SlideShare uma empresa Scribd logo
Introdução à Metodologia
do Trabalho de Projecto
Prof° Doutora Brigida Singo
Trabalho de Projecto
• Todos os dias ouvimos falar de projectos.
• Basta estarmos atentos aos meios de
comunicação (jornal, rádio, televisão, etc.)
• para ouvirmos diversas referências aos
mais variados tipos de “projectos” em
curso,
Prof° Doutora Brigida Singo
Trabalho de Projecto
• qualquer que seja o domínio de actividade,
desses projectos por exemplo,
• um grande projecto de obras públicas,
como o da construção da vila olímpica no
Zimpeto para os jogos africanos em 2011,
• ou o da construção de um aeroporto
internacional em Nacala,
Prof° Doutora Brigida Singo
Trabalho de Projecto
• ou um projecto de intervenção com vista a
evitar a extinção de uma espécie animal
num determinado habitat ambiental,
• ou ainda um projecto com vista à melhoria
da qualidade de vida dos jovens ...
• Exemplo o Projecto de Construcao das
casas Joaquim Chissano no bairro dos
Pescadores
Prof° Doutora Brigida Singo
Trabalho de Projecto
• Mas também falamos de projectos na
Escola, considerando trabalhos em grupo,
ou de equipa,
• com vista a estudar e documentar um
certo assunto ou
• ainda o projecto de plantio de árvores de
fruta e sombra no recinto da nossa
escola.
Prof° Doutora Brigida Singo
Trabalho de Projecto
• de facto, há algo em comum entre os
projectos em geral e
• os projectos que efectuamos na Escola.
• Tanto uns como outros recorrem a uma
metodologia própria,
• embora, obviamente, a escalas diferentes.
Prof° Doutora Brigida Singo
Quando terminares esta
subunidade, é capaz de:
• utilizar de forma sistemática no teu
quotidiano a Metodologia do Trabalho de
Projecto;
• Aplicar o conhecimento dos tecnicismos
necessários à elaboração de um projecto
obedecendo as fases básicas;
• Usar ferramentas informáticas de gestão
de projectos.
Prof° Doutora Brigida Singo
O que é um Projecto?
• O termo “projecto” vem do latim
• pro + jectare que,
• significa
• “lançar para a frente, atirar”.
• Projectar algo
Prof° Doutora Brigida Singo
O que é um Projecto?
• Projectar significa investigar
• um tema,
• um problema,
• uma situação com o objectivo de a
conhecer e,
• se possível, apresentar interpretações e/ou
soluções novas
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• O conceito de projecto pode ser definido
de várias maneiras.
• Porém, há um conjunto de características
fundamentais que lhe estão quase sempre
associadas:
• Primeiro é que um projecto é sempre uma
actividade intencional.
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• A sua realização pressupõe um
objectivo,
• formulado pelos autores e executores
do projecto ou apropriado por eles,
• que dá unidade e sentido às várias
actividades, e está associada a um
produto final
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• que pode assumir formas muito
variadas,
• mas que procura responder ao
objectivo inicial e reflecte o trabalho
realizado.
• Um projecto pressupõe uma margem
considerável de iniciativa e
• de autonomia daqueles que o realizam,
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• os quais se tornam co-responsáveis
pelo trabalho e
• pelas escolhas ao longo das sucessivas
fases do seu desenvolvimento,
• é por isso que na escola ele representa
uma rica forma de aprendizagem,
• onde a ideia de cada aluno é muito
importante.
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• Geralmente, há um grupo de pessoas
envolvidas na realização do projecto,
• pelo que a aprendizagem por
cooperação e o trabalho colaborativo
• assumem igualmente uma grande
importância,
• ainda que haja também projectos
individuais
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
Prof° Doutora Brigida Singo
Fig. 3.1: espírito de equipa
Características de um Projecto
• A autenticidade é outra
característica fundamental de um
projecto.
• Aquilo que se pretende fazer constitui
um problema genuíno para quem o
faz e envolve alguma originalidade.
• Não se chama projecto à mera
reprodução de um trabalho já feito
por outros.
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• Um projecto envolve complexidade e
incerteza.
• São as tarefas complexas e
problemáticas que precisam de ser
"projectadas".
• O objectivo central do projecto
constitui um problema ou torna-se uma
fonte geradora de problemas.
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• Um projecto tem um carácter
prolongado e faseado.
• Pela sua própria natureza, um projecto
corresponde a um trabalho
• que se estende ao longo de um período
de tempo mais ou menos prolongado e
percorre várias fases
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• desde a formulação do objectivo
central
• até à apresentação dos resultados
passando pelo planeamento,
implementacao e execução.
• Assim, o Trabalho de Projecto é um
método de trabalho que se centra na
Prof° Doutora Brigida Singo
Características de um Projecto
• o Trabalho de Projecto é um método de
trabalho que se centra na
– investigação,
– análise e
– resolução de problemas em grupo,
• possibilitando desse modo o
desenvolvimento do sentido de
responsabilidade,
• da solidariedade e do espírito de equipa
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho do Projecto permitir-te-á:
• desenvolver uma cultura de autonomia,
pesquisa e reflexão;
• descobrir as inclinações vocacionais ou
caminhos profissionais;
• aprofundar a capacidade de relacionar
conhecimentos diversos;
• desenvolver a capacidade de comunicar e
exprimir opiniões publicamente;
• desenvolver a capacidade de questionar e
imaginar. Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
• É que na verdade, o Trabalho de Projecto é
uma estratégia que implica um método de
acção participativo, solidário,
• tendo em vista objectivos realizáveis e
estabelecidos de comum acordo.
• A realização do trabalho em moldes de
projecto é hoje indispensável em diversas
esferas da actividade escolar e profissional.
• Esta metodologia permite a gestão
integrada dos empreendimentos
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
incluindo a discussão
• das melhores estratégias,
• a realização de estudos iniciais,
• a coordenação dos esforços dos diversos
intervenientes,
• o emprego racional dos recursos,
• a avaliação e a tomada de acções correctivas
sempre que haja desvios relativamente aos
planos inicialmente traçados.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Importante!
• Um projecto é um empreendimento com
determinados objectivos,
• levado a cabo adoptando estratégias
adequadas, executando um conjunto de
actividades coordenadas,
• realizadas por uma equipa de participantes ao
longo de um tempo determinado, empregando
diversos recursos.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Elaboração do Projecto
• Um projecto surge em resposta a um problema
concreto,
• entendendo-se por *problema* a 'diferença
entre uma situação existente e uma outra que
é desejada
• Elaborar um projecto é, antes de mais nada,
contribuir para a solução desse problema,
transformando idéias em acções.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Elaboração do Projecto
• O documento chamado projecto é o resultado
obtido ao se “projectar” no papel tudo o que é
necessário para o desenvolvimento de um
conjunto de actividades a serem executadas:
– quais são os objectivos,
– que meios serão utilizados para atingi-los,
– quais recursos serão necessários,
– onde serão obtidos e
– serão avaliados os resultados.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
• A organização do projecto em um documento
nos auxilia
• sistematizar o trabalho em etapas a serem
cumpridas:
• compartilhar a imagem do que se quer
alcançar,
• identificar as principais deficiências a superar
• apontar possíveis falhas durante a execução
das actividades previstas
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Importante!
• A Metodologia do Trabalho de Projecto
consiste na adopção de um conjunto de
procedimentos,
• técnicas e instrumentos com vista a ati
ngir os objectivos do projecto a ser
pesquisado.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Importante!
• A metodologia de projecto assenta numa
ordem lógica de procedimentos e
operações que se interligam,
• por isso, há determinadas etapas que
devem ser observadas na formulação de um
projecto.
• São etapas que se sucedem no tempo, na
maioria das vezes, com alguma
sobreposição.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Importante!
• Todas elas são essenciais à consecução
dos objectivos e
• por consequência, todas devem ser
tratadas com igual atenção:
– Concepção
– Definição dos objectivos
– Selecção de estratégias
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Importante!
• por consequência, todas devem ser
tratadas com igual atenção:
– Planeamento das actividades
– Produção documental
– Realização
– Avaliação
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Prof° Doutora Brigida Singo
Concepção
Definição dos
objectivos
Selecção de
estratégias
Planeamento das
actividades
Produção
documental
Realização
Avaliação
Fig. 3.2: Equiparação das Etapas na formulação do Projecto
O Trabalho de Projecto
• Obviamente que estas etapas têm por sua
vez diferentes subetapas, consoante o
projecto em questão.
Concepção
• O aluno ou grupo de alunos formula uma
ideia, original ou não, com vista à resolução
de um problema,
• quer dizer, o projecto será desenvolvido em
torno de uma situação definida e assumida
pelo grupo.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Concepção
• Nesta etapa define-se o problema quer
quantitativa quer qualitativamente,
• estabelecendo-se prioridades, indicando-se
as causas prováveis;
• seleccionam-se recursos, e os grupos
intervenientes.
• É uma etapa que se traduz naquilo que
normalmente se chama pesquisa – acção.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
O problema
• O problema deverá ser relevante e
significativo para cada um dos participantes,
• e deve ser tratado em ligação com o contexto
(realidade) em que se insere e com as
experiências dos alunos.
• Só assim haverá garantias para um real
envolvimento de todos os alunos.
• de modo a garantir-se este envolvimento de
todos,
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
O Problema
• o problema a solucionar deve ter as
seguintes características:
• Autêntico, real; Relevante e significativo
para cada um dos participantes;
• Ter uma ligação ao meio social dos
participantes, i.e.,
• ser possível resolvê-lo tendo em conta as
condições do meio envolvente,
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
o problema
• partindo das experiências de cada aluno;
• Passível de ser investigado (exequível);
• Admitir vários caminhos de resolução;
• Reflectir vários ramos do saber;
• Susceptível de ser formulado através de um
conjunto de questões.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Definição de objectivos
• A formulação de objectivos deverá ser
precisa, sem ambiguidades e deverá partir
do conhecimento da realidade.
• Algumas considerações sobre formulação e
selecção de objectivos.
• Para uma correcta formulação e selecção
de objectivos, é preciso distinguir entre:
• finalidades ou metas e objectivos gerais e
específicos.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Definição de objectivos
• É de todo aconselhável que o projecto não
se espartilhe em demasiadas finalidades
• (pois os seus promotores correm o risco de
se perderem), escolhendo, por isso, uma só
finalidade.
• É necessário, então, escolher pontos
intermédios de chegada:
• falamos da definição de objectivos gerais e
específicos.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Definição de objectivos
• Os objectivos gerais indicam as grandes
intenções de um projecto.
• Em regra, como também não são
formuláveis em termos operacionais,
• carecem de datação e de localização
precisas.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Definição de objectivos
• Os objectivos específicos devem permitir
desmontar os objectivos gerais,
• pelo que terão que ser formulados em
termos operativos,
• o que deixará avaliar da sua concretização.
• Por outro lado, serão susceptíveis de ser
atingidos a curto prazo e
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Definição de objectivos
• o seu enunciado não dará lugar a
ambiguidades de interpretação
• sendo, sempre que possível,
quantificados.
• Os objectivos específicos têm como
alcance
• o sector de actividade em relação aos
quais são definidos
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Selecção de estratégias
• A selecção de estratégias deverá partir da
• articulação entre os objectivos e os recursos
disponíveis.
• “Caminhante não há caminho, o caminho faz-
se andando.”
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Planeamento das actividades
• Nesta fase são elaborados os documentos
que servem de suporte à implementação e
conclusão do projecto.
• Nestes documentos são definidas as datas
de inicio / fim do projecto,
• as tarefas do projecto, os recursos
(humanos ou materiais) essenciais para a
execução das tarefas,
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Planeamento das actividades
• os custos do projecto (em termos de
salários e custos de materiais), e as
dependências entre tarefas;
• Ao iniciar a planificação de um projecto
devemos ter em mente,
• que vamos ter de responder, pelo menos, às
seguintes perguntas:
• Qual a data de inicio do projecto?
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Planeamento das actividades
• Ao iniciar a planificação de um projecto
devemos responder às seguintes perguntas:
• Quais as tarefas a executar?
• Quais as datas de inicio e término das
tarefas?
• Quem vai executar o trabalho?
• Como gerir os custos?
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Documentação
• Do estudo feito, elabora-se um dossier
do projecto com a descrição das
soluções encontradas,
• escolhas tecnológicas feitas, cálculos e
dimensionamentos efectuados,
• estudos gráficos, desenhos efectuados,
orçamentação efectuada, etc.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Documentação
• Nesta etapa as TIC constituem um veículo
organizador da informação e
• ao mesmo tempo um facilitador do
processo de sistematização da preparação
do trabalho.
• Construir um cronograma, um organigrama
e elaborar instrumentos de pesquisa com o
processador de texto,
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Documentação
• identificar recursos na Internet, são exemplos
da utilização das TIC.
• Por outro lado, discutir e confrontar ideias
com os outros parceiros,
• pode também ser feito através da
comunicação síncrona,
• através de um IRC/Chat ou assíncrona, quer
se utilize o correio electrónico quer um fórum
de discussão,
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Documentação
• permitindo aos alunos interagir numa
comunidade mais alargada para
partilhar
• informação,
• dados,
• recursos e
• Ideias Documentação
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Prof° Doutora Brigida Singo
Fig.3.3: As TIC podem dar o seu contributo
O Trabalho de Projecto
Realização
• são executadas as acções definidas
no plano de projecto.
• Isto implica a mobilização atempada
dos recursos humanos e materiais e
• o acompanhamento das acções por
parte da gestão do projecto.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Avaliação
• Na fase final do projecto é importante que o
grupo faça uma reflexão
• sobre todo o processo,
• sobre as dificuldades que sentiu,
• sobre as estratégias que utilizou e
• sobre a forma como encontrou as soluções.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Divulgação dos resultados
• Deverá haver um relatório final de
divulgação dos resultados.
• Na divulgação dos resultados os alunos
darão a conhecer aos seus pares,
• à comunidade educativa e/ou à
comunidade em geral,
• o resultado do seu trabalho, dando
significado à produção realizada.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
• Aqui também as TIC apresentam grandes
potencialidades ,
• tanto na apresentação (que pode ser feita
recorrendo a uma apresentação em
PowerPoint)
• como na divulgação, que pode ser feita
através do suporte de papel - brochuras,
cartazes, relatórios.
• Ao longo destas fases, deve sempre estar
presente um forte espírito de equipa e uma
firme liderança rumo aos objectivos.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Prof° Doutora Brigida Singo
Fig. 3.4: Espírito de equipa e firme liderança
O Trabalho de Projecto
Quer dizer,
• O trabalho de Projecto é uma
metodologia que deve ser assumida em
grupo e
• que pressupõe um grande envolvimento
de todos os participantes.
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Resumo
• Vivemos numa época em que se fala
constantemente de projectos.
• Hoje em dia, nos mais diversos domínios de
actividade, a concepção e o desenvolvimento de
projectos
• surge frequentemente como uma tentativa de dar
resposta a problemas complexos com que nos
defrontamos.
• Por isso, achamos que era muito importante
terminares este nível de ensino
Prof° Doutora Brigida Singo
O Trabalho de Projecto
Resumo
• com algumas noções sobre a metodologia de trabalho
de projectos, pois assim, sais munido de mais uma
ferramenta.
• Tal como diz Jean-Pierre Boutinet, o projecto é uma
figura emblemática da nossa modernidade.
• Ao contrário das sociedades tradicionais, o nosso
tempo é caracterizado pelas “culturas de antecipação”
que, sob o impulso da evolução científica e
• tecnológica, recorrem a figuras diversas (projectos,
previsões, planificações) com o propósito de “explorar
o futuro para domesticá-lo”.
Prof° Doutora Brigida Singo

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Dpp1

Modelo de Projeto Interact
Modelo de Projeto InteractModelo de Projeto Interact
Modelo de Projeto Interact
Marina Wekid
 
Orientações básicas para a elaboração de projetos
Orientações básicas para a elaboração de projetosOrientações básicas para a elaboração de projetos
Orientações básicas para a elaboração de projetos
Rodolfo Almeida
 
Aula 1 - Introdução
Aula 1 - IntroduçãoAula 1 - Introdução
Aula 1 - Introdução
Matheus de Lara Calache
 
Elaboracao de projetos:ZOPP e Marco Lógico
Elaboracao de projetos:ZOPP e Marco LógicoElaboracao de projetos:ZOPP e Marco Lógico
Elaboracao de projetos:ZOPP e Marco Lógico
Jackson De Toni
 
Gerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmoGerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmo
Eduardo Castro
 
Mgp aula 02
Mgp aula 02Mgp aula 02
Mgp aula 02
Domingos Andrade
 
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processosPp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Luciana C. L. Silva
 
Pensamento projetual expansivo (design thinking)
Pensamento projetual expansivo (design thinking)Pensamento projetual expansivo (design thinking)
Pensamento projetual expansivo (design thinking)
UTFPR
 
Doc.Igor_7
Doc.Igor_7Doc.Igor_7
Doc.Igor_7
Igor Melo
 
Palestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de ProjetosPalestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de Projetos
João Paulo S. Araújo
 
Introdução a Gerenciamento de Projetos
Introdução a Gerenciamento de ProjetosIntrodução a Gerenciamento de Projetos
Introdução a Gerenciamento de Projetos
Wilker Bueno de Freitas Rosa
 
Gestao Projetos para quê?
Gestao Projetos para quê?Gestao Projetos para quê?
Gestao Projetos para quê?
Gustavo Aguia
 
O Que é Projeto?
 O Que é Projeto? O Que é Projeto?
O Que é Projeto?
estreladocevi
 
Aula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptx
Aula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptxAula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptx
Aula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptx
GeorgeoNocera2
 
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
Alessandro Almeida
 
Tppp5 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Tppp5   02 - projeto de produtos, serviços e processosTppp5   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Tppp5 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Luciana C. L. Silva
 
Aula 01 análise - 2014 - 2
Aula 01   análise - 2014 - 2Aula 01   análise - 2014 - 2
Aula 01 análise - 2014 - 2
Edgar Caldeira da Cruz
 
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Paulo Junior
 
Planejamento, Execução e Controle de Projetos
Planejamento, Execução e Controle de ProjetosPlanejamento, Execução e Controle de Projetos
Planejamento, Execução e Controle de Projetos
Alessandro Almeida
 
Gerência de Projetos como agente de mudanças nas organizações
Gerência de Projetos como agente de mudanças nas organizaçõesGerência de Projetos como agente de mudanças nas organizações
Gerência de Projetos como agente de mudanças nas organizações
marcoamy
 

Semelhante a Dpp1 (20)

Modelo de Projeto Interact
Modelo de Projeto InteractModelo de Projeto Interact
Modelo de Projeto Interact
 
Orientações básicas para a elaboração de projetos
Orientações básicas para a elaboração de projetosOrientações básicas para a elaboração de projetos
Orientações básicas para a elaboração de projetos
 
Aula 1 - Introdução
Aula 1 - IntroduçãoAula 1 - Introdução
Aula 1 - Introdução
 
Elaboracao de projetos:ZOPP e Marco Lógico
Elaboracao de projetos:ZOPP e Marco LógicoElaboracao de projetos:ZOPP e Marco Lógico
Elaboracao de projetos:ZOPP e Marco Lógico
 
Gerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmoGerencia projeto e pmo
Gerencia projeto e pmo
 
Mgp aula 02
Mgp aula 02Mgp aula 02
Mgp aula 02
 
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processosPp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
 
Pensamento projetual expansivo (design thinking)
Pensamento projetual expansivo (design thinking)Pensamento projetual expansivo (design thinking)
Pensamento projetual expansivo (design thinking)
 
Doc.Igor_7
Doc.Igor_7Doc.Igor_7
Doc.Igor_7
 
Palestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de ProjetosPalestra sobre Gestão de Projetos
Palestra sobre Gestão de Projetos
 
Introdução a Gerenciamento de Projetos
Introdução a Gerenciamento de ProjetosIntrodução a Gerenciamento de Projetos
Introdução a Gerenciamento de Projetos
 
Gestao Projetos para quê?
Gestao Projetos para quê?Gestao Projetos para quê?
Gestao Projetos para quê?
 
O Que é Projeto?
 O Que é Projeto? O Que é Projeto?
O Que é Projeto?
 
Aula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptx
Aula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptxAula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptx
Aula_02_Frameworks_de_Gestao_de_Projetos.pptx
 
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
[slides] Planejamento, Execução e Controle de Projetos (2015: 2º semestre)
 
Tppp5 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Tppp5   02 - projeto de produtos, serviços e processosTppp5   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Tppp5 02 - projeto de produtos, serviços e processos
 
Aula 01 análise - 2014 - 2
Aula 01   análise - 2014 - 2Aula 01   análise - 2014 - 2
Aula 01 análise - 2014 - 2
 
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)Gerenciamento de projetos   aula 1 (introdução)
Gerenciamento de projetos aula 1 (introdução)
 
Planejamento, Execução e Controle de Projetos
Planejamento, Execução e Controle de ProjetosPlanejamento, Execução e Controle de Projetos
Planejamento, Execução e Controle de Projetos
 
Gerência de Projetos como agente de mudanças nas organizações
Gerência de Projetos como agente de mudanças nas organizaçõesGerência de Projetos como agente de mudanças nas organizações
Gerência de Projetos como agente de mudanças nas organizações
 

Mais de Ivaristo Americo

Gmzr aula 7
Gmzr   aula 7Gmzr   aula 7
Gmzr aula 7
Ivaristo Americo
 
Gmzr aula 6
Gmzr   aula 6Gmzr   aula 6
Gmzr aula 6
Ivaristo Americo
 
Gmzr aula 5
Gmzr   aula 5Gmzr   aula 5
Gmzr aula 5
Ivaristo Americo
 
Gmzr aula 3
Gmzr   aula 3Gmzr   aula 3
Gmzr aula 3
Ivaristo Americo
 
Gmr aula 1
Gmr  aula 1Gmr  aula 1
Gmr aula 1
Ivaristo Americo
 
Gmzr aula 4
Gmzr   aula 4Gmzr   aula 4
Gmzr aula 4
Ivaristo Americo
 
Slaide vaca louca
Slaide vaca loucaSlaide vaca louca
Slaide vaca louca
Ivaristo Americo
 
Nossos slides de epidemiologia
Nossos slides de epidemiologiaNossos slides de epidemiologia
Nossos slides de epidemiologia
Ivaristo Americo
 
Iv doencas das aves
Iv doencas das avesIv doencas das aves
Iv doencas das aves
Ivaristo Americo
 
Iii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinosIii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinos
Ivaristo Americo
 
Febre aftose
Febre aftoseFebre aftose
Febre aftose
Ivaristo Americo
 
Coccidiose aviaria
Coccidiose aviariaCoccidiose aviaria
Coccidiose aviaria
Ivaristo Americo
 
Iii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinosIii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinos
Ivaristo Americo
 
Brucelose 01
Brucelose 01Brucelose 01
Brucelose 01
Ivaristo Americo
 
Aula 1-epidemiologia
Aula 1-epidemiologiaAula 1-epidemiologia
Aula 1-epidemiologia
Ivaristo Americo
 
Aula 1 tipos de epidemiologia
Aula 1 tipos de epidemiologiaAula 1 tipos de epidemiologia
Aula 1 tipos de epidemiologia
Ivaristo Americo
 
Aula 2 brucelose doencas em bovinos
Aula 2  brucelose doencas em bovinosAula 2  brucelose doencas em bovinos
Aula 2 brucelose doencas em bovinos
Ivaristo Americo
 
Meios didacticos iv
Meios didacticos   ivMeios didacticos   iv
Meios didacticos iv
Ivaristo Americo
 
Formadores
FormadoresFormadores
Formadores
Ivaristo Americo
 
Estratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagemEstratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagem
Ivaristo Americo
 

Mais de Ivaristo Americo (20)

Gmzr aula 7
Gmzr   aula 7Gmzr   aula 7
Gmzr aula 7
 
Gmzr aula 6
Gmzr   aula 6Gmzr   aula 6
Gmzr aula 6
 
Gmzr aula 5
Gmzr   aula 5Gmzr   aula 5
Gmzr aula 5
 
Gmzr aula 3
Gmzr   aula 3Gmzr   aula 3
Gmzr aula 3
 
Gmr aula 1
Gmr  aula 1Gmr  aula 1
Gmr aula 1
 
Gmzr aula 4
Gmzr   aula 4Gmzr   aula 4
Gmzr aula 4
 
Slaide vaca louca
Slaide vaca loucaSlaide vaca louca
Slaide vaca louca
 
Nossos slides de epidemiologia
Nossos slides de epidemiologiaNossos slides de epidemiologia
Nossos slides de epidemiologia
 
Iv doencas das aves
Iv doencas das avesIv doencas das aves
Iv doencas das aves
 
Iii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinosIii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinos
 
Febre aftose
Febre aftoseFebre aftose
Febre aftose
 
Coccidiose aviaria
Coccidiose aviariaCoccidiose aviaria
Coccidiose aviaria
 
Iii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinosIii doenca dos suinos
Iii doenca dos suinos
 
Brucelose 01
Brucelose 01Brucelose 01
Brucelose 01
 
Aula 1-epidemiologia
Aula 1-epidemiologiaAula 1-epidemiologia
Aula 1-epidemiologia
 
Aula 1 tipos de epidemiologia
Aula 1 tipos de epidemiologiaAula 1 tipos de epidemiologia
Aula 1 tipos de epidemiologia
 
Aula 2 brucelose doencas em bovinos
Aula 2  brucelose doencas em bovinosAula 2  brucelose doencas em bovinos
Aula 2 brucelose doencas em bovinos
 
Meios didacticos iv
Meios didacticos   ivMeios didacticos   iv
Meios didacticos iv
 
Formadores
FormadoresFormadores
Formadores
 
Estratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagemEstratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagem
 

Último

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 

Último (20)

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 

Dpp1

  • 1. Introdução à Metodologia do Trabalho de Projecto Prof° Doutora Brigida Singo
  • 2. Trabalho de Projecto • Todos os dias ouvimos falar de projectos. • Basta estarmos atentos aos meios de comunicação (jornal, rádio, televisão, etc.) • para ouvirmos diversas referências aos mais variados tipos de “projectos” em curso, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 3. Trabalho de Projecto • qualquer que seja o domínio de actividade, desses projectos por exemplo, • um grande projecto de obras públicas, como o da construção da vila olímpica no Zimpeto para os jogos africanos em 2011, • ou o da construção de um aeroporto internacional em Nacala, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 4. Trabalho de Projecto • ou um projecto de intervenção com vista a evitar a extinção de uma espécie animal num determinado habitat ambiental, • ou ainda um projecto com vista à melhoria da qualidade de vida dos jovens ... • Exemplo o Projecto de Construcao das casas Joaquim Chissano no bairro dos Pescadores Prof° Doutora Brigida Singo
  • 5. Trabalho de Projecto • Mas também falamos de projectos na Escola, considerando trabalhos em grupo, ou de equipa, • com vista a estudar e documentar um certo assunto ou • ainda o projecto de plantio de árvores de fruta e sombra no recinto da nossa escola. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 6. Trabalho de Projecto • de facto, há algo em comum entre os projectos em geral e • os projectos que efectuamos na Escola. • Tanto uns como outros recorrem a uma metodologia própria, • embora, obviamente, a escalas diferentes. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 7. Quando terminares esta subunidade, é capaz de: • utilizar de forma sistemática no teu quotidiano a Metodologia do Trabalho de Projecto; • Aplicar o conhecimento dos tecnicismos necessários à elaboração de um projecto obedecendo as fases básicas; • Usar ferramentas informáticas de gestão de projectos. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 8. O que é um Projecto? • O termo “projecto” vem do latim • pro + jectare que, • significa • “lançar para a frente, atirar”. • Projectar algo Prof° Doutora Brigida Singo
  • 9. O que é um Projecto? • Projectar significa investigar • um tema, • um problema, • uma situação com o objectivo de a conhecer e, • se possível, apresentar interpretações e/ou soluções novas Prof° Doutora Brigida Singo
  • 10. Características de um Projecto • O conceito de projecto pode ser definido de várias maneiras. • Porém, há um conjunto de características fundamentais que lhe estão quase sempre associadas: • Primeiro é que um projecto é sempre uma actividade intencional. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 11. Características de um Projecto • A sua realização pressupõe um objectivo, • formulado pelos autores e executores do projecto ou apropriado por eles, • que dá unidade e sentido às várias actividades, e está associada a um produto final Prof° Doutora Brigida Singo
  • 12. Características de um Projecto • que pode assumir formas muito variadas, • mas que procura responder ao objectivo inicial e reflecte o trabalho realizado. • Um projecto pressupõe uma margem considerável de iniciativa e • de autonomia daqueles que o realizam, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 13. Características de um Projecto • os quais se tornam co-responsáveis pelo trabalho e • pelas escolhas ao longo das sucessivas fases do seu desenvolvimento, • é por isso que na escola ele representa uma rica forma de aprendizagem, • onde a ideia de cada aluno é muito importante. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 14. Características de um Projecto • Geralmente, há um grupo de pessoas envolvidas na realização do projecto, • pelo que a aprendizagem por cooperação e o trabalho colaborativo • assumem igualmente uma grande importância, • ainda que haja também projectos individuais Prof° Doutora Brigida Singo
  • 15. Características de um Projecto Prof° Doutora Brigida Singo Fig. 3.1: espírito de equipa
  • 16. Características de um Projecto • A autenticidade é outra característica fundamental de um projecto. • Aquilo que se pretende fazer constitui um problema genuíno para quem o faz e envolve alguma originalidade. • Não se chama projecto à mera reprodução de um trabalho já feito por outros. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 17. Características de um Projecto • Um projecto envolve complexidade e incerteza. • São as tarefas complexas e problemáticas que precisam de ser "projectadas". • O objectivo central do projecto constitui um problema ou torna-se uma fonte geradora de problemas. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 18. Características de um Projecto • Um projecto tem um carácter prolongado e faseado. • Pela sua própria natureza, um projecto corresponde a um trabalho • que se estende ao longo de um período de tempo mais ou menos prolongado e percorre várias fases Prof° Doutora Brigida Singo
  • 19. Características de um Projecto • desde a formulação do objectivo central • até à apresentação dos resultados passando pelo planeamento, implementacao e execução. • Assim, o Trabalho de Projecto é um método de trabalho que se centra na Prof° Doutora Brigida Singo
  • 20. Características de um Projecto • o Trabalho de Projecto é um método de trabalho que se centra na – investigação, – análise e – resolução de problemas em grupo, • possibilitando desse modo o desenvolvimento do sentido de responsabilidade, • da solidariedade e do espírito de equipa Prof° Doutora Brigida Singo
  • 21. O Trabalho do Projecto permitir-te-á: • desenvolver uma cultura de autonomia, pesquisa e reflexão; • descobrir as inclinações vocacionais ou caminhos profissionais; • aprofundar a capacidade de relacionar conhecimentos diversos; • desenvolver a capacidade de comunicar e exprimir opiniões publicamente; • desenvolver a capacidade de questionar e imaginar. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 22. O Trabalho de Projecto • É que na verdade, o Trabalho de Projecto é uma estratégia que implica um método de acção participativo, solidário, • tendo em vista objectivos realizáveis e estabelecidos de comum acordo. • A realização do trabalho em moldes de projecto é hoje indispensável em diversas esferas da actividade escolar e profissional. • Esta metodologia permite a gestão integrada dos empreendimentos Prof° Doutora Brigida Singo
  • 23. O Trabalho de Projecto incluindo a discussão • das melhores estratégias, • a realização de estudos iniciais, • a coordenação dos esforços dos diversos intervenientes, • o emprego racional dos recursos, • a avaliação e a tomada de acções correctivas sempre que haja desvios relativamente aos planos inicialmente traçados. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 24. O Trabalho de Projecto Importante! • Um projecto é um empreendimento com determinados objectivos, • levado a cabo adoptando estratégias adequadas, executando um conjunto de actividades coordenadas, • realizadas por uma equipa de participantes ao longo de um tempo determinado, empregando diversos recursos. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 25. O Trabalho de Projecto Elaboração do Projecto • Um projecto surge em resposta a um problema concreto, • entendendo-se por *problema* a 'diferença entre uma situação existente e uma outra que é desejada • Elaborar um projecto é, antes de mais nada, contribuir para a solução desse problema, transformando idéias em acções. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 26. O Trabalho de Projecto Elaboração do Projecto • O documento chamado projecto é o resultado obtido ao se “projectar” no papel tudo o que é necessário para o desenvolvimento de um conjunto de actividades a serem executadas: – quais são os objectivos, – que meios serão utilizados para atingi-los, – quais recursos serão necessários, – onde serão obtidos e – serão avaliados os resultados. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 27. O Trabalho de Projecto • A organização do projecto em um documento nos auxilia • sistematizar o trabalho em etapas a serem cumpridas: • compartilhar a imagem do que se quer alcançar, • identificar as principais deficiências a superar • apontar possíveis falhas durante a execução das actividades previstas Prof° Doutora Brigida Singo
  • 28. O Trabalho de Projecto Importante! • A Metodologia do Trabalho de Projecto consiste na adopção de um conjunto de procedimentos, • técnicas e instrumentos com vista a ati ngir os objectivos do projecto a ser pesquisado. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 29. O Trabalho de Projecto Importante! • A metodologia de projecto assenta numa ordem lógica de procedimentos e operações que se interligam, • por isso, há determinadas etapas que devem ser observadas na formulação de um projecto. • São etapas que se sucedem no tempo, na maioria das vezes, com alguma sobreposição. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 30. O Trabalho de Projecto Importante! • Todas elas são essenciais à consecução dos objectivos e • por consequência, todas devem ser tratadas com igual atenção: – Concepção – Definição dos objectivos – Selecção de estratégias Prof° Doutora Brigida Singo
  • 31. O Trabalho de Projecto Importante! • por consequência, todas devem ser tratadas com igual atenção: – Planeamento das actividades – Produção documental – Realização – Avaliação Prof° Doutora Brigida Singo
  • 32. O Trabalho de Projecto Prof° Doutora Brigida Singo Concepção Definição dos objectivos Selecção de estratégias Planeamento das actividades Produção documental Realização Avaliação Fig. 3.2: Equiparação das Etapas na formulação do Projecto
  • 33. O Trabalho de Projecto • Obviamente que estas etapas têm por sua vez diferentes subetapas, consoante o projecto em questão. Concepção • O aluno ou grupo de alunos formula uma ideia, original ou não, com vista à resolução de um problema, • quer dizer, o projecto será desenvolvido em torno de uma situação definida e assumida pelo grupo. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 34. O Trabalho de Projecto Concepção • Nesta etapa define-se o problema quer quantitativa quer qualitativamente, • estabelecendo-se prioridades, indicando-se as causas prováveis; • seleccionam-se recursos, e os grupos intervenientes. • É uma etapa que se traduz naquilo que normalmente se chama pesquisa – acção. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 35. O Trabalho de Projecto O problema • O problema deverá ser relevante e significativo para cada um dos participantes, • e deve ser tratado em ligação com o contexto (realidade) em que se insere e com as experiências dos alunos. • Só assim haverá garantias para um real envolvimento de todos os alunos. • de modo a garantir-se este envolvimento de todos, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 36. O Trabalho de Projecto O Problema • o problema a solucionar deve ter as seguintes características: • Autêntico, real; Relevante e significativo para cada um dos participantes; • Ter uma ligação ao meio social dos participantes, i.e., • ser possível resolvê-lo tendo em conta as condições do meio envolvente, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 37. O Trabalho de Projecto o problema • partindo das experiências de cada aluno; • Passível de ser investigado (exequível); • Admitir vários caminhos de resolução; • Reflectir vários ramos do saber; • Susceptível de ser formulado através de um conjunto de questões. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 38. O Trabalho de Projecto Definição de objectivos • A formulação de objectivos deverá ser precisa, sem ambiguidades e deverá partir do conhecimento da realidade. • Algumas considerações sobre formulação e selecção de objectivos. • Para uma correcta formulação e selecção de objectivos, é preciso distinguir entre: • finalidades ou metas e objectivos gerais e específicos. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 39. O Trabalho de Projecto Definição de objectivos • É de todo aconselhável que o projecto não se espartilhe em demasiadas finalidades • (pois os seus promotores correm o risco de se perderem), escolhendo, por isso, uma só finalidade. • É necessário, então, escolher pontos intermédios de chegada: • falamos da definição de objectivos gerais e específicos. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 40. O Trabalho de Projecto Definição de objectivos • Os objectivos gerais indicam as grandes intenções de um projecto. • Em regra, como também não são formuláveis em termos operacionais, • carecem de datação e de localização precisas. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 41. O Trabalho de Projecto Definição de objectivos • Os objectivos específicos devem permitir desmontar os objectivos gerais, • pelo que terão que ser formulados em termos operativos, • o que deixará avaliar da sua concretização. • Por outro lado, serão susceptíveis de ser atingidos a curto prazo e Prof° Doutora Brigida Singo
  • 42. O Trabalho de Projecto Definição de objectivos • o seu enunciado não dará lugar a ambiguidades de interpretação • sendo, sempre que possível, quantificados. • Os objectivos específicos têm como alcance • o sector de actividade em relação aos quais são definidos Prof° Doutora Brigida Singo
  • 43. O Trabalho de Projecto Selecção de estratégias • A selecção de estratégias deverá partir da • articulação entre os objectivos e os recursos disponíveis. • “Caminhante não há caminho, o caminho faz- se andando.” Prof° Doutora Brigida Singo
  • 44. O Trabalho de Projecto Planeamento das actividades • Nesta fase são elaborados os documentos que servem de suporte à implementação e conclusão do projecto. • Nestes documentos são definidas as datas de inicio / fim do projecto, • as tarefas do projecto, os recursos (humanos ou materiais) essenciais para a execução das tarefas, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 45. O Trabalho de Projecto Planeamento das actividades • os custos do projecto (em termos de salários e custos de materiais), e as dependências entre tarefas; • Ao iniciar a planificação de um projecto devemos ter em mente, • que vamos ter de responder, pelo menos, às seguintes perguntas: • Qual a data de inicio do projecto? Prof° Doutora Brigida Singo
  • 46. O Trabalho de Projecto Planeamento das actividades • Ao iniciar a planificação de um projecto devemos responder às seguintes perguntas: • Quais as tarefas a executar? • Quais as datas de inicio e término das tarefas? • Quem vai executar o trabalho? • Como gerir os custos? Prof° Doutora Brigida Singo
  • 47. O Trabalho de Projecto Documentação • Do estudo feito, elabora-se um dossier do projecto com a descrição das soluções encontradas, • escolhas tecnológicas feitas, cálculos e dimensionamentos efectuados, • estudos gráficos, desenhos efectuados, orçamentação efectuada, etc. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 48. O Trabalho de Projecto Documentação • Nesta etapa as TIC constituem um veículo organizador da informação e • ao mesmo tempo um facilitador do processo de sistematização da preparação do trabalho. • Construir um cronograma, um organigrama e elaborar instrumentos de pesquisa com o processador de texto, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 49. O Trabalho de Projecto Documentação • identificar recursos na Internet, são exemplos da utilização das TIC. • Por outro lado, discutir e confrontar ideias com os outros parceiros, • pode também ser feito através da comunicação síncrona, • através de um IRC/Chat ou assíncrona, quer se utilize o correio electrónico quer um fórum de discussão, Prof° Doutora Brigida Singo
  • 50. O Trabalho de Projecto Documentação • permitindo aos alunos interagir numa comunidade mais alargada para partilhar • informação, • dados, • recursos e • Ideias Documentação Prof° Doutora Brigida Singo
  • 51. O Trabalho de Projecto Prof° Doutora Brigida Singo Fig.3.3: As TIC podem dar o seu contributo
  • 52. O Trabalho de Projecto Realização • são executadas as acções definidas no plano de projecto. • Isto implica a mobilização atempada dos recursos humanos e materiais e • o acompanhamento das acções por parte da gestão do projecto. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 53. O Trabalho de Projecto Avaliação • Na fase final do projecto é importante que o grupo faça uma reflexão • sobre todo o processo, • sobre as dificuldades que sentiu, • sobre as estratégias que utilizou e • sobre a forma como encontrou as soluções. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 54. O Trabalho de Projecto Divulgação dos resultados • Deverá haver um relatório final de divulgação dos resultados. • Na divulgação dos resultados os alunos darão a conhecer aos seus pares, • à comunidade educativa e/ou à comunidade em geral, • o resultado do seu trabalho, dando significado à produção realizada. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 55. O Trabalho de Projecto • Aqui também as TIC apresentam grandes potencialidades , • tanto na apresentação (que pode ser feita recorrendo a uma apresentação em PowerPoint) • como na divulgação, que pode ser feita através do suporte de papel - brochuras, cartazes, relatórios. • Ao longo destas fases, deve sempre estar presente um forte espírito de equipa e uma firme liderança rumo aos objectivos. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 56. O Trabalho de Projecto Prof° Doutora Brigida Singo Fig. 3.4: Espírito de equipa e firme liderança
  • 57. O Trabalho de Projecto Quer dizer, • O trabalho de Projecto é uma metodologia que deve ser assumida em grupo e • que pressupõe um grande envolvimento de todos os participantes. Prof° Doutora Brigida Singo
  • 58. O Trabalho de Projecto Resumo • Vivemos numa época em que se fala constantemente de projectos. • Hoje em dia, nos mais diversos domínios de actividade, a concepção e o desenvolvimento de projectos • surge frequentemente como uma tentativa de dar resposta a problemas complexos com que nos defrontamos. • Por isso, achamos que era muito importante terminares este nível de ensino Prof° Doutora Brigida Singo
  • 59. O Trabalho de Projecto Resumo • com algumas noções sobre a metodologia de trabalho de projectos, pois assim, sais munido de mais uma ferramenta. • Tal como diz Jean-Pierre Boutinet, o projecto é uma figura emblemática da nossa modernidade. • Ao contrário das sociedades tradicionais, o nosso tempo é caracterizado pelas “culturas de antecipação” que, sob o impulso da evolução científica e • tecnológica, recorrem a figuras diversas (projectos, previsões, planificações) com o propósito de “explorar o futuro para domesticá-lo”. Prof° Doutora Brigida Singo