SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Maria Elizabete Almeida
Maria Elizabete Prado
ELABORAÇÃO DE PROJETOS
3 EIXOS:
 Projeto
 Currículo
 Tecnologia
EIXO 1
ATIVIDADES EIXO 1
• 1 – Apresentação (fórum)
• 2- Meu projeto pessoal/profissional
(Biblioteca )
• 3- Diálogo teórico (fórum)
• 4 - Projeto e suas características (Biblioteca)
• 5 - Banco de Projetos (seguir roteiro -
Biblioteca )
• 6 - Proposta de Projetos (Biblioteca)
• 7 - Reflexão sobre a aprendizagem (Diário de
Bordo)
O projeto é...
• Todo projeto é interdisciplinar?
• É possível desenvolver um projeto focado em
um tema de uma determinada área do
conhecimento?
 Projeto é lançar-se para o futuro, com
orientação. É a busca pelo que se pretende
ser e conhecer. É a procura por respostas
para uma interrogação que provoca interesse
e incomoda.
Dentro deste contexto de projeto não cabe
uma proposta fechada que seja imposta para
os alunos. Eles precisam lançar-se para um
futuro aberto e não criado.
 o destino escolar dos estudantes está ligado
à capacidade deles de estabelecer projetos e
de criar interrogações, expectativas e
interesses para lançarem-se sobre eles.
 Um trabalho em grupo dentro da sala de aula
é um exercício de cidadania, uma vez que
envolve pessoas com suas personalidades
diferentes que, ao realizar um determinado
projeto, buscam um resultado, uma meta
comum... O trabalho com projetos é um
micro-exercício da vida em sociedade.
 A essência do projeto é a incerteza de sua
realização.”... Num projeto deve sempre
existir o risco, mas não a impossibilidade.
 . “O professor não pode definir sozinho, sem
a participação e interesse dos alunos, qual
será o tema de um projeto. Um indivíduo não
pode ter um projeto ou uma meta pelo
outro”.
 “O que acontece é que os alunos são
surpreendentes quando são estimulados à
dúvida e à pergunta. Surgem questões
admiráveis.”
 Identificação
 Problematização/tema
 Justificativa
 Objetivo (Geral e Específico)
 Conteúdos
 Metodologia/procedimento/estratégia e
cronograma
 Recursos
 Avaliação/resultados esperados
 Produto final (divulgação/socialização)
 Referências bibliográficas
 Nome da Escola:
Local (cidade/estado)
 Turma
 Número de alunos:
 Professores envolvidos:
 Sobre o que falaremos/pesquisaremos?
 Qual a reclamação/necessidade?
 O tema pode surgir: das discussões sobre um
determinado assunto que é interesse de
todos; de assuntos de outros projetos que
ficaram pendentes.
 O tema deve ser consenso do grupo e não
votação. Chegar a um consenso implica
argumentar, ouvir e manifestar-se.
 Quando o tema partir do professor este deve
vender a ideia aos alunos de modo que os
mesmos comprem essa ideia.
 Por que trataremos desse tema?
 Escrever um breve texto argumentando sobre
os motivos de ter escolhido o tema, as
necessidades que levaram a realização, o que
este projeto auxilia na aprendizagem. O que
se espera conseguir com ele, a relevância da
investigação, a contribuição que esse projeto
dará a você e aos outros...
 Pode-se pautar em algum referencial teórico
dando força e credibilidade a pesquisa.
 Geral:
É complexo e amplo, pois abrange o que se
quer alcançar ao final do projeto.
 Específicos:
 Conceituais (saber/conceito/conhecimento)
Reconhecer, identificar, conceituar, relacionar,
descrever, elencar, enumerar, localizar...
 Procedimentais (saber fazer/o que o aluno irá
produzir com o conhecimento adquirido)
Praticar, produzir, ler, desenhar,
confeccionar...
 Atitudinais (saber ser/como o aluno passará a
ser após o conhecimento adquirido)
Ter bons... Conviver... Respeitar... Socializar...
Ser agente de transformação na família, na
sala de aula, no bairro...
 Conteúdos que estarão envolvidos na
execução do projeto, dentro de cada área do
conhecimento
(Português, matemática, história, geografia...)
 Como realizaremos esse projeto? Como
podemos dividir as atividades? Quando
realizaremos as etapas planejadas? Quem
realizará cada uma das atividades? Quem se
responsabilizará pelo que?
 Como vamos investigar a realidade: visita,
palestra, pesquisa, entrevista, experiências,
depoimento...
 Organizar as atividades que serão realizadas
para se chegar ao produto final. É
fundamental explorar as inteligências
múltiplas.
 Pode-se esboçar um mapa conceitual.
 Como operacionalizaremos? Quais serão os
recursos – materiais e humanos – necessários
para a realização do projeto?
 Listar todo e qualquer tipo de material
necessário para a realização do projeto.
 O acompanhamento é fundamental para a
correção das rotas, orientação e ajustes.
 Verificar todo o processo e não só a aquisição
dos alunos
 O professor pode e deve interferir quando
considerar que algum tópico está sendo
tratado com superficialidade ou se as
investigações estão incompletas.
 Deve orientar o aprofundamento do que
considera importante.
 De modo geral, a avaliação, dentro da ótica
dos projetos, é desenvolvida ao longo de
todo o processo, buscando verificar a
capacidade do aluno de resolver uma
situação problemática real, dando enfoque
para a mobilização e articulação de recursos.
 Socialização do projeto realizado:
 Divulgação:
 na comunidade escolar: painel,
apresentações, confecção de livros, etc.
 Imprensa: falada, escrita.
 Internet: Blog, Sites, web Texto, jornal virtual
 É o registro dos diversos tipos de suportes
que deram fundamentação a realização do
projeto – impressos ou virtuais.
 É o conjunto padronizado de elementos
descritivos retirados de um documento que
permitem sua identificação individual. (ABNT)
 Jonas Belarmino – 11 cursistas = 3 projetos
 CEIM – 2 cursistas = 1 projeto
 Vila Brasil – 3 cursistas = 1 projeto
 Vicente Pallotti – 4 cursistas = 1 projeto
 Filinto Müller – 7 cursistas = 2 projetos
 Poderá ser feitas em grupos de até quatro
cursistas;
 Ideias de projetos
 http://amora.cap.ufrgs.br/projetos.php
 Manual do cursista
 http://portaldoprofessor.mec.gov.br/linksCursos
Materiais.html?categoria=40
 Proinfo Integrado
 http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/ma
teriais/0000011622.pdf
 Construtivismo(Piaget) Construcionismo (Papert)
 http://eproinfo.mec.gov.br/webfolio/Mod85175/
conteudo/unidade_1/podcast-valente-mp3-
final.mp3

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Passos para elaborar projeto
Passos para elaborar projetoPassos para elaborar projeto
Passos para elaborar projetoRaquel Freiry
 
A biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectosA biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectosAntónio Nogueira
 
Roteiro para elaboração do pitec2 (1)
Roteiro para elaboração do pitec2 (1)Roteiro para elaboração do pitec2 (1)
Roteiro para elaboração do pitec2 (1)Tânia Maria
 
Metodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplina
Metodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplinaMetodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplina
Metodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplinaprofclaubordin
 
Como cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializado
Como cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializadoComo cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializado
Como cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializadoDebora Ricardo
 
Proposta 01 _ projeto livreto virtual
Proposta 01 _ projeto livreto virtualProposta 01 _ projeto livreto virtual
Proposta 01 _ projeto livreto virtualprofclaubordin
 
Didática do ensino superior videoaula 4
Didática do ensino superior videoaula 4Didática do ensino superior videoaula 4
Didática do ensino superior videoaula 4Karlla Costa
 

Mais procurados (7)

Passos para elaborar projeto
Passos para elaborar projetoPassos para elaborar projeto
Passos para elaborar projeto
 
A biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectosA biblioteca escolar e a gestão de projectos
A biblioteca escolar e a gestão de projectos
 
Roteiro para elaboração do pitec2 (1)
Roteiro para elaboração do pitec2 (1)Roteiro para elaboração do pitec2 (1)
Roteiro para elaboração do pitec2 (1)
 
Metodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplina
Metodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplinaMetodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplina
Metodologia de Projeto Gráfico - Introdução a disciplina
 
Como cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializado
Como cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializadoComo cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializado
Como cada estilo de aprendizagem pode ser pontencializado
 
Proposta 01 _ projeto livreto virtual
Proposta 01 _ projeto livreto virtualProposta 01 _ projeto livreto virtual
Proposta 01 _ projeto livreto virtual
 
Didática do ensino superior videoaula 4
Didática do ensino superior videoaula 4Didática do ensino superior videoaula 4
Didática do ensino superior videoaula 4
 

Semelhante a Elaboração de projetos

Caderno atividades revisado.unid2
Caderno atividades revisado.unid2Caderno atividades revisado.unid2
Caderno atividades revisado.unid2analuisabindi
 
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de PiratubaClaudia Jung
 
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de PiratubaClaudia Jung
 
Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406
Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406
Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406afermartins
 
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-0601 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06EPAdmin
 
Como elaborar um Projeto Pedagógico
Como elaborar um Projeto PedagógicoComo elaborar um Projeto Pedagógico
Como elaborar um Projeto PedagógicoClaudia Dutra
 
Apresentação do super passo
Apresentação do super passoApresentação do super passo
Apresentação do super passoelaniasf
 
Apresentacao projetos
Apresentacao projetosApresentacao projetos
Apresentacao projetosgalvao2m
 
10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]
10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]
10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]Eduardo Lopes
 
Apresentacao Geral
Apresentacao GeralApresentacao Geral
Apresentacao GeralMônix Sousa
 
metodologias-ativas_eja_slides.pdf
metodologias-ativas_eja_slides.pdfmetodologias-ativas_eja_slides.pdf
metodologias-ativas_eja_slides.pdfFrancisMaryRosa2
 

Semelhante a Elaboração de projetos (20)

Projetos
ProjetosProjetos
Projetos
 
Caderno atividades revisado.unid2
Caderno atividades revisado.unid2Caderno atividades revisado.unid2
Caderno atividades revisado.unid2
 
Capacitação 6º ao 9ºano
Capacitação 6º ao 9ºanoCapacitação 6º ao 9ºano
Capacitação 6º ao 9ºano
 
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para elaboração de projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
 
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de PiratubaOrientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
Orientações para projetos na rede municipal de ensino de Piratuba
 
Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406
Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406
Apr i seminario virtual de educadores 144109185643406
 
Aprendizagem Por Projetos
Aprendizagem Por ProjetosAprendizagem Por Projetos
Aprendizagem Por Projetos
 
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-0601 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
01 Apresentação - Introdução ao espaço projecto - Paulo Nicola - 2015-11-06
 
Como elaborar um Projeto Pedagógico
Como elaborar um Projeto PedagógicoComo elaborar um Projeto Pedagógico
Como elaborar um Projeto Pedagógico
 
Manha.ppt
 Manha.ppt Manha.ppt
Manha.ppt
 
eTwinning: Project Based Learning
eTwinning: Project Based LearningeTwinning: Project Based Learning
eTwinning: Project Based Learning
 
Apresentação do super passo
Apresentação do super passoApresentação do super passo
Apresentação do super passo
 
Apresentacao projetos
Apresentacao projetosApresentacao projetos
Apresentacao projetos
 
10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]
10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]
10 fases da_aprendizagem_colaborativa[1]
 
Apresenta minicurso melp
Apresenta minicurso melpApresenta minicurso melp
Apresenta minicurso melp
 
Pedagogia De Projetos Curso
Pedagogia De Projetos CursoPedagogia De Projetos Curso
Pedagogia De Projetos Curso
 
Apresentacao Geral
Apresentacao GeralApresentacao Geral
Apresentacao Geral
 
Estrategias de ensino
Estrategias de ensinoEstrategias de ensino
Estrategias de ensino
 
metodologias-ativas_eja_slides.pdf
metodologias-ativas_eja_slides.pdfmetodologias-ativas_eja_slides.pdf
metodologias-ativas_eja_slides.pdf
 
Teste
TesteTeste
Teste
 

Último

Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 

Último (20)

Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 

Elaboração de projetos

  • 2. ELABORAÇÃO DE PROJETOS 3 EIXOS:  Projeto  Currículo  Tecnologia
  • 3.
  • 4.
  • 6. ATIVIDADES EIXO 1 • 1 – Apresentação (fórum) • 2- Meu projeto pessoal/profissional (Biblioteca ) • 3- Diálogo teórico (fórum) • 4 - Projeto e suas características (Biblioteca) • 5 - Banco de Projetos (seguir roteiro - Biblioteca ) • 6 - Proposta de Projetos (Biblioteca) • 7 - Reflexão sobre a aprendizagem (Diário de Bordo)
  • 8. • Todo projeto é interdisciplinar? • É possível desenvolver um projeto focado em um tema de uma determinada área do conhecimento?
  • 9.
  • 10.  Projeto é lançar-se para o futuro, com orientação. É a busca pelo que se pretende ser e conhecer. É a procura por respostas para uma interrogação que provoca interesse e incomoda. Dentro deste contexto de projeto não cabe uma proposta fechada que seja imposta para os alunos. Eles precisam lançar-se para um futuro aberto e não criado.
  • 11.  o destino escolar dos estudantes está ligado à capacidade deles de estabelecer projetos e de criar interrogações, expectativas e interesses para lançarem-se sobre eles.  Um trabalho em grupo dentro da sala de aula é um exercício de cidadania, uma vez que envolve pessoas com suas personalidades diferentes que, ao realizar um determinado projeto, buscam um resultado, uma meta comum... O trabalho com projetos é um micro-exercício da vida em sociedade.
  • 12.  A essência do projeto é a incerteza de sua realização.”... Num projeto deve sempre existir o risco, mas não a impossibilidade.  . “O professor não pode definir sozinho, sem a participação e interesse dos alunos, qual será o tema de um projeto. Um indivíduo não pode ter um projeto ou uma meta pelo outro”.  “O que acontece é que os alunos são surpreendentes quando são estimulados à dúvida e à pergunta. Surgem questões admiráveis.”
  • 13.  Identificação  Problematização/tema  Justificativa  Objetivo (Geral e Específico)  Conteúdos  Metodologia/procedimento/estratégia e cronograma  Recursos  Avaliação/resultados esperados  Produto final (divulgação/socialização)  Referências bibliográficas
  • 14.  Nome da Escola: Local (cidade/estado)  Turma  Número de alunos:  Professores envolvidos:
  • 15.  Sobre o que falaremos/pesquisaremos?  Qual a reclamação/necessidade?  O tema pode surgir: das discussões sobre um determinado assunto que é interesse de todos; de assuntos de outros projetos que ficaram pendentes.  O tema deve ser consenso do grupo e não votação. Chegar a um consenso implica argumentar, ouvir e manifestar-se.  Quando o tema partir do professor este deve vender a ideia aos alunos de modo que os mesmos comprem essa ideia.
  • 16.  Por que trataremos desse tema?  Escrever um breve texto argumentando sobre os motivos de ter escolhido o tema, as necessidades que levaram a realização, o que este projeto auxilia na aprendizagem. O que se espera conseguir com ele, a relevância da investigação, a contribuição que esse projeto dará a você e aos outros...  Pode-se pautar em algum referencial teórico dando força e credibilidade a pesquisa.
  • 17.  Geral: É complexo e amplo, pois abrange o que se quer alcançar ao final do projeto.
  • 18.  Específicos:  Conceituais (saber/conceito/conhecimento) Reconhecer, identificar, conceituar, relacionar, descrever, elencar, enumerar, localizar...  Procedimentais (saber fazer/o que o aluno irá produzir com o conhecimento adquirido) Praticar, produzir, ler, desenhar, confeccionar...  Atitudinais (saber ser/como o aluno passará a ser após o conhecimento adquirido) Ter bons... Conviver... Respeitar... Socializar... Ser agente de transformação na família, na sala de aula, no bairro...
  • 19.  Conteúdos que estarão envolvidos na execução do projeto, dentro de cada área do conhecimento (Português, matemática, história, geografia...)
  • 20.  Como realizaremos esse projeto? Como podemos dividir as atividades? Quando realizaremos as etapas planejadas? Quem realizará cada uma das atividades? Quem se responsabilizará pelo que?  Como vamos investigar a realidade: visita, palestra, pesquisa, entrevista, experiências, depoimento...  Organizar as atividades que serão realizadas para se chegar ao produto final. É fundamental explorar as inteligências múltiplas.  Pode-se esboçar um mapa conceitual.
  • 21.  Como operacionalizaremos? Quais serão os recursos – materiais e humanos – necessários para a realização do projeto?  Listar todo e qualquer tipo de material necessário para a realização do projeto.
  • 22.  O acompanhamento é fundamental para a correção das rotas, orientação e ajustes.  Verificar todo o processo e não só a aquisição dos alunos  O professor pode e deve interferir quando considerar que algum tópico está sendo tratado com superficialidade ou se as investigações estão incompletas.  Deve orientar o aprofundamento do que considera importante.
  • 23.  De modo geral, a avaliação, dentro da ótica dos projetos, é desenvolvida ao longo de todo o processo, buscando verificar a capacidade do aluno de resolver uma situação problemática real, dando enfoque para a mobilização e articulação de recursos.
  • 24.  Socialização do projeto realizado:  Divulgação:  na comunidade escolar: painel, apresentações, confecção de livros, etc.  Imprensa: falada, escrita.  Internet: Blog, Sites, web Texto, jornal virtual
  • 25.  É o registro dos diversos tipos de suportes que deram fundamentação a realização do projeto – impressos ou virtuais.  É o conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento que permitem sua identificação individual. (ABNT)
  • 26.  Jonas Belarmino – 11 cursistas = 3 projetos  CEIM – 2 cursistas = 1 projeto  Vila Brasil – 3 cursistas = 1 projeto  Vicente Pallotti – 4 cursistas = 1 projeto  Filinto Müller – 7 cursistas = 2 projetos
  • 27.  Poderá ser feitas em grupos de até quatro cursistas;
  • 28.  Ideias de projetos  http://amora.cap.ufrgs.br/projetos.php  Manual do cursista  http://portaldoprofessor.mec.gov.br/linksCursos Materiais.html?categoria=40  Proinfo Integrado  http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/ma teriais/0000011622.pdf  Construtivismo(Piaget) Construcionismo (Papert)  http://eproinfo.mec.gov.br/webfolio/Mod85175/ conteudo/unidade_1/podcast-valente-mp3- final.mp3