SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor: Jorge Novaes
      Disciplina: Filosofia
              e-mail:
professorjorgenovaes@hotmail.com
             2012
A invenção da política
           
Analise o texto abaixo

Havia um rei muito poderoso,
num trono imenso e bem alto,
Tanto que o povo ficava pequenininho.
Um dia, o rei perdeu o equilíbrio e caiu.
O povo cresceu!

                                  Francisco Gomes de Matos

 Que ideia o texto transmite
 sobre política?

 PARTE       01:    Noções
 básicas de política
Definição de política
            
 Política é a atividade que diz
 respeito à vida pública. É a tomada
 de decisões que deve (ou deveria)
 visar os interesses que contribuirão
 para a coletividade.
Etimologia da palavra política
              

 Política vem da palavra grega
 pólis, que significa cidade.
Contexto histórico
            
A      política    surge     na   Grécia
 clássica, período da história humana no
 qual o pensar mítico é fagocitado pelo
 pensar racional. Vários foram os fatores
 que deram origem a política. O
 surgimento da pólis (cidade-estado) é o
 elemento norteador para que a política
 fosse criando as suas bases no mundo
 grego.
Cidades-estado (pólis)
         
Cont.
                
 A pólis grega caracterizava-se como
 um espaço público de vida social, isto
 é, um espaço de cruzamento da vida
 dos indivíduos numa comunidade.
Cont.
                
 Para os gregos, a finalidade da vida
 política era a justiça na comunidade.

 A ideia de justiça aqui se refere a uma
 ordem que regula, julga e pune as ações
 dos seres humanos. A justiça é a lei e a
 ordem do mundo.
Atenas
  
Cont.
                  
 Atenas e Esparta são exemplos de cidades-
 -estado que tinham administração política
 divergentes, uma vez que os ideais de
 homem são diferentes: Esparta da ênfase a
 forca física; Atenas o enfoque é uma
 administração que busca contemplar outras
 dimensões do indivíduo, como a arte, a
 música, a literatura, entre outros aspectos.
Cont.
                
 Dessa forma, a política foi inventada
 pelos gregos na tentativa de organizar
 melhor a propriedade das terras dos
 homens, a urbanização da cidade e a
 sua divisão territorial.
A política grega
       
Cont.
                 
 Isso não quer dizer que antes dos
 gregos, não existisse política, pois havia
 a ideia de poder e de autoridade, mas a
 forma do entendimento desse poder e
 dessa autoridade passou a ser diferente
 a partir do pensamento dos gregos.
Traços específicos que caracterizam a invenção da
política por parte de gregos (e refinada pelos romanos)

                         
  1. Separação da autoridade pessoal do chefe de
  família e o poder impessoal público
  (coletividade);

  2. Separação da autoridade militar do poder
  civil, subordinando a primeira ao segundo;

  3. Separação da autoridade religiosa do poder
  dos leigos;
Cont.
                  
4. Criação da ideia da prática da lei como
expressão da vontade coletiva e pública;

5. Criação de instituições e funções públicas
(taxas, impostos, tributos);

6. Criação do espaço político         público
(Assembleia grega e Senado romano).
Entendendo melhor a
      ideia de política
                    
 Então, podemos perceber que a política é
 também, a arte de governar, de
 administrar os destinos da cidade.

 É a principal atividade que diz respeito a
 vida pública. O exercício da política
 garante, assim, que uma comunidade viva
 de forma justa.
Cont.
                
 Dessa forma, percebemos que a
 política envolve a vida em sociedade, o
 modo como os seres humanos vivem
 juntos     e    dividem   determinado
 espaço,     determinado    tempo,    as
 riquezas que a sociedade produz, entre
 outras coisas.
Quem é o político?
           
 É aquele que atua na vida pública e é
 investido de poder para estabelecer
 determinado rumo à sociedade, tendo
 em vista o interesse comum.
E quem é o cidadão?
            
 Cidadão é todo aquele que sabe o que precisa
 buscar. É um personagem da sociedade que é
 sempre participante. É um ser humano
 livre, conhecedor dos seus direitos e deveres
 dentro de uma sociedade.

 Na Grécia Antiga, no entanto a cidadania era
 restrita. O termo cidadão era aplicado apenas aos
 membros          da       classe      dominante.
 Mulheres, escravos e estrangeiros não eram
 considerados cidadãos.
Política e Cidadania
              
 No sentido grego, política e cidadania são
 indissociáveis.

 Para uma participação política efetiva, os
 cidadãos devem se organizar para a defesa
 de seus interesses comuns, adquirindo
 sempre voz e vez.
Cont.
                 
 A condição fundamental para falarmos em
 cidadania é a liberdade e seu consequente
 desdobramento nos direitos do “homem”, ou
 seja,      garantia          dos  direitos
 individuais, políticos e sociais.

 Ao exercermos cidadania também fazemos
 política.
Critérios para avaliar o nível de
           cidadania de um povo
                        
A) Área econômica e social



B) Área política



C) Área cultural
Política e Poder
               
 O poder está presente na política. O
 governante tem tanto poder e força moral
 quanto tem o monopólio legítimo da força*
 (coerção física).               *Max Weber

 É assim que são exercidos os poderes
 políticos  nas   sociedades, porque    o
 governante detém os instrumentos de
 controle, tais como polícia, tribunais e
 prisões.
Ética e Política
                   
Ética pessoal ou privada X Ética política ou pública

1. Os valores que os orientam não são necessariamente
   os mesmos.

2. Invocação das razões do Estado.

3. Com a valorização da cidadania, passou-se a exigir
   que os governantes respeitem os direitos
   fundamentais do cidadão e prestem conta de suas
   ações.

 PARTE     2:   Algumas
concepções sobre política.
Política na Grécia Antiga
            
A política como reflexão surgiu na Grécia
 Antiga, entre os séculos V a.C e IV a.C, com
 os sofistas e depois com Platão e Aristóteles.

Nesse período da história, as primeiras
 reflexões se referiam as virtudes e as mazelas
 das formas de governar, propondo a melhor
 maneira de agir na vida pública.
Platão
  
Platão
                    
 Platão, vendo que a política ideal está com
  alguns defeitos, tem a preocupação em dizer que
  quem estava bem preparado para Governar as
  cidades seriam os filósofos e os reis, visto que
  ambos usavam a alma racional.

 Vale salientar aqui que Platão via no homem três
  almas: A alma racional, típica dos filósofos e
  reis, pois esta se localizava na cabeça; a alma
  torácica, predominante nos Guerreiros e alma
  visceral, presente nos escravos.
Aristóteles
    
Aristóteles
                 
 Aristóteles, através de suas obras "Política" e
 "Ética a Nicômaco" vai esboçar um novo tipo de
 política, principalmente por suas ideias de
 participação popular e por defender que toda a
 boa política deve visar sempre ao bem comum.

 Há que se dizer, também, que Aristóteles
 questionou as formas de Governo da
 época, mostrando de maneira contundente as
 suas falhas.
FIM
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Política e poder
Política e poderPolítica e poder
Filosofia Do Direito Gregos Ao Medievo
Filosofia Do Direito Gregos Ao MedievoFilosofia Do Direito Gregos Ao Medievo
Filosofia Do Direito Gregos Ao Medievo
Luci Bonini
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
Alison Nunes
 
TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.
TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.
TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.
Nábila Quennet
 
Teoria Geral do Estado - Aula 2
Teoria Geral do Estado - Aula 2Teoria Geral do Estado - Aula 2
Teoria Geral do Estado - Aula 2
Carlagi Gi
 
Aula 17 - Introdução ao pensamento político
Aula 17 - Introdução ao pensamento políticoAula 17 - Introdução ao pensamento político
Aula 17 - Introdução ao pensamento político
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Filosofia moderna: Contratualismo
Filosofia moderna: ContratualismoFilosofia moderna: Contratualismo
Filosofia moderna: Contratualismo
Kely Cristina Metzker
 
Sociedade e indivíduo
Sociedade e indivíduoSociedade e indivíduo
Sociedade e indivíduo
Pedro Zito
 
Cultura e Indústria Cultural
Cultura e Indústria CulturalCultura e Indústria Cultural
Cultura e Indústria Cultural
Paula Meyer Piagentini
 
Estado
EstadoEstado
Estado
darcy arruda
 
Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.
Paula Raphaela
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
Paulo Alexandre
 
Karl Marx. Aula de Sociologia
Karl Marx. Aula de SociologiaKarl Marx. Aula de Sociologia
Karl Marx. Aula de Sociologia
Josias Vitor
 
1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento
Erica Frau
 
Mito e filosofia
Mito e filosofiaMito e filosofia
Mito e filosofia
Carla Brígida
 
Política antiga e medieval aula - 3º ano
Política antiga e medieval   aula  - 3º anoPolítica antiga e medieval   aula  - 3º ano
Política antiga e medieval aula - 3º ano
José Antonio Ferreira da Silva
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
Moacyr Anício
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
José Ferreira Júnior
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais

Mais procurados (20)

Política e poder
Política e poderPolítica e poder
Política e poder
 
Filosofia Do Direito Gregos Ao Medievo
Filosofia Do Direito Gregos Ao MedievoFilosofia Do Direito Gregos Ao Medievo
Filosofia Do Direito Gregos Ao Medievo
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.
TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.
TEORIA CONTRATUALISTA SEGUNDO Rosseau,Hobbes, Locke.
 
Teoria Geral do Estado - Aula 2
Teoria Geral do Estado - Aula 2Teoria Geral do Estado - Aula 2
Teoria Geral do Estado - Aula 2
 
Aula 17 - Introdução ao pensamento político
Aula 17 - Introdução ao pensamento políticoAula 17 - Introdução ao pensamento político
Aula 17 - Introdução ao pensamento político
 
Filosofia moderna: Contratualismo
Filosofia moderna: ContratualismoFilosofia moderna: Contratualismo
Filosofia moderna: Contratualismo
 
Sociedade e indivíduo
Sociedade e indivíduoSociedade e indivíduo
Sociedade e indivíduo
 
Cultura e Indústria Cultural
Cultura e Indústria CulturalCultura e Indústria Cultural
Cultura e Indústria Cultural
 
Estado
EstadoEstado
Estado
 
Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.Poder, Política e Estado.
Poder, Política e Estado.
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
Karl Marx. Aula de Sociologia
Karl Marx. Aula de SociologiaKarl Marx. Aula de Sociologia
Karl Marx. Aula de Sociologia
 
1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento1 teoria do conhecimento
1 teoria do conhecimento
 
Mito e filosofia
Mito e filosofiaMito e filosofia
Mito e filosofia
 
Política antiga e medieval aula - 3º ano
Política antiga e medieval   aula  - 3º anoPolítica antiga e medieval   aula  - 3º ano
Política antiga e medieval aula - 3º ano
 
Sociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e SociedadeSociologia, Cultura e Sociedade
Sociologia, Cultura e Sociedade
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 

Semelhante a Noções e concepções de política

Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
Alexandre Misturini
 
Filosofia unidade v
Filosofia unidade vFilosofia unidade v
Filosofia unidade v
joao paulo
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de Aristóteles
Alan
 
Filosofia PolíTica
Filosofia PolíTicaFilosofia PolíTica
Filosofia PolíTica
guestc51fe5
 
Retórica e democracia
Retórica e democraciaRetórica e democracia
Retórica e democracia
Joana Filipa Rodrigues
 
Principais pensamento politic na antiguidade e medievalidade
Principais pensamento politic na antiguidade e medievalidadePrincipais pensamento politic na antiguidade e medievalidade
Principais pensamento politic na antiguidade e medievalidade
Joniel Abreu
 
politica e poder.oooooooooooooooooooooopdf
politica e poder.oooooooooooooooooooooopdfpolitica e poder.oooooooooooooooooooooopdf
politica e poder.oooooooooooooooooooooopdf
AdrianiSaleteMokfaPa
 
Política, poder e Estado
Política, poder e EstadoPolítica, poder e Estado
Política, poder e Estado
Mary Alvarenga
 
Platão e a cidade ideal
Platão e a cidade idealPlatão e a cidade ideal
Platão e a cidade ideal
irenio soares
 
Democracia (Democracy)
Democracia (Democracy)Democracia (Democracy)
Democracia (Democracy)
Maria Teixiera
 
Política.pdf
Política.pdfPolítica.pdf
Política.pdf
ProfesMonteiro
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
ricardo13613
 
Política e Poder.pptx
Política e Poder.pptxPolítica e Poder.pptx
Política e Poder.pptx
CELIMARACORDACO
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
Edirlene Fraga
 
Filosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e ÉticaFilosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e Ética
Carson Souza
 
História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5
GraaMoraes1
 
Filosofia política 2º ano
Filosofia política   2º anoFilosofia política   2º ano
Filosofia política 2º ano
Edirlene Fraga
 
Filosofia .docx
Filosofia .docxFilosofia .docx
Filosofia .docx
BeltoGIL
 
Vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
VvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvVvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
Vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
rose soratto
 
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕESDEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
Rudolf Rotchild Costa Cavalcante
 

Semelhante a Noções e concepções de política (20)

Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
 
Filosofia unidade v
Filosofia unidade vFilosofia unidade v
Filosofia unidade v
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de Aristóteles
 
Filosofia PolíTica
Filosofia PolíTicaFilosofia PolíTica
Filosofia PolíTica
 
Retórica e democracia
Retórica e democraciaRetórica e democracia
Retórica e democracia
 
Principais pensamento politic na antiguidade e medievalidade
Principais pensamento politic na antiguidade e medievalidadePrincipais pensamento politic na antiguidade e medievalidade
Principais pensamento politic na antiguidade e medievalidade
 
politica e poder.oooooooooooooooooooooopdf
politica e poder.oooooooooooooooooooooopdfpolitica e poder.oooooooooooooooooooooopdf
politica e poder.oooooooooooooooooooooopdf
 
Política, poder e Estado
Política, poder e EstadoPolítica, poder e Estado
Política, poder e Estado
 
Platão e a cidade ideal
Platão e a cidade idealPlatão e a cidade ideal
Platão e a cidade ideal
 
Democracia (Democracy)
Democracia (Democracy)Democracia (Democracy)
Democracia (Democracy)
 
Política.pdf
Política.pdfPolítica.pdf
Política.pdf
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
 
Política e Poder.pptx
Política e Poder.pptxPolítica e Poder.pptx
Política e Poder.pptx
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
 
Filosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e ÉticaFilosofia, Política e Ética
Filosofia, Política e Ética
 
História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5História 6º-ano-quinzena-5
História 6º-ano-quinzena-5
 
Filosofia política 2º ano
Filosofia política   2º anoFilosofia política   2º ano
Filosofia política 2º ano
 
Filosofia .docx
Filosofia .docxFilosofia .docx
Filosofia .docx
 
Vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
VvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvVvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
Vvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvvv
 
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕESDEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
DEMOCRACIA DIRETA E SUAS IMPLICAÇÕES
 

Mais de DesconFiles

Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
DesconFiles
 
The past continuons
The past continuonsThe past continuons
The past continuons
DesconFiles
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
DesconFiles
 
Arte mesopotâmica
Arte mesopotâmicaArte mesopotâmica
Arte mesopotâmica
DesconFiles
 
Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
DesconFiles
 
Sistema Feudal
Sistema FeudalSistema Feudal
Sistema Feudal
DesconFiles
 

Mais de DesconFiles (6)

Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
 
The past continuons
The past continuonsThe past continuons
The past continuons
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Arte mesopotâmica
Arte mesopotâmicaArte mesopotâmica
Arte mesopotâmica
 
Musculação
MusculaçãoMusculação
Musculação
 
Sistema Feudal
Sistema FeudalSistema Feudal
Sistema Feudal
 

Último

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 

Último (20)

História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 

Noções e concepções de política

  • 1. Professor: Jorge Novaes Disciplina: Filosofia e-mail: professorjorgenovaes@hotmail.com 2012
  • 2. A invenção da política  Analise o texto abaixo Havia um rei muito poderoso, num trono imenso e bem alto, Tanto que o povo ficava pequenininho. Um dia, o rei perdeu o equilíbrio e caiu. O povo cresceu! Francisco Gomes de Matos
  • 3.   Que ideia o texto transmite sobre política?
  • 4.   PARTE 01: Noções básicas de política
  • 5. Definição de política   Política é a atividade que diz respeito à vida pública. É a tomada de decisões que deve (ou deveria) visar os interesses que contribuirão para a coletividade.
  • 6. Etimologia da palavra política   Política vem da palavra grega pólis, que significa cidade.
  • 7. Contexto histórico  A política surge na Grécia clássica, período da história humana no qual o pensar mítico é fagocitado pelo pensar racional. Vários foram os fatores que deram origem a política. O surgimento da pólis (cidade-estado) é o elemento norteador para que a política fosse criando as suas bases no mundo grego.
  • 9. Cont.   A pólis grega caracterizava-se como um espaço público de vida social, isto é, um espaço de cruzamento da vida dos indivíduos numa comunidade.
  • 10. Cont.   Para os gregos, a finalidade da vida política era a justiça na comunidade.  A ideia de justiça aqui se refere a uma ordem que regula, julga e pune as ações dos seres humanos. A justiça é a lei e a ordem do mundo.
  • 12. Cont.   Atenas e Esparta são exemplos de cidades- -estado que tinham administração política divergentes, uma vez que os ideais de homem são diferentes: Esparta da ênfase a forca física; Atenas o enfoque é uma administração que busca contemplar outras dimensões do indivíduo, como a arte, a música, a literatura, entre outros aspectos.
  • 13. Cont.   Dessa forma, a política foi inventada pelos gregos na tentativa de organizar melhor a propriedade das terras dos homens, a urbanização da cidade e a sua divisão territorial.
  • 15. Cont.   Isso não quer dizer que antes dos gregos, não existisse política, pois havia a ideia de poder e de autoridade, mas a forma do entendimento desse poder e dessa autoridade passou a ser diferente a partir do pensamento dos gregos.
  • 16. Traços específicos que caracterizam a invenção da política por parte de gregos (e refinada pelos romanos)  1. Separação da autoridade pessoal do chefe de família e o poder impessoal público (coletividade); 2. Separação da autoridade militar do poder civil, subordinando a primeira ao segundo; 3. Separação da autoridade religiosa do poder dos leigos;
  • 17. Cont.  4. Criação da ideia da prática da lei como expressão da vontade coletiva e pública; 5. Criação de instituições e funções públicas (taxas, impostos, tributos); 6. Criação do espaço político público (Assembleia grega e Senado romano).
  • 18. Entendendo melhor a ideia de política   Então, podemos perceber que a política é também, a arte de governar, de administrar os destinos da cidade.  É a principal atividade que diz respeito a vida pública. O exercício da política garante, assim, que uma comunidade viva de forma justa.
  • 19. Cont.   Dessa forma, percebemos que a política envolve a vida em sociedade, o modo como os seres humanos vivem juntos e dividem determinado espaço, determinado tempo, as riquezas que a sociedade produz, entre outras coisas.
  • 20. Quem é o político?   É aquele que atua na vida pública e é investido de poder para estabelecer determinado rumo à sociedade, tendo em vista o interesse comum.
  • 21. E quem é o cidadão?   Cidadão é todo aquele que sabe o que precisa buscar. É um personagem da sociedade que é sempre participante. É um ser humano livre, conhecedor dos seus direitos e deveres dentro de uma sociedade.  Na Grécia Antiga, no entanto a cidadania era restrita. O termo cidadão era aplicado apenas aos membros da classe dominante. Mulheres, escravos e estrangeiros não eram considerados cidadãos.
  • 22. Política e Cidadania   No sentido grego, política e cidadania são indissociáveis.  Para uma participação política efetiva, os cidadãos devem se organizar para a defesa de seus interesses comuns, adquirindo sempre voz e vez.
  • 23. Cont.   A condição fundamental para falarmos em cidadania é a liberdade e seu consequente desdobramento nos direitos do “homem”, ou seja, garantia dos direitos individuais, políticos e sociais.  Ao exercermos cidadania também fazemos política.
  • 24. Critérios para avaliar o nível de cidadania de um povo  A) Área econômica e social B) Área política C) Área cultural
  • 25. Política e Poder   O poder está presente na política. O governante tem tanto poder e força moral quanto tem o monopólio legítimo da força* (coerção física). *Max Weber  É assim que são exercidos os poderes políticos nas sociedades, porque o governante detém os instrumentos de controle, tais como polícia, tribunais e prisões.
  • 26. Ética e Política  Ética pessoal ou privada X Ética política ou pública 1. Os valores que os orientam não são necessariamente os mesmos. 2. Invocação das razões do Estado. 3. Com a valorização da cidadania, passou-se a exigir que os governantes respeitem os direitos fundamentais do cidadão e prestem conta de suas ações.
  • 27.   PARTE 2: Algumas concepções sobre política.
  • 28. Política na Grécia Antiga  A política como reflexão surgiu na Grécia Antiga, entre os séculos V a.C e IV a.C, com os sofistas e depois com Platão e Aristóteles. Nesse período da história, as primeiras reflexões se referiam as virtudes e as mazelas das formas de governar, propondo a melhor maneira de agir na vida pública.
  • 30. Platão   Platão, vendo que a política ideal está com alguns defeitos, tem a preocupação em dizer que quem estava bem preparado para Governar as cidades seriam os filósofos e os reis, visto que ambos usavam a alma racional.  Vale salientar aqui que Platão via no homem três almas: A alma racional, típica dos filósofos e reis, pois esta se localizava na cabeça; a alma torácica, predominante nos Guerreiros e alma visceral, presente nos escravos.
  • 32. Aristóteles   Aristóteles, através de suas obras "Política" e "Ética a Nicômaco" vai esboçar um novo tipo de política, principalmente por suas ideias de participação popular e por defender que toda a boa política deve visar sempre ao bem comum.  Há que se dizer, também, que Aristóteles questionou as formas de Governo da época, mostrando de maneira contundente as suas falhas.