SlideShare uma empresa Scribd logo
O Impressionismo foi um movimento artístico que
revolucionou profundamente a pintura e deu início às
grandes tendências da arte do século XX. Este movimento
é considerado o marco inicial da arte moderna. O nome
“impressionismo” deriva de uma obra de Monet
chamada Impressão, nascer do Sol (1872).
Os autores impressionistas não mais se preocupavam
com os preceitos do Realismo ou da academia. A busca
pelos elementos fundamentais de cada arte levou os
pintores impressionistas a pesquisar a produção pictórica
não mais interessados em temáticas nobres ou no retrato
fiel da realidade, mas em ver o quadro como obra em si
mesma. A luz e o movimento utilizando pinceladas soltas
tornam-se o principal elemento da pintura, sendo que
geralmente as telas eram pintadas ao ar livre para que o
pintor pudesse capturar melhor as variações de cores da
natureza.
Principais características
        da pintura:


 * A pintura deve registrar as tonalidades que os
objetos adquirem ao refletir a luz solar num
determinado momento, pois as cores da natureza se
modificam constantemente, dependendo da
incidência da luz do sol.

 * As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a
linha é uma abstração do ser humano para
representar imagens.

 * As sombras devem ser luminosas e coloridas, tal
como é a impressão visual que nos causam, e não
escuras ou pretas, como os pintores costumavam
representá-las no passado.
 * Os contrastes de luz e sombra devem ser obtidos de
acordo com a lei das cores complementares. Assim, um
amarelo próximo a um violeta produz uma impressão de
luz e de sombra muito mais real do que o claro-escuro
tão valorizado pelos pintores barrocos.

 * As cores e tonalidades não devem ser obtidas pela
mistura das tintas na paleta do pintor. Pelo contrário,
devem ser puras e dissociadas nos quadros em
pequenas pinceladas. É o observador que, ao admirar a
pintura, combina as várias cores, obtendo o resultado
final. A mistura deixa, portanto, de ser técnica para se
óptica.
Impressionismo na música
Música impressionista é o nome dado ao movimento da música
clássica europeia que surgiu no fim do Século XIX e continuou até o
meio do Século XX. Originando-se na França, música
impressionista é caracterizada por sugestão e atmosfera.
Compositores impressionistas preferiam composições com formas
mais curtas, tais como o nocturne, arabesque, e o prelúdio; além
disto, frequentemente exploravam escalas, como a escala
hexafônica ou também chamada de tons inteiros.
A influência de impressionismo visual na sua contraparte musical é
bem discutida. Claude Debussy e Maurice Ravel são considerados,
em geral, os maiores compositores impressionistas. Mas, Debussy
não concordou com o termo, chamando-o de invenção dos críticos.
Entre outros músicos impressionistas fora da França incluem-se
obras de Ralph Vaughan Williams e Ottorino Respighi.
Impressionismo na literatura
O termo Impressionismo também é usado para descrever
obras de literatura nas quais basta acrescentar poucos
detalhes para estabelecer as impressões sensoriais de um
incidente ou cena. Literatura impressionista é bem
relacionada a simbolismo, entre os seus melhores exemplares
podemos encontrar: Baudelaire, Mallarmé, Rimbaud e
Verlaine. Autores tais como Virginia Woolf e Joseph Conrad
escreveram trabalhos impressionistas de modo que, em vez
de interpretar, eles descrevem as impressões, sensações e
emoções que constituem uma vida mental de um caráter.
Principais artistas impressionistas e
suas obras:
- Claude Monet : Estuário do Sena, Impressão, Nascer do Sol, Ponte sobre Hève
na Vazante, Camille, O vestido verde, A floresta em Fontainebleu, Mulheres no
Jardim, Navio deixando o cais de Le Havre, O molhe de Le Havre.

- Edgar Degas: Retrato da família Bellelli, Cavalos de Corrida numa Paisagem,
Cavalos de Corrida, Retrato de duas meninas, Paisagem, A banheira, A primeira
bailarina.

- Pierre-Auguste Renoir: Mulher com sombrinha, O Camarote, Le Moulin de la
Galette , Madame Georges Charpentier e suas filhas, Remadores em Chatou,
Elizabeth e Alice de Anvers, A dança em Bougival, Mulher amamentando, As
grandes banhistas, Menina com espigas, Menina jogando criquet, Ao piano,
Odalisca, Retrato de Claude Renoir, Banhista enxugando a perna direita.

- Édouard Manet: Os romanos, A decadência, O bebedor de absinto, Retrato do
Sr. e Sra. Auguste Manet, O homem morto, A música na Tulheiras, Rapaz em
costume espanhol, Almoço na relva, Olympia, A ninfa surpresa, A leitura, O
tocador de pífano, A execução de Maximiliano, Retrato de Émile Zola, Berthe
Morisot de Chapéu Preto
Principais músicos
impressionistas e suas obras
principais:
- Claude Debussy: Prelúdio à Tarde de um Fauno, Estampes, Trois
Images, La Mer, Sonata para Piano e Violino.

- Maurice Ravel: Jeux d'Eau, Bolero, Concerto para Piano em Sol
Maior, Quateto de Cordas em Fá Maior, Rapsódia Espanhola.
Principais pintores impressionistas brasileiros:

- Eliseu Visconti: Mamoeiro, Dia de Sol, Na Alameda Teresópolis.

- Almeida Júnior: O Violeiro, Moça com livro, Arredores do Louvre,
Fuga para o Egito, O descanso do modelo, Leitura, A Partida da
Monção.

- Henrique Cavalleiro: A parisiense, Jardim de Luxemburgo e Nu.

- Vicente do Rego Monteiro: Vaso de Flores, Wilma, Dida, Mulher
Sentada, Mulher com bola vermelha.
Galeria dos Grandes Mestres do
            Impressionismo
                      Claude Monet (1840-1926)




Impressão do Sol Nascente– 1873
                                                 Les Alyschamps
   (Museu Marmottan, Paris)
    Quadro de Claude Monet
       que deu início ao
   Movimento Impressionista
Edouard Manet (1832-1883)




Rosa e Azul - 1881      Dança em Bougival        La Promenade
Quadro de Renoir        Quadro de Renoir         Quadro de Renoir
Museu MASP
Edouard Manet (1832-1883)




Corridas em Longchamp               Flores no Vaso de Cristal
   Quadro de Manet                      Quadro de Manet
Vincent Van Gogh (1853-1890)




Auto Retrato com Chapéu            Les Alyschamps
        de Palha                  Quadro de Van Gogh
  Quadro de Van Gogh
O Museu de Orsay (musée d'Orsay em francês) é um museu
na cidade de Paris, na França. Situa-se na margem
esquerda do rio Sena no VII arrondissement. As coleções
do museu apresentam principalmente pinturas e esculturas
da arte ocidental do período compreendido entre 1848 e
1914. Entre outras, estão aí presentes obras de Van Gogh,
Monet, Degas, Maurice Denis, Odilon Redon.
O edifício, que atualmente alberga o museu, era originalmente
uma estação ferroviária, Gare de Orsay, construída para o
Chemin de Fer de Paris à Orléans (em português, Caminho de
ferro de Paris a Orleães), no local onde se erguera até 1871 um
antigo palácio administrativo, o Palais d'Orsay. Foi inaugurado
em 1898, a tempo da Exposição Universal de 1900. O projeto foi
do arquiteto Victour Laloux.
Em 1977, o Governo francês decidiu transformar o espaço num
museu. Foi inaugurado pelo presidente de então, François
Mitterrand, a 1 de Dezembro de 1986. Os arquitetos Renaud
Bardon, Pierre Colboc e Jean-Paul Philippon foram os
responsáveis pela adaptação da estação.
Coleções
   As coleções do museu provêm
   essencialmente de três locais: do
   museu do Louvre, as obras de artistas
   nascidos a partir de 1820, ou que
   tenham emergido no mundo da arte com
   a Segunda República; do museu do Jeu
   de Paume, as obras impressionistas
   desde 1947; e do museu de arte
   moderna de Paris, as obras mais
   recentes. Estas coleções abrangem
   várias vertentes das artes plásticas tais
   como a pintura, a escultura, a fotografia
   entre outras.
Pintores
Pierre Bonnard, Eugène Boudin, Gustave Caillebotte, Paul Cézanne,
Camille Corot, Gustave Courbet, Honoré Daumier, Edgar Degas, Eugène
Delacroix, Henri Fantin-Latour, Antoni Gaudí, Paul Gauguin, Vincent van
Gogh, Hector Guimard, entre outros,que em sua maioria são
impressionistas.



                          Escultores
François Rude, Jules Cavelier, Jean-Baptiste Carpeaux, Auguste Rodin,
Paul Gauguin, Camille Claudel e Honoré Daumier.
Principais Obras




"O Baile do Moinho de la Galette" , de Renoir, outra peça da coleção do
Museu d'Orsay, também foi recebido com críticas negativas na época. O
sentimento de dissolução das figuras e a temática inovadora, que trata da
vida contemporânea em Paris, faz dessa tela uma das obras-primas do
começo do Impressionismo e um dos quadros mais conhecidos de
Renoir.
Um dos quadros mais famosos do acervo do Museu d´Orsay é o "Almoço na
Relva" , de Manet. Rejeitado pelo júri do Salão de 1863, o quadro foi exposto
no Salão dos Recusados, onde se tornou a principal atração, causando tanto
riso quanto a indignação dos visitantes.
Ele não realizou a transição tradicional entre o claro e o escuro, feita
gradualmente. Manet preferiu contrastes brutos e excluiu do fundo da tela a
noção de perspectiva e profundidade. Essas características são sinais da
recusa do pintor em se sujeitar às convenções. Ele criou um estilo livre, que
é considerado um ponto de partida para a arte impressionista.
Monet, Claude       Bouguereau, William     Moreau, Gustave
Mulheres no Jardim   O Nascimento de Vênus        Orfeu
Van Gogh, Vincent              Van Gogh, Vincent
O Quarto de Van Gogh em Arles   A Igreja de Auvers-sur-Oise
GRUPO


NOME: Daniel Ribeiro    Nº:05
      Matheus Lima         24
      Matheus Ribeiro      25
      Rodrigo Duarte       31

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Letícia Esther
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
Marcelo Fernandes
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Jorge Almeida
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Ester C. Pinheiro
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Martha Rodrigues
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
Ellen_Assad
 
Realismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e Expressionismo
Realismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e ExpressionismoRealismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e Expressionismo
Realismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e Expressionismo
Vania Vieira
 
Impressionismo - Artes.
Impressionismo - Artes.Impressionismo - Artes.
Impressionismo - Artes.
Julia Maldonado Garcia
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Jorge Almeida
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Francisco Silva
 
Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...
Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...
Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...
es4ter
 
História da arte impressionismo
História da arte impressionismoHistória da arte impressionismo
História da arte impressionismo
Edwardo da Silva
 
Aula impressionismo
Aula impressionismoAula impressionismo
Aula impressionismo
deasilvia
 
O impressionismo
O impressionismoO impressionismo
O impressionismo
Eunice Carmo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Raphael Lanzillotte
 
Slide Impressionismo
Slide ImpressionismoSlide Impressionismo
Slide Impressionismo
Gabi Nery
 
História da Arte - Impressionismo
História da Arte - ImpressionismoHistória da Arte - Impressionismo
História da Arte - Impressionismo
Maiara Giordani
 
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e PontilhismoHISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
Maiara Giordani
 
Impressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-ImpressionismoImpressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-Impressionismo
camilagarciaia
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Cristiane Silva
 

Mais procurados (20)

Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
 
Realismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e Expressionismo
Realismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e ExpressionismoRealismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e Expressionismo
Realismo, Impressionismo, Pós_Impressionismo e Expressionismo
 
Impressionismo - Artes.
Impressionismo - Artes.Impressionismo - Artes.
Impressionismo - Artes.
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...
Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...
Impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na pintura europeia do s...
 
História da arte impressionismo
História da arte impressionismoHistória da arte impressionismo
História da arte impressionismo
 
Aula impressionismo
Aula impressionismoAula impressionismo
Aula impressionismo
 
O impressionismo
O impressionismoO impressionismo
O impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Slide Impressionismo
Slide ImpressionismoSlide Impressionismo
Slide Impressionismo
 
História da Arte - Impressionismo
História da Arte - ImpressionismoHistória da Arte - Impressionismo
História da Arte - Impressionismo
 
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e PontilhismoHISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
HISTÓRIA DA ARTE - Século XIX na Europa - Impressionismo e Pontilhismo
 
Impressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-ImpressionismoImpressionismo e Pós-Impressionismo
Impressionismo e Pós-Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 

Destaque

Mpb na ditadura
Mpb na ditaduraMpb na ditadura
Carros Antigos
Carros AntigosCarros Antigos
Carros Antigos
Tatiana Caputo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Diagnostica arte 9 ano (1)
Diagnostica arte 9 ano (1)Diagnostica arte 9 ano (1)
Diagnostica arte 9 ano (1)
Atividades Diversas Cláudia
 
Aprendi que
Aprendi queAprendi que
Impressionismo neo e pos
Impressionismo neo e posImpressionismo neo e pos
Impressionismo neo e pos
jeanecsc
 
IMPRESSIONISMO
IMPRESSIONISMOIMPRESSIONISMO
IMPRESSIONISMO
stefyblue
 
Aula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismoAula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismo
Marcio Duarte
 
Identifique as imagens conforme a resposta da questão acima
Identifique as imagens conforme a resposta da questão acimaIdentifique as imagens conforme a resposta da questão acima
Identifique as imagens conforme a resposta da questão acima
Atividades Diversas Cláudia
 
Impressionismo - cor luz tinta
Impressionismo - cor luz tintaImpressionismo - cor luz tinta
Impressionismo - cor luz tinta
Vitor Pedro
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
Jorge Almeida
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Carlos Pinheiro
 
Claude Monet
Claude MonetClaude Monet
Claude Monet
Carlos Vieira
 
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte  Ensino.Médio II bimestreavaliação de arte  Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
Marcia Oliveira
 
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Fabiola Oliveira
 
ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...
ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...
ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...
Vis-UAB
 
Prova Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médioProva Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médio
Geo Honório
 
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino MédioAvaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
Marcia Oliveira
 
Planejamento ArtesVisuais
Planejamento  ArtesVisuaisPlanejamento  ArtesVisuais
Planejamento ArtesVisuais
Dulcinea Lisboa Passos
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
Fabiola Oliveira
 

Destaque (20)

Mpb na ditadura
Mpb na ditaduraMpb na ditadura
Mpb na ditadura
 
Carros Antigos
Carros AntigosCarros Antigos
Carros Antigos
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Diagnostica arte 9 ano (1)
Diagnostica arte 9 ano (1)Diagnostica arte 9 ano (1)
Diagnostica arte 9 ano (1)
 
Aprendi que
Aprendi queAprendi que
Aprendi que
 
Impressionismo neo e pos
Impressionismo neo e posImpressionismo neo e pos
Impressionismo neo e pos
 
IMPRESSIONISMO
IMPRESSIONISMOIMPRESSIONISMO
IMPRESSIONISMO
 
Aula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismoAula 07 impressionismo e expressionismo
Aula 07 impressionismo e expressionismo
 
Identifique as imagens conforme a resposta da questão acima
Identifique as imagens conforme a resposta da questão acimaIdentifique as imagens conforme a resposta da questão acima
Identifique as imagens conforme a resposta da questão acima
 
Impressionismo - cor luz tinta
Impressionismo - cor luz tintaImpressionismo - cor luz tinta
Impressionismo - cor luz tinta
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
 
Claude Monet
Claude MonetClaude Monet
Claude Monet
 
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte  Ensino.Médio II bimestreavaliação de arte  Ensino.Médio II bimestre
avaliação de arte Ensino.Médio II bimestre
 
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 9 ano 2013
 
ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...
ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...
ATIVIDADES PRÁTICAS NA DISCIPLINA DE ARTES VISUAIS NO ENSINO MÉDIO Um modo de...
 
Prova Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médioProva Artes 1 ano médio
Prova Artes 1 ano médio
 
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino MédioAvaliação de Arte 2º Ensino Médio
Avaliação de Arte 2º Ensino Médio
 
Planejamento ArtesVisuais
Planejamento  ArtesVisuaisPlanejamento  ArtesVisuais
Planejamento ArtesVisuais
 
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre7º ano avaliação de arte 1º bimestre
7º ano avaliação de arte 1º bimestre
 

Semelhante a 2c26 Impressionismo e Museu D'Orsay, Paris, França 2012

História
HistóriaHistória
História
Elsa Lourenço
 
Maila e geisiane 2°a
Maila e geisiane 2°aMaila e geisiane 2°a
Maila e geisiane 2°a
Ste Escola Bernardino
 
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
elisabhp
 
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Impressionismo 2015
Impressionismo 2015Impressionismo 2015
Impressionismo 2015
Adriana Guimarães Manaro
 
Arte expressionista
Arte expressionistaArte expressionista
Arte expressionista
Lú Feitosa
 
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
Carlos Benjoino Bidu
 
9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-
9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-
9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-
ArtesElisa
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
Ellen_Assad
 
Impressionismo e macrofotografias.pdf
Impressionismo  e macrofotografias.pdfImpressionismo  e macrofotografias.pdf
Impressionismo e macrofotografias.pdf
KERLEYFERNANDESDUART
 
Portfólio Claude Monet - 1 - Vida e Obra
Portfólio Claude Monet - 1 - Vida e ObraPortfólio Claude Monet - 1 - Vida e Obra
Portfólio Claude Monet - 1 - Vida e Obra
Jordana Souza
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
Cinthya Nascimento
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Lucimar Levenhagen
 
Impressionismo (1)
Impressionismo (1)Impressionismo (1)
Impressionismo (1)
Lucimar Levenhagen
 
Artes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8ºArtes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8º
profgilvano
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
flaviajulianee
 
Impressionismo.2 novo
Impressionismo.2 novoImpressionismo.2 novo
Impressionismo.2 novo
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
kamismilonas
 
Impressionismo (1)
Impressionismo (1)Impressionismo (1)
Impressionismo (1)
Lucimar Levenhagen
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
deasilvia
 

Semelhante a 2c26 Impressionismo e Museu D'Orsay, Paris, França 2012 (20)

História
HistóriaHistória
História
 
Maila e geisiane 2°a
Maila e geisiane 2°aMaila e geisiane 2°a
Maila e geisiane 2°a
 
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...9o. ano  os ismos da arte moderna-  Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
9o. ano os ismos da arte moderna- Os Impressionistas: monet- renoir- degas)...
 
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
Impressionismo e Expressionismo - 3ª A - 2011
 
Impressionismo 2015
Impressionismo 2015Impressionismo 2015
Impressionismo 2015
 
Arte expressionista
Arte expressionistaArte expressionista
Arte expressionista
 
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
HISTÓRIA DA ARTE - REVISÃO 02
 
9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-
9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-
9o. Ano - Impressionismo -Claude Monet-
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo e macrofotografias.pdf
Impressionismo  e macrofotografias.pdfImpressionismo  e macrofotografias.pdf
Impressionismo e macrofotografias.pdf
 
Portfólio Claude Monet - 1 - Vida e Obra
Portfólio Claude Monet - 1 - Vida e ObraPortfólio Claude Monet - 1 - Vida e Obra
Portfólio Claude Monet - 1 - Vida e Obra
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo (1)
Impressionismo (1)Impressionismo (1)
Impressionismo (1)
 
Artes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8ºArtes impressionismo 8º
Artes impressionismo 8º
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo.2 novo
Impressionismo.2 novoImpressionismo.2 novo
Impressionismo.2 novo
 
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)Material de Apoio Termo III (8° Ano)
Material de Apoio Termo III (8° Ano)
 
Impressionismo (1)
Impressionismo (1)Impressionismo (1)
Impressionismo (1)
 
O Impressionismo
O ImpressionismoO Impressionismo
O Impressionismo
 

Mais de www.historiadasartes.com

Museu...Programa de Criança?
Museu...Programa de Criança?Museu...Programa de Criança?
Museu...Programa de Criança?
www.historiadasartes.com
 
Cinema 2c16 2012
Cinema 2c16 2012Cinema 2c16 2012
Cinema 2c16 2012
www.historiadasartes.com
 
Releitura Fotográfica com Brinquedos
Releitura Fotográfica com BrinquedosReleitura Fotográfica com Brinquedos
Releitura Fotográfica com Brinquedos
www.historiadasartes.com
 
Picasso super heroes
Picasso super heroesPicasso super heroes
Picasso super heroes
www.historiadasartes.com
 
2c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 20122c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
www.historiadasartes.com
 
2c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 2012
2c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 20122c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 2012
2c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 2012
www.historiadasartes.com
 
2c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 20122c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
www.historiadasartes.com
 
Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12
Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12
Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12
www.historiadasartes.com
 
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 20122C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
www.historiadasartes.com
 
2C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 2012
2C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 20122C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 2012
2C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 2012
www.historiadasartes.com
 
2C16 Arte Gótica e British Museum 2012
2C16 Arte Gótica e British Museum 20122C16 Arte Gótica e British Museum 2012
2C16 Arte Gótica e British Museum 2012
www.historiadasartes.com
 
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 20122C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
www.historiadasartes.com
 
2C15 Arte Romana e Museu do Louvre 2012
2C15 Arte Romana e Museu do Louvre 20122C15 Arte Romana e Museu do Louvre 2012
2C15 Arte Romana e Museu do Louvre 2012
www.historiadasartes.com
 
2C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 2012
2C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 20122C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 2012
2C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 2012
www.historiadasartes.com
 
Fotografia no Masp 2012
Fotografia no Masp 2012Fotografia no Masp 2012
Fotografia no Masp 2012
www.historiadasartes.com
 
Introdução a Arte
Introdução a ArteIntrodução a Arte
Introdução a Arte
www.historiadasartes.com
 
Análise Estética
Análise EstéticaAnálise Estética
Análise Estética
www.historiadasartes.com
 
2c26 Arte Egito e Museu do Cairo 2012
2c26 Arte Egito e Museu do Cairo 20122c26 Arte Egito e Museu do Cairo 2012
2c26 Arte Egito e Museu do Cairo 2012
www.historiadasartes.com
 
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 20122c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
www.historiadasartes.com
 
2c16 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c16 Arte Românica e National Gallery of London 20122c16 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c16 Arte Românica e National Gallery of London 2012
www.historiadasartes.com
 

Mais de www.historiadasartes.com (20)

Museu...Programa de Criança?
Museu...Programa de Criança?Museu...Programa de Criança?
Museu...Programa de Criança?
 
Cinema 2c16 2012
Cinema 2c16 2012Cinema 2c16 2012
Cinema 2c16 2012
 
Releitura Fotográfica com Brinquedos
Releitura Fotográfica com BrinquedosReleitura Fotográfica com Brinquedos
Releitura Fotográfica com Brinquedos
 
Picasso super heroes
Picasso super heroesPicasso super heroes
Picasso super heroes
 
2c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 20122c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c26 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
 
2c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 2012
2c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 20122c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 2012
2c16 Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, Rússia 2012
 
2c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 20122c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
2c14 Expressionismo e Museu Van Gogh, Holanda 2012
 
Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12
Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12
Realismo e Museu Hermitage, São Petersburgo, na Rússia, Turma 2c12
 
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 20122C26 Arte Gótica e British Museum 2012
2C26 Arte Gótica e British Museum 2012
 
2C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 2012
2C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 20122C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 2012
2C16 Renascimento e Galeria de Uffizi, Itália 2012
 
2C16 Arte Gótica e British Museum 2012
2C16 Arte Gótica e British Museum 20122C16 Arte Gótica e British Museum 2012
2C16 Arte Gótica e British Museum 2012
 
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 20122C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
2C16 Arte Barroca e Museu do Prado 2012
 
2C15 Arte Romana e Museu do Louvre 2012
2C15 Arte Romana e Museu do Louvre 20122C15 Arte Romana e Museu do Louvre 2012
2C15 Arte Romana e Museu do Louvre 2012
 
2C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 2012
2C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 20122C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 2012
2C14 Romantismo e National Gallery of Art of Washington 2012
 
Fotografia no Masp 2012
Fotografia no Masp 2012Fotografia no Masp 2012
Fotografia no Masp 2012
 
Introdução a Arte
Introdução a ArteIntrodução a Arte
Introdução a Arte
 
Análise Estética
Análise EstéticaAnálise Estética
Análise Estética
 
2c26 Arte Egito e Museu do Cairo 2012
2c26 Arte Egito e Museu do Cairo 20122c26 Arte Egito e Museu do Cairo 2012
2c26 Arte Egito e Museu do Cairo 2012
 
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 20122c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c26 Arte Românica e National Gallery of London 2012
 
2c16 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c16 Arte Românica e National Gallery of London 20122c16 Arte Românica e National Gallery of London 2012
2c16 Arte Românica e National Gallery of London 2012
 

Último

ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 

Último (20)

ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 

2c26 Impressionismo e Museu D'Orsay, Paris, França 2012

  • 1.
  • 2. O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX. Este movimento é considerado o marco inicial da arte moderna. O nome “impressionismo” deriva de uma obra de Monet chamada Impressão, nascer do Sol (1872). Os autores impressionistas não mais se preocupavam com os preceitos do Realismo ou da academia. A busca pelos elementos fundamentais de cada arte levou os pintores impressionistas a pesquisar a produção pictórica não mais interessados em temáticas nobres ou no retrato fiel da realidade, mas em ver o quadro como obra em si mesma. A luz e o movimento utilizando pinceladas soltas tornam-se o principal elemento da pintura, sendo que geralmente as telas eram pintadas ao ar livre para que o pintor pudesse capturar melhor as variações de cores da natureza.
  • 3. Principais características da pintura: * A pintura deve registrar as tonalidades que os objetos adquirem ao refletir a luz solar num determinado momento, pois as cores da natureza se modificam constantemente, dependendo da incidência da luz do sol. * As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar imagens. * As sombras devem ser luminosas e coloridas, tal como é a impressão visual que nos causam, e não escuras ou pretas, como os pintores costumavam representá-las no passado.
  • 4.  * Os contrastes de luz e sombra devem ser obtidos de acordo com a lei das cores complementares. Assim, um amarelo próximo a um violeta produz uma impressão de luz e de sombra muito mais real do que o claro-escuro tão valorizado pelos pintores barrocos. * As cores e tonalidades não devem ser obtidas pela mistura das tintas na paleta do pintor. Pelo contrário, devem ser puras e dissociadas nos quadros em pequenas pinceladas. É o observador que, ao admirar a pintura, combina as várias cores, obtendo o resultado final. A mistura deixa, portanto, de ser técnica para se óptica.
  • 5. Impressionismo na música Música impressionista é o nome dado ao movimento da música clássica europeia que surgiu no fim do Século XIX e continuou até o meio do Século XX. Originando-se na França, música impressionista é caracterizada por sugestão e atmosfera. Compositores impressionistas preferiam composições com formas mais curtas, tais como o nocturne, arabesque, e o prelúdio; além disto, frequentemente exploravam escalas, como a escala hexafônica ou também chamada de tons inteiros. A influência de impressionismo visual na sua contraparte musical é bem discutida. Claude Debussy e Maurice Ravel são considerados, em geral, os maiores compositores impressionistas. Mas, Debussy não concordou com o termo, chamando-o de invenção dos críticos. Entre outros músicos impressionistas fora da França incluem-se obras de Ralph Vaughan Williams e Ottorino Respighi.
  • 6. Impressionismo na literatura O termo Impressionismo também é usado para descrever obras de literatura nas quais basta acrescentar poucos detalhes para estabelecer as impressões sensoriais de um incidente ou cena. Literatura impressionista é bem relacionada a simbolismo, entre os seus melhores exemplares podemos encontrar: Baudelaire, Mallarmé, Rimbaud e Verlaine. Autores tais como Virginia Woolf e Joseph Conrad escreveram trabalhos impressionistas de modo que, em vez de interpretar, eles descrevem as impressões, sensações e emoções que constituem uma vida mental de um caráter.
  • 7. Principais artistas impressionistas e suas obras: - Claude Monet : Estuário do Sena, Impressão, Nascer do Sol, Ponte sobre Hève na Vazante, Camille, O vestido verde, A floresta em Fontainebleu, Mulheres no Jardim, Navio deixando o cais de Le Havre, O molhe de Le Havre. - Edgar Degas: Retrato da família Bellelli, Cavalos de Corrida numa Paisagem, Cavalos de Corrida, Retrato de duas meninas, Paisagem, A banheira, A primeira bailarina. - Pierre-Auguste Renoir: Mulher com sombrinha, O Camarote, Le Moulin de la Galette , Madame Georges Charpentier e suas filhas, Remadores em Chatou, Elizabeth e Alice de Anvers, A dança em Bougival, Mulher amamentando, As grandes banhistas, Menina com espigas, Menina jogando criquet, Ao piano, Odalisca, Retrato de Claude Renoir, Banhista enxugando a perna direita. - Édouard Manet: Os romanos, A decadência, O bebedor de absinto, Retrato do Sr. e Sra. Auguste Manet, O homem morto, A música na Tulheiras, Rapaz em costume espanhol, Almoço na relva, Olympia, A ninfa surpresa, A leitura, O tocador de pífano, A execução de Maximiliano, Retrato de Émile Zola, Berthe Morisot de Chapéu Preto
  • 8. Principais músicos impressionistas e suas obras principais: - Claude Debussy: Prelúdio à Tarde de um Fauno, Estampes, Trois Images, La Mer, Sonata para Piano e Violino. - Maurice Ravel: Jeux d'Eau, Bolero, Concerto para Piano em Sol Maior, Quateto de Cordas em Fá Maior, Rapsódia Espanhola. Principais pintores impressionistas brasileiros: - Eliseu Visconti: Mamoeiro, Dia de Sol, Na Alameda Teresópolis. - Almeida Júnior: O Violeiro, Moça com livro, Arredores do Louvre, Fuga para o Egito, O descanso do modelo, Leitura, A Partida da Monção. - Henrique Cavalleiro: A parisiense, Jardim de Luxemburgo e Nu. - Vicente do Rego Monteiro: Vaso de Flores, Wilma, Dida, Mulher Sentada, Mulher com bola vermelha.
  • 9. Galeria dos Grandes Mestres do Impressionismo Claude Monet (1840-1926) Impressão do Sol Nascente– 1873 Les Alyschamps (Museu Marmottan, Paris) Quadro de Claude Monet que deu início ao Movimento Impressionista
  • 10. Edouard Manet (1832-1883) Rosa e Azul - 1881 Dança em Bougival La Promenade Quadro de Renoir Quadro de Renoir Quadro de Renoir Museu MASP
  • 11. Edouard Manet (1832-1883) Corridas em Longchamp Flores no Vaso de Cristal Quadro de Manet Quadro de Manet
  • 12. Vincent Van Gogh (1853-1890) Auto Retrato com Chapéu Les Alyschamps de Palha Quadro de Van Gogh Quadro de Van Gogh
  • 13.
  • 14. O Museu de Orsay (musée d'Orsay em francês) é um museu na cidade de Paris, na França. Situa-se na margem esquerda do rio Sena no VII arrondissement. As coleções do museu apresentam principalmente pinturas e esculturas da arte ocidental do período compreendido entre 1848 e 1914. Entre outras, estão aí presentes obras de Van Gogh, Monet, Degas, Maurice Denis, Odilon Redon.
  • 15. O edifício, que atualmente alberga o museu, era originalmente uma estação ferroviária, Gare de Orsay, construída para o Chemin de Fer de Paris à Orléans (em português, Caminho de ferro de Paris a Orleães), no local onde se erguera até 1871 um antigo palácio administrativo, o Palais d'Orsay. Foi inaugurado em 1898, a tempo da Exposição Universal de 1900. O projeto foi do arquiteto Victour Laloux.
  • 16. Em 1977, o Governo francês decidiu transformar o espaço num museu. Foi inaugurado pelo presidente de então, François Mitterrand, a 1 de Dezembro de 1986. Os arquitetos Renaud Bardon, Pierre Colboc e Jean-Paul Philippon foram os responsáveis pela adaptação da estação.
  • 17. Coleções As coleções do museu provêm essencialmente de três locais: do museu do Louvre, as obras de artistas nascidos a partir de 1820, ou que tenham emergido no mundo da arte com a Segunda República; do museu do Jeu de Paume, as obras impressionistas desde 1947; e do museu de arte moderna de Paris, as obras mais recentes. Estas coleções abrangem várias vertentes das artes plásticas tais como a pintura, a escultura, a fotografia entre outras.
  • 18. Pintores Pierre Bonnard, Eugène Boudin, Gustave Caillebotte, Paul Cézanne, Camille Corot, Gustave Courbet, Honoré Daumier, Edgar Degas, Eugène Delacroix, Henri Fantin-Latour, Antoni Gaudí, Paul Gauguin, Vincent van Gogh, Hector Guimard, entre outros,que em sua maioria são impressionistas. Escultores François Rude, Jules Cavelier, Jean-Baptiste Carpeaux, Auguste Rodin, Paul Gauguin, Camille Claudel e Honoré Daumier.
  • 19. Principais Obras "O Baile do Moinho de la Galette" , de Renoir, outra peça da coleção do Museu d'Orsay, também foi recebido com críticas negativas na época. O sentimento de dissolução das figuras e a temática inovadora, que trata da vida contemporânea em Paris, faz dessa tela uma das obras-primas do começo do Impressionismo e um dos quadros mais conhecidos de Renoir.
  • 20. Um dos quadros mais famosos do acervo do Museu d´Orsay é o "Almoço na Relva" , de Manet. Rejeitado pelo júri do Salão de 1863, o quadro foi exposto no Salão dos Recusados, onde se tornou a principal atração, causando tanto riso quanto a indignação dos visitantes. Ele não realizou a transição tradicional entre o claro e o escuro, feita gradualmente. Manet preferiu contrastes brutos e excluiu do fundo da tela a noção de perspectiva e profundidade. Essas características são sinais da recusa do pintor em se sujeitar às convenções. Ele criou um estilo livre, que é considerado um ponto de partida para a arte impressionista.
  • 21. Monet, Claude Bouguereau, William Moreau, Gustave Mulheres no Jardim O Nascimento de Vênus Orfeu
  • 22. Van Gogh, Vincent Van Gogh, Vincent O Quarto de Van Gogh em Arles A Igreja de Auvers-sur-Oise
  • 23. GRUPO NOME: Daniel Ribeiro Nº:05 Matheus Lima 24 Matheus Ribeiro 25 Rodrigo Duarte 31