SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO VILA REGÊNCIA.
PROFES PROFESSORA: MARIA DAS GRAÇAS MORAES
ANO:6° ANO
1º QUINZENA DE AULA PRESENCIAL E REMOTA do 3º TRIMESTRE Período: 21/09 á 04/10
AULA ATIVIDADE NÃO PRESENCIAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA
CONTEÚDO: LÓGICAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA; As noções de cidadania e política na Grécia e em Roma;
Domínios e expansão das culturas grega e romana ; Significados do conceito de “império” e as lógicas de conquista,
conflito e negociação dessa forma de organização política.
EF06HI11/ES - Caracterizar o processo de formação da Roma Antiga e suas configurações sociais e políticas nos
períodos monárquico e republicano.
EF06HI12/ES - Associar o conceito de cidadania a dinâmicas de inclusão e exclusão na Grécia e Roma antigas,
compreendendo as diversas apropriações e significados ampliados do conceito de cidadania, república e democracia ao
longo do tempo e nos dias atuais, problematizando as mudanças e permanências entre a democracia ateniense e a
democracia no Brasil atual.
ESTA ATIVIDADE VOCÊ IRA REALIZAR NO CADERNO.
CIDADANIA NA GRÉCIA ANTIGA
Na Grécia Antiga, o conceito de cidadania estava relacionado a
uma minoria da população. Nessa época, só eram considerados
cidadãos os homens com mais de 21 anos, que fossem atenienses e
filhos de pais atenienses.
Na Grécia, a cidadania era exercida diretamente pelo cidadão,
que tinha o direito de propor e aprovar leis. Nesse contexto, os
cidadãos tinham condições de opinar sobre a rotina da sociedade.
Por causa do poder concedido ao cidadão na Grécia Antiga, poucas pessoas tinham esse status. O pequeno e
seleto grupo de cidadãos era formado, principalmente, por proprietários de terras.
Comerciantes, artesãos, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos. Assim, estes
grupos não tinham direitos políticos e participação nas decisões da comunidade.
Para os gregos, a cidadania era um bem inestimável. Para eles, os cidadãos eram todos aqueles que tivessem
condições de opinar sobre os rumos da sociedade. As classes da sociedade grega variavam de uma cidade Estado
para outra. Atenas contava com três classes;
• Metecos: Eram os estrangeiros que habitavam Atenas. Não tinham direitos políticos e estavam proibidos de
adquirir terras, mas podiam dedicar-se ao comércio e ao artesanato. Em geral , pagavam impostos para viver em
Atenas e estavam obrigados à prestação do serviço militar;
• Cidadãos: Somente eles possuíam direitos políticos para participar da democracia. As mulheres e as crianças
não faziam parte do grupo dos cidadãos;
• Escravos; Formavam a grande maioria da população ateniense, não tinha o direito de nada e eram
considerados como propriedades.
A cidade de Atenas, descobriu um sistema diferente de governo, no qual o governo era exercido por muitos: a
democracia, esse sistema foi sendo construído, a partir do século VI a.C.. O poder na cidade era controlado por uma
elite econômica que detinha a posse de terras e de escravos. Eram os chamados eupátridas. Uma série de políticos e
legisladores, transferindo o poder que se concentrava na assembleia dos eupátridas para a assembleia do povo,
chamada de Eclésia. Esta política tinha por objetivo estender o poder político para uma camada mais ampla da
população ateniense e, com isso, diminuir as tensões sociais que poderiam gerar revoltas populares.
1. Na Grécia Antiga, o conceito de cidadania estava relacionado a uma minoria da população. Com base no texto e na
imagem, no quadro a seguir identifique as classes que faziam parte (inclusão) e os que não faziam parte (exclusão) da
cidadania grega?
INCLUIDO EXCLUIDO
2. Hoje o conceito de cidadania refere-se aos
a) ( ) direitos e deveres de uma pessoa dentro de um país.
b) ( ) cidadãos os homens com mais de 21 anos.
c) ( ) direitos políticos do cidadão.
d) ( ) deveres dos cidadãos.
3. Explique com suas palavras em que consistia a cidadania grega.
Cidadania em Roma
Como na Grécia, em Roma o exercício de cidadania
estava ligado com a capacidade exercer direitos políticos e
civis. A cidadania romana era atribuída somente aos
homens livres (nem todos os homens livres eram
considerados cidadãos). Os cidadãos tinham o Direito: a ser
sujeito de Direito privado (jus civile); ao acesso aos cargos
públicos e às magistraturas; à participação das assembleias
políticas; e às vantagens fiscais.
Na sociedade romana as pessoas eram diferenciadas
entre livres e escravos. Os cidadãos não eram considerados
todos iguais e livres, e se dividiam em categorias de classes.
A participação nas atividades político-administrativas era
restrita a uma parcela mínima, aos cidadãos ativos; além do
que, nem todos podiam ocupar cargos políticos e
administrativos.
Disponível em: https://siteantigo.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao/cidadania-em-roma/18797. Acesso em31 de ago. de 2021.
4. No quadro a seguir identifique das alternativas sobre a Cidadania em Roma antiga que são verdade e as que
são Fake News.
Alternativa Verdade Fake News
a) Diferente da Grécia, em Roma o exercício de cidadania estava
ligado com a capacidade exercer direitos políticos e civis.
b) A cidadania romana era atribuída somente aos homens livres
c) Na sociedade romana as pessoas eram diferenciadas entre livres e
escravos.
d) Os cidadãos eram considerados todos iguais e livres e não se
dividiam em categorias de classes
5. Cite quais eram os principais direitos reservados aos cidadãos em Roma?
6. Na Grécia a cidadania não era para todos. Existia pessoas que faziam parte da classe dos cidadãos e outros que
eram excluídos. De acordo com o texto em Roma existia também pessoas que eram excluídos do direito de ser
cidadãos? Justifique.
7. Em relação a cidadania brasileira leia o trecho a seguir.
No Brasil, ainda há muito que fazer em relação à questão da cidadania, apesar das extraordinárias conquistas
dos direitos após o fim do regime militar (1964-1985). Mesmo assim, a cidadania está muito distante de muitos
brasileiros, pois a conquista dos direitos políticos, sociais e civis não consegue ocultar o drama de milhões de
pessoas em situação de miséria, altos índices de desemprego, taxa significativa de analfabetos e semianalfabetos –
sem falar do drama nacional das vítimas da violência particular e oficial.
Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/cidadania-ou-estadania.htm. Acesso em: 31 de ago. de 2021.
Todos os brasileiros, independente da condição social, cor, etnia ou religião, possuem direitos e deveres. Portanto, os
cidadãos, para exercer sua cidadania plena, precisam conhecer, ter consciência da importância e colocar em prática
seus direitos (exigindo-os e usufruindo-os) e deveres (exercendo-os). Pesquise quais são os principais direitos e
deveres do cidadão brasileiro, assegurados na nossa constituição e descubra se na nossa cidadania também existe
pessoas que são excluídos.
8. Leia o texto.
Fragmento: “Na Roma Monárquica, apenas os patrícios eram considerados cidadãos (civitas). Livres, proprietários de
terras, eram os chefes dos clãs e descendentes dos primeiros habitantes. Eram a elite, e compunham a Assembleia
(que votava as leis e tomava outras decisões, como em relação aos conflitos externos); quando anciãos, podiam
compor o Senado. Em 509 a.C. os patrícios derrubaram a Monarquia Romana, dando início à República. A partir desse
período, os homens livres, mas não patrícios, os chamados plebeus, passaram a ser considerados cidadãos e
compunham as Assembleias.” Ao identificarem essas informações, iniciam o processo de construção de compreensão
dos grupos sociais que detinham a cidadania na Antiguidade, no caso homens, filhos de pai e mãe atenienses e
maiores de 20 anos (Atenas); e, na Monarquia Romana, os patrícios.
a) Quem eram os cidadãos na Antiguidade em Atenas e em Roma?
b) b) Houve alterações na definição de quem teria direitos políticos ao longo do tempo na Grécia e em Roma?
Quais foram as condições que levaram às alterações? Justifique.
c) Quais eram as diferenças e semelhanças entre Atenas e Roma em relação a quem eram os cidadãos?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades Diversas Cláudia
 
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 20188 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
ingarac
 

Mais procurados (20)

PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
PDF: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – Pront...
 
Cruzadinha - A Grécia Antiga
Cruzadinha  - A Grécia AntigaCruzadinha  - A Grécia Antiga
Cruzadinha - A Grécia Antiga
 
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma AntigaAVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
AVALIAÇÃO 6º ANO - Roma Antiga
 
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
Atividades primeira republica (as questoes são um resumo de toda a 1 republica)
 
Caça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade MédiaCaça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade Média
 
L ista de exercicios 8º ano abdamides
L ista de exercicios 8º ano abdamidesL ista de exercicios 8º ano abdamides
L ista de exercicios 8º ano abdamides
 
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 20188 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
 
Avaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º anoAvaliação de história 6º ano
Avaliação de história 6º ano
 
Cruzadinha de História: Povos da Antiguidade - As primeiras cidades e impérios
Cruzadinha  de História:  Povos da Antiguidade - As primeiras cidades e impériosCruzadinha  de História:  Povos da Antiguidade - As primeiras cidades e impérios
Cruzadinha de História: Povos da Antiguidade - As primeiras cidades e impérios
 
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAvaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
 
Cruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouroCruzadinha ciclo do ouro
Cruzadinha ciclo do ouro
 
Renascimento cultural
Renascimento cultural Renascimento cultural
Renascimento cultural
 
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013
 
atividades sobre a Primeira Guerra Mundial
atividades sobre a Primeira Guerra Mundialatividades sobre a Primeira Guerra Mundial
atividades sobre a Primeira Guerra Mundial
 
Atividades Revolução Francesa
Atividades   Revolução FrancesaAtividades   Revolução Francesa
Atividades Revolução Francesa
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
 
Crise do feudalismo atividade.
Crise do feudalismo atividade.Crise do feudalismo atividade.
Crise do feudalismo atividade.
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrial
 
Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...
Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...
Gabarito: Avaliação de História: Períodos Paleolítico e Neolítico – 6º ano – ...
 
Lista de atividades sobre Feudalismo
Lista de atividades sobre FeudalismoLista de atividades sobre Feudalismo
Lista de atividades sobre Feudalismo
 

Semelhante a História 6º-ano-quinzena-5

Atitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção social
Atitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção socialAtitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção social
Atitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção social
FlviaFerreira98
 
As filosofias políticas
As filosofias políticasAs filosofias políticas
As filosofias políticas
lorrane2300
 
As noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptx
As noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptxAs noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptx
As noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptx
MarlonCordeirodaFons
 

Semelhante a História 6º-ano-quinzena-5 (20)

Cidadania e democracia
Cidadania e democraciaCidadania e democracia
Cidadania e democracia
 
Atitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção social
Atitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção socialAtitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção social
Atitudes de Cidadania e atitudes de cidadania na mediação e intervenção social
 
A cidadania e sua história
A cidadania e sua históriaA cidadania e sua história
A cidadania e sua história
 
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIAHISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA  CIDADANIA E DEMOCRACIA
HISTÓRIA DA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA CIDADANIA E DEMOCRACIA
 
Aula 1 cidadania apresentação1
Aula 1 cidadania apresentação1Aula 1 cidadania apresentação1
Aula 1 cidadania apresentação1
 
Noções e concepções de política
Noções e concepções de políticaNoções e concepções de política
Noções e concepções de política
 
Terceiro Ano do Ensino Médio
Terceiro Ano do Ensino MédioTerceiro Ano do Ensino Médio
Terceiro Ano do Ensino Médio
 
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe AssunçãoAula 1   Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
Aula 1 Participação política e cidadania - 3º Sociologia - Prof. Noe Assunção
 
Democracia (Democracy)
Democracia (Democracy)Democracia (Democracy)
Democracia (Democracy)
 
Cidadania e participação social
Cidadania e participação socialCidadania e participação social
Cidadania e participação social
 
As filosofias políticas
As filosofias políticasAs filosofias políticas
As filosofias políticas
 
História da Cidadania
História da CidadaniaHistória da Cidadania
História da Cidadania
 
As noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptx
As noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptxAs noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptx
As noções de cidadania e política na Grécia e Roma.pptx
 
Cidade, Cidadão, cidadania.pptx
Cidade, Cidadão, cidadania.pptxCidade, Cidadão, cidadania.pptx
Cidade, Cidadão, cidadania.pptx
 
Cidadaniaeparticipaosocial 111221103412-phpapp02
Cidadaniaeparticipaosocial 111221103412-phpapp02Cidadaniaeparticipaosocial 111221103412-phpapp02
Cidadaniaeparticipaosocial 111221103412-phpapp02
 
1. DIREITO E CIDADANIA.ppt
1. DIREITO E CIDADANIA.ppt1. DIREITO E CIDADANIA.ppt
1. DIREITO E CIDADANIA.ppt
 
1. DIREITO E CIDADANIA.ppt
1. DIREITO E CIDADANIA.ppt1. DIREITO E CIDADANIA.ppt
1. DIREITO E CIDADANIA.ppt
 
Sociologia
Sociologia Sociologia
Sociologia
 
Capítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no BrasilCapítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no Brasil
 
Estado democrático
Estado democráticoEstado democrático
Estado democrático
 

Último

Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 

História 6º-ano-quinzena-5

  • 1. ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO VILA REGÊNCIA. PROFES PROFESSORA: MARIA DAS GRAÇAS MORAES ANO:6° ANO 1º QUINZENA DE AULA PRESENCIAL E REMOTA do 3º TRIMESTRE Período: 21/09 á 04/10 AULA ATIVIDADE NÃO PRESENCIAL DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA CONTEÚDO: LÓGICAS DE ORGANIZAÇÃO POLÍTICA; As noções de cidadania e política na Grécia e em Roma; Domínios e expansão das culturas grega e romana ; Significados do conceito de “império” e as lógicas de conquista, conflito e negociação dessa forma de organização política. EF06HI11/ES - Caracterizar o processo de formação da Roma Antiga e suas configurações sociais e políticas nos períodos monárquico e republicano. EF06HI12/ES - Associar o conceito de cidadania a dinâmicas de inclusão e exclusão na Grécia e Roma antigas, compreendendo as diversas apropriações e significados ampliados do conceito de cidadania, república e democracia ao longo do tempo e nos dias atuais, problematizando as mudanças e permanências entre a democracia ateniense e a democracia no Brasil atual. ESTA ATIVIDADE VOCÊ IRA REALIZAR NO CADERNO. CIDADANIA NA GRÉCIA ANTIGA Na Grécia Antiga, o conceito de cidadania estava relacionado a uma minoria da população. Nessa época, só eram considerados cidadãos os homens com mais de 21 anos, que fossem atenienses e filhos de pais atenienses. Na Grécia, a cidadania era exercida diretamente pelo cidadão, que tinha o direito de propor e aprovar leis. Nesse contexto, os cidadãos tinham condições de opinar sobre a rotina da sociedade. Por causa do poder concedido ao cidadão na Grécia Antiga, poucas pessoas tinham esse status. O pequeno e seleto grupo de cidadãos era formado, principalmente, por proprietários de terras. Comerciantes, artesãos, mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos. Assim, estes grupos não tinham direitos políticos e participação nas decisões da comunidade. Para os gregos, a cidadania era um bem inestimável. Para eles, os cidadãos eram todos aqueles que tivessem condições de opinar sobre os rumos da sociedade. As classes da sociedade grega variavam de uma cidade Estado para outra. Atenas contava com três classes; • Metecos: Eram os estrangeiros que habitavam Atenas. Não tinham direitos políticos e estavam proibidos de adquirir terras, mas podiam dedicar-se ao comércio e ao artesanato. Em geral , pagavam impostos para viver em Atenas e estavam obrigados à prestação do serviço militar; • Cidadãos: Somente eles possuíam direitos políticos para participar da democracia. As mulheres e as crianças não faziam parte do grupo dos cidadãos; • Escravos; Formavam a grande maioria da população ateniense, não tinha o direito de nada e eram considerados como propriedades. A cidade de Atenas, descobriu um sistema diferente de governo, no qual o governo era exercido por muitos: a democracia, esse sistema foi sendo construído, a partir do século VI a.C.. O poder na cidade era controlado por uma elite econômica que detinha a posse de terras e de escravos. Eram os chamados eupátridas. Uma série de políticos e legisladores, transferindo o poder que se concentrava na assembleia dos eupátridas para a assembleia do povo, chamada de Eclésia. Esta política tinha por objetivo estender o poder político para uma camada mais ampla da população ateniense e, com isso, diminuir as tensões sociais que poderiam gerar revoltas populares. 1. Na Grécia Antiga, o conceito de cidadania estava relacionado a uma minoria da população. Com base no texto e na imagem, no quadro a seguir identifique as classes que faziam parte (inclusão) e os que não faziam parte (exclusão) da cidadania grega?
  • 2. INCLUIDO EXCLUIDO 2. Hoje o conceito de cidadania refere-se aos a) ( ) direitos e deveres de uma pessoa dentro de um país. b) ( ) cidadãos os homens com mais de 21 anos. c) ( ) direitos políticos do cidadão. d) ( ) deveres dos cidadãos. 3. Explique com suas palavras em que consistia a cidadania grega. Cidadania em Roma Como na Grécia, em Roma o exercício de cidadania estava ligado com a capacidade exercer direitos políticos e civis. A cidadania romana era atribuída somente aos homens livres (nem todos os homens livres eram considerados cidadãos). Os cidadãos tinham o Direito: a ser sujeito de Direito privado (jus civile); ao acesso aos cargos públicos e às magistraturas; à participação das assembleias políticas; e às vantagens fiscais. Na sociedade romana as pessoas eram diferenciadas entre livres e escravos. Os cidadãos não eram considerados todos iguais e livres, e se dividiam em categorias de classes. A participação nas atividades político-administrativas era restrita a uma parcela mínima, aos cidadãos ativos; além do que, nem todos podiam ocupar cargos políticos e administrativos. Disponível em: https://siteantigo.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao/cidadania-em-roma/18797. Acesso em31 de ago. de 2021. 4. No quadro a seguir identifique das alternativas sobre a Cidadania em Roma antiga que são verdade e as que são Fake News. Alternativa Verdade Fake News a) Diferente da Grécia, em Roma o exercício de cidadania estava ligado com a capacidade exercer direitos políticos e civis. b) A cidadania romana era atribuída somente aos homens livres c) Na sociedade romana as pessoas eram diferenciadas entre livres e escravos. d) Os cidadãos eram considerados todos iguais e livres e não se dividiam em categorias de classes 5. Cite quais eram os principais direitos reservados aos cidadãos em Roma? 6. Na Grécia a cidadania não era para todos. Existia pessoas que faziam parte da classe dos cidadãos e outros que eram excluídos. De acordo com o texto em Roma existia também pessoas que eram excluídos do direito de ser cidadãos? Justifique. 7. Em relação a cidadania brasileira leia o trecho a seguir. No Brasil, ainda há muito que fazer em relação à questão da cidadania, apesar das extraordinárias conquistas dos direitos após o fim do regime militar (1964-1985). Mesmo assim, a cidadania está muito distante de muitos
  • 3. brasileiros, pois a conquista dos direitos políticos, sociais e civis não consegue ocultar o drama de milhões de pessoas em situação de miséria, altos índices de desemprego, taxa significativa de analfabetos e semianalfabetos – sem falar do drama nacional das vítimas da violência particular e oficial. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/cidadania-ou-estadania.htm. Acesso em: 31 de ago. de 2021. Todos os brasileiros, independente da condição social, cor, etnia ou religião, possuem direitos e deveres. Portanto, os cidadãos, para exercer sua cidadania plena, precisam conhecer, ter consciência da importância e colocar em prática seus direitos (exigindo-os e usufruindo-os) e deveres (exercendo-os). Pesquise quais são os principais direitos e deveres do cidadão brasileiro, assegurados na nossa constituição e descubra se na nossa cidadania também existe pessoas que são excluídos. 8. Leia o texto. Fragmento: “Na Roma Monárquica, apenas os patrícios eram considerados cidadãos (civitas). Livres, proprietários de terras, eram os chefes dos clãs e descendentes dos primeiros habitantes. Eram a elite, e compunham a Assembleia (que votava as leis e tomava outras decisões, como em relação aos conflitos externos); quando anciãos, podiam compor o Senado. Em 509 a.C. os patrícios derrubaram a Monarquia Romana, dando início à República. A partir desse período, os homens livres, mas não patrícios, os chamados plebeus, passaram a ser considerados cidadãos e compunham as Assembleias.” Ao identificarem essas informações, iniciam o processo de construção de compreensão dos grupos sociais que detinham a cidadania na Antiguidade, no caso homens, filhos de pai e mãe atenienses e maiores de 20 anos (Atenas); e, na Monarquia Romana, os patrícios. a) Quem eram os cidadãos na Antiguidade em Atenas e em Roma? b) b) Houve alterações na definição de quem teria direitos políticos ao longo do tempo na Grécia e em Roma? Quais foram as condições que levaram às alterações? Justifique. c) Quais eram as diferenças e semelhanças entre Atenas e Roma em relação a quem eram os cidadãos?