SlideShare uma empresa Scribd logo
ATIVIDADES sobre a Primeira Guerra Mundial
1) Encontre no caça palavras os temos correspondentes as definições abaixo
a)______________ _______________ foi o herdeiro do trono austríaco assassinado por um jovem
terrorista, com apoio de uma sociedade secreta nacionalista da Sérvia.
b) Os alemães repudiaram o ____________ ___ __________. Consideram seus termos humilhantes e
vingativos.
c) O _____________ era um movimento político e sociocultural do século XIX. Buscava a união de
todos os povos eslavos. Foi também uma das causas da Primeira Guerra Mundial
d) Em 8 de agosto de 1918 os ingleses, auxiliadas pelos franceses e usando _______com grande
eficácia, romperam as defesas alemãs.
e) Grupo formado por Inglaterra, França e Rússia eradenominado ______________ _____________
e) acordo militar entre o Império Alemão, o Império Austro-Húngaro e o Reino de Itália formando
assim um grande bloco de países aliados no centro da Europa era denominado __________
____________
f) Tentativa de criar uma “paz sem vencedores” do presidente norte americana foi os ___
__________ ____ _________
g) Piloto de destaque no conflito ao vencer 80 combates aéreos: ________ _______________.
i) Nome dado a dominação política, cultural e econômica da Europa na África e na Ásia era o chamado
___________________ e foi justificado pelo _______________________________. Trata-se de
uma tentativa de se aplicar o darwinismo nas sociedades humanas.
P A N E S L A V I S M O A D G H H J J G H F
P F D F F A A S D F J K W S D G G S W Y K W
S T R A T A D O D E V E R S A L H E S S D L
A Z D A D D R T R Í P L I C E E N T E N T E
A D G B N D A R W I M O S O C A D D S S S A
D D S A D C I M P E R I A L I S M O N D A R
T N D A R W I N D A R W A D G H H J J G H F
N A N D A R W S D A D G H H J J G H F A D N
N F N N D A R W C N D A R W I M O S O C A N
N H I Q N D A R W O N D A R W I M O S O C N
N N D A U N D A R W F E R D I N A N D O G N
N N D A R E D A R W I N I S M O S O C I A L
N D G H H D S N D A R W I M O S O C A D D S
N N D A R A Ç N A I L A E C I L P I R T F H
Q U A T O R Z E P O N T O S D E W I L S O N
N U A T O R B A R A O V E R M E L H O A D R
Noite felizna terra de ninguém: Natal de 1914
Finalmente parou de chover. A noite estáclara, com céu limpo, estrelado, como os soldados não
viam há muito tempo. Ao contrário da chuva, porém, o frio segue sem dar trégua. Normal nesta época
do ano. O que não serianormal em outros anos é o fedor no ar. Cheiro de morte, que invade as narinas e
mexe com a cabeça dos vivos – alemães e britânicos, inimigos separados por 80, 100 metros no
máximo. Entre eles está a “terra de ninguém”, assim chamada porque não se sobreviveria ali muito
tempo. Cadáveres de combatentes de ambos os lados compõem a paisagem com cercas de arame
farpado, troncos de árvores calcinadas e crateras abertas pelas explosões de granadas. O barulho delas é
ensurdecedor, mas no momento não se ouve nada. Nenhuma explosão, nenhum tiro. Nenhum recruta
agonizante gritando por socorro ou chamando pela mãe. Nada.
E de repente o silêncio é quebrado. Das trincheiras alemãs, ouve-se alguém cantando. Os
companheiros fazem coro e logo há dezenas, talvez centenas de vozes no escuro. Cantam “Stille Nacht,
Heilige Nacht”. Atônitos, os britânicos escutam a melodia sem compreender o que diz a letra. Mas nem
precisam: mesmo quem jamais a tivesse escutado descobriria que a música fala de paz. Em inglês, ela é
conhecida como “Silent Night”; em português, foi batizada de “Noite Feliz”. Quando a música acaba, o
silêncio retorna. Por pouco tempo. “Good, old Fritz!”, gritam os britânicos. Os “Fritz” respondem com
“Merry Christmas, Englishmen!”, seguido de palavras num inglês arrastado: “We not shoot, you not
shoot!”(“Nós não atiramos, vocês também não”).
Estamos em algum lugar de Flandres, na Bélgica, em 24 de dezembro de 1914. E esta históriafaz
parte de um dos mais surpreendentes e esquecidos capítulos da Primeira Guerra Mundial: as
confraternizações entre soldados inimigos no Natal daquele ano. Ao longo de toda a frente ocidental –
que se estendia do mar do Norte aos Alpes suíços, cruzando a França –, soldados cessaram fogo e
deixaram por alguns dias as diferenças para trás. A paz não havia sido acertada nos gabinetes dos
generais;ela surgiu ali mesmo nas trincheiras, de forma espontânea. Jamais acontecera algo igual antes.
É o que diz o jornalista alemão Michael Jürgs em seu livro Der Kleine Frieden im Grossen Krieg –
Westfront 1914: Als Deutsche, Franzosen und Briten Gemeinsam Weihnachten Feierten (“A Pequena
Paz na Grande Guerra – Frente Ocidental 1914: Quando Alemães, Franceses e Britânicos Celebraram
Juntos o Natal”, inédito no Brasil.
a) A qual contexto histórico refere-se o texto?
3. Assinale a alternativa correta.
TEXTO I
Canudosnão se rendeu. Exemplo único em todaa históriaresistiuaté o esgotamento completo. Vencido
palmo a palmo, na precisão integral do termo, caiu no dia 5, ao entardecer, quando caíram os seus
últimos defensores, que todos morreram. Eram quatro apenas: um velho, dois homens feitos e uma
criança, na frente
dos quais rugiam raivosamente cinco mil soldados
TEXTO II
Na trincheira, no centrodo reduto, permaneciam quatro fanáticos sobreviventes do extermínio. Era um
velho, coxo por ferimento e usando uniforme da Guarda Católica, um rapaz de 16 a 18 anos, um
preto alto e magro, e um caboclo. Ao serem intimados paradeporem as armas, investiram com enorme
fúria. Assim estava terminada e de maneira tão trágica a sanguinosa guerra, que o banditismo e o
fanatismo traziam acesa por longos meses, naquele recanto do território nacional.
Os relatos do último ato da Guerra de Canudos fazem uso de representações que se perpetuariam na
memória construída sobre o conflito. Nesse sentido, cada autor caracterizou a atitude dos sertanejos,
respectivamente, como fruto da
A manipulação e incompetência.
B ignorância e solidariedade.
C hesitação e obstinação.
D esperança e valentia.
E bravura e loucura.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Caça palavras Era Napoleônica
Caça palavras Era NapoleônicaCaça palavras Era Napoleônica
Caça palavras Era Napoleônica
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga
Frederico Marques Sodré
 
Avaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítimaAvaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítima
Acrópole - História & Educação
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrial
Ócio do Ofício
 
Avaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução IndustrialAvaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução Industrial
Acrópole - História & Educação
 
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades Diversas Cláudia
 
Cuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargasCuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargas
Atividades Diversas Cláudia
 
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 20188 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
ingarac
 
Atividades feudalismo na idade média
Atividades   feudalismo na idade médiaAtividades   feudalismo na idade média
Atividades feudalismo na idade média
Atividades Diversas Cláudia
 
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O  humanismo e o renascimentoCruzadinha de História - O  humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Mary Alvarenga
 
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas". Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Paula Meyer Piagentini
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
Viviane Simões
 
Avaliação tempo-historia-
Avaliação  tempo-historia-Avaliação  tempo-historia-
Avaliação tempo-historia-
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdf
Atividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdfAtividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdf
Atividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdf
Wenderson Santos Couto
 
Atividades nova ordem mundial e globalização pronto
Atividades nova ordem mundial e globalização prontoAtividades nova ordem mundial e globalização pronto
Atividades nova ordem mundial e globalização pronto
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades mesopotâmia ii
Atividades mesopotâmia iiAtividades mesopotâmia ii
Atividades mesopotâmia ii
Doug Caesar
 
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano   setembro - gabaritoAvaliação história 7º ano   setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Giselda morais rodrigues do
 
Avaliação Era Vargas
Avaliação Era VargasAvaliação Era Vargas
Avaliação Era Vargas
Acrópole - História & Educação
 
Exercicio revolução russa
Exercicio revolução russaExercicio revolução russa
Exercicio revolução russa
Atividades Diversas Cláudia
 
Palavras cruzadas - feudalimso
Palavras cruzadas  - feudalimso  Palavras cruzadas  - feudalimso
Palavras cruzadas - feudalimso
Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Caça palavras Era Napoleônica
Caça palavras Era NapoleônicaCaça palavras Era Napoleônica
Caça palavras Era Napoleônica
 
Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga Avaliação História - Grécia Antiga
Avaliação História - Grécia Antiga
 
Avaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítimaAvaliação expansão marítima
Avaliação expansão marítima
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrial
 
Avaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução IndustrialAvaliação Revolução Industrial
Avaliação Revolução Industrial
 
Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013Atividades de independencia do brasil 2013
Atividades de independencia do brasil 2013
 
Cuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargasCuzadinha sobre a era vargas
Cuzadinha sobre a era vargas
 
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 20188 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
8 ano revolução industrial e revolução francesa 2018
 
Atividades feudalismo na idade média
Atividades   feudalismo na idade médiaAtividades   feudalismo na idade média
Atividades feudalismo na idade média
 
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O  humanismo e o renascimentoCruzadinha de História - O  humanismo e o renascimento
Cruzadinha de História - O humanismo e o renascimento
 
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas". Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
 
Mesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinhaMesopotamia cruzadinha
Mesopotamia cruzadinha
 
Avaliação tempo-historia-
Avaliação  tempo-historia-Avaliação  tempo-historia-
Avaliação tempo-historia-
 
Atividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdf
Atividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdfAtividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdf
Atividades adaptadas- História.6º ano - Cópia.1.pdf
 
Atividades nova ordem mundial e globalização pronto
Atividades nova ordem mundial e globalização prontoAtividades nova ordem mundial e globalização pronto
Atividades nova ordem mundial e globalização pronto
 
Atividades mesopotâmia ii
Atividades mesopotâmia iiAtividades mesopotâmia ii
Atividades mesopotâmia ii
 
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano   setembro - gabaritoAvaliação história 7º ano   setembro - gabarito
Avaliação história 7º ano setembro - gabarito
 
Avaliação Era Vargas
Avaliação Era VargasAvaliação Era Vargas
Avaliação Era Vargas
 
Exercicio revolução russa
Exercicio revolução russaExercicio revolução russa
Exercicio revolução russa
 
Palavras cruzadas - feudalimso
Palavras cruzadas  - feudalimso  Palavras cruzadas  - feudalimso
Palavras cruzadas - feudalimso
 

Destaque

1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades
Atividades Diversas Cláudia
 
Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blog
Isabel Aguiar
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
Isabel Aguiar
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
Isabel Aguiar
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
Isabel Aguiar
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
Isabel Aguiar
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
Isabel Aguiar
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
Isabel Aguiar
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro
Isabel Aguiar
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
Isabel Aguiar
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889
Isabel Aguiar
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
Isabel Aguiar
 
Caça palavras - Segunda Guerra Mundial
Caça palavras - Segunda Guerra MundialCaça palavras - Segunda Guerra Mundial
Caça palavras - Segunda Guerra Mundial
Martileny Vieira
 
1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial IIIAtividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial III
Doug Caesar
 
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIIIILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
Isabel Aguiar
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
Isabel Aguiar
 
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra MundialAtividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Eduardo Mariño Rial
 
Atividade sobre o filme lutero
Atividade sobre o filme luteroAtividade sobre o filme lutero
Atividade sobre o filme lutero
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Prova revoluçao russa
Prova revoluçao russaProva revoluçao russa
Prova revoluçao russa
Atividades Diversas Cláudia
 

Destaque (20)

1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades
 
Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blog
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
 
Caça palavras - Segunda Guerra Mundial
Caça palavras - Segunda Guerra MundialCaça palavras - Segunda Guerra Mundial
Caça palavras - Segunda Guerra Mundial
 
1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades1 guerra mundial atividades
1 guerra mundial atividades
 
Atividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial IIIAtividades 1º Guerra Mundial III
Atividades 1º Guerra Mundial III
 
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIIIILUMINISMO SÉCULO XVIII
ILUMINISMO SÉCULO XVIII
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
 
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra MundialAtividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
Atividades Imperialismo e Primeira Guerra Mundial
 
Atividade sobre o filme lutero
Atividade sobre o filme luteroAtividade sobre o filme lutero
Atividade sobre o filme lutero
 
Prova revoluçao russa
Prova revoluçao russaProva revoluçao russa
Prova revoluçao russa
 

Semelhante a atividades sobre a Primeira Guerra Mundial

Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerraProduções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
 
Primeira guerra 9º ano
Primeira guerra 9º anoPrimeira guerra 9º ano
Primeira guerra 9º ano
Privada
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Mario Romero
 
rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.
rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.
rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.
HENRIKFERREIRA1
 
Dia D Desembarque Na Normandia
Dia D   Desembarque Na NormandiaDia D   Desembarque Na Normandia
Dia D Desembarque Na Normandia
Sílvia Mendonça
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
ProfMario De Mori
 
Ef em - história - rafael - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerra
Ef em     - história - rafael  - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerraEf em     - história - rafael  - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerra
Ef em - história - rafael - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerra
Rafael Noronha
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Andrea Silva
 
Os Protocolos dos Sábios de Sião.pdf
Os Protocolos dos Sábios de Sião.pdfOs Protocolos dos Sábios de Sião.pdf
Os Protocolos dos Sábios de Sião.pdf
ELIAS OMEGA
 
2ª guerra mundial (1939 45)
2ª guerra mundial (1939 45)2ª guerra mundial (1939 45)
2ª guerra mundial (1939 45)
Ferdinando Scappa
 
Minha Luta - Adolf Hitler
Minha Luta - Adolf HitlerMinha Luta - Adolf Hitler
Minha Luta - Adolf Hitler
mvsm3
 
Preseed 2014-revisão 14
Preseed 2014-revisão 14Preseed 2014-revisão 14
Preseed 2014-revisão 14
Jorge Marcos Oliveira
 
Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918
Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918
Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918
edusantacecilia
 
Atualidades tema1.13
Atualidades tema1.13Atualidades tema1.13
Atualidades tema1.13
Ademir Aquino
 
A noite dos cristais
A noite dos cristaisA noite dos cristais
A noite dos cristais
Andreia Margarido
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
ProfMario De Mori
 
Segundaguerramundial vou usar
Segundaguerramundial  vou usarSegundaguerramundial  vou usar
Segundaguerramundial vou usar
Zeze Silva
 
Em tempos de guerra
Em tempos de guerraEm tempos de guerra
Em tempos de guerra
Onoél Neves
 
II Guerra Mundial (2ª aula)
II Guerra Mundial (2ª aula)II Guerra Mundial (2ª aula)
II Guerra Mundial (2ª aula)
Débora Rodrigues
 
Dresden: o inferno na terra.
Dresden: o inferno na terra.Dresden: o inferno na terra.
Dresden: o inferno na terra.
Ricardo Montedo
 

Semelhante a atividades sobre a Primeira Guerra Mundial (20)

Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerraProduções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
Produções escritas dos alunos noticiário da grande guerra
 
Primeira guerra 9º ano
Primeira guerra 9º anoPrimeira guerra 9º ano
Primeira guerra 9º ano
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.
rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.
rafadeabreu,+Batalha+de+Stalingrado.pdf.
 
Dia D Desembarque Na Normandia
Dia D   Desembarque Na NormandiaDia D   Desembarque Na Normandia
Dia D Desembarque Na Normandia
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
 
Ef em - história - rafael - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerra
Ef em     - história - rafael  - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerraEf em     - história - rafael  - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerra
Ef em - história - rafael - era das gueras - 1ª, crise de 29 e 2ª guerra
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Os Protocolos dos Sábios de Sião.pdf
Os Protocolos dos Sábios de Sião.pdfOs Protocolos dos Sábios de Sião.pdf
Os Protocolos dos Sábios de Sião.pdf
 
2ª guerra mundial (1939 45)
2ª guerra mundial (1939 45)2ª guerra mundial (1939 45)
2ª guerra mundial (1939 45)
 
Minha Luta - Adolf Hitler
Minha Luta - Adolf HitlerMinha Luta - Adolf Hitler
Minha Luta - Adolf Hitler
 
Preseed 2014-revisão 14
Preseed 2014-revisão 14Preseed 2014-revisão 14
Preseed 2014-revisão 14
 
Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918
Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918
Alua Primeira Guerra Mundial 1914 - 1918
 
Atualidades tema1.13
Atualidades tema1.13Atualidades tema1.13
Atualidades tema1.13
 
A noite dos cristais
A noite dos cristaisA noite dos cristais
A noite dos cristais
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
 
Segundaguerramundial vou usar
Segundaguerramundial  vou usarSegundaguerramundial  vou usar
Segundaguerramundial vou usar
 
Em tempos de guerra
Em tempos de guerraEm tempos de guerra
Em tempos de guerra
 
II Guerra Mundial (2ª aula)
II Guerra Mundial (2ª aula)II Guerra Mundial (2ª aula)
II Guerra Mundial (2ª aula)
 
Dresden: o inferno na terra.
Dresden: o inferno na terra.Dresden: o inferno na terra.
Dresden: o inferno na terra.
 

Mais de Jean Carlos Nunes Paixão

A Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdf
A Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdfA Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdf
A Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdf
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Lapbook sobre os Regimes Totalitários.pdf
Lapbook sobre os Regimes Totalitários.pdfLapbook sobre os Regimes Totalitários.pdf
Lapbook sobre os Regimes Totalitários.pdf
Jean Carlos Nunes Paixão
 
gabarito da atividade sobre o anacronismo.docx
gabarito da atividade sobre o anacronismo.docxgabarito da atividade sobre o anacronismo.docx
gabarito da atividade sobre o anacronismo.docx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Jean Carlos Nunes Paixão
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Caça-palavras sobre as Revoluções Inglesas
Caça-palavras sobre as Revoluções InglesasCaça-palavras sobre as Revoluções Inglesas
Caça-palavras sobre as Revoluções Inglesas
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Caça-palavras sobre a Revolução Industrial
Caça-palavras sobre a Revolução IndustrialCaça-palavras sobre a Revolução Industrial
Caça-palavras sobre a Revolução Industrial
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docxCaça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docxGabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docxperguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismo
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismoCartelas de Bingo Império Romano e feudalismo
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismo
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Período Democrático.pptx
Período Democrático.pptxPeríodo Democrático.pptx
Período Democrático.pptx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocxAVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
Jean Carlos Nunes Paixão
 
AVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura Militarcx
AVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura MilitarcxAVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura Militarcx
AVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura Militarcx
Jean Carlos Nunes Paixão
 
PROVA BRANCA ENEM 2023.pdf
PROVA BRANCA ENEM 2023.pdfPROVA BRANCA ENEM 2023.pdf
PROVA BRANCA ENEM 2023.pdf
Jean Carlos Nunes Paixão
 
PROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS 2023.pdf
PROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS  2023.pdfPROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS  2023.pdf
PROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS 2023.pdf
Jean Carlos Nunes Paixão
 
CRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docx
CRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docxCRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docx
CRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docx
Jean Carlos Nunes Paixão
 

Mais de Jean Carlos Nunes Paixão (20)

A Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdf
A Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdfA Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdf
A Independência da América Espanhola LAPBOOK.pdf
 
Lapbook sobre os Regimes Totalitários.pdf
Lapbook sobre os Regimes Totalitários.pdfLapbook sobre os Regimes Totalitários.pdf
Lapbook sobre os Regimes Totalitários.pdf
 
gabarito da atividade sobre o anacronismo.docx
gabarito da atividade sobre o anacronismo.docxgabarito da atividade sobre o anacronismo.docx
gabarito da atividade sobre o anacronismo.docx
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Caça-palavras sobre as Revoluções Inglesas
Caça-palavras sobre as Revoluções InglesasCaça-palavras sobre as Revoluções Inglesas
Caça-palavras sobre as Revoluções Inglesas
 
Caça-palavras sobre a Revolução Industrial
Caça-palavras sobre a Revolução IndustrialCaça-palavras sobre a Revolução Industrial
Caça-palavras sobre a Revolução Industrial
 
Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docxCaça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
Caça-palavras sobre BANDEIRAS NO BRASIL.docx
 
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docxGabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
Gabarito CAÇA PALAVRAS BANDEIRA.docx
 
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docxperguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
perguntas do BINGO FEUDALISMO.docx
 
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismo
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismoCartelas de Bingo Império Romano e feudalismo
Cartelas de Bingo Império Romano e feudalismo
 
Período Democrático.pptx
Período Democrático.pptxPeríodo Democrático.pptx
Período Democrático.pptx
 
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocxAVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
AVALIAÇÃO 6 e ano grécia angigaocx
 
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
AVALIAÇÃO Feníncios, Persas, Hebreus e Gregos.
 
AVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura Militarcx
AVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura MilitarcxAVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura Militarcx
AVALIAÇÃO Período Democráico, Contra Cultura e Ditadura Militarcx
 
PROVA BRANCA ENEM 2023.pdf
PROVA BRANCA ENEM 2023.pdfPROVA BRANCA ENEM 2023.pdf
PROVA BRANCA ENEM 2023.pdf
 
PROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS 2023.pdf
PROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS  2023.pdfPROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS  2023.pdf
PROVA ENEM CIÊNCIAS HUMANAS 2023.pdf
 
CRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docx
CRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docxCRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docx
CRUZADINHA 9º ANO GUERRA FRIA 2.docx
 

Último

Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 

atividades sobre a Primeira Guerra Mundial

  • 1. ATIVIDADES sobre a Primeira Guerra Mundial 1) Encontre no caça palavras os temos correspondentes as definições abaixo a)______________ _______________ foi o herdeiro do trono austríaco assassinado por um jovem terrorista, com apoio de uma sociedade secreta nacionalista da Sérvia. b) Os alemães repudiaram o ____________ ___ __________. Consideram seus termos humilhantes e vingativos. c) O _____________ era um movimento político e sociocultural do século XIX. Buscava a união de todos os povos eslavos. Foi também uma das causas da Primeira Guerra Mundial d) Em 8 de agosto de 1918 os ingleses, auxiliadas pelos franceses e usando _______com grande eficácia, romperam as defesas alemãs. e) Grupo formado por Inglaterra, França e Rússia eradenominado ______________ _____________ e) acordo militar entre o Império Alemão, o Império Austro-Húngaro e o Reino de Itália formando assim um grande bloco de países aliados no centro da Europa era denominado __________ ____________ f) Tentativa de criar uma “paz sem vencedores” do presidente norte americana foi os ___ __________ ____ _________ g) Piloto de destaque no conflito ao vencer 80 combates aéreos: ________ _______________. i) Nome dado a dominação política, cultural e econômica da Europa na África e na Ásia era o chamado ___________________ e foi justificado pelo _______________________________. Trata-se de uma tentativa de se aplicar o darwinismo nas sociedades humanas. P A N E S L A V I S M O A D G H H J J G H F P F D F F A A S D F J K W S D G G S W Y K W S T R A T A D O D E V E R S A L H E S S D L A Z D A D D R T R Í P L I C E E N T E N T E A D G B N D A R W I M O S O C A D D S S S A D D S A D C I M P E R I A L I S M O N D A R T N D A R W I N D A R W A D G H H J J G H F N A N D A R W S D A D G H H J J G H F A D N N F N N D A R W C N D A R W I M O S O C A N N H I Q N D A R W O N D A R W I M O S O C N N N D A U N D A R W F E R D I N A N D O G N N N D A R E D A R W I N I S M O S O C I A L N D G H H D S N D A R W I M O S O C A D D S N N D A R A Ç N A I L A E C I L P I R T F H Q U A T O R Z E P O N T O S D E W I L S O N N U A T O R B A R A O V E R M E L H O A D R Noite felizna terra de ninguém: Natal de 1914 Finalmente parou de chover. A noite estáclara, com céu limpo, estrelado, como os soldados não viam há muito tempo. Ao contrário da chuva, porém, o frio segue sem dar trégua. Normal nesta época do ano. O que não serianormal em outros anos é o fedor no ar. Cheiro de morte, que invade as narinas e mexe com a cabeça dos vivos – alemães e britânicos, inimigos separados por 80, 100 metros no máximo. Entre eles está a “terra de ninguém”, assim chamada porque não se sobreviveria ali muito tempo. Cadáveres de combatentes de ambos os lados compõem a paisagem com cercas de arame farpado, troncos de árvores calcinadas e crateras abertas pelas explosões de granadas. O barulho delas é ensurdecedor, mas no momento não se ouve nada. Nenhuma explosão, nenhum tiro. Nenhum recruta agonizante gritando por socorro ou chamando pela mãe. Nada. E de repente o silêncio é quebrado. Das trincheiras alemãs, ouve-se alguém cantando. Os companheiros fazem coro e logo há dezenas, talvez centenas de vozes no escuro. Cantam “Stille Nacht, Heilige Nacht”. Atônitos, os britânicos escutam a melodia sem compreender o que diz a letra. Mas nem
  • 2. precisam: mesmo quem jamais a tivesse escutado descobriria que a música fala de paz. Em inglês, ela é conhecida como “Silent Night”; em português, foi batizada de “Noite Feliz”. Quando a música acaba, o silêncio retorna. Por pouco tempo. “Good, old Fritz!”, gritam os britânicos. Os “Fritz” respondem com “Merry Christmas, Englishmen!”, seguido de palavras num inglês arrastado: “We not shoot, you not shoot!”(“Nós não atiramos, vocês também não”). Estamos em algum lugar de Flandres, na Bélgica, em 24 de dezembro de 1914. E esta históriafaz parte de um dos mais surpreendentes e esquecidos capítulos da Primeira Guerra Mundial: as confraternizações entre soldados inimigos no Natal daquele ano. Ao longo de toda a frente ocidental – que se estendia do mar do Norte aos Alpes suíços, cruzando a França –, soldados cessaram fogo e deixaram por alguns dias as diferenças para trás. A paz não havia sido acertada nos gabinetes dos generais;ela surgiu ali mesmo nas trincheiras, de forma espontânea. Jamais acontecera algo igual antes. É o que diz o jornalista alemão Michael Jürgs em seu livro Der Kleine Frieden im Grossen Krieg – Westfront 1914: Als Deutsche, Franzosen und Briten Gemeinsam Weihnachten Feierten (“A Pequena Paz na Grande Guerra – Frente Ocidental 1914: Quando Alemães, Franceses e Britânicos Celebraram Juntos o Natal”, inédito no Brasil. a) A qual contexto histórico refere-se o texto? 3. Assinale a alternativa correta. TEXTO I Canudosnão se rendeu. Exemplo único em todaa históriaresistiuaté o esgotamento completo. Vencido palmo a palmo, na precisão integral do termo, caiu no dia 5, ao entardecer, quando caíram os seus últimos defensores, que todos morreram. Eram quatro apenas: um velho, dois homens feitos e uma criança, na frente dos quais rugiam raivosamente cinco mil soldados TEXTO II Na trincheira, no centrodo reduto, permaneciam quatro fanáticos sobreviventes do extermínio. Era um velho, coxo por ferimento e usando uniforme da Guarda Católica, um rapaz de 16 a 18 anos, um preto alto e magro, e um caboclo. Ao serem intimados paradeporem as armas, investiram com enorme fúria. Assim estava terminada e de maneira tão trágica a sanguinosa guerra, que o banditismo e o fanatismo traziam acesa por longos meses, naquele recanto do território nacional. Os relatos do último ato da Guerra de Canudos fazem uso de representações que se perpetuariam na memória construída sobre o conflito. Nesse sentido, cada autor caracterizou a atitude dos sertanejos, respectivamente, como fruto da A manipulação e incompetência. B ignorância e solidariedade. C hesitação e obstinação. D esperança e valentia. E bravura e loucura.