SlideShare uma empresa Scribd logo
LIDERANÇA
papéis, estilos, poder,
negociação e motivação
R E A L I Z A Ç Ã O A P O I O I N S T I T U C I O N A L
2º dia
Dias 14, 15 e 15/06
ACOMODANDO AS
APRENDIZAGENS
O que vou levar pra minha
vida do que aprendi ontem?
O que vou deixar e não
quero mais ter em
Minha vida?
Nosso desequilíbrio entre o pensar e o sentir, entre o racional e o emocional, nos
faz parecer aqueles caranguejos com uma garra mais avantajada do que a outra.
A sociedade contemporânea acostumou-se a valorizar mais o racional, nos
tornando, em alguns casos, verdadeiros analfabetos para a linguagem das
emoções. Vangloriamo-nos dos níveis de intelectualidade cognitiva que atingimos,
enquanto sem dar-nos conta aprisionamo-nos em masmorras inconscientes do
pensamento doente e da frágil gestão das nossas emoções.
Esse “des-balanço” empobrece nossos relacionamentos
e nos priva de desenvolvermos um caso de amor para com
a vida, de estarmos presentes em momentos singelos
do dia-a-dia, carregados de beleza e paz.
Mas sempre é tempo de aprendermos uma nova “linguagem”!
Luis Binotto
Muitos pensadores se perdem no mundo das
ideias críticas, pessimistas, sofisticadas.
Enredaram-se na trama do pensamento
complexo e, infelizmente, abortaram a colcha
de retalhos das experiências singelas. Esta é
uma armadilha que encarcera não poucos
intelectuais. O desequilíbrio entre pensar e
sentir é uma bomba.
Augusto Cury
“Não se aprende a dirigir um carro com e-learning.
Não se aprende a liderar consultando bibliografia.
Ninguém é uma pessoa, gerente, líder, Coach melhor por ler livros
sobre o tema, ver vídeos ou assistir a cursos.
Tudo isso serve e soma, e existem coisas realmente interessantes
para ler, escutar e observar. O desenvolvimento de habilidades e a
capacidade de transformação requerem prática e coerência.
Talvez, a transformação seja uma resposta possível.
A transformação é o caminho, não é o destino final.”
Leonardo Wolk
A melhor maneira
de fazer é ser.
Lao-Tsé
PARA SER TEMOS QUE APRENDER SOBRE NÓS MESMOS.
Nada ocorrerá sem a transformação pessoal. Aprender sobre nós é um desafio e uma
oportunidade. Então, converse agora com você e registre suas respostas escrevendo:
1) Quais foram as cinco atividades principais que você desempenhou na semana passada?
2) Quanto tempo gastou em cada uma delas?
3) Quais delas queria realmente fazer e quais fez por obrigação?
4) Enumere em seus dedos da mão direita o que você mais gosta em você e nos dedos da
sua mão esquerda o que você menos gosta e busca melhorar.
5) Escreva uma lista de quinze atividades que gosta de fazer. Por ex. ler, caminhar, escutar
música, andar de bicicleta, nadar, praticar esporte, namorar, fazer amor, viajar...
?
VAMOS REFLETIR?
• Quem você vai ser diante das circunstâncias que a vida lhe
apresenta: uma águia ou uma galinha?
• Você se sente preparado para ser o protagonista de sua
história?
• Que possibilidades você se dará para ser autor de sua
história?
• Você sabe quais são suas forças impulsionadoras e
quais são suas forças resistoras?
TESTANDO MINHA PERSONALIDADE,
DESCUBRO MAIS SOBRE MIM MESMO
E...COMPARTILHO
Prática
MODELOS DE
LÍDERES SAUDÁVEIS
E NÃO-SAUDÁVEIS
E SEUS LEGADO
Alguns Lideres Saudáveis:
1. Sidarta Gautama – Buda
2. Jesus Cristo
3. Joana D’Arc
4. Mohandas Karamchand Gandhi
5. Getúlio Vargas
6. Martin Luther King Junior
7. Nelson Rolihlahla Mandela
8. Madre Teresa de Calcutá
9. Papa Francisco
10. Quem você quer incluir nesta lista???
Alguns Líderes Não-Saudáveis:
1) Adolf Hitler – líder do Partido dos Trabalhadores Alemães,
conhecido por Partido Nazista
2) Benito Mussoline – liderou o Partido Nacional Fascista,
em 1922 começou a usar o título Il Duce
3) Josef Stalin – líder da União Soviética
4) Mao Tse Tung – líder do Partido Comunista da China
5) Saddam Hussein - uma das principais lideranças
ditatoriais no mundo árabe e um dos principais membros
do Partido Socialista Árabe Bah’ath
6) Pol Pot – ditador cambojano que liderou um governo
comunista radical
7) Hideki Tojo – comandante do exército do Japão
8) Chiang Kai-shek – liderou o governo nacionalista da China
LÍDERES DESTRUTIVOS/NEGATIVOS
Os líderes negativos ou destrutivos procuram separar
(intencionalmente ou não), dividir e criar instabilidade nas equipes.
O “líder tóxico de uma pessoa é o herói de outra pessoa”.
Há uma ligação entre as tendências de liderança tóxica e as
tendências carismáticas e estas são usadas para manipular,
isolar e ostracizar os seus seguidores.
É aqui que o trabalho em equipe sofre.
A liderança negativa resulta da combinação do charme e inteligência
do líder com a admiração do seguidor e um ambiente que apoia
comportamentos negativos.
Lipman-Blumen (2005)
Qual foi o LEGADO e qual suas
opiniões sobre estas lideranças?
PODER
Habilidade de influenciar outras pessoas – é
extremamente importante para que um líder
seja eficaz. Nas organizações, isso muitas
vezes significa fazer com que as tarefas
sejam realizadas, ou atingir as próprias
metas mesmo com a resistência dos outros.
FONTES DE PODER
PODER
Autoridade
Controle sobre
recompensas
Controle sobre
punições
Características
pessoais positivas
Conhecimento
e perícia
AS CINCO FONTES DE PODER
1) PODER LEGÍTIMO
O líder com poder legítimo tem o
direito, ou a autoridade, de dizer aos
subordinados o que fazer; obediência
a autoridade do chefe.
AS CINCO FONTES DE PODER
2) PODER SOBRE RECOMPENSAS
O líder que tem poder sobre
recompensas influencia os outros
porque controla recompensas
valorizadas; as pessoas obedecem
aos desejos do líder para receber
essas recompensas.
AS CINCO FONTES DE PODER
3) PODER DE COERÇÃO
O líder com poder de coerção tem
controle sobre as punições; as
pessoas obedecem para evitar essas
punições.
AS CINCO FONTES DE PODER
4) PODER DE REFERÊNCIA
O líder com poder de referência tem
características pessoais que atraem
os outros; as pessoas obedecem
devido à admiração, ao desejo de
aprovação, à estima pessoal ou à
vontade de ser apreciado pelo líder.
AS CINCO FONTES DE PODER
5) PODER DE COMPETÊNCIA
O líder que tem poder de
competência possui certas
habilidades ou conhecimentos; as
pessoas obedecem porque acreditam
nessas habilidades e podem aprender
ou obter vantagens dela.
O PODER DOS LIDERES VISTO SOB OUTRA ÓTICA:
1) Eles inspiram a confiança ao seu redor;
2) Eles buscam continuamente evoluir e melhorar;
3) Eles são apaixonados e centrados;
4) Eles unem suas tarefas às suas missões de maneira crítica;
5) Eles nunca estão satisfeitos;
6) Eles são desafiados pelo medo do fracasso;
7) Eles se comunicam aberta e humildemente;
8) Eles são bem humorados.
Geração Dux - Liderança - Parte 2
Os 3 Segredos para uma
Liderança Inspiradora
Tathiane Deândhela
Vídeo
Geração Dux - Liderança - Parte 2
LIDERANÇA
papéis, estilos, poder,
negociação e motivação
R E A L I Z A Ç Ã O A P O I O I N S T I T U C I O N A L
2º dia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mateus e cia
Mateus e ciaMateus e cia
Mateus e cia
Mateus Aloisio
 
ARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGAR
ARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGARARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGAR
ARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGAR
Patricia Prestes patyprestes
 
Comunicação não violenta
Comunicação não violentaComunicação não violenta
Comunicação não violenta
Felipe Portuense Lima
 
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
Marcus Vinícius
 
Comunicacao nao violenta
Comunicacao nao violentaComunicacao nao violenta
Comunicacao nao violenta
Kenia Lima
 
Comunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e Atitudes
Comunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e AtitudesComunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e Atitudes
Comunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e Atitudes
Adriano Levy
 
Comunicação é bem mais que falar, é ouvir
Comunicação é bem mais que falar, é ouvirComunicação é bem mais que falar, é ouvir
Comunicação é bem mais que falar, é ouvir
Adm. Daniel Paulino
 
Projeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias FreireProjeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias Freire
Cirlei Santos
 
Inteligência emocional na gestão de resultados
Inteligência emocional na gestão de resultadosInteligência emocional na gestão de resultados
Inteligência emocional na gestão de resultados
tasso-t7
 
Escuta Ativa
Escuta AtivaEscuta Ativa
Escuta Ativa
Anny Caroline Sousa
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
ORIENTASEDUC
 
Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.
Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.
Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.
Antonieta Perpetua
 
PALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -fai
PALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -faiPALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -fai
PALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -fai
Edson Salgado Ávella
 
assertividade
assertividadeassertividade
assertividade
Sousa1973
 
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Alex Born
 
Quem não reflete não se transforma! - Parte 3
Quem não reflete não se transforma! - Parte 3Quem não reflete não se transforma! - Parte 3
Quem não reflete não se transforma! - Parte 3
bredaja
 
Gestão de Conflitos
Gestão de ConflitosGestão de Conflitos
Gestão de Conflitos
Instituto Consciência GO
 
Emrc
EmrcEmrc
Desenv. lideranças aulas 7 a 9
Desenv. lideranças aulas 7 a 9Desenv. lideranças aulas 7 a 9
Desenv. lideranças aulas 7 a 9
Gislene Isquierdo
 

Mais procurados (19)

Mateus e cia
Mateus e ciaMateus e cia
Mateus e cia
 
ARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGAR
ARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGARARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGAR
ARTE DE OUVIR E A ARTE DE DIALOGAR
 
Comunicação não violenta
Comunicação não violentaComunicação não violenta
Comunicação não violenta
 
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
 
Comunicacao nao violenta
Comunicacao nao violentaComunicacao nao violenta
Comunicacao nao violenta
 
Comunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e Atitudes
Comunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e AtitudesComunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e Atitudes
Comunicação Não Violenta - Pilares, Princípios e Atitudes
 
Comunicação é bem mais que falar, é ouvir
Comunicação é bem mais que falar, é ouvirComunicação é bem mais que falar, é ouvir
Comunicação é bem mais que falar, é ouvir
 
Projeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias FreireProjeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias Freire
Projeto Dia dos Pais - Sala de Leitura E.E. Prof. Messias Freire
 
Inteligência emocional na gestão de resultados
Inteligência emocional na gestão de resultadosInteligência emocional na gestão de resultados
Inteligência emocional na gestão de resultados
 
Escuta Ativa
Escuta AtivaEscuta Ativa
Escuta Ativa
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.
Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.
Empatia é cooperar, apoiar, ajudar e acompanhar.
 
PALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -fai
PALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -faiPALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -fai
PALESTRA : A energia transformadora do autoconhecimento e da auto estima -fai
 
assertividade
assertividadeassertividade
assertividade
 
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
Porque sair da ZONA DE CONFORTO?
 
Quem não reflete não se transforma! - Parte 3
Quem não reflete não se transforma! - Parte 3Quem não reflete não se transforma! - Parte 3
Quem não reflete não se transforma! - Parte 3
 
Gestão de Conflitos
Gestão de ConflitosGestão de Conflitos
Gestão de Conflitos
 
Emrc
EmrcEmrc
Emrc
 
Desenv. lideranças aulas 7 a 9
Desenv. lideranças aulas 7 a 9Desenv. lideranças aulas 7 a 9
Desenv. lideranças aulas 7 a 9
 

Semelhante a Geração Dux - Liderança - Parte 2

Apostila de chefia e liderança aderivaldo
Apostila de chefia e liderança aderivaldoApostila de chefia e liderança aderivaldo
Apostila de chefia e liderança aderivaldo
Aderivaldo Cardoso
 
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápidoAula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aderivaldo Cardoso
 
Desenvolvendo habilidades para liderar
Desenvolvendo habilidades para liderar Desenvolvendo habilidades para liderar
Desenvolvendo habilidades para liderar
Letícia Vilela de Aquino
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdfRELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
KellyCristianyRodrig
 
Liderança cristã
Liderança cristã Liderança cristã
Liderança cristã
Pastor Adilson Lopes Oficial
 
eBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca Pessoal
eBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca PessoaleBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca Pessoal
eBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca Pessoal
Oto Alvarenga
 
Técnicas de poder1
Técnicas de poder1Técnicas de poder1
Técnicas de poder1
Zuleica Jaroszewski
 
A influência do líder na motivação das pessoas
A influência do líder na motivação das pessoasA influência do líder na motivação das pessoas
A influência do líder na motivação das pessoas
Rui Sousa
 
Liderança | chefias
Liderança | chefiasLiderança | chefias
Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02
Universidade Unesa
 
Ludico e Desenvolvimento humano - 2015
Ludico e Desenvolvimento humano - 2015Ludico e Desenvolvimento humano - 2015
Ludico e Desenvolvimento humano - 2015
Jean Eudes P. Pasteur
 
7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento
Celia Niza
 
Líderes focados palestra
Líderes focados   palestraLíderes focados   palestra
Líderes focados palestra
Daniel de Carvalho Luz
 
Maturidadeemocional
MaturidadeemocionalMaturidadeemocional
Maturidadeemocional
Manoel Gamas
 
A alma do negocio
A alma do negocioA alma do negocio
A alma do negocio
Luís Fernando Richter
 
Impor ou influenciar
Impor ou influenciar Impor ou influenciar
Impor ou influenciar
Ana Carolina Martins de Freitas
 
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Elis dos Anjos
 
42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf
42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf
42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf
Samuel567795
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
Renata Duarte
 
Módulo 1 - Vencendo Com As Pessoas
Módulo 1 - Vencendo Com As PessoasMódulo 1 - Vencendo Com As Pessoas
Módulo 1 - Vencendo Com As Pessoas
Prefeitura São José dos Pinhais
 

Semelhante a Geração Dux - Liderança - Parte 2 (20)

Apostila de chefia e liderança aderivaldo
Apostila de chefia e liderança aderivaldoApostila de chefia e liderança aderivaldo
Apostila de chefia e liderança aderivaldo
 
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápidoAula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
 
Desenvolvendo habilidades para liderar
Desenvolvendo habilidades para liderar Desenvolvendo habilidades para liderar
Desenvolvendo habilidades para liderar
 
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdfRELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
RELAÇÕES INTERPESSOAIS.pdf
 
Liderança cristã
Liderança cristã Liderança cristã
Liderança cristã
 
eBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca Pessoal
eBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca PessoaleBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca Pessoal
eBook 27 Perguntas para Direcionar sua Marca Pessoal
 
Técnicas de poder1
Técnicas de poder1Técnicas de poder1
Técnicas de poder1
 
A influência do líder na motivação das pessoas
A influência do líder na motivação das pessoasA influência do líder na motivação das pessoas
A influência do líder na motivação das pessoas
 
Liderança | chefias
Liderança | chefiasLiderança | chefias
Liderança | chefias
 
Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02Liderana 140316043242-phpapp02
Liderana 140316043242-phpapp02
 
Ludico e Desenvolvimento humano - 2015
Ludico e Desenvolvimento humano - 2015Ludico e Desenvolvimento humano - 2015
Ludico e Desenvolvimento humano - 2015
 
7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento7 passos para o autoconhecimento
7 passos para o autoconhecimento
 
Líderes focados palestra
Líderes focados   palestraLíderes focados   palestra
Líderes focados palestra
 
Maturidadeemocional
MaturidadeemocionalMaturidadeemocional
Maturidadeemocional
 
A alma do negocio
A alma do negocioA alma do negocio
A alma do negocio
 
Impor ou influenciar
Impor ou influenciar Impor ou influenciar
Impor ou influenciar
 
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
Storytelling INFNET | Elis Anjos | Setembro 2014
 
42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf
42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf
42178_12dcddf1d7499c9650d45b1e4bbfc6a8.pdf
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
 
Módulo 1 - Vencendo Com As Pessoas
Módulo 1 - Vencendo Com As PessoasMódulo 1 - Vencendo Com As Pessoas
Módulo 1 - Vencendo Com As Pessoas
 

Mais de Dolores Bordignon

Geração Dux - Liderança - Parte 1
Geração Dux - Liderança - Parte 1Geração Dux - Liderança - Parte 1
Geração Dux - Liderança - Parte 1
Dolores Bordignon
 
Casal fazendo coaching faz sucesso!
Casal fazendo coaching faz sucesso!Casal fazendo coaching faz sucesso!
Casal fazendo coaching faz sucesso!
Dolores Bordignon
 
Cumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores Bordignon
Cumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores BordignonCumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores Bordignon
Cumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores Bordignon
Dolores Bordignon
 
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores BordignonAprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Dolores Bordignon
 
Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...
Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...
Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...
Dolores Bordignon
 
Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015
Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015
Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015
Dolores Bordignon
 

Mais de Dolores Bordignon (6)

Geração Dux - Liderança - Parte 1
Geração Dux - Liderança - Parte 1Geração Dux - Liderança - Parte 1
Geração Dux - Liderança - Parte 1
 
Casal fazendo coaching faz sucesso!
Casal fazendo coaching faz sucesso!Casal fazendo coaching faz sucesso!
Casal fazendo coaching faz sucesso!
 
Cumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores Bordignon
Cumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores BordignonCumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores Bordignon
Cumplicidade e sucesso - Palestra de Dolores Bordignon
 
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores BordignonAprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
Aprendendo a construir qualidade em sua vida - Workshop com Dolores Bordignon
 
Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...
Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...
Assertividade - Você acredita que as suas crenças podem influenciar o seu suc...
 
Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015
Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015
Casal que faz coach, Faz sucesso - Workshop CESFI - Santa Maria 27/06/2015
 

Geração Dux - Liderança - Parte 2

  • 1. LIDERANÇA papéis, estilos, poder, negociação e motivação R E A L I Z A Ç Ã O A P O I O I N S T I T U C I O N A L 2º dia Dias 14, 15 e 15/06
  • 2. ACOMODANDO AS APRENDIZAGENS O que vou levar pra minha vida do que aprendi ontem? O que vou deixar e não quero mais ter em Minha vida?
  • 3. Nosso desequilíbrio entre o pensar e o sentir, entre o racional e o emocional, nos faz parecer aqueles caranguejos com uma garra mais avantajada do que a outra. A sociedade contemporânea acostumou-se a valorizar mais o racional, nos tornando, em alguns casos, verdadeiros analfabetos para a linguagem das emoções. Vangloriamo-nos dos níveis de intelectualidade cognitiva que atingimos, enquanto sem dar-nos conta aprisionamo-nos em masmorras inconscientes do pensamento doente e da frágil gestão das nossas emoções. Esse “des-balanço” empobrece nossos relacionamentos e nos priva de desenvolvermos um caso de amor para com a vida, de estarmos presentes em momentos singelos do dia-a-dia, carregados de beleza e paz. Mas sempre é tempo de aprendermos uma nova “linguagem”! Luis Binotto
  • 4. Muitos pensadores se perdem no mundo das ideias críticas, pessimistas, sofisticadas. Enredaram-se na trama do pensamento complexo e, infelizmente, abortaram a colcha de retalhos das experiências singelas. Esta é uma armadilha que encarcera não poucos intelectuais. O desequilíbrio entre pensar e sentir é uma bomba. Augusto Cury
  • 5. “Não se aprende a dirigir um carro com e-learning. Não se aprende a liderar consultando bibliografia. Ninguém é uma pessoa, gerente, líder, Coach melhor por ler livros sobre o tema, ver vídeos ou assistir a cursos. Tudo isso serve e soma, e existem coisas realmente interessantes para ler, escutar e observar. O desenvolvimento de habilidades e a capacidade de transformação requerem prática e coerência. Talvez, a transformação seja uma resposta possível. A transformação é o caminho, não é o destino final.” Leonardo Wolk
  • 6. A melhor maneira de fazer é ser. Lao-Tsé
  • 7. PARA SER TEMOS QUE APRENDER SOBRE NÓS MESMOS. Nada ocorrerá sem a transformação pessoal. Aprender sobre nós é um desafio e uma oportunidade. Então, converse agora com você e registre suas respostas escrevendo: 1) Quais foram as cinco atividades principais que você desempenhou na semana passada? 2) Quanto tempo gastou em cada uma delas? 3) Quais delas queria realmente fazer e quais fez por obrigação? 4) Enumere em seus dedos da mão direita o que você mais gosta em você e nos dedos da sua mão esquerda o que você menos gosta e busca melhorar. 5) Escreva uma lista de quinze atividades que gosta de fazer. Por ex. ler, caminhar, escutar música, andar de bicicleta, nadar, praticar esporte, namorar, fazer amor, viajar...
  • 8. ?
  • 9. VAMOS REFLETIR? • Quem você vai ser diante das circunstâncias que a vida lhe apresenta: uma águia ou uma galinha? • Você se sente preparado para ser o protagonista de sua história? • Que possibilidades você se dará para ser autor de sua história? • Você sabe quais são suas forças impulsionadoras e quais são suas forças resistoras?
  • 10. TESTANDO MINHA PERSONALIDADE, DESCUBRO MAIS SOBRE MIM MESMO E...COMPARTILHO Prática
  • 11. MODELOS DE LÍDERES SAUDÁVEIS E NÃO-SAUDÁVEIS E SEUS LEGADO
  • 12. Alguns Lideres Saudáveis: 1. Sidarta Gautama – Buda 2. Jesus Cristo 3. Joana D’Arc 4. Mohandas Karamchand Gandhi 5. Getúlio Vargas 6. Martin Luther King Junior 7. Nelson Rolihlahla Mandela 8. Madre Teresa de Calcutá 9. Papa Francisco 10. Quem você quer incluir nesta lista???
  • 13. Alguns Líderes Não-Saudáveis: 1) Adolf Hitler – líder do Partido dos Trabalhadores Alemães, conhecido por Partido Nazista 2) Benito Mussoline – liderou o Partido Nacional Fascista, em 1922 começou a usar o título Il Duce 3) Josef Stalin – líder da União Soviética 4) Mao Tse Tung – líder do Partido Comunista da China 5) Saddam Hussein - uma das principais lideranças ditatoriais no mundo árabe e um dos principais membros do Partido Socialista Árabe Bah’ath 6) Pol Pot – ditador cambojano que liderou um governo comunista radical 7) Hideki Tojo – comandante do exército do Japão 8) Chiang Kai-shek – liderou o governo nacionalista da China
  • 14. LÍDERES DESTRUTIVOS/NEGATIVOS Os líderes negativos ou destrutivos procuram separar (intencionalmente ou não), dividir e criar instabilidade nas equipes. O “líder tóxico de uma pessoa é o herói de outra pessoa”. Há uma ligação entre as tendências de liderança tóxica e as tendências carismáticas e estas são usadas para manipular, isolar e ostracizar os seus seguidores. É aqui que o trabalho em equipe sofre. A liderança negativa resulta da combinação do charme e inteligência do líder com a admiração do seguidor e um ambiente que apoia comportamentos negativos. Lipman-Blumen (2005)
  • 15. Qual foi o LEGADO e qual suas opiniões sobre estas lideranças?
  • 16. PODER Habilidade de influenciar outras pessoas – é extremamente importante para que um líder seja eficaz. Nas organizações, isso muitas vezes significa fazer com que as tarefas sejam realizadas, ou atingir as próprias metas mesmo com a resistência dos outros.
  • 17. FONTES DE PODER PODER Autoridade Controle sobre recompensas Controle sobre punições Características pessoais positivas Conhecimento e perícia
  • 18. AS CINCO FONTES DE PODER 1) PODER LEGÍTIMO O líder com poder legítimo tem o direito, ou a autoridade, de dizer aos subordinados o que fazer; obediência a autoridade do chefe.
  • 19. AS CINCO FONTES DE PODER 2) PODER SOBRE RECOMPENSAS O líder que tem poder sobre recompensas influencia os outros porque controla recompensas valorizadas; as pessoas obedecem aos desejos do líder para receber essas recompensas.
  • 20. AS CINCO FONTES DE PODER 3) PODER DE COERÇÃO O líder com poder de coerção tem controle sobre as punições; as pessoas obedecem para evitar essas punições.
  • 21. AS CINCO FONTES DE PODER 4) PODER DE REFERÊNCIA O líder com poder de referência tem características pessoais que atraem os outros; as pessoas obedecem devido à admiração, ao desejo de aprovação, à estima pessoal ou à vontade de ser apreciado pelo líder.
  • 22. AS CINCO FONTES DE PODER 5) PODER DE COMPETÊNCIA O líder que tem poder de competência possui certas habilidades ou conhecimentos; as pessoas obedecem porque acreditam nessas habilidades e podem aprender ou obter vantagens dela.
  • 23. O PODER DOS LIDERES VISTO SOB OUTRA ÓTICA: 1) Eles inspiram a confiança ao seu redor; 2) Eles buscam continuamente evoluir e melhorar; 3) Eles são apaixonados e centrados; 4) Eles unem suas tarefas às suas missões de maneira crítica; 5) Eles nunca estão satisfeitos; 6) Eles são desafiados pelo medo do fracasso; 7) Eles se comunicam aberta e humildemente; 8) Eles são bem humorados.
  • 25. Os 3 Segredos para uma Liderança Inspiradora Tathiane Deândhela Vídeo
  • 27. LIDERANÇA papéis, estilos, poder, negociação e motivação R E A L I Z A Ç Ã O A P O I O I N S T I T U C I O N A L 2º dia