SlideShare uma empresa Scribd logo
Um  sismo , também chamado de terramoto, é um fenómeno de vibração brusca e passageira da superfície da Terra, resultante de movimentos subterrâneos de  placas rochosas , de actividade vulcânica, ou por deslocamentos (migração) de gases no interior da Terra, principalmente metano. O movimento é causado pela liberação rápida de grandes quantidades de energia sob a forma de  ondas  sísmicas .
Formação de um sismo A maior parte dos terramotos ocorrem nas fronteiras entre  placas tectónicas , ou em falhas entre dois blocos rochosos. O comprimento de uma falha pode variar de alguns centímetros até milhares de quilómetros, como é o caso da falha de  San Andreas  na Califórnia,  Estados Unidos .
Sismo de Origem Natural A maioria dos sismos está relacionada à natureza tectónica da Terra, sendo designados  sismos tectónicos . A força tectónica das placas é aplicada na Litosfera, que desliza lenta mas constantemente sobre a Astenosfera devido às correntes de convecção com origem no Manto e no Núcleo (ver  Tectónica de Placas ).
Maremoto Maremoto  é um sismo em região coberta por um oceano. É ocasionado pelo deslocamento das placas tectónicas, que são blocos em que a crosta terrestre está dividida. Os grandes maremotos produzem ondas gigantescas chamadas tsunamis que se deslocam por quilómetros a alta velocidade. Às vezes essas ondas atingem ilhas e costas dos continentes, provocando destruição material e mortes nos locais habitados. As ondas originadas podem atingir mais de 30 metros de altura.
Profundidade dos sismos Podem ser classificados de três formas: superficiais, intermédios e profundos. Superficiais – ocorrem entre a superfície e os 70 km de profundidade (85%)  Intermédios – ocorrem entre os 70 e os 350 km de profundidade (12%)  Profundos – ocorrem entre os 350 e os 670 km de profundidade (3% dos sismos)  Em profundidades superiores a 700 km são muito raros  Na crosta continental, a maior parte dos sismos ocorrem entre os 2 e os 20 km, sendo muito raros abaixo dos 20 km, uma vez que a temperatura e pressão são elevadas, fazendo com que a matéria seja dúctil e tenha mais elasticidade. Como a crosta oceânica é fria, nas  zonas de subducção  os sismos podem ser mais profundos
Sinais precursores Aumento da emissão de gás  rádon ; Aumento da emissão de gás  hélio ;  Aumento da emissão de gás  metano , com possível formação de nuvens de metano (coloridas);  Aumento da actividade de  vulcão de lama ;  Ocorrência de microssismos;  Alteração da  condutividade eléctrica ;  Flutuações no campo  magnético ;  Modificações na  densidade  das rochas;  Variação dos níveis da água em poços próximos das  falhas ;  Anomalias no comportamento dos animais; por exemplo migração em massa de anfíbios.  Aumento da emissão de  dióxido de carbono  em áreas vulcânicas;
Após o sismo Ruídos sísmicos   Alteração do  caudal  ou nível das fontes, poços e águas subterrâneas  Aparecimento de  fumarolas  vulcânicas  Formação de  tsunamis
Exemplos de Sismos recentes O  sismo do Haiti   foi um terramoto catastrófico que teve o seu epicentro a cerca de 25 quilómetros da capital haitiana, Porto Príncipe, e foi registado às 16h 53min 10s do horário local (21h 53min 10s UTC), na terça-feira, 12 de Janeiro de 2010.
Trabalho realizado por: José Diogo  Nº 9 8ºA Miguel Parracho Nº13

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

11 sismologia
11 sismologia 11 sismologia
11 sismologia
Vanessa Jorge
 
Sismos
SismosSismos
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
Catir
 
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºanoAtividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Mafaldacmm
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
SismosSismos
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
ivasantos
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
Tânia Reis
 
VII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIAVII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIA
sandranascimento
 
Sismos
SismosSismos
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
Ana Beatriz Gonçalves
 
Atividade sismica
Atividade sismicaAtividade sismica
Sismos
SismosSismos
Sismos
SismosSismos
Sismos
Isabel Lopes
 
Consequências da dinâmica interna da terra
Consequências da dinâmica interna da terraConsequências da dinâmica interna da terra
Consequências da dinâmica interna da terra
Manuel Veludo
 
Sismos
Sismos Sismos
Sismos
TCHOKAN
 
Ciências naturais 7 sismologia
Ciências naturais 7   sismologiaCiências naturais 7   sismologia
Ciências naturais 7 sismologia
Nuno Correia
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
acatarina82
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
Isabel Lopes
 
Sismos e Maremotos
Sismos e MaremotosSismos e Maremotos
Sismos e Maremotos
TCHOKAN
 

Mais procurados (20)

11 sismologia
11 sismologia 11 sismologia
11 sismologia
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºanoAtividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
Atividade sísmica; riscos e proteções para sismos- Ciências 7ºano
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
VII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIAVII - SISMOLOGIA
VII - SISMOLOGIA
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
 
Atividade sismica
Atividade sismicaAtividade sismica
Atividade sismica
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Consequências da dinâmica interna da terra
Consequências da dinâmica interna da terraConsequências da dinâmica interna da terra
Consequências da dinâmica interna da terra
 
Sismos
Sismos Sismos
Sismos
 
Ciências naturais 7 sismologia
Ciências naturais 7   sismologiaCiências naturais 7   sismologia
Ciências naturais 7 sismologia
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
 
Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Sismos e Maremotos
Sismos e MaremotosSismos e Maremotos
Sismos e Maremotos
 

Destaque

Metamorfismo
MetamorfismoMetamorfismo
Metamorfismo
Arminda Malho
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
Tânia Reis
 
O ciclo das rochas
O ciclo das rochasO ciclo das rochas
O ciclo das rochas
Catir
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
acatarina82
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
Catir
 
Riscos sismicos
Riscos sismicosRiscos sismicos
Riscos sismicos
Adrian Bouzas Zamudio
 

Destaque (6)

Metamorfismo
MetamorfismoMetamorfismo
Metamorfismo
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
O ciclo das rochas
O ciclo das rochasO ciclo das rochas
O ciclo das rochas
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
 
Riscos sismicos
Riscos sismicosRiscos sismicos
Riscos sismicos
 

Semelhante a Sismos

Sismos
SismosSismos
Sismos
luis costa
 
Catástrofe
CatástrofeCatástrofe
Catástrofe
protecaocivil
 
Aula 1 sismos
Aula 1 sismosAula 1 sismos
Aula 1 sismos
Terceiro Calhau
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
rfzamith
 
Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1
protecaocivil
 
Catástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristianaCatástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristiana
protecaocivil
 
Sismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis anaSismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis ana
protecaocivil
 
Catástrofe japão
Catástrofe  japãoCatástrofe  japão
Catástrofe japão
DjMayuri
 
Catástrofe Japão
Catástrofe  JapãoCatástrofe  Japão
Catástrofe Japão
DjMayuri
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturais
cres-ser-saudavel
 
Catástrofe japão
Catástrofe  japãoCatástrofe  japão
Catástrofe japão
DjMayuri
 
Catástrofe japão
Catástrofe  japãoCatástrofe  japão
Catástrofe japão
DjMayuri
 
Sismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º fSismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º f
protecaocivil
 
Módulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terraMódulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terra
Rigo Rodrigues
 
Terremotos 1 A
Terremotos 1 ATerremotos 1 A
Terremotos
TerremotosTerremotos
Terremotos
Maria da Paz
 
Aula 3 vulcanismo
Aula 3 vulcanismoAula 3 vulcanismo
Aula 3 vulcanismo
Carolina Corrêa
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
soniaweber
 
Fenômenos naturais
Fenômenos naturaisFenômenos naturais
Fenômenos naturais
Clara Beatriz
 
Desastres naturais.
Desastres naturais.Desastres naturais.
Desastres naturais.
guesta5f4a7d
 

Semelhante a Sismos (20)

Sismos
SismosSismos
Sismos
 
Catástrofe
CatástrofeCatástrofe
Catástrofe
 
Aula 1 sismos
Aula 1 sismosAula 1 sismos
Aula 1 sismos
 
CatáStrofes Naturais
CatáStrofes NaturaisCatáStrofes Naturais
CatáStrofes Naturais
 
Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1Sismos, tsunamis 1
Sismos, tsunamis 1
 
Catástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristianaCatástrofes naturais cristiana
Catástrofes naturais cristiana
 
Sismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis anaSismos, tsunamis ana
Sismos, tsunamis ana
 
Catástrofe japão
Catástrofe  japãoCatástrofe  japão
Catástrofe japão
 
Catástrofe Japão
Catástrofe  JapãoCatástrofe  Japão
Catástrofe Japão
 
Catástrofes Naturais
Catástrofes NaturaisCatástrofes Naturais
Catástrofes Naturais
 
Catástrofe japão
Catástrofe  japãoCatástrofe  japão
Catástrofe japão
 
Catástrofe japão
Catástrofe  japãoCatástrofe  japão
Catástrofe japão
 
Sismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º fSismos . marcos 7º f
Sismos . marcos 7º f
 
Módulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terraMódulo 3-estrutura-da-terra
Módulo 3-estrutura-da-terra
 
Terremotos 1 A
Terremotos 1 ATerremotos 1 A
Terremotos 1 A
 
Terremotos
TerremotosTerremotos
Terremotos
 
Aula 3 vulcanismo
Aula 3 vulcanismoAula 3 vulcanismo
Aula 3 vulcanismo
 
Desastres Naturais
Desastres NaturaisDesastres Naturais
Desastres Naturais
 
Fenômenos naturais
Fenômenos naturaisFenômenos naturais
Fenômenos naturais
 
Desastres naturais.
Desastres naturais.Desastres naturais.
Desastres naturais.
 

Último

ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Ismael Ash
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
Faga1939
 
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptxSegurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Divina Vitorino
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
ronaldos10
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ismael Ash
 
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdfEletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
barbosajucy47
 

Último (7)

ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
 
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptxSegurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
 
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdfEletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
 

Sismos

  • 1. Um sismo , também chamado de terramoto, é um fenómeno de vibração brusca e passageira da superfície da Terra, resultante de movimentos subterrâneos de placas rochosas , de actividade vulcânica, ou por deslocamentos (migração) de gases no interior da Terra, principalmente metano. O movimento é causado pela liberação rápida de grandes quantidades de energia sob a forma de ondas sísmicas .
  • 2. Formação de um sismo A maior parte dos terramotos ocorrem nas fronteiras entre placas tectónicas , ou em falhas entre dois blocos rochosos. O comprimento de uma falha pode variar de alguns centímetros até milhares de quilómetros, como é o caso da falha de San Andreas na Califórnia, Estados Unidos .
  • 3. Sismo de Origem Natural A maioria dos sismos está relacionada à natureza tectónica da Terra, sendo designados sismos tectónicos . A força tectónica das placas é aplicada na Litosfera, que desliza lenta mas constantemente sobre a Astenosfera devido às correntes de convecção com origem no Manto e no Núcleo (ver Tectónica de Placas ).
  • 4. Maremoto Maremoto é um sismo em região coberta por um oceano. É ocasionado pelo deslocamento das placas tectónicas, que são blocos em que a crosta terrestre está dividida. Os grandes maremotos produzem ondas gigantescas chamadas tsunamis que se deslocam por quilómetros a alta velocidade. Às vezes essas ondas atingem ilhas e costas dos continentes, provocando destruição material e mortes nos locais habitados. As ondas originadas podem atingir mais de 30 metros de altura.
  • 5. Profundidade dos sismos Podem ser classificados de três formas: superficiais, intermédios e profundos. Superficiais – ocorrem entre a superfície e os 70 km de profundidade (85%) Intermédios – ocorrem entre os 70 e os 350 km de profundidade (12%) Profundos – ocorrem entre os 350 e os 670 km de profundidade (3% dos sismos) Em profundidades superiores a 700 km são muito raros Na crosta continental, a maior parte dos sismos ocorrem entre os 2 e os 20 km, sendo muito raros abaixo dos 20 km, uma vez que a temperatura e pressão são elevadas, fazendo com que a matéria seja dúctil e tenha mais elasticidade. Como a crosta oceânica é fria, nas zonas de subducção os sismos podem ser mais profundos
  • 6. Sinais precursores Aumento da emissão de gás rádon ; Aumento da emissão de gás hélio ; Aumento da emissão de gás metano , com possível formação de nuvens de metano (coloridas); Aumento da actividade de vulcão de lama ; Ocorrência de microssismos; Alteração da condutividade eléctrica ; Flutuações no campo magnético ; Modificações na densidade das rochas; Variação dos níveis da água em poços próximos das falhas ; Anomalias no comportamento dos animais; por exemplo migração em massa de anfíbios. Aumento da emissão de dióxido de carbono em áreas vulcânicas;
  • 7. Após o sismo Ruídos sísmicos Alteração do caudal ou nível das fontes, poços e águas subterrâneas Aparecimento de fumarolas vulcânicas Formação de tsunamis
  • 8. Exemplos de Sismos recentes O sismo do Haiti foi um terramoto catastrófico que teve o seu epicentro a cerca de 25 quilómetros da capital haitiana, Porto Príncipe, e foi registado às 16h 53min 10s do horário local (21h 53min 10s UTC), na terça-feira, 12 de Janeiro de 2010.
  • 9. Trabalho realizado por: José Diogo Nº 9 8ºA Miguel Parracho Nº13