SlideShare uma empresa Scribd logo
VIRNA
ANGELINA
DANILO
FABIANE
ÁFRICA
VAMOS NOS LOCALIZAR, OBSERVE
O MAPA:
ÁFRICA
• 900 milhões de habitantes
• O segundo continente mais
populoso do mundo
• 53 países
• A maiorias desses países
convive com o
subdesenvolvimento crônico,
condenados, cada vez mais, a
viver das ajudas
internacionais.
• Colonização trouxe grandes
seqüelas que ainda não foram
sanadas.
• ÁFRICA, O ESPAÇO DAS “FRONTEIRAS
ARTIFICIAIS”
• CONFERÊNCIA DE BERLIM: Os europeus na
partilha mudaram as fronteiras nativas
incitando a rivalidades étnicas.
• Quando as fronteiras foram estabelecidas,
devido à diversidade cultural, muitos grupos
rivais ficaram juntos e outros se separaram.
• Houve uma mudança produtiva, pois deixaram
o cultivo de subsistência para atender aos
interesses europeus, que introduziram a
monocultura e a extração mineral.
• Em todo esse processo os europeus não tiveram
respeito com os africanos, pois não levaram em
conta a identidade cultural do povo.
• OBSERVE OS PAÍSES COLONIZADORES:
• ÁFRICA, O ESPAÇO DAS
“FRONTEIRAS
ARTIFICIAIS”
• A colonização africana
fortaleceu-se em
conseqüência do Racismo.
• O racismo nasceu da
exploração capitalista: a
escravatura, as relações
senhor - servo, mão-de-obra
barata – Estratégias para
manter a superioridade
branca sobre as demais raças.
• O PROCESSO DE
DESCOLONIZAÇÃO
• A descolonização africana
aconteceu num processo iniciado
após a II GM.
• A estratégia de alguns países, para
não perder de vez o domínio,
negociou a transferência de poder
para elites locais, criadas
artificialmente, em troca da
manutenção de laços econômicos.
• Essa estratégia é chamada de
neocolonialismo, o que resulta em
conflitos até os dias de hoje. Dessa
forma, muitos países africanos
obtiveram apenas uma
independência formal.
Observe o mapa do Neocolonialismo:
CHIFRE AFRICANO
LOCALIZE-SE
• LESTE DA ÁFRICA OU CIFRE AFRICANO
• Por sua forma física do extremo leste africano, é uma área
bem diversificada por ter países bem estruturados e
urbanizados, como é o caso do Quênia.
• Em contraponto a isto, existe à Somália e Etiópia, nações
mergulhadas em problemas gerados pelas suas guerras civis.
• Nesta região encontram-se dez países bem distintos, tantos
nos aspectos físicos como humanos.
• Na divisa entre Uganda, Tanzânia e Quênia que existe o lago
Vitória, que é considerado a nascente do rio Nilo.
• Burundi, Dijbuti, Eritréia, Etiópia, Quênia, Ruanda ,
Somália, Sudão, Tanzânia e Uganda.
SOMÁLIASOMÁLIA
• População: 9.558.666
• Distribuição da idade: 0-14 anos 44,7%
• (Homens 2.143.758 - Mulheres 2.132.869)
• 15-64 anos: 52,8%
• (Homens 2.525.562 - Mulheres 2.516.879)
• 65 anos e mais: 2,5%
• (Homens 100.655 - Mulheres 138.943) -----( 2008)
• Língua oficial: somáli, árabe, italiano.
• Área Total: 637,657 km²
• Água (%): 1.6
• Expectativa de vida 48/45 anos
SAHEL
• Faixa de transição entre as savanas e o Deserto de
Saara (Sahel = margem ou borda do deserto).
• Inclui os países: Senegal, a Mauritânia, o Mali, o
Burkina Faso, o Níger, a parte norte da Nigéria, o
Chade, o Sudão, a Etiópia, a Eritreia, o Djibouti e a
Somália.
SERRA LEOA
• País à deriva desde 1991 pela guerra civil com
massacres cometidos pala Frente
Revolucionária Unida (FRU).
• Acordo de paz em 2001, sem a desmobilização
da zona rebelde da Missão das Nações Unidas
(Minusi).
• Refugiados: Cerca de 410 mil leoneses se
• encontram refugiados em países vizinhos;
outros 2 milhões estão deslocados dentro do
país.
• SERRA LEOA (Oeste da África)
• ECONOMIA: diamantes, ouro, aço e bauxita
respondiam por dois terços dos rendimentos com
• DIREITOS HUMANOS: Civis são deliberadamente
atacados pelos rebeldes, com o objetivo de criar um
clima de terror, desestabilizar o país e coibir a
colaboração com o governo.
• As violações incluem a mutilação de partes do corpo.
• Tropas leais ao presidentes são acusadas de executar
sumariamente supostos simpatizantes da guerrilha.
VAMOS ENTENDER ESSE BABADO!
• NÓS
AGRADECEM
OS ATENÇÃO!
• VIRNA
• TIA FABÉIA
• DANILO
• ANGELINA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
André Luiz Marques
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Prof. Francesco Torres
 
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociaisCaps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
profacacio
 
Europa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturaisEuropa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturais
Professor
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
Prof. Francesco Torres
 
África
ÁfricaÁfrica
Europa
EuropaEuropa
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
Prof.Marcio LHP
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
Cristina Gouveia
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
flaviocosac
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
Simone Aguiar
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
Conceição Fontolan
 
A economia africana
A economia africanaA economia africana
A economia africana
Colégio Nova Geração COC
 
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptxDispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Edivonaldo Costa
 
Nordeste
NordesteNordeste
Conceitos demográficos
Conceitos demográficosConceitos demográficos
Conceitos demográficos
Professor
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica
Alexandre Alves
 
Continente Asiático
Continente AsiáticoContinente Asiático
Continente Asiático
Cel Rufino
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
Abner de Paula
 

Mais procurados (20)

Capitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismoCapitalismo e socialismo
Capitalismo e socialismo
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociaisCaps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
Caps. 7 e 8 - ÁFrica: aspectos naturais, econômicos e sociais
 
Europa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturaisEuropa – aspectos naturais
Europa – aspectos naturais
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
África
ÁfricaÁfrica
África
 
Europa
EuropaEuropa
Europa
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
 
Revisão de geografia europa - 9º ano
Revisão de geografia   europa - 9º anoRevisão de geografia   europa - 9º ano
Revisão de geografia europa - 9º ano
 
CONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANOCONTINENTE AFRICANO
CONTINENTE AFRICANO
 
A economia africana
A economia africanaA economia africana
A economia africana
 
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptxDispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
 
Nordeste
NordesteNordeste
Nordeste
 
Conceitos demográficos
Conceitos demográficosConceitos demográficos
Conceitos demográficos
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
 
8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica
 
Continente Asiático
Continente AsiáticoContinente Asiático
Continente Asiático
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 

Destaque

África
ÁfricaÁfrica
África
João Lima
 
História da ÁFrica
História da ÁFricaHistória da ÁFrica
História da ÁFrica
Joice Belini
 
História da África
História da ÁfricaHistória da África
História da África
Edenilson Morais
 
ApresentaçãO Africa
ApresentaçãO AfricaApresentaçãO Africa
ApresentaçãO Africa
professoraivani
 
História contemporânea
História contemporâneaHistória contemporânea
História contemporânea
Nelson Alves da Silva
 
Africa Contemporanea
Africa ContemporaneaAfrica Contemporanea
Africa Contemporanea
culturaafro
 
Fotos de negros
Fotos de negrosFotos de negros
Fotos de negros
Isabella Ruas
 
Ação do homem no meio ambiente
Ação do homem no meio ambienteAção do homem no meio ambiente
Ação do homem no meio ambiente
Wedson Nascimento Santos
 
Aula geo energia_trasnporte_telecomunicacao
Aula geo energia_trasnporte_telecomunicacaoAula geo energia_trasnporte_telecomunicacao
Aula geo energia_trasnporte_telecomunicacao
Almir
 
6º ano cap 7 o homem e o meio ambiente
6º ano cap 7  o homem e o meio ambiente6º ano cap 7  o homem e o meio ambiente
6º ano cap 7 o homem e o meio ambiente
ISJ
 
Lindas imagens do continente africano!
Lindas imagens do continente africano!Lindas imagens do continente africano!
Lindas imagens do continente africano!
Neusa Fiesta
 
HISTÓRIA DA AFRICA
HISTÓRIA DA AFRICAHISTÓRIA DA AFRICA
HISTÓRIA DA AFRICA
culturaafro
 
Homem natureza
Homem naturezaHomem natureza
Homem natureza
Telmo Santos
 
Introdução à história da áfrica
Introdução à história da áfricaIntrodução à história da áfrica
Introdução à história da áfrica
gindri
 
Africa
AfricaAfrica
Impactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambienteImpactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambiente
laiszanatta
 
África - aspectos naturais
África -  aspectos naturaisÁfrica -  aspectos naturais
África - aspectos naturais
Rodrigo Baglini
 
Impactos ambientais causas e consequências
Impactos ambientais causas e consequênciasImpactos ambientais causas e consequências
Impactos ambientais causas e consequências
Charlles Moreira
 
Impactos ambientais
Impactos ambientais Impactos ambientais
Impactos ambientais
magdacostaa
 
áFrica Aspectos FíSicos
áFrica Aspectos FíSicosáFrica Aspectos FíSicos
áFrica Aspectos FíSicos
ceama
 

Destaque (20)

África
ÁfricaÁfrica
África
 
História da ÁFrica
História da ÁFricaHistória da ÁFrica
História da ÁFrica
 
História da África
História da ÁfricaHistória da África
História da África
 
ApresentaçãO Africa
ApresentaçãO AfricaApresentaçãO Africa
ApresentaçãO Africa
 
História contemporânea
História contemporâneaHistória contemporânea
História contemporânea
 
Africa Contemporanea
Africa ContemporaneaAfrica Contemporanea
Africa Contemporanea
 
Fotos de negros
Fotos de negrosFotos de negros
Fotos de negros
 
Ação do homem no meio ambiente
Ação do homem no meio ambienteAção do homem no meio ambiente
Ação do homem no meio ambiente
 
Aula geo energia_trasnporte_telecomunicacao
Aula geo energia_trasnporte_telecomunicacaoAula geo energia_trasnporte_telecomunicacao
Aula geo energia_trasnporte_telecomunicacao
 
6º ano cap 7 o homem e o meio ambiente
6º ano cap 7  o homem e o meio ambiente6º ano cap 7  o homem e o meio ambiente
6º ano cap 7 o homem e o meio ambiente
 
Lindas imagens do continente africano!
Lindas imagens do continente africano!Lindas imagens do continente africano!
Lindas imagens do continente africano!
 
HISTÓRIA DA AFRICA
HISTÓRIA DA AFRICAHISTÓRIA DA AFRICA
HISTÓRIA DA AFRICA
 
Homem natureza
Homem naturezaHomem natureza
Homem natureza
 
Introdução à história da áfrica
Introdução à história da áfricaIntrodução à história da áfrica
Introdução à história da áfrica
 
Africa
AfricaAfrica
Africa
 
Impactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambienteImpactos do homem sobre o meio ambiente
Impactos do homem sobre o meio ambiente
 
África - aspectos naturais
África -  aspectos naturaisÁfrica -  aspectos naturais
África - aspectos naturais
 
Impactos ambientais causas e consequências
Impactos ambientais causas e consequênciasImpactos ambientais causas e consequências
Impactos ambientais causas e consequências
 
Impactos ambientais
Impactos ambientais Impactos ambientais
Impactos ambientais
 
áFrica Aspectos FíSicos
áFrica Aspectos FíSicosáFrica Aspectos FíSicos
áFrica Aspectos FíSicos
 

Semelhante a ÁFRICA

ÁFrica do sul
ÁFrica do sulÁFrica do sul
ÁFrica do sul
Mekinho20
 
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptxUni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
KelvinSousa11
 
Africa do s ul bruno 9º a
Africa do s ul   bruno 9º aAfrica do s ul   bruno 9º a
Africa do s ul bruno 9º a
Ana Claudia
 
Africa do s ul bruno 9º a
Africa do s ul   bruno 9º aAfrica do s ul   bruno 9º a
Africa do s ul bruno 9º a
Ana Claudia
 
Trabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africanoTrabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africano
Lucas Cechinel
 
áFrica ventre fértil do mundo
áFrica ventre fértil do mundoáFrica ventre fértil do mundo
áFrica ventre fértil do mundo
Monitoria Contabil S/C
 
África
ÁfricaÁfrica
África
Aline Souza
 
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Fernanda Clara
 
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
Christie Freitas
 
África do Sul
África do SulÁfrica do Sul
África do Sul
Joel Sperafico
 
áFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos SociaisáFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos Sociais
ceama
 
O Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo VerdeO Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo Verde
aDIRIANA SILVI
 
Africa do s ul
Africa do s ulAfrica do s ul
Africa do s ul
Ana Claudia
 
Africa do sul
Africa do sulAfrica do sul
Africa do sul
Ana Claudia
 
Geografia - África do Norte e Subsaariana
Geografia - África do Norte e  SubsaarianaGeografia - África do Norte e  Subsaariana
Geografia - África do Norte e Subsaariana
André Luiz Marques
 
Continente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e históricoContinente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e histórico
Colégio Nova Geração COC
 
Africa
AfricaAfrica
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
Guida Luis
 
ÁFRICA - 2o ANO.pdf
ÁFRICA - 2o ANO.pdfÁFRICA - 2o ANO.pdf
ÁFRICA - 2o ANO.pdf
Henrique Pontes
 
Africa I
Africa IAfrica I
Africa I
Débora Sales
 

Semelhante a ÁFRICA (20)

ÁFrica do sul
ÁFrica do sulÁFrica do sul
ÁFrica do sul
 
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptxUni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
Uni. 5 ÁFRICA I - Cap. 2 ASPECTOS HUMANOS I.pptx
 
Africa do s ul bruno 9º a
Africa do s ul   bruno 9º aAfrica do s ul   bruno 9º a
Africa do s ul bruno 9º a
 
Africa do s ul bruno 9º a
Africa do s ul   bruno 9º aAfrica do s ul   bruno 9º a
Africa do s ul bruno 9º a
 
Trabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africanoTrabalhos 8º ano - Continente africano
Trabalhos 8º ano - Continente africano
 
áFrica ventre fértil do mundo
áFrica ventre fértil do mundoáFrica ventre fértil do mundo
áFrica ventre fértil do mundo
 
África
ÁfricaÁfrica
África
 
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
Conflito em Ruanda (Massacre/Genocídio)
 
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
 
África do Sul
África do SulÁfrica do Sul
África do Sul
 
áFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos SociaisáFrica Aspectos Sociais
áFrica Aspectos Sociais
 
O Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo VerdeO Arquipélago de Cabo Verde
O Arquipélago de Cabo Verde
 
Africa do s ul
Africa do s ulAfrica do s ul
Africa do s ul
 
Africa do sul
Africa do sulAfrica do sul
Africa do sul
 
Geografia - África do Norte e Subsaariana
Geografia - África do Norte e  SubsaarianaGeografia - África do Norte e  Subsaariana
Geografia - África do Norte e Subsaariana
 
Continente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e históricoContinente africano contexto político e histórico
Continente africano contexto político e histórico
 
Africa
AfricaAfrica
Africa
 
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
13 distribuição da população.ppt trabalho geografia
 
ÁFRICA - 2o ANO.pdf
ÁFRICA - 2o ANO.pdfÁFRICA - 2o ANO.pdf
ÁFRICA - 2o ANO.pdf
 
Africa I
Africa IAfrica I
Africa I
 

Mais de Virna Salgado Barra

Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Virna Salgado Barra
 
Profª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente Fértil
Profª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente FértilProfª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente Fértil
Profª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente Fértil
Virna Salgado Barra
 
Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...
Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...
Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...
Virna Salgado Barra
 
Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...
Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...
Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...
Virna Salgado Barra
 
Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...
Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...
Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...
Virna Salgado Barra
 
Princípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado Barra
Princípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado BarraPrincípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado Barra
Princípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado Barra
Virna Salgado Barra
 
Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...
Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...
Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...
Virna Salgado Barra
 
Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)
Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)
Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)
Virna Salgado Barra
 
Uma breve análise das virtudes em São Tomás de Aquino
Uma breve análise das virtudes em São Tomás de AquinoUma breve análise das virtudes em São Tomás de Aquino
Uma breve análise das virtudes em São Tomás de Aquino
Virna Salgado Barra
 
Estados Pontifícios
Estados Pontifícios Estados Pontifícios
Estados Pontifícios
Virna Salgado Barra
 
Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)
Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)
Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)
Virna Salgado Barra
 
Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011
Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011
Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011
Virna Salgado Barra
 
Virna Salgado Barra - II NEAT 2010
Virna Salgado Barra - II NEAT 2010Virna Salgado Barra - II NEAT 2010
Virna Salgado Barra - II NEAT 2010
Virna Salgado Barra
 
Virna Salgado Barra - III NEAT 2011
Virna Salgado Barra - III NEAT 2011Virna Salgado Barra - III NEAT 2011
Virna Salgado Barra - III NEAT 2011
Virna Salgado Barra
 
1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)
1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)
1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)
Virna Salgado Barra
 
Virna Salgado Barra - Artigo
Virna Salgado Barra - ArtigoVirna Salgado Barra - Artigo
Virna Salgado Barra - Artigo
Virna Salgado Barra
 
Virna Salgado Barra - Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.
Virna Salgado Barra -  Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.Virna Salgado Barra -  Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.
Virna Salgado Barra - Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.
Virna Salgado Barra
 
CAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICA
CAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICACAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICA
CAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICA
Virna Salgado Barra
 
Bioética - 3° ano médio
Bioética - 3° ano médioBioética - 3° ano médio
Bioética - 3° ano médio
Virna Salgado Barra
 
CFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTO
CFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTOCFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTO
CFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTO
Virna Salgado Barra
 

Mais de Virna Salgado Barra (20)

Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
Uma breve reflexão sobre a Ressurreição de Cristo referenciada em publicação ...
 
Profª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente Fértil
Profª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente FértilProfª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente Fértil
Profª.Esp. Virna Salgado Barra - Geografia Bíblica - Crescente Fértil
 
Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...
Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...
Uma síntese sobre os princípios da Teologia e da Filosofia Agostiniana - Virn...
 
Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...
Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...
Uma análise reflexiva sobre Agostinho de Hipona e os Maniqueus - Virna Salgad...
 
Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...
Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...
Uma breve reflexão sobre as etapas de conversão de Agostinho - Virna Salgado ...
 
Princípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado Barra
Princípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado BarraPrincípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado Barra
Princípios da Filosofia Agostiniana por Virna Salgado Barra
 
Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...
Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...
Resumo Expandido sobre a Exortação Apostólica Pós-Sinodal Amores Laetitia do ...
 
Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)
Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)
Resumo sobre os Anjos na Suma Teológica de São Tomás de Aquino (60-64q)
 
Uma breve análise das virtudes em São Tomás de Aquino
Uma breve análise das virtudes em São Tomás de AquinoUma breve análise das virtudes em São Tomás de Aquino
Uma breve análise das virtudes em São Tomás de Aquino
 
Estados Pontifícios
Estados Pontifícios Estados Pontifícios
Estados Pontifícios
 
Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)
Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)
Virna Salgado Barra - A ENCÍCLICA “VERITATIS SPLENDOR” (2017)
 
Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011
Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011
Virna Salgado Barra - Artigo SINGA 2011
 
Virna Salgado Barra - II NEAT 2010
Virna Salgado Barra - II NEAT 2010Virna Salgado Barra - II NEAT 2010
Virna Salgado Barra - II NEAT 2010
 
Virna Salgado Barra - III NEAT 2011
Virna Salgado Barra - III NEAT 2011Virna Salgado Barra - III NEAT 2011
Virna Salgado Barra - III NEAT 2011
 
1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)
1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)
1º Artigo - Semana da Geografia 2009 (UFU)
 
Virna Salgado Barra - Artigo
Virna Salgado Barra - ArtigoVirna Salgado Barra - Artigo
Virna Salgado Barra - Artigo
 
Virna Salgado Barra - Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.
Virna Salgado Barra -  Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.Virna Salgado Barra -  Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.
Virna Salgado Barra - Revista Científica "Em Extensão-UFU" de 2011.
 
CAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICA
CAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICACAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICA
CAP. IV – A LEI NATURAL E A SOCIEDADE POLÍTICA
 
Bioética - 3° ano médio
Bioética - 3° ano médioBioética - 3° ano médio
Bioética - 3° ano médio
 
CFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTO
CFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTOCFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTO
CFE 2016 - 9º C - Grupo 1 - ESGOTO
 

Último

Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 

ÁFRICA

  • 2. VAMOS NOS LOCALIZAR, OBSERVE O MAPA:
  • 3. ÁFRICA • 900 milhões de habitantes • O segundo continente mais populoso do mundo • 53 países • A maiorias desses países convive com o subdesenvolvimento crônico, condenados, cada vez mais, a viver das ajudas internacionais. • Colonização trouxe grandes seqüelas que ainda não foram sanadas.
  • 4. • ÁFRICA, O ESPAÇO DAS “FRONTEIRAS ARTIFICIAIS” • CONFERÊNCIA DE BERLIM: Os europeus na partilha mudaram as fronteiras nativas incitando a rivalidades étnicas. • Quando as fronteiras foram estabelecidas, devido à diversidade cultural, muitos grupos rivais ficaram juntos e outros se separaram. • Houve uma mudança produtiva, pois deixaram o cultivo de subsistência para atender aos interesses europeus, que introduziram a monocultura e a extração mineral. • Em todo esse processo os europeus não tiveram respeito com os africanos, pois não levaram em conta a identidade cultural do povo.
  • 5. • OBSERVE OS PAÍSES COLONIZADORES:
  • 6. • ÁFRICA, O ESPAÇO DAS “FRONTEIRAS ARTIFICIAIS” • A colonização africana fortaleceu-se em conseqüência do Racismo. • O racismo nasceu da exploração capitalista: a escravatura, as relações senhor - servo, mão-de-obra barata – Estratégias para manter a superioridade branca sobre as demais raças.
  • 7. • O PROCESSO DE DESCOLONIZAÇÃO • A descolonização africana aconteceu num processo iniciado após a II GM. • A estratégia de alguns países, para não perder de vez o domínio, negociou a transferência de poder para elites locais, criadas artificialmente, em troca da manutenção de laços econômicos. • Essa estratégia é chamada de neocolonialismo, o que resulta em conflitos até os dias de hoje. Dessa forma, muitos países africanos obtiveram apenas uma independência formal.
  • 8. Observe o mapa do Neocolonialismo:
  • 9.
  • 11.
  • 12. • LESTE DA ÁFRICA OU CIFRE AFRICANO • Por sua forma física do extremo leste africano, é uma área bem diversificada por ter países bem estruturados e urbanizados, como é o caso do Quênia. • Em contraponto a isto, existe à Somália e Etiópia, nações mergulhadas em problemas gerados pelas suas guerras civis. • Nesta região encontram-se dez países bem distintos, tantos nos aspectos físicos como humanos. • Na divisa entre Uganda, Tanzânia e Quênia que existe o lago Vitória, que é considerado a nascente do rio Nilo. • Burundi, Dijbuti, Eritréia, Etiópia, Quênia, Ruanda , Somália, Sudão, Tanzânia e Uganda.
  • 13. SOMÁLIASOMÁLIA • População: 9.558.666 • Distribuição da idade: 0-14 anos 44,7% • (Homens 2.143.758 - Mulheres 2.132.869) • 15-64 anos: 52,8% • (Homens 2.525.562 - Mulheres 2.516.879) • 65 anos e mais: 2,5% • (Homens 100.655 - Mulheres 138.943) -----( 2008) • Língua oficial: somáli, árabe, italiano. • Área Total: 637,657 km² • Água (%): 1.6 • Expectativa de vida 48/45 anos
  • 14.
  • 15.
  • 16. SAHEL • Faixa de transição entre as savanas e o Deserto de Saara (Sahel = margem ou borda do deserto). • Inclui os países: Senegal, a Mauritânia, o Mali, o Burkina Faso, o Níger, a parte norte da Nigéria, o Chade, o Sudão, a Etiópia, a Eritreia, o Djibouti e a Somália.
  • 17. SERRA LEOA • País à deriva desde 1991 pela guerra civil com massacres cometidos pala Frente Revolucionária Unida (FRU). • Acordo de paz em 2001, sem a desmobilização da zona rebelde da Missão das Nações Unidas (Minusi). • Refugiados: Cerca de 410 mil leoneses se • encontram refugiados em países vizinhos; outros 2 milhões estão deslocados dentro do país.
  • 18.
  • 19. • SERRA LEOA (Oeste da África) • ECONOMIA: diamantes, ouro, aço e bauxita respondiam por dois terços dos rendimentos com • DIREITOS HUMANOS: Civis são deliberadamente atacados pelos rebeldes, com o objetivo de criar um clima de terror, desestabilizar o país e coibir a colaboração com o governo. • As violações incluem a mutilação de partes do corpo. • Tropas leais ao presidentes são acusadas de executar sumariamente supostos simpatizantes da guerrilha.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 30.
  • 31.
  • 32. • NÓS AGRADECEM OS ATENÇÃO! • VIRNA • TIA FABÉIA • DANILO • ANGELINA