprendemos com os meios de comunicação. c. No que aprendemos com os amigos.
  • 11. QUIZZ 3 O que é o processo de socialização secundária: a. Aquilo que aprendemos na família b. O que aprendemos com os animais c. Os aprendizados oriundos da escola, amigos, trabalho, entre outros.
  • 12. INSTITUIÇÕES SOCIAIS Entende-se por instituição social o conjunto de regras e procedimentos padronizados, adotados, admitidos e aceitos pela sociedade, e que possui um grande valor social. Também pode ser concebidas como modos de pensar e agir que o indivíduo encontra estabilidade. Exerce controle na vida social.
  • 13. CONTROLE SOCIAL Os mecanismos através dos quais se garante conformidade à ordem social constituem o que chamamos controle social. Perspectivas de análise sobre o controle social: Mecanismos e agentes de controle social são todos os elementos sociais que fixam padrões de conduta a fim de conduzir as ações individuais para limites previsíveis; tais mecanismos podem ser legais ou sociais.
  • 14. FAMÍLIA A mais importante instituição social: Introduz o novo ser na sociedade; “Hominiza” a criança (desenvolve a natureza humana, ensina a agir e conviver com os outros); Interfere no comportamento e no caráter dos indivíduos, através de pessoas tomadas com referências (marcos referenciais).
  • 15. É considerada fundamento básico e universal por se encontrar em todos os agrupamentos humanos. São variáveis em estrutura e funcionamento. As culturas têm formas específicas de organizar as famílias
  • 16. ESCOLA Depois da família, é a instituição mais importante. Oferece conhecimentos teóricos e práticos. Lida com os comportamentos emocional, social, vocacional e ético. Estimula a autonomia, o respeito ao outro, as habilidades etc.
  • 17. Todo grupo, para a sua sobrevivência, necessita que as novas gerações tomem ciência do acervo de conhecimentos, normas,ideologias, valores, ideias etc. EDUCAÇÃO INFORMAL A cargo de grupos como a família, os amigos, a comunidade, a vizinhança, a igreja etc. EDUCAÇÃO FORMAL Através de organizações específicas – as escolas.
  • 18. RELIGIÃO É a instituição religião é o meio pelo qual o indivíduo se ajusta a seu ambiente sobrenatural. Há necessidade de humana de se ajustar ao ambiente sobrenatural, assim como aos demais ambientes: social e natural.
  • 19. RELIGIÃO Há um aparente declínio da influência religiosa, sem conexão explícita com a política e a religião. O declínio da influência religiosa não é real, é apenas aparente. As religiões continuam interferindo na política e na economia. Antes essa interferência era mais explícita. As ligações (conexões) entre igreja, política e economia mostravam-se mais evidentes.
  • 20. Alguns críticos prognosticam sua extinção, mas o que se percebe é: * As religiões têm passado por transformações e se adaptando aos novos tempos. * As religiões continuam a influenciar as questões morais, a origem da família e do casamento, as questões políticas e morais
  • 21. ESTADO A principal instituição política é o Estado. Estado (governo) é a organização que administra a vida do povo, visando conciliar interesses e trabalhar pelo bem público. O governo mantém a ordem e estabelece as normas relativas às relações entre os cidadãos.
  • 22. As principais funções do Estado são: *Manter a ordem *Garantir a soberania *Promover o bem-estar social *Elevar a expectativa e qualidade de vida da população *Reverter o quadro de miséria *Garantir a segurança pública *Elevar os padrões da assistência médico-sanitária.
  • 23. INSTITUIÇÕES DE REINSERÇÃO Vimos que todo o indivíduo que ocupa um lugar nos grupos sociais, tem a finalidade de cumprir determinado papel social. A finalidade da reinserção social é ajudar o indivíduo a integrar-se ao convívio social.
  • 25. INSTITUIÇÕES TOTAIS – IRVING GOFFMAN Segundo Goffman (1974, p.11): "uma instituição total pode ser definida como um local de residência e trabalho onde um grande número de indivíduos com situação semelhante, separados da sociedade mais ampla por considerável período de tempo, levam uma vida fechada e formalmente administrada”. Essas instituições totais, muitas vezes, não permitem qualquer contato entre o indivíduo internado e o mundo exterior. O objetivo é que o indivíduo passe por um processo de “reaprendizagem”.
  • 27. 2 – (PAES 2008) Cerca de 5.000 anos depois de alcançar a Europa o Homo sapiens […] protagonizou uma revolução criativa e desenvolveu conceitos de família, religião e convivência social. Mais uma vez a humanidade sofreu com os rigores do clima e com a escassez de comida, mas a adaptação às dificuldades resultou num salto à frente. O europeu primitivo, também chamado de homem de Cro- Magnon, passou a enterrar seus mortos com rituais e com objetos que usavam em vida. Pela primeira vez essas sociedades sentiram a necessidade de estabelecer regras – era preciso definir quem pertencia à família e com quem se compartilhavam os alimentos, quais objetos eram de uso coletivo e quais eram privados. VIEIRA, Vanessa; LIMA, Roberta de Abreu. Como nossa espécie quase desapareceu. In: Veja, ed. 2059, São Paulo: Abril Cultural, ano 41, nº18, 7 de maio, 2008, p.151. A partir dessa informação, pode-se definir instituições sociais como sendo um a) conjunto de pessoas ligadas entre si por vínculos permanentes, é uma entidade abstrata. b) agrupamento de pessoas que seguem os mesmos estímulos; é espontâneo, amorfo e o contato social variado. c) conjunto de regras e procedimentos reconhecido e sancionado pela sociedade. d) conjunto ordenado de partes encadeadas que formam um todo; é o aspecto estático da organização social. e) conjunto de comportamentos típicos de um grupo social que reproduz um estilo de vida próprio de cada sociedade.
  • 28. DICAS DE MÚSICAS, FILMES E SITES Admirável Chip Novo – Pitty Eu queria mudar – Pacificadores Filmes: Naufrágo – (EUA – 2001). Direção: Robert Zemeckis Nell – (EUA – 1991).Direção: Michael Apted Bicho de sete cabeças (BR – 2001). Direção: Laís Bodanzky https://www.escolainterativa.diaadia.pr.gov.br/b usca?facets_option_ids=[11] https://cafecomsociologia.com/ https://sociolizando.wordpress.com/
  • 29. LER, REFLETIR E PRODUZIR UM PEQUENO TEXTO Mas vocês não repararam, não?!Nos salões do sonho nunca há espelhos…Por quê?Será porque somos tão nós mesmos.Que dispensamos o vão testemunho dos reflexos?Ou, então- e aqui começa um arrepio -Seremos acaso tão outros?Tão outros mesmos que não suportaríamos a visão daquilo,Daquela coisa que nos estivesse olhando fixamente do outro lado,Se espelhos houvesse!Ninguém pode saber… Só o diria, Mas nada diz,Por motivos que só ele conhece,O misterioso Cenarista dos Sonhos!” [Mario Quintana; Velório sem defunto, de 1990] * EU E OS OUTROS....
  • 30. REFERÊNCIAS: EM MOVIMENTO, Sociologia. Vários Autores–1ª Edição–São Paulo. Moderna, 2013. GIDDENS, Anthony. sociología. Comercial Grupo ANAYA, SA, 2014. OLIVEIRA, Luiz Fernandes de; ROCHA, RC da C. Sociologia para jovens do século XXI. Imperial Novo Milênio 3ª edição, 2013.