SlideShare uma empresa Scribd logo
África do Norte
África Subsaariana
África Branca
África Negra
As Fronteiras Artificiais e a produção do subdesenvolvimento
As Fronteiras Artificiais e os conflitos
MISERABILIDADE e CONFLITOS
Conflitos
• PODER
• RIQUEZAS NATURAIS
• INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
• INTOLERÂNCIA ÉTNICA
• FOME
África Magrebina
Argélia:
 Conflito político entre lideranças islâmicas; golpe de estado (FLN) levou o partido
concorrente à clandestinidade (FIS) e à formação de um grupo rebelde (GIA), dando
origem à guerra civil no país; mais de 200 mil mortos.
Marrocos e Saara Ocidental
 Conflito político e econômico; Saara Oc. (Frente Polisário) proclama independência, não
aceita por Marrocos. A Frente Polisário parte então para a luta armada, apoiada pela
Argélia que temia domínio político de Marrocos no Magreb. Marrocos controla 2/3 do
S.O. onde localizam-se as jazidas de fosfato, no oeste do país. ONU e a OUA (Organização
da Unidade Africana) idealizaram um referendo em 1990 que nunca aconteceu.
Líbano
 Ditadura de Muamar Kadafi, na década de 1980 é acusado de dar guarita a terroristas e
com um forte discurso anti-americano, o então presidente líbio provocou a ira do
governo estadunidense de Ronald Reagan. No século XXI, em 2011, após levante popular
chamado de Primavera Árabe, Kadafi é morto pela população rebelde. Antes disso,
Kadafi promoveu massacres à população rebelde.
PRIMAVERA ÁRABE:
Levante popular de luta contra as ditaturas islâmicas no Norte da África e no Oriente Médio, em busca de
maior liberdade política, pelo fim da corrupção, desemprego e pobreza.
outros países:
Líbano;
 Egito;
 Síria;
Sudão
DARFUR – PORÇÃO OESTE DO SUDÃO.
• 2003 – rebeldes da Frente de Libertação de Darfur atacam
prédios do governo.
• Motivo – discriminação da população negra e
favorecimento dos árabes pelo governo.
• Reação do governo – financiou a milícia de autodefesa:
Janjaweed ou cavaleiros do diabo, embora negue. Estes
caçavam e massacravam os rebeldes (negros islâmicos).
• 2004 – EUA classificam a violência no oeste como
genocídio, mas o embargo econômico contra o país não se
concretiza, pois a China o vetou em função do comércio do
petróleo sudanês.
• Junho de 2011 – negociações de paz entre governo e
rebeldes mediadas pela União Africana.
• Deslocados e refugiados A guerra civil no Sudão matou 2
milhões de pessoas e forçou o deslocamento de 4 milhões,
segundo a ONU.
• Mais de 70 mil mortes e mais de 2 milhões de refugiados.
Serra Leoa
Nigéria
África do Sul
Ruanda:
• Colonização Belga;
• 85% dos ruandeses são hutus, mas a minoria tutsi
dominou por muito tempo o país, sob apoio da
Bélgica;  exclusão e perseguição de hutus;
• Em 1959, os hutus derrubaram a monarquia tutsi e
dezenas de milhares de tutsis fugiram para países
vizinhos, incluindo a Uganda  exclusão e
perseguição de Tutis;
• Um grupo de exilados tutsis formou um grupo
rebelde, a Frente Patriótica Ruandesa (RPF), que
invadiu Ruanda em 1990 ;
• Genocídio: Mais de 800 mil mortos em menos de
100 dias.
• O conflito violento perdurou continuamente até
que um acordo de paz foi estabelecido em 1993.
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014
/04/140407_ruanda_genocidio_ms
Geopolítica dos conflitos AFRICA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
karolpoa
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
Professor
 
áFrica população, regionalização e economia
áFrica população, regionalização e economiaáFrica população, regionalização e economia
áFrica população, regionalização e economia
flaviocosac
 

Mais procurados (20)

CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
 
Nova ordem mundial.
Nova ordem mundial.Nova ordem mundial.
Nova ordem mundial.
 
Conflitos mundiais
Conflitos mundiaisConflitos mundiais
Conflitos mundiais
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Geografia Conflitos na Africa
Geografia Conflitos na AfricaGeografia Conflitos na Africa
Geografia Conflitos na Africa
 
oriente medio
oriente mediooriente medio
oriente medio
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
 
Ásia
ÁsiaÁsia
Ásia
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
Regionalização do continente africano
Regionalização do continente africanoRegionalização do continente africano
Regionalização do continente africano
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
 
Aula 3 - fluxos migratórios
Aula 3 -  fluxos migratóriosAula 3 -  fluxos migratórios
Aula 3 - fluxos migratórios
 
Continente Asiático
Continente AsiáticoContinente Asiático
Continente Asiático
 
América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
 
GEOGRAFIA DA ÁFRICA
GEOGRAFIA DA ÁFRICAGEOGRAFIA DA ÁFRICA
GEOGRAFIA DA ÁFRICA
 
Os continentes
Os continentesOs continentes
Os continentes
 
áFrica população, regionalização e economia
áFrica população, regionalização e economiaáFrica população, regionalização e economia
áFrica população, regionalização e economia
 
A população da ásia
A população da ásiaA população da ásia
A população da ásia
 

Destaque

Destaque (20)

Litosfera e a Formação de Relevo
Litosfera e a Formação de RelevoLitosfera e a Formação de Relevo
Litosfera e a Formação de Relevo
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
Relevo, rochas e solo brasileiro
Relevo, rochas e solo brasileiroRelevo, rochas e solo brasileiro
Relevo, rochas e solo brasileiro
 
Estrutura urbana
Estrutura urbanaEstrutura urbana
Estrutura urbana
 
Perfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiroPerfil hídrico brasileiro
Perfil hídrico brasileiro
 
Biomas e domínios brasileiros I
Biomas e domínios brasileiros IBiomas e domínios brasileiros I
Biomas e domínios brasileiros I
 
Fenômenos atmosféricos antropizados
Fenômenos atmosféricos antropizadosFenômenos atmosféricos antropizados
Fenômenos atmosféricos antropizados
 
A nova ordem mundial e o conceito de fronteiras
A nova ordem mundial e o conceito de fronteirasA nova ordem mundial e o conceito de fronteiras
A nova ordem mundial e o conceito de fronteiras
 
Ordem mundial
Ordem mundialOrdem mundial
Ordem mundial
 
Biomas e dominios brasileiros II
Biomas e dominios brasileiros IIBiomas e dominios brasileiros II
Biomas e dominios brasileiros II
 
Conflitos étnicos nacionalistas e separatismo
Conflitos étnicos nacionalistas e separatismo Conflitos étnicos nacionalistas e separatismo
Conflitos étnicos nacionalistas e separatismo
 
Recursos naturais e a exploração humana
Recursos naturais e a exploração humanaRecursos naturais e a exploração humana
Recursos naturais e a exploração humana
 
Geopolítica do petróleo
Geopolítica do petróleoGeopolítica do petróleo
Geopolítica do petróleo
 
Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
 
Elementos climáticos
Elementos climáticosElementos climáticos
Elementos climáticos
 
Desenvolvimento industrial e as revoluções Industriais
Desenvolvimento industrial e as revoluções IndustriaisDesenvolvimento industrial e as revoluções Industriais
Desenvolvimento industrial e as revoluções Industriais
 
Dinâmica climática
Dinâmica climáticaDinâmica climática
Dinâmica climática
 
Conferências sobre meio ambiente
Conferências sobre meio ambienteConferências sobre meio ambiente
Conferências sobre meio ambiente
 
Recursos naturais e a exploração humana
Recursos naturais e a exploração humanaRecursos naturais e a exploração humana
Recursos naturais e a exploração humana
 
Geopolítica da água
Geopolítica da águaGeopolítica da água
Geopolítica da água
 

Semelhante a Geopolítica dos conflitos AFRICA

Africa continente sofrido_explorado(1)
Africa continente sofrido_explorado(1)Africa continente sofrido_explorado(1)
Africa continente sofrido_explorado(1)
jonatha741
 
Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009
Alex Perrone
 
Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009
Alex Perrone
 
Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009
Alex Perrone
 
Conflitos armados no mundo III
Conflitos armados no mundo IIIConflitos armados no mundo III
Conflitos armados no mundo III
Renata Magalhães
 
Conflitos Geopolíticos no Mundo
Conflitos Geopolíticos no MundoConflitos Geopolíticos no Mundo
Conflitos Geopolíticos no Mundo
Virna Salgado Barra
 

Semelhante a Geopolítica dos conflitos AFRICA (20)

Focos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na ÁfrciaFocos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na Áfrcia
 
UNI. 6 – CAP. 2 TENSÕES E CONFLITOS I.pptx
UNI. 6 – CAP. 2 TENSÕES E CONFLITOS I.pptxUNI. 6 – CAP. 2 TENSÕES E CONFLITOS I.pptx
UNI. 6 – CAP. 2 TENSÕES E CONFLITOS I.pptx
 
Os refugiados e a crise migratória
Os refugiados e a crise migratóriaOs refugiados e a crise migratória
Os refugiados e a crise migratória
 
Africa continente sofrido_explorado(1)
Africa continente sofrido_explorado(1)Africa continente sofrido_explorado(1)
Africa continente sofrido_explorado(1)
 
Sudão
SudãoSudão
Sudão
 
Conflitos na atualidade celso
Conflitos na atualidade  celsoConflitos na atualidade  celso
Conflitos na atualidade celso
 
Territórios e Territorialidades na África
Territórios e Territorialidades na ÁfricaTerritórios e Territorialidades na África
Territórios e Territorialidades na África
 
Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009
 
Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009
 
Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009Conflitos Africanos 2009
Conflitos Africanos 2009
 
Slides-de-Africa-Revisao-de-Atualidades.pptx
Slides-de-Africa-Revisao-de-Atualidades.pptxSlides-de-Africa-Revisao-de-Atualidades.pptx
Slides-de-Africa-Revisao-de-Atualidades.pptx
 
Sudão e sudão do sul
Sudão e sudão do sulSudão e sudão do sul
Sudão e sudão do sul
 
Aula 1 - Africa.ppt
Aula 1 - Africa.pptAula 1 - Africa.ppt
Aula 1 - Africa.ppt
 
Conflitos armados no mundo III
Conflitos armados no mundo IIIConflitos armados no mundo III
Conflitos armados no mundo III
 
Conflitos Geopolíticos no Mundo
Conflitos Geopolíticos no MundoConflitos Geopolíticos no Mundo
Conflitos Geopolíticos no Mundo
 
África
ÁfricaÁfrica
África
 
2º ano - caps 5 e 6.pptx conflitos regionais na ordem global
2º ano - caps 5 e 6.pptx conflitos regionais na ordem global2º ano - caps 5 e 6.pptx conflitos regionais na ordem global
2º ano - caps 5 e 6.pptx conflitos regionais na ordem global
 
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionaisGuerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
 
5 conflitos na-africa
5 conflitos na-africa5 conflitos na-africa
5 conflitos na-africa
 
5 conflitos na-africa
5 conflitos na-africa5 conflitos na-africa
5 conflitos na-africa
 

Mais de Professora Verônica Santos

Mais de Professora Verônica Santos (20)

Solo
SoloSolo
Solo
 
Fluxos migratórios
Fluxos migratóriosFluxos migratórios
Fluxos migratórios
 
Formação vegetal do mundo - Biomas Globais
Formação vegetal do mundo - Biomas GlobaisFormação vegetal do mundo - Biomas Globais
Formação vegetal do mundo - Biomas Globais
 
Formações vegetais I - Nomenclaturas
Formações vegetais I - NomenclaturasFormações vegetais I - Nomenclaturas
Formações vegetais I - Nomenclaturas
 
Formação do território brasileiro
Formação do território brasileiroFormação do território brasileiro
Formação do território brasileiro
 
Recursos minerais e energéticos no Brasil
Recursos minerais e energéticos no BrasilRecursos minerais e energéticos no Brasil
Recursos minerais e energéticos no Brasil
 
Recursos Minerais no Mundo e no Brasil
Recursos Minerais no Mundo e no BrasilRecursos Minerais no Mundo e no Brasil
Recursos Minerais no Mundo e no Brasil
 
Recursos Minerais no Mundo e no Brasil
Recursos Minerais no Mundo e no BrasilRecursos Minerais no Mundo e no Brasil
Recursos Minerais no Mundo e no Brasil
 
Rochas e solo
Rochas e soloRochas e solo
Rochas e solo
 
O Espaço Urbano mundial
O Espaço Urbano mundialO Espaço Urbano mundial
O Espaço Urbano mundial
 
Industrialização brasileira
Industrialização brasileiraIndustrialização brasileira
Industrialização brasileira
 
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
 
Sociedade e Economia
Sociedade e EconomiaSociedade e Economia
Sociedade e Economia
 
Estudos Demográficos
Estudos DemográficosEstudos Demográficos
Estudos Demográficos
 
Aulão enem
Aulão enemAulão enem
Aulão enem
 
Formação geológica brasileira
Formação geológica brasileiraFormação geológica brasileira
Formação geológica brasileira
 
Orientação coordenadas e projeções cartográficas
Orientação coordenadas e projeções cartográficasOrientação coordenadas e projeções cartográficas
Orientação coordenadas e projeções cartográficas
 
Planeta Terra: Movimentos e fuso horário
Planeta Terra: Movimentos e fuso horárioPlaneta Terra: Movimentos e fuso horário
Planeta Terra: Movimentos e fuso horário
 
A industrializaçao dos países do sul
A industrializaçao dos países do sulA industrializaçao dos países do sul
A industrializaçao dos países do sul
 
Organização e estrutura do Estado
Organização e estrutura do EstadoOrganização e estrutura do Estado
Organização e estrutura do Estado
 

Último

Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
rarakey779
 

Último (20)

O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 

Geopolítica dos conflitos AFRICA

  • 1.
  • 2.
  • 3. África do Norte África Subsaariana África Branca África Negra
  • 4.
  • 5.
  • 6. As Fronteiras Artificiais e a produção do subdesenvolvimento
  • 7.
  • 8. As Fronteiras Artificiais e os conflitos MISERABILIDADE e CONFLITOS
  • 10. • PODER • RIQUEZAS NATURAIS • INTOLERÂNCIA RELIGIOSA • INTOLERÂNCIA ÉTNICA • FOME
  • 11. África Magrebina Argélia:  Conflito político entre lideranças islâmicas; golpe de estado (FLN) levou o partido concorrente à clandestinidade (FIS) e à formação de um grupo rebelde (GIA), dando origem à guerra civil no país; mais de 200 mil mortos. Marrocos e Saara Ocidental  Conflito político e econômico; Saara Oc. (Frente Polisário) proclama independência, não aceita por Marrocos. A Frente Polisário parte então para a luta armada, apoiada pela Argélia que temia domínio político de Marrocos no Magreb. Marrocos controla 2/3 do S.O. onde localizam-se as jazidas de fosfato, no oeste do país. ONU e a OUA (Organização da Unidade Africana) idealizaram um referendo em 1990 que nunca aconteceu.
  • 12. Líbano  Ditadura de Muamar Kadafi, na década de 1980 é acusado de dar guarita a terroristas e com um forte discurso anti-americano, o então presidente líbio provocou a ira do governo estadunidense de Ronald Reagan. No século XXI, em 2011, após levante popular chamado de Primavera Árabe, Kadafi é morto pela população rebelde. Antes disso, Kadafi promoveu massacres à população rebelde. PRIMAVERA ÁRABE: Levante popular de luta contra as ditaturas islâmicas no Norte da África e no Oriente Médio, em busca de maior liberdade política, pelo fim da corrupção, desemprego e pobreza. outros países: Líbano;  Egito;  Síria;
  • 14. DARFUR – PORÇÃO OESTE DO SUDÃO. • 2003 – rebeldes da Frente de Libertação de Darfur atacam prédios do governo. • Motivo – discriminação da população negra e favorecimento dos árabes pelo governo. • Reação do governo – financiou a milícia de autodefesa: Janjaweed ou cavaleiros do diabo, embora negue. Estes caçavam e massacravam os rebeldes (negros islâmicos). • 2004 – EUA classificam a violência no oeste como genocídio, mas o embargo econômico contra o país não se concretiza, pois a China o vetou em função do comércio do petróleo sudanês. • Junho de 2011 – negociações de paz entre governo e rebeldes mediadas pela União Africana. • Deslocados e refugiados A guerra civil no Sudão matou 2 milhões de pessoas e forçou o deslocamento de 4 milhões, segundo a ONU. • Mais de 70 mil mortes e mais de 2 milhões de refugiados.
  • 18. Ruanda: • Colonização Belga; • 85% dos ruandeses são hutus, mas a minoria tutsi dominou por muito tempo o país, sob apoio da Bélgica;  exclusão e perseguição de hutus; • Em 1959, os hutus derrubaram a monarquia tutsi e dezenas de milhares de tutsis fugiram para países vizinhos, incluindo a Uganda  exclusão e perseguição de Tutis; • Um grupo de exilados tutsis formou um grupo rebelde, a Frente Patriótica Ruandesa (RPF), que invadiu Ruanda em 1990 ; • Genocídio: Mais de 800 mil mortos em menos de 100 dias. • O conflito violento perdurou continuamente até que um acordo de paz foi estabelecido em 1993. http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014 /04/140407_ruanda_genocidio_ms